Faça parte do nosso mundo mágico!

Por enquanto somos poucos, mas logo seremos uma legião! Inscreva-se! <3

Procurando palavras

Durante os primeiros anos de estudo da língua portuguesa, é comum os alunos mais jovens ficarem um pouco perdidos quanto ao uso de sinônimos e classes gramaticais em geral, procurando palavras que façam sentido. E se considerarmos a dificuldade de estimular a leitura como um hábito regular, a situação fica ainda mais complicada.

Para resolver isto de uma forma mais direta, e mais divertida, temos uma ideia de brincadeira que pode ajudar tanto os alunos professores, deixando ambos mais tranquilos com o aprendizado.

Como fazer a brincadeira Procurando Palavras?

Fazer este tipo de brincadeira é bem simples, já que precisa apenas do próprio quadro negro para fazê-la dinâmica. Além disso, ela pode ser feita variando os temas. E aqui, você pode incluir tanto a própria língua portuguesa como outras disciplinas. Veja como fazer.

Procurando Palavras

Público Alvo: a partir dos 11 anos

Objetivo: esta é uma brincadeira que ajuda a desenvolver a criatividade do aluno e estimula o aprendizado para elaborar palavras relacionadas a um mesmo tema e escrevê-las de forma correta.

Recursos: um bom pilot e o quadro negro são suficientes para fazer a brincadeira de forma dinâmica e de bom aprendizado para todos.

Passo a passo

  1. A classe escolhe um assunto (cidade, frutas, animais, artistas) e uma palavra-chave, que pode ser qualquer palavra qualquer.
  2. Combina-se, então, o tempo do jogo (cinco minutos, por exemplo).
  3. Os alunos devem escrever de forma correta, o maior número de palavras ligadas ao assunto e iniciadas com as letras da palavra-chave.

Fácil, não? Como um complemento, você pode pedir aos alunos que busquem outras palavras conforme se desenvolvem. Assim, é possível fazer uso da brincadeira novamente, mas em níveis mais avançados e complexos. Não deixe de comentar abaixo como a brincadeira Procurando Palavras melhorou suas aulas. Vai nos ajudar bastante com as próximas brincadeiras. Até a Próxima!

Post Author
Felipo Bellini

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *