Olá pessoal, prontos para mais uma data comemorativa. Hoje é dia do Agente fiscal.

O que é um agente fiscal?

O agente fiscal é o profissional que representa e aplica a lei de fiscalização da cobrança de impostos, dando suporte às ações do governo.

O Agente Fiscal está presente em todas as áreas da economia e da sociedade, como indústria, saúde, comércio, entretenimento, habitação e etc.

Dia do agente fiscal

A data do dia 02 de fevereiro é uma forma de homenagear esse profissional tão importante e que exerce um papel tão essencial na nossa sociedade.

O agente fiscal atua nas diferentes áreas de poder do Estado, podendo trabalhar nas esferas municipal, estadual e federal. Para se tornar um profissional de fiscalização (um agente fiscal), o interessado deverá passar em um concurso público.

Agora vamos a nossa lista de atividades de hoje, para celebrar o trabalho do agente fiscal.

Polícia e ladrão – Atividade para o dia do agente fiscal

Nessa atividade vamos trabalhar o conceito de autoridade que o nosso homenageado do dia exerce. Além de mostrar as nossas crianças que o policial também é um agente fiscal que trabalha na fiscalização das leis e regras da sociedade.

Recursos para a atividade:

  • Público- alvo: Crianças a partir de 4 anos.
  • Recursos: Folhas de papel A4, canetinhas, furador de papel e barbante
  • Objetivo: Trabalhar o conceito de autoridade e o respeito que se deve a elas.

Como fazer:

Nessa atividade vamos formar dois grupos de crianças, um será identificado como a polícia e o outro grupo como os ladrões. A brincadeira se inicia com os policiais fazendo uma contagem de 1 a 20, enquanto que os ladrões se escondem. Ao término da contagem a polícia passa a procurar os ladrões e os encontrando passa a persegui-los. O ladrão deve ser pego pela polícia e quem for preso vai para um local denominado como prisão, que deve ser determinada previamente. Os ladrões que não forem pegos podem soltar os já presos apenas lhes tocando, onde voltam a fugir da polícia novamente. O jogo terminará com a captura de todos os ladrões pelos policiais.

Alerta – Atividade para o dia do agente fiscal

Nessa atividade vamos mais uma vez apresentar o conceito de autoridade que a figura do agente fiscal tem. E também de forma lúdica trabalhar voz de comando e respeito a regras.

Recursos para a atividade:

  • Público- alvo: Crianças a partir de 4 anos.
  • Recursos: Bola
  • Objetivo: Trabalhar o conceito de autoridade e respeito a regras.

Como fazer:

Primeiro delimita-se um perímetro bem grande onde acontecerá a brincadeira. Um jogador previamente selecionado, ou sorteado pega a bola, joga ela pra cima e grita o nome de outra criança. A criança que teve seu nome citado deve pegar a bola e gritar “Alerta!”. Imediatamente, todos devem ficar estátuas. O jogador dá 3 passos e, parado, deverá tentar acertar com a bola na pessoa que tiver mais próxima. Se acertar, a pessoa atingida sai da brincadeira. Se errar, ele é quem sai. É uma espécie de queimada parada.

Jogar sério – Atividade para o dia do agente fiscal

Nessa atividade vamos fazer uma brincadeira com a prática exercida por alguns guardas militares, os mais conhecidos são os britânicos, que durante o seu turno não expressam nenhum tipo de reação a qualquer tipo de interação.

Recursos para a atividade:

  • Público- alvo: Crianças a partir de 3 anos.
  • Recursos: Somente as crianças
  • Objetivo: Trabalhar o conceito de autocontrole.

Como fazer:

Primeiro forme duplas. Depois cada dupla deve ficar de frente um para o outro. As crianças devem ficar olhando um para o outro sem fazer movimento e sem alterar a fisionomia. Quem resistir por mais tempo é o vencedor.

Mamãe posso ir – Atividade para o dia do agente fiscal

Nessa atividade vamos exercitar de forma lúdica a capacidade das crianças de obedecerem a comandos ativos, além de treinar a paciência e o respeito a opinião e ordem de outra pessoa.

Recursos para a atividade:

  • Público- alvo: Crianças a partir de 5 anos.
  • Recursos: Giz ou outro material para delimitar duas linhas.
  • Objetivo: Trabalhar os conceitos de obediência a terceiros, paciência e resposta ativa a vozes de comando.

Como fazer:

Em primeiro lugar delimita-se duas linhas no chão distanciadas mais ou menos de oito metros. As crianças ficam atrás de uma das linhas e a pessoa que será a Mamãe atrás da outra. A brincadeira consiste em avançar em direção à linha em que está a Mamãe. Isto é feito através de vários tipos de passos, ordenados conforme a vontade da Mamãe

As crianças perguntam: “Mamãe, posso ir?”

A Mamãe deve responder: “Pode.”

As Crianças: “Quantos passos?”

Mamãe: “Dois de formiguinha”. (exemplo)

A criança que chegar primeiro junto a mamãe será sua substituta.

Tipos de passos: formiguinha (colocar o pé unido à frente do outro); elefante (avançar com passos enormes, terminando com um pulo); canguru (movimentar-se, pulando, agachando); cachorro (avançar de quatro pés, isto é, usando os pés e as mãos).

Boca de forno – Atividade para o dia do agente fiscal

Nessa atividade vamos trabalhar novamente com a capacidade das crianças de obedecerem a comandos ativos de terceiros e o tempo de resposta a esses comandos.

Recursos para a atividade:

  • Público- alvo: Crianças a partir de 4 anos.
  • Recursos: Somente as crianças.
  • Objetivo: Trabalhar os conceitos de obediência a terceiros e resposta ativa a vozes de comando.

Como fazer:

Nessa atividade deve-se sortear uma das crianças para começar sendo o mestre.Brincam um mestre e os demais participantes. A brincadeira se desencadeia a partir do seguinte diálogo:

MESTRE: “Boca de forno”
CRIANÇAS: “Forno é”
MESTRE: “Vão fazer tudo que o mestre mandar?”
CRIANÇAS: “Vamos!”
MESTRE: “E se não fizer?”
CRIANÇAS: “Leva bolo”

Então o mestre manda os participantes buscarem algo. Quem trouxer primeiro, será o novo mestre, os demais, levarão palmadas nas mãos (popular bolo). E assim por diante.

Xerife – Atividade para o dia do agente fiscal

Nessa atividade vamos colocar as crianças para exercerem um papel de agente de fiscalização, para que através da brincadeira possamos reforçar os conceitos de respeito as regras e as autoridades.

Recursos para a atividade:

  • Público- alvo: Crianças a partir de 3 anos.
  • Recursos: Chapéu, um bloco de notas, um cavalo e muita imaginação.
  • Objetivo: Trabalhar os conceitos de respeito as regras e a autoridade instituída.

Como fazer:

Quem nunca brincou de faroeste na infância?! A proposta dessa atividade é deixar a criança livre para brincar, como se ela fosse um xerife do faroeste, que mantém a ordem e a paz. Então não iremos colocar regras, apenas brinque com a garotada e deixe a imaginação fluir.

Agente fiscal em casa – Atividade para o dia do agente fiscal

Nessa atividade vamos colocar a criançada para desempenhar o papel de um agente fiscalizador, só que no ambiente familiar.

Recursos para a atividade:

  • Público- alvo: Crianças a partir de 2 anos.
  • Recursos: um distintivo de brinquedo, ou papel.
  • Objetivo: Trabalhar os conceitos de observação e cumprimento das regras pré estabelecidas.

Como fazer:

Os responsáveis da criança devem separar durante um mês uma atividade de casa, claro que já seja da capacidade da criança para que ela fiscalize se todos os membros da família estão obedecendo as regras e cumprindo tal tarefa como deve ser. Um exemplo seria jogar a roupa suja no cesto de roupa suja, então você explica a criança qual a regra da casa em relação a roupa suja e fala que ela será responsável durante um mês por fiscalizar quem está obedecendo a regra e quem a descumpre. E que em caso de descumprimento você deve ser avisado para aplicar uma sanção.

Agente fiscal na escola – Atividade para o dia do agente fiscal

Nessa atividade incentivamos você educador a aderir a ideia de transformar seus alunos em agentes fiscalizadores da turma.

Recursos para a atividade:

  • Público- alvo: Crianças a partir de 4 anos.
  • Recursos: Distintivo e colete identificador
  • Objetivo:  Trabalhar os conceitos de observação e cumprimento das regras pré estabelecidas.

Como fazer:

A ideia central da atividade é gerar consciência na turma sobre a importância da obediência as regras. Deve-se escolher ou sortear um aluno para auxilia-la durante o mês com algumas atividades que a turma realize regularmente, como a hora do lanche, ou a hora do recreio e a volta desse. Você deve explicar ao aluno escolhido que ele terá o papel  muito importante de auxilia-la para que todos da turma obedeçam as regras na hora da atividade escolhida para tal fim. E também apresente o agente fiscalizar a turma para que possa conhecê-lo e saber que deve respeita-lo quando estiver lhe auxiliando.

É isso pessoal, essa foi a data comemorativa do agente fiscal. Espero que tenham gostado e coloquem em prática nossas atividades. Não deixem de enviar comentários. E se estiverem precisando de mais dicas para brincadeiras com os pequenos olhem nossos posts, temos muita coisa legal, como esse post.

10 Brincadeiras para Crianças de 2 anos

 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.