A história da Educação Brasileira e seus Antecedentes

Hoje vamos apresentar um texto onde mostra trabalhos de diferentes representações e neste poste vamos falar um pouco mais aprofundado de “A história da Educação Brasileira e seus Antecedentes” mostrando seus pontos principais.

Os pontos principais da Educação e os Novos métodos mostrando como pode ser aplicada na educação de crianças e jovens.

A história da Educação Brasileira e seus Antecedentes

Foi uma educação focada exclusivamente na catequização. Foi assim que nasceu o embrião do ensino no Brasil, em 1549, quando os primeiros jesuítas desembarcaram na Bahia. A educação pensada pela Igreja Católica – que mantinha uma relação estreita com o governo português – tinha como objetivo converter a alma do índio brasileiro à fé cristã.

A história da educação brasileira e seus antecedentes

A educação brasileira é a junção de várias educações que foram desenvolvendo técnicas ao longo da história, sendo que essas técnicas são cada vez mais para desenvolver métodos excelentes para o ensino do alunos.

Porque Estudam a História da Educação Brasileira

A história da educação brasileira deve ser estudada para que seja conhecidas as bases dessa educação, de forma que os alunos podem aprender bastante com essa temática.

7061284_educacao-8582082-1978480-3089800

A educação brasileira vem de diversas junções de educações onde cada uma deixou o sua marca na educação brasileira, sendo que os alunos podem tomar posse de um conteúdo enorme que pode ser trabalhado de diversas formas.

Trabalhar a História da educação Brasileira em Sala

A história da Educação brasileira pode ser trabalhada em sala de aula de diversas formas, pode ser através de brincadeiras, através de pesquisas, através de estudos em grupos, repassando vídeos do youtube para assistirem.

Vídeo Sobre História da educação Brasileira:

Valor dos estudos da História da Educação

A história da educação brasileira tem um valor enorme, sendo que os alunos podem conhecer como e quando começou a surgir os ensinamentos que são colocados em sala de aula.

De acordo com todo o conteúdo repassado, os alunos podem aprofundar o seu conhecimento e assim dá valor a educação que lhe é dada todos os dias

Vídeo Sobre o valor da historia da educação:

Historiografia da educação Brasileira

O instrumento legal que demarca este período é o Directório que se deve observar nas povoações dos índios do Pará e Maranhão enquanto Sua Majestade não mandar o contrário ou, simplesmente, “Diretório” de 1757, editado em 3 de maio de 1757, confirmado pelo Alvará Régio de 17 de agosto de 1758 e abolido pela Carta Régia de 12 de maio de 1798.

unb-agc3aancia-1024x682-5326487-3906558-7932814

O “Diretório” pode ser considerado o mais importante documento de política educacional da história da América portuguesa naquele período. Infelizmente ainda é pouco conhecido e estudado como tal.

Período Pombalino

O Período Pombalino corresponde aos anos em que o Marques de Pombal exerceu o cargo de primeiro-ministro em Portugal (1750 a 1777), durante o reinado de Dom José I. Em meados do século XVIII, Portugal passava por um período de forte crise econômica.

O Marques de Pombal adotou várias medidas administrativas, visando melhorar as condições de Portugal. Muitas destas medidas estavam relacionadas à sua principal colônia, o Brasil. Seria função do Brasil, dentro deste objetivo pombalino, suprir as necessidades materiais e comerciais da metrópole, a fim de transformar Portugal numa potência europeia.

Vídeo Sobre a Historiografia da educação Brasileira:

Antecedentes: origem e Desenvolvimento da Educação Clássica

A educação possuía um padrão criado por essas famílias que era baseado nos dois poetas gregos Homero e Hesíodo que afirmava que o homem ideal era o guerreiro belo e bom.

partenon-74829628-7643630-9154657-6963932

Assim, com a chegada da democracia, o poder sai das mãos da aristocracia e, “esse ideal educativo vai sendo substituído por outro. O ideal de educação do Século de Péricles é a formação do cidadão.

Grécia e Roma

A educação grega era centrada na formação integral do indivíduo. Quando não existia a escrita, a educação era ministrada pela própria família, conforme a tradição religiosa. A transmissão da cultura grega se dava também, através das inúmeras atividades coletivas (festivais, banquetes, reuniões).

A educação romana é um tema importante de se destacar. Foram eles os primeiros a promover um sistema de ensino oficial, a partir de um organismo centralizado e sob responsabilidade do Estado.

Vídeo Sobre origem e Desenvolvimento da Educação Clássica:

A pedagogia Medieval

A educação medieval  era desenvolvida em estreita simbiose com a Igreja, com a fé cristã e com as instituições eclesiásticas que – enquanto acolhiam os oratores – eram as únicas delegadas (com as corporações no plano profissional) a educar, a formar, a conformar.

universidade-medieval-6064395-5061191-8515828

A importância da inteligência e do conhecimento se dá na medida em que devemos evitar a adesão a fé seja passiva ou injustificada. Portanto, a razão deverá moderar a inteligência humana para justificar e compreender a fé.

Escolástica

O método escolástico consistia em leitura critica de obras selecionadas, aprendendo a apreciar as teorias do autor, por meio do estudo minucioso de seu pensamento e das consequências deste.

A partir da comparação entre o texto da obra e os documentos a ela relacionados, especialmente documentos da igreja e análises de estudiosos anteriores, se produzia as sententiae, curtas sentenças nas quais eram listadas as discordâncias entre fontes diversas, acerca dos temas tratados na obra em estudo.

As primeiras Universidades

A primeira universidade de que se tem notícia é a de Bolonha, Itália, criada em 1150. Naquela época o conhecimento era privilégio de poucos e apenas quem podia pagar se associava a outros interessados para contratar um professor sobre algum dos temas das chamadas “essências universais”. Daí o nome de “universidade”.

Vídeo Sobre a pedagogia medieval:

A Renascença e o Humanismo

No período da Renascença o homem procura explicar a si mesmo o significado dessa mudança, atribuindo ao “renascimento” das idéias que foram utilizadas na época clássica e ficaram de lado durante a Idade Média.

humanismo-496x346-6548260-4654807-4225083

O humanismo estabelece três pontos fundamentais: (1) o objetivo básico do conhecimento é o homem e o significado da vida; (2) nenhum filósofo detém o monopólio da verdade; e (3) existe uma afinidade entre a cultura clássica pagã e o cristianismo, já que o ensinamento sobre o homem, a vida e a virtude ministrado pelos autores clássicos pode ser integrado ao cristianismo.

Vídeo Sobre a renascença e o humanismo:

A Reforma Educacional Protestante

A Reforma foi de grande importância para a educação global. Mas na Reforma Protestante foi desencadeada a busca pela educação universal.

max-weber-lutero-reforma-4661830-1921881-6843759

Martinho Lutero, professor da Universidade de Wittenberg, logo solicitou aos magistrados que estabelecessem escolas para que as crianças pudessem aprender a ler as Escrituras recentemente traduzidas e se beneficiassem do aprendizado dos antigos. Mais tarde, João Calvino, no contexto francês, estabeleceu a Academia de Genebra, que se tornou o centro da teologia reformada.

Vídeo Sobre A Reforma Educacional Protestante:

A Contra Reforma

A Contra-Reforma não foi somente um movimento de oposição à Reforma protestante e a sua expansão, porque desentranhou do espírito que a animou, da tradição escolástica e da incorporação da cultura humanista, atividades e criações que a singularizam institucional e culturalmente, notadamente na renovação da Teologia e da Filosofia escolástica, no florescimento da literatura mística, principalmente na Espanha, e nas manifestações da arte, cuja peculiaridade se designa correntemente de barroca.

rs_16_08_18-4565536-5636245-9321226

Nenhuma atividade pedagógica da Contra-Reforma alcançou, porém, a significação e a influência da que a Companhia de Jesus levou a cabo no plano dos estudos preparatórios. Criada em Paris, com poucos membros, em 1534, por Inácio de Loyola (1491-1566), canonizado em 1622, a nova congregação recebeu do seu fundador a designação de Companhia de Jesus em 1537, a qual foi reconhecida pelo pontífice Paulo III em 1541, pela bula Regimini Ecclesiae militantis.

Sociedade de Jesus

É uma espécie de coletânea, fundamentada em experiências vivenciadas no Colégio Romano, a que foram adicionadas observações pedagógicas de diversos outros colégios, cujo objetivo era instruir rapidamente todo o jesuíta docente sobre a natureza, a extensão e as obrigações do seu cargo.

O Ratio surgiu com a necessidade de unificar o procedimento pedagógico dos jesuítas diante da explosão do número de colégios confiados à Companhia de Jesus como base de uma expansão em sua totalidade missionária. Constituiu-se numa sistematização da pedagogia jesuítica contendo 467 regras cobrindo todas as atividades dos agentes diretamente ligados ao ensino e recomendava que o professor nunca se afastasse do estilo filosófico de Aristóteles, e da teologia de Santo Tomás de Aquino.

Vídeo Sobre contra reforma:

FIM

Chegamos ao fim de uma lista que foi recheada de conteúdos, e hoje falamos de A história da Educação Brasileira e seus Antecedentes, com suas características. Se você gostou do assunto e do texto, compartilha nas redes sociais, e ajude a divulgar nossos trabalhos. Você também pode acessar as nossas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.