0 Shares 6384 Views 6 Comments

Dia da família: cinco atividades para família e escola

Bellini Bellini
dez 08, 2015
6384 Views 6

Dia da família: 8 de dezembro

No dia 8 de dezembro é comemorado o dia da família no Brasil. Em outros lugares pelo mundo a data é diferente, mas todas contam com propósitos comuns. Mostrar a importância da família para a sociedade, propagar o respeito, cordialidade, amor e união; alertar a sociedade para questões de renda e de oportunidade que atingem diretamente as estruturas familiares por todo o mundo e, ainda, mostrar a importância da família para a educação das crianças, que são o futuro das nações.

almoço-em-familia

5 sugestões de atividades integrar a família à comunidade escolar

A família precisa acompanhar o desenvolvimento estudantil da criança e do adolescente, e para comemorar essa data não há nada melhor do que promover a integração da comunidade e suas famílias com a escola.

Atividade: Cuidados para toda a vida

Família

Objetiva a prevenção de riscos de saúde durante a prática atividades física. Tem a duração de uma a duas horas e os materiais necessários são: papel manilha, tesouras, revistas, pedaços de papéis coloridos, colas e canetões.

Como funciona:

  • Antes do dia da família e das atividades na escola convide um morador da comunidade que possua mais de 50 anos e peça para que ele conte quais eram as atividades, jogos e brincadeiras de sua época.
  • Em seguida organize todos os participantes em equipes explicando que a ideia central da atividade é fazer um mural sobre os cuidados que as pessoas devem tomar antes, durante e depois da prática de atividades físicas.
  • Cada uma das equipes deve criar um cartaz explicando situações de risco nos esportes e como não se expor à elas.
  • Dê cerca de 1 metro de papel manilha para cada equipe para que eles criem os cartazes utilizando-se de textos e imagens.
  • Quando terminarem, reúna todos os cartazes em uma parede e faça um intercâmbio de opiniões sobre as diversas situações abordadas pelas equipes.

Encerre a atividade explicando os benefícios da atividade física, mas, que para tal é preciso seguir certos cuidados tais como a boa alimentação, exames regulares para o diagnóstico de possíveis complicações ou doenças que precisam de maiores cuidados, além da necessidade de cuidados específicos com a saúde conforme o avanço da idade.

Atividade: Fora, mosquito da dengue!

dengue2

O maior objetivo dessa atividade, além de promover momentos de integração em família, é também ensinar de uma maneira didática e fácil a como combater o mosquito da dengue através de uma armadilha. A duração é cerca de uma a duas horas e os materiais necessários para sua realização são: garrafas pet (1,5 ou 2L), lixas de madeira nº 180, tesouras, fita isolante preta, pedaços de 5 x 5 cm de micro tule, 04 grãos de alpiste por pessoa, ou pedacinhos de ração para gato.

Como funciona:

O início da atividade se dá com a explicação para todos os presentes de que depois de alguns estudos se chegou à conclusão de que é possível criar uma armadilha eficiente e barata no combate à dengue. A “mosquitérica” como é chamada é fácil de construir e muito eficaz, e que as famílias aprenderão a como fazer uma. Eis o passo-a-passo:

  • Retire a tampa da garrafa e remova o anel do lacre da tampa sem danificá-lo. Guarde esse anel, pois ele será utilizado mais tarde.
  • Corte a garrafa em duas partes: a parte do fundo será a base e a do funil será a tampa.
  • Agora lixe a parte superior (a do funil), de modo a deixa-la completamente áspera e fosca.
  • Com o micro tule você irá cobrir a boca da garrafa.
  • Nesse momento, pegue o anel que você havia guardado, coloque-o na boca da garrafa, em cima do tule, e force-o para baixo até prender o micro tule.
  • Coloque as 4 sementes de alpiste ou pedaços de ração para gato dentro do copo (fundo).
  • Posicione o funil de cabeça para baixo inserindo-o dentro do fundo da garrafa pet. É preciso deixar totalmente simétrico. Após o encaixe basta selar a circunferência com a fita isolante, para que o mosquito não entre por essa junção.
  • Agora coloque água até a altura próxima a junção.

A armadilha precisa estar em local fresco e com sombra e o seu funcionamento é simples; o mosquito deposita suas larvas na mosquitérica, que descem até o alpiste ou ração de gato, atravessando o micro tule. Conforme elas se alimentam começam a crescer e quando tentam subir novamente à superfície não conseguem e acabam morrendo. Se ainda lhe restaram dúvidas você pode assistir ao link do vídeo fornecido. Porém, é importante ter esse roteiro em mãos para eventualmente não acabar se esquecendo de algum dos passos.

Atividade: É gol!

Essa atividade tem como objetivo fortalecer o vínculo entre pais e filhos, família e escolha. Tem duração em média de 40 minutos e os materiais necessários são uma bola, um apito e um colete.

futebol em família

Como funciona

  • Primeiro é preciso reunir toda a comunidade na quadra esportiva da escola. Depois, todos os familiares são orientados sobre a necessidade da prática de exercícios físicos para a manutenção da boa saúde.
  • Agora é preciso solicitar que sejam formadas duas ou mais equipes, de preferência uma feita apenas dos familiares (pais, mães, responsáveis) e do outro apenas os alunos. Todos farão alongamento e um breve aquecimento. Feito isso, comunique a todos que atividade será uma partida de futebol. A partida precisará de um árbitro, que irá garantir o bom funcionamento da disputa.
  • Cada partida terá dois tempos de no máximo 15 minutos com uma pausa de até cinco. É importante esse intervalo, pois, alguns dos familiares podem não ser praticantes regulares de esportes e a longa exposição ao esforço físico pode causar mal estar.
  • O time vencedor será o que tiver o maior número de gols no placar. Em caso de empate todos serão considerados vencedores! O importante é ressaltar que o essencial não é a vitória, e sim esse momento de descontração entre pais e filhos.
  • Após o fim das partidas, reúna todos em um círculo e peça para dizerem o que acharam da atividade.

Para finalizar a atividade, incentive a prática de atividades físicas e fale sobre os benefícios que elas trazem, tanto física quanto intelectualmente. Além do mais, incentive as famílias a praticarem tais atividades em conjunto, pois isso só tende a aproximá-los e estreita seus laços.

Atividade: A necessidade da convivência

convivência é uma arte

É uma atividade que visa conscientizar a família em todos os níveis para as necessidades de cuidado para consigo e com o próximo. A duração estimada é de uma a uma hora e meia e os materiais necessários são: retângulos de cartolina com 3 cm x 4 cm, tesouras, colas, folhas, conchas, papéis coloridos, fios de linha e de lã, serragem, penas e canetas coloridas.

Como funciona:

  • Primeiramente é preciso ter um local onde os pais, alunos e familiares possam se acomodar. Pode ser no chão ou em bancos com mesas.
  • Divida os grupos em equipes com até no máximo 6 pessoas e disponibilize todo o material no centro do circulo (caso seja no chão) ou em cima de uma mesa central (caso utilizem-se bancos com mesas para o apoio).
  • Cada participante deverá escrever cada letra do seu nome em um retângulo de cartolina.
  • Ao terminar, pergunte quais diferenças nota-se entre os nomes dos participantes.
  • Agora peça que todos embaralhem as letras dentro do centro de cada grupo.
  • Peça que reconstruam todos os nomes colhendo as letras aleatoriamente do monte que se formou.
  • Ao término, pergunte como se sentiram por outras pessoas terem se utilizado das “suas” letras na nova construção dos nomes.

O Para encerrar a atividade explique como é preciso muita reflexão e tolerância para se abrir ao novo. E, qualquer experiência ou situação é possível aprender e nos tornarmos pessoas melhores e mais tolerantes e para isso precisamos aprender a lidar com as diferenças.

Atividade: Filme com pipoca!

cinema em família

Essa é uma boa oportunidade de entreter e divertir pais e filhos durante um dia na escola. Trata-se de uma oportunidade para colocar em debate questões socioculturais por meio de alguns filmes que tratam sobre, por exemplo, racismo, bullying, superação, entre outros… À partir disso é possível trocar opiniões e experiências. É preciso de um projetor ou aparelho de TV e DVD, ou conforme o caso um notebook ou computador de mesa.

Como funciona:

  • Escolha um filme que além de ter entretenimento passe alguma mensagem para a família. Assistam ao filme, comam pipoca e divirtam-se durante a sessão. Não podemos nos esquecer da pipoca, é claro.
  • Criem uma lista com os temas abordados durante o filme e discutam acerca disso.
  • Finalize a atividade abordando os principais pontos e questões promovidas pelo filme e durante o debate.

A discussão saudável pode promover o entendimento entre as partes e sobre as diferentes realidades e situações vividas pelas famílias em todo o mundo. Adquirir essa consciência é importante, e, apesar de não ser do dia para a noite, essa atividade pode marcar o início de uma mudança na vida de determinada família.

Filmes sugeridos: Up: altas aventuras, Os incríveis, Procurando Nemo, Rio, as aventuras de Peabody e Sherman.

Com essas sugestões de atividades, o seu dia da família tem tudo para ser incrível. Caso também seja possível, visitas a zoológicos e excursões para parques de diversão farão a alegria não somente dos pais e filhos, além é claro de todos os docentes… Todos juntos fazem parte da grande família chamada Educação!

You may be interested

Como estimular o aluno com deficiência?
Educação Especial
93 views
Educação Especial
93 views

Como estimular o aluno com deficiência?

Felipo Bellini - maio 29, 2017

Hoje vamos falar sobre como estimular o aluno com deficiência. Na verdade implementei um guia com 9 dicas diferenciadas para conseguir dos seus alunos o engajamento necessário. Lembro…

Por que realmente aprender Inglês?
Blogs para alunos
62 views
Blogs para alunos
62 views

Por que realmente aprender Inglês?

Renato Gomes - maio 28, 2017

Por que realmente aprender inglês? Por que não aprender a língua mais falada por todas as pessoas do mundo? Existem milhares de motivos para aprender uma língua…

Como fazer atividades instigantes com uma caixa de papelão?
Dicas do Professor
42 views1
Dicas do Professor
42 views1

Como fazer atividades instigantes com uma caixa de papelão?

Felipo Bellini - maio 28, 2017

Como fazer atividades instigantes com uma caixa de papelão? Cada dia recebo uma proposta de artigo mais desafiador, principalmente quando tenho que ir além dos meus horizontes…

6 Comentários

  1. Esse tema de debate é muito importante, muitas vezes alguns membros da família ou de um grupo são muito comunicativos ou ocupam uma posição de comando e acaba não dando espaço para outras pessoas se manifestarem. Pode parecer idiota essa colocação, mas vejo acontecer o tempo todo e não é por maldade são hábitos. E ao mesmo tempo alguns membros não se sentem a vontade para falar, por motivos diversos.
    Por isso acho tão importante debates sobre assuntos que não afetam diretamente os participantes, sem envolvimento emocional. Com certeza essa atividade exercitará e fortalecerá o debate. Todos ganham quando conseguem ouvir e serem ouvidos.

    Reply
    • Sem dúvida Naomi! Muitas vezes o cenário que encontramos em grupos é o de ninguém participar ou só um grupo dominar e fazer o monopólio da situação. O debate democrático é a melhor saída seja o ambiente familiar ou da comunidade. Hasta! 😀

      Reply
  2. Todas as atividades são legais, destaque para o combate a Dengue, por ser uma atividade que incorpora várias áreas, além do convívio com o grupo, cidadania e saúde pública. Precisamos incorporar na nossa cultura que somos responsáveis pela sociedade em que vivemos, precisamos fazer a nossa parte.

    Reply
    • Que comentário perfeito Júlia!!! *.* – Então, acredito totalmente que devemos melhorar a interatividade e trazer as crianças para uma experiência mais real e cidadã do que eles vão, ou pelo menos deveriam enfrentar no dia a dia. Obrigado por comentar e por favor não nos abandone!!! haha <3 - Já assinou a nosso feed por e-mail? 😀

      Reply
    • Julia, concordo plenamente com você. Vivemos tempos muito individualistas. Essa ideia de comunidade, de unidade tem se tornado cada vez mais rara. Por isso, é cada vez mais frequente problemas relacionados aos bens comuns: água, escolas públicas, áreas de conservação, poluição em geral e outros. O bem de todos hoje em dia não é de ninguém ao mesmo tempo em que todo mundo se beneficia e contribui para sua deterioração. Todas as ações em que a comunidade interage e abraça tem milhões mais vezes de chance de dar certo. O sucesso do Projeto Tamar está aí para provar isso. Precisamos de mobilização e iniciativa. Espero que o blog passe sempre essa ideia em nossos posts, pois é o que a equipe do blog Demonstre pensa. Hasta! 😀

      Reply
  3. Não é preciso ressaltar a importância da família, não apenas na vida das pessoas, mas para a sociedade em si. Famílias de todos os tipos, casais que permanecem casados, casais separados, casais homossexuais, avós que assumem os netos, pais biológicos, pais do coração.
    O importante é essa base de união, o exemplo de cidadania e humanidade. Mas é preciso reservar um espaço de tempo para viver em família, caso contrário o cotidiano nos absorve, a rotina nos esmaga e acabamos nos tornando pessoas que moram na mesma casa, mas mal se conhecem. E os pais só falam com os filhos para cobrar e os filhos com os pais para pedir dinheiro. Todo relacionamento precisa ser cuidado, o familiar não é diferente.

    Reply

Deixe uma resposta