Faça parte do nosso mundo mágico!

Por enquanto somos poucos, mas logo seremos uma legião! Inscreva-se! <3

Discursos e diálogos de grandes mulheres

Discursos e diálogos de grandes mulheres

Ao olharmos para a história de maneira mais crítica podemos perceber a importância de grandes mulheres em momentos cruciais. Seja na para a libertação de povos ou mesmo movimentos pela busca de igualdade de gênero, elas lutaram e continuam lutando para o bem não do sexo feminino, mas, da humanidade como um todo – e merecem respeito por isso. Para isso vamos compartilhar os discursos e diálogos de grandes mulheres:

Discursos e diálogos de grandes mulheres

Grandes mulheres

O legado de Margaret Tatcher – A dama de ferro.

Todas as mulheres deveriam conhecer a história de Margaret Thatcher, uma verdadeira estadista britânica que comandou o país no cargo de primeira-ministra por 11 longos anos. Tatcher ascendeu ao cargo em meio a uma sociedade altamente discriminatória para com a mulher, e enfrentou de igual para igual seus críticos homens, deixando um  grande legado e uma verdadeira aula de administração pública.

Margaret Thatcher: Não existe essa coisa de dinheiro público.

Nesse discurso, de maneira contundente a dama de ferro, como era chamada, explica que não existe o “dinheiro público”, e que no final das contas quem paga a conta sempre é o cidadão. Sua firmeza e clareza são fontes de inspiração para a mulher.

Discurso Emma Watson na Assembleia Geral da ONU

Emma Watson, conhecida por seu papel em Harry Potter fez um brilhante discurso em uma Assembleia Geral da ONU, falando sobre igualdade de gênero e incentivando os homens a contribuírem nessa luta.

Chimamanda Ngozi Adiche – O perigo da história única

Chimamanda Ngozi Adichie é uma escritora nigeriana que nos conta sobre o perigo de possuir uma única visão sobre uma determinada cultura, povo ou mesmo assunto. Pois, isso tende a gerar mal-entendidos e fornecer uma visão muito superficial sobre tais temas.

Discurso de Malala nas Nações Unidas

Malala Yousafzai é uma adolescente paquistanesa que lutou e ainda luta pela igualdade e educação das meninas no Paquistão. Ela sofreu diversas ameaças terroristas por simplesmente lutar pelo direito de ir à escola, e em 2013 foi baleada por talibãs. Malala sobreviveu recebeu o prêmio Nobel da paz. Seu discurso é fascinante!



Patricia Arquette durante o Oscar 2015.

Patricia foi aplaudida duas vezes durante a cerimônia do Oscar de 2015. A primeira vez por vencê-lo na categoria de melhor atriz coadjuvante, e na segunda, por seu belo discurso sobre a igualdade de gênero!

Michelle Obama

A primeira-dama dos EUA é uma das mulheres mais influentes do mundo e luta junto ao marido pela igualdade social atenção especial para imigrantes latinos e afro-americanos. É reconhecida por ser uma mulher forte.

Ayn Rand

Essa fabulosa mulher foi dramaturga, escritora, roteirista e ainda filósofa. Ela desenvolveu um sistema filosófico chamado positivismo e se contrapôs a diversas ideias e movimentos de sua época. No trecho abaixo você poderá conferir uma demonstração da inteligência peculiar, raciocínio rápido e fugaz de Ayn Rand.

Hannah Arendt – Banalidade do mal

Essa grandiosa mulher foi uma política e filósofa alemã, possuía origem judaica e foi uma das grandes pensadoras do século XX. Ela chegou a ser presa pelos nazistas e perdeu sua nacionalidade. Isso fez com que fosse para os EUA, onde passou a defender a igualdade cultural.

Angela Merkel – em resposta a uma garota paquistanesa

A Alemanha é o país mais poderoso da União Europeia e Merkel possui grande influência sobre o bloco, sendo considerada pela Forbes a mulher mais poderosa do mundo. Em uma conferência sobre integração de estrangeiros, ela mostrou respeito, compreensão e carinho a uma garota palestina, e lidou com uma questão muito delicada, mas jamais deixou de ser sincera e realista. Isso nos mostra que além de boa política, ela também é uma mulher compreensível e se preocupa verdadeiramente com as pessoas.

Com esses discursos e diálogos de mulheres incríveis que lutaram não somente pela igualdade de gênero, mas também por suas nações, liberdade e bem da própria humanidade, certamente você refletirá e se inspirará!

Bellini Bellini
Post Author
Felipo Bellini
Professor de inglês e tradutor. Leciono na educação básica como concursado pelo governo do estado do Rio Grande do Norte atuando no: Ensino Fundamental II, Ensino Médio regular e na Educação de Jovens e Adultos - EJA; gerencio a empresa Traduza, onde me responsabilizo tanto pela tradução de livros e artigos científicos, como orientação da equipe; e sou mestrando do programa de pós graduação em linguagem da UFRN. Na infância apresentei problemas de aprendizagem, o que me permitiu ter contato com diversas experiências para evoluir meu nível escolar, e no decorrer desse processo refletir a prática e interação como objetos necessários para a aquisição de conteúdo. Todo esse contato com as metodologias de aprendizagem e acompanhamento da minha família fez com que muito cedo assumisse minha primeira sala de aula, sendo monitor e depois professor em um curso pré-vestibular da cidade. O interesse na docência era claro, e com 17 anos entrei em Letras na UFRN. Participei desde o primeiro semestre de projetos de pesquisa e extensão; sendo os mais relacionados ao ensino o PIBID, o ÁGORA, o PROCEM e o Curso de Português para Estrangeiros com Cinema. Minha intenção era diversificar e experimentar o que estivesse ao meu alcance, afim de gerar o máximo de experiências na universidade. Por indicação consegui uma estadia para o País de Gales, no Reino Unido, onde fiquei durante 6 meses dando aula de português para estrangeiros na universidade de Cardiff, e recebi uma bolsa da CELTIC para cursar o nível C1 e um curso de literatura básico. No período fiz também o curso técnico de tradução acadêmica pela Cardiff Library (4 meses) e o de Counselor - Educational Issues (2 meses), o último me dando vivência dentro das escolas públicas do país. Após minha formação, em 2013, empreendi na área da educação, montando duas empresas. A primeira uma rede social para professores e alunos chamada TUTORA.ME, onde conseguimos a adesão de mais de 6 mil membros cadastrados, sendo mais de 25% deles ativos diariamente até o fim da plataforma no final de 2015. A segunda um cursinho popular chamado Garra-RN, onde o maior foco era o aprendizado dos alunos através da colaboração e aulas desafio. Esse método nos trouxe ótimos resultados na unidade de Goianinha, com mais de 70% dos alunos aprovados nos concursos públicos de interesse no fim de 2015 e início de 2016. Hoje posso dizer que minha maior motivação são as aulas que leciono no ensino público, onde sou concursado desde 2014. Adoro sair das aulas e ouvir dos alunos que eles tiveram a melhor aula até o momento. Minha busca está na transformação do espaço social e em como conseguir engajamento e metrificar a performance dos meus alunos através de suas atitudes pró-aprendizagem. Neste processo de formação docente que continuo passando encontrei no desenvolver da leitura e escrita com o alunado a resposta para precipícios sociais que nas dinâmicas e brincadeiras costumeiras das aulas de inglês não evidenciava. Passei a inserir dentro das aulas de inglês diversas atividades para resolver os problemas escolares e da comunidade, sempre na perspectiva do aluno. Foram desde cartas de protestos até fanpages para campanhas sociais. Pesquisas comunitárias, projetos de empreendedorismo e até um projeto de escola bilíngue que nas discussões me motivaram a seguir adiante e procurar o curso de Especialização do Ensino da Escrita, onde pretendo me aprimorar e retornar o máximo que puder para os meus alunos.

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *