0 Shares 101 Views 1 Comments

Criando Partidos – Brincadeira para Discutir Política

Bellini Bellini
maio 27, 2016
101 Views 1

Criando Partidos – Como mostrar a importância da ideologia política em sala de aula

Os partidos políticos são uma forma de reunir uma série de pensamentos e objetivos que o povo e seus representantes políticos têm em comum. Embora atualmente o cenário político brasileiro apresente uma série de falhas em relação a formação destes partidos, compreender como eles funcionam é a melhor saída para questioná-los. E na brincadeira sobre debate político de hoje, Criando Partidos, vamos deixar este ponto claro para os alunos.

Como fazer a brincadeira Criando Partidos?

Embora possa ser feito com crianças, a brincadeira Criando Partidos tem seu maior destaque entre os alunos do ensino médio, sobretudo aqueles que estão prestes a fazer 16 anos, e tem o direito a voto facultativo. Se eles compreenderem na prática como os partidos e como as eleições funcionam, eles podem tomar escolhas políticas muito mais conscientes.

Criando Partidos

  • Público alvo: para crianças ou adolescentes que estejam cursando entre o ensino fundamental ou no ensino médio.
  • Idade: à partir dos 10 anos, mas o mais interessante é questionar a turma mais avançada, com 16 anos ou que estejam no final do ensino médio.
  • Recursos: não é preciso recursos, apenas usar todas carteiras da sala de aula de forma mais descontraída para que seus alunos e você (professor ou professora) possam conversar sem qualquer interferência.
  • Objetivo: fazer com que os grupos de alunos possam desenvolver ideologias políticas para seu partido e anunciem isso em frente a sala de aula, percebendo o poder e importância dessas ideologias.

Passo a passo:

  1. Separe a turma em grupos, onde quase todos possam ter o mesmo número de membros.
  2. A ideia é que cada grupo possa criar seu partido político e desenvolva as suas promessas, principalmente quais são suas ideologias políticas, que devem ser anunciadas pelos membros em sua próxima aula para todos os seus colegas e também para professores.

Esta brincadeira pode ser complementada com o jogo das eleições já sugerido por aqui. Desta forma, os alunos ficarão completamente ambientados quanto ao cenário político, buscando informações mais apuradas, e trazendo um pouco de suas marcas pessoais. Não deixe de incentivar este aspecto!

You may be interested

Drácula de Bram Stoker: resumo e análise do livro
Resenhas Literárias
247 views
Resenhas Literárias
247 views

Drácula de Bram Stoker: resumo e análise do livro

Felipo Bellini - jun 21, 2017

Fala pessoal, tudo bem? Aposto que você já ouviu falar sobre... Nada mais nada menos do que, vampiros! Hoje iremos conhecer o pai de todos eles, o…

Montaigne e a Educação
Filósofos da Educação
144 views
Filósofos da Educação
144 views

Montaigne e a Educação

Felipo Bellini - jun 18, 2017

Hoje vamos falar sobre Montaigne e a Educação, relacionando as influências do ceticismo no âmbito educacional. Como sempre, a primeira parte do texto se refere a biografia do filósofo,…

Adaptação educacional: realidade ou mito? – Educação Especial
Educação Especial
236 views3
Educação Especial
236 views3

Adaptação educacional: realidade ou mito? – Educação Especial

Felipo Bellini - jun 17, 2017

Você sabe o que é Adaptação Educacional e Tecnologia Assistiva? Neste artigo vamos fundo no tema! Não deixe de ver nossos outros posts sobre Educação Especial e…

Comentário

  1. Ensinar as crianças desde pequeno é a melhor maneira (no meu ponto de vista) do voto consciente e da mudança que buscamos no país!

    Reply

Deixe uma resposta