Advertisement

Analfabetismo

Analfabetismo é uma palavra infelizmente bem presente no contexto de América Latina. Veja um pouco mais sobre esse termo no Demonstre.

Analfabetismo, a etmologia da palavra

Etimologicamente falando, analfabetismo significa o status de quem não conhece as letras ou não entende alfabetização. O termo analfabetismo remonta a pelo menos o século VI d.C, e se aplica ao imperador Justino, do Império Romano do Ocidente, e já tem um significado depreciativo para pessoas muito tolas.

menino escrita em caderno durante licao 23 2147848658 6439742 6723528

No entanto, até recentemente, essa avaliação negativa era destinada apenas a aspirantes ou titulares de determinados cargos ou funções que exigem alfabetização. Foi a partir do séc XVIII que as pessoas começaram a exigir esse domínio, fato que trouxe profundas mudanças no conceito de analfabetismo e em seu escopo de aplicação.

Advertisement

O histórico do impacto do analfabetismo no Brasil

No Brasil, até o final da década de 1870, saber ler e escrever nunca era uma condição para votar. A comprovação de renda exigida pela Constituição Imperial era suficiente. No entanto, quando as reformas eleitorais foram introduzidas para introduzir o voto direto (Lei Saraiva, 1881), o Partido Liberal no poder acabou por representar o termo por ignorância, cegueira, pobreza, falta de engenhosidade e sabedoria, falta de capacidade política e até periculosidade. Portanto, a situação do analfabetismo tornou-se repentinamente um estigma: sinais negativos e excluídos.

Paulo Freire e o Analfabetismo

Em 1968, durante seu exílio, Paulo Freire condenou uma série de idéias distorcidas que viam o analfabetismo como ervas daninhas a serem erradicadas. Doenças infecciosas ou depressão devem ser curadas. Em contraste, o analfabetismo de Freire é uma das muitas manifestações concretas da realidade social injusta: uma forma de injustiça social.

educador paulo freire 1530308164184 v2 1920x1080 700x394 4271711 8516834

Nesse conceito crítico, a taxa de alfabetização não pode ser reduzida para ensinar habilidades de leitura e escrita, nem lembrar de sílabas, palavras e frases. Esse deve ser um processo de reflexão crítica sobre o processo de leitura e escrita e o significado da linguagem, para que os alunos de alfabetização possam obter uma ferramenta poderosa para se libertar dessa injustiça social chamada analfabetismo. Trata-se de analfabetismo absoluto, mas existem outras formas de analfabetismo, como função, matemática e números.

Advertisement

Espero que tenha gostado do nosso texto sobre analfabetismo

Existem muito mais textos sobre educação no Demonstre, fique a vontade para explorar! Que tal começar por esse: Mediação literária na educação infantil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Advertisement

Advertisement

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.

Demonstre Atividades - 2020 | Desenvolvido por Nixem Dev