10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

0

A periodização literária é o conjunto de eras e escolas que marcaram a história do país.

10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira 1

10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

A periodização literária é o conjunto de eras e escolas que marcaram a história do país. A divisão entre as escolas se dá de acordo com as características, linguagem, estilo, marcadores históricos e fonte de inspiração de seus renomes. Vamos aprender um pouco sobre cada um deles?

Caminha e o Século XXI – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira 2

O Quinhentismo reúne todas as manifestações literárias do século XVI, tendo como marcador histórico a Europa mercantilista em busca de novas terras e riquezas, além da expansão do cristianismo. À luz da razão, da ciência, do invento da bússola e a busca das “Índias”, os europeus exploraram as riquezas brasileiras e catequizaram a população indígena, em nome do deus cristão, quando, na verdade, havia como intuito justificar as atrocidades culturais e ambições econômicas. Logo, para relatar à Coroa Portuguesa sobre as riquezas, o povo e as belezas do nosso território, Pero Vaz de Caminha escreveu, em 1500, a Carta de Descobrimento. Por outro lado, no século XXI a carta não é um gênero textual utilizado com tanta frequência como no passado, tendo em vista as diversas opções de comunicação mais rápidas, mais baratas e acessíveis.

Recursos para a atividade Caminha e o Século XXI:

• Impressões do carta de Pero Vaz de Caminha.

• Discussão em sala de aula.

Passo a passo da atividade Caminha e o Século XXI:

  1. Distribua o arquivo impresso da Carta de Pero Vaz de Caminha;
  2. Solicite que, após a leitura, façam as próprias observações quanto ao conteúdo da carta;
  3. Pergunta: “Percebendo os dias atuais, quais outros meios Caminha teria para enviar o que escreveu à Coroa?”; “Quais desses meios de comunicação os alunos mais usam?”

O Barroco e o Homem Dualista – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

Imagem relacionada

O Renascimento foi um período marcado pelos questionamentos aos dogmas católicos e a visão do homem como centro do universo, da arte, da ciência e cultura. Porém, após a crise, surgiu o estilo Barroco, rebuscado e dualista, o reflexo dos conflitos entre o terreno e o celestial, o homem e deus, o pecado e o perdão, a religiosidade medieval e o paganismo presente no período renascentista. Apesar da pintura acima de Raffaello Sanzio ser abarcada no movimento Renascentista, estudiosos a consideram como o caminho ao barroco diante do dualismo impresso.

Recursos para a atividade O Barroco e o Homem Dualista:

• Roda de conversa.

Passo a passo da atividade O Barroco e o Homem Dualista:

  1. A partir do que aprenderam sobre o Barroco, distribua os alunos em ciranda;
  2. Em um momento descontraído, solicite que os alunos digam uma qualidade e um defeito;
  3. É interessante que os alunos consigam realizar autoanálise e, a partir dos próprios dualismos, podemos trabalhar melhor com suas habilidades;
  4. Por exemplo: se alguns alunos consideram como qualidade ser prático, podemos trazer atividades mais objetivas. Mas, por outro lado, se houver alunos que sejam mais criativos, podemos variar com atividades que se beneficiem de tal habilidade.

O Homem e o Campo – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

O Arcadismo é o conjunto de produções literárias da segunda metade do século XVIII. Com a ascensão do Iluminismo e da burguesia e todos os acontecimentos que moveram sacudiu a Europa, além do retorno à tradição clássica e valorização da natureza. Bem, apesar das épocas diferentes, a dupla sertaneja dos irmãos Victor e Leo são compositores, produtores, cantores e arranjadores, que em muitas canções trazem o gosto pelo campo e natureza, vindo bem a calhar com o movimento arcadista. Vamos lá!

Recursos para a atividade O Homem e o Campo:

• Computador ou celular com acesso à internet ou pendrive;

• Caixa de som.

Passo a passo da atividade O Homem e o Campo:

  1. Reproduza a canção “Deus e eu no sertão” uma ou duas vezes conforme a necessidade;
  2. A partir dos conhecimentos sobre Arcadismo, os alunos devem identificar semelhanças entre a canção e o movimento literário a partir das características e temáticas comuns.
  3. Acréscimos são bem-vindos.

Momento Romântico – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

Resultado de imagem para romantismo

Dentro de um período de transições, o Romantismo marcou o início do processo de independência da Colônia – de 1808 a 1836. No território, atualmente conhecido como Brasil, havia pouquíssimo livros, os quais eram limitados aos conventos; não havia universidades e o acesso ao conhecimento escrito era muito restrito. Assim, com a chegada da Família Real, a Imprensa Régia possibilitou a impressão de livros em território nacional, visto que antes dessa medida deveria haver autorização prévia de Portugal. Logo, os romances de folhetim passaram a ser impressos em alta escala, de forma fragmentada e publicados diariamente nos jornais, evoluindo para as conhecidas telenovelas. Esse grande passo na Colônia permitiu o acesso à leitura para as camadas inferiores da sociedade e mulheres.

Recursos para a atividade Momento Romântico:

• Um livro à escolha do aluno.

Passo a passo da atividade Momento Romântico:

  1. Dentre as produções literárias do Romantismo, solicite que os alunos escolham uma obra para ler;
  2. Depois devem fazer um resumo, abordando os principais pontos da obra; as características pertencentes ao movimento e o que mais gostou.

O Realismo Nosso De Cada Dia – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

Resultado de imagem para naturalismo

Ao decorrer do século XIX, especialmente a França era vista como modelo cultural no Brasil, incluindo seus costumes e inspirações literárias. O movimento realista foi uma resposta ao momento conturbado da história, tendo em vista que, com a Revolução Industrial iniciada na Inglaterra a sociedade presenciou a exploração dos antigos camponeses iletrados nas grandes fábricas e as lutas por direitos trabalhistas; o estabelecimento da sociologia como ciência que buscou entender as relações sociais e a racionalidade diante da insatisfação do mundo, toda essa razão e questionamento social refletiu no movimento literário.

Recursos para a atividade O Realismo Nosso De Cada Dia:

• Alunos em tertúlia: roda de discussão.

Passo a passo da atividade O Realismo Nosso De Cada Dia:

  1. Diante dos conhecimentos sobre o realismo, pergunte quais as insatisfações dos alunos diante do mundo, perguntando-lhes os motivos, as razões e em quais contextos observam tais fatos;
  2. Por exemplo: Ver um morador de rua no centro da cidade devido ao uso de drogas. Será que ele não tem problemas? Será que ele não teve acesso aos direitos fundamentais como moradia e alimentação?

Bell Puã e o Naturalismo – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

É comum que o Realismo e o Naturalismo sejam estudados juntos, tendo em vista que o Naturalismo é uma ramificação, inspirando aos autores europeus e brasileiros a escreverem sobre a realidade presente de suas épocas. No Brasil, os renomes desenvolveram romances sobre a abolição da escravatura, proclamação da República e a invasão dos estrangeiros e máquinas nos grandes latifúndios. As características marcantes do Naturalismo são a análise social dos grupos marginalizados e valorização dos ambientes coletivos –  que até então não tinham sido abordados na literatura – além de uma filosofia determinista diante da vida humana. Apesar de reforçarem aquilo que há de mais primitivo no ser humano como o sexo e a agressão, seus romances ressaltam a supremacia dos personagens da elite. É indiscutível seu valor histórico, tendo em vista que esse pensamento era o reflexo de uma época que, apesar de ainda ser relacionado as ideias de classe a sorte ou azar, não é uma verdade absoluta. Vamos repensar?

Recursos para a atividade Bell Puã e o Naturalismo:

• Computador ou celular com acesso à internet;

• Caixa de som.

Passo a passo da atividade Bell Puã e o Naturalismo:

  1. Reproduzir de uma a duas vezes o poema da pernambucana Bell Puã;
  2. Após a análise do poema e dos conhecimentos sobre Naturalismo, percebam quais as características semelhantes ao pensamento naturalista presente no poema;
  3. Discutam as problemáticas envolvidas no poema.

Bilac e o Parnasianismo – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira 3

O Parnasianismo foi uma estética literária do século XIX e reativa ao sentimentalismo idealizante. A literatura do movimento se caracteriza pelo malabarismo formal, uma observância formal dos fatos, abolindo quase que completamente a subjetividade. Além disso, havia um rigor quanto às rimas bem elaboradas e raras; métria do verso e vocabulário preciso. Esse estilo teve inspirações, entre outras influências, no ideal positivista: objetivo e preciso. No Brasil, temos Olavo Bilac, o mais reconhecimento nome da poesia parnasiana no país. Inspirado em poetas franceses, compôs o Poema XIII.

Recursos para a atividade Bilac e o Parnasianismo:

• Impressões suficientes para os alunos;

• Lápis e borracha.

Passo a passo da atividade Bilac e o Parnasianismo:

  1. Distribua a atividade impressa aos alunos;
  2. A partir dos conhecimentos sobre parnasianismo, solicite que apontem as características presentes no poema de Olavo Bilac.

O Simbolismo e a Morte – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

Resultado de imagem para simbolismo morte

O simbolismo, movido pelos ideais românticos, estendeu-se ao teatro, à literatura e às artes plásticas. O movimento fundamentou-se na subjetividade, no irracional e uso da sinestesia – a mistura dos sentidos. Individualista, místico e desdém aos valores estéticos, o simbolismo trouxe temáticas que, na época, foram consideradas imorais e obscuras como sexualidade, uso de drogas, morte e satanismo. Apesar de, ainda hoje, considerarmos a morte um assunto delicado e quase sagrado, é preciso tratá-la como parte do ciclo da vida, além de compreender que há quem sofra e ressignifique-a. Vamos lá!

Recursos para a atividade O Simbolismo e a Morte:

• Alunos em forma de tertúlia: roda de conversa.

Passo a passo da atividade O Simbolismo e a Morte:

  1. Em uma roda de conversa, pergunte aos alunos se passaram por alguma situação em que perderam algo ou alguém querido como um parente ou animal de estimação e como enxergam a situação. Boa? Ruim? Ainda sente falta?
  2. A partir dos relatos, procure relacionar ao movimento simbolista.

Leitura Pré-Modernista – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

O pré-modernismo ou estética impressionista foi uma fase de transição entre o simbolismo e o modernismo. O movimento foi marcado pelo momento histórico de transição de valores éticos do século XIX para a nova realidade do século XX: as revoltas, as greves operárias e revoltas do povo brasileiro; industrialização; surgimento do proletariado e imigração europeia – tanto no viés das guerras que haviam fora do país, como também a mentalidade eugenista, higienista, racista e xenofóbica por parte de intelectuais da época. A literatura se caracterizava pelo conservadorismo da estética naturalista, mas renovava ao observar a realidade brasileira do período. De modo geral, os escritores se mostravam resistentes às estéticas modernas.

Recursos para a atividade Leitura Pré-Modernista:

• Um livro à escolha do aluno.

Passo a passo da atividade Leitura Pré-Modernista:

  1. Dentre as produções literárias do Pré-Modernismo, solicite que os alunos escolham uma obra para ler;
  2. Depois devem fazer um resumo, abordando os principais pontos da obra; as características pertencentes ao movimento e o que mais gostou.

A Semana de 1922 – 10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira

10 Atividades Sobre Periodização da Literatura Brasileira 4

Anita Catarina Malfatti foi uma pintora, desenhista, gravadora, ilustradora e professora paulista. Apesar de uma atrofia no braço e na mão direita, teve aparato dos pais e uma cuidadora durante seu desenvolvimento. Com a morte do pai, para se sustentar, sua mãe Betty precisou dar aulas particulares de idiomas, pintura e desenho e, como Anita acompanhava as aulas, passou a aprender os rudimentos das artes plásticas. Para enfim realizar seus sonho de estudar em Paris, contou com a ajuda de amigas e o padrinho, mas acabou estudando em Berlim com o pintor Fritz Burger. Porém, diante da guerra iminente, em 1914 voltou para o Brasil e expôs suas obras, mas foi muito criticada. Porém, em 1922, na Semana de Arte Moderna, expôs 22 trabalhos, um grande marco para a Era Moderna e valorização da paleta de cores e ícones brasileiros. Entre tantas outras obras, em 1916 a artista pintou uma das mais conhecidas: A Estudante. A obra com tinta a óleo retrata a deformação moderada que fugia do estilo clássico, o que causou desconforto a elite provinciana de São Paulo.

Recursos para a atividade A Estudante de Malfatti:

• Impressões suficientes;

• Papel A4;

• Canetas coloridas;

• Lápis de pintar;

• Lápis e borracha

Passo a passo da atividade A Estudante de Malfatti:

  1. Distribua uma foto e os materiais para as crianças;
  2. A partir da pintura de Malfatti, as crianças podem fazer uma releitura da obra, ou seja, ação de interpretar novamente alguma coisa, acrescentando algo novo e original;
  3. Faça uma exposição das releituras de A Estudante na escola.

Fim das Atividades sobre Periodização da Literatura Brasileira.

Olá, espero que tenham gostado. Obrigado por tudo e até o próximo texto!!!