Faça parte do nosso mundo mágico!

Por enquanto somos poucos, mas logo seremos uma legião! Inscreva-se! <3

Questionar a turma – Brincadeiras para Aprender História

Questionar a turma sobre determinados assuntos pode ser algo interessante para saber o quão concentrados na aula. E essa dinâmica pode ser aplicada constantemente. Veja como fazer esses questionamentos diretamente, sem precisar de perguntas diretas no quadro.

Como preparar a brincadeira de Questionar a Turma?

Vamos ser sinceros: não é comum os professores fazerem perguntas sobre o assunto em sala de aula diretamente para os alunos. Não ao menos como é nos programas de paródias escolares que víamos na infância. Mas é algo que pode estimulá-los a prestar mais atenção se for feita de uma forma que não se sinta pressionados.

Questionando a Turma

Público alvo: pode ser feita com crianças e com adolescentes, da Educação Infantil até o Ensino Fundamental.

Idade: à partir dos 6 anos de idade. Adolescentes com idade mais avançada, entre 14 e 16 anos de idade, também podem participar.

Recursos: não é preciso muitos recursos. Apenas use todas carteiras da sala de aula de forma mais descontraída para que os alunos e professor possam conversar sem qualquer interferência.

Objetivo: questionar a turma de forma descontraída, em que os alunos podem se separar em grupos sugerindo a competição de pontos entre eles.

Passo a passo

  1. A brincadeira de questionar a turma pode ser feita logo no término de todas as aulas, depois de explicar alguns pontos da história.
  2. Aos alunos cabe prestar atenção na aula para responder as perguntas que podem ser feitas pelo professor.
  3. A professora faz uma pergunta aleatória para o aluno e pede para ele interpretar da melhor forma a resposta para o ato histórico.

Como dá para ver no passo a passo, a ideia aqui é sempre incentivar o aluno a não se sentir desanimado por falar para a turma. Ou ainda, achar que está falando de forma errada. O entendimento sobre o assunto sempre vai além de uma resposta padronizada, então busque essa liberdade quando questionar a turma. Um forte abraço, e até a próxima!

Post Author
Felipo Bellini

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *