0 Shares 126 Views 1 Comments

Brincadeira do nome – Quebrando o gelo no primeiro dia de aula

Bellini Bellini
abr 10, 2016
126 Views 1

Uma das primeiras dificuldade de quem está no primeiro dia de aula é memorizar os nomes dos colegas de turma ou mesmo do professor. Embora de fato não seja fácil gravar todos os nomes – já que não interagimos com todos de uma vez, o professor pode usar esta deixa para fazer uma atividade com os alunos de forma que eles se divirtam apenas sabendo o nome uns dos outros: trata-se da brincadeira do nome.

Esta é uma brincadeira fácil e divertida de realizar, já que envolve todos os alunos, e de certa forma os desafia a memorizarem os nomes dos seus colegas que estarão presentes ao longo do ano. Além disso, ela é uma ótima form ade quebrar o gelo entre os alunos, já que estarão observando uns oas outros o tempo inteiro. Se você ainda não conhece a brincadeira do nome, veja como proceder.

Como Fazer a Brincadeira do Nome?

Brincadeira do Nome

  • Público alvo: a atividade pode ser adaptada a todos os níveis de ensino fundamental, secundaria e até mesmo superior.
  • Idade: à partir dos 5 anos de idade.
  • Recursos: para realizar essa atividade não será necessário nenhum material.
  • Objetivo: fazer com que toda a turma interaja, além de identificar o nome do companheiro.

Passo a passo:

  1. O primeiro passo é pedir a turma que todos façam um círculo, sentados ou em pé.
    Peça que cada um diga seu nome e logo um sinal de mimica. Exemplo: meu nome é Maria (batendo palma)
  2. O próximo do círculo deve dizer o nome do companheiro ao lado imitando o gesto, mais o nome dele com outra mimica.
  3. O próximo deve fazer o mesmo com os outros dois e com o nome dele e assim sucessivamente.

Incentivar a interação entre os alunos, além de ser um serviço saudável para eles mesmos, é uma das tarefas mais básicas do professor, que pode ser a ponte para que os alunos conquistem ainda mais pontos além das notas escolares. Busque quebrar o gelo entre eles!

You may be interested

Sala de recursos multifuncionais – ponto de partida da educação especial
Educação Especial
146 views
Educação Especial
146 views

Sala de recursos multifuncionais – ponto de partida da educação especial

Felipo Bellini - jun 26, 2017

Hoje vamos falar sobre a sala de recursos multifuncionais. Texto especial, dentro da série sobre Educação Especial que estamos desenvolvendo aqui no blog e patrocinada pelos queridos…

Karl Mannheim e a Educação
Filósofos da Educação
100 views
Filósofos da Educação
100 views

Karl Mannheim e a Educação

Felipo Bellini - jun 25, 2017

Karl Mannheim e a Educação Karl Mannheim foi um sociólogo judeu que ficou conhecido pelas suas obras sobre reconstrução social e educação ocidental. O livro "Ideologia e…

Drácula de Bram Stoker: resumo e análise do livro
Resenhas Literárias
263 views
Resenhas Literárias
263 views

Drácula de Bram Stoker: resumo e análise do livro

Felipo Bellini - jun 21, 2017

Fala pessoal, tudo bem? Aposto que você já ouviu falar sobre... Nada mais nada menos do que, vampiros! Hoje iremos conhecer o pai de todos eles, o…

Comentário

  1. Interessante publicação! É fundamental que haja brincadeiras entre crianças, jovens e adultos para que os colegas quebrem o gelo e se soltem nos primeiros dias de aula, ou em reuniões corporativas, etc. Já havia visto essa brincadeira do nome e ela realmente serve não apenas para crianças, mas também para jovens e adultos. Essa brincadeira é ótima, pois trabalha não apenas a criatividade, como também a memória e a lógica do indivíduo. E mais, essa brincadeira é muito interativa, pois deve-se manter, atentamente, uma comunicação visual com o colega do gesto anterior.
    Atividades pedagógicas sempre são ótimas.

    Reply

Deixe uma resposta