in , , , , ,

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus 11

A formação dos Estados Europeus, aconteceu gradativamente, com conquistas e trocas culturais. A Europa é um continente situado no hemisfério norte da Terra, um dos menores continentes do mundo, tendo aproximadamente 10 milhões de quilômetros quadrados, que corresponde cerca de 2% da superfície do planeta.

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus 1

Índice: hide

Resumo sobre a Formação dos Estados Europeus

Ainda pode-se dizer que, o continente europeu é o quarto mais populoso, do planeta, tendo aproximadamente 730 milhões de habitantes, o que equivale a 11% da população mundial.

Existem 49 países dentro do continente europeu. O maior e mais populoso de todos é a Rússia, contendo mais de 17 milhões de quilômetros quadrados e 142 milhões de habitantes.

O menor país a ele agrupado é o Vaticano, possuindo apenas 44 hectares e uma população um pouco superior a 800 habitantes. No entanto, o maior país em extensão territorial não apenas desse continente, mas, do mundo, também está na Europa! É a Rússia:  com 144,8 milhões de habitantes

Como tudo começou

À medida que o sistema feudal se desenvolvia na Europa Medieval, os senhores feudais com vastos territórios e exército próprio eram os que, de fato, detinham o poder. Apesar de reis ainda possuírem cortes na Europa, eles tinham pouco poder e normalmente eram considerados senhores feudais a quem outros nobres da região deviam lealdade, como vassalos.

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus 2

No início da Idade Medieval, alguns reis tinham até menos poder e fortuna do que muitos de seus vassalos.

Os senhores feudais não queriam que o poder dos reis crescesse de alguma maneira, pois uma monarquia forte poderia provocar a perda da autoridade e dos territórios dos senhores feudais. Mas isto foi exatamente o que aconteceu no fim da Idade Média, na França e Inglaterra: os reis expandiram seus territórios e estabeleceram governos centrais sólidos.

A monarquia oferecia proteção, mas requeria o pagamento de impostos. Portanto, o povo começou a pagar impostos e jurar lealdade ao governo central, e não mais aos senhores feudais.A fundação e o crescimento das cidades ajudaram a solidificar o poder real.

Estratégias de governo

O governo central passou a arrecadar impostos, conseguindo assim verba para contratar soldados e não mais depender dos exércitos dos senhores feudais. Assim sendo, o rei poderia depender de soldados profissionais (mercenários) para lutar contra senhores feudais que resistissem à sua autoridade.

O rei também contratou pessoas instruídas e competentes para servir como administradores, juízes e coletores de impostos.

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus 3

A Antiga Inglaterra

A história da antiga Inglaterra é marcada por invasões. Em 43 d.C., exércitos do imperador romano Cláudio conquistaram a maior parte da atual Grã-Bretanha, que, na época, era habitada pelo povo celta. Os romanos trouxeram modernização e fortuna para a região, mas quando seu império caiu, no século V, os legionários romanos abandonaram esse território.

A ilha foi invadida por três tribos germânicas: os jutos, os anglos e os saxões. A região sul da Grã-Bretanha passou a ser chamada de “Angleland” (a terra dos anglos) e, posteriormente, de Inglaterra. Os invasores, chamados de anglo-saxões, fundaram sete reinos na Inglaterra.

Anglo-saxões

No início do século IX, vikings dinamarqueses invadiram a Inglaterra. Alfredo da Inglaterra, o Grande, chefe do reino de Wessex (saxões ocidentais), lutou contra a invasão dinamarquesa e derrotou os invasores no ano 866, forçando-os a aceitarem um tratado de paz.

Alfredo então governou a Inglaterra de 871 a 899, destacando-se como grande guerreiro e patrono da cultura. Fundou uma escola em sua corte e traduziu obras em latim para a língua anglo-saxônica.

Vikings A Conquista da Inglaterra pelos  Guerreiros normandos

Em 1066, os normandos do norte da França invadiram a Inglaterra, próximo a uma vila na costa marítima chamada de Hastings. Descendentes dos vikings, os normandos falavam francês e eram liderados por Guilherme II, duque da Normandia.

Eles derrotaram o rei saxão na histórica Batalha de Hastings, seguindo rapidamente em direção a Londres, onde Guilherme, o Conquistador, assumiu um novo título: Rei da Inglaterra.

Como surgiu a língua Inglesa  ou idioma Inglês

Os normandos não encontram muita resistência em sua campanha militar. Mas, mesmo derrotados, os saxões não aceitaram adotar a língua e cultura de seus conquistadores. Gradualmente, porém, as línguas dos normandos e dos anglo-saxões foram mesclando-se, daí resultando a língua inglesa.

Guerreiros Anglo-saxões

Determinado a estabelecer um governo eficaz em seu novo reino, Guilherme, o Conquistador, manteve um sexto da terra para si próprio e dividiu o restante entre os barões normandos que eram senhores feudais. Em troca, os barões prometeram lealdade e assistência militar a Guilherme, se fosse necessário no futuro.

Guilherme fortaleceu sua autoridade na Inglaterra ao implementar uma eficiente administração no novo reino. Os governantes anglo-saxões dividiram seus reinos em diversos países que eram governados por oficiais monárquicos.

Ao fazer isto, Guilherme controlava os governantes locais. Seus oficiais viajavam pela Inglaterra para registrar as propriedades de indivíduos e cobrar impostos sobre as mesmas.

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus 4

A Reforma da Lei Inglesa

Os reis que sucederam a Guilherme solidificaram a unidade inglesa ao mudarem o sistema legal do reinado. Seu filho mais novo,Henrique I (rei da Inglaterra durante os anos 1100-1135), introduziu um sistema jurídico único para todo o país.

Ele enviava juízes a diferentes partes do reino para julgar os casos existentes. Seu neto, Henrique II, desenvolveu ainda mais o sistema jurídico da Inglaterra. Durante seu reinado (1154-1189), ele se empenhou para que o maior número possível de processos legais fosse levado aos tribunais do governo central, e não aos da Igreja ou de senhores feudais.

As sentenças dos juízes de seu governo eram registradas e guardadas como orientação para casos futuros. Tais sentenças ou decisões legais valiam para toda a Inglaterra.

Daí se terem tornado conhecidas como a common law (o direito comum), que garantia um sistema mais justo e que serviu de base para o sistema jurídico britânico.

Rei Henrique II

Durante o reinado de Henrique II, o sistema de jurados começou a ser introduzido nos tribunais ingleses. Em cada distrito, um certo número de pessoas era reunido para visitar os juízes reais. Este corpo de jurados passou a ser chamado de O Grande Júri.

Eles juravam dizer a verdade e entregavam aos juízes os nomes de pessoas suspeitas de terem cometido crimes. Esse sistema de Grande Júri ainda é usado em alguns países. O Grande Júri é que decide que casos devem ser levados a julgamento.

Magna Carta

O poder da monarquia inglesa começou a diminuir nos últimos anos de domínio de Henrique II. Isto aconteceu, em parte, porque seus filhos começaram a brigar para decidir quem se tornaria o próximo rei.

O primeiro a herdar o trono, Ricardo I, era conhecido como Ricardo Coração de Leão. Ele passava pouco tempo na Inglaterra e impôs altos impostos, usando o dinheiro arrecadado para financiar suas viagens.

O irmão de Ricardo, João, também conhecido como “João sem Terra”, que foi rei da Inglaterra durante os anos 1199-1216, era odiado por seu povo. Suas ações opressivas e a imposição de altos impostos levaram os barões ingleses, bastante insatisfeitos, a se rebelar.

No ano 1215, os barões forçaram o rei João a assinar um documento denominado de Magna Carta, que significa “Grande Carta”. Neste famoso documento histórico, o rei concordava em reconhecer os direitos e privilégios dos barões, incluindo o de julgamento justo.

Os historiadores consideram a Magna Carta como um dos fundamentos da liberdade britânica e, posteriormente, da norte-americana. O propósito original da Magna Carta era proteger os direitos dos barões ingleses, mas estes mesmos direitos acabaram sendo concedidos a outros grupos sociais. Os direitos instituídos pela Magna Carta foram:

Impostos e direitos -objetivo da carta magna

A Magna Carta instituiu que a monarquia inglesa não poderia criar impostos em seu próprio benefício. A monarquia precisaria da aprovação de governantes que representassem o povo para poder impor impostos.

 

A Magna Carta estabeleceu que nenhuma pessoa livre poderia ser aprisionada, desapropriada ou banida sem antes ser condenada, devida e legalmente, por um júri. Nenhuma pessoa poderia ser presa sem que antes fosse provada a sua culpa, em um tribunal.

O objetivo da Magna Carta era limitar o poder real. Os monarcas deviam governar de acordo com a lei e não segundo seus caprichos.

O Estabelecimento da Monarquia Limitada

Quando foi criado o parlamento inglês, outros limites foram impostos à monarquia inglesa. O Parlamento seguia as tradições anglo-saxônicas: antes de tomar decisões, os governantes aconselhavam-se com outros líderes políticos. Guilherme, o Conquistador, pedia conselhos a oficiais, proprietários de terra e nobres ingleses.

Estes conselheiros se reuniam no Grande Conselho. Ao fim do século XIII, o Conselho começou a incluir pessoas da cidade e proprietários menos poderosos, criando assim um parlamento – uma organização oficial legislativa de representantes do povo inglês.

Com o passar do tempo, o Parlamento se dividiu em dois grupos, cada um denominado de “Casa”. A Casa dos Lordes (ou Câmara dos Lordes) era composta por bispos e nobres influentes. A Casa dos Comuns (ou Câmara dos Comuns) incluía proprietários de pouco território (geralmente cavaleiros) e habitantes das cidades.

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus 5

Fortalecimento do parlamento

O Parlamento governava a política financeira da Inglaterra e, portanto, seu poder cresceu muito no decorrer dos anos. Quando os monarcas ingleses pediam mais dinheiro ao Parlamento, o Poder Legislativo da Inglaterra reivindicava dos reis ainda mais poderes. Isto claramente fortalecia o Parlamento e enfraquecia a monarquia inglesa.

Em resumo, durante a Idade Média, a Inglaterra possuía um rei poderoso, um governo central e um estado unificado. Os direitos do povo eram assegurados pela Magna Carta e pelo Parlamento. Uma monarquia limitada foi instituída no país, limitando o poder do rei.

( Fonte)

Para reforçar aí está um vídeo para assistir, se divertir e aumentar o conhecimento!

7 Atividades para sala de aula : A formação dos Estados Europeus

1-Atividades para sala de aula : Questionário – Formação dos Estados Europeus

Responder questionários é uma forma de memorizar melhor as informações, e testar o que ficou dos estudos.

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Folha de exercício
  • Caneta

Passo a passo para a atividade: Questionário – Formação dos Estados Europeus

Distribua a folha de questionário e deixe a turma responder:

  1. Como surgiu a Língua Inglesa?
  2. Com respeito à reforma da Lei Inglesa, no ano de 1135, quem introduziu um sistema jurídico único para todo o país ?
  3. No ano 1215, os barões forçaram o rei João a assinar a Magna Carta, que significa “Grande Carta”, qual era a intenção desse documento?
  4. Durante o reinado de qual rei, o sistema de jurados começou a ser introduzido nos tribunais ingleses?
  5. Qual o nome do primeiro  herdeiro do trono inglês, conhecido como  Coração de Leão ?
  6. Qual o nome das rês tribos germânicas que invadiram a ilha

2-Atividades para sala de aula : Complete com nome correto – Formação dos Estados Europeus

Vamos descobrir qual palavra preenche os espaços abaixo, tornando as frases verídicas?

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Folha de exercício

Passo a passo para a atividade: Complete com nome correto  – Formação dos Estados Europeus

  1. Imprima as folhas com os exercícios e espalhe pela turma
  2. Deixe que respondam, e depois corrija com eles
  3. Os textos deverão ser completados com um dos nomes sugeridos logo abaixo

a) Em 1066, os normandos do norte da……….. invadiram a Inglaterra, próximo a uma vila na costa marítima chamada de………………...

  França  –   Polônia – Inglaterra –   Hastings.

b) O poder da monarquia ……………….. começou a diminuir nos últimos anos de domínio de Henrique II. Isto aconteceu, em parte, porque ……………… começaram a brigar para decidir quem se tornaria o próximo rei.

Inglesa –   Francesa- europeia – os nobres – seus filhos –

c) Com o passar do tempo, o Parlamento se dividiu em dois grupos, cada um denominado de ……… A …………………….. era composta por bispos e nobres influentes.

“Casa”   –  Casa dos Lordes (ou Câmara dos Lordes)-  convento secreto –  comitê

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus 6

3- Atividades para sala de aula : Pesquisa sobre culturas – Formação dos Estados Europeus

Vamos listar os principais países Europeus ?

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Folha
  • caneta
  • internet

Passo a passo para a atividade:  – Pesquisa sobe a  formação dos Estados Europeus

  1. Separe a turma em grupos
  2. Cada grupo ou dupla, ficará responsável para pesquisar sobre cada país europeu diferente.
  3. Tente encontrar diferenciais entre eles como: costumes, culinária, música, bandeira… algo que seja a marca registrada daquele país.
  4. Reúna os grupos para que apresentem seus trabalhos.

A troca de conhecimento, favorece a todos, tornando mais leve o aprendizado.

4- Atividades para sala de aula : Feira das nações Europeias- A formação dos Estados Europeus

A Europa tem 49 países agrupados, um diferente do outro. A pompa da Inglaterra, o gosto por orquestras, teatros e musicas clássicas da Russia, o perfume e charme, é uma marca dos franceses. Você sabe a origem do estrogonofe ?   e assim por diante. Vamos dar uma pesquisada e montar uma linda feira?

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Emborrachados
  • Tecidos
  • Vidros de perfumes …
  • Comidas típicas

Passo a passo para a atividade:  – Feira das nações europeias -A formação dos Estados Europeus

  1. Nessa atividade o primeiro passo, é a divisão dos grupos e pesquisa.

5-Atividades para sala de aula : Distinção- A formação dos Estados Europeus

Em alguns testes de QI ou concursos, saber distinguir o nome de países e seus continentes, podem te fazer  sair na frente!

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

Passo a passo para a atividade:  –  Distinção -Formação dos Estados Europeus

  1. Observe os nomes dos países abaixo,  risque aqueles que não pertencem ao continente Europeu.
  2. Escreva na linha abaixo  o nome deles, e o Continente ao qual pertencem.

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus 7

  1. …………………………………………………………………..
  2. …………………………………………………………………….
  3. ………………………………………………………………………
  4. ……………………………………………………………………….

6 Atividades para sala de aula : Tirando a sorte – A formação dos Estados Europeus

Guardar dados e fatos sobre alguns países podem fazer a diferença no momento de competir

7 atividades sobre A Formação dos Estados Europeus 8

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Papel
  • Caneta

Passo a passo para a atividade: Tirando a sorte  – Formação dos Estados Europeus

  1. Escolha entre 5 a dez países europeus  para serem estudados.
  2. Após realizarem o estudo
  3. Escreva em papeizinhos separados os nomes desses países europeus
  4. Faça o sorteio entre os alunos, pedindo que um deles vá dizendo um número do livro de chamada.
  5. Os alunos que forem sorteados, irão a frente e novamente irão tirar a sorte em um dos papeizinhos
  6. O nome do País que ele tirar, deverá falar alguma característica o que sabe sobre ele

É um meio de memorizar a história com maior facilidade

7- Atividades para sala de aula :  V ou F- A formação dos Estados Europeus

Esse tipo de atividade são feito de questões, que podem garantir o desempate por uma vaga na escola, faculdade ou até no emprego!

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Folha de Exercício
  • Caneta

Passo a passo para a atividade: V ou F – A formação dos Estados Europeus

  1. Coloque V ou F de acordo com a veracidade ou não das afirmativas

(  )  o continente europeu é o quarto mais populoso, do planeta, tendo aproximadamente 730 milhões de habitantes, o que equivale a 19% da população mundial.

(  )Existem 49 países dentro do continente europeu. O maior e mais populoso de todos é a Rússia, contendo mais de 17 milhões de quilômetros quadrados e 142 milhões de habitantes.

(  ) O menor país europeu é Portugal, possuindo apenas 44 hectares e uma população um pouco superior a 800 habitantes.

(  )  A Colômbia é um dos países europeus mais desenvolvidos.

Grandes lojas Unidas na Inglaterra

Fim

Então, que tal as atividades sobre a formação dos Estados Europeus? Embora reconheçamos que esse assunto é um pouquinho complicado para guardar, no entanto esperamos que tenha sido proveitoso para todos. Se desejarem ver mais atividades como essas, aproveitem , fiquem a vontade! Estejam sempre ligado na gente!

 Um abraço, e até breve!

10 Atividades sobre Verbos: Presente contínuo - Forma Interrogativa (Verbs: Present Progressive - Question form)

10 Atividades sobre Verbos: Presente contínuo – Forma Interrogativa (Verbs: Present Progressive – Question form)

Filme Online: Cook & Rilly’s Trained Rooster (1905) - Alice Guy-Blaché

Filme Online: Cook & Rilly’s Trained Rooster (1905) – Alice Guy-Blaché