0 Shares 740 Views 5 Comments

Thunderbird – O Pássaro do Trovão da América do Norte

Bellini Bellini
dez 04, 2015
740 Views 5

Thunderbird – O Pássaro do Trovão da América do Norte

O Thunderbird, ou Pássaro do Trovão, é uma criatura lendária muito conhecida nas lendas de povos indígenas da América do Norte, onde é muito citado na arte, música e histórias contadas oralmente e passadas de geração a geração entre as tribos.

thunderbird_arte2

O Thunderbird é supostamente baseado numa espécie de pássaros chamada águia careca ou águia americana, que é muito comum na região. É muito provável que você já tenha visto alguma imagem mostrando uma dessas águias junto com uma bandeira dos Estados Unidos.

O nome Thunderbird, que traduzido significa ligeralmente “Pássaro do Trovão” se deve ao fato de que as lendas descrevem a criatura como um grande pássaro pássaro grande, capaz de criar tempestades e trovões enquanto voa.

Ele pode partir as nuvens ao voar por entre elas, e o bater de suas asas gera o som poderoso como de um trovão. Seus olhos e garras emitem um brilho pulsante como o de um relâmpago.

As lendas de algumas culturas citam o Thunderbird como sendo um único ser, mas há outras que consideram o thunderbird uma espécie e não um ser individual.

Existem ainda algumas histórias sobre thunderbirds que podiam ganhar a forma humana, por retirar seus bicos e suas penas. Algumas lendas até mesmo dizem que alguns desses chegaram a formar famílias com humanos há muito tempo atrás, e que se alguém dessas tribos traçasse sua árvore genealógica, chegaria até seus ancestrais thunderbirds.

Alguns criptozoologistas – pesquisadores dedicados a estudar animais lendários ou desconhecidos – acreditam que as lendas sobre o Thunderbird surgiram quando povos antigos viram um animal real, mas que entrou em extinção com o passar do tempo.

O Pássaro Trovão e a Baleia Assassina

arte_retratando_lenda_da_baleia

Há muito tempo atrás, contam as lendas que os animais possuíam as mesmas qualidades que os humanos. Certa vez, uma baleia-assassina gigante começou a devorar todos os salmões do oceano e logo os humanos começaram a passar fome… Apesar de os líderes dos humanos implorarem para que ela parasse, ela apenas zombava deles.

A situação chegou a um ponto em que os líderes resolveram se reunir para discutir o que fazer sobre o problema. Após um tempo, um forte vento começou a soprar, vindo da direção do mar.

Raios cortaram o céu, trovões fizeram o chão estremecer. Eles sentiram então a presença de um ser invisível entre eles.

-Se eu ajudasse vocês, o que vocês fariam por mim? – a criatura perguntou.

Os humanos disseram-lhe que se os ajudasse, eles tratariam a natureza, os animais e uns aos outros da mesma forma gentil como sinal de admiração e respeito. Satisfeito com a promessa, o dono da voz apareceu: Thunderbird, o pássaro do trovão.

Ele era muito, muito grande e tinha relâmpagos piscando em seus olhos e através de suas garras. O thunderbird alçou vôo produzindo um poderoso som de trovões com as batidas de suas asas. Ele pegou a baleia assassina do mar com suas garras e a jogou sobre a terra seca, onde seu corpo se transformou numa montanha.

​Os humanos mantiveram sua promessa de serem gentis e generosos desde então, o que foi passado de geração em geração até as atuais tribos e vilas que hoje habitam a região.

Curiosidades sobre o Thinderbird

pokemon_thunderbird

 1-Em Pokémon existe um monstrinho chamado Zapdos. Ele é um pássaro elétrico considerado lendário no universo da série. Zapdos foi inspirado nas lendas sobre o Thunderbird.

 2-Segundo muitas lendas, a comida favorita dos thunderbirds é baleia-assassina.

 3-Um thunderbird é penúltimo chefe do jogo The Legend of Zelda 2: The Adventure of Link.

Sugestão de atividade para os professores utilizarem a lenda em sala

thunderbird_estatua

 -Na lenda sobre o Thunderbird ajudando os homens ao derrotar a baleia-assassina, vemos que os homens prometeram ser gentis com a natureza e com o próximo, e esse ideal foi passado para as próximas gerações e é de extrema importância ainda hoje entre povos indígenas. O que pode-se aprender dessa maneira de viver? Será que é importante ter essa visão da natureza e de outras pessoas?

 -O Thunderbird pareceu interessado em equilibrar a natureza, visto que a baleia-assassina estava decidida a comer todo salmão no mar. Pode-se debater em sala de aula o que hoje em dia causa desequilíbrio na natureza, quais são os principais impactos, e o que se poderia fazer para corrigir esse desequilíbrio.

Galeria de fotos do ThunderBird

Sites, textos e livros sobre o assunto:

Vídeo-documentário (inglês):

Vídeo-documentário (inglês):

Mais matérias: http://www.native-languages.org/thunderbird.htm

You may be interested

Makarenko e a educação
Filósofos da Educação
67 views
Filósofos da Educação
67 views

Makarenko e a educação

Felipo Bellini - jul 23, 2017

  Makarenko e a educação Makarenko foi um filósofo da educação que ficou conhecido pelo sua proposta de modelo escolar baseada na vida em grupo e na autogestão,…

Datas Comemorativas
107 views

Dia do Agricultor – Atividade de data comemorativa

Felipo Bellini - jul 21, 2017

E aí, pessoal! O tema de hoje é o Dia do Agricultor, um profissional extremamente importante para a manutenção da sociedade. Para conferir mais datas comemorativas exclusivas do Demonstre é só…

Cem Anos de Solidão – Uma análise completa e resenha literária
Resenhas Literárias
125 views
Resenhas Literárias
125 views

Cem Anos de Solidão – Uma análise completa e resenha literária

Felipo Bellini - jul 19, 2017

Cem anos de solidão e Gabriel García Márques são nosso ponto de discussão hoje. Depois de uma leitura aprofundada, de muitos diálogos e conversas, estamos aqui para…

5 Comentários

  1. Como é bacana conhecer essas histórias que fazem parte da cultura de um povo ou vários povos. E essa tão antiga e tão atual com esse tema sobre ecologia. Nós não conhecemos nada dos nossos antepassados. Há séculos eles já se preocupavam com sustentabilidade.

    Reply
    • Verdade Ana!!! Em geral debates haver com sobrevivência são universais e trabalhados diretamente desde culturas antigas. O thunderbird e os dragões coreanos, textos já divulgados aqui no blog, são bons exemplos disso. <3

      A Mary, outra autora aqui do Demonstre, está focada em desenvolver um material top trabalhando ecologia e meio ambiente. Sugiro que caso você goste do assunto, assine o nosso feed de notícias para receber elas no seu e-mail.

      Reply
    • Ana Paula, que feliz que gostou do texto! Uma das coisas que nos fazem não repetir o erro é conhecer nossa história. Temos muito a aprender com esses povos muitas vezes marginalizados por nossa sociedade! Em uma época de extremo consumismo e degradação do meio ambiente temos reuniões de cúpulas internacionais de meio ambientes que não resultam em nenhuma mudança de postura concreta e muito menos em certezas do cumprimento de metas quando elas são prometidas. Como Felipo falou vou ficar responsável por posts relacionados a ecologia e meio ambiente. Se tiver interesse continue acompanhando nosso blog. Hasta! 😀

      Reply
  2. Os povos antigos tinham lendas para explicar os eventos da natureza. Tais como trovões, relâmpagos, chuvas, estações. Como eles não compreendiam como acontecia criavam explicações místicas. Mas as lendas são muito bonitas e isso ainda aumenta o charme delas.

    Reply
  3. Um detalhe interessante da história é a negociação. ‘Toma lá, dá cá’. O pássaro ajudou-os e eles deram algo em troca. É meio obvio, mas na nossa cultura egoísta, muitas vezes queremos que alguém faça algo e não oferecemos a contra partida. Vimos apenas a nossa necessidade. Eles conseguiram negociar e chegar ao senso comum. De certa forma é como e o povo tivesse culpa pelo desiquilíbrio que estava acontecendo porque eles concordaram em cuidar da natureza.

    Reply

Deixe uma resposta