Fabuloso – o difícil desafio de ser você mesmo

Esses dias encontrei um aluno de uma das minhas primeiras turmas de cursinho. Animado e contente ele estava em um shopping da cidade e ele me apresentou seu acompanhante e com um selinho denunciou o namoro deles. Essa história acabou ai. Pouco antes eu sai com um dos meus melhores amigos. Nós cursamos Letras na UFRN e ele continuou sua vida universitária enquanto eu decidi seguir o caminho do empreendedorismo. Nós rimos alto, comemos sanduíche e ele me mostrou as tatuagens maravilhosas que ele tinha feito. Ele já não tinha mais namorado, estava aproveitando a solteirice enquanto não aparecia nenhum gato por ai. E essa foi a noite. Entre essas duas histórias encontrei um amigo da adolescência. Eu queria que ele participasse de um projeto e aproveitamos para por o papo em dia. A noite foi bacana e um tanto depressiva. Os dois contando problemas e sugerindo como os dias seriam melhores em um futuro breve. Por fim ele comprou um hambúrguer para o namorado, a noite acabou, levei ele para casa e ficou por isso. É, essas histórias são bem como você está pensando, elas só tem em comum os encontros entre amigos. Isso e um otário do lado julgando quem é X ou Y, as roupas, os jargões, os selinhos…
Quer saber, esses otários que se fodam!
Imagem

Se você gostou do texto, por favor não deixe de comentar, ok?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here