7 atividades sobre: O Tráfico Negreiro

0

O Tráfico negreiro na verdade, foi um sequestro! Sim, a captura desmedida de pessoas com peles negras tiradas do próprio lar, levadas como se fossem animais para terras distantes, a fim de serem usados como objetos, que produziriam riquezas, para homens sem escrúpulos.

Muitos foram enganados, deturpados, e sem direito de defesa, vendidos e comprados como mercadoria por longo espaço de tempo, até que  a justiça foi feita.

7 atividades sobre: O Tráfico Negreiro

Para aprendermos mais sobre o assunto trouxemos 7 atividades para serem feitas em sala de aula, as quais darão uma noção do que acontecia.

Resumo sobre o Tráfico negreiro

Navio negreiro tornou-se o nome pelo qual ficou conhecido o barco que transportavam os negros, os quais estavam sendo levados, ao trabalho escravo no continente americano, entre os séculos XVI e XIX.

Uma enorme falta de senso, humanidade e ganancia, faziam ricos negociantes, levarem nossos semelhantes ao caminho da dor sem explicação. De acordo com a história, o primeiro embarque registrado de africanos escravizados aconteceu em 1525 e o último em 1866.

Mas como aqueles negros se permitiram ser escravizados? Eles não reagiram ao serem pegos?

Um jornalista por nome de Paulo Lúcio, traz um comentário muito interessante, que pode mesmo ilustrar o que aconteceu.  Ele nos traz uma história que faz bastante sentido. Já que, em tempos passados, era comum, a invasão de cidades por forças armadas mais potentes, as quais dominavam o território e escravizavam o povo.

Nesse caso, os responsáveis pela escravização dos negros, deveriam ser, certamente os europeus. Vejamos:

Como o negro se tornou escravo

No caso da escravidão, os negros optaram por capturar os negros. Os europeus tinham força suficiente para escravizarem os negros por conta própria. Porém, acharam melhor jogar uma tribo contra outra.

Tendo em vista que havia muitas rivalidades entre elas. Disputa por territórios. Questões políticas e religiosas. Os europeus aproveitaram dessas disputas para conseguir escravos sem precisar se arriscar. Ofereciam para as tribos armas e dinheiro.  Em troca de escravos.
 
Tem uma história muito curiosa de um desses acordos. Certa vez, os portugueses chegaram numa tribo para fazer um acordo.   Prometendo um monte de vantagens. Sem muita escolha, afinal, aceitava o acordo ou lutava contra os portugueses ou com a tribo financiada por eles, essa tribo acabou aceitando a parceria.

  Para selar esse acordo, os portugueses convidaram membros da tribo para uma grande festa. A festa ocorreu dentro de um navio português.  Os negros que foram comeram e beberam a noite toda. Como já estavam dentro do navio, desarmados e embriagados, os portugueses, fizeram deles escravos. Foi à captura mais rápida e barata da história da escravidão.( fonte)

Tráfico Negreiro

Até o início do século XVIII, antes das leis que começaram a proibir o comércio de escravos, os negros era tratados como uma mercadoria semelhante a qualquer outra.

Assim, os escravizados eram transportados nos porões dos navios onde permaneciam confinados em viagens que poderiam durar dois meses, até a chegada ao destino.

Eram embarcados à força e aprisionados em porões que mal davam para permanecerem sentados. Os africanos escravizados eram mantidos nus, separados por sexo e os homens permaneciam acorrentados a fim de evitar revoltas. Já as mulheres, sofriam violência sexual por parte da tripulação.

Por vezes era permitido que pequenos grupos subissem ao convés para um banho de sol. Havia também o sadismo por parte da tripulação que obrigava os escravizados a dançarem ou os submetiam a humilhações diversas.

Calcula-se que, de 1525 a 1866 12,5 milhões de indivíduos (estima-se que 26% eram ainda crianças) foram transportados como mercadoria para os portos americanos.

Destes, cerca de 12,5% (1,6 milhão) não sobreviveram à viagem. É importante ressaltar que este número se refere apenas a quem morreu ainda durante a viagem.

Esse foi o maior deslocamento forçado da história registrado até o momento ( Fonte )

Doenças

As principais causas de mortes estavam relacionadas a problemas gastrointestinais, escorbuto e doenças infectocontagiosas – que também atingiam a tripulação.

Revoltas

Outro fator que contribuía para o elevado número de mortes eram os castigos aplicados aos revoltosos.Grande parte dos escravos era obrigada a presenciar a punição a fim de que eles fossem persuadidos de não tentarem o mesmo.

A mais conhecida foi a do navio “Amistad” em 1839 que teria sua estória levada ao cinema. No entanto, outras revoltas como a do barco “Kentucky”, de 1845, foi sufocada e todos os negros jogados ao mar.

Fim do Tráfico Negreiro

As condições dos navios pioraram à medida em que o mercado internacional mudou o rumo e deixou de considerar lucrativa a captura e encarceramento dos negros africanos.

A partir de 1840 (um século depois de se tornar a principal comerciante de escravos do mundo), a Inglaterra passou a coibir o transporte negreiro.Com a mudança da concepção sobre a escravidão humana, esta atividade passou a ser considerada como tráfico negreiro.

Parte da frota britânica passa a fiscalizar as rotas e a capturar os navios negreiros. Para não serem pegos em flagrante, muitas vezes os capitães ordenavam que se jogasse a “carga” – vidas humanas – ao mar.

Para compensar a vigilância britânica, os traficantes aumentaram a quantidade de cativos por navio. Isto reduziu drasticamente as condições sanitárias e estruturais das viagens, aumentando o sofrimento e o número de óbitos. ( fonte)

7 atividades sobre: O Tráfico Negreiro

Após lermos de forma reduzida, o absurdo que foi o tráfico negreiro, vamos partir para as atividades? As mesmas, contam ainda com videos de filmes  que irão mostrar um pouco melhor como acontecia.

1- Atividades sobre: O Tráfico Negreiro -Pesquisa de Campo

Sabia que a escravidão é muito antiga? Não eram apenas os negros que sofreram com ela, bem antes, essa era uma forma de reinos, quando guerreavam, ao vencerem uma cidade, tomar as pessoas mais fortes e jovens para trabalharem como seus escravos.

Dessa forma, eles comiam mal, recebiam punições, e ainda tinham que trabalhar duramente até morrer. Isso caso não fugissem, ou encontrassem algum meio de comprar a própria liberdade. O que em alguns casos, não adiantava muito, pois passavam a conviver com o preconceito.

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Papel
  • Caneta

Passo a passo para a atividade sobre o Tráfico Negreiro

  1. Divida a turma em grupos
  2. metade dos grupos farão pesquisa de campo, tentando encontrar descendentes de escravos, que tenham relatos interessantes para contar. Eles poderão escrever, filmar ou gravar os relatos,  (com autorização dos entrevistados é claro )
  3. A outra metade dos grupos farão pesquisa online ou em livros sobre a origem da escravidão, como funcionava na antiguidade, mostrando que não eram apenas negros que eram escravizados.

A mente humana poderá ser facilmente dominada pelo sentimento de maior valia, e dessa forma, o homem ao torna-se soberbo autoritário e insensível, leva aos demais a acreditarem que lhes são inferiores, e que portanto, não fazem mais do que a obrigação  quando lhe servem de capacho.  Quem teria coragem de acordar essa gente?

2 – Atividades sobre: O Tráfico Negreiro – Debate em sala de aula

Aqui temos  um filme magnífico, o qual deveria ser visto por todos, não apenas em questão de denunciar o racismo, mas para mostrar o quanto essa questão era e ainda é muito séria. Assistam e tirem suas conclusões

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

Passo a passo para a atividade sobre o Tráfico Negreiro

  1. Essa atividade será bem interessante, mas, deverá ser realizada com bastante cuidado e pensamento aberto, a fim de que não cause contendas.
  2. Tentem encontrar o filme completo, e dentro das possibilidades assistam juntos na escola. Logo após assistirem divida a classe.
  3. Separe a turma em dois grupos, um deverá representar os negros, e o outro representará a classe dos ricos negociantes, os que compram e vendem escravos.
  4. Levante um líder em cada lado, serão eles que debaterão
  5. Um dos grupos será a favor do sequestro, compra e venda dos escravos, o outro defenderá os negros e tentará justificá-los
  6. Após o debate, peça que cada aluno coloque no papel o que sentiu em relação ao filme.

Existem fatos que não dá para explicar perfeitamente por qual motivo acontecem, mas, a corda sempre arrebenta do lado mais fraco!

3- Atividades sobre: O Tráfico Negreiro – Poeta dos negros: Castro Alves

Castro Alves foi considerado um poeta que possuía vasta inspiração, para escrever sobre a escravidão. Vamos conhecer um pouco sobre ele e algumas de suas obras?

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Caderno
  • Caneta

Passo a passo para a atividade sobre o Tráfico Negreiro

  1. Os aluno deverão se dividirem para a tarefa,que constará de pesquisa bibliográfica e das obras
  2. Um grupo ou dois, pesquisarão sobre a vida de Castro Alves, escrevendo um breve documentário
  3. Outros grupos, pesquisarão sobre seus poemas, e copiarão alguns para mostrarem a turma
  4. No final abram uma roda e discutam sobre o papel desse poeta para a sociedade.

Enquanto houverem pessoas inspiradas, a humanidade terá sua história contada.

4 -Atividades sobre: O Tráfico Negreiro – Complete as frases

Outro fator que contribuía para o elevado número de mortes eram os castigos aplicados aos revoltosos.Grande parte dos escravos era obrigada a presenciar a punição a fim de que eles fossem persuadidos de não tentarem o mesmo.

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Folha de exercício
  • Caneta

Passo a passo para a atividade sobre o Tráfico Negreiro: Complete as frases

  1. Distribua a folha de exercícios e deixe que os alunos completem as frases

a)  A partir de 1840 (um século depois de se tornar a principal comerciante de escravos do mundo), a……………………………… passou a coibir o transporte negreiro.

( Inglaterra, França, Colômbia, EUA )

b) As principais causas de mortes dos escravos nos navios, estavam relacionadas a problemas………………………., …………………..e ……………………..  que também atingiam a tripulação.

( gastrointestinais, escorbuto e doenças infectocontagiosas ) ( meningite, gripe, sarampo )

c) Os escravizados eram transportados nos porões dos navios onde permaneciam confinados em viagens que poderiam durar ………………………., até a chegada ao destino.

( Dois anos,  oito meses,  dois meses)

5- Atividades sobre: O Tráfico Negreiro – Criar uma canção

Assistam esse vídeo e se surpreendam, com o que acontecia em certo navio negreiro

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Papel
  • Caneta

Passo a passo para a atividade sobre o Tráfico Negreiro – Criar uma canção

  1. Essa atividade levará os alunos a uma experiencia fenomenal!
  2. Assistam o vídeo acima, pois ele mostra como através do sussurro de escravos em maus tratos no fundo do navio, o comandante foi inspirado a compôr.
  3. Em grupos ou de forma individual, eles deverão criar uma canção ( De preferencia com poemas referentes ao sofrimento dos escravos)
  4. Preparem o dia da apresentação, com microfones, instrumentos musicais ou play back.
  5. Vale também uma parodia, onde um poema original, criado pelo grupo possa aproveitar uma melodia já conhecida.

Por certo essa atividade será um Show!

6 -Atividades sobre: O Tráfico Negreiro – Construção textual: O fim da escravidão

Você sempre ouviu falar que a princesa Isabel foi responsável pela abolição da escravatura, não foi assim? No entanto assista o vídeo abaixo e tire suas conclusões

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Papel
  • Caneta

Passo a passo para a atividade sobre o Tráfico Negreiro – Construção textual : O fim da escravidão

  1. Após assistir o comentário feito acima, convide os alunos a realizarem uma construção textual, onde tenha a liberdade de apresentarem suas opiniões sobre a abolição da escravatura.
  2. Será que foi mesmo a princesa piedosa e boazinha que resolveu dar liberdade aos escravos, ou eles conquistaram tudo se sacrificando e trabalhando para que pudessem ser livres?
  3. Após construírem os textos, oriente aos alunos que troquem suas composições, para que sejam lidos uns pelos outros.

Esperar pela atitude de alguns para que tenhamos sucesso poderá não funcionar. O melhor mesmo é desbravarmos o caminho em busca de nossos objetivos.

7- Atividades sobre: O Tráfico Negreiro – Marque V ou F

Verdade ou falsa, descubra a mensagem exata!

Idade

A partir de 12 anos

Material necessário

  • Folha de exercício
  • Caneta

Passo a passo para a atividade sobre o Tráfico Negreiro- Marque com V ou F

  1. Distribua as folhas de exercício e deixe que os alunos resolvam as questões
  2. Marque com V ou F

(   )  Os escravos eram transportados nos porões dos navios onde permaneciam confinados em viagens que poderiam durar seis meses, até a chegada ao destino

(     ) A partir de 1840 (um século depois de se tornar a principal comerciante de escravos do mundo), a Inglaterra passou a coibir o transporte negreiro.

(      ) As principais causas de mortes dos escravos ao serem transportados em condições precárias, estavam relacionadas a problemas gastrointestinais, escorbuto e doenças infectocontagiosas – que também atingiam a tripulação.

(    ) Até o início do século XVIII, antes das leis que começaram a proibir o comércio de escravos, os negros era tratados como uma mercadoria semelhante a qualquer outra

O tráfico de escravos foi uma das maiores injustiças que poderiam ter planejado em tempos antigos.

Fim

Gostaram das atividades sobre o Tráfico Negreiro? Espero que ele venha contribuir para seu sucesso na vida de estudante. Se quiser conhecer mais atividades como essa, temos outras, basta acessá-las. Não deixe de nos acompanhar, faremos o possível para oferecer-lhe conteúdo instrutivo.