Os filmes do Mazzaropi é um tipo de filme, que são muito engraçados, e contam histórias de tempos muitos antigos e o linguajá muito caipira.

Mazzaropi foi o único artista que conseguiu ficar milionário fazendo cinema no Brasil. Considerado o maior cômico do cinema brasileiro, seus filmes foram fenômeno de público por mais de três décadas.

Então se você gosta de filmes muito engraçados e antigos, veja agora uma lista que o demonstre trouxe com 10 filmes do Mazzaropi.

Filmes do Mazzaropi

Mazzaropi é um personagem brasileiro muito conhecido, pelo seu estilo jeca que faz as pessoas se divertir de uma forma nunca visto em outros lugares. E o personagens na maioria dos seus filmes, é o próprio produtor que coloca em cenas enredos muito legais.

Os “filmes de Mazzaropi” são todos produzidos na região Suldeste do Brasil, mais principalmente no interior de São Paulo, a maioria dos filmes são ainda em preto e branco, por conta dos anos que os filmes eram produzidos.

O jeca Macumbeiro – Filmes do Mazzaropi

O Jeca Macumbeiro é um filme de comédia brasileiro de 1974, dirigido por Pio Zamuner e estrelado por Mazzaropi.

Pirola (Mazzaropi) é um pobre caboclo que vive na fazenda do patrão, coronel Januário (Jofre Soares), morando num casebre com o filho Zé (José Mauro Ferreira). Um dia Pirola recebe surpreso a visita de um velhinho amigo, que, sentindo-se na hora da morte leva-lhe de presente um saco cheio de dinheiro. Ingênuo e transtornado, Pirola não sabe o que fazer e acaba confiando a fortuna ao patrão. Januário, que secretamente está às portas da falência, finge ser um pai de santo para tentar apropriar-se do dinheiro do pobre Pirola.

Ficha técnica O jeca Macumbeiro

Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 3 curiosidades
Orçamento 
Idiomas Português
Formato de produção 35 mm

Curiosidades O jeca Macumbeiro

Locação O filme foi produzido na Fazenda Santa em Taubaté, interior de São Paulo.

Trilha sonora “Luar do Sertão”, de Catulo da Paixão Cearense, interpretada por Mazzaropi “Tocando a boiada”, de Mazzaropi, interpretada por Miltinho e Messias “Lavadeiras do amor”, de Hector Lagna Fietta e Carlos Cesar

Sucesso de bilheteria Renda de Cr$ 18.578.277,84. Espectadores: 3.021.248. Figura em 1º lugar na lista de “As 10 maiores rendas de filmes nacionais em 1975”.

Razões para ver o Filme O jeca Macumbeiro

  1. O filme é muito engraçado.
  2. O filme é em preto e branco.

Trailer do Filme O jeca Macumbeiro:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

A Banda das Velhas Virgens – Filmes do Mazzaropi

A Banda das Velhas Virgens, datado de 1979, é o trigésimo-primeiro filme de Mazzaropi, um ícone do cinema brasileiro.

O caboclo Gostoso é o maestro de uma banda feminina formada unicamente por mulheres idosas e beatas. Orgulho da pequena cidade, a banda é mantida pelos donativos recolhidos pela igreja. Os filhos de Gostoso se envolvem com os do patrão e ele resolve sair da fazenda para evitar perseguições a eles. Gostoso recomeça a vida na cidade, vasculhando o “lixão”, e se transforma no principal suspeito de um roubo após sua mulher encontrar um pequeno saco com jóias.

Ficha técnica A Banda das Velhas Virgens

Ano de Produção: 1979

Gênero: Comédia

Duração: 100 minutos

Curiosidades A Banda das Velhas Virgens

Não se conhece curiosidades sobre o filme.

Razões para ver o Filme A Banda das Velhas Virgens

  1. Você vai se divertir muito.

Trailer do Filme A Banda das Velhas Virgens:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

O Corintiano – Filmes do Mazzaropi

O Corintiano é um filme brasileiro de 1966 do gênero Comédia dirigido por Milton Amaral. É o 19º filme de Mazzaropi. Foi um grande sucesso de bilheteria.

O Corintiano é um filme brasileiro de 1966 do gênero Comédia dirigido por Milton Amaral. É o 19º filme de Mazzaropi. Foi um grande sucesso de bilheteria.

Ficha técnica O Corintiano

Distribuidor PAM Filmes
Ano de produção 1966
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 
Orçamento 
Idiomas Português

Curiosidades O Corintiano

Não se conhece curiosidades sobre o filme.

Razões para ver o Filme O Corintiano

  1. É um filme Brasileiro.
  2. O filme tem um bom enredo.

Trailer do Filme O Corintiano:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

O Lamparina – Filmes do Mazzaropi

O Lamparina é um filme brasileiro de 1964 do gênero comédia. Foi produzido por Amácio Mazzaropi, dirigido por Glauco Mirko Laurelli e filmado na Fazenda da Santa em Taubaté.

Bernardino Jabá (Mazzaropi), sua esposa Marcolina (Geny Prado) e os filhos do casal são confundidos com cangaceiros do bando de Zé do Candieiro. Bernardino ajuda a polícia a identificar os verdadeiros bandidos, mas acaba se perdendo da família. Um ano se passa e ele, considerado morto por todos, acaba retornando para casa, onde é confundido com uma alma penada.

Ficha técnica O Lamparina

Distribuidor PAM Filmes
Ano de produção 1964
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 
Orçamento 
Idiomas Português

Curiosidades O Lamparina

Não se conhece curiosidades sobre o filme.

Razões para ver o Filme O Lamparina

  1. O filme foi produzido por ele mesmo.
  2. O filme mostra lugares bonitos.

Trailer do Filme O Lamparina:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

Jeca Contra o Capeta – Filmes do Mazzaropi

Jeca Contra o Capeta foi um filme produzido em 1975 em Taubaté, estrelado por Mazzaropi.

Resultado de imagem para Jeca Contra o Capeta

Numa cidadezinha do interior, o bandido encrenqueiro Camarão é morto e as suspeitas de assassino caem sobre o jovem filho do caipira Poluído, Augusto. Agora o jeca e sua família terão de provar que o filho não é o responsável pelo crime, mas muita confusão virá por ai, já que uma lei do divórcio a ser aprovada ronda a cidade e Dionísia, uma velha amiga de Poluído, o obriga a assinar os papeis de divórcio com a sua esposa Poluição, para se casar com ela, fazendo chantagem, pois o seu filho esta nas mãos dessa mulher, que no filme é uma bela e rica fazendeira, que vai infernizar a vida do jeca e fazer de tudo para conquista-ló.

Ficha técnica Jeca Contra o Capeta

Ano: 1975

Direção Pio Zamuner e Mazzaropi

Roteiro Pio Zamuner Gentil Rodrigues

Curiosidades Jeca Contra o Capeta

Não se conhece curiosidades sobre o filme.

Razões para ver o Filme Jeca Contra o Capeta

  1. É um dos poucos filme colorido.
  2. O filme tem uma história diferente.

Trailer do Filme Jeca Contra o Capeta:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

Zé do Periquito – Filmes do Mazzaropi

Zé do Periquito é um filme brasileiro de 1960 do gênero “Comédia” estrelado e dirigido por Mazzaropi e produzido pela PAM Filmes.

Zenó (Mazzaropi) é um pobre jardineiro de tradicional colégio paulistano que se apaixona por uma das alunas do local, bem mais rica e jovem que ele. Disposto a conquistá-la, ele decide ficar rico, se envolvendo nas mais variadas encrencas e situações engraçadas.

Ficha técnica Zé do Periquito

Ano de produção 1960
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 2 curiosidades
Orçamento 
Idiomas Português

Curiosidades Zé do Periquito

Canções O filme contém canções como “Passe a viver”, letra e música de Heitor Carillo, cantam Hebe Camargo e Agnaldo Rayol; “Gostoso mesmo é namorar”, letra e música de Heitor Carillo, cantam Cely Campello, George Freedman, Paulo Molin, Tony Campello e Carlão; “Saudade me deixa”, letra e música de Bolinha, canta Mazzaropi; “Jóia do Sertão”, letra e música de Elpídio dos Santos, canta Mazzaropi.

Estúdio Foi utilizado o estúdio filmagem da Vera Cruz (São Bernardo do Campo – SP), para a gravação do filme.

Razões para ver o Filme Zé do Periquito

  1. É um filme de estilo bem diferente.

Trailer do Filme Zé do Periquito:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

O vendedor de Linguiça – Filmes do Mazzaropi

É um filme brasileiro de comédia em preto e branco de 1962 produzido pela PAM Filmes.

Resultado de imagem para O vendedor de Linguiça

História de um vendedor de linguiças (Amácio Mazzaropi), um homem simples às voltas com problemas de ordem familiar, adaptação ao meio e outros “bichos”. Flora (Ilena de Castro) é empregada e rouba roupas de sua patroa para aparentar rica e conquistar um namorado da elite social. No entanto, ela e sua família são presos e vão parar na delegacia. O rapaz rico, Pierre (Amilton Fernandes), trama um passeio para Santos no intuito de encontrá-la e sua mãe tenta impedir o casamento, mas acaba aceitando. Por causa das diferenças de classe cada vez mais postas em evidência, a união é rompida. Todavia, arrependido, o jovem rico novamente desfaz a confusão e a harmonia volta a imperar.

Ficha técnica O vendedor de Linguiça

Ano de produção 1962
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 2 curiosidades
Orçamento 
Idiomas Português

Curiosidades O vendedor de Linguiça

Lançamento O lançamento do filme foi no Art Palácio e Bandeirantes em 30 de Abril de 1962 (segunda-feira).

Repertório musical Canções “O Linguiceiro” e “Mocinho Lindo” de Elpídio dos Santos, canta Mazzaropi; “Olhar de saudade” de Pery Ribeiro, Geraldo Cunha e Laerte Vieira, canta Pery Ribeiro; “Não ponha a mão” de Mult, Arnô Canegel e Bucy Moreira, canta Elza Soares; “Poema do adeus” de Luiz Antonio, canta Miltinho.

Razões para ver o Filme O vendedor de Linguiça

  1. Todos os personagens são muito engraçados.
  2. O filme é muito divertido.

Trailer do Filme O vendedor de Linguiça:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

O Grande Xerife – Filmes do Mazzaropi

O Grande Xerife é um filme brasileiro, lançado em 1972, dirigido por Pio Zamuner, e produzido pela PAM Filmes.

O carteiro de uma cidadezinha do Oeste se envolve com uma quadrilha durante um assalto. O grupo mata o delegado e, por troça, nomeia o carteiro xerife. Mas este faz tantas trapalhadas que acaba desmascarando o chefe do bando e prendendo todos os malfeitores.

Ficha técnica O Grande Xerife

Ano de produção 1971
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 4 curiosidades
Orçamento 
Idiomas Português

Curiosidades O Grande Xerife

Música “O grande xerife” de Paulo Kiko, canta – Mazzaropi; “Perguntei para a saudade” de Henricão, canta – Mazzaropi; participação especial do grupo folclórico Esticadinhos do Catanhede.

Estreia Estreou em São Paulo a 24 de janeiro, em bom circuito.

Outra Paródia Anteriormente, o cômico já havia parodiado as aventuras de faroeste, Uma Pistola para D’Jeca.

Direto de Taubaté O filme foi produzido na Fazenda Santa, em Taubaté, interior de São Paulo.

Razões para ver o Filme O Grande Xerife

  1. É um dos filmes mais engraçados do Mazzaropi.
  2. Teve um grande numero de telespectadores.

Trailer do Filme O Grande Xerife:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

FIM

Hoje mostramos uma lista recheada de filmes do Mazzaropi, onde mostra algumas características que diferencia o filme de outros. Se você curti nossos textos, ajude-nos compartilhando em sua rede social, para que possamos continuar com nosso trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.