0 Shares 85 Views 3 Comments

A Mulher e Sua Galinha – Fábula para Interpretação

Bellini Bellini
maio 21, 2016
85 Views 3

A Mulher e Sua Galinha – Uma história sobre Paciência

Olá pessoal, tudo beleza? Hoje vamos contar uma história muito curiosa de Esopo, sobre uma galinha e de como uma mulher queria forçar ela a produzir ovos além de sua capacidade.

A Mulher e sua Galinha

A Mulher e sua Galinha

Uma mulher do campo tinha uma galinha especial, pois todos os dias, botava um ovo. Vendo esta situação, ela não deixava de pensar em formas que fizessem a galinha colocar dois ovos por dia.

Determinada a atingir seu objetivo, passou a alimentar sua galinha com rações reforçadas, duas vezes mais do que o normal ao dia.

Desde então, a galinha comia sem parar. E com o tempo, não botou mais ovo algum, já que estava gorda e preguiçosa.

Moral: É melhor ter pouco e aproveitar bem do que não ter nada.

Autor: Esopo
Adaptação: Felipo Bellini Souza

A Mulher e sua Galinha

Questionário

  1. Qual a principal ideia expressada no texto?
  2. Você consegue identificar os sentimentos humanos no texto?
  3. De acordo com o texto, o que a mulher faz para ganhar mais ovos?
  4. E o que aconteceu no final, com a galinha?
  5. Aponte três substantivos.
  6. Identifique três verbos
  7. Localize três adjetivos
  8. passou a alimentar sua galinha com rações reforçadas, duas vezes mais do que o normal ao dia. – na frase em destaque, quem é o sujeito da frase?
  9. Qual a classe gramatical da palavra galinha?
  10. Determinada a atingir seu objetivo – substitua o termo por outro termo de coesão.

Para utilizar este material em sala de aula, você pode optar pelas versões em .PDF ou as imagens em .PNG. Veja a seguir.

Versão do Aluno

Versão do Professor

Ficha para Impressão – Versão do Aluno

Ficha para Impressão – Versão do Professor

Que triste esta história, não é mesmo? Como vimos, nem tudo pode ser no ritmo que queremos. Sendo seres e pessoas diferentes, cada um possui o seu ritmo, e dentro destas possiblidades, oferecem aquilo que tem de melhor. Portanto, descubra quais são os seus limites, para que possa dar o seu melhor a cada dia!

Obrigado por tudo, muita luz, energia e paz! E até a próxima fábula!

You may be interested

TGD – Transtornos Globais do Desenvolvimento
Educação Especial
7 shares208 views1
Educação Especial
7 shares208 views1

TGD – Transtornos Globais do Desenvolvimento

Felipo Bellini - maio 24, 2017

Olá pessoal, hoje vamos falar sobre os Transtornos Globais do Desenvolvimento - TGD. Essa é a continuação dos textos que estou fazendo sobre educação especial. Sugiro fortemente…

Pós Graduação Prominas Online: conhecendo o blog e seus conteúdos
Blogs para professores
153 views
Blogs para professores
153 views

Pós Graduação Prominas Online: conhecendo o blog e seus conteúdos

Felipo Bellini - maio 14, 2017

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Espero que sim. Como vocês bem sabem, estamos sendo patrocinados pelo Instituto Prominas Online. Por isso, decidi desenvolver esse texto para…

Políticas públicas de inclusão
Educação Especial
135 views1
Educação Especial
135 views1

Políticas públicas de inclusão

Felipo Bellini - maio 11, 2017

Olá pessoal, hoje vamos falar sobre as políticas públicas de inclusão. Essa é a continuação dos textos que estou fazendo sobre educação especial. Sugiro que leia os…

3 Comentários

  1. O texto é curto e sucinto, mas agrega uma ótima mensagem para o leitor. Outro ditado se encaixaria muito bem à moral do texto “quem muito quer nada tem”. A mulher – não satisfeita com apenas um ovo por dia -, quis forçar a sua galinha colocar mais ovos. Conclusão, ela acaba ficando sem ovos nenhum. A mensagem do texto é um retrato social. Por causa do egoísmo do ser humano, vivemos nos extremos. Ou temos demais, ou não temos o suficiente, e quando temos o suficiente, este suficiente não é satisfatório, tampouco motivacional. Queremos mais, até corrermos riscos de não termos nada. Escravizamos pessoas; no caso do texto, escravizamos animais, passamos por cima de tudo por causa da nossa ganância e egoísmo.

    Reply
    • Fernando, Ficamos muito felizes que você tenha gostado do poste e gostamos ainda mais de seu comentário. A linha de raciocínio dessa fábula é bem essa que você falou, a ganância muitas vezes leva a ações desastrosas. De que adianta querer meter os pés pelas mãos? Nada não é mesmo? É uma fábula de reflexão simples mas por demais vivida por todos nós no nosso dia a dia. Vale a pena? a resposta quase sempre é não. O custo é muito alto e ninguém quer pagar. Esperamos continuar a fazer posts de seu agrado. Qualquer insight de novo post para o Demonstre é só entrar em contato com nossa equipe! Hasta! ?

      Reply
  2. Fernando, Ficamos muito felizes que você tenha gostado do poste e gostamos ainda mais de seu comentário. A linha de raciocínio dessa fábula é bem essa que você falou, a ganância muitas vezes leva a ações desastrosas. De que adianta querer meter os pés pelas mãos? Nada não é mesmo? É uma fábula de reflexão simples mas por demais vivida por todos nós no nosso dia a dia. Vale a pena? a resposta quase sempre é não. O custo é muito alto e ninguém quer pagar. Esperamos continuar a fazer posts de seu agrado. Qualquer insight de novo post para o Demonstre é só entrar em contato com nossa equipe! Hasta! 😀

    Reply

Deixe uma resposta