Olá, como sabemos a literatura está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na nossa vida, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de A literatura do Romantismo ao Romance, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo literário que envolve diversos fatores.

A literatura do Romantismo ao Romance

O romantismo surgiu no início do século 19, na Alemanha, França e Inglaterra, num momento histórico em que as classes sociais, como as conhecemos hoje, se definiam.

O romantismo expressa, nas palavras de Karl Mannheim, os sentimentos dos descontentes com a nova ordem socioeconômica, isto é, com o capitalismo industrial.

Fausto, Johan Wolfgang von Goethe

É um poema trágico do escritor alemão Johann Wolfgang von Goethe, dividido em duas partes. Está redigido como uma peça de teatro com diálogos rimados, pensado mais para ser lido que para ser encenado. É considerado uma das grandes obras-primas da literatura alemã.

Resultado de imagem para Faust, Johann Wolfgang von Goethe

A criação da obra ocupou toda a vida de Goethe, ainda que não de maneira contínua. A primeira versão foi composta em 1775, mas era apenas um esboço conhecido como Urfaust (Proto-Fausto). Outro esboço foi feito em 1791, intitulado Faust, ein Fragment (Fausto, um fragmento), e também não chegou a ser publicado.

Johan Wolfgang von Goethe

Foi um autor e estadista alemão do Sacro Império Romano-Germânico que também fez incursões pelo campo da ciência natural. Como escritor, Goethe foi uma das mais importantes figuras da literatura alemã e do Romantismo europeu, nos finais do século XVIII e inícios do século XIX. Juntamente com Friedrich Schiller, foi um dos líderes do movimento literário romântico alemão Sturm und Drang.

Vídeo sobre Fausto, Johan Wolfgang von Goethe:

Contos maravilhosos infantis e domésticos

Uma obra que a editora preparou, além da edição convencional, uma outra especial, limitada.

Resultado de imagem para Contos maravilhosos infantis e domésticos

Esta tem capa dura revestida com tecido e luva em material transparente com impressão em serigrafia. A edição convencional, em brochura, vem em luva de papel cartão e traz na capa elementos icônicos das ilustrações.

Irmãos Grimm

Foram dois irmãos, ambos acadêmicos, linguistas, poetas e escritores que nasceram no então Condado de Hesse-Darmstadt, atual Alemanha. Os dois dedicaram-se ao registro de várias fábulas infantis, ganhando assim grande notoriedade, essa que, gradativamente, tomou proporções globais. Também deram grandes contribuições à língua alemã, tendo os dois trabalhado na criação e divulgação, a partir de 1838, do Dicionário Definitivo da Língua Alemã (o “Deutsches Wörterbuch”), que não chegaram a completar, devido a morte de ambos entre as décadas de 1850 e 1860.

Vídeo sobre Contos maravilhosos infantis e domésticos, Irmãos Grimm:

Orgulho e preconceito, Jane Austen

É um romance da escritora britânica Jane Austen. Publicado pela primeira vez em 1813, na verdade havia sido terminado em 1797, antes de ela completar 21 anos, em Steventon, Hampshire, onde Jane morava com os pais.

Resultado de imagem para Orgulho e preconceito, Jane Austen

Originalmente denominado First Impressions, nunca foi publicado sob aquele título; ao fazer a revisão dos escritos, Jane intitulou a obra e a publicou como Pride and Prejudice.

Jane Austen

Foi uma proeminente escritora inglesa. A ironia que utilizou para descrever as personagens de seus romances a coloca entre os clássicos, haja vista sua aceitação, inclusive na atualidade, sendo constantemente objeto de estudo acadêmico, e alcançando um público bastante amplo.

Vídeo sobre Orgulho e preconceito, Jane Austen:

Frankstein

É um romance de terror gótico com inspirações do movimento romântico, de autoria de Mary Shelley, escritora britânica nascida em Londres. É considerada a primeira obra de ficção científica da história.

Resultado de imagem para frankenstein, Mary Shelley

O romance relata a história de Victor Frankenstein, um estudante de ciências naturais que constrói um monstro em seu laboratório. Mary Shelley escreveu a história quando tinha apenas 19 anos, entre 1816 e 1817, e a obra foi primeiramente publicada em 1818, sem crédito para a autora na primeira edição.

Mary Shelley

Mary Wollstonecraft Shelley, nascida Mary Wollstonecraft Godwin, mais conhecida por Mary Shelley, foi uma escritora britânica, filha do filósofo William Godwin e da feminista e escritora Mary Wollstonecraft.

Vídeo sobre Frankstein, Mary Shelley:

Os três mosqueteiros, Alexandre Dumas

Os Três Mosqueteiros é um romance histórico escrito pelo francês Alexandre Dumas.

Resultado de imagem para Os três mosqueteiros, Alexandre Dumas

Inicialmente publicado como folhetim no jornal Le Siècle de março a julho de 1844, foi posteriormente lançado como livro, ainda em 1844, pelas Edições Baudry, e reeditado em 1846 por J. B. Fellens e L. P. Dufour com ilustrações de Vivant Beaucé.

Alexandre Dumas

Foi um romancista francês. Nasceu na região de Aisne, próximo a Paris. Era neto do marquês Alexandre Antoine Davy de la Pailleterie e de uma escrava (ou liberta, não se sabe ao certo) negra, Marie-Césette Dumas. Seu pai foi Thomas Alexandre Davy de la Pailleterie, mais conhecido como General Dumas, grande figura militar de sua época.

Vídeo sobre Os três mosqueteiros, Alexandre Dumas:

Narrativa da vida de Frederick Douglass

A autobiografia de Frederick Douglass, escravo fugido, abolicionista, defensor dos direitos da mulher e o primeiro negro candidado à vice-presidência dos EUA. O relato de Douglass é vívido e centrado na relação entre sua educação (ele era em grande parte autodidata) e sua liberdade.

Resultado de imagem para Narrativa da vida de Frederick Douglass

Há muitos anos o livro é empregado para ensinar tanto adolescentes quanto crianças (em versão infantil) americanas, e discutir temas como igualdade, preconceito, necessidade de letramento e temas afins.

Vídeo sobre Narrativa da vida de Frederick Douglass, Frederick Douglass:

Jane Eyre, Charlotte Bronté

jane Eyre é um romance da escritora britânica Charlotte Brontë publicado em 1847. O livro foi lançado originalmente em Londres, pela Editora Smith, Elder & Co., Cornhill, em 16 de outubro de 1847, em 3 volumes.

Resultado de imagem para Jane Eyre, Charlotte Bronté

Possui vários elementos da literatura gótica, tais como a ambientação em castelos, o clima de mistério sugerido pelo segredo do passado, a tragicidade dos personagens, no entanto, Jane Eyre é considerado uma obra primária do gênero Bildungsroman. A obra segue as emoções e experiências de sua heroína homônima, incluindo seu crescimento através da idade adulta e seu amor para o Sr. Rochester, o herói byroniano.

Charlotte Bronté

Foi uma escritora e poetisa inglesa, a mais velha das três irmãs Brontë que chegaram à idade adulta e cujos romances são dos mais conhecidos da literatura inglesa. Nasceu em Thornton, oeste de Bradford, West Yorkshire, Reino Unido no dia 21 de abril de 1816. Escreveu o seu romance mais conhecido, Jane Eyre com o pseudônimo Currer Bell.

Vídeo sobre Jane Eyre, Charlotte Bronté:

O morro dos ventos uivantes, Emily Bronté

Wuthering Heights (traduzido para português como O Morro dos Ventos Uivantes, O Monte dos Vendavais ou ainda Colina dos Vendavais), lançado em 1847, foi o único romance da escritora britânica Emily Brontë.

Resultado de imagem para O morro dos ventos uivantes, Emily Bronté

Hoje considerado um clássico da literatura inglesa, recebeu fortes críticas no século XIX.

Emily Bronté

Foi uma escritora e poetisa britânica, autora do romance Wuthering Heights (O Morro dos Ventos Uivantes), hoje considerado um clássico da literatura mundial. Era a segunda irmã mais velha das três sobreviventes irmãs Brontë, entre Charlotte e Anne. Ela escrevia sob o pseudônimo masculino Ellis Bell.

Vídeo sobre O morro dos ventos uivantes, Emily Bronté:

Moby Dick, Herman Melville

Moby Dick é um romance do autor estadunidense Herman Melville. O nome da obra é o do cachalote, que foi perseguido e sendo enfurecido, de cor branca, que havendo sido ferido várias vezes por baleeiros, conseguiu se defender e igualmente destruí-los. Originalmente foi publicado em três fascículos com o título de Moby-Dick ou A Baleia em Londres em 1851, e ainda no mesmo ano em Nova York em edição integral.

Resultado de imagem para Moby Dick, Herman Melville

O livro foi revolucionário para a época, com descrições intrincadas e imaginativas das aventuras do narrador – Ismael – suas reflexões pessoais e grandes trechos de não-ficção, sobre variados assuntos, como baleias, métodos de caça a elas, arpões, a cor branca (de Moby Dick), detalhes sobre as embarcações, funcionamentos e armazenamento de produtos extraídos das baleias.

Herman Melville

Foi um escritor, poeta e ensaísta estadunidense. Embora tenha obtido grande sucesso no início de sua carreira, sua popularidade foi decaindo ao longo dos anos. Faleceu quase completamente esquecido, sem conhecer o sucesso que sua mais importante obra, o romance Moby Dick, alcançaria no século XX. O livro, dividido em três volumes, foi publicado em 1851 com o título de A baleia e não obteve sucesso de crítica, tendo sido considerado o principal motivo para o declínio da carreira do autor.

Vídeo sobre Moby Dick, Herman Melville:

A casa soturna, Charles Dickens

É um romance de Charles Dickens escrito em 1853, considerado um de seus romances mais sombrios e solidamente construídos.

Resultado de imagem para A casa soturna, Charles Dickens

A mostra as imperfeições das leis, não só criticando contra as instituições inglesas do século passado, mas também promovendo uma melhor compreensão de seus problemas sociais.

Charles Dickens

Foi o mais popular dos romancistas ingleses da era vitoriana. No início de sua atividade literária também adotou o apelido Boz. A fama dos seus romances e contos, tanto durante a sua vida como depois, até aos dias de hoje, só aumentou. Apesar de os seus romances não serem considerados, pelos parâmetros atuais, muito realistas, Dickens contribuiu em grande parte para a introdução da crítica social na literatura de ficção inglesa.

Vídeo sobre A casa soturna, Charles Dickens:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a literatura, e hoje falamos de A literatura do Renascimento ao Iluminismo. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.