0 Shares 41 Views 2 Comments

Filmes para trabalhar deficiências físicas – Educação Especial

Bellini Bellini
jun 07, 2016
41 Views 2

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Sou professor a 8 anos, e desde que assumi a profissão, sempre tive contato com alunos especiais. Embora o meu maior contato seja com alunos com deficiência mental, faz 3 anos que dou aula para uma pequena chamada Vivi. Ela não consegue andar e depende de uma cadeira de rodas para se locomover. Desde que me deparei com a situação de Vivi, me preocupei em estudar o assunto e fiquei muito mais atento ao ambiente. Acontece que nem as escolas são adaptadas, e muito menos o resto da comunidade.

Um dos maiores instrumentos para me colocar nos olhos de minha aluna, além do diálogo, foram os filmes. E fazia um tempo que queria relacionar eles aqui para passar para vocês. Eis que recebi pelo whatsapp, de uma leitora, uma lista de filmes, divididos por categorias de deficiência. Achei o máximo e decidi trabalhar mais o material, neste post especificamente filmes para deficientes físicos, para que os professores que acompanham o Demonstre e nossa lista de filmes tivessem um material mais completo para que pudessem levar estes filmes para sala de aula.

No decorrer de minhas pesquisas, descobri que o material  encaminha pela leitora era do site atividadeparaeducacaoespecial, que oferece muito material para o trabalho com deficientes. Vale conferir pessoal.

Filmes que debatem Deficiências Físicas

A lista tem 20 filmes com protagonistas com deficiências físicas das mais variadas. Não precisamos nos limitar aos 20 filmes. Por favor indique outros pelo e-mail: felipobellini@demonstre.com ou aqui pelo comentários, para que eu possa aprofundar este post. Podem contar com muito mais articulações neste post em DESENVOLVIMENTO!

Ferrugem e Osso –  De rouille et d’os

Ferrugem e Osso

Alain (Matthias Schoenaerts) está desempregado e vive com o filho, de apenas cinco anos. Ele parte para a casa da irmã em busca de ajuda e logo consegue um emprego como segurança de boate. Um dia, ao apartar uma confusão, ele conhece Stéphanie (Marion Cotillard), uma bela treinadora de orcas. Alain a leva em casa e deixa seu cartão com ela, caso precise de algum serviço. O que eles não esperavam era que, pouco tempo depois, Stéphanie sofreria um grave acidente que mudaria sua vida para sempre.

Para saber mais, leia a ótima crítica do Bruno Carmelo no Adoro Cinema!

Espíritos Indômitos – “TheMen”

Espíritos Indômitos

Ken Wilcheck (Marlon Brando) é um ex-combatente que ficou paraplégico. Ele tenta se adaptar à vida civil, mas, assim como seus companheiros que também ficaram paralíticos, se sente marginalizado, apesar de ser apoiado por Ellen (Teresa Wright), sua noiva.

Veja a ótima resenha e seleção de fotos do blog O cinema Antigo, escrito por Jefferson Vendreme aqui!

Amargo Regresso – Coming Home

Amargo regresso

Em 1968, Bob Hyde (Bruce Dern), um oficial do exército americano, embarca para o Vietnã. Sally (Jane Fonda), sua mulher, vai trabalhar em um hospital de veteranos e lá se apaixona por Luke Martin (Jon Voight), um soldado que ficou paraplégico na guerra do Vietnã. A trama se desenvolve até que, quando a verdade é revelada, as conseqüências se tornam dramáticas para todos os envolvidos.

Confira a ótima resenha sobre o filme Amargo regresso no blog O blog do JJ escrito por Jorge Cruz Jr, aqui.

 Carne trêmula – Carne Trémula

carne_treumla

Este drama de Almodóvar mostra como muitas vidas mudam por causa de um único tiro. Começando em 1970, quando uma prostituta (Penélope Cruz) dá a luz seu filho Victor, a história salta para uma Madri contemporânea. É em cima de Victor Plaza que tudo se desenvolve, quando este se envolve numa confusão na casa de Elena (Francesca Néri), a quem conhecera dias antes. A polícia aparece por lá, um revólver dispara acidentalmente e Victor amarga sete anos na cadeia, onde arma a mais doce das vinganças. Culpa, arrependimento e redenção num thriller sensualíssimo. Adaptado do livro de Ruth Rendell.

Leia a ótima resenha sobre o filme A carne trêmula no blog A quinta essência escrita por Danilo, aqui.

 Feliz ano velho

feliz ano velho

A trama fala de Mário (Marcos Breda), um jovem estudante que dá adeus à sua adolescência ao mergulhar e bater a cabeça em uma pedra no fundo de um lago tornando-se tetraplégico. Preso à sua cadeira de rodas, o que parecia difícil fica pior e o rapaz, diante do que parecia o fim, começa a reviver e resgatar momentos importantes de seu passado, até descobrir uma nova força em sua vida.

Leia o ótimo artigo sobre o filme Feliz ano velho no site Contemporânea da UERJ escrito pelo Marcio Alves de Albuquerque, aqui.

Nascido em 4 de Julho – Born on the Fourth of July

Nascido em 4 de julho

Ron Kovic (Tom Cruise) é um rapaz idealista e cheio de sonhos, que deixa a namorada (Kyra Sedgwick) e a família para ir lutar no Vietnã. Já na guerra, ele é ferido e fica paraplégico. Ao voltar aos Estados Unidos é recebido como herói, mas logo se vê confrontando com a realidade do preconceito aos deficientes físicos, mesmo aqueles considerados heróis de guerra. Ron decide então se juntar a outros para lutar pelos seus direitos, agora negados pelo país que os enviara para a guerra.

Confira a resenha do blog Internacional Amazônia escrita por Danilo Ebúrneo, aqui!

Você pode comprar o DVD do filme Nascido em 4 de julho aqui!

O óleo de Lorenzo – Lorenzo’s Oil

O óleo de Lorenzo

Um garoto levava uma vida normal até que, quando tinha seis anos, estranhas coisas aconteceram, pois ele passou a ter diversos problemas de ordem mental que foram diagnosticados como ALD, uma doença extremamente rara que provoca uma incurável degeneração no cérebro, levando o paciente à morte em no máximo dois anos. Os pais do menino ficam frustrados com o fracasso dos médicos e a falta de medicamento para uma doença desta natureza. Assim, começam a estudar e a pesquisar sozinhos, na esperança de descobrir algo que possa deter o avanço da doença.

Confira essa ótima resenha desenvolvida por Sandra Silva e indexada no site EBAH!

O Homem Elefante

o homem elefante

John Merrick (John Hurt) é um inglês que vive recluso em um circo por ter uma doença que desfigurou seu rosto. Ele é descoberto por um médico (Anthony Hopkins), que deseja integrá-lo à sociedade não como um “esquisito”, mas como alguém normal e culto. O problema é que as pessoas não estão prontas para isso, e John terá que sofrer muito para ser tratado como ser humano.

A professora Danúbia fez uma excelente resenha para o blog de psicologia da faculdade IENH. Confira clicando aqui!

The Other Side of the Mountain – Uma janela para o céu (Parte 1 e 2)

Uma janela para o céu

Baseado na história real de Jill Kinmont, trata-se de história passada em 1955, quando a jovem Jill, então com 18 anos de idade, revela-se um enorme talento para o esqui e aposta certa para vencer os Jogos Olímpicos de Inverno de 1956. Mas acontece uma fatalidade: Jill por pouco não perde a vida após uma queda brutal na neve, mas fica paralisada do pescoço para baixo. Ainda que esteja impedida de praticar esportes para sempre, Jill agora tem uma outra batalha: viver e conviver com sua deficiência. Para isso ela vai contar com a ajuda de amigos, dos pais e parentes.

A colaboradora do Café com Vícios, Gabriela Santa’Anna, escreveu uma ótima resenha sobre Uma Janela para o Céu. Vale muito a pena ler! <3

Dr. Fantástico – Dr. Strangelove

Dr. Fantástico

Um general americano acredita que os soviéticos estão sabotando os reservatórios de água dos Estados Unidos e resolve fazer um ataque anticomunista, bombardeando a União Soviética para se livrar dos “vermelhos”. Com as comunicações interrompidas, ele é o único que possui os códigos para parar as bombas e evitar o que provavelmente seria o início da Terceira Guerra Mundial.

O Rafael Oliveira, do blog Plano Crítico, fez uma crítica maravilhosa sobre o filme Dr. Fantástico. Por favor não deixem de conferir aqui!

A querida Natália Bridi, do Omelete, fez um post com curiosidades sobre o filme também, confira!

Johnny vai à guerra – Johnny got his gun

Johnny-Vai-A-Guerra

Joe, um jovem soldado americano, é atingido por um morteiro no último dia da Primeira Guerra Mundial. Ele repousa em uma cama de hospital em uma situação pior que a morte – ele teve seus braços e pernas amputados, ficou cego, não tem mais boca nem nariz. Apesar de tudo, ele continua consciente, mas não consegue parar de sonhar e rever suas memórias, sem conseguir identificar se está dormindo ou está acordado. Frustrado com sua situação, ele tenta exaustivamente se comunicar com a equipe do hospital.

Na internet achei essa maravilhosa resenha da Denize Mumari e do Marcelo Medeiros que dialoga o filme com a realidade dos enfermeiros no Brasil. Considero leitura obrigatória para todo o professor que queira fazer um bom debate em sala de aula.

A banda Plebe Rude tem uma música inspirada no filme, veja a letra e o clipe no site Letras do portal Terra!

Meu pé esquerdo – My Left foot

meu pé esquerdo

Christy Brown (Daniel Day-Lewis), filho de uma humilde família irlandesa, nasce com uma paralisia cerebral que lhe tira todos os movimentos do corpo, com a exceção do pé esquerdo. Com o controle deste único membro ele torna-se escritor e pintor.

O João Luis de Almeida Machado faz um trabalho fabuloso sobre o filme, em especial para professores que desejam trabalha-lo, no site Planeta Educação, clique aqui e confira!

Inside I’m Dancing – Os Melhores Dias de Nossas Vidas

Os Melhores Dias de Nossas Vidas

Rory (James McAvoy) é um jovem rebelde, bem-humorado, que fala o que pensa, não liga para as convenções sociais, nem para nada, nem para ninguém. Seu oposto é Michael (Steven Robertson), que sempre levou uma vida completamente sem graça e enfadonha. O que estas duas pessoas tão diferentes poderiam ter em comum? A resposta é cruel: Rory é tetraplégico e Michael tem paralisia cerebral. Descontentes com as “regras da vida”, estes dois amigos inusitados planejam deixar a instituição onde estão internados com a ajuda de Siobhan (Romola Garai) para que eles finalmente atinjam seus objetivos: viver a vida em toda sua intensidade. Mas quais as surpresas que o mundo fora dos portões da instituição irão revelar aos dois rapazes.

Patricia Santos, do blog Psicologia e Cinema nos oferece um olhar especializado na breve resenha que oferece. Vale conferir e se humanizar! Clique aqui!

The Best Years of Our Lives – Os melhores anos de nossas vidas

Os melhores anos de nossas vidas

O ex-sargento Al Stephenson (Fredric March), o ex-piloto Fred Derry (Dana Andrews) e o marinheiro Homer Parrish (Harold Russel) retornam para casa após combater na Segunda Guerra Mundial. Dispostos a recomeçar a vida, os três veteranos vão ter de conciliar os traumas de guerra e vencer o difícil período de readaptação com suas famílias e antigos empregos.

Juliano Mion nos entrega uma visão aprofundada no site CinePlayers, clique aqui para ler sua crítica.

Mar Adentro

Mar Adentro

Ramón Sampedro (Javier Bardem) é um homem que luta para ter o direito de pôr fim à sua própria vida. Na juventude ele sofreu um acidente, que o deixou tetraplégico e preso a uma cama por 28 anos. Lúcido e extremamente inteligente, Ramón decide lutar na justiça pelo direito de decidir sobre sua própria vida, o que lhe gera problemas com a igreja, a sociedade e até mesmo seus familiares.

O Marcelo Hessel, do Omelete, fez uma boa resenha sobre o filme, mas o que eu mais gostei foi o artigo da Heloisa Quaresma para o JusBrasil, relacionando eutanásia e o filme. Para ler, clique aqui para ler!

Murderball – Paixão e Glória

Murderball - Paixão e Glória

Um documentário sobre a superação através do esporte de pessoas paraplégicas que encontram um novo sentido para a vida. Em cadeiras especiais a lá “Mad Max”, jovens com restrições de movimento nas pernas e braços se enfrentam em quadras de basquete em duelos poderosos. Paralelamente vemos as lutas individuais dos protagonistas: um jovem que busca redenção com o acidente que o feriu, um jogador aposentado que passa a treinar o time do Canadá e é visto como traidor pelos americanos, e um jovem recém incapacitado que busca esperança no esporte. Temas como sexualidade e convivência com a sociedade também são abordados, à medida que entendemos que sobre as rodas vivem seres humanos dignos e capacitados

Goste muito do material do Bruno Pedroso, que faz uma discussão crítica sobre o filme no site da revista EFDeportes. Vale conferir aqui!

As sessõoes – The sessions

as sessoes - the sessions

Mark O’Brien (John Hawkes) é um escritor e poeta que, ainda criança, contraiu poliomielite. Devido à doença ele perdeu os movimentos do corpo, com exceção da cabeça, e precisa passar boa parte do dia dentro de um aparelho apelidado de “pulmão de aço”. Mark passa os dias entre o trabalho e as visitas à igreja, onde conversa com o padre Brendan (William H. Macy), seu amigo pessoal. Sentindo-se incompleto por desconhecer o sexo, Mark passa a frequentar uma terapeuta sexual. Ela lhe indica os serviços de Cheryl Cohen Greene (Helen Hunt), uma especialista em exercícios de consciência corporal, que o inicia no sexo.

O melhor material que encontrei na internet foi o do blog Diário do Nordeste, que oferece uma discussão MUITO completa sobre o filme e a relação da sexualidade e a deficiência. Vale a leitura, clique aqui!

Intocáveis – Intouchables

Intocáveis - intouchables

Philippe (François Cluzet) é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático que não tem a menor experiência em cuidar de pessoas no seu estado. Aos poucos ele aprende a função, apesar das diversas gafes que comete. Philippe, por sua vez, se afeiçoa cada vez mais a Driss por ele não tratá-lo como um pobre coitado. Aos poucos a amizade entre eles se estabele, com cada um conhecendo melhor o mundo do outro.

A Veja entrevistou Philippe Pozzo di Borgo, que inspirou o filme. Leia aqui e produza uma experiência diferenciada com seus alunos.!

Gaby, uma história verdadeira – Gaby, a true story

Gabi, uma história verdadeira

Gabriela Brimmer nasceu com paralisia cerebral e só conseguia mexer seu pé esquerdo. Ela começou a usar esses movimentos para se comunicar e conseguiu se tornar uma reconhecida escritora e poetisa.

O Ângelo, do blog Alma de Educador faz uma boa apresentação dos pontos fortes do filme. Confira aqui!

Bom, é isso, espero que vocês tenham gostado do material. Lembrem-se de visitar  o site que originalmente desenvolveu a lista, Atividade para Educação Especial, post que decidi aprofundar o com capas, trailers, materiais extras e razões para ver os filmes.

Muita paz, luz e amor no coração de vocês. Até mais!

You may be interested

TGD – Transtornos Globais do Desenvolvimento
Educação Especial
7 shares154 views1
Educação Especial
7 shares154 views1

TGD – Transtornos Globais do Desenvolvimento

Felipo Bellini - maio 24, 2017

Olá pessoal, hoje vamos falar sobre os Transtornos Globais do Desenvolvimento - TGD. Essa é a continuação dos textos que estou fazendo sobre educação especial. Sugiro fortemente…

Pós Graduação Prominas Online: conhecendo o blog e seus conteúdos
Blogs para professores
148 views
Blogs para professores
148 views

Pós Graduação Prominas Online: conhecendo o blog e seus conteúdos

Felipo Bellini - maio 14, 2017

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Espero que sim. Como vocês bem sabem, estamos sendo patrocinados pelo Instituto Prominas Online. Por isso, decidi desenvolver esse texto para…

Políticas públicas de inclusão
Educação Especial
122 views1
Educação Especial
122 views1

Políticas públicas de inclusão

Felipo Bellini - maio 11, 2017

Olá pessoal, hoje vamos falar sobre as políticas públicas de inclusão. Essa é a continuação dos textos que estou fazendo sobre educação especial. Sugiro que leia os…

2 Comentários

  1. Uauuuu! Apaixonada por filmes e viciada em histórias de superação e conquista! Vou assistir alguns dessa lista e volto para contar minha experiência. Aproveita para pedir indicações sobre filmes com foco na história americana (Como o mordomo da casa Branca). Obrigada!

    Reply

Deixe uma resposta

Most from this category