Olá pessoal hoje o demonstre traz 10 “Parlendas Folclóricas” para serem trabalhadas em sala de aula, de Maneira demonstrativa e com um vasto aprendizado sobre o referido assunto, nas mais diversas situações.

Parlendas Folclóricas

As parlendas contribuem para o desenvolvimento da memorização, da comunicação, da socialização e do raciocínio lógico. São usadas em acontecimentos cotidianos, em brincadeiras de roda, em jogos, em decisões, em histórias ou apenas por diversão.

Rei, capitão – Apresentação Parlenda Folclórica

É uma pequena cantiga folclórica que conta uma pequena história usando diversos atores.

Rei, capitão – Letra da Parlenda Folclórica

Rei, capitão,
soldado, ladrão.
moça bonita
Do meu coração.

Vídeo Rei, capitão:

Era uma bruxa – Apresentação Parlenda Folclórica

Uma parlenda que fala de uma bruxa, que no começo apresenta um medo aos leitores e no final faz uma pequena descontração.

Era uma bruxa – Letra da Parlenda Folclórica

Era uma bruxa
À meia-noite
Em um castelo mal-assombrado
com uma faca na mão
Passando manteiga no pão.

Vídeo Era uma bruxa:

Batatinha quando nasce – Apresentação Parlenda Folclórica

É uma cantiga brasileira bastante conhecida pelos leitores que faz uma pequena alogia, a batata.

Batatinha quando nasce – Letra da Parlenda Folclórica

Batatinha quando nasce
se esparrama pelo chão.
Menininha quando dorme
põe a mão no coração.

Vídeo Batatinha quando nasce:

Um, dois, feijão com arroz – Apresentação Parlenda Folclórica

Talvez a parlenda mais conhecida dos brasileiros usadas por alunos, professores, pessoas no trabalho e outros.

Um, dois, feijão com arroz – Letra da Parlenda Folclórica

Um, dois, feijão com arroz
Três, quatro, feijão no prato
Cinco, seis, falar inglês
Sete, oito, comer biscoitos
Nove, dez, comer pastéis.

Vídeo Um, dois, feijão com arroz:

Esse é o mês da consciência negra no Brasil. Você conhece as leis que se relacionam com a história dos negros no Brasil?

E aí, você acha que a pedagogia de Paulo Freire é Marxista? Veja isto!

Não deixe de se inscrever no meu canal do youtube: Vídeos diários para professores!

Confira também as entrevistas que estamos realizando no canal do Demonstre:

Não deixe de se inscrever no canal do youtube do Demonstre: Vídeos diários de poesia!

 

Dedo mindinho – Apresentação Parlenda Folclórica

Uma parlenda brasileira divertida que fala dos dedos da mão dando  uma característica a cada um.

Dedo mindinho – Letra da Parlenda Folclórica

Dedo mindinho,
Seu vizinho,
Pai de todos,
Fura bolo,
Mata piolho.

Vídeo Dedo mindinho:

Uni duni tê – Apresentação Parlenda Folclórica

Uma parlenda bem conhecida que é usada nas escolas para distrair crianças, e também em aniversários.

Uni duni tê – Letra da Parlenda Folclórica

Uni duni tê
Salamê min guê
O sorvete colorido
O escolhido foi você!

Vídeo Uni duni tê:

Sol e chuva – Apresentação Parlenda Folclórica

Uma parlenda pequena que faz uma pequena metáfora, com o sol e a chuva.

Sol e chuva – Letra da Parlenda Folclórica

Sol e chuva,
Casamento de viúva.
Chuva e Sol,
Casamento de espanhol.

Vídeo Sol e chuva:

Cadê o toucinho que estava aqui? – Apresentação Parlenda Folclórica

Uma parlenda que é usada para fazer crianças rir com as palavras finais.

Cadê o toucinho que estava aqui? – Letra da Parlenda Folclórica

Cadê o toucinho que estava aqui?
O gato comeu.
Cadê o gato?
Foi pro mato.
Cadê o mato?
O fogo queimou.
Cadê o fogo?
A água apagou.
Cadê a água?
O boi bebeu.
Cadê o boi?
Foi carregar trigo.
Cadê o trigo?
A galinha espalhou.
Cadê a galinha?
Foi botar ovo.
Cadê o ovo?
O frade comeu.
Cadê o frade?
Tá no convento.

Vídeo Cadê o toucinho que estava aqui?:

O macaco foi à feira, – Apresentação Parlenda Folclórica

uma pequena parlenda bem divertida que usa de diversas palavras para brincar com a história contada.

O macaco foi à feira, – Letra da Parlenda Folclórica

O macaco foi à feira,
não sabia o que comprar.
Comprou uma cadeira
pra comadre se sentar.
A comadre se sentou,
a cadeira esborrachou.
Coitada da comadre,
foi parar no corredor.

Vídeo O macaco foi à feira,:

Hoje é domingo, pede cachimbo – Apresentação Parlenda Folclórica

Uma das cantigas mais conhecidas nacionalmente, e usada por brasileiros em bricadeiras e outros.

Hoje é domingo, pede cachimbo – Letra da Parlenda Folclórica

Hoje é domingo, pede cachimbo
Cachimbo é de barro, dá no jarro
O jarro é fino, dá no sino
O sino é de ouro, dá no touro
O touro é valente, dá na gente
A gente é fraco, cai no buraco
O buraco é fundo, acabou-se o mundo!

Vídeo Hoje é domingo, pede cachimbo:

FIM

Bom pessoal chegamos ao fim de mais uma lista de cantigas, e hoje foi as Parlendas Folclóricas, espero que tenham gostado. se gostou compartilhe nas redes sociais.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.