Paulo Mielmiczuk – Poemas Que Surgem Em Seu Umbral

1
210

Poema de Paulo Mielmiczuk, Narrado por Felipo Bellini. Confira o blog do autor do poema: http://mielmiczuk.blogspot.com.br/

Poemas Que Surgem Em Seu Umbral
Ao contrário do que pensam,
Minha contundência ao amar não é poética, ela é real.
Amo ao amanhecer, ao final da tarde e antes de dormir,
Mas, mais do que tudo, amo ao vê-la, amo ao vê-la sorrir.

Ao contrário do que pensam,
Meus versos semelhantes são diferentes – não em letras,
Mas em sentimentos que apenas eu consigo sentir
E, apesar de tudo, não sinto nada, apenas o amor que faço existir.

Não sou flor, sou um roseto;
Sou soneto no soneto
– Seu criador.

Não sou poeta, sou poesia;
Sou cheio de vazios e vazio por melancolia
– Sou repleto de amor.

Ao contrário do que pensa,
Ela está aqui do meu lado,
Sempre – para onde quer que eu vá.

Ao contrário do que penso,
Talvez não me ame,
Mas isso não me impede de amar.

Não sou tudo – confesso que poderia ser muito mais.
Poderia acabar com o simples lirismo
E agir, buscá-la, e simplesmente amá-la
No mundo real.

Não sou pouco – acho que sou muito, até demais,
Porque, mesmo sem que ela perceba, consigo fazê-la cantar
E sorrir, e amar, e faço dela a mais amada,
Somente com os poemas que surgem em seu umbral.

Pausa rápida na sua leitura, só para dois avisos:

Poema de bom dia: Amor

Então, estamos começando o projeto Poema de bom dia, e você pode participar. Para poder participar, basta enviar um e-mail para: [email protected] os seguintes dados: nome, idade, endereço, telefone, email e cpf + sua poesia escrita no corpo de e-mail + arquivo de áudio ou vídeo com a poesia declama.

Esperamos seu material!!!

Projeto Poema de bom dia

O projeto Poema de bom dia é uma realização da Produtora Demonstre. Uma homenagem aos poetas locais e nacionais do nosso Brasil. Poemas diários para preencher seu dia de inspiração!

Amor – Álvares de Azevedo

Amemos! quero de amor
Viver no teu coração!
Sofrer e amar essa dor
Que desmaia de paixão!
Na tu’alma, em teus encantos
E na tua palidez
E nos teus ardentes prantos
Suspirar de languidez!

Quero em teus lábios beber
Os teus amores do céu!
Quero em teu seio morrer
No enlevo do seio teu!
Quero viver d’esperança!
Quero tremer e sentir!
Na tua cheirosa trança
Quero sonhar e dormir!

Vem, anjo, minha donzela,
Minh’alma, meu coração…
Que noite! que noite bela!
Como é doce a viração!
E entre os suspiros do vento,
Da noite ao mole frescor,
Quero viver um momento,
Morrer contigo de amor!

Facebook: https://bit.ly/2qr1CXu
Instagram @poemadebomdia: https://bit.ly/2qrbzDI
Website: http://demonstre.com/

Não deixe de se inscrever no canal do demonstre: https://www.youtube.com/demonstrec

Depressão é algo sério! Veja este vídeo!

Nele explico o que é depressão, as causas da depressão e seus sintomas.

Agora pode voltar para o seu texto! <3

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here