Olá pessoal, vamos falar sobre a história de A raposa e o porco espinho, e de como a vontade de ajudar sem dicernimento não vale nada. Preparados? Vamos lá!

Antes:
Curta nossa página no Facebook- www.facebook.com/demonstrec
Acesse nosso blog – https://demonstre.com/

Vamos para a fábula?

Anúncios do Demonstre que vão te interessar:

Primeiro anúncio:

Estamos com o nosso aplicativo de formação de professores baseado em QUIZ já na Google Play. Baixe agora e teste suas habilidade docentes.

https://play.google.com/store/apps/details?id=com.demonstre.quizapp

O aplicativo é gratuito e recebe um teste novo por semana. Ideal para quem quer revisar o conteúdo ou estudar para concurso.

Obs: o aplicativo é preparado com uma metodologia baseada em reflexão de tarefa, então, cada questão e resposta são apresentadas de maneira a validar e construir o conhecimento do usuário.

Segundo anúncio:

Compre o nosso ebook de atividades educativas para o mês de julho. Material 100 ilustrado, com atividades e roteiros de atividades únicas e focadas no ensino de leitura e escrito:

31 atividades escolares para o mês de julho

Clique aqui ou na imagem para comprar o ebook por apenas 10 reais!

Terceiro anúncio:

Continuamos com o projeto Poema de bom dia firme e forte, com mais de 30 publicações. Para ter acesso basta visitar o canal do Demonstre no Youtube: https://www.youtube.com/user/demonstrec ou clicar no play aqui na nossa playlist:

Para enviar o seu poema, basta encaminhar o mp3 + o texto para o e-mail: [email protected].

A raposa e o porco espinho – Fábula de Esopo

Uma Raposa precisava atravessar um caudaloso rio. No momento da travessia, foi surpreendida por uma forte enchente.

Lutando bravamente, ela conseguiu chegar na outra margem, estando quase sem fôlego. Exausta, caiu próxima do rio, satisfeita do seu empenho em sobreviver.

Não muito tempo depois, a Raposa foi atacada por um enxame de moscas que se alimentam de sangue, tentando pousar sobre  ela. Ainda fraca, conseguiu fugir de todas, escondendo-se em um canto.

Um Porco Espinho, observando todo o movimento, se colocou em ação para ajudar a pobre Raposa: “vou espantar estas moscas para você.”, disse o Porco Espinho com entusiasmo.

A Raposa, sussurrando, mas ainda assim com determinação em sua voz, respondeu:

“Não! Por favor, não me tenha por ingrata meu amigo, mas, não as perturbe. Elas já pegaram tudo aquilo de que precisavam. Se você as espanta, logo outro enxame faminto virá e irão tomar o pouco sangue que ainda me resta!”

Moral: Dependendo da situação o melhor remédio é a paciência. Precisamos saber discernir cada situação.

Autor: Esopo

Adaptação: Felipo Bellini Souza

Uma dos pontos mais interessentes, pequenos e nem tão pequenos, é que mais do que a intenção de ajudar, precisamos saber se aqueles a nossa volta estão mesmo necessitados, e quais as consequências que elas podem trazer. Praticar o discernimento é fundamental para se ter uma vida melhor.

FIM

Gostaram da fábula da raposa e o porco espinho? Então continuem acompanhando nosso canal, pois teremos ainda mais fábulas para vocês, e não deixe de visitar blog do Demonstre! Além de várias fábulas, temos lendas, dicas de estudo e muito mais material para vocês.

Muito obrigada por ter acompanhado mais esse post! Espero que tenha gostado! Deixe seu comentário com sua opinião e sugestões para o Demonstre! 😀

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.