10 poesias sobre mulheres

0
797
10 poesias sobre mulheres 1

Hoje selecionei 10 poesias sobre mulheres. São poesias que retratam sua força, inteligência, sentimentos etc.

A luta pela igualdade entre homens e mulheres está mais engajada que nunca.

1. Poesia sobre mulheres – Maya Angelou

Mulher fenomenal

Lindas mulheres indagam onde está o meu segredo
Não sou bela nem meu corpo é de modelo
Mas quando começo a lhes contar
Tomam por falso o que revelo

Eu digo,
Está no alcance dos braços,
Na largura dos quadris
No ritmo dos passos
Na curva dos lábios
Eu sou mulher
De um jeito fenomenal
Mulher fenomenal:
Assim sou eu

Quando um recinto adentro,
Tranqüila e segura
E um homem encontro,
Eles podem se levantar
Ou perder a compostura
E pairam ao meu redor,
Como abelhas de candura

Eu digo,
É o fogo nos meus olhos
Os dentes brilhantes,
O gingado da cintura
Os passos vibrantes
Eu sou mulher
De um jeito fenomenal
Mulher fenomenal:
Assim sou eu

Mesmo os homens se perguntam
O que vêem em mim,
Levam tão a sério,
Mas não sabem desvendar
Qual é o meu mistério
Quando lhes conto,
Ainda assim não enxergam

É o arco das costas,
O sol no sorriso,
O balanço dos seios
E a graça no estilo
Eu sou mulher
De um jeito fenomenal
Mulher fenomenal
Assim sou eu

Agora você percebe
Porque não me curvo
Não grito, não me exalto
Nem sou de falar alto
Quando você me vir passar,
Orgulhe-se o seu olhar

Eu digo,
É a batida do meu salto
O balanço do meu cabelo
A palma da minha mão,
A necessidade do meu desvelo,
Porque eu sou mulher
De um jeito fenomenal
Mulher fenomenal:
Assim sou eu

2. Poesias sobre mulheres – Maria Aparecida Mendes Rios

A conquista da mulher

Ó, mulher, de onde tu vens com este semblante tão triste!
Sem ter um sorriso nos lábios, sofreu preconceito
Ficou desamparada em busca de amor para viver!
Como se não existissem, de qualquer jeito
Dentro de uma sociedade paternalista.

Ó, mulher, de onde tu vens, com esta coragem para lutar!
Enfrenta todos os problemas, para o teu espaço conquistar
Mulheres de todas as raças que assumem o seu ideal!
É mulher negra trabalhadora, é raça branca e morena
Tiro o meu chapéu tanto para a grande quanto para a pequena.

Ó, mulher, de onde tu vens com estas mãos calejadas!
É a mulher do trabalho, a negra dos canaviais
Mulher sem liberdade vivendo trabalho escravo
Explorada, injustiçada como tráfico de mercadoria
Mulher não é pra ser explorada, e sim viver com alegria.

Ó, mulher, de onde vens, com esta imagem feminina!
Que alegra em ser mãe, mas que um dia foi menina
Dedica o teu tempo aos trabalhos do dia-a-dia
Mulher que luta na vida à procura da dignidade para viver!
Mulher tem que ser respeitada para que esteja sempre em harmonia.

Antes, a mulher não tinha lugar nem vez na sociedade!
Hoje, ela está conquistando o seu lugar, seu trabalho
Percebe-se ainda o massacre das “nossas mulheres”
Que ainda sofrem as conseqüências desastrosas e desumanas
Mas o que importa é que elas buscam seus objetivos e valores sociais.

Ó, mulher, de onde tu vens, cheia de gestos revigorantes!
Mulher semente da história humana, de vida e valor maior
Que tua imagem seja o reflexo da liberdade e não da prisão
Que tu, ó mulher, possas acreditar na força do teu vigor
Apesar de tanta dor,
tu possas sempre acreditar neste nome mulher.

3. Poesia sobre mulheres – Silvana Duboc

Ser mulher

Ser mulher…
É viver mil vezes em apenas uma vida.
É lutar por causas perdidas e sempre sair vencedora.
É estar antes do ontem e depois do amanhã.
É desconhecer a palavra recompensa apesar dos seus atos.

Ser mulher…
É caminhar na dúvida cheia de certezas.
É correr atrás das nuvens num dia de sol.
É alcançar o sol num dia de chuva.

Ser mulher…
É chorar de alegria e muitas vezes sorrir com tristeza.
É acreditar quando ninguém mais acredita.
É cancelar sonhos em prol de terceiros.
É esperar quando ninguém mais espera.

Ser mulher…
É identificar um sorriso triste e uma lágrima falsa.
É ser enganada, e sempre dar mais uma chance.
É cair no fundo do poço, e emergir sem ajuda.

Ser mulher…
É estar em mil lugares de uma só vez.
É fazer mil papeis ao mesmo tempo.
É ser forte e fingir que é frágil…
Pra ter um carinho.

Ser mulher…
É se perder em palavras e depois perceber que se encontrou nelas.
É distribuir emoções que nem sempre são captadas.

Ser mulher…
É comprar, emprestar, alugar, vender sentimentos, mas jamais dever.
É construir castelos na areia, vê-los desmoronados pelas águas.
E ainda assim amá-los.

Ser mulher…
É saber dar o perdão… É tentar recuperar o irrecuperável.
É entender o que ninguém mais conseguiu desvendar.

Ser mulher…
É estender a mão a quem ainda não pediu.
É doar o que ainda não foi solicitado.

Ser mulher…
É não ter vergonha de chorar por amor.
É saber a hora certa do fim.
É esperar sempre por um recomeço.

Ser mulher…
É ter a arrogância de viver apesar dos dissabores,
das desilusões, das traições e das decepções.

Ser mulher…
É ser mãe dos seus filhos… Dos filhos de outros.
É amá-los igualmente.

Ser mulher…
É ter confiança no amanhã e aceitação pelo ontem.
É desbravar caminhos difíceis em instantes inoportunos.
E fincar a bandeira da conquista.

Ser mulher…
É entender as fases da lua por ter suas próprias fases.
É ser “nova” quando o coração está à espera do amor.
Ser “crescente” quando o coração está se enchendo de amor.
Ser “cheia” quando ele já está transbordando de tanto amor.
E ser “minguante” quando esse amor vai embora.

Ser mulher…
É hospedar dentro de si o sentimento do perdão.
É voltar no tempo todos os dias e viver por poucos instantes.
Coisas que nunca ficarão esquecidas.

Ser mulher…
É cicatrizar feridas de outros e inúmeras vezes deixar.
As suas próprias feridas sangrando.

Ser mulher…
É ser princesa aos 20… Rainha aos 30…
Imperatriz aos 40 e… “Especial” a vida toda.

Ser mulher…
É conseguir encontrar uma flor no deserto.
Água na seca… Labaredas no mar.

Ser mulher…
É chorar calada as dores do mundo e
Em apenas um segundo, já estar sorrindo.
Ser mulher…
É subir degraus e se os tiver que descer não precisar de ajuda.
É tropeçar, cair e voltar a andar.

Ser mulher…
É saber ser super-homem quando o sol nasce.
E virar cinderela quando a noite chega.

Ser mulher…
É ter sido escolhida por Deus para colocar no mundo os homens.

Ser mulher…
É acima de tudo um estado de espírito.
É uma dádiva… É ter dentro de si um tesouro escondido
E ainda assim dividi-lo com o mundo!

4. Poesia sobre mulheres – Marinalva da Silva Almada

Anúncios do Demonstre que vão te interessar:

Primeiro anúncio:

Estamos com o nosso aplicativo de formação de professores baseado em QUIZ já na Google Play. Baixe agora e teste suas habilidade docentes.

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.demonstre.quizapp

O aplicativo é gratuito e recebe um teste novo por semana. Ideal para quem quer revisar o conteúdo ou estudar para concurso.

Obs: o aplicativo é preparado com uma metodologia baseada em reflexão de tarefa, então, cada questão e resposta são apresentadas de maneira a validar e construir o conhecimento do usuário.

Segundo anúncio:

Compre o nosso ebook de atividades educativas para o mês de julho. Material 100 ilustrado, com atividades e roteiros de atividades únicas e focadas no ensino de leitura e escrito:

31 atividades escolares para o mês de julho

Clique aqui ou na imagem para comprar o ebook por apenas 10 reais!

Terceiro anúncio:

Continuamos com o projeto Poema de bom dia firme e forte, com mais de 30 publicações. Para ter acesso basta visitar o canal do Demonstre no Youtube: https://www.youtube.com/user/demonstrec ou clicar no play aqui na nossa playlist:

Para enviar o seu poema, basta encaminhar o mp3 + o texto para o e-mail: [email protected].

A mulher

A mulher não para de trabalhar.
Ao levantar faz sua oração de fé;
Cedo levanta, prepara o café;
Prepara o lanche da criança;
Lava louça, enxuga louça;
Prepara o almoço;
Planeja a sua agenda;
Sai para o trabalho.

Não há distinção entre as mulheres.
Não importa a raça ou a cor
são sempre belas.

A mulher é um ser sensível:
Emociona-se;
Apaixona-se;
Ama, chora, sente e ora.

A mulher é mãe:
Acalenta seu filho;
Põe o bebê para dormir;
Brinca com a filha ou filho;
Faz a criança sorrir;
Canta uma canção de ninar;
Ensina a criança a andar;
E orienta na tarefa escolar.

A mulher é esposa:
Organiza a família;
Promove a harmonia;
Planeja o seu dia-a-dia.

A mulher é profissional:
É escritora, médica;
Cantora, professora;
Lavradora, administradora;
Motorista, balconista.
A mulher é capaz e sabe o que faz.

A mulher ao longo dos anos
tarefas acumulou.
Venceu muitas batalhas;
Sua vida em muitos aspectos
melhorou.

A mulher tem o dom de ser:
Conciliadora, instrutora;
Encantadora;
Elegante, atraente.

A mulher brasileira é:
É forte, é brava.
É guerreira.

A mulher é um ser especial:
É bela, maquiada ou natural.
É criativa, decidida e ativa.

A mulher tem talento.
Faz na família o orçamento;
Marca presença no parlamento.
A mulher está presente em todos os setores.
Merece destaque no cenário político municipal, estadual,
federal e, especialmente, em âmbito nacional

5. Poesia sobre mulheres – Elisa Gasparini

Essência feminina

Ah, mulher…

Estratificando sua mente e alma

Encontra-se grandeza.

Reviravoltas hormonais.

Teu interior vulcânico,

Complexo processo rico e doloroso.

Todo o corpo é decadente e passageiro.

O que não a impede de ser vaidosa.

De ser criativa e inteligente.

No consciente: uma constelação inerente.

No inconsciente: mel e fel.

É nos teus sonhos que virá a cura.

Tuas janelas d’alma são preocupação e sedução.

Feliz e intensa serás, se não se deixar levar

Por preconceituosas óticas que paralisam.

E Deus recolherá tuas lágrimas,

Recompensada serás na hora certa.

Pois, a costela de Adão era feita de cálcio,

Mas, também de ligações de açúcares,

Cloreto de sódio e essência feminina.

Gerou-se então, o botão da flor sanguínea

Mulher, mãe, adolescente, idosa ou menina.

Cópia de Querubins e Serafins.

Suavidade e vida que cria vida.

Conforto doce cuja contemplação vicia…

Suas pernas, mesmo cansadas: são colunas.

Seus braços, seu colo quente e seu corpo:

São irresistíveis fontes de prazer para a criança.

Seja essa criança da idade que for…

6. Poesias sobre mulheres – Martha Medeiros

Quem você pensa que é

“Quem você pensa que é?”
perguntou pra mim de queixo em pé…
Sou forte,
fraca,
generosa,
egoísta,
angustiada,
perigosa,
infantil,
astuta,
aflita,
serena,
indecorosa,
inconstante,
persistente,
sensata e corajosa,
como é toda mulher,
poderia ter respondido,
mas não lhe dei essa colher.

Quando chegar

Quando chegar aos 30
serei uma mulher de verdade
nem Amélia nem ninguém
um belo futuro pela frente
e um pouco mais de calma talvez

e quando chegar aos 50
serei livre, linda e forte
terei gente boa ao lado
saberei um pouco mais do amor
e da vida quem sabe

e quando chegar aos 90
já sem força, sem futuro, sem idade
vou fazer uma festa de prazer
convidar todos que amei
registrar tudo que sei
e morrer de saudade.

8. Poesia sobre mulheres – Manuel Bandeira

Mulheres

Como as mulheres são lindas!
Inútil pensar que é do vestido…
E depois não há só as bonitas:
Há também as simpáticas.
E as feias, certas feias em cujos olhos vejo isto:
Uma menininha que é batida e pisada e nunca sai da cozinha.
Como deve ser bom gostar de uma feia!
O meu amor porém não tem bondade alguma.
É fraco! Fraco!
Meu Deus, eu amo como as criancinhas…
És linda como uma história da carochinha…
E eu preciso de ti como precisava de mamãe e papai
(No tempo em que pensava que os ladrões moravam no morro atrás de casa e tinham cara de pau)

9. Poesia sobre mulheres – Cecília Meirelles

Mulher ao espelho

Hoje que seja esta ou aquela,
pouco me importa.
Quero apenas parecer bela,
pois, seja qual for, estou morta.

Já fui loura, já fui morena,
já fui Margarida e Beatriz.
Já fui Maria e Madalena.
Só não pude ser como quis.

Que mal faz, esta cor fingida
do meu cabelo, e do meu rosto,
se tudo é tinta: o mundo, a vida,
o contentamento, o desgosto?

Por fora, serei como queira
a moda, que me vai matando.
Que me levem pele e caveira
ao nada, não me importa quando.

Mas quem viu, tão dilacerados,
olhos, braços e sonhos seu
se morreu pelos seus pecados,
falará com Deus.

Falará, coberta de luzes,
do alto penteado ao rubro artelho.
Porque uns expiram sobre cruzes,
outros, buscando-se no espelho.

10. Poesia sobre mulheres – Lya Luft

Canção das mulheres

Que o outro saiba quando estou com medo, e me tome nos braços sem fazer perguntas demais.

Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta.

Que o outro aceite que me preocupo com ele e não se irrite com minha solicitude, e se ela for excessiva saiba me dizer isso com delicadeza ou bom humor.

Que o outro perceba minha fragilidade e não ria de mim, nem se aproveite disso.

Que se eu faço uma bobagem o outro goste um pouco mais de mim, porque também preciso poder fazer tolices tantas vezes.

Que se estou apenas cansada o outro não pense logo que estou nervosa, ou doente, ou agressiva, nem diga que reclamo demais.

Que o outro sinta quanto me dóia idéia da perda, e ouse ficar comigo um pouco – em lugar de voltar logo à sua vida.

Que se estou numa fase ruim o outro seja meu cúmplice, mas sem fazer alarde nem dizendo ”Olha que estou tendo muita paciência com você!”

Que quando sem querer eu digo uma coisa bem inadequada diante de mais pessoas, o outro não me exponha nem me ridicularize.

Que se eventualmente perco a paciência, perco a graça e perco a compostura, o outro ainda assim me ache linda e me admire.

Que o outro não me considere sempre disponível, sempre necessariamente compreensiva, mas me aceite quando não estou podendo ser nada disso.

Que, finalmente, o outro entenda que mesmo se às vezes me esforço, não sou, nem devo ser, a mulher-maravilha, mas apenas uma pessoa: vulnerável e forte, incapaz e gloriosa, assustada e audaciosa – uma mulher.

Obrigado por ler até aqui!

Não deixe de ver nossos outros textos sobre Poesia aqui no blog!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.