10 livros sobre História do Brasil

0
139

Hoje vou apresentar 10 ótimos livros sobre História do Brasil que podem ser uma ótima introdução para você!

Para falar sobre temas pouco discutidos com profundidade em sala de aula, o demonstre começou uma série com lista de livros, dando continuidade com a lista sobre livros de História de Brasil. Com o propósito de orientar os discentes e docentes na busca de conhecimento.

10 livros sobre História do Brasil

É importante conhecer a história do nosso país pois como já dizem os historiadores: É necessário conhecer o passado para que esse não se repita.

Existem aspectos acerca do estudo da  história do Brasil que acabam ficando ficando de fora dos livros didáticos. Entretanto, esses podem ser encontrados em outras fontes, como nos livros aqui listados. Saber como se deram as relações políticas, econômicas e sociais, é necessário para que se compreenda alguns fenômenos da atualidade.

Lista de livros sobre História do Brasil

1808 – livro sobre história do Brasil

Autor: Laurentino Gomes

Sinopse: A fuga da família real portuguesa para o Rio de Janeiro ocorreu num dos momentos mais apaixonantes e revolucionários do Brasil, de Portugal e do mundo. Guerras napoleônicas, revoluções republicanas, escravidão formaram o caldo no qual se deu a mudança da corte portuguesa e sua instalação no Brasil.
O propósito deste maravilhoso livro, resultado de dez anos de investigação jornalística, é resgatar e contar de forma acessível a história da corte lusitana no Brasil e tentar devolver seus protagonistas à dimensão mais correta possível dos papéis que desempenharam duzentos anos atrás. Escrita por um dos mais influentes jornalistas da atualidade, ‘1808’ é o relato real e definitivo sobre um dos principais momentos da história brasileira.

1889- livro sobre história do Brasil

Autor: Laurentino Gomes

Sinopse: Nas últimas semanas de 1889, a tripulação de um navio de guerra brasileiro ancorado no porto de Colombo, capital do Ceilão (atual Sri Lanka), foi pega de surpresa pelas notícias alarmantes que chegavam do outro lado do mundo. O Brasil havia se tornado uma república. O império brasileiro, até então tido como a mais sólida, estável e duradoura experiência de governo na América Latina, com 67 anos de história, desabara na manhã de Quinze de Novembro.

O austero e admirado imperador Pedro II, um dos homens mais cultos da época, que ocupara o trono por quase meio século, fora obrigado a sair do país junto com toda a família imperial. Vivia agora exilado na Europa, banido para sempre do solo em que nascera. Enquanto isso, os destinos do novo regime estavam nas mãos de um marechal já idoso e bastante doente, o alagoano Manoel Deodoro da Fonseca, considerado até então um monarquista convicto e amigo do imperador deposto.

1822 – livro sobre história do Brasil

Autor: Laurentino Gomes

Sinopse: O destino cruzou o caminho de dom Pedro em situação de desconforto e nenhuma elegância. Ao se aproximar do riacho do Ipiranga, às 16h30 de 7 de setembro de 1822, o príncipe regente, futuro imperador do Brasil e rei de Portugal, estava com dor de barriga. A causa dos distúrbios intestinais é desconhecida. Acredita-se que tenha sido algum alimento malconservado ingerido no dia anterior em Santos, no litoral paulista, ou a água contaminada das bicas e chafarizes que abasteciam as tropas de mula na serra do Mar.

A montaria usada por dom Pedro nem de longe lembrava o fogoso cavalo alazão que, meio século mais tarde, o pintor Pedro Américo colocaria no quadro Independência ou morte, a mais conhecida cena da Independência do Brasil. Uma testemunha, o coronel Manuel Marcondes de Oliveira Melo, se refere a uma “baita gateada”. Outra, o padre mineiro Belchior Pinheiro de Oliveira, cita uma “bela besta baia”.

Em outras palavras, um animal sem nenhum charme, porém forte e confiável naquela época de caminhos íngremes, enlameados e esburacados. Foi, portanto, como um simples tropeiro, coberto pela lama e pela poeira do caminhos, às voltas com as dificuldades naturais do corpo e de seu tempo, que dom Pedro proclamou a independência do Brasil.

A cena real é bucólica e prosaica, mais brasileira e menos épica do que a retratada no quadro de Pedro Américo. E, ainda assim importantíssima.
Ela marca o início da história do Brasil como nação independente.

Pausa rápida na sua leitura, só para dois avisos:

Poema de bom dia: Amor

Então, estamos começando o projeto Poema de bom dia, e você pode participar. Para poder participar, basta enviar um e-mail para: [email protected] os seguintes dados: nome, idade, endereço, telefone, email e cpf + sua poesia escrita no corpo de e-mail + arquivo de áudio ou vídeo com a poesia declama.

Esperamos seu material!!!

Projeto Poema de bom dia

O projeto Poema de bom dia é uma realização da Produtora Demonstre. Uma homenagem aos poetas locais e nacionais do nosso Brasil. Poemas diários para preencher seu dia de inspiração!

Amor – Álvares de Azevedo

Amemos! quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!

Quero em teus lábios beber
Os teus amores do céu!
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança!
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir!

Vem, anjo, minha donzela,
Minh’alma, meu coração…
Que noite! que noite bela!
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento,
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!

Facebook: https://bit.ly/2qr1CXu
Instagram @poemadebomdia: https://bit.ly/2qrbzDI
Website: http://demonstre.com/

Não deixe de se inscrever no canal do demonstre: https://www.youtube.com/demonstrec

Depressão é algo sério! Veja este vídeo!

Nele explico o que é depressão, as causas da depressão e seus sintomas.

Agora pode voltar para o seu texto! <3

RAÍZES DO BRASIL – livro sobre história do Brasil

Autor: Sérgio Buarque de Holanda

Nunca será demasiado reafirmar que Raízes do Brasil inscreve-se como uma das verdadeiras obras fundadoras da moderna historiografia e ciências sociais brasileiras.

Tanto no método de análise quanto no estilo da escrita, tanto na sensibilidade para a escolha dos temas quanto na erudição exposta de forma concisa, revela-se o historiador da cultura e ensaísta crítico com talentos evidentes de grande escritor.

A incapacidade secular de separarmos vida pública e vida privada, entre outros temas desta obra, ajuda a entender muito de seu atual interesse. E as novas gerações de historiadores continuam encontrando, nela, uma fonte inspiradora de inesgotável vitalidade.

O POVO BRASILEIRO – livro sobre história do Brasil

Autor: Darcy Ribeiro

Sinopse: Por que o Brasil ainda não deu certo? Quando chegou ao exílio no Uruguai, em abril de 1964, Darcy Ribeiro queria responder a essa pergunta na forma de um livro-painel sobre a formação do povo brasileiro e sobre as configurações que ele foi tomando ao longo dos séculos.

A resposta veio com este que é o seu livro mais ambicioso, fruto de trinta anos de estudo – uma tentativa de tornar compreensível, por meio de uma explanação histórico-antropológica, como os brasileiros se vieram fazendo a si mesmos para serem o que hoje somos. Uma nova Roma, lavada em sangue negro e sangue índio, destinada a criar uma esplêndida civilização, mestiça e tropical.

O ABOLICIONISMO – livro sobre história do Brasil

Autor: Joaquim Nabuco

Sinopse: Esta obra busca ser não apenas uma defesa da libertação dos escravos, mas um programa de reforma da sociedade imperial e uma crítica de suas estruturas e instituições. Deseja expressar uma época em que despontavam as primeiras manufaturas capitalistas e começavam a se reformular as relações, as ideias, as instituições e as próprias classes sociais.

A INTEGRAÇÃO DO NEGRO NA SOCIEDADE DE CLASSES – livro sobre história do Brasil

Autor: Florestan Fernandes

Sinopse: O livro é dividido em dois volumes e é um marco na sociologia brasileira em mais de um sentido. De um lado, é uma das teses mais famosas já apresentadas na USP e, de outro, é a consolidação de nosso maior sociólogo, assim como o pleno desenvolvimento de sua sociologia histórica.

Se no volume I o autor coloca em xeque de modo explícito “o mito da democracia racial”, além de promover um deslocamento conceitual e geográfico da questão racial no Brasil, introduzindo, de um lado, a abordagem marxista da sociedade de classes, e de outro, o caso paulista em lugar do nordestino, no volume II, mais propriamente sociológico e menos conceitual-histórico, Florestan Fernandes aborda diretamente o movimento ou movimentos negros — ou melhor, a emergência e as perspectivas de tais movimentos na sociedade e na política brasileiras.

Casa Grande e Senzala – livro sobre história do Brasil

Autor: Gilberto Freyre

Sinopse: Por meio de sua obra Gilberto Freyre procurou retratar o pensamento brasileiro. Esta edição traz a apresentação escrita pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, além da revisão das notas bibliográficas e dos índices onomástico e remissivo.

História Concisa do Brasil- livro sobre história do Brasil

Autor: Boris Fausto

Sinopse: Os pressupostos básicos deste livro são a convicção de que é possível levar ao conhecimento de um público amplo uma história escrita em linguagem acessível, sem perda da qualidade analítica, e que buscar conhecer e interpretar o passado é condição indispensável para o cidadão situar-se no presente e avaliar as possibilidades e limites do futuro.

A obra não é um simples resumo da História do Brasil, publicada na Coleção Didática da Edusp, embora mantenha a estrutura básica daquela. Boris Fausto consegue aqui tornar compreensíveis as linhas principais da história brasileira, cumprindo a tarefa de forma sintética e apresentando dados estatísticos atualizados.

Quem Foi que Inventou o Brasil? – livro sobre história do Brasil

Autor: Franklin Martins

Sinopse:Quem tem alguma informação sobre a história da música popular no Brasil sabe, sem dúvida, que os fatos políticos sempre foram usados para tema de música cantada por compositores e letristas, desde os primórdios do chamado teatro de revista, no século XIX, até o advento das gravações em cilindros e discos (primeiro mecânicos e, depois, elétricos) depois do início do século XX. Em sua obstinada busca de exemplos destinados a compor o todo de sua pesquisa, o autor Franklin Martins chegou à identificação de mais de mil canções inspiradas em episódios políticos ou em personagens a eles ligados. Nesta obra tão original, a História não apenas se revela, mas se faz ouvir, no mais genuíno sentido da palavra.

Filmes sobre História do Brasil

O Povo Brasileiro

Fonte

Guia do estudante, link: https://guiadoestudante.abril.com.br/estudo/confira-20-dicas-de-livros-para-gabaritar-em-historia/

FIM

Bom pessoal, é isso!

Se você gostou da lista, não deixe de comentar e compartilhar.

Não gostou de algo? Comente e nos ajude a construir um texto melhor!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here