in

3 Plantas Daninhas

3 Plantas Daninhas 4

Olá pessoal, neste poste o demonstre traz um pouco mais sobre as plantas, que são de diferentes tipos e estão em diferentes lugares do planeta, e muita dessas plantas servem para uma grande quantidade de remédios, para diversas doenças.

Sendo um dos maiores e mais biodiversos grupos de seres vivos na Terra, as plantas verdes fornecem uma parte substancial do oxigênio molecular e são a base dos alimentos da maioria dos ecossistemas, especialmente dos terrestres.

Então o demonstre veio mostrar nesse poste uma lista recheada de “plantas daninhas”, que podem ajudar as pessoas em seus problemas de saúde chegando até a curar algumas doenças que as pessoas enfrentam.

Plantas Daninhas

Erva daninha é o termo utilizado para descrever uma planta, muitas vezes, mas não sempre, exótica, que nasce espontaneamente em local e momento indesejados, podendo interferir negativamente na agricultura.

3 Plantas Daninhas 1

Estas plantas assumem grande importância por causarem efeitos diretos na cultura principal, como a interferência e consequentemente a perda de rendimento, além de efeitos indiretos, como aumento do custo de produção, dificuldade de colheita, depreciação da qualidade do produto, e hospedagem de pragas e doenças.

Estátice – Plantas Daninhas

A estátice é uma planta herbácea e muito florífera, originária da região do mediterrâneo, que compreende o sul da Europa, o norte da África e alguns países do Oriente Médio, onde cresce espontaneamente em montes arenosos. Apesar de que na prática é tratada como uma planta anual, ela na verdade é uma planta perene, de vida curta. Apresenta folhas dispostas em roseta, basais, lanceoladas, pinadas com grandes lobos de cada lado, e recobertas por uma áspera pubescência. As inflorescências surgem no verão, e são do tipo panículas de espiguetas, terminais, eretas acima da folhagem e sustentadas por hastes aladas.

3 Plantas Daninhas 2

As flores, densamente arranjadas, possuem um cálice em formato de funil, de textura papirácea e persistente, com cores vibrantes, entre amarelo, coral, azul ou rosa, de acordo com a variedade, e uma delicada corola de cor clara, que pode ser branca, rósea ou amarela. Uma verdadeira surpresa! A estátice, enquanto cresce, é uma planta sem muitos atrativos. Há quem fale que lembra o mato, que tem jeito de erva daninha. No entanto, durante a longa floração, ela traz um espetáculo de flores para o jardim. Se bem desidratadas à sombra, e mantidas longe da luz direta do sol, suas flores dificilmente desbotarão. Também podem ser aproveitadas como flores de corte, mesmo frescas.

Estátice – Ficha da Planta Daninha

  • Nome Científico: Limonium sinuatum
  • Sinonímia: Statice sinuata, Taxanthema sinuata
  • Nomes Populares: Estátice, Sempre-viva, Sempre-viva-azul, Lavanda-do-mar
  • Família: Plumbaginaceae
  • Categoria: Flores, Flores Anuais, Flores Perenes
  • Clima: Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado
  • Origem: Europa, Mediterrâneo, Oriente Médio
  • Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Anual, Perene

Para que serve Estátice

É indicado para maciços e bordaduras, misturada a outras espécies, num estilo mais livre e informal, como nos jardins “cottage” ou inglesinho. Fica muito bem também em jardins rochosos, de inspiração árida e mediterrânea. Mas o que tornou essa pequena notável tão famosa no mundo todo, foi o fato de suas flores persistirem lindas e coloridas, mesmo após secas, seja no jardim, ou colhidas para duráveis arranjos florais.

Vídeo sobre Estátice:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Dente de Leão – Plantas Daninhas

O dente-de-leão é uma planta herbácea e perene, originária do continente europeu e mais comumente conhecida como uma erva daninha, de distribuição cosmopolita. Apresenta uma longa raiz pivotante e folhas basais, dispostas em roseta, oblongas a oblanceoladas, glabras ou pubescentes e irregularmente lobadas, com uma seiva amarga e leitosa. Suas inflorescências compostas são do tipo capítulo e surgem em escapos eretos, em qualquer época do ano.

3 Plantas Daninhas 3

Elas apresentam flores de corola amarela, liguladas e que, por apomixia (reprodução assexuada), formam frutos do tipo aquênio, fusiformes e de cor marrom, equipados com cerdas brancas e sedosas, que permitem que o fruto atinja grandes distâncias, quando carregado pelo vento. O conjunto dos frutos tem uma forma esférica, plumosa, como um “pompom”.

Dente de Leão – Ficha da Planta Daninha

  • Nome Científico: Taraxacum officinale
  • Sinonímia: Leontodon taraxacum, Taraxacum dens-leonis, Taraxacum retroflexum
  • Nomes Populares: Dente-de-leão, Taraxaco, Taráxaco, Pára-quedas, Amor-de-homem, Amor-dos-homens, Chicória-louca, Chicória-silvestre, Radite-bravo, Relógio-dos-estudantes, Coroa-de-monge, Soprão, Dente-de-leão-dos-jardins, Frango, Leutodonte, Amargosa, Alface-de-cão, Alface-de-côco, Esperança, Salada-de-toupeira, Quartilho
  • Família: Asteraceae
  • Categoria: Flores, Flores Anuais, Folhas e Flores, Medicinal, Plantas Daninhas, Plantas Hortícolas, Raízes e Rizomas
  • Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Europa
  • Altura: 0.1 a 0.3 metros, 0.3 a 0.4 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Dente de Leão

O dente-de-leão é considerada uma importante planta daninha, principalmente em gramados, onde apresenta difícil erradicação, já que sua longa raiz arrebenta com facilidade ao se tentar o arranquio, persistindo assim no solo e rebrotando em seguida. Apesar disso, ela é também comestível, constando com frequência em listas de plantas comestíveis não convencionais, as “PANCs”. As folhas do dente-de-leão são uma fonte interessante de vitaminas A, B e C, sendo também ricas em ferro e potássio.

Vídeo sobre Dente de Leão:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Beijo Turco – Plantas Daninhas

O beijo-turco é uma planta herbácea de folhas macias, caule suculento e verde com floração abundante o ano todo. Apresenta folhas pecioladas, lanceoladas, com margens serrilhadas e de disposição alternada em sua maioria, com exceção das folhas do topo, que são opostas. As flores tem cinco pétalas cada e são providas de um esporão muito delgado e, dependendo da variedade, se exibem em cores sólidas ou belos degradeés e mesclas de branco, laranja, salmão, rosa, vermelho e vinho. Forma frutinhos do tipo cápsula, glabros, verdes, fusiformes, de casca suculenta e ocos.

3 Plantas Daninhas 4

Quando maduros, explodem ao leve toque, lançando longe numerosas sementes e enroscando-se sobre si mesmo, elasticamente. Este comportamente é botanicamente conhecido como deiscência explosiva. Muito fácil de cultivar, não exige cuidados especiais. Adaptou-se tão bem ao Brasil que surge espontaneamente em jardins urbanos e matas naturais, até mesmo em forquilhas de árvores, sendo considerada erva daninha em determinadas situações.

Beijo Turco – Ficha da Planta Daninha

  • Nome Científico: Impatiens walleriana
  • Nomes Populares: Beijo-turco, Balsamina, Beijinho, Ciúmes, Impatiens, Maravilha, Maria-sem-vergonha
  • Família: Balsaminaceae
  • Categoria: Flores Anuais, Flores Perenes
  • Clima: Equatorial, Subtropical, Tropical
  • Origem: África, Moçambique, Quênia
  • Altura: 0.1 a 0.3 metros, 0.3 a 0.4 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Beijo Turco

É ideal para a composição de maciços e bordaduras em locais semi-sombredos. Também pode ser plantado em vasos, floreiras e cestas pendentes. É uma planta excelente para cultivar com as crianças. De crescimento rápido, gosta de umidade e prefere o calor.

Vídeo sobre Beijo Turco:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Fim do poste sobre as plantas Daninhas

Então estamos chegando ao film de mais uma lista de conteúdos, e nesse poste trabalhamos com “plantas daninhas”. Assim se você achou esse poste legal, e conhece alguém que está precisando ler isso, compartilhe com elas e também se possível em suas redes sociais, para que as pessoas possam desfrutar de mais conteúdos.

Tulipeira (Spathodea campanulata)

Tulipeira (Spathodea campanulata)

Cássia-rosa (Cassia grandis)

Cássia-rosa (Cassia grandis)