Olá pessoal hoje o demonstre traz 8 “Cantigas de Amor” para serem trabalhadas em sala de aula, de Maneira

Cantigas de Amor

Amor é um sentimento de carinho e demonstração de afeto que se desenvolve entre seres que possuem a capacidade de o demonstrar.

Modinha – Apresentação Cantiga de Amor

É uma cantiga de amor de Cecilia Meireles que envolve o amor com a saudade que está sentido.

Modinha- Letra da Cantiga de Amor

Tuas palavras antigas
Deixei-as todas, deixei-as,
Junto com as minhas cantigas,
Desenhadas nas areias.

Tantos sóis e tantas luas
Brilharam sobre essas linhas,
Das cantigas — que eram tuas —
Das palavras — que eram minhas!

O mar, de língua sonora,
Sabe o presente e o passado.
Canta o que é meu, vai-se embora:
Que o resto é pouco e apagado.

Vídeo sobre Modinha:

Amor é fogo que arde sem se ver – Apresentação Cantiga de Amor

É uma cantiga amor de Luis Camões, que fal que o autor não consegue controlar o amor que sente pela pessoa amada.

Amor é fogo que arde sem se ver – Letra da Cantiga de Amor

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói, e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Vídeo Amor é fogo que arde sem se ver:

Amor é síntese – Apresentação Cantiga de Amor

Amor é uma cantiga de Myrtes Mathias, onde fala para uma referida pessoa que não se importe com seus defeitos.

Amor é síntese – Letra da Cantiga de Amor

Por favor, não me analise
Não fique procurando
cada ponto fraco meu
Se ninguém resiste a uma análise
profunda, quanto mais eu !
Ciumenta, exigente, insegura, carente
toda cheia de marcas que a vida deixou :
Veja em cada exigência
um grito de carência,
um pedido de amor !

Amor, amor é síntese,
uma integração de dados:
não há que tirar nem pôr.
Não me corte em fatias,
(ninguém abraça um pedaço),
me envolva todo em seus braços
E eu serei perfeita, amor!

Vídeo Amor é síntese:

O amor, quando se revela – Apresentação Cantiga de Amor

O amor, quando se revela é uma cantiga de amor de Fernando Pessoa, que fala de amor quando fica guardado em um lugar difícil de encontrar.

O amor, quando se revela – Letra da Cantiga de Amor

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p’ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente…
Cala: parece esquecer…

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P’ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar…

Vídeo O amor, quando se revela:

Ai Deus, e u é? – Apresentação Cantiga de Amor

Uma cantiga de amor que envolve flores a diversos tipos de sentimentos, apenas para demonstrar o amor.

Ai Deus, e u é? – Letra da Cantiga de Amor

Ai flores, ai flores do verde pinho,
se sabedes novas do meu amigo!
Ai Deus, e u é?
Ai, flores, ai flores do verde ramo,
se sabedes novas do meu amado!
Ai Deus, e u é?
Se sabedes novas do meu amigo,
aquel que mentiu do que pôs comigo!
Ai Deus, e u é?
Se sabedes novas do meu amado,
aquel que mentiu do que mi á jurado!
Ai Deus, e u é?
– Vós me preguntades polo vossamigo,
e eu ben vos digo que é sane vivo:
Ai Deus, e u é?
Vós me preguntades polo voss’amado,
e eu ben vos digo que é vive sano:
Ai Deus, e u é?
E eu ben vos digo que é sane vivo
e seerá voscanto prazo saído:
Ai Deus, e u é?
E eu ben vos digo que é vive sano
e seerá voscanto prazo passado:
Ai Deus, e u é?

Vídeo Ai Deus, e u é?:

ai flores do verde pino – Apresentação Cantiga de Amor

Uma cantiga com um linguagem e estrutura empregadas são simples, sendo marcadas pela forma paralelística, em que as coplas (conjunto de duas estrofes) apresentam versos de sentidos equivalentes.

ai flores do verde pino – Letra da Cantiga de Amor

Ai flores, ai flores do verde pinho,
se sabedes novas do meu amigo?
Ai Deus, e u é?
Ai flores, ai flores do verde ramo,
se sabedes novas do meu amado?
Ai Deus, e u é?
Se sabedes novas do meu amigo,
aquel que mentiu do que pôs comigo?
Ai Deus, e u é?
Se sabedes novas do meu amado,
aquel que mentiu do qui mi há jurado?
Ai Deus, e u é?
Vós me perguntardes polo voss’amigo,
e eu bem vos digo que é sã’e vivo.
Ai Deus, e u é?
Vós me perguntardes polo voss’amado,
e eu bem vos digo que é viv’e são.
Ai Deus, e u é?
E eu bem vos digo que é sã’e vivo
e seera vosc’ant’o prazo saído.
Ai Deus, e u é?
E eu bem vos digo que é viv’ e são
e seera vosc’ant’o prazo passado
Ai Deus, e u é?

Vídeo ai flores do verde pino:

Dom Dinis – Apresentação Cantiga de Amor

Dom Dinis é uma cantiga de amor bastante antiga e com sotaque de Portugal, com diversas palavras diferentes.

Dom Dinis – Letra da Cantiga de Amor

Quantos an gran coita d’amor
eno mundo, qual og’ eu ei,
querrian morrer, eu o sei,
o averrian én sabor.
Mais mentr’ eu vos vir’, mia senhor,
sempre m’eu querria viver,
e atender e atender!
Pero já non posso guarir,
ca ja cegan os olhos meus
por vos, e non me val i Deus
nen vos; mais por vos non mentir,
enquant’ eu vos, mia senhor, vir’,
sempre m’eu querria viver,
e atender e atender!
E tenho que fazen ma-sen
quantos d’amor coitados son
de querer as morte, se non
ouveron nunca d’amor ben
com’eu faç’. E, senhor, por én
sempre m’eu querria viver,
e atender e atender!

Vídeo Dom Dinis:

FIM

Bom pessoal chegamos ao fim de mais uma lista de cantigas, e hoje foi as Cantigas de Amor, espero que tenham gostado. se gostou compartilhe nas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.