in

A índia, a china, os hebreus, os fenícios e os persas

A índia, a china, os hebreus, os fenícios e os persas 3

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso de práticas históricas, e nesse post vamos trabalhar com “A índia, a china, os hebreus, os fenícios e os persas “.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas corporais, que demonstram como estão se sentindo.

A índia, a china, os hebreus, os fenícios e os persas

Todas essas foram civilizações que contribuíram muito para o desenvolver do mundo que são representadas em vários livros da historia, mostrando suas características e seus ensinamentos.

A índia, a china, os hebreus, os fenícios e os persas 1

Nessas civilizações tiveram muitas desavenças, com brigas por terras, escravidão, problemas com agricultura.

A civilização do vale do indo

Civilização do Vale do Indo foi uma civilização da Idade do Bronze (3300-1300 aC, período maduro 2600-1900 aC) principalmente nas regiões do noroeste da Ásia Meridional, estendendo de o que é o atual nordeste do Afeganistão e noroeste de Paquistão e Índia. Foi uma das três primeiras civilizações do Velho Mundo, e das três, a mais difundida.

Imagem relacionada

A aridificação desta região durante o terceiro milênio aC pode ter sido o estímulo inicial para a urbanização deste povo, mas eventualmente também reduziu o suprimento de água o suficiente para causar a morte da civilização e espalhar sua população para o leste

Cultura

A civilização harapense é chamada às vezes a cultura harapense madura para distingui-la entre estas culturas. A partir de 1999, mais de 1.056 cidades e assentamentos foram encontrados, dos quais 96 foram escavados, principalmente na região geral dos rios Indo e Gagar e seus afluentes.

Vídeo sobre a civilização do vale do indo:

https://www.youtube.com/watch?v=6mTWxT5IFgU

A civilização clássica indiana

A história da Índia tem início, com o registro arqueológico, da presença do homo sapiens há cerca de 34 000 anos. Uma civilização da Idade do Bronze emergiu em época aproximadamente contemporânea às civilizações do Oriente Médio. Como regra, a história da Índia abrange todo o subcontinente indiano, correspondente às atuais República da Índia, Paquistão, Bangladesh, Sri Lanca, Nepal e Butão.

Imagem relacionada

A civilização do Vale do Indo surgiu no século XXXII a.C. e atingiu a maturidade a partir do século XXV a.C. Seguiu-se-lhe a civilização védica. A origem dos indo-arianos é um ponto de relativa controvérsia. A maioria dos estudiosos acredita em algum tipo de hipótese de migração indo-ariana, segundo a qual os arianos, um povo semi-nômade possivelmente da Ásia Central ou do norte do Irã, teriam migrado para o noroeste do subcontinente entre 2 000 e 1 500 a.C..

Marcos da Civilização

Os nascimentos de Mahavira e de Buda no século VI a.C. marcam o começo da fase mais bem registrada da história indiana. Pelos 1500 anos seguintes, a Índia produziu a sua civilização clássica e, segundo alguns historiadores, a maior economia do mundo antigo entre os séculos I e XV d.C., ao controlar entre um-terço e um-quarto da riqueza mundial até a época mogol, após o quê declinou rapidamente sob domínio britânico.

Vídeo sobre a civilização clássica indiana:

Reações contra o sistema de castas

A divisão da sociedade em castas é determinada a partir da hereditariedade. As castas se definem de acordo com a posição social que determinadas famílias hindus ocupam. Fator que estabelece um tipo de “hierarquia” social marcada por privilégios e deveres.

Resultado de imagem para sistema de castas

Em um primeiro momento existiam somente quatro tipos de castas na Índia, que eram: os brâmanes (composta por sacerdotes), xatrias (formada por militares), vaixias (constituída por fazendeiros e comerciantes) e a mais baixa, os sudras (pessoas que deveriam servir as castas superiores).

Novas crenças religiosas

As castas apresentam quatro tipos distintos, são os brâmanes (camada mais importante, é composta por sacerdotes), xátrias (formada por militares), vaixias (constituída por comerciantes e fazendeiros) e os sudras (composta pela camada inferior e que deveria servir as camadas superiores). Uma vez que um indivíduo compõe uma determinada casta ele dever permanecer nela, pois a mudança é reconhecida como uma ofensa à religião praticada.

Vídeo sobre Reações contra o sistema de castas:

A origem da civilização chinesa

A civilização chinesa possui mais de quatro mil anos de idade. Estes registros atestam a condição de uma das mais antigas e importantes civilizações de todo o mundo.

Resultado de imagem para civilização chinesa

Os registros mais remotos do povo chinês comprovam a sua formação múltipla marcada pela influência de vários povoados que habitaram pioneiramente o território e estabeleceram-se nas proximidades do rio Amarelo.

invenções Chinesas

São eles os inventores da pólvora, do compasso, das primeiras prensas e da medicina. Entretanto, na Idade Contemporânea, a superioridade do Império Chinês foi abalada pelo contato com as nações europeias envolvidas no processo de expansão da economia industrial. Durante o século XIX, a ação imperialista acabou estabelecendo uma série de conflitos que colaboraram para um novo período da história chinesa. Os chineses então modernizaram suas instituições e, hoje, ocupam a categoria de potência mundial.

Vídeo sobre A origem da civilização chinesa:

O império chinês

A China era predominantemente agrária, situação que perdurou até a Revolução de 1949. Contudo, na China não se instalou o sistema feudal tal qual aconteceu na Europa. Os imperadores tinham controle sobre o país através de uma classe de funcionários recrutados por um sistema burocrático chamado de “sistema de exames”.

Resultado de imagem para império chinês

A economia era baseada na agricultura, e a sociedade era dividida em uma pequena porção de proprietários de terras e uma grande porção de camponeses. A última fase do sistema imperial foi marcada pela Dinastia Manchu, que foi de 1644 a 1911, neste período, o poder estava totalmente concentrado nas mãos dos imperadores que se sucederam no trono.

Como funcionava o Império Chinês

Os imperadores tinham controle sobre o país através de uma classe de funcionários recrutados por um sistema burocrático chamado de “sistema de exames”. A economia era baseada na agricultura, e a sociedade era dividida em uma pequena porção de proprietários de terras e uma grande porção de camponeses.

Vídeo sobre O império chinês:

Da idade do Bronze à idade do Ferro

A Idade do Bronze é um período da civilização no qual ocorreu o desenvolvimento da liga metálica, resultante da mistura de cobre com estanho.

Resultado de imagem para idade do Bronze

Iniciou-se no Oriente Médio em torno de 3300 a.C. substituindo o Calcolítico, embora noutras regiões esta última idade seja desconhecida e a do bronze tenha substituído diretamente o período neolítico. Na África subsaariana, o neolítico é seguido da idade do ferro.

(tópicos e características)

A idade do Bronze é classificada em 3, que são elas a idade inicial do bronze e idade média do Bronze.

No Antigo Egito, a Idade de Bronze começa no período protodinástico, c. 3150 a.C. A Idade do bronze arcaica do Egito, conhecida como a época Tinita, segue imediatamente a unificação do Baixo e Alto Egito, c. 3100 a.C. É geralmente considerado abrangendo as primeira e Segunda dinastias, com duração a partir do período protodinástico do Egito até cerca de 2686 a.C., ou o início do Império Antigo.

O Império Médio durou de 2055-1650 a.C. Durante este período, a culto fúnebre a Osíris ascendeu para dominar a religião popular egípcia. O período compreende duas fases: a 11ª Dinastia, que governou de Tebas, e a 12ª[4] e 13ª dinastias que foram centradas em torno de el-Lisht. O império unificado já foi considerado como compreendendo as 11ª e 12ª dinastias, mas historiadores atuais pelo menos parcialmente consideraram a 13ª dinastia como pertencente ao Império Médio.

Vídeo sobre Da idade do Bronze à idade do Ferro:

https://www.youtube.com/watch?v=GEMqoFhGfk4

Os hebreus

Os Hebreus foram um povo semítico da região do Levante, localizado no Oriente Médio. O etnônimo também foi utilizado a partir do período romano para se referir aos judeus, um grupo étnico e religioso de ascendência hebraica.

Resultado de imagem para hebreus

Acredita-se que, originalmente, os hebreus chamavam a si mesmos de israelitas, embora esse termo tenha caído em desuso após a segunda metade do século X a.C.

Origem dos êxodos

Êxodo a história da saída dos israelitas do Antigo Egito, tal como descrita na Bíblia hebraica. Stricto sensu, refere-se apenas à fuga dos israelitas do Egito tal como descrita no Livro do Êxodo; lato sensu, pode abranger também as posteriores legislações e andanças pelos desertos que separam o Egito de Canaã, descritas nos livros do Levítico, Números e o Deuteronômio.

Vídeo sobre Os hebreus e a origem dos êxodos:

Os hebreus antigos: sociedade

Após a morte de Moisés, os hebreus chegaram à palestina e, sob a liderança de Josué, que cruza o rio Jordão, combate com os cananeus que então habitavam a terra prometida. Vencidos os cananeus, os israelitas se estabelecem na Palestina. Nessa temo, o povo hebreu estava dividido em 12 tribos (“os doze filhos de Israel”), que viviam em clãs compostos pelos patriarcas, seus filhos, mulheres e trabalhadores não livres.

Resultado de imagem para hebreus

As principais lideranças deste período foram os juizes: Sansão, Otoniel, Gideão e Samuel, todos eram considerados enviados de Jeová, para comandar os Hebreus.

Política

A  união das doze tribos era difícil de ser conseguida e mantida, pois os juizes tinham um poder temporário e mesmo com a unidade cultural, (língua, costumes, e, principalmente religião), havia muita divisão política entre as tribos. Assim foi preciso estabelecer uma unidade política. Isto foi conseguido através da centralização do poder nas mãos de um monarca, Rei, o qual teria sido escolhido por Jeová para governar.

Vídeo sobre os hebreus antigos:

A civilização marítima dos fenícios

A Civilização Fenícia desenvolveu-se na região litorânea noroeste do Oriente Médio, onde hoje se localiza o litoral da Síria e do Líbano. O início da ocupação da região ocorreu por volta do ano 3000 a.C., mas o apogeu das cidades fenícias efetuou-se entre 1200 a.C. e 900 a.C. Os fenícios tiveram como principais legados a criação do alfabeto e a navegação.

Resultado de imagem para fenícios

 A falta de terras férteis em abundância, contrariamente ao que ocorria na Mesopotâmia e Egito, levou-os a se dedicarem à troca de produtos com diversos povos da Antiguidade.

Vídeo sobre a civilização marítima dos fenícios:

Civilização persa

A civilização persa foi uma das mais expressivas civilizações da Antiguidade. A Pérsia situava-se a leste da Mesopotâmia, num extenso planalto onde hoje corresponde ao Irã, localizado entre o golfo Pérsico e o mar Cáspio.

Resultado de imagem para O império persa

o contrário das regiões vizinhas, possuía poucas áreas férteis.

O império persa

Ciro inaugurou o chamado império persa. Com o aumento da população, houve a necessidade da expansão geográfica. Ciro, o Grande (560-530 a.C.), tornou-se rei dos medos e persas, após haver conquistado Ecbátana e destronado Astíages (555 a.C.). Conquistou também a Babilônia (539 a.C.). O império ia desde o Helesponto até as fronteiras da Índia.

Ciro não proibia as crenças nativas dos povos conquistados. Concedia alguma autonomia  para as classes altas, que governavam as regiões dominadas pelos persas, mas exigia, em troca, homens para seu exército, alimentos e metais preciosos. Ciro morreu em 529 a.C.

Vídeo sobre o império persa:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas históricas, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Um em inglês - significado e aplicações

Um em inglês – significado e aplicações

História da Branca de Neve 3

História da Branca de Neve