Esta fábula nos conta sobre uma raposa que encontrou um cacho de uvas perfeitos, mas que por preguiça de tentar pegá-los deixa escapar.

Fábula – A raposa e as uvas

Ao passar em um pomar, uma Raposa morta de fome percebeu um cacho exuberante de uvas negras, bem penduradas nas ramas de uma videira. E o melhor de tudo, percebeu ela, é que as uvas estavam maduras.

Sem pensar duas vezes, a Raposa decidiu colher o fruto, tomando o devido cuidado para não ser pega.

Utilizando seus dotes no melhor estado, a Raposa tentou de tudo para conseguir as uvas, mas sem conseguir alcançá-las, acabou por entregar-se à fadiga.

Deu meia volta e foi embora. Consolando a si mesma, dizia desapontada: “Na verdade, olhando com mais atenção, percebo agora que as Uvas estão todas estragadas, e não maduras como eu imaginei a princípio…”

Moral da fábula A raposa e as uvas

Às vezes, as pessoas enganam a si mesmas, por não aceitarem suas próprias limitações ou por preguiça de tentar, fazendo com que desistam do que desejam, e  perdendo a oportunidade de corrigir suas falhas.

Pausa rápida na sua leitura, só para dois avisos:

Poema de bom dia: Amor

Então, estamos começando o projeto Poema de bom dia, e você pode participar. Para poder participar, basta enviar um e-mail para: [email protected] os seguintes dados: nome, idade, endereço, telefone, email e cpf + sua poesia escrita no corpo de e-mail + arquivo de áudio ou vídeo com a poesia declama.

Esperamos seu material!!!

Projeto Poema de bom dia

O projeto Poema de bom dia é uma realização da Produtora Demonstre. Uma homenagem aos poetas locais e nacionais do nosso Brasil. Poemas diários para preencher seu dia de inspiração!

Amor – Álvares de Azevedo

Amemos! quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!

Quero em teus lábios beber
Os teus amores do céu!
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança!
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir!

Vem, anjo, minha donzela,
Minh’alma, meu coração…
Que noite! que noite bela!
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento,
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!

Facebook: https://bit.ly/2qr1CXu
Instagram @poemadebomdia: https://bit.ly/2qrbzDI
Website: http://demonstre.com/

Não deixe de se inscrever no canal do demonstre: https://www.youtube.com/demonstrec

Depressão é algo sério! Veja este vídeo!

Nele explico o que é depressão, as causas da depressão e seus sintomas.

Agora pode voltar para o seu texto! <3

Sugestão de discussão em sala

Discutir formas alternativas de fazer com que a raposa conseguisse alcançar as uvas.

Questões de interpretação e sintaxe sobre a fábula: A raposa e as uvas

  1. Quais sentimentos humanos você identifica no texto?
  2. Reescreva com suas palavras a moral da história.
  3. Quem é o protagonista da história?
  4. O que fez a raposa mudar de ideia em relação às uvas?
  5. De uma videira o que significa o termo em destaque ?
  6. De acordo com o texto, qual o nome da árvore que estavam às uvas?
  7. Utilizando seus dotes, conhecimentos e artifícios para pegá-las,… Substitua o termo em destaque sem que a frase perca o sentido.

  8. Crie uma frase com a palavra “Consolada”.

  9. Consolando a si mesma, dizia desapontada:  a quem se refere à frase?

  10. Como você avalia a postura da raposa?

Sugestão de dever de casa sobre a fábula de Esopo

Pesquise como funciona uma plantação de uvas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here