10 plantas Trepadeiras 11

As plantas são de diferentes tipos e estão em diferentes lugares do planeta, e muita dessas plantas servem para uma grande quantidade de remédios, para diversas doenças.

É um dos maiores e mais biodiversos grupos de seres vivos na Terra, as plantas verdes fornecem uma parte substancial do oxigênio molecular e são a base dos alimentos da maioria dos ecossistemas, especialmente dos terrestres.

Então o demonstre veio mostrar nesse poste uma lista recheada de “plantas trepadeiras”, que podem ajudar as pessoas em seus problemas de saúde chegando até a curar algumas doenças que as pessoas enfrentam.

As trepadeiras são um tipo de planta que como o nome já diz, sobe em tudo que é lugar. Essas plantas são bem variadas, algumas colocam frutos comestíveis, outras se quer botam flores.

Índice: hide

Plantas Trepadeiras

As plantas trepadeiras são de tamanha beleza e apresentam uma grande variedades tanto de cores como estilos, que deixam lugares super bem planejados.

Trepadeiras podem encher uma treliça a tal ponto que não se vê a estrutura. Estas plantas adoram sol, mas deve ficar longe de bichos.

Clemátis – Plantas Trepadeiras

Clematis é um gênero de plantas trepadeiras ou escandentes e floração muito decorativa. De textura semi-lenhosa ou herbácea e folhagem que pode ser sempre verde ou decídua, elas são originárias do hemisfério norte e adaptadas ao clima temperado. Ocorrem cerca de 290 espécies diferentes de Clematis, e mais de 500 variedades resultantes de hibridizações e melhoramento genético.

Suas flores são isoladas ou reunidas em pequenos grupos, mas podem variar muito em forma e tamanho, de acordo com a variedade. Podem ser simples ou dobradas, abertas(planas) ou campanuladas, com pétalas estreitas ou muito largas, nas mais diversas cores e tons em dégradée, além de estames longos, como um tufo no centro das flores. A floração estende-se pelos meses quentes.

Clemátis – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Clematis x hybrida
  • Nomes Populares: Clemátis, Clematite
  • Família: Ranunculaceae
  • Categoria: Trepadeiras
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
  • Origem: América do Norte, Ásia, Europa
  • Altura: 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Clemátis

Presta-se para o plantio ao longo de cercas e muros ou apoiada sobre treliças, árvores e outros suportes.

Vídeo sobre Clemátis:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Ora-pro-nobis – Plantas Trepadeiras

A ora-pro-nobis é uma trepadeira ou arbusto lenhoso e tropical, de qualidades como comestível e ornamental. O nome curioso vem no latim e significa “rogai-por-nós”. Diz a lenda que os moradores de um vilarejo colhiam as folhas da planta no quintal da igreja, enquanto se ouvia o padre rezar, por isso o nome “ora-pro-nobis”. Ela pertence à família das cactáceas, mas é uma espécie bastante diferente dos cactos que estamos acostumados a ver, sendo considerada um representante primitivo da família. Suas folhas são elípticas, acuminadas, simples, decíduas, suculentas e de cor verde clara. Ela se inserem em ramos finos, escandentes, espinhosos, ramificados e bastante longos.

Nos ramos jovens, os espinhos tem a forma de pequenos ganchos, enquanto que nos ramos mais velhos, ocorrem grupos de espinhos retilíneos, longos, lenhosos e pontiagudos. Floresce no verão e outono, despontando inflorescências do tipo panícula, com numerosas flores brancas ou levemente rosadas, dobradas, com o centro alaranjado e um característico perfume de limão. As flores tem néctar abundante e atraem muitos ponilizadores. Os frutos que se seguem são bagas amarelas, comestíveis, esféricas, com numerosas sementes pretas.

Ora-pro-nobis – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Pereskia aculeata
  • Sinonímia: Pereskia acardia, Pereskia undulata, Peirescia aculeata, Perescia aculeata, Pereskia rubescens, Pereskia longispina, Pereskia pereskia, Cactus pereskia, Pereskia godseffiana
  • Nomes Populares: Ora-pro-nobis, Trepadeira-limão, Carne-de-pobre, Groselha-da-américa, Orabrobó, Lobodo, Lobrobô, Lobrobó, Rogai-por-nós, Rosa-madeira, Jumbeba, Azedinha, Surucucú, Lobolôbô, Espinho-de-santo-antônio
  • Família: Cactaceae
  • Categoria: Arbustos, Cercas Vivas, Folhas e Flores, Plantas Hortícolas, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Semi-árido, Subtropical, Tropical
  • Origem: América Central, América do Norte, América do Sul, Argentina, Brasil, México, Paraguai, Peru
  • Altura: 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Ora-pro-nobis

No paisagismo, esta belíssima espécie, pode ser conduzida com trepadeira, servindo para cobertura de pérgolas, caramanchões, acompanhando cercas, gradils e coroando muros também.

Vídeo sobre Ora-pro-nobis:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Nepenthes – Plantas trepadeiras

Planta-jarro é o nome popular dado às plantas pertencentes ao gênero Nepenthes. Elas são plantas carnívoras, em sua grande maioria trepadeiras ou epífitas, cultivadas em todo o mundo por aficionados e colecionadores e que, ultimamente tem se popularizado ganhando os jardins comuns.

Elas perfazem cerca de 100 espécies e são originárias de diferentes regiões tropicais do velho mundo, notadamente da Ásia e Oceânia.

Ficha da Nepenthes – Planta Trepadeira

  • Nome Científico:Nepenthes spp
  • Nomes Populares:Planta-jarro, Planta-jarra, Planta-de-jarro, Nepentes
  • Família:Nepenthaceae
  • Categoria:Folhagens, Plantas Carnívoras, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, Ásia, Austrália, Bornéu, China, Filipinas, Índia, Indonésia, Madagascar, Malásia, Nova Caledônia, Nova Guiné, Oceania, Sri Lanka
  • Altura: 0.1 a 0.3 metros, 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros, 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve a Nepenthes

É uma planta que captura diversos insetos, e pode servir para capturar alguns insetos perigos, como o aedes aegypti.

Vídeo sobre a Nepenthes:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Glória-da-manhã – Plantas Trepadeiras

A glória-da-manhã é uma trepadeira volúvel e anual, de rápido crescimento, excelente para cobrir rapidamente pequenas estruturas. Seu caule é herbáceo e delicado, recoberto por finos pêlos amarronzados. Ele escala rapidamente o apoio oferecido, se enrolando em torno dele e alcançando de 2 a 3 metros de altura ou comprimento. Sua folhas são cordiformes ou trilobadas, verdes e muito vistosas.

As flores surgem na primavera e verão, abrindo-se pela manhã e fechando-se ao entardecer. Elas são grandes, em forma de trompete e podem se apresentar nas cores branca, rosa, roxa ou azul, em tonalidades diversas e muitas vezes multicolores. O fruto é uma cápsula trivalva com sementes grandes e triangulares, que germinam com facilidade.

Glória-da-manhã – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Ipomoea purpurea
  • Nomes Populares: Glória-da-manhã, Bom-dia, Bons-dias, Campainha, Corda-de-viola, Corriola, Jetirana
  • Família: Convolvulaceae
  • Categoria: Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: América Central, América do Norte, América do Sul
  • Altura: 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Anual

Para que serve Glória-da-manhã

Esta ipoméia é um excelente curinga no paisagismo. Ela cobre rapidamente estruturas leves como treliças, cercas, grades de janelas, arcos, etc e é ótima para esconder e disfarçar entulhos e outras “feiuras” temporariamente no jardim.

Vídeo sobre Glória-da-manhã:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Maracujá – Plantas Trepadeiras

É uma planta trepadeira, de crescimento vigoroso e continuo; com sistema radicular pouco profundo, caule trepador, folhas lobadas e verdes com gavinhas (órgãos de sustentação). Em algumas espécies, as folhas são arredondadas e em outras são partidas, com bordos serrilhados. As flores são grandes, vistosas, de diversas cores de acordo com a espécie e a variedade. O principal polinizador natural do maracujá é a abelha mamangava.

A floração ocorre no verão. Os frutos são arredondados e com numerosas sementes achatadas envoltas pela polpa gelatinosa e saborosa. O gênero Passiflora compreende cerca de 400 espécies, sendo que entre estas, 2 espécies são as mais importantes na produção de frutos: o P. edulis e o P. alata.

Maracujá – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Passiflora sp
  • Nomes Populares: Maracujá, Flor-da-paixão, Maracujazeiro
  • Família: Passifloraceae
  • Categoria: Frutas e Legumes, Plantas Hortícolas, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, América Central, América do Sul, Austrália
  • Altura: acima de 12 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Maracujá

Os frutos tem ampla utilização culinária, prestando-se para o consumo in natura e para o preparo de sucos, geléias, sobremesas e molhos para carnes.

Vídeo sobre Maracujá:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Ervilha-de-cheiro – Plantas Trepadeiras

A ervilha-de-cheiro é uma trepadeira anual de inverno. Ela apresenta caule herbáceo, áspero e ascendente por meio de gavinhas que se desenvolvem nas pontas das folhas compostas. Suas flores são muito vistosas, perfumadas, solitárias e podem ser de cores e matizes variados, com degradés e combinações entre o azul, branco, amarelo, laranja, rosa e vermelho.

Após a polinização formam-se vagens curtas, com sementes semelhantes a ervilhas, porém venenosas. A floração ocorre na primavera e verão. Seus ramos floridos também podem ser colhidos para a confecção de buquês e arranjos florais perfumados. Há inúmeras variedades de ervilha-de-cheiro disponíveis, para diferentes gostos.

Ervilha-de-cheiro – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Lathyrus odoratus
  • Nomes Populares: Ervilha-de-cheiro, Ervilha-doce, Ervilheira-de-cheiro
  • Família: Fabaceae
  • Categoria: Flores Perenes, Trepadeiras
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado
  • Origem: Europa
  • Altura: 1.2 a 1.8 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Anual

Para que serve Ervilha-de-cheiro

A ervilha-de-cheiro é uma excelente trepadeira para pequenos suportes, como treliças e até mesmo cercas. Sua altura não ultrapassa os dois metros. Ela é apropriada para esconder momentaneamente entulhos, arbustos caducos e outras estruturas pouco aprazíveis no jardim.

Vídeo sobre Ervilha-de-cheiro:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Guaimbê – Plantas Trepadeiras

Suas folhas são espetaculares! Gigantes, elas são profundamente recortadas, o que a torna uma planta escultural, diferente. Além disso, apresentam uma coloração verde escura e são muito brilhantes. As flores tem pouca ou nenhuma importância ornamental.

Confere um ar tropical aos ambientes. Deve ser cultivada em substrato rico em matéria orgânica, com regas regulares, à meia-sombra ou pleno sol. Tolerante a baixas temperaturas. Multiplica-se pela divisão das mudas laterais e por sementes.

Guaimbê – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Philodendron bipinnatifidum
  • Nomes Populares: Guaimbê, Banana-de-imbê, Banana-de-morcego, Banana-do-mato, Imbê
  • Família: Araceae
  • Categoria: Folhagens, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul, Brasil
  • Altura: 3.6 a 4.7 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Guaimbê

Pode ser arranjada em vasos para decorações de interiores ou mesmo no jardim, plantada isolada ou em grupos.

Vídeo sobre Guaimbê:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Aspargo-samambaia  – Plantas Trepadeiras

O aspargo-samambaia é uma planta arbustiva e trepadeira, com folhagem de textura delicada e plumosa, muito decorativa. Suas raízes são fibrosas e os longos e ramificados ramos são modificados, do tipo cladódio. As folhas são verdes e afiladas, como pequenos espinhos, porém não são rígidas. O conjunto de ramos e folhas têm o aspecto das frondes de samambaias, o que lhe rendeu o nome popular. Na primavera e verão surgem numerosas flores brancas e minúsculas, de importância ornamental secundária, que originam frutos esféricos, pequenos, do tipo baga e de coloração preta. O aspargo-samambaia pode ser conduzido como folhagem, em vasos com suportes fibrosos, da mesma forma que jibóias e filodendros.

No jardim ele se comporta como arbusto ou trepadeira, e desta forma pode ser aproveitado em renques junto a muros e para cobrir cercas, telas, grades, etc. As principais variedades são Pyramidalis (de ramagem ereta), Nanus (de porte anão) e Cupressoides (com folhagem semelhante a de cipreste). Seus ramos também são utilizados em arranjos florais e buquês. Os frutos atraem passarinhos.

Aspargo-samambaia  – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Asparagus setaceus
  • Nomes Populares: Aspargo-samambaia, Asparagus, Aspargo, Aspargo-plumoso, Asparguinho-de-jadim, Melindre, Melindro
  • Família: Asparagaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Folhagens, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, África do Sul
  • Altura: 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Aspargo-samambaia

Devido a facilidade de propagação, o aspargo-samambaia é considerado planta invasora e caracteriza-se por cobrir e sufocar a vegetação nativa.

Vídeo sobre Aspargo-samambaia:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Hera-da-algéria – Plantas Trepadeiras

Presta-se à função de proteger taludes. Ela apresenta raízes adventícias, que utiliza para subir e fixar-se sobre suportes, e folhas largas e trilobadas, com recortes pouco profundos, de coloração verde com nervuras claras.

Ocorrem ainda cultivares de folhas variegadas de amarelo e branco assim como, de porte anão. Estas últimas, em floreiras, combinada com gerânios e outras flores tem um efeito pendente bastante interessante.

Hera-da-algéria – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Hedera canariensis
  • Nomes Populares: Hera-da-algéria, Hedera, Hera, Hereira
  • Família: Araliaceae
  • Categoria: Forrações à Meia Sombra, Forrações ao Sol Pleno, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Açores, África, Europa, Ilhas Canárias
  • Altura: 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Hera-da-algéria

Além de ser trepadeira, a hera-da-algéria serve como excelente forração substituindo gramados, principalmente sob a copa das árvores onde dificilmente os gramados se desenvolvem.

Vídeo sobre Hera-da-algéria:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Algodão-bravo – Plantas Trepadeiras

O algodão-bravo é um arbusto florífero, rústico e ornamental, mas potencialmente perigoso em criações de gado. De porte médio, atinge de 1 a 4 metros de altura. Seu caule é ramificado, ereto, com textura herbácea e interior esponjoso. As folhas são cordiformes, acuminadas, verdes e de superfície pubescente.

As flores campanuladas, surgem abundantes durante quase o ano todo, mas principalmente na primavera e verão. Elas podem ser róseas, violáceas ou brancas, de acordo com a cultivar. As sementes são algodonosas e se dispersam pelo vento e pela água. O algodão-bravo é uma destas poucas plantas que tem a capacidade de produzir flores vistosas em todas as estações. Apesar de arbustivo, também pode ser conduzido como trepadeira, com o devido tutoramento. Suas flores são atrativas para beija-flores, abelhas e borboletas.

Algodão-bravo – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Ipomoea carnea
  • Nomes Populares: Algodão-bravo, Algodão-de-pântano, Algodão-do-brejo, Algodoeiro-bravo, Campainha, Campainha-de-canudo, Canudo-de-lagoa, Canudo-de-pito, Capa-bode, Ipoméia-arbórea, Majorana, Mata-cabra, Mata-cobra, Mata-pinto, Salsa-branca, Salsão
  • Família: Convolvulaceae
  • Categoria: Arbustos, Arbustos Tropicais, Plantas Daninhas, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul, Brasil
  • Altura: 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Algodão-bravo

No jardim ele pode ser plantado isolado ou em grupos, organizado em renques ou em formas livres. Ainda adapta-se muito bem ao ambiente aquático, adornando as margens de lagos e outros cursos d´água.

Vídeo sobre Algodão-bravo:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Unha-de-gato – Plantas Trepadeiras

Uma das trepadeiras mais utilizadas no paisagismo, a unha-de-gato é de efeito espetacular. Seus ramos são muito aderentes e dispensam totalmente o tutoramento. Para que cresça, basta lhe fornecer um suporte adequado, e em pouco tempo estará completamente formada.

Apesar de extremamente rústica, a unha-de-gato não deve ser utilizada em jardins que objetivam baixa manutenção. Sem as podas periódicas ela amadurece e se torna lenhosa, frutifica e destrói o suporte.

Unha-de-gato – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Ficus pumila
  • Nomes Populares: Unha-de-gato, Herinha
  • Família: Moraceae
  • Categoria: Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, China, Japão, Vietnã
  • Altura: 9.0 a 12 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Unha-de-gato

Por ser excepcionalmente aderente é indicada para recobrir de verde muros, paredes, escadas, colunas e moldes de topiaria, preferencialmente estruturas sem acabamento.

Vídeo sobre Unha-de-gato:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Corações-emaranhados – Plantas Trepadeiras

É uma trepadeira pendente e muito delicada, de caule longo e arroxeado que pode alcançar de 2 a 4 metros de comprimento. Apresenta folhas suculentas, opostas, em formato de coração, de coloração verde-musgo, com um marmorizado prateado na página superior e arroxeadas na inferior. A floração é distribuída durante os meses quentes e as flores são em forma de um pequeno vaso, com corola rosada, e pétalas roxo-púrpura.

Os frutos são pequenas vagens, com sementes achatadas, que caem facilmente quando maduras. Por não tolerar o sol quente do meio-dia, deve ser protegida neste horário. Se a planta estiver ao ar livre, pode atrair beija-flores. A manutenção desta suculenta se limita às regas e adubações mensais na primavera e verão.

Corações-emaranhados – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Ceropegia woodii
  • Nomes Populares: Corações-emaranhados,
  • Família: Asclepiadaceae
  • Categoria: Bulbosas, Folhagens, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, África do Sul, Suazilândia, Zimbábue
  • Altura: 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Corações-emaranhados

Os corações emaranhados podem ser utilizados na decoração de ambientes internos ou em varandas. Ganham destaque especial se cultivados em grupos de cinco ou mais mudas, em vasos ou cestas suspensas, assim como jardineiras e floreiras colocadas em locais altos.

Vídeo sobre Corações-emaranhados:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Jade-vermelha – Plantas Trepadeiras

A jade-vermelha é uma trepadeira escandente, tropical, vigorosa e de florescimento espetacular. Seu caule é volúvel, ramificado e inicialmente herbáceo, mas gradativamente lignifica, de acordo com a necessidade de suportar a planta. As folhas são trifoliadas, alternas, com folíolos elípticos a ovalados, acuminados, coriáceos e de cor verde brilhante. As inflorescências surgem na primavera e são do tipo rácemo, pendentes, longas e muito vistosas.

Elas podem alcançar até um metro de comprimento, com flores que vão se abrindo sucessivamente da base até a ponta. Elas são de cor vermelha brilhante e seu formato lembra o bico de um pássaro. No verão surgem as vagens, pilosas, deiscentes, contendo curiosas sementes que lembram um pequeno hamburguer. Esta é uma trepadeira muito especial, ainda rara em cultivo, mas que chama muita a atenção durante sua floração. Ideal para valorizar pérgolas, gazebos e caramanchões robustos e grandes, que possam ser apreciados de baixo.

Jade-vermelha – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Mucuna bennettii
  • Sinonímia: Mucuna bennetti, Mucuna albertisii, Mucuna novoguineensis
  • Nomes Populares: Jade-vermelha, Trepadeira-jade-vermelha, Trepadeira-filipina, Mucuna, Flama-da-Floresta, Trepadeira-da-nova-guiné
  • Família: Fabaceae
  • Categoria: Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: Nova Guiné, Oceania
  • Altura: 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros, 4.7 a 6.0 metros, 6.0 a 9.0 metros, 9.0 a 12 metros, acima de 12 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Jade-vermelha

Mesmo sem flores é bastante ornamental, pois a folhagem é densa, vistosa além de produzir uma sombra fresca. Após bem estabelecida, torna-se uma espécie muito rústica. Não precisa de tutoramento e exige pouca manutenção, que consiste em podas para controlar o crescimento.

Vídeo sobre Jade-vermelha:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Jasmim-da-índia – Plantas Trepadeiras

O Jasmin-da-índia tem a característica interessante de produzir flores que mudam de cor. Elas nascem brancas e com o tempo se tornam vermelhas.

Suporta podas, que devem ser realizadas sempre após o florescimento. Deve ser cultivada a pleno sol, em solo fértil, com adubações periódicas para uma floração exuberante. Pode ser propagada por estaquia, mergulhia e por alporquia.

Jasmim-da-índia – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Quisqualis indica
  • Nomes Populares: Jasmim-da-índia, Arbusto-milagroso, Madagascar
  • Família: Combretaceae
  • Categoria: Arbustos, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Índia
  • Altura: 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Jasmim-da-índia

Sua utilização no paisagismo é ampla, desde que lhe seja oferecido suporte adequado. Pode formar maciços ou ser conduzido como trepadeira.

Vídeo sobre Jasmim-da-índia:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Céu-azul – Plantas Trepadeiras

Céu-azul é uma trepadeira volúvel, perenifólia e semilenhosa, de vistoso florescimento. Sua ramagem é fina, herbácea e ramificada, de cor verde a levemente avermelhada. As folhas são ovaladas a cordiformes, brilhantes, acuminadas, alternas, verdes e com nervuras bem marcadas. O florescimento se estende por todo ano, porém com mais intensidade no inverno e após as chuvas.

Suas flores são em forma de sino, azuis e delicadas, despontando em cachos nas axilas foliares. Elas se abrem pela manhã e permanecem abertas durante todo o dia, fechando-se à noite. Seu crescimento é rápido, controlado e ela é muito rústica. Apesar disso, não é muito grande e nem muito longeva, de forma que seu uso não é indicado para grandes suportes, com colunas muito calibrosas, em jardins com foco mais perene.

Céu-azul – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Jacquemontia pentanthos
  • Sinonímia: Convolvulus pentanthos, Convolvulus violaceus, Convolvulus umbellatus, Jacquemontia azurea, Jacquemontia houseana, Jacquemontia violacea, Jacquemontia canescens, Jacquemontia pentantha, Jacquemontia elongata
  • Nomes Populares: Céu-azul, Aguinaldo-azul, Amarra-cachorro, Trepadeira-céu-azul
  • Família: Convolvulaceae
  • Categoria: Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: América Central, América do Norte, Estados Unidos, México
  • Altura: 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Bienal, Perene

Para que serve Céu-azul

A trepadeira céu-azul é ideal para cobrir treliças, cercas de alambrado, e outras estruturas leves nas quais possa se enrolar e subir. No auge de sua floração, é possível ver mais de cem flores abertas em um só dia, com efeito espetacular.

Vídeo sobre Céu-azul:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Tumbérgia-azul – Plantas Trepadeiras

A tumbérgia-azul é uma trepadeira muito rústica e ornamental. Ela apresenta flores grandes de coloração azul com o centro branco, que aparecem o ano todo, mas com mais intensidade na primavera e no verão. Ocorre ainda uma variedade de flores brancas. Suas folhas são perenes, verde-escuras e um pouco dentadas.

Ela é muito atrativa para as abelhas mamangavas. Deve ser cultivada sob pleno sol em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares. Adubações periódicas com farinha de ossos estimulam uma intensa floração. Tolera bem o frio subtropical. Multiplica-se por estaquia.

Tumbérgia-azul – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Thunbergia grandiflora
  • Nomes Populares: Tumbérgia-azul, Azulzinha
  • Família: Acanthaceae
  • Categoria: Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: Ásia, Índia
  • Altura: 4.7 a 6.0 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Tumbérgia-azul

Tem boa velocidade de crescimento, sendo uma ótima opção para cobrir pergolas, arcos e caramanchões.

Vídeo sobre Tumbérgia-azul:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Planta-arame – Plantas Trepadeiras

A planta-arame é uma trepadeira dióica, semi-decídua, vigorosa e muito ramificada. Sua ramagem é entouceira, entrelaçada, um tanto esparsa, mas de crescimento uniforme, com aspecto de arame enredado e textura aerada e delicada. As folhas são pequenas, brilhantes, coriáceas e com formato redondo a cordiforme. Elas surgem de cor verde-limão no final da primavera, tornam-se verde escuras com a maturação, e finalmente adquirem tons bronzeados, logo antes de cair, no inverno.

Floresce no verão, despontando delicadas flores suculentas, de cor branca-amarelada. O frutos são do tipo baga, com sementes pretas e amadurecem no outono.  Como aceita muito bem as podas, é uma das espécies ideais para trabalhos topiários. Com esta espécie, é possível fazer verdadeiras cortinas vivas, capazes de reduzir o vento e a poeira. Também faz às vezes de forração, emprestando charme especialmente a jardins rochosos.

Planta-arame – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Muehlenbeckia complexa
  • Sinonímia: Calacinum complexum, Polygonum complexum, Sarcogonum complexum
  • Nomes Populares: Planta-arame, Cabelo-de-noiva, Cabelo-de-negro, Enredadera-de-alambre
  • Família: Polygonaceae
  • Categoria: Arbustos, Cercas Vivas, Folhagens, Forrações ao Sol Pleno, Gramados e Forrações, Trepadeiras
  • Clima: Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Nova Zelândia, Oceania
  • Altura: 0.6 a 0.9 metros, 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros, 2.4 a 3.0 metros, 3.0 a 3.6 metros, 3.6 a 4.7 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Planta-arame

No paisagismo, a planta-arame é um verdadeiro curinga. Apesar de que é mais comum o seu uso como planta pendente, em cestas, cuias e jardineiras. No entanto, esta espécie pode ser utilizada como trepadeira se lhe for oferecido algum suporte, assim como cerca-viva, de estilo formal ou informal.

Vídeo sobre Planta-arame:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Teta-de-vaca – Plantas Trepadeiras

A teta-de-vaca é uma planta arbustiva muito peculiar devido ao formato curioso de seus frutos. Com porte entre 0,5 a 2 metros de altura, ela apresenta caule único que se ramifica logo acima da base. Sua ramagem é esparsa, com ramos retos a recurvados, de cor verde ou arroxeada, geralmente espinhosa e bastante pilosa. As folhas são simples, aveludadas, com veias bem marcadas e formato cordiforme, com lobos acuminados e triangulares. As inflorescências surgem na primavera e são axilares, com 2 a 10 flores lilases. Os frutos são pequenos, globosos a piriformes, com pequenas projeções na base, o que lhe valeu estranhos nomes populares, como teta-de-vaca, peito-de-moça ou cara-de-raposa (fox-face em inglês).

Sua casca é brilhante, cerosa, de cor laranja e sua polpa é carnosa, de cor clara, esverdeada, com muitas sementes. De frutificação decorativa, esta planta poder ser plantada isolada ou em grupos e também em vasos e jardineiras. Devido ao seu crescimento esparso, pode ser tutorada sobre suportes como uma pequena trepadeira anual. Os ramos carregados de frutos ainda podem ser utilizados em arranjos florais.

Teta-de-vaca – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Solanum mammosum
  • Nomes Populares: Teta-de-vaca, Juá-bravo, Jurubeba-do-pará, Maminha-de-vaca, Peito-de-moça
  • Família: Solanaceae
  • Categoria: Arbustos, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Sul
  • Altura: 0.9 a 1.2 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Teta-de-vaca

Em alguns lugares é reputada como medicinal contra doenças como pé-de-atleta e o suco de seus frutos têm atividade detergente e é utilizado para lavar roupas.

Vídeo sobre Teta-de-vaca:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Filodendro-brasil – Plantas Trepadeiras

O filodendro-brasil é uma planta herbácea e tropical, que apresenta folhagem de cores vivazes, contrastantes entre si, oferecendo um visual estonteante. O nome ‘Brasil’, dado à cultivar é uma referência ao verde-amarelo da bandeira brasileira. Suas folhas são ovadas a cordiformes, acuminadas, brilhantes, coriáceas, de cor verde escura e com o centro verde-limão. As folhas jovens são mais cordiformes, menores, e com as cores demonstrando bem a cultivar. Como em outras espécies que apresentam variegação, com a maturação da planta ocorre a reversão da cor, e ela torna-se totalmente verde escura, como um filodendro comum.

No entanto, a maturação da planta é lenta e exige clima tropical úmido. Ou seja, podemos aproveitar sua beleza juvenil por muito tempo, antes que ela atinja a idade adulta. As inflorescênicas são axilares, solitáras e do tipo espádice. Este belo filodendro é ideal para plantar em vasos ou cestas pendentes, adornando interiores bem iluminados. Também pode ser plantado em canteiros, fazendo às vezes de forração de meia sombra. Para um visual ainda mais tropical e selvagem, experimente plantar algumas mudas de filodendro-brasil no entorno de uma árvore frondosa. Os ramos se fixam no tronco e sobem até o alto, depois pendem até tocar no solo e enraizam novamente.

Filodendro-brasil – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Philodendron hederaceum
  • Sinonímia: Arum hederaceum, Pothos hederaceus, Philodendron speciosum, Philodendron scandens, Philodendron prieurianum, Philodendron micans, Philodendron cuspidatum, Philodendron microphyllum, Philodendron oxycardium, Philodendron oxyprorum, Philodendron hoffmannii, Philodendron acrocardium, Philodendron pittieri, Philodendron harlowii, Philodendron miduhoi
  • Nomes Populares: Filodendro-brasil, Filodendro
  • Família: Araceae
  • Categoria: Folhagens, Forrações à Meia Sombra, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: América Central, América do Norte, América do Sul, Antilhas, Bolívia, Brasil, México, Peru
  • Altura: 1.2 a 1.8 metros, 1.8 a 2.4 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Filodendro-brasil

filodendro é ideal para plantar em vasos ou cestas pendentes, adornando interiores bem iluminados. Também pode ser plantado em canteiros, fazendo às vezes de forração de meia sombra.

Vídeo sobre Filodendro-brasil:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Gloriosa – Plantas Trepadeiras

A gloriosa é uma trepadeira muito singular, de textura herbácea, raízes tuberosas e flores muito decorativas. Suas folhas são lanceoladas, longas e brilhantes e apresentam uma modificação curiosa na extremidade, que torna-se uma gavinha, permitindo sua fixação e ascensão sobre os suportes. Seu crescimento é muito veloz nos meses quentes e pode atingir até 2 metros de altura.

As flores são o principal encanto desta planta diferente. Elas são solitárias, com longos estames e pétalas recurvadas, como se estivessem invertidas. De bordos ondulados, as pétalas são amarelas na base e vermelhas nas extremidades. Ocorrem ainda variedades de flores amarelas e de porte anão. Seu crescimento vigoroso permite a obtenção de florações sucessivas na mesma estação.

Gloriosa – Ficha da Planta trepadeira

  • Nome Científico: Gloriosa rothschildiana
  • Nomes Populares: Gloriosa, Garras-de-tigre, Lírio-trepadeira
  • Família: Colchicaceae
  • Categoria: Bulbosas, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: África
  • Altura: 1.2 a 1.8 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Gloriosa

É uma trepadeira ótima para o cultivo anual, decorando suportes leves, como treliças delicadas, grades e cercas.

Vídeo sobre Gloriosa:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Fim do poste sobre as plantas trepadeiras

Então estamos chegando ao film de mais uma lista de conteúdos, e nesse poste trabalhamos com “plantas trepadeiras”. Assim se você achou esse poste legal, e conhece alguém que está precisando ler isso, compartilhe com elas e também se possível em suas redes sociais, para que as pessoas possam desfrutar de mais conteúdos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.