Olá pequenos e nem tão pequenos, vamos falar sobre a desastrosa história de As Duas Cabras, e de como a vaidade, o orgulho e a teimosia podem nos deixar em maus lençóis. Preparados? Vamos lá!

Antes:
Curta nossa pagina no Facebook- www.facebook.com/demonstrec
Acesse nosso blog – http://demonstre.com/

Pausa rápida na sua leitura, só para dois avisos:

Poema de bom dia: Amor

Então, estamos começando o projeto Poema de bom dia, e você pode participar. Para poder participar, basta enviar um e-mail para: [email protected] os seguintes dados: nome, idade, endereço, telefone, email e cpf + sua poesia escrita no corpo de e-mail + arquivo de áudio ou vídeo com a poesia declama.

Esperamos seu material!!!

Projeto Poema de bom dia

O projeto Poema de bom dia é uma realização da Produtora Demonstre. Uma homenagem aos poetas locais e nacionais do nosso Brasil. Poemas diários para preencher seu dia de inspiração!

Amor – Álvares de Azevedo

Amemos! quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!

Quero em teus lábios beber
Os teus amores do céu!
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança!
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir!

Vem, anjo, minha donzela,
Minh’alma, meu coração…
Que noite! que noite bela!
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento,
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!

Facebook: https://bit.ly/2qr1CXu
Instagram @poemadebomdia: https://bit.ly/2qrbzDI
Website: http://demonstre.com/

Não deixe de se inscrever no canal do demonstre: https://www.youtube.com/demonstrec

Depressão é algo sério! Veja este vídeo!

Nele explico o que é depressão, as causas da depressão e seus sintomas.

Agora pode voltar para o seu texto! <3

As duas cabras – Fábula de Esopo

Em um vale montanhoso, duas cabras brincavam felizes e despreocupadas sobre as pedras. Porém, ambas estavam separadas por um abismo. E em seu fundo, corria um rio, caudaloso, que descia pelas montanhas.

Para cruzar o perigoso espaço, era preciso cruzar o tronco de uma árvore, e esta tinha uma forma muito estreita. Para se ter uma ideia, dois esquilos não eram capazes de atravessar ao mesmo tempo a ponte improvisada sem correr grandes riscos.
Nenhum ser vivo em sã consciência teria de coragem de atravessar aquela travessia instável. Ninguém, exceto as duas Cabras.

O orgulho de ambas era tamanho que uma não suportava a ideia da outra estar diante de si. Era uma afronta, uma ameaça, mesmo que separadas por um perigoso abismo.

Incentivadas por este sentimento, decidiram atravessar o caminho improvisado ao mesmo tempo, e resolverem suas desavenças veladas ali mesmo. Iriam decidir quem deveria ficar naquelas montanhas. No meio do tronco, as duas se encontraram, e começaram a brigar ali mesmo, acertando uma a outro com seus chifres.

Decididas em sua motivação de supremacia e dominação, as cabras continuavam seu embate sem perceber que, pouco a pouco, seu palco de batalha cedia. E em pouco tempo, o tronco não suportou, e ambas caíram na grota, sendo levadas pela correnteza do rio…
Moral: A vaidade pessoal, o orgulho e a teimosia, tendem a nos colocar em péssimas situações, e por isso devemos evitar esses defeitos.

FIM

Muito obrigada por ter acompanhado mais esse post! Espero que tenhas gostado! Deixe seu comentário com sua opinião e sugestões para o Demonstre! 😀

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here