in

6 Plantas Rasteiras

6 Plantas Rasteiras 1

Olá, tudo bom? Pensando em mostrar mais sobre plantas, que são de diferentes tipos e estão em diferentes lugares do planeta, e muita dessas plantas servem para uma grande quantidade de remédios, para diversas doenças.

Elas são um dos maiores e mais biodiversos grupos de seres vivos na Terra, as plantas verdes fornecem uma parte substancial do oxigênio molecular e são a base dos alimentos da maioria dos ecossistemas, especialmente dos terrestres.

Então o demonstre veio mostrar nesse poste uma lista recheada de “plantas rasteiras”, que podem ajudar as pessoas em seus problemas de saúde chegando até a curar algumas doenças que as pessoas enfrentam.

Plantas Rasteiras

As plantas rasteiras são plantas que em sua maioria são composta com muitas ramas que se espalham no chão. Elas tem uma grande quantidade de folhas, e algumas podem até ter frutos.

6 Plantas Rasteiras 1

Algumas dessas plantas são plantadas em jardins e também em terrenos muito grandes, mas essas podem também ser trepadeiras.

Abóbora – Plantas Rasteiras

As abóboras são plantas do gênero Cucurbita que inclui cerca de 27 espécies. Elas foram domesticadas pelos povos pré-hispânicos há cerca de 9.000 anos, nas civilizações Maia, Asteca e Inca, mas são atualmente hortaliças cultivadas no mundo todo, de elevada importância nutricional e cultural. As abóboras dividem-se em dois tipos: as abóboras rasteiras e as abóboras de tronco (também conhecidas como brenhosas ou de “moita”). As cinco principais espécies de abóboras domésticas são: C. pepo, C.maxima, C. moschata, C. argyrosperma e C. ficifolia.

6 Plantas Rasteiras 2

O caule das abóboras apresenta textura herbácea, coloração verde e são pubescentes. Nas espécies e variedades rasteiras, o caule pode atingir vários metros de comprimento e inclusive subir caso encontre algum suporte. As folhas são em geral grandes, palmadas e pubescentes também. As abóboras apresentam os dois sexos na mesma planta, porém em flores separadas. Suas flores são grandes, frágeis, de coloração amarela ou alaranjada. A planta pode se autopolinizar ou ser polinizada de maneira cruzada, polinização esta realizada principalmente por insetos

Abóbora – Ficha da Planta Rasteira

  • Nome Científico: Cucurbita spp
  • Nomes Populares: Abóbora, Abóbora-amarela, Abóbora-da-guiné, Abóbora-de-carne-branca, Abóbora-de-carneiro, Abóbora-de-porco, Abóbora-grande, Abóbora-menina, Abóbora-moganga, Abóbora-moranga, Abóbora-porqueira, Abóbora-quaresma, Aboboreira, Abobra, Abobreira-grande, Abobrinha-de-tronco, Abobrinha-italiana, Cabaceira, Erimum, Girimum, Jeremum, Jerimum, Jerimunzeiro, Jerui, Jurumum
  • Família: Cucurbitaceae
  • Categoria: Folhas e Flores, Frutas e Legumes, Medicinal, Plantas Hortícolas
  • Clima: Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: América Central, América do Norte, América do Sul
  • Altura: 1.8 a 2.4 metros
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Anual

Para que serve Abóbora

O seu fruto é ideal para comer em almoços e jantares, que pode ser no feijão ou na carne.

Vídeo sobre Abóbora:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Rosinha-de-pedra – Plantas Rasteiras

A rosinha-de-pedra, da espécie Orostachys boehmeri, é uma planta suculenta estolonífera, originária do Japão, que se caracteriza por suas delicadas rosetas de folhas arredondadas, que lembram florezinhas. Seus estolões são de cor clara, glabros, e crescem em grande número, horizontalmente, com pequenas rosetas que se formam a espaços regulares, de mais ou menos 6 centímetros, dando assim o aspecto de uma planta aberta, como um tapete rendado.

6 Plantas Rasteiras 3

As folhas são obovadas a espatuladas, firmes, e de cor cinza, com tons de lilás ou vermelho. Elas se reúnem em rosetas globosas, mais ou menos densas, com 2,5 a 5 centímetros de diâmetro. A partir do segundo ano após o plantio, a rosinha-de-pedra floresce, geralmente no outono, em longas inflorescências, compactas e eretas, em formato de cone, que surgem do centro de cada roseta com numerosas flores de cor creme. As rosetas que dão origem às flores morrem após a floração, não sem antes dar lugar a novas rosetas.

Rosinha-de-pedra – Ficha da Planta Rasteira

  • Nome Científico:Orostachys boehmeri
  • Sinonímia: Cotyledon malacophylla, Cotyledon boehmeri, Sedum boehmeri, Orostachys aggregata, Sedum aggregatum, Orostachys iwarenge, Orostachys malacophylla, Orostachys furusei, Sedum furusei, Sedum iwarenge, Orostachys vyschinii
  • Nomes Populares: Rosinha-de-pedra, Rosinha-de-pedra-pêndula, Echeveria-pêndula
  • Família: Crassulaceae
  • Categoria: Cactos e Suculentas, Folhagens
  • Clima: Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Ásia, Japão
  • Altura: menos de 15 cm
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Rosinha-de-pedra

No paisagismo e na decoração, a O. boehmeri é uma suculenta bastante versátil. Ela pode ser plantada em vasos e jardineiras, que forrados com ela ficam muito graciosos. Os estolões crescem para fora do vaso, tornando-se pendentes, com uma beleza romântica.

Vídeo sobre Rosinha-de-pedra:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Rosinha-de-sol – Plantas Rasteiras

A rosinha-de-sol é uma planta rasteira e muito vistosa. Suas folhas são ovais, glabras, brilhantes, de coloração verde-clara e suculentas. Os ramos apresentam a mesma cor das folhas. As flores são delicadas, parecidas com margaridinhas e podem ser de coloração branca, rósea ou vermelha. Ocorre uma forma variegada com folhas de bordas brancas.

6 Plantas Rasteiras 4

É uma planta versátil, podendo ser utilizada com forração, em canteiros, maciços, bordaduras e em vasos, inclusive vasos suspensos, em que ela fica pendente.  A floração se estende durante todo ano e as flores são muito atrativas para as abelhas. É também uma planta comestível, que se aproxima do espinafre no sabor.

Rosinha-de-sol – Ficha da Planta Rasteira

  • Nome Científico: Aptenia cordifolia
  • Nomes Populares: Rosinha-de-sol,
  • Família: Aizoaceae
  • Categoria: Cactos e Suculentas, Flores Perenes, Folhas e Flores, Plantas Hortícolas
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: África
  • Altura: 0.1 a 0.3 metros, menos de 15 cm
  • Luminosidade: Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Rosinha-de-sol

É recomendada para jardins de pedras e tem a capacidade de fechar bem o solo, impedindo o crescimento de ervas daninhas.

Vídeo sobre Rosinha-de-sol:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Álisso – Plantas Rasteiras

Com forte perfume de mel, o álisso é uma planta magnífica para agradar as crianças e ensinar-lhes sobre a natureza.

6 Plantas Rasteiras 5

É espetacular também em maciços e bordaduras no jardim, conferindo-lhe um ar campestre e perfume adorável. Devem ser cultivadas a pleno sol, em solo composto de terra de jardim e terra vegetal, com regas regulares. Tolerante ao frio e às geadas. Necessita reforma anual. Multiplica-se por sementes

Álisso – Ficha da Planta Rasteira

  • Nome Científico: Lobularia maritima
  • Nomes Populares: Álisso, Açafates-de-prata, Doce-álisso, Flor-de-mel
  • Família: Brassicaceae
  • Categoria: Flores Anuais
  • Clima: Mediterrâneo, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: Europa, Mediterrâneo
  • Altura: menos de 15 cm
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Anual

Para que serve a Álisso

Produz inflorescências com muitas flores pequenas que podem ser de coloração branca, rosa, alaranjada ou roxa. Pode ser plantada em jardineiras com outras flores ou isolada, de forma que fica um pouco pendente, linda.

Vídeo sobre a Álisso:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Lambari-roxo – Plantas Rasteiras

O lambari é uma herbácea perene, muito rústica, de folhagem prostrada e suculenta. Suas folhas são muito decorativas, ovaladas, brilhantes, de coloração verde escura, com duas listras de variegação prateadas na face superior e, completamente arroxeadas na face inferior. As flores são pequenas e róseas, de importância ornamental secundária.

6 Plantas Rasteiras 6

Seu plantio em vasos, jardineiras e cestas suspensas também é muito apreciado, evidenciando sua bela folhagem pendente. Nestes casos, adubações leves e regas freqüentes estimulam seu crescimento vistoso.

Lambari-roxo – Ficha da Planta Rasteira

  • Nome Científico: Tradescantia zebrina
  • Nomes Populares: Lambari, Judeu-errante, Trapoeraba-roxa, Trapoeraba-zebra
  • Família: Commelinaceae
  • Categoria: Folhagens, Forrações à Meia Sombra
  • Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
  • Origem: América do Norte, México
  • Altura: 0.3 a 0.4 metros, 0.4 a 0.6 metros
  • Luminosidade: Luz Difusa, Meia Sombra
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve Lambari-roxo

Pelo seu aspecto compacto, pequeno porte e adaptação à sombra, o lambari torna-se uma excelente forração para situações de sombra e meia-sombra, onde dificilmente os gramados vingam, como sob a copa de árvores e outros locais cobertos.

Vídeo sobre Lambari-roxo:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

 Hera-inglesa – Plantas Rasteiras

A hera-inglesa é muito parecida com a hera-da-algéria (Hedera canariensis, tendo porém folhas menores e mais profundamente recortadas, além de crescimento menos vigoroso. É uma planta de textura semi-lenhosa com ramos longos e reptantes, com raízes adventícias, que lhe doam a característica de trepadeira também. As folhas são simples, persistentes, verde-escuras, brilhantes, coriáceas, alternas, lobuladas ou cordadas e podem ser variegadas de branco, prata ou amarelo, de acordo com as diversas variedades.

6 Plantas Rasteiras 7

Ocorrem também heras de porte anão, para uso em vasos. As inflorescências são pequenas umbelas com flores hermafroditas, amarelo-esverdeadas de pouca importância ornamental, mas que atraem abelhas e borboletas na primavera e verão. Os frutos são globosos, pequenos, negros e servem de alimento a diversos pássaros embora sejam tóxicos ao homem.

 Hera-inglesa – Ficha da Planta Rasteira

  • Nome Científico: Hedera helix
  • Nomes Populares: Hera, Aradeira, Hedra, Hera-dos-muros, Hera-inglesa, Hera-trepadeira, Hera-verdadeira, Heradeira, Hereira
  • Família: Araliaceae
  • Categoria: Folhagens, Forrações à Meia Sombra, Forrações ao Sol Pleno, Trepadeiras
  • Clima: Equatorial, Mediterrâneo, Oceânico, Subtropical, Temperado, Tropical
  • Origem: África, Ásia, Europa, Ilhas Canárias
  • Altura: 9.0 a 12 metros
  • Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno
  • Ciclo de Vida: Perene

Para que serve  Hera-inglesa

Muito utilizada como forração sob copas de árvores, em canteiros, ou como revestimento. Além disso é um trepadeira interessante em diversos tipos de suporte, como treliças, e até mesmo árvores.

Vídeo sobre  Hera-inglesa:

Vídeo sobre a planta que está no youtube.

Fim do poste sobre as plantas rasteiras

Então estamos chegando ao film de mais uma lista de conteúdos, e nesse poste trabalhamos com “plantas rasteiras”. Assim se você achou esse poste legal, e conhece alguém que está precisando ler isso, compartilhe com elas e também se possível em suas redes sociais, para que as pessoas possam desfrutar de mais conteúdos.

Uma Verdade e duas Mentira

Uma Verdade e duas Mentira

Vídeo: Saúde financeira: Como ter uma vida financeira bem organizada?

Vídeo: Saúde financeira: Como ter uma vida financeira bem organizada?