Faça parte do nosso mundo mágico!

Por enquanto somos poucos, mas logo seremos uma legião! Inscreva-se! <3

Garuda – Uma Lenda Indiana Clássica

O Garuda é um ser mitológico presente nas lendas hindus. Basicamente, ele é uma águia de fogo, e também é conhecido como um pássaro solar. Sua forma é bastante parecida com a da Fênix, presente nas lendas gregas e egípcias, mas alguns detalhes de sua aparência podem variar de acordo com a cultura.

Por exemplo, existem descrições do Garuda com uma cabeça humana no lugar da cabeça de pássaro; em outras possui três olhos; e em algumas versões também conta com braços e pernas. É uma criatura é muito grande, sendo mencionado muitas vezes como capaz de cobrir o Sol com o seu tamanho.

Garuda

As lendas dizem que o Garuda serve de montaria para a deusa Vishnu, da cultura hindu, a levando por aí aonde quer que ela queira ir. Isso dá a impressão de que ele seja um simples animal inferior, que recebe ordens de outros, como um tipo de escravo.

Mas não é bem assim. Ele é muito poderoso, conforme a lenda que você vai ler a seguir.

Resumo da lenda

Conta a lenda que um certo dia a mãe de Garuda fez uma aposta com a mãe dos Nagas, as serpentes da lua. Um cavalo lendário estava prestes a surgir do mar, e elas apostaram sobre qual era a cor desse cavalo. Quem perdesse a aposta se tornaria prisioneira da vencedora. Por fim o resultado foi que a mãe da criatura perdeu a aposta, e como haviam combinado, ela se tornou prisioneira da mãe dos Nagas.

Garuda

Quando soube do ocorrido, Garuda se apressou em ir até os Nagas e lhes perguntou o que ele poderia fazer para que sua mãe fosse liberta. Os Nagas pensaram por um tempo e então decidiram qual seria o preço da liberdade da mãe do Garuda: ele deveria roubar a água da imortalidade dos deuses e entregar aos Nagas.

O desejo de ter sua mãe livre foi uma forte motivação para o ser mitológico. Ele não pensou duas vezes e voou até a montanha onde a água da imortalidade dos deuses estava sendo mantida. Mas não seria uma tarefa fácil, já que o lugar estava guardado por um exército de deuses e dois dragões.

Garuda lutou valentemente contra todos eles e saiu vencedor da batalha. Conseguindo a água, ele voltou apressado até os Nagas para lhes entregar o líquido da imortalidade.

Como prometeram, os Nagas libertaram a mãe de Garuda em troca da água. E mãe e filho partiram dali felizes por estarem novamente juntos.

Garuda

Quanto aos Nagas, porém, as coisas não correram muito bem: antes mesmo que pudessem ter a chance de beber da água da imortalidade, os deuses chegaram e a tiraram deles. E foi daí que srugiu a eterna rixa entre Garuda e os Nagas

Curiosidades:

  • Garuda é o emblema nacional da Tailândia e da Indonésia.

  • Há um lutador no jogo Street Fighter EX2 chamado Garuda.

  • O Garuda aparece em vários dos jogos da série Final Fantasy como um inimigo dos protagonistas. Sua aparição mais recente na série foi no Final Fantasy XIV.

  • Outro game onde o Garuda aparece é em Tales of Symphonia: Dawn of the New World, também como um inimigo.

  • E por falar em games, existe um estúdio de desenvolvimento de jogos na Indonésia que se chama Garuda Games.

  • Há também uma companhia aérea na Indonésia com o mesmo nome.

  • Em 2004 foi lançado um filme tailandês sobre o Garuda. A história conta sobre a descoberta de um fóssil misterioso e muito antigo. O trabalho de escavação tem início, mas todo o barulho e comoção no local acaba despertando um Garuda que habitava próximo ao local. A criatura então começa uma onda de terror.

Sites, textos e livros sobre o assunto:

Sugestão de atividade para os professores utilizarem em sala de aula para fixar a lenda.

  • Uma sugestão seria assistir ao filme mencionado nos links.
  • Também poderia ser feita uma redação dissertativa ou um debate sobre como a motivação de salvar sua mãe na lenda, fez com que Garuda até mesmo enfrentasse deuses e dragões. De que modo os humanos também são capazes de agir da mesma forma diante de uma forte motivação?

Galeria de Imagens sobre Garuda

garuda_e_naga2 pintura2 garuda_final_fantasy garuda_tailandia garuda_indonesia

The Garuda Hern Het Barge at the Royal Barge Museum in Bangkok, Thailand. The barge features a red garuda on the front. In Hindu mythology the Garuda is the vehicle of Narai (Vishnu) and is a creature with a birds head, beak, talons and wings of an eagle and the torso of a human being. An original figurehead (date unknown) was installed on a reconstructed hull in 1968. The barge is 29 meters long and held 34 oarsmen and 7 crew members.

Garuda

Bellini Bellini
Post Author
Felipo Bellini
Professor de inglês e tradutor. Leciono na educação básica como concursado pelo governo do estado do Rio Grande do Norte atuando no: Ensino Fundamental II, Ensino Médio regular e na Educação de Jovens e Adultos - EJA; gerencio a empresa Traduza, onde me responsabilizo tanto pela tradução de livros e artigos científicos, como orientação da equipe; e sou mestrando do programa de pós graduação em linguagem da UFRN. Na infância apresentei problemas de aprendizagem, o que me permitiu ter contato com diversas experiências para evoluir meu nível escolar, e no decorrer desse processo refletir a prática e interação como objetos necessários para a aquisição de conteúdo. Todo esse contato com as metodologias de aprendizagem e acompanhamento da minha família fez com que muito cedo assumisse minha primeira sala de aula, sendo monitor e depois professor em um curso pré-vestibular da cidade. O interesse na docência era claro, e com 17 anos entrei em Letras na UFRN. Participei desde o primeiro semestre de projetos de pesquisa e extensão; sendo os mais relacionados ao ensino o PIBID, o ÁGORA, o PROCEM e o Curso de Português para Estrangeiros com Cinema. Minha intenção era diversificar e experimentar o que estivesse ao meu alcance, afim de gerar o máximo de experiências na universidade. Por indicação consegui uma estadia para o País de Gales, no Reino Unido, onde fiquei durante 6 meses dando aula de português para estrangeiros na universidade de Cardiff, e recebi uma bolsa da CELTIC para cursar o nível C1 e um curso de literatura básico. No período fiz também o curso técnico de tradução acadêmica pela Cardiff Library (4 meses) e o de Counselor - Educational Issues (2 meses), o último me dando vivência dentro das escolas públicas do país. Após minha formação, em 2013, empreendi na área da educação, montando duas empresas. A primeira uma rede social para professores e alunos chamada TUTORA.ME, onde conseguimos a adesão de mais de 6 mil membros cadastrados, sendo mais de 25% deles ativos diariamente até o fim da plataforma no final de 2015. A segunda um cursinho popular chamado Garra-RN, onde o maior foco era o aprendizado dos alunos através da colaboração e aulas desafio. Esse método nos trouxe ótimos resultados na unidade de Goianinha, com mais de 70% dos alunos aprovados nos concursos públicos de interesse no fim de 2015 e início de 2016. Hoje posso dizer que minha maior motivação são as aulas que leciono no ensino público, onde sou concursado desde 2014. Adoro sair das aulas e ouvir dos alunos que eles tiveram a melhor aula até o momento. Minha busca está na transformação do espaço social e em como conseguir engajamento e metrificar a performance dos meus alunos através de suas atitudes pró-aprendizagem. Neste processo de formação docente que continuo passando encontrei no desenvolver da leitura e escrita com o alunado a resposta para precipícios sociais que nas dinâmicas e brincadeiras costumeiras das aulas de inglês não evidenciava. Passei a inserir dentro das aulas de inglês diversas atividades para resolver os problemas escolares e da comunidade, sempre na perspectiva do aluno. Foram desde cartas de protestos até fanpages para campanhas sociais. Pesquisas comunitárias, projetos de empreendedorismo e até um projeto de escola bilíngue que nas discussões me motivaram a seguir adiante e procurar o curso de Especialização do Ensino da Escrita, onde pretendo me aprimorar e retornar o máximo que puder para os meus alunos.

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *