0 Shares 106 Views 2 Comments

Descobrindo os nomes – Brincadeiras para Aprender História

Bellini Bellini
maio 24, 2016
106 Views 2

Descobrindo os Nomes – Brincadeira para afixar o conhecimento histórico de pessoas importantes.

Uma das dificuldades mais comuns entre os alunos de história é memorizar quem foram as tais figuras históricas que influenciam até hoje os meios sociais, políticos e artísticos. Muitas vezes, alguns nomes acabam virando sinônimo de piada, já que sua real importância não é devidamente explicada. Para ajudar os professores, preparamos a brincadeira Descobrindo os Nomes.

Como preparar a brincadeira Descobrindo os Nomes?

Este é um jogo fácil de ser aplicado, pois basicamente reúne imagens e associações, o que força os alunos a tentarem compreender através dos estudos quem foram aquelas pessoas. Veja o que você precisa para dar inicio a suas aulas mais interativas.

Descobrindo os Nomes

  • Público alvo: pode ser feita com crianças e com adolescentes. Ou no caso, desde a educação infantil até o ensino fundamental.
  • Idade: à partir dos 6 anos de idade, podendo ser facilmente aplicada para adolescentes e jovens.
  • Recursos: será necessário imprimir uma quantidade vasta de fotos e deixar em exposição na região da lousa. As fotos devem ser de alguns personagens históricos para as crianças adivinharem os seus nomes.
  • Objetivo: a ideia é fazer as crianças descobrirem e reconhecerem personagens importantes na história através de erros e acertos. Com as figuras, eles podem fixar o nome e pesquisar o que eles fizeram.

Passo a passo:

  1. A brincadeira “Descobrindo os Nomes” é simples e deve ser feita na sala de aula.
  2. Coloque as fotos na lousa, separe a turma em grupos ou em duplas, fazendo com que eles tenham que adivinhar o nome ou o que fizeram aqueles personagens.
  3. Dê um tempo para escreverem no papel, e ao finalizar peça para que eles respondam o nome de cada personagem.

Você pode aplicar esta brincadeira regularmente, como uma maneira de afixar o conteúdo. Se os alunso acharem interessante, pode até mesmo ser um meio de avaliação para os professores, pedindo tarefas um pouco mais complexas. Teste e confira os resultados!

You may be interested

Karl Mannheim e a Educação
Filósofos da Educação
58 views
Filósofos da Educação
58 views

Karl Mannheim e a Educação

Felipo Bellini - jun 25, 2017

Karl Mannheim e a Educação Karl Mannheim foi um sociólogo judeu que ficou conhecido pelas suas obras sobre reconstrução social e educação ocidental. O livro "Ideologia e…

Drácula de Bram Stoker: resumo e análise do livro
Resenhas Literárias
257 views
Resenhas Literárias
257 views

Drácula de Bram Stoker: resumo e análise do livro

Felipo Bellini - jun 21, 2017

Fala pessoal, tudo bem? Aposto que você já ouviu falar sobre... Nada mais nada menos do que, vampiros! Hoje iremos conhecer o pai de todos eles, o…

Montaigne e a Educação
Filósofos da Educação
154 views
Filósofos da Educação
154 views

Montaigne e a Educação

Felipo Bellini - jun 18, 2017

Hoje vamos falar sobre Montaigne e a Educação, relacionando as influências do ceticismo no âmbito educacional. Como sempre, a primeira parte do texto se refere a biografia do filósofo,…

2 Comentários

    • Vale sim!!! Eu acredito que todo o tipo de educação é válida. Se o aluno gosta de ler, ótimo. Mas se ele prefere fazer quizes, também é muito válido. Falo sempre para os meus alunos, que o aprendizado ocorre de qualquer direção. Se vendo vídeos eles se sentem bem, que vejam vários; se cantar músicas ajuda a assimilar o conteúdo e torna a aula prazerosa, é isso que vamos fazer, independente da idade.

      Desde que assumi o compromisso de experimentar e criar atividades de acordo com o que a minha audiência pede, minhas aulas têm sido um verdadeiro sucesso! 😀 <3

      Reply

Deixe uma resposta