Invasões bárbaras, ocorreram quando diversos povos que não falavam a mesma língua e não conheciam ou compactuavam com a cultura dos romanos, atacaram os territórios que pertenciam a Roma, apoderando-se de seu espaço e comercio.

7 Atividades sobre as invasões bárbaras

Os motivos das invasões eram variados, desde a ambição pelas terras  férteis  ao clima ameno e o próspero comércio dos romanos.

Resumo sobre as invasões bárbaras

A formação de um vasto império proporcionou aos romanos uma série de dificuldades ligadas à manutenção dos limites territoriais com outros povos europeus. Durante o século IV os povos germânicos foram gradativamente atraídos pela disponibilidade de terras férteis e o clima ameno das possessões romanas.

Paralelamente, essas populações também sofriam com a pressão militar exercida pelos hunos, habilidosos guerreiros mongóis que forçavam a entrada dos germânicos no Império Romano.

Naquele período, os romanos tinham o costume de chamar esses invasores estrangeiros de “bárbaros”. Essa palavra de origem grega era genericamente destinada a todo aquele que não tinha capacidade de assimilar a língua e os costumes romanos.

Apesar dessa distinção, as invasões bárbaras foram responsáveis diretas por um intenso intercâmbio cultural que modificou profundamente a formação étnica, política, econômica, linguística e religiosa do mundo ocidental.Inicialmente, a aproximação entre os romanos e bárbaros ocorreu de maneira pacífica ao longo da fronteira natural estabelecida pelo Rio Reno.

No século XII a.C., a tentativa de expansão dos territórios romanos estabeleceu o envio de tropas para as imediações do rio Elba. Tal ação poderia ser o primeiro passo para que o Império Romano pudesse estabelecer novos domínios na Germânia. Contudo, os povos dessa região acabaram impondo a fronteira romana para trás do rio Reno.

O plano de proteção falido

Progressivamente, o contato com os bárbaros permitiu a entrada de estrangeiros na própria estrutura de poder romana. Alguns germânicos eram contratados para realizar a guarda pessoal dos imperadores. Ao mesmo tempo, os povos que habitavam a fronteira foram reconhecidos como federados, tendo a função de evitar que outros povos estrangeiros adentrassem os domínios romanos.

Entretanto, no momento que os hunos atacaram as tribos germânicas, a entrada de estrangeiros se intensificou. Fugindo do terror imposto pelos hunos, os visigodos romperam a fronteira do Império e pediram ajuda das autoridades romanas. O Imperador Valente decidiu abrigá-los na Macedônia com a condição de garantirem a proteção das fronteiras daquela região.

Contudo, a presença dos visigodos se tornou uma ameaça no momento em que estes estrangeiros tentaram controlar politicamente o espaço macedônico. Logo em seguida, outras tribos buscaram a Europa como refúgio.

Observando a fragilidade militar dos romanos, algumas tribos germânicas vislumbraram a possibilidade de conquistar algumas partes do Império. Por volta de 402, o rei Alarico, da tribo dos visigodos, promoveu uma série de campanhas militares que deveriam conquistar a Península Itálica.

A tentativa de poupar Roma

Para que não tomasse a cidade de Roma, este monarca recebeu das autoridades romanas uma vultosa indenização em terras e tributos. Logo em seguida, os visigodos tomaram a Península Ibérica e a região sul da Gália.

Por volta de 406, as tribos germânicas dos quados, vândalos, suevos e alanos também adentraram o militarmente combalido território romano. Os vândalos conquistaram o norte da África e, sob o comando de Genserico, formaram seu reino com capital em Cartago. Em 455, aproveitaram de seu fortalecimento econômico e militar para saquear a cidade de Roma.

Os francos conquistaram a porção norte da Gália. Os burúngios, em 433, se fixaram na região do rio Ródano. Jutos, anglos e saxões promoveram em conjunto a conquista da ilha da Bretanha.

O Império Romano se mostrava todo desfigurado com a formação de novos reinos que tomaram toda Europa Ocidental. Aos romanos ainda restava o controle da Península Itálica. Contudo, no ano de 476, os hérulos, comandados pelo rei Odoraco, depuseram Rômulo Augústulo, o último imperador do Império Romano do Ocidente. ( Fonte)

Principais características das invasões bárbaras

1 Atividades para sala de aula – Cartão premiado -as invasões bárbaras

Saber mais e mais, nos garante sair na frente sempre que possível! O conhecimento trás alegria e segurança, então vamos aprender? De uma forma divertida e tranquila é mais fácil para guardar os dados, então vamos lá?

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Cartões impressos ou feitos com cartolina
  • Folha de resposta e caneta

Passo a passo para a atividade

  1.  Os alunos  poderão construir os cartões com cartolina, ou fazê-lo no computador, como preferirem.
  2. Os catões deverão ser feitos, de tal forma que de um lado tenha as numerações, ou cores, e do outro lado uma pergunta relacionada às guerras bárbaras, elaboradas pelo professor.
  3. Façam duplas, para melhor aproveitamento da turma
  4. Cada dupla poderá ter quantos cartões de perguntas quiserem, e um cartão coma as respostas ( 1  pergunta e outro  responde, revezando) Veja o exemplo abaixo:
  5. Assentados frente a frente na carteira, os  alunos deverão colocar os cartões com as cores ( ou números) voltados para cima, e as perguntas para baixo.
  6. um dos colegas escolherá a cor ou número e outro levantará o cartão escolhido, fará a pergunta, e lerá as opções de respostas
  7. O colega escolherá qual a resposta será mais adequada:  a)    b)    c)  ou d).
  8. Se ele acertar continuará , se errar, inverte e sua dupla é quem escolherá o número ou cor, e tentará responder.

Modelo de cartão:

É uma forma bem tranquila e divertida de aprender. Por certo eles irão gostar

2 Atividades para sala de aula – Encenação: As invasões bárbaras

“…as invasões bárbaras foram responsáveis diretas por um intenso intercâmbio cultural que modificou profundamente a formação étnica, política, econômica, linguística e religiosa do mundo ocidental. Inicialmente, a aproximação entre os romanos e bárbaros ocorreu de maneira pacífica ao longo da fronteira natural estabelecida pelo Rio Reno.”

Idade

14 anos

Material necessário

  • Acessórios para a encenação como tecidos coloridos dentre outros

Passo a passo para a atividade : Encenação

  1. Tendo como base o texto acima, organize um teatro, onde os alunos se caracterizem de alemães, franceses, africanos… Comerciantes que chegam a Roma e fazem amizades com o povo, de tal forma que fazem intercâmbios e acabam misturando as culturas.
  2. A turma poderá sortear dois ou três grupos para produzirem as peças e os demais julguem qual ficará melhor
  3. Deem nota sobre: melhor roteiro, melhor figurino e melhor atuação
  4. Ganha , o grupo que tiver maior conceito.

Será uma ótima oportunidade para os alunos também despertarem suas aptidões artísticas.

3 Atividades para sala de aula: Vamos pesquisar? – As invasões bárbaras

Francos e Germânicos, quem eram os bárbaros que atacaram Roma? Nessa atividade, desafio  você a decifrar quem eram eles.

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Caderno
  • Caneta

Passo a passo para a atividade : Vamos pesquisar

  1. Separe a turma em grupos
  2. Um dos grupos irá pesquisar quem são Germânicos, outro grupo pesquisará os Francos,dizendo quem são eles e se ainda existem. O terceiro grupo pesquisará qual o principal tipo de mercadoria eles comerciavam e qual cultura possuíam que veio a contagiar Roma.
  3. Marque um dia para realizar as apresentações e vejam quanto aprendizado é possível absolver.

Bom trabalho!

4 Atividades para sala de aula : Coloque V ou F – As invasões bárbaras

As vezes não compensa abrir as portas de casa para estrangeiros, eles poderão entrar e dominar tudo!

Idade

A partir de 14 anos

Material necessário

  • Caderno ou Folha de exercícios
  • caneta

Passo a passo para a atividade: Coloque Vou F

  1. Reparta entre os alunos a folha de exercícios
  2. Deixe os alunos resolverem

Coloque Vou F

 (  ) Lentamente os bárbaros foram desenvolvendo contato com os romanos, e isso facilitou a entrada dos estrangeiros na própria estrutura romana.

(  ) Alguns germânicos eram contratados para realizar a guarda pessoal dos imperadores.

(  ) Os povos que habitavam a fronteira foram reconhecidos como federados, tinham a função de evitar que outros povos estrangeiros adentrassem os domínios romanos.

(  ) Quando os  hunos atacaram as tribos germânicas, a entrada de estrangeiros em Roma tornou-se ainda maior.

(  ) Fugindo do terror imposto pelos romanos, os visigodos romperam a fronteira do Império e pediram ajuda das autoridades Hunas.

( )O Imperador Valente decidiu abrigar os Hunos na  Macedônia em troca eles deveriam  garantir a proteção das fronteiras daquela região.

Atenção e produção, conhecimento em ação!

5 Atividades para sala de aula : Quem foi Alarico -As invasões bárbaras

Quem foi o rei Alarico, da tribo dos visigodos ?  Sabe-se que ele promoveu uma série de campanhas militares para conquistar a Península Itálica, e o que mais se sabe sobre ele e seu povo? Vamos pesquisar?

Idade

A partir de 14 anos

Material necessário

  • Internet
  • Caderno
  • Caneta
  • Impressora

Passo a passo para a atividade: Quem foi Alarico

  1. Assista o vídeo acima junto com a turma ( se possível)
  2.  Peça que abram uma roda e discutam sobre o procedimento de Alarico
  3. Peçam que escrevam suas conclusões, após discutirem , cada qual dando sua opinião sobre ele.

Você já teve curiosidade em saber mais sobre ele? Essa atividade promete!

6 Atividades para sala de aula – Jogando dados – As invasões bárbaras

Idade

Material necessário

  • Caixa de papelão
  • Papel para encapar
  • Pincel atômico para escrever

Passo a passo para a atividade – Jogando os dados

  1. Construam um dado gigante utilizando uma caixa de papelão e a encapando, numere e coloque letras em cada lado.
  2. Faça e uma folha, um questionário com perguntas sobre a invasão bárbara e o segure em suas mãos.
  3. Peça aos alunos para lerem e resolverem em casa, antes do dia da atividade.
  4. Abra uma roda junto com os alunos, e jogue o dado
  5. Olhe na chamada o número correspondente, e faça a primeira pergunta, anotando o nome do aluno sorteado e se ele acertou ou não.
  6. Após os primeiros números saírem, peça  que um dos alunos fale um número de 1 a 3 e jogue novamente o dado, multiplicando ou somando os números, para obter o numero de chamada de outros alunos.
  7. Repita a operação até que as perguntas se esgotem
  8. Não repita as perguntas  que tiverem respostas erradas. Reserve-as e no final discuta elas com a turma, dando a resposta certa, e fazendo comentários para que guardem .

Sempre existem meios mais criativos para guardarem dados mais complexos!

7 Atividades para sala de aula – Bilhetinho premiado: As invasões bárbaras

 

Idade

12 anos

Material necessário

  • Papel
  • Caneta

Passo a passo para a atividade – Bilhetinho premiado

  1. Cada aluno deverá elaborar sua pergunta, sobre  as invasões bárbaras e escrevê-las em um papel.
  2. Abra um círculo e coloquem um som ou cantem uma música, enquanto vão passando o bilhete de mão em mão.
  3. Quando o professor gritar “pausa”,  os alunos pegarão o bilhete que parou em suas mãos.
  4. Eles deverão fazer uma tentativa de responder a pergunta. Aqueles que acertarem, poderão ser aplaudidos, ou receberem um brinde.

Essa é uma dinâmica que trará oportunidade de crescer em conhecimento

Fim

Gostou das atividades sobre a invasão bárbara? esperamos que tenha sido útil e te ajude na elaboração de seu plano de aula ou estudos, para avaliações, Enem e Vestibular dentre outros. Se desejarem ver mais atividades sobre os povos antigos, já postamos outros e continuaremos a trazer mais história, portanto, fique ligado na gente, pois com o Demonstre, você vai longe!

Um grande abraço, e até breve!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.