A culpa é do Coelho – Um conto que vou te contar!

0
39
A culpa é do Coelho! Um conto que vou te contar!

A culpa é do Coelho, é um conto, que retrata bem a história de amigos que crescem juntos, cultivam amizade, ficam apaixonados, mas nunca conseguem se declarar de verdade! Quando os sentimentos não são externados, é possível  que  amizade e amor sejam confundidos. Se isso acontecer meu amigo, há sérios riscos do Coelho sair com as vantagens!

Que tal exercitar um pouco a leitura, enquanto você se auto-analisa colocando-se no lugar de Letícia ou  Joaquim? Se eu te contar do Coelho agora, não vai ter graça! Então vamos lá?

   A culpa é do Coelho

A tarde estava muito fria na verdade. Seria este o motivo para demonstrar tamanho mau humor? Com passos firmes e aborrecidos, Letícia entrou na sala não olhando ao menos para os amigos que vieram da capital visitar dona Antônia, recém-operada.
Grotescamente vai para o quarto e atira-se na cama, como se um grande desespero apoderasse daquele corpo franzino da estudante, que por sinal, não era de se render aos desafios.

Dona Antônia não podia levantar para saber o que acontecia com a filha, Cleonice estava preparando o suco para os visitantes, as quais julgavam cada uma por conta própria, o motivo do comportamento da moça. Foi durante o clima de suspense e indagação, que Joaquim entra na casa, comprimento a todos, perguntando logo  pela amiga:

– Olá! Como estão todos aqui?  Cleonice, você sabe me dizer, se a Letícia chegou da faculdade?
-Sim Joaquim! E sinceramente eu não sei o que aconteceu, mas, ela entrou muito chateada e foi para o quarto.
– Posso falar com ela?
– Vá logo meu jovem! Quem sabe sua companhia poderá melhorar o mau humor dela!

Adentrando o quarto, o jovem observa o sofrimento da moça,  entendendo que alguma coisa muito grave havia acontecido. Era visível que o mundo havia desabado para ela! Se banhava em um pranto desesperado! O que a teria  deixado neste estado?

A culpa é do Coelho: O desespero de Letícia

    Sem saber como ajudá-la, o amigo a interroga:
– Você está sofrendo muito! O que aconteceu com você, quem te magoou? Fala comigo que vou atrás agora de quem está te perturbando!
– Não tem jeito meu amigo! Você não poderá fazer nada por mim, a não ser que o coelho volte. Meu coelho, eu quero meu coelho de volta!

Procurando entender como um animal estaria causando tamanho sofrimento, Joaquim sai do quarto e se dirige à mãe de Letícia:
-Dona Antônia, o que a senhora sabe sobre o coelho? A Letícia disse que deseja a volta do coelho. Sinceramente, gostaria de ajudá-la. Ela perdeu algum coelho de estimação? Como um bichinho pode deixa uma pessoa tão arrasada!

– Não é possível que ela esteja se lembrando dele, já faz muito tempo que morreu! Verdadeiramente era fofo, delicado. O pai a deu de presente na páscoa, e o cuidado que tinha com o animal era tão grande que após sua morte ficou três dias sem se alimentar. Entretanto, só não entendo essa saudade repentina, se já havia se recuperado à tempos da perda.
-Então é isso! Alguma coisa a terá feito lembra-se do coelho.

O rapaz retornou ao quarto na tentativa de consola-la. A moça escondeu o rosto dizendo não querer falar com ninguém. Sem entender, ele voltou para casa, planejando um meio de reanimá-la.

Anúncios do Demonstre que vão te interessar:

Primeiro anúncio:

Estamos com o nosso aplicativo de formação de professores baseado em QUIZ já na Google Play. Baixe agora e teste suas habilidade docentes.

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.demonstre.quizapp

O aplicativo é gratuito e recebe um teste novo por semana. Ideal para quem quer revisar o conteúdo ou estudar para concurso.

Obs: o aplicativo é preparado com uma metodologia baseada em reflexão de tarefa, então, cada questão e resposta são apresentadas de maneira a validar e construir o conhecimento do usuário.

Segundo anúncio:

Continuamos com o projeto Poema de bom dia firme e forte, com mais de 30 publicações. Para ter acesso basta visitar o canal do Demonstre no Youtube: https://www.youtube.com/user/demonstrec ou clicar no play aqui na nossa playlist:

Para enviar o seu poema, basta encaminha o mp3 + o texto para o e-mail: [email protected].

Terceiro anúncio:

O produto dieta em 21 dias está anunciando conosco e promete resultados incríveis. Fiz o teste de inflamação celular e me convenceu. Faça e veja se te convence também:

Clique aqui!

dieta 21 dias

Eles oferecem essa página cheia de depoimentos para quem quer ouvir histórias de outras pessoas:

Clique aqui!

dieta 21 dias

E essa é a página de vendas com o desconto do Demonstre:

Clique aqui!

dieta 21 dias

Bom, é isso. Continue com seu texto. <3

A culpa é do Coelho: A compra do animalzinho

Na busca por possíveis soluções, Joaquim conclui que, se o problema dela era o coelho, porque não comprar outro e levar-lhe de presente? Pensando desta forma, vai ao mercado, compra um coelhinho  e retorna a casa dela.

Dona Antônia o recebeu, admirada ao perceber que fazia tudo para ajudar sua filha. Calorosamente e oferece-lhe suco, mas, ele não aceitou. Agradecendo, adentrou imediatamente à casa em direção ao quarto da jovem.

Joaquim observou que Letícia não mais chorava. Contudo, olhava por traz das cortinas em direção à rua, mostrando entusiasmo diante de algo que parecia lhe devolver a vida. Curioso ele tentou se aproximar para saber o que a havia deixado feliz, no entanto, a jovem não permitiu, dizendo não ser tão importante. Ao ver o coelhinho nas mãos dele, perguntou surpresa:

-Que fofo, de quem é este coelhinho?
– Eu o trouxe para você! Sua mãe me contou o quanto sofreu, quando o que você tinha morreu.  Ontem a vi chorando e dizendo ser por causa do coelho, decidi comprar outro para tentar amenizar sua dor. É para você, pega!
-Que lindo! Obrigada amigo, de coração, obrigada! Você é o melhor amigo do mundo! Mas o motivo de minha dor, não era a morte do coelho, e sim algo mais complicado. Não posso te dizer no momento, mas breve você saberá.

– Se não era pela morte de seu coelho, por que  chorava então?
Naquele momento a campainha da casa tocou. A mãe da moça atendeu.

A culpa é do Coelho : A grande surpresa

Um jovem alto e belíssimo a saúda. Em seguida, olha para Letícia firmemente que não resistindo, abraça-lhe com enorme quantidade de afeto! Joaquim e dona Antônia observam por um momento a cena sem interrompê-la. Em instantes, Letícia se afasta, e o jovem finalmente se apresenta:

-Então, a senhora é a mãe de Letícia? E o jovem, é seu irmão?
-Este é meu melhor amigo, o Joaquim! É meu verdadeiro irmão, veja o presente que me trouxe!
– Lindo animalzinho, e por sinal, tem meu nome! Desculpa pela brincadeira. Se permitirem me apresentar, sou Leandro Coelho, mais conhecido como “Coelho”. Aluno do último ano de medicina.

Estava de partida para o interior, a fim de concluir a residência, mas, o amor que sinto por Letícia é tão imenso que não dormi, enquanto não encontrei uma colocação próxima daqui, para não precisar deixar de vê-la! A proposito eu estou aqui para pedir a senhora Antônia que me permita oficialmente me tornar noivo de sua filha!

Dona Antônia deixou o copo que estava em sua mão cair e Joaquim boquiaberto esforçou-se para recuperar a fala. Letícia por sua vez justificou-se:
-Mamãe e Joaquim, perdoem-me! Não conseguia falar depois que soube da transferência dele, mas, por esse “coelho chorava eu” agora estou mais feliz do que nunca!

A culpa é do Coelho a decepção de Joaquim

Joaquim assustado tentou compensar a decepção, pois mesmo que nunca tivesse se declarado, Letícia também era o amor de sua vida. Após a afirmação do jovem médico, o amigo de Letícia perdeu o controle, saindo desesperado pela casa. lamentando e dizendo consigo mesmo:

– Esses coelhos só trazem sofrimento! Agora sou eu que devo dizer que a culpa do Coelho! Por ter dilacerado meu coração e roubado o grande amor de minha vida! Ou a culpa foi minha?  Por não ter me declarado antes dele? Bem, em se tratando de animais, ele foi mais esperto, portanto tenho que respeitar o Coelho. Já que nesse conto, o burro fui eu!

 

Fim

Se você gostou do conto e deseja que postemos outros, deixe sua mensagem ou curtida. Aceitamos com todo carinho e respeito , suas críticas e opiniões.

 Um grande abraço e até breve!

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here