10 Brincadeiras de roda tradicionais

0
921
10 Brincadeiras de roda tradicionais 5

As brincadeiras de roda tradicionais, acompanham gerações. Trazem em suas cantigas traços de sabedoria e paixões, cultivadas por nosso antepassados  que atravessaram os séculos, e alcançam nossas crianças na contemporaneidade.

10 Brincadeiras de roda tradicionais.

Algumas versões das  antigas brincadeiras de roda tradicionais, precisaram ser adaptadas, para que pudessem ser melhor  entendidas hoje, seja  por questões regionais ou culturais e ainda pela modernização.

Brincadeiras de roda tradicionais: “Não atire o pau no gato”

As brincadeiras de roda tradicionais como: “atirei o pau no gato”, se for cantada atualmente em sua versão original, vai contra os princípios de proteção e defesa aos animais.  Por isso trouxemos aqui a nova versão, que ensina amá-los e respeitá-los.

Recursos para a brincadeira de roda: Não atire o pau no gato.

  • Público alvo: Crianças do ensino infantil em diante.
  • Idade: A partir de 4 anos. Recursos: Não é necessário recursos materiais, brinca-se apenas de mãos dadas.
  • Objetivo: Diversão e educação quanto ao trato com os animais.

Passo a passo da brincadeira: Não atire o pau no gato.

  1. Reúna as crianças em roda.
  2.  De mãos dadas cante com elas:

“Eu tentei pegar um gato to, mas o gato to, logo correu. Dona Chica Ca admirou-se se do pulo do pulo que o gato deu, Miau! Não atire o pau no gato, porque isso não se faz, o gatinho é nosso amigo, não devemos maltratar os animais.”

Ensinar a criança hoje, a respeitar e amar os animais, é tão importante quanto orientá-las  a respeitar os seres humanos

Brincadeiras de roda tradicionais: A canoa virou.

Nas as brincadeiras de roda, “A canoa virou”, está entre as melodias  e letras antigas, que embora usadas para diversão, mostra o sentimento de perda e o desejo de ter de volta o que se foi.

Recursos para a brincadeira de roda: A canoa virou

  • Público alvo: Crianças do ensino infantil em diante.
  • Idade: A partir de 4 anos.
  • Recursos: Não é necessário recursos materiais, brinca-se apenas com movimentos do corpo.
  • Objetivo: Interação e diversão.

Passo a passo da brincadeira: A canoa virou.

  1. Com as crianças de mãos dadas, intercale para que elas façam  uma virada para fora e outra para dentro da roda.
  2. Na administração da música, uma a uma das crianças são convidadas  a virar , assim que o seu nome for mencionado.
  3. Cantem assim:

“A canoa virou no fundo do mar, porque a Maria não soube remar” Adeus Maria, adeus Maranhão, adeus Maria do meu coração.  E vá repetindo a música até que todas as crianças estejam viradas para fora. Então cante a segunda parte, até que uma a uma, acada vez que for dito seu nome, vire para dentro da roda:  “ Se eu fosse um peixinho soubesse nadar, tirava a Maria do fundo do mar”  se eu fosse um peixinho soubesse nadar, tirava a… do fundo do mar”.  

A brincadeira termina quando todos estiverem novamente de frente para o centro da roda.

Brincadeiras de roda tradicionais: Pingo, pingo, pingo maninha.

Para quem gosta de pular, com estas brincadeiras de roda tradicionais, está resolvido! Pingo, pingo, pingo… É uma brincadeira para a criançada  pular até cansar.

Recursos para a brincadeira: Pingo, pingo, pingo maninha

  • Público alvo: Crianças do ensino infantil em diante.
  • Idade: A partir de 4 anos.
  • Recursos: Não é necessário recursos materiais.
  • Objetivo: Interação e diversão.

Passo a passo da brincadeira: Pingo, pingo, pingo maninha.

  1. De mãos dadas, em roda e pulando a criançada canta:
  2. Pingo,  pingo, pingo maninha é de carrapicho vou  jogar a  “Maria” na lata de lixo ( repete 2 vezes).
  3. E assim vai cantando, e as crianças que forem citadas os nomes, vão entrando para dentro da roda, até acabar.
  4. Quanto terminarem de entrar todas as crianças gritam: “  a lata furou, o lixeiro esparramou”. 4 vezes.

É diversão e pura farra, para os pequenos pularem a vontade!

Brincadeiras de roda tradicionais: Pai Francisco

Uma brincadeira de roda tradicional, muito antiga e engraçada, pai Francisco é cantada com muita euforia.

Recursos para a brincadeira: Pai Francisco.

  • Público alvo: Crianças do ensino infantil em diante.
  • Idade: A partir de 4 anos.
  • Recursos: Não é necessário recursos materiais, brinca-se apenas com o corpo.
  • Objetivo: Interação e diversão.

Passo a passo da brincadeira: Pai Francisco

  1. Faça uma roda e dê as mãos.
  2. O pai Frâncico fica do lado de fora da roda e só se aproxima quando começarem a cantar.
  3. Ele entra na roda e troca com uma das crianças. E assim sucessivamente até cansarem. Música:
  4. Pai Francisco entrou na roda, tocando seu violão! Da…ra…rão! Dão! Vem de lá seu delegado e pai Francisco foi pra prisão. Como ele vem todo requebrado parece um boneco desengonçado.!

Brinquem até a criançada  cainçar e desejar mudar a brincadeira.

Brincadeiras de roda tradicionais: Ciranda cirandinha.

Uma canção que se tornou uma brincadeira de roda bem clássica. Já foi cantada por muitas pessoas no passado, mas, continua encantando a criançada até hoje, as quais sentem a paixão, que certamente foi o motivo da inspiração desta música.

Recursos para a brincadeira de roda: Ciranda Cirandinha

  • Público alvo: Crianças do pré ao ensino fundamental.
  • Idade: A partir de 4 anos.
  • Recursos: não necessita.
  • Objetivo: diversão, interação e conservação cultural.

Passo a passo da brincadeira de roda: Ciranda, Cirandinha

  1. Forme a roda com as crianças e vá cantando.
  2. Ao final da canção uma das crianças é chamada pelo nome, por meio da música, para entrar na roda.
  3. Assim se procede, até que coloquem todas as crianças dentro da roda.

Letra da música: Ciranda, Cirandinha

Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar! Vamos dar a meia volta, volta e meia vamos dar. O Anel que tu me destes  era vidro e se quebrou; o amor que tu me tinhas  era pouco e se acabou. Por isso dona (nome ) entre dentro desta roda, diga um verso bem bonito, diga  adeus e vá se embora.”

Ao ser ensinada  esta canção às crianças, além de diverti-las, transmite-se a cultura herdada por nossos pais e avós.

Anúncios do Demonstre que vão te interessar:

Primeiro anúncio:

Estamos com o nosso aplicativo de formação de professores baseado em QUIZ já na Google Play. Baixe agora e teste suas habilidade docentes.

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.demonstre.quizapp

O aplicativo é gratuito e recebe um teste novo por semana. Ideal para quem quer revisar o conteúdo ou estudar para concurso.

Obs: o aplicativo é preparado com uma metodologia baseada em reflexão de tarefa, então, cada questão e resposta são apresentadas de maneira a validar e construir o conhecimento do usuário.

Segundo anúncio:

Continuamos com o projeto Poema de bom dia firme e forte, com mais de 30 publicações. Para ter acesso basta visitar o canal do Demonstre no Youtube: https://www.youtube.com/user/demonstrec ou clicar no play aqui na nossa playlist:

Para enviar o seu poema, basta encaminha o mp3 + o texto para o e-mail: [email protected].

Terceiro anúncio:

O produto dieta em 21 dias está anunciando conosco e promete resultados incríveis. Fiz o teste de inflamação celular e me convenceu. Faça e veja se te convence também:

Clique aqui!

dieta 21 dias

Eles oferecem essa página cheia de depoimentos para quem quer ouvir histórias de outras pessoas:

Clique aqui!

dieta 21 dias

E essa é a página de vendas com o desconto do Demonstre:

Clique aqui!

dieta 21 dias

Bom, é isso. Continue com seu texto. <3

Brincadeiras de roda tradicionais: Carneirinho, carneirão

Entre as brincadeiras de roda tradicionais, Carneirinho, carneirão, está entre as que mais funcionam  treinado o movimento do pescoço, cabeça e membros. Além de pura diversão.

Recursos para a brincadeira de roda: Carneirinho, carneirão

  • Público alvo: Crianças do pré ao ensino fundamental.
  • Idade: A partir de 4 anos.
  • Recursos: não necessita.
  • Objetivo: diversão, interação e exercício físico.

Passo a passo da brincadeira de roda: Carneirinho, carneirão.

  1. As crianças irão simplesmente formarem uma roda e obdecem o que a música pede para fazer:

Carneirinho, carneirão-neirão-neirão, olhai pro céu, olhai pro chão, pro chão, pro chão,

Manda o Rei, Nosso Senhor, Senhor, Senhor, Para todos se ajoelhar.

Carneirinho, carneirão-neirão-neirão, olhai pro céu, olhai pro chão, pro chão, pro chão,

Manda o Rei, Nosso Senhor, Senhor, Senhor, para todos se levantar.”

Dinâmica, brincadeira e movimentos junto com a preservação da cultura.

Brincadeiras de roda tradicionais: Fui ao Tororó.

Fui no tororó é uma brincadeira de roda que conta a história de um encontro do amor na fonte, quando o jovem  foi em busca de água.

Recursos para a brincadeira de roda: Fui no Tororó

  • Público alvo: Crianças do pré ao ensino fundamental.
  • Idade: A partir de 4 anos.
  • Recursos: não necessita.
  • Objetivo: diversão, interação e exercício físico.

Passo a passo da brincadeira de roda: Fui no Tororó.

  1. Forme a roda como de costume.
  2. Vá catando  e  a medida que chegar no nome, ao invés de Maria, diga o nome de cada criança por vez que esteja na roda.
  3.  Repita a brincadeira até que todos entrem na roda. Abaixo a música:

Letra da música da brincadeira de roda Fui ao Tororó

Fui ao Tororó beber água não achei. Achei linda Morena, que no Tororó deixei
Aproveita minha gente, que uma noite não é nada
Se não dormir agora, dormirá de madrugada

Oh! Dona Maria, Oh! Mariazinha, entra nesta roda Ou ficarás sozinha!

A mariazinha responde de dentro da roda:

Sozinha não fico, nem devo ficar, pois tenho ( fala um nome) para ser meu par!  E assim vão cantando até todos entrarem na roda.

Brincadeiras de roda tradicionais: Terezinha de Jesus.

Uma das brincadeiras de roda que parece refletir a importância que as mulheres antigas conferiam ao recebimento da  proteção masculina.

Recursos para a brincadeira de roda: Terezinha de Jesus.

  • Público alvo: Crianças do pré ao ensino fundamental.
  • Idade: A partir de 4 anos.
  • Recursos: não necessita.
  • Objetivo: diversão, interação .

Passo a passo da brincadeira de roda: Terezinha de Jesus.

  1. Quando todos estiverem na roda, uma roda, escolha uma criança para ficar no centro.
  2. Quando dar início a música, as crianças darão voltas  em circulo.
  3. No fim da música,  a criança que estiver  no centro escolhe seu substituto.

Música Terezinha de Jesus:

“Terezinha de Jesus, de uma queda, foi ao chão, acudiram três cavalheiros,

todos os três de chapéu na mão. O primeiro,  foi seu pai, o segundo, seu irmão,

O terceiro,  foi aquele, que a Tereza deu a mão.”

A brincadeira mostra claro, como cabiam aos homens proteger e cuidar das mulheres antigamente.

 Brincadeiras de roda tradicionais: Tira – tira seu pezinho

Simples e graciosa, entre  as brincadeiras de roda tradicionais, Tira- tira seu pezinho mostra a  delicadeza de um cavaleiro com sua dama.

Recursos para a brincadeira de roda:. Tira –tira seu pezinho.

  • Público alvo: Crianças do pré ao ensino fundamental.
  • Idade: A partir de 4 anos.
  • Recursos: não necessita.
  • Objetivo: diversão, interação.

Passo a passo da brincadeira de roda: Tira-tira seu pezinho.

  1. As crianças ficam de frente com seus pares e trocam os passos enquanto cantam.
  2. Dão novamente as mãos e giram na roda.

Música Tira tira seu pezinho

Tira,  tira seu pezinho põe aqui pertinho do meu. Quem gosta de mim é ela, quem gosta dela sou eu!

Uma letra pequena e cheia de ternura, que exercita também as pernas nas trocas de passos.

Brincadeiras de roda Tradicionais: Peixe vivo

O peixe vivo é uma cantiga que está entre as brincadeiras de roda tradicionais,  também  cantada em carnaval e comemorações do folclore brasileiro. Letra forte , que transmite dependência de uma paixão.

Recursos para a brincadeira de roda: Peixe vivo

  • Público alvo: Crianças do ensino fundamental em diante.
  • Idade: A partir de 7 anos.
  • Recursos: não necessita.
  • Objetivo: diversão, interação, cultura .

Passo a passo da brincadeira de roda: Peixe Vivo

  1. A roda será feita, de mãos dadas todos cantam:

Como pode o peixe vivo viver fora d’água fria?
Como pode o peixe vivo Viver fora d’água fria?

Como poderei viver, Como poderei viver,
Sem a tua, sem a tua, Sem a tua companhia?

Os pastores desta aldeia Já me fazem zombaria
Os pastores desta aldeia Já me fazem zombaria
Por me ver assim chorando, Sem a tua, sem a tua companhia.

As brincadeiras de roda sempre transmitirão a cultua, as paixões , o sentido que nossos antepassados davam às suas vidas. Dá para sentir no cântico , nas letras a entrega que faziam. Cultivar esse sentimento nas crianças e protegê-las de um futuro puramente mecânico, sem afeto e respeito, vivendo apenas de aparências e interesse próprios.

FIM

Bom, espero do fundo do coração que esse texto ajude muitas pessoas. Também espero que vocês curtam nossa fanpage e vejam nossa última lista de brincadeiras:

10 brincadeiras para trabalhar com adolescentes

É isso. Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here