5 cursos na área de saúde

Escolhemos 5 cursos na área de saúde que você precisa conhecer antes de fazer sua escolha para o futuro.

Você é aquele tipo de pessoa que sempre sonhou com um trabalho onde você possa ajudar os outros? Bom, a área de saúde está aí e se faz cada vez mais necessária no mundo inteiro, possuindo demanda em qualquer lugar da Terra e te oferecendo uma bela oportunidade de ganhar a vida ajudando o próximo. Conheça nesse post 5 cursos na área de saúde.

Todos os cursos na área de saúde são voltados para a medicina?

É também bom lembrar que o Conselho Nacional de Saúde, na resolução CNS Nº 287, relaciona categorias profissionais que não necessariamente serão médicos, enfermeiros ou biomédicos com a área de saúde.

Educação Física – 5 cursos na área de saúde

Sim, a educação física é um curso reconhecido pelo CNS como sendo relacionada à área de saúde. O profissional de educação física pode trabalhar em escolas como professor e ser orientador físico em academias (o famoso personal trainer).

professores-5860009-8980658
5 cursos na área de saúde

Mas também pode exercer uma função de trabalhar pacientes que buscam a recuperação de movimentos , portadores de deficiência física e idosos que necessitam de cuidados específicos, sendo bastante aberto a trabalhos sociais belíssimos.

Enfermagem – 5 cursos na área de saúde

A enfermagem é um campo clássico de estudos na área de saúde e um dos preferidos por quem sonha em atuar nessa área. Enfermagem é um curso de ensino superior desenvolvido para treinar profissionais de saúde com o papel de “cuidar de pacientes”.

enfermagem-9397849-1859046
5 cursos na área de saúde

Qualquer pessoa que invista na Escola de Enfermagem é elegível para prestar vários tipos de assistência aos pacientes e geralmente também é responsável por prestar primeiros socorros a pessoas feridas ou em certos tipos de crise.

Medicina Veterinária – 5 cursos na área de saúde

O cuidado com os nossos bichinhos é extremamente importante e por isso a medicina veterinária é uma área tão apaixonante. Assim como a medicina tradicional, a medicina veterinária é uma profissão abrangente, cujo papel varia desde monitorar a saúde dos animais de estimação até controlar doenças em grandes populações de animais selvagens.

unnamed-8263121-8608569
5 cursos na área de saúde

Além de cuidar da saúde animal, os profissionais veterinários também podem se envolver na pesquisa do controle de qualidade de produtos industriais (o famoso fiscal sanitário) e zoonoses.

Psicologia – 5 cursos na área de saúde

Não apenas a saúde do corpo é importante, a saúde da mente é de suma importância e pode até mesmo levar consequências com o corpo físico. Os psicólogos estão envolvidos no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças mentais, personalidade ou distúrbios emocionais.

5 cursos na área de saúde
5 cursos na área de saúde

O profissional estuda o comportamento humano, analisando seus pensamentos, valores e emoções. Ele tenta identificar padrões de comportamento através da observação e interação direta com os pacientes.

A psicologia pode atuar tanto em áreas clínicas, quanto em áreas escolares pedagógicas e até mesmo no setor empresarial, como é o caso da psicologia organizacional.

Nutrição – 5 cursos na área de saúde

Saber o que comer não é uma matéria simples. Nutricionistas são profissionais dedicados a promover, restaurar e manter a saúde através dos alimentos.

5 cursos na área de saúde
5 cursos na área de saúde

Os nutricionistas têm uma ampla gama de atividades e podem optar por trabalhar nos seguintes campos: nutrição clínica, nutrição esportiva, marketing nutricional, pesquisa e indústria de alimentos; trabalho em hospitais, clínicas, indústria de alimentos, academias, laboratórios de análise de alimentos, etc.

Espero que você tenha gostado do nosso texto sobre cursos na área de saúde

Se você gostou desse texto, experimente mais textos nossos direcionados à área de educação, e pra você que vai fazer o Enem, esse texto AQUI pode ser bastante útil, confere!

Como preservar o meio ambiente

Como preservar o meio ambiente
Como preservar o meio ambiente

Você sabe como preservar o meio ambiente? Estamos vivendo em meio aos perigos das mudanças climáticas, aquecimento global, excesso de poluição e principalmente desmatamento são problemas que existem no agora mas que podem estar moldando o futuro do nosso planeta.

Nesse cenário cheio de caos cada vez mais pessoas estão desesperadas para encontrar uma solução, aprenda como preservar o meio ambiente e criar um espaço de sobrevivência seguro para as futuras gerações, então, todo esforço é válido para mudar o esse quadro.

Nesse artigo vamos falar sobre como preservar o meio ambiente, daremos dicas que você pode colocar em prática sem sair de casa e que vão te ajudar a mudar pelo menos um pouco o mundo criando uma oportunidade de futuro melhor para nossas crianças.

Posso preservar o meio ambiente dentro de casa?

Como preservar o meio ambiente
Como preservar o meio ambiente

Essa é uma das questões mais importantes, quando pensamos em como preservar o meio ambiente muitas vezes temos em mente grandes mudanças que o mundo precisa como diminuir a poluição ou acabar com o desmatamento, mas a verdade é que boa parte da preservação pode ser feita dentro de casa apenas mudando alguns hábitos simples.

Para começar é essencial reduzir o desperdício de água, pequenos costumes como usar a descarga do banheiro ao fazer o número 1 acabam jogando fora preciosos litros de água tratada e isso faz muito mal para o meio ambiente, então políticas de reaproveitamento da água são fundamentais.

Outra questão bastante importante é a reciclagem, muitos dos detritos que jogamos no lixo podem e devem ser reciclados de modo que isso é uma forma de preservar o meio ambiente, contudo poucas pessoas têm o hábito de fazer isso, entre os materiais mais comuns que jogamos fora temos:

  • Plástico
  • Vidro
  • Metal
  • Papel

Ao separar estes materiais para reciclagem você consegue ajudar na preservação do meio ambiente de maneira muito mais simples do que imaginava mas fazendo uma diferença considerável.

Preservar o meio ambiente é uma tarefa para os adultos?

Como preservar o meio ambiente
Como preservar o meio ambiente

Estamos sempre falando sobre como nossas crianças são o futuro, então temos que entender que preservar o meio ambiente não pode mais ser apenas uma tarefa para os adultos, claro que cabe a nós tomar a iniciativa da mudança, mas é fundamental ensinar nossos filhos a terem hábitos mais saudáveis pelo bem do planeta.

Ensine seus filhos desde pequenos sobre a importância de cuidar do planeta com pequenos atos como, não estragar água, não jogar lixo no chão, não arrancar árvores, são pequenos atos mas que vão ajudar a criar uma geração mais consciente.

Lembre que não estaremos sempre aqui e todos precisam fazer uma parte do trabalho para garantir que nosso planeta, nossa casa continue aqui quando chegar o momento de nossos filhos assumirem a liderança em direção ao futuro.

Passo a passo como preservar o meio ambiente

Como preservar o meio ambiente
Como preservar o meio ambiente

Criamos um pequeno passo a passo para te ajudar a tomar as atitudes corretas que vão ajudar a manter o seu meio ambiente sempre limpo e organizado.

  1. Fique atento ao seu lixo, não jogue o lixo fora de maneira descuidada, separe o que pode ser reciclado, mesmo que seu bairro não tenha coleta seletiva isso vai ajudar para catadores que vão reciclar mais tarde.
  2. Fique atento a sua água, o consumo de água é um dos pontos mais importantes para o futuro, tenha cuidado com seu consumo de água e poderemos ter um futuro melhor.
  3. Passe esse pensamento para frente, preservar o meio ambiente não é uma vontade ou um estilo de vida, é uma necessidade, ensine suas crianças, amigos e família a fazerem o que é certo para todos.

Colocando em prática o que aprendeu sobre como preservar o meio ambiente você vai finalmente começar a fazer a sua parte.

Quero aprender mais!

Se você gostou do nosso artigo e quer aprender ainda mais, não perca a oportunidade de ler também nosso artigo sobre: Como pesquisar imagem no Google.

A digestão dos alimentos

O aparelho digestivo é constituído por um conjunto de órgãos e anexos que, trabalhando em conjunto, realizam a digestão dos alimentos.

digestão dos alimentos 1

O processo de digestão consiste em várias ações sofridas pelo alimento para que os nutrientes e vitaminas do mesmo possam ser aproveitado pelo organismo. O sistema é formado pela boca, faringe, esôfago, estômago, intestino e órgãos anexos (pâncreas e fígado).

Boca

A boca é a porta de entrada do sistema digestivo. É nela que os alimentos sofrem o primeiro processo da ingestão: a mastigação. Além do processo mecânico de trituração dos alimentos, os mesmos são dissolvidos com a ajuda da saliva, produzida pelas glândulas salivares.

A boca comunica-se com a faringe através do istmo, região localizada na parte frontal da garganta.

Faringe

A faringe é um conduto situado logo após a cavidade bucal. Comunica-se com as fossas nasais por meio de dois orifícios veia chamados coanas, e com a cavidade bucal pelo istmo da garganta. A faringe tem a forma de um funil e comunica-se inferiormente com o esôfago e a traqueia.

Esôfago

O esôfago é um tubo de 25cm de comprimento e que se estende da faringe ao estômago, atravessando o diafragma. Localiza-se atrás da traqueia e na frente da coluna vertebral.

Estômago

O estômago é um órgão que consiste numa dilatação do tubo digestivo, situado abaixo do diafragma e à esquerda do fígado. Possui formato variável, conforme seu estado de reflexão ou vacuidade, e de maior ou menor contração das fibras musculares que se encontram em suas paredes.

A capacidade do estômago de um adulto é de cerca de 1 litro e meio. O estômago possui uma pequena curvatura, côncava, voltada para o lado direito e uma grande curvatura, convexa, voltada para o lado esquerdo. A grande curvatura possui uma saliência superior chamada grande tuberosidade e uma saliência inferior chamada pequena tuberosidade.

O estômago conecta-se superiormente ao esôfago por meio de um orifício chamado cárdia e inferiormente com o intestino por meio de um orifício chamado piloro.

Intestino

O intestino é um longo tubo localizado no abdome e dobrado várias vezes sobre si mesmo, formando várias curvas chamadas alças intestinais. O intestino divide-se em duas partes: intestino delgado e intestino grosso.

Intestino delgado

intestino delgado 4180092 7735254

O intestino delgado mede cerca de 6 metros de comprimento por 3cm de diâmetro. Permanece conectado superiormente ao estômago, do qual está separado por meio do esfíncter pilórico, e inferiormente comunica-se com a primeira parte do intestino grosso chamada ceco, da qual está separado por meio da válvula ileocecal.

O intestino delgado compõe-se de três partes

  • Duodeno, medindo cerca de 25cm e dispondo-se como um C. Recebeu este nome por medir cerca de 12 dedos;
  • Jejuno, que é a parte média e que recebeu este nome pois, na autopsia de cadáveres, se encontra geralmente vazio;
  • Íleo, que é a parte final do intestino delgado, não possui limite bem determinado de separação com o jejuno.

Intestino grosso

intestino grosso 7104615 4664783

O intestino grosso mede cerca de 1,50m de comprimento por 5 a 8cm de diâmetro. Estende-se desde a válvula ileocecal até o orifício anal. Seu formato assemelha-se como um U invertido e divide-se em três partes:

  • Ceco, semelhante a um fundo de saco e comunicando-se com o íleo por meio de um orifício munido da válvula ileocecal. No ceco encontra-se um órgão rudimentar de 8 a 10 cm de comprimento, chamado apêndice vermiforme;
  • Cólon, que é a parte maior do intestino grosso e compreende uma parte ascendente chamada colo ascendente, que chega até a altura do fígado; uma parte transversal chamada colo transverso, que se estende do fígado ao baço; uma porção descendente, chamada colo descendente, que se estende do baço à fossa ilíaca e, finalmente, uma porção curva chamada “S” ilíaco, por ser sinuosa e estar em relação com o osso ilíaco;
  • Reto, que é um tubo retilíneo, última parte do intestino, a qual tem seu limite final no orifício anal.

Órgãos anexos: pâncreas

figado e pâncreas

O pâncreas é uma glândula localizada atrás do estômago e estendendo-se do duodeno ao baço. É formado por duas espécies de células: umas segregam o suco pancreático, que é lançado no duodeno pelo canal de Wirsung e que toma parte ativa na digestão dos alimentos; outras que se dispõem em grupos, chamados ilhotas de Langerhans e que segregam uma substância chamada insulina. A insulina é lançada diretamente no sangue.

Fígado

O fígado é a maior glândula do corpo humano e está situado abaixo do diafragma, à direita do estômago, recobrindo-o em parte. É de cor vermelho escura e pesa cerca de 1400g aproximadamente. O fígado apresenta uma face superior e uma face inferior. A face superior é convexa e lisa e está em relação com o diafragma.

Sob o fígado encontra-se um órgão ovóide, chamado vesícula biliar, cuja função é concentrar e reservar a bílis segregada pelo fígado. Dessa forma, desempenha funções importantes no corpo humano, como o processamento de proteínas e armazenamento de vitaminas e sais minerais.

Além disso, atua na limpeza do sangue, apresentando propriedades antioxidantes contra elementos nocivos ao organismo, como a gordura e o álcool. Uma dieta saudável e bem elaborada é fundamental para a saúde da glândula.

Curso de Medicina – Estrutura e dicas

O curso de medicina é o sonho de muitas pessoas. Seja pelo piso salarial e oportunidade de uma carreira bem sucedida ou por vocação, a profissão de médico atrai uma grande leva de pessoas.

Uma vez conquistada na tal sonhada vaga na universidade de medicina o caminho é longo e não é fácil não. São longos anos de dedicação e de muitas disciplinas para cursar.

Como qualquer curso de graduação o aluno precisa ter disciplina e comprometimento. Vamos conhecer um pouco melhor a estrutura do curso e estratégias para potencializar o estudo e o planejamento da carreira na área médica.

Curso de Medicina – Estrutura curricular

O curso de medicina é um dos cursos de graduação mais longos durando 6 anos no total para sair com diploma de clínico geral. Agora para obter o título de especialista é preciso mais uma seleção disputada e mais dois anos de especialização.

Os 6 anos da graduação de aulas de modalidade presencial são preenchidos por disciplinas práticas e teóricas. O objetivo é preparar o graduando para os desafios da rotina clínica.

A grade curricular pode sofrer algumas alterações de Universidade ou Faculdade. Podem existir modificações na ordem das disciplinas ou um foco maior em doenças mais comuns na região que em outras. No entanto, há uma matriz curricular estabelecida pelo MEC que deve ser seguida por todas.

Habilidades desenvolvidas

Por meio da graduação médica o futuro médico vai ser preparado para conhecer o corpo humano e seu funcionamento; conhecer a relação de todos os fatores que estão relacionados à saúde e ao desenvolvimento de doenças, sejam eles sociais, culturais ou psicológicos, por exemplo; fazer exame clínico e a partir do contexto do paciente identificar os sintomas de forma humanizada.

1º e 2º ano

Os dois primeiros anos do curso são focados em embasar o graduando na morfologia e fisiologia do corpo e dos microrganismos que com ele interagem. Podemos citar disciplinas de Anatomia, Embriologia, Farmacologia, Biologia e Biofísica como Parasitologia e Epidemiologia. Ainda das primeiras disciplinas da área médica, como ética, saúde e sociedade, e direitos humanos.

3º e 4º ano

A partir do embasamento sobre o corpo humano e seu funcionamento o aluno no 3º e 4º ano de curso é mais direcionado ao aprendizado das doenças, seus sintomas, prevenção e respectivos tratamentos. Podendo citar as disciplinas de clínica e saúde, como Saúde da mulher e Clínica cirúrgica.

5º e 6º ano

A partir do quinto e sexto ano começam os internatos nas mais diversas áreas de atuação. Os alunos atuaram já no ambiente hospitalar em áreas como pediatria, saúde coletiva, clínica médica, obstetrícia, cirurgia e ginecologia.

Onde se formar em Medicina

Existe muitas instituições de ensino superior que você pode se candidatar a uma vaga no curso de Medicina. Sempre verifique a grade curricular, a estrutura física e a classificação do curso pelo MEC o ranking dela em relação a outras instituição.

Com base nesses critérios você pode optar tanto por instituições públicas como instituições particulares. Existem bons cursos nas duas, mesmo as Universidades públicas sendo tradicionalmente conhecidas pela qualidade.

Clicando Aqui você pode conferir o Ranking das Universidades do Brasil para o curso de MEDICINA em 2018 feito pela Folha de São Paulo com base em informações como ENADE, avaliação de mercado, avaliação do curso, avaliação dos docentes, entre outros.

Estratégias de estudo

Como qualquer curso de graduação é exigido do aluno uma rotina de estudos. Por isso, se planejar é essencial para ter sucesso na sua formação.

Disciplina é a chave para conseguir acompanhar a dinâmica e a demanda de estudo do curso de Medicina.

Crie uma rotina

Você ao se matricular saberá no início do semestre a sua carga de horas por disciplinas, assim como quais as disciplinas vai cursar. Por isso, organizar sua rotina diária de atividades reservando horários fixos para corresponder a fixação do conteúdo e a realização dos trabalhos cobrados por disciplina.

Pergunte aos veteranos

Nada melhor do que perguntar a quem já passou pelas disciplinas que você vai pagar ou está pagando sobre quais as melhores estratégias para estudar ou qual o melhor professor da disciplina.

Procure outras fontes de estudo

Além do material sugerido pelos professores você potencializar seu estudo através do uso de vídeos, simulações, aplicativos, plataformas especializadas em conteúdos de Medicina ou da área de biomédica. A internet abre um mundo de possibilidades e você pode e deve lançar mão desse material para enriquecer e facilitar a assimilação do conteúdo. Lógico que com cuidado para consultar fontes confiáveis.

Plataformas de conteúdo

Hoje existem muitas plataformas que oferecem um bom acervo de livros, professores, vídeos e outras opções de estudo. Elas possibilitam uma fonte segura de conteúdo e de tira dúvidas. Além de oferecer orientações para planejar a sua carreira.

A plataforma Jaleko é uma das plataformas que oferecem diferentes PACOTES para os estudante de Medicina. Na plataforma o aluno pode ter acesso a aulas, questões, simulados e muito mais. Confira na imagem abaixo os planos oferecidos por essa plataforma para estudantes de Medicina:

cursos de medicina jaleko planos 3472487 4856867 7039410

Além das aulas e conteúdos adaptados a Jaleko ainda tem CURSOS de cada disciplina da graduação. Desta forma os alunos podem ir reforçando o conteúdo tópico por tópico. É uma forma muito eficaz de fixar e potencializar seu aprendizado.

curso de medicina cursos jaleko 3058309 9044419 1345560

Então, para você que quer ser médico um dia ou que já está nesta jornada, muito foco e disciplina. A internet e a tecnologia dá a possibilidade de tornar seu aprendizado muito mais efetivo.

Canais de contato com a Jaleko

Email de contato: [email protected]

 21 99173-8550 – Atendimento somente por WhatsApp

Site Jaleko

logo 2 jaleko 3897162 5878433 2119963

Grupo no facebook

download 1 150x150 9099380 7869204 3314176

Instagram

Canal do Youtube

youtube logo 300x144 3797498 9221552 5814936

Fim do post sobre Curso de Medicina

Obrigada por ter acompanhado mais este post no Demonstre. Espero que tenha gostado das nossas dicas.

Até o próximo post!

Tipos de Sangue e sua fonte de vida para todos os humanos

21Uma curiosidade sobre transfusão de sangue, levou um austríaco a pesquisar mais sobre os tipos de sangue presentes nos humanos.

Quer saber o que ele descobriu?  

Tipos de sangue

No início do século XX, Karl Landsteiner dedicou-se a provar que havia diferenças entre os tipos sangue dos indivíduos. 

Vamos estudar um pouco sobre as diferenças que influenciou  a nossa humanidade melhorando a ciência e a nossa qualidade de vida. 

Tipos de Sangue: Definição  

Durante a história recente da humanidade tivemos o contato com as transfusões de sangue e apesar dessa evolução notava-se um problema de aceitação.  

Por conta desta dúvida, o austríaco decidiu investigar quimicamente os tipos de sangue separando em 4 tipos mais dois fatores de RH: positivo e negativo 

O fator RH, determina o grupo ao qual o indivíduo pertence, sendo necessário na transfusão e no desenvolvimento da gravidez. 

O fator RH determina na existência do que chamamos de antígeno responsável pela produção de anticorpos.  

Caso a gestante tenha o RH- e o bebê o sangue com RH+  o organismo da mãe, identifica o bebê como um corpo estranho e acaba por expulsá-lo do corpo. 

Saber o tipo de sangue e seu RH, previne a contaminação entre mãe e filho, possibilitando uma gravidez saudável para mãe portadora de RH-. 

A prevenção acontece por meio da aplicação da vacina após a primeira gravidez. Caso a vacina não seja aplica a mulher pode nunca mais ter filhos.

Caso receba uma transfusão de forma equivocada, o antígeno presente no sangue fará com que coagule o sangue nas veias e não havendo circulação te levará a obto.  

Tipos de Sangue: Sangue Tipo O

sangue o 4538735 3841379

O sangue tipo O é o sangue mais antigo do mundo, e um importante doador universal, ele e á presente em 1 de cada 3 indivíduos.  

A incidência dos tipos sanguíneos são: Nos caucasianos representam 37%, afros 47%, hispanos 53%, asiáticos 34%.

Apesar de ser doador universal, o sangue tipo O pode receber doações apenas do mesmo tipo.  

O sangue tipo O é “apetitoso” para os pernilongos, e mais propensos a terem úlcera e, acredite ou não, mais propensos a romper o tendão de aquiles.  

Tipos de Sangue: Sangue Tipo A

sangue A 3280187 4864683

O sangue tipo A possuem o antígeno nas células vermelhas. São as células possíveis de doação e anticorpos nas células B. 

O sangue tipo A não é doador universal, podendo doar apenas para portadores do sangue tipo A ou AB.  

Um curiosidade é que as pessoas portadoras do sangue A são mais propensas a liberação do cortisol responsável pelo stress.  

Tipos de Sangue: Sangue Tipo B

sangue B 5256348 6536677

Os portadores do sangue tipo B possuem o antígeno na superfície de suas hemácias. Podendo doar apenas para os portadores de sangue B ou AB.  

As portadores de sangue B tem elevada chances de desenvolverem câncer de ovário, porém possuem maior resistência a outras bactérias. 

Tipos de Sangue: Sangue Tipo AB

sangue ab 6815721 1730339

Os portadores do sangue tipo AB possuem os antígenos tanto A, quanto B nas células, tornando-se um receptor universal. 

Contudo os portadores de sangue AB podem doar apenas para ele mesmo.

São 82% mais propensos a desenvolverem dificuldades cognitivas, além do risco de doenças cardíacas. 

Mulheres do sangue tipo AB tem propensão a desenvolverem o que chama de pré-eclampsia, ou pressão alta na gravidez. 

Tipos de Sangue: Atividades

Ação de dois antígenos: Vai um refresco aí?

refresco jogo 3506461 5839961

Essa é uma atividade trabalha o sistema ABO por meio de uma simulação da transfusão sanguínea.

Os alunos serão divididos em 4 grupos e cada um representará um tipo sanguíneo.

Os aglutinogênios A e B serão representados por sucos em pó de sabores laranja e uva.

Cada equipe tem um copo transparente com água representando um vaso sanguíneo (o copo) e o plasma (a água).

Cada equipe escolhe um representante para se dirigir à frente da turma com seu respectivo copo, com o desafio de responder, mediante a indagação feita pelo professor, à seguinte pergunta:

Equipe Tipo A: A que tipos sanguíneos o tipo A pode doar e de quais tipos poderá receber?

Equipe Tipo B: A que tipos sanguíneos o tipo B pode doar e de quais tipos poderá receber?

Equipe Tipo AB: A que tipos sanguíneos o tipo AB pode doar e de quais tipos poderá receber?

Equipe Tipo O: A que tipos sanguíneos o tipo O pode doar e de quais tipos poderá receber?

Após as devidas respostas é adicionado uma pequena quantidade do refresco tipo O nos demais copos para provar que este grupo é considerado o doador universal.

Isso porque demonstra que não há alteração da cor no copo das demais equipes.

Sequencialmente é adicionada uma pequena quantidade de qualquer um dos tipos de refresco ao copo que representa o tipo O, para que percebam a alteração da cor.

E assim compreendam o risco de uma transfusão errada devido à incompatibilidade sanguínea.

E, por fim, nos copos que representam os tipos A, B e O deverá ser adicionada uma certa quantidade do refresco ao copo da equipe tipo AB para que se perceba a ausência de alterações.

Demonstrando que este tipo sanguíneo é considerado o receptor universal.

10 Atividades de Biologia

Neste post, você encontrará diversas atividades de biologia bem divertidas que irão alcançar diversos públicos. Confira a seguir.

10 Atividades de Biologia

A Biologia é a ciência que estuda a vida e os organismos vivos, sua estrutura, crescimento, funcionamento, reprodução, origem, evolução, distribuição, bem como suas relações com o ambiente e entre si.

20190516 213641 0000 1805690 2208151

Neste post, você encontrará diversas atividades diferenciadas para diferentes públicos, confira a seguir!

Atividades de Biologia – Corpo Humano

Essa atividade é um grande recurso para trabalhar com crianças do Ciclo I para observar o quanto eles se auto conhecem.

Recursos para a atividade:

  • Lousa;
  • Giz / Canetão.

Passo a passo da atividade:

  1. Primeiramente, peça que as crianças se observem entre si, peça que elas se atentem a todos detalhes.
  2. Em seguida, explique o que são membros inferiores e o que são membros superiores sem dar nenhum exemplo.
  3. Após a explicação, faça um quadro na lousa com duas colunas, uma contendo membros inferiores e a outra membros superiores.
  4. Peça que uma criança por vez, cite membros que ela encontrou no seu colega de classe enquanto o observava.

Atividades de Biologia – Estados da Água

A água passa por vários estados e pode aparecer na forma líquida, sólida ou gasosa. Esses são os fenômenos que formam o ciclo da água. Essa atividade desenvolvida para o fundamental I irá despertar o olhar curioso dos estudantes.

Recursos para a atividade:

  • Recipientes seguros;
  • Água fervida;
  • Gelo;
  • Água.

Passo a passo da atividade:

  1. Primeiramente, explique que a água é um recurso natural indispensável para a sobrevivência de qualquer vida. Também explique que ela pode ser encontrada em três estados diferentes.
  2. Em seguida, explique cada estado da água e apresente, se possível, em recipientes os três estados da água.
  3. Após apresentar, faça uma votação oral de qual estado cada criança acha que cada exemplo é.

Atividades de Biologia – Insetos sociais

Insetos sociais são aqueles que vivem organizados em grupos, interagindo entre si, numa relação ecológica harmônica denominada sociedade.

Recursos para a atividade:

  • Ar livre;
  • Repelente;
  • Protetor solar.

Passo a passo da atividade:

  1. Nessa atividade, os alunos conhecerão um pouco mais sobre como funciona a comunicação e cooperatividade entre insetos sociais.
  2. Ao longo dela, demonstramos como essas interações evoluíram e quais as suas vantagens para a sobrevivência dessas espécies.
  3. Recomenda-se trazer protetor solar e repelente, pois haverá atividades ao ar livre.
  4. Após uma longa observação, peça que os alunos desenhem o que viram e 1 a 1 vá a frente da sala e explique a importância da cooperatividade entre os insetos.

Atividades de Biologia – Escavões

Nessa atividade, os alunos se tornarão aprendiz de pesquisador. É recomendável para aqueles que estão ingressando no ensino médio ou os que já são alunos do ensino médio.

Recursos para a atividade:

  • Pás;
  • Luvas;
  • Lupas;
  • Sítio.

Passo a passo da atividade:

  1. Nesta atividade, os alunos são convidados a se tornarem arqueólogos e escavarem um sítio com vestígios humanos. Na busca por entender quem eram esses humanos e como eles viviam, pretende-se aproximar os alunos do fazer científico.
  2. A proposta é colocar os estudantes no papel de arqueólogos e, após essa experimentação, conversar sobre os métodos e a natureza da Ciência.

Atividades de Biologia – Natureza da ciência

A atividade tem como principal objetivo discutir com os alunos a natureza da Ciência. Esta atividade é recomendado para alunos do Fundamental II e Ensino Médio.

Recursos para a atividade:

  • Nenhum.

Passo a passo da atividade:

  1. Em um primeiro momento, é apresentado um truque de mágica e os alunos são desafiados a reproduzi-lo. Após o momento em que as diversas soluções são compartilhadas, é feita uma discussão sobre as metodologias utilizadas durante o fazer científico.
  2. Na segunda parte da atividade, os alunos trabalham em grupos novamente para tentarem compreender objetos dos quais eles não têm conhecimento por meio do uso do tato.
  3. O intuito é demonstrar que a ciência entende o mundo através de representações daquilo que observamos e que os alunos notem que a percepção do mundo é particular para cada indivíduo. Na Ciência, acontece o mesmo: ela não é uma verdade, pois o objeto em si é inacessível.

Atividades de Biologia – Interpretando a sociedade

Essa atividade consiste em os alunos reproduzirem uma cena que represente uma situação de conflito socioambiental. Recomenda-se esta atividade para alunos do Fundamental II e Ensino Médio.

Recursos para a atividade:

  • Sala ampla.

Passo a passo da atividade:

  1. A intenção é criar um quadro dos agentes envolvidos no conflito, observando como eles se relacionam e depois alunos e mediadores pensam como esta situação aconteceria em um mundo ideal. Então, pensamos em ações concretas partindo da realidade para chegar a este mundo ideal.
  2. Com essa atividade, são reforçados o senso crítico dos alunos, assim como a capacidade de argumentação e reflexão sobre problemas da atualidade.
  3. Em seguida, peça que os alunos criem uma roda de discussão defendo um dos temas sugeridos, como por exemplo: direito dos animais, urbanização, geração de energia, entre outros.

Atividades de Biologia – Tecendo Teias

Esta atividade busca investigar de forma complexa a cadeia alimentar, construindo uma teia trófica, que é um conjunto de interações de predação que co-existem na natureza e são fatores que regulam a diversidade. Essa atividade é recomendada Recomendado para alunos do Fundamental II.

Recursos para a atividade:

  • Imagens de animais;
  • Barbante.

Passo a passo da atividade:

  1. Usamos essa teia como pano de fundo para explicar conceitos como ciclagem de nutrientes, mecanismos que aumentam e diminuem a biodiversidade, além de compreender como as intervenções humanas podem afetar essa rede, e quais consequências para os ecossistemas.
  2. Divida os alunos em grupos. Após isso, distribua as imagens dos animais para cada grupo juntamente com o barbante.
  3. Após distribuir, peça que os alunos espalhem as imagens dos animais e faça com que eles liguem o barbante de um animal com outro quando há relação de predação. Dessa forma, quando terminar os ligamentos, os alunos perceberam que formaram uma grande teia.
  4. Por fim discuta um pouco melhor o que é conservação da biodiversidade, sua importância, desafios, limites, e implicações.

Atividades de Biologia – E eu com o lixo?

Atenção! Essa atividade requer agendamento com antecedência de um mês. Recomenda-se levar protetor solar e repelente, pois haverá atividades ao ar livre e é recomendada para alunos de ensino fundamental II.

Recursos para a atividade:

  • Autorização dos pais;
  • Transporte.

Passo a passo da atividade:

  1. A atividade pretende conscientizar os alunos sobre processos de extração, produção, distribuição e descarte de materiais.
  2. Discuta a participação da cultura no processo de consumo de modo  que eles percebam os impactos que estas ações geram no meio ambiente.
  3. Em um segundo momento, discute-se como cada setor da sociedade poderia atuar para tornar a comunidade mais sustentável.
  4. Durante a atividade são realizadas dinâmicas sobre redução, reutilização e reciclagem de produtos, e materiais orgânicos e inorgânicos. Apresentamos estratégias relacionadas com os três R´s, incluindo uma visita à composteira do Instituto de Biociências mantida pela Comissão Ambiental da Biologia USP, a produção de hortas verticais domésticas e de brinquedos com garrafas pets.

Atividades de Biologia – Jogos dos micos

Aprender biologia de uma forma bem divertida, com certeza deixará os alunos mais envolvidos e interessados pela aula.

Recursos para a atividade:

  • Espaço externo ou algum lugar que dê para correr.

Passo a passo da atividade:

  1. Neste jogo de pega-pega, os alunos são convidados a representar plantas, micos e jaguatiricas.
  2. A atividade tem como objetivo apresentar o funcionamento de uma cadeia alimentar e seu equilíbrio dinâmico. Além disso, é simulada uma situação de desmatamento, mostrando os impactos de interferências humanas.
  3. Dessa forma, os alunos sentirão na pele como é a vida dos animais.

Atividades de Biologia – Sentindo a vida

Essa atividade fará com que as crianças entendam um pouco melhor sobre alguns dos nossos sentidos.

Recursos para a atividade:

  • Vendas;
  • Objetos;
  • Comidas.

Passo a passo da atividade:

  1. A atividade se destina a crianças de 5 a 10 anos. Ela se baseia na dimensão de ganhos afetivos e de habilidades, para além dos cognitivos.
  2. Consiste em três jogos dos sentidos: no Tato, um objeto biológico deve ser desenhado sem ser visto; na Audição, uma história deve ser depreendida de sons; no Olfato, enfim, são explorados no jardim novos aromas.
  3. Pegue comidas e objetos diferentes para que as crianças descubram de olhos vendados o que são.

Até a próxima!

Espero que você tenha aproveitado esse post repleto de atividades interessantes para trabalhar com seus alunos.

Aula de Biologia

A biologia começou a se desenvolver e crescer rapidamente com a melhoria do microscópio, de Anton van Leeuwenhoek. Foi então que os estudiosos descobriram os espermatozoides, as bactérias, e a diversidade da vida microscópica. As investigações de Jan Swammerdam levaram a um novo interesse pela entomologia e ajudaram a desenvolver as técnicas básicas de dissecção e coloração microscópica

Aula de Biologia

O Conceito de Biologia como uma ciência composta por um corpo coerente de conhecimentos surgiu apenas no século XIX. Porém, podemos dizer que desde o Egito Antigo já havia estudos de Biologia, pois os egípcios estudavam o corpo humano para poder realizar a mumificação. Na Grécia Antiga também houve estudos dos seres vivos. Aristóteles, por exemplo, estudava seres vivos nos século IV a.C.

Untitled design 40 7746072 2927684

No século XIX, ocorre um grande avanço na Biologia, que passa a ser uma ciência organizada e sistematizada. Vários pesquisadores fazem viagens para várias regiões do mundo para expandir os conhecimentos e conhecer e catalogar novas espécies de animais e plantas. Nesta época também ocorrem muitos avanços importantes no estudo de fósseis e na área de Geologia.

Introdução a Biologia

Biologia é a ciência que estuda a vida e os organismos vivos. A biologia está dividida em vários campos especializados que abrangem a morfologia, fisiologia, anatomia, comportamento, origem, evolução e distribuição da matéria viva, além dos processos vitais e das relações entre os seres vivos.

Como Aprender a Biologia:

O tema da biologia nos ensina como a natureza e o nosso próprio corpo, o mais perfeito mecanismo existente. Portanto, um bom ponto de partida é justamente isso:

  1. Achar as terminologias.
  2. Partir do geral para o específico.
  3. Visite laboratórios e coloque em prática o que estar estudando.
  4. Use desenhos.
  5. Faça simulados e exercícios.

Variedades de Tipo de Biologia:

As subdisciplinas da biologia são definidas pela escala em que a vida é estudada, os tipos de organismos estudados e os métodos utilizados para estudá-los:

  • Bioquímica examina a química rudimentar da vida; a biologia molecular estuda as interações complexas entre as moléculas biológicas;
  • Biologia celular examina o bloco básico de construção de toda a vida, a célula; a fisiologia examina as funções físicas e químicas dos tecidos, órgãos e sistemas de órgãos;
  • Ecologia examina como os organismos interagem em seu ambiente;
  • Biologia evolutiva examina os processos evolutivos que provavelmente produziram a diversidade da vida.

Variedades de Uso da Biologia:

Apesar do amplo escopo e da complexidade da ciência, existem certos conceitos unificadores que o consolidam em um único campo coerente. Geralmente, a biologia reconhece a célula como a unidade básica da vida, os genes como a unidade básica da hereditariedade, e a evolução como o motor que impulsiona a criação de novas espécies.

Como a Biologia Pode Ser Usado na Escola:

A importância do conhecimento biológico pode ser percebida desde a base do que compõe o planeta terra. Com a evolução das espécies, os estudos sobre a biologia também se transformaram no decorrer de décadas, com o auxílio até mesmo da tecnologia, e hoje, está presente no nosso dia a dia e possui uma influencia direta em tudo que está relacionado aos seres vivos, desde os mecanismos que regulam as atividades vitais até as relações que estabelecem entre si e com o ambiente em que vivem. Por isso, ela é estudada desde as series iniciais.

10 Aulas de Introdução Para Aprender Biologia:

A biologia tornou-se um campo de investigação tão vasto que geralmente não é estudada como uma única disciplina, mas antes dividida em várias disciplinas subordinadas. Portanto, vídeos vão trazer um pouco mais sobre a biologia.

Biologia – Citologia:

Nesse vídeo do canal Aulalivre – Enem 2019 e vestibulares, traz essa aula de citologia para abordar conteúdos referentes a membrana plasmática, transporte passivo, transporte passivo, organelas citoplasmáticas.

Genética – Conceitos Básicos:

Nesse vídeo do canal Curso Online Gratuito, vai ser abordados os princípios básicos – genótipo, fenótipo gene dominante e recessivo.

Aula de Biologia:

Nesse vídeo do canal Ricardo Luz TV, traz esse vídeo para explicar os seguintes conteúdos: Organização Estrutural dos Seres Vivos; Bactérias e Vírus; Organelas; Divisão Celular; Ácidos Nucléicos; Síntese de Proteínas; Sistema Digestivo; Cadeias Alimentares; Sistema Respiratório; Sistema Circulatório; Sistema ABO e RH; Sistema Excretor; Sistema Endócrino; Sistema Nervoso; Cromossomos Sexuais; Protozoários Parasitas; Verminoses – Biologia; Sistemática e Taxonomia.

Biologia – Introdução à Biologia:

Nesse vídeo do canal Aula De, traz essa aula de Introdução à Biologia, para você que ainda estar em dúvida.

Biologia – Prof – Paulo Jubilut:

Nesse vídeo do canal Biologia Total com Prof. Jubilut, o professor Paulo Jubilut comenta os principais assuntos da biologia que podem aparecer na prova do enem que  aconteceu em 2017.

Introdução à Biologia Celular:

Nesse vídeo do canal Brasil Escola, vai ser comprendido o que a Biologia Celular estuda e vai ser dado início ao estudo das características básicas de uma célula.

Biologia – Fisiologia Humana:

Nesse vídeo do canal Aulalivre – Enem 2019 e vestibulares, o prof Zé Rucker aborda nessa aula assuntos da fisiologia humana.

Biologia – Zoologia:

Nesse vídeo do canal Aula De, traz essa aula para abordar os cordados – cordados (Chordata, do latim chorda, corda) constituem um filo dentro do reino Animalia que inclui os vertebrados, os anfioxos e os tunicados.

Biologia – Reino Fungi:

Nesse vídeo do canal Aula De, traz essa aula para abordar o reino fungi – O reino Fungi é um grupo de organismos eucariotas, que inclui micro-organismos tais como as leveduras, os bolores, bem como os mais familiares cogumelos.

Biologia – Vitaminas:

Nesse vídeo do canal Altas Definições, o professor Robson Monera vai explicar nessa aula o assunto vitaminas dentro do campo de estudo da biologia.

FIM

Abordamos hoje, aula de biologia, esperamos que aproveite o post, e tire o máximo de proveito dele, se você gostou compartilhe em suas redes sociais com seus amigos. agradecemos por acompanhar o demonstre.

20 Curiosidades sobre o Corpo Humano

Neste post, você encontrará diversas curiosidades sobre o corpo humano que com certeza você não sabe e que irão te surpreender.

20 Curiosidades sobre o Corpo Humano

20190201 215430 0001 5543378 5637477

O corpo humano possui muitas curiosidades que muitas pessoas não sabem, e nesse post, você encontrará diversas curiosidades que com certeza irão te surpreender! Confira.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Maior Osso

20190201 221224 0001 5988326 7389152

O maior e mais volumoso osso do corpo humano está localizado nos membros inferiores, especificamente na coxa, você faz ideia de qual osso seja este?

Fêmur – Curiosidades sobre o Corpo Humano

O maior osso do corpo humano é o fêmur. Ele pode suportar 30 vezes o peso do corpo de uma pessoa

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Cérebro

As informações que o cérebro passa para o nosso corpo são tão rápidas que a posto que você não faz ideia de qual é a velocidade.

Informação instantânea – Curiosidades sobre o Corpo Humano

As mensagens do cérebro humano viajam ao longo dos nervos em até 322 km/h.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Ossos

Você sabe qual parte do corpo humano que mais se concentra os ossos?

 – Curiosidades sobre o Corpo Humano

Em um ser humano adulto, 25% de seus ossos estão nos pés, ou seja, se  concentra 1/4 dos ossos do corpo humano somente nos pés.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Crescimento

Sabia que dois membros do corpo humano nunca param de crescer desde o seu nascimento? Essa curiosidade é um tanto quanto para se chocar, pois é um crescimento imperceptível.

Crescem sem parar – Curiosidades sobre o Corpo Humano

As orelhas e o nariz de um ser humano nunca param de crescer, quanto mais velhos, mais narigudos e orelhudos.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – DNA

20190201 220243 0001 7322845 4349235

O DNA de cada ser humano é algo totalmente individual, por isso ninguém é igual a ninguém e todos nós possuímos nossas particularidades.

DNA aberto – Curiosidades sobre o Corpo Humano

Se o DNA de um ser humano fosse desenrolado, ele se estenderia por mais de 16 bilhões de quilômetros. Daria para ir da Terra até o ex-planeta Plutão e voltar.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Bactérias

Sabia que não importa o que você faça, sempre haverá bactérias em sua boca? Essa informação já é de se chocar, mas você vai se chocar mais ainda com a quantidade de bactérias.

Festa na sua boca – Curiosidades sobre o Corpo Humano

Há mais bactérias em uma boca humana do que pessoas no mundo.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Canibalismo

O corpo humano joga sujo contra si mesmo? Quando morremos, nós mesmos se comemos.

Corpo sendo decomposto – Curiosidades sobre o Corpo Humano

Três dias após a morte de uma pessoa, as mesmas enzimas que digeriram a comida começarão da digerir o corpo do mesmo.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Engolir ou não?

Todo mundo tem uma certa neura em engolir chicletes, mas isso faz mal mesmo ou é mito?

Comer chiclete faz ele grudar no estomago? – Curiosidades sobre o Corpo Humano

É verdade que não se consegue digerir o chiclete, mas se engolires um, ela não se cola ao estômago, por isso, não faz mal engoli-lo, mas muitas pessoas engasgam enquanto tentam engolir e até morrem, é recomendável jogar fora.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Não vejo nada!

20190201 221445 0001 3744279 6359321

Uma reação do corpo humano é impossível de ser feita de olhos abertos.

Espirro – Curiosidades sobre o Corpo Humano

É impossível espirrar com os olhos abertos. Não tentem em casa.

Curiosidade sobre o Corpo Humano – Força

20190201 220612 0001 3716801 6283002

O corpo humano é algo de surpreender, afinal, possuímos diversas habilidades, e uma dela dela é a força. Você sabe qual é o músculo mais forte que você possui no seu corpo?

Bíceps? – Curiosidade sobre o Corpo Humano

O músculo mais potente do corpo é a língua.

Curiosidade sobre o Corpo Humano – Suicídio

É impossível suicidar-se parando a respiração.

Nota – Curiosidade sobre o Corpo Humano

Tirar a vida não é a melhor solução para resolver o seus problemas. Procure ajuda médica!

Curiosidade sobre o Corpo Humano – Nunca mais vai crescer

Uma parte do nosso corpo nunca cresce, desde o nosso nascimento, ele permanece do mesmo tamanho para sempre.

 Pra sempre do mesmo tamanho – Curiosidades sobre o Corpo Humano

Os nossos olhos são sempre do mesmo tamanho, desde o nascimento, enquanto que as orelhas e o nariz nunca param de crescer.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Como assim não tem cheiro?

Se eu te falar que o suor não tem cheiro, você acreditaria? Acredito que seja muito difícil de acreditar, mas é verdade!

Se não tem cheiro, que odor é esse? – Curiosidades sobre o Corpo Humano

O suor não tem odor. São as bactérias da pele que criam o cheiro.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Força do ódio

Uma atividade humana, feita por um longo tempo, é capaz de esquentar uma xícara de café.

Esquentando no grito – Curiosidades sobre o Corpo Humano

Se gritar durante 8 anos, 7 meses e 6 dias, a energia libertada é igual à necessária para aquecer uma xícara de café.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Sob pressão

Um órgão do corpo humano, possui força suficiente para despejar liquido a metros de distância.

Chafariz? – Curiosidades sobre o Corpo Humano

O coração bombeia o sangue com uma pressão suficiente para esguichar o sangue a uma altura de 9 metros.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Viver

Quem vive direitinho tem uma expectativa de vida maior. Brincadeiras a parte, destros vivem mais que canhotos!

Destros vivem mais – Curiosidades sobre o Corpo Humano

Os destros vivem em média 9 anos a mais do que os canhotos.

Curiosidades sobre o Corpo Humano – Perdendo quilinhos

20190201 221610 0001 3883219 8612780

Sabia que é possível perder calorias a partir de uma simples ação nossa?

Perdendo quilinhos – Curiosidade sobre o Corpo Humano

A força necessária para dar três espirros consecutivos, queima exatamente o mesmo numero de calorias que um orgasmo.

Curiosidade sobre o Corpo Humano – Beba água

20190201 221346 0001 6430848 6321371

É recomendável que bebamos 2 litros de água diariamente, e isso é muito importante para a nossa hidratação, você verá isso a seguir.

Água – Curiosidade sobre o Corpo Humano

Um adulto elimina 3 litros de água por dia, por meio da urina, suor e da respiração.

Curiosidade sobre o Corpo Humano – Cores

Os olhos humanos é algo espetacular, conseguimos distinguir diferentes tonalidades.

Cores – Curiosidade sobre o Corpo Humano

O olho humano é capaz de distinguir 10.000.000 de diferentes tonalidades.

Curiosidade sobre o Corpo Humano – Crianças

Crianças são mini seres humanos que estão em processo de desenvolvimento, por tal motivo, sempre estão curiosos e perguntando algo.

Crianças curiosas – Curiosidades sobre o Corpo Humano

Em média, uma criança de 4 anos faz 437 perguntas por dia.

Aula de Anatomia

O estudo da Anatomia tem uma longa e interessante história, desde os primórdios da civilização humana. Inicialmente limitada ao observável a olho nu e pela manipulação dos corpos, expandiu-se, ao longo do tempo, graças a aquisição de tecnologias inovadoras.

Aula de Anatomia

O conhecimento anatômico do corpo humano data de quinhentos anos antes de Cristo no sul da Itália com Alcméon de Crotona, que realizou dissecações em animais. Pouco tempo depois, um texto clínico da escola hipocrática descobriu a anatomia do ombro conforme havia sido estudada com a dissecação.

Untitled design 2 2805826 4457661

No século III A.C., o estudo da anatomia avançou consideravelmente na Alexandria. Muitas descobertas lá realizadas podem ser atribuídas a Herófilo e Erasístrato, os primeiros que realizaram dissecações humanas de modo sistemático. O verbo “dissecar” era usado também para descrever a operação cesariana cada vez mais freqüente. A tradição manuscrita do período medieval não se baseou no mundo natural.

Introdução a Anatomia

Anatomia é a análise da estrutura biológica, sua correlação com a função e com as modulações de estrutura em resposta a fatores temporais, genéticos e ambientais. Tem como metas principais a compreensão dos princípios arquitetônicos da construção dos organismos vivos, a descoberta da base estrutural do funcionamento das várias partes e a compreensão dos mecanismos formativos envolvidos no desenvolvimento destas. A amplitude da anatomia compreende, em termos temporais, desde o estudo das mudanças a longo prazo da estrutura, no curso de evolução, passando pelas das mudanças de duração intermediária em desenvolvimento, crescimento e envelhecimento; até as mudanças de curto prazo, associadas com fases diferentes de atividade funcional normal. Em termos do tamanho da estrutura estudada vai desde todo um sistema biológico, passando por organismos inteiros e/ou seus órgãos até as organelas celulares e macromoléculas.

Como Aprender Anatomia:

Muitos aspectos precisam ser aprendidos e nem sempre temos esse tempo sobrando em nosso dia a dia. Com essas dicas você vai ficar fera na Anatomia.

  1. Desenhe: A nossa mente ama aquelas linhas curvas que juntas, formam algo lógico.
  2. Pinte: Existem atlas de anatomia que já possuem os desenhos de todos os músculos e ossos, logo, o que você precisa apenas fazer é colori-los com cores bem diferentes e que possam facilitar a sua memorização.
  3. Aposte na tecnologia: A tecnologia na área de saúde traz sempre muitas inovações e há muitos programas e aplicativos que podem lhe auxiliar a estudar anatomia.
  4. Resolva casos clínicos: Resolver questões de provas anteriores é muito importante, entretanto, se quer fixar o conteúdo de anatomia, é recomendado que você reserve um tempo para fazer estudos de casos clínicos.
  5. Pense nos porquês: O músculo sartório, por exemplo, que está localizado na face anterior da coxa, também é conhecido como músculo do costureiro. Você sabe o motivo? O movimento de cruzar as pernas, há muitos anos, era típico dos alfaiates, por isso o nome.

Variedades de Tipo de Anatomia:

Atualmente, a Anatomia pode ser subdividida em três grandes grupos: Anatomia macroscópica, Anatomia microscópica e Anatomia do desenvolvimento.

  • Anatomia Macroscópica é o estudo das estruturas observáveis a olho nu, utilizando ou não recursos tecnológicos os mais variáveis possíveis.
  • Anatomia Microscópica é aquela relacionada com as estruturas corporais invisíveis a olho nu e requer o uso de instrumental para ampliação, como lupas, microscópios ópticos e eletrônicos.
  • Anatomia do desenvolvimento estuda o desenvolvimento do indivíduo a partir do ovo fertilizado até a forma adulta.

Variedades de Uso de Anatomia:

A anatomia distingue-se da fisiologia e da bioquímica, que estudam respetivamente as funções dessas partes e os processos químicos envolvidos. Está ligada à embriologia, à anatomia comparada, à biologia evolutiva e à filogenia, uma vez que são estes os processos que geram a anatomia. Nos últimos séculos, os métodos de observação evoluíram de forma significativa, desde a dissecação de carcaças e cadáveres até às técnicas modernas de imagiologia médica, entre as quais radiografia, ecografia e ressonância magnética.

Como Anatomia Pode Ser Usado na Escola:

Fazer com que o aluno conheça o próprio corpo, conscientizando-se da importância da saúde, da prevenção de doenças e dos benefícios de uma vida equilibrada, com alimentação saudável e atividades físicas regulares. Apresentar o corpo humano instigará a curiosidade sobre o assunto que está sendo ministrado, além de facilitar o estudo e a compreensão da fisiologia. Com isso, poderá passar aos seus familiares e amigos conhecimentos adquiridos na escola, fixando ainda mais o conteúdo e se beneficiando do aprendizado.

10 Aulas de Introdução Para Aprender Anatomia:

A anatomia humana é a parte da Biologia voltada para o estudo da forma e estrutura do nosso corpo. Sem ela seria impossível compreender o funcionamento do organismo. 

Neste vídeo do canal Muito de Fisio, explicara conceitos básicos sobre introdução à anatomia. Para tirar suas dúvidas.

O vídeo do canal Anatomia Fácil com Rogério Gozzi, vai ensinar a você aprender Anatomia em apenas 15 minutos.

O vídeo do canal FHO – Fundação Hermínio Ometto, vai trazer vai explicar o Sistema Digestório – Anatomia Humana.

O vídeo do canal Me Salva! vai abordar a posicão anatômica, divisões do corpo, planos e cortes para quem estar em dúvidas.

https://youtube.com/watch?v=v3hSS3tbqyk

Esse vídeo do canal Jean Felipe, vai abordar os músculos nessa aula de anatomia humana.

Nesse vídeo do canal Monalisa Nunes, vai demonstrar sua primeira experiência na aula de anatomia com cadáver. Ótimo vídeo para quem estar preste a ter sua primeira experiência.

Esse vídeo do canal Diego Gomes, vai ensinar Anatomia óssea – Como decorar o nome dos ossos, bem simples e fácil.

Esse vídeo do canal Anatomia e etc. com Natalia Reinecke, vai apresentar uma aula de anatomia do coração.

Neste vídeo do canal Net Didata você aprenderá sobre o sistema muscular e as características de suas classificações: músculo estriado esquelético, músculo estriado cardíaco e músculo liso. Vimos também um pouco sobre o controle nervoso desses músculos: visceral ou somático.

Esse vídeo do canal Descomplicando a Anatomia, vai falar sobre a anatomia da Escápula.  Escápula: É um osso chato e triangular com uma ampla concavidade ventral. Forma a parte dorsal da cintura escapular.

FIM

Abordamos hoje, aula de violão, esperamos que aproveite o post, e tire o máximo de proveito dele, se você gostou compartilhe em suas redes sociais com seus amigos. agradecemos por acompanhar o demonstre.

Biologia

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso de biologias, e nesse post vamos trabalhar com a “Biologia”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas biológicas, que demonstram como estão se sentindo.

Biologia

A biologia é o estuda da vida de seres vivos diversos, como estudar as plantas, animais. E a biologia também estuda os fatores mortes que tem meio a natureza, para entender o viver dos animais.

Projeto sem título 7

A biologia hoje tem que estudar acontecidos que envolvem os seres da natureza, o que causa uma grande acumulo de informações.

Problemas ambientais

Os problemas ambientais nos dias de hoje são uma grande preocupação para todos que entendem esse fato, pois pode causar grandes desastres a biologia, com já vem causando em alguns sentidos.

Resultado de imagem para Problemas ambientais

Algumas pessoas acha que etá tudo bem, e que não existe problemas nenhum, mas já está se agravando com alguns animais entrando em extinção, a poluição de rios e terras.

Evitar Problemas Ambientais

Os problemas ambientais podem ser evitados de várias formas, aqui estão alguns fatores que podem diminuir os problemas ambientais:

  • Aumentar a fiscalização em áreas de muita concentração biológica, como muitas especies de animais, e plantas;
  • Criar programas de conscientização da poluição com as pessoas;
  • Criar programas de retiradas de lixos;

Vídeo sobre Problemas ambientais:

Ecologia e Sustentabilidade

A ideia de sustentabilidade engloba diversas responsabilidades, partindo do princípio de desenvolvimento econômico de forma sustentável, ou seja, de forma cíclica.

Resultado de imagem para ecologia

A ecologia não pode seguir em frente se não for baseada em sua sustentabilidade, fazendo com que a natureza consiga crescer, e não se destruir aos poucos.

Boa sustentabilidade

Para que se tenha uma boa sustentabilidade pode usar projetos e ações que promovam a sustentabilidade são trabalhados com pensamento no médio e longo prazo. Alguns aspectos necessitam ser trabalhados juntos, como: a sociedade, a política, a economia, o espaço, os valores que serão agregados, os resultados que podem ser atingidos e a possibilidade do projeto se tornar auto-sustentável.

Vídeo sobre Ecologia e Sustentabilidade:

Imunização

A imunização é essencial para que as vidas não corram grandes riscos, pois nos dias atuais existe uma grande diversidades de seres e doenças diferentes.

Com base em grandes doenças e vírus são feitas vacinas que ajudam na imunização de pessoas e animais, que de tempos em tempos precisam ser renovadas.

Vacinas no Brasil

  • BCG;
  • DTP e HIB;
  • Hepatite B;
  • Pneumocócica 10;

Vídeo sobre imunização:

Evolução

É a mudança das características hereditárias de uma população de seres vivos de uma geração para outra. Este processo faz com que as populações de organismos mudem e se diversifiquem ao longo do tempo.

Resultado de imagem para Evolução

O termo “evolução” pode referir-se à evidência observacional que constitui o fato científico intrínseco à teoria da evolução biológica, ou, em acepção completa, à teoria em sua completude.

Evolução da Genética

A evolução pode ser definida como qualquer alteração no número de genes ou na frequência dos alelos de um ou um conjunto de genes em uma população e ao longo das gerações. Mutações em genes podem produzir características novas ou alterar as que já existiam, resultando no aparecimento de diferenças hereditárias entre organismos. Estas novas características também podem surgir pela transferência de genes entre populações, como resultado de migração, ou entre espécies, resultante de transferência horizontal de genes.

Vídeo sobre Evolução:

Ciclos do carbono, nitrogênio e água

O carbono é o quinto elemento mais abundante do planeta e presente nas moléculas orgânicas. Na atmosfera, é encontrado sob a forma de dióxido de carbono, também chamado gás carbônico, liberado da respiração dos seres vivos, decomposição e combustão da matéria orgânica. É retirado do ambiente através processo de fotossíntese realizado pelos seres autótrofos, representados principalmente pelas plantas.

O ciclo do nitrogênio é dividido em quatro etapas:
1ª etapa – Fixação do nitrogênio
A fixação ou assimilação do N2 do pode ser feita através da radiação ou com a participação de microorganismos, sendo esse processo denominado biofixação. As cianobactérias dos gêneros Nostoc e Anabaena e as bactérias Azotobacter, Clostridium e Rhizobium (vivem nas raízes de leguminosas).

2ª etapa – Amonificação
A amônia pode ser obtida tanto pela ação dos biofixadores como pela decomposição de proteínas, ácidos nucléicos, resíduos nitrogenados dos cadáveres e excretas pelos decompositores (bactérias e fungos).

3ª etapa – Nitrificação
É a conversão da amônia nitrato através da nitrificação que é dividida em duas partes:
-Nitrosação: converte amônia em nitrito pela ação das bactérias nitrificantes (Nitrosomonas, Nitrosococcus, Nitrosolobus) que são autótrofas quimiossintetizantes e utilizam a energia da nitrificação para a síntese de substâncias orgânicas.

4ª etapa – Desnitrificação

As bactérias desnitrificantes (Pseudomonas denitrificans) transformam utilizam o nitrato para oxidar compostos orgânicos e produzir energia, sendo transformadas em gás, reiniciando o ciclo.

O ciclo da água é representado basicamente por dois processos, a evaporação e a transpiração. Com base nisso, esse ciclo é dividido em: Curto: quando a água dos oceanos, rios, mares, lagos evaporam e retorna à superfície na forma de chuva e neve; Longo: quando a água passa pelo corpo dos animais antes de voltar para o meio ambiente. A água é retirada do solo pelos vegetais para a fotossíntese ou passada para outros animais da cadeia alimentar, retornando à superfície através da evapotranspiração (conjunto de transpiração e evaporação), respiração, fezes, urina ou decomposição.

Vídeo sobre Ciclos do carbono, nitrogênio e água:

Genética e mutações

Mutações são mudanças na sequência dos nucleotídeos do material genético de um organismo. Mutações podem ser causadas por erros de cópia do material durante a divisão celular, por exposição a radiação ultravioleta ou ionizante, mutagênicos químicos, ou vírus.

Resultado de imagem para genetica

Em genética, a transmissão de informação envolve quatro elementos básicos: a diversidade de estruturas celulares com inúmeras formas especificando aspectos diferentes do organismo; um mecanismo de replicação que copia a informação e repassa à prole; a capacidade de mutação para que haja maior variabilidade; e a capacidade da prole em traduzir as informações herdadas em proteínas.

A mutação e suas consequências

Muitas vezes, porém, a mutação pode ser prejudicial. Na anemia falciforme, a substituição do aminoácido ácido glutâmico pelo aminoácido valina, em uma das cadeias de hemoglobina, conduza a uma alteração na forma da proteína toda. Essa alteração muda o formato do glóbulo vermelho, que passa a ser incapaz de transportar oxigênio. Outra consequência, grave, é que hemácias com formato de foice grudam umas nas outras nos capilares sanguíneos, o que pode provocar obstruções no trajeto para os tecidos.

Vídeo sobre Genética e mutações:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas bilógicass, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Qualidade de vida das populações humanas

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso de práticas biológicas e geográficas, e nesse post vamos trabalhar com a “Qualidade de vida das populações humanas”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas da biologia e da geografia de diversas maneiras diferentes.

Qualidade de vida das populações humanas

A qualidade da vida das pessoas hoje é uma grande confusão que muita vivem em uma correria constante, outros trabalham muito e aproveitam pouco, também temos ainda a falta de saneamento básica.

Projeto sem título 19

A qualidade da vida das pessoas mais pobre é uma grande falta de respeito pelos governantes e conselhos responsáveis

Aspectos biológicos da pobreza

Cientistas americanos definiram uma espécie de “biologia da pobreza” entre adultos que passaram a infância em um ambiente pobre. Principalmente entre aqueles que viveram na miséria antes dos cinco anos de idade, diz o estudo publicado, na reunião anual da AAAS (Associação Americana para o Avanço da Ciência).

Resultado de imagem para Aspectos biológicos da pobreza

A pobreza pode deixar profundas e permanentes efeitos biológicos em crianças pequenas, fazendo com que elas corram mais riscos de sofrer problemas de saúde e ter renda mais baixa quando se tornarem adultas.

Aspectos biológicos do desenvolvimento humano

Aspecto físico-motor: é a consideração do crescimento orgânico, da maturação neurofisiológica, da capacidade de manipulação de objetos e do exercício do próprio corpo. Exemplo: a criança que consegue procurar um brinquedo debaixo da cama por já conseguir coordenar os movimentos das pernas, pés, tronco, braços e mãos.

Aspecto intelectual: é a capacidade de pensar, de raciocinar. Exemplo: A criança que para alcançar um pacote de bolachas em cima do armário, usa de um banquinho para alcançar as bolachas, ou seja, como percebeu que sua altura não era suficiente para alcançá-las, planejou sua ação através do uso de uma ferramenta (o banquinho) e conseguiu realizar a ação.

Aspecto afetivo-emocional: é o modo particular de cada indivíduo integrar suas experiências, é o sentir. Exemplo: o medo da criança frente o comentário de sua professora no desempenho de uma atividade, a alegria de receber um presente.

Aspecto social: é a maneira como o indivíduo reage diante das situações que envolvem outras pessoas. Exemplo: na sala de aula, é fácil observar que algumas crianças procuram outras para a realização de suas tarefas enquanto outras permanecem sozinhas.

Vídeo sobre Aspectos biológicos da pobreza:

Indicadores sociais, ambientais

Indicador social é uma medida, geralmente estatística, usada para traduzir quantitativamente um conceito social abstrato e informar algo sobre determinado aspecto da realidade social, para fins de pesquisa ou visando a formulação, monitoramento e avaliação de programas e políticas pública.

Indicador Ambiental são informações estatísticas quantificadas que são utilizadas nos processos decisórios que envolvem o meio ambiente, os recursos naturais e de atividades humanas relacionadas.

Indicadores econômicos

Um indicador econômico é uma estatística sobre uma atividade econômica. Os indicadores econômicos permitem a análise do desempenho econômico e as previsões de desempenho futuro. Uma aplicação de indicadores econômicos é o estudo dos ciclos de negócios.

Vídeo sobre Indicadores sociais, ambientais e econômicos:

Índice de desenvolvimento humano

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é uma medida resumida do progresso a longo prazo em três dimensões básicas do desenvolvimento humano: renda, educação e saúde. O objetivo da criação do IDH foi o de oferecer um contraponto a outro indicador muito utilizado, o Produto Interno Bruto (PIB) per capita, que considera apenas a dimensão econômica do desenvolvimento.

Resultado de imagem para Índice de desenvolvimento humano

Criado por Mahbub ul Haq com a colaboração do economista indiano Amartya Sen, ganhador do Prêmio Nobel de Economia de 1998, o IDH pretende ser uma medida geral e sintética que, apesar de ampliar a perspectiva sobre o desenvolvimento humano, não abrange nem esgota todos os aspectos de desenvolvimento.

Vídeo sobre Índice de desenvolvimento humano:

Principais doenças que afetam a população brasileira: caracterização, prevenção e profilaxia

A população brasileira é afetada por diversas doenças anos após anos, e pesquisas realizadas pelo IBGE, apontam que essas doenças são causada na maior parte das vezes pela falta de saneamento.

Resultado de imagem para Principais doenças que afetam a população brasileira

Uma pesquisa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostrou as principais doenças que atingem a população brasileira. De uma maneira geral, o predomínio é de doenças crônicas. São aproximadamente 59,5 milhões de brasileiros, o equivalente a 31,3% da população, com algum tipo de doença crônica, como a hipertensão e o diabetes.

Doenças

Obesidade – De acordo com o IBGE, 43,3% dos brasileiros com mais de 18 anos de idade apresentam sobrepeso ou obesidade. A doença traz riscos de problemas cardiovasculares e é causada principalmente pelo sedentarismo, histórico familiar e má alimentação.

Câncer – Os números de diagnósticos de câncer no Brasil tem aumentado ano após ano. Segundo o Instituto Nacional de Câncer, dois em cada mil brasileiros terão a doença.

Aids – Apesar das inúmeras campanhas de prevenção, a Aids ainda é uma doença preocupante no Brasil, principalmente entre a população jovem.

Diabetes – De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, 11% da população brasileira tem diabetes.

Tabagismo – O vício do cigarro ainda é um problema de saúde pública no Brasil. O tabagismo é a causa de mais de 200 mil mortes por ano no país.

Dengue – A dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes, pode causar febre hemorrágica e outros sintomas graves. Anualmente, o Brasil vive epidemias de dengue em diversas regiões.

Hepatite C – Essa doença atinge mais de 3 milhões de brasileiros. A patologia pode provocar lesões no fígado e câncer.

Hipertensão – A doença atinge cerca de 47% dos brasileiros que estão acima dos 50 anos de idade. A hipertensão é fator de risco para outras doenças, como o AVC, por exemplo.

Vídeo sobre Principais doenças que afetam a população brasileira:

Noções de primeiros socorros

Primeiros-socorros são procedimentos de emergência que devem ser aplicados a uma pessoa em perigo de morte, visando manter os sinais vitais e evitando o agravamento, até que ela receba atendimento definitivo.

Resultado de imagem para Noções de primeiros socorros

Definimos ainda como o primeiro atendimento realizado a uma pessoa que sofreu algum trauma, lesão ou mau súbito. Ou ainda como as primeiras providências tomadas no local do acidente. É um atendimento inicial e temporário, até a chegada da equipe de socorristas.

Primeiros Socorros nas Escolas

Os primeiros socorros é para ser um disciplina essencial nas escolas, para que os alunos aprendam a ajudar a salvar vidas das pessoas quando precisarem.

Vídeo sobre Noções de primeiros socorros:

Aspectos sociais da biologia

Os aspectos sociais em países subdesenvolvidos é um fator que faz uma grande diferença no crescimento de qualquer país.

Resultado de imagem para obesidade

Muita das vezes o que faz o país retroceder são fatores como o uso de drogas, pessoas não querem trabalhar, gravidez na adolescência.

Uso indevido de drogas

Conforme a OMS (Organização Mundial da Saúde), é qualquer substância não produzida pelo organismo que tem a propriedade de atuar sobre um ou mais de seus sistemas, produzindo alterações em seu funcionamento.

Gravidez na adolescência

Esse é um fator que é muito comum no país, pelo fato de que os país deixam os filhos no mundo jogados e acontece a gravidez indevida.

Vídeo sobre Aspectos sociais da biologia:

https://youtube.com/watch?v=dx88nyx1ZPM

Violência e segurança pública

A violência é um dos maiores problemas atuais, seja aquela praticada no seio familiar, seja a que vimos crescer consideravelmente nas ruas nos últimos anos, nos presídios, em escolas e nos próprios órgãos policiais, com o abuso de autoridade.

Resultado de imagem para Violência e segurança pública

Durante muito tempo se acreditou que a modernização, a tecnologia e os estudos sociais seriam capazes de resolver a questão da violência em todas as esferas da sociedade. No entanto, aconteceu o contrário, pois a onda de crimes evoluiu na mesma proporção.

Vídeo sobre Violência e segurança pública:

Exercícios físicos

A prática de exercícios físicos é um grande beneficio a saúde de qualquer pessoa, podendo livrar as pessoas de várias doenças.

Resultado de imagem para exercicios fisicos

O exercício físico é um dos principais vilãs contra obesidade, diabetes, hipertensão e outras doenças.

Vida saudável

A vida saudável engloba diversos processos que são essenciais na vida das pessoas como praticar exercícios, comer verduras e legumes, frequentar o médico de vez em quando.

Vídeo sobre Exercícios físicos e vida saudável:

Aspectos biológicos do desenvolvimento sustentável

O desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades, esta é a definição mais comum de desenvolvimento sustentável.

Resultado de imagem para Aspectos biológicos do desenvolvimento sustentável

Ela implica possibilitar às pessoas, agora e no futuro, atingir um nível satisfatório de desenvolvimento social e econômico e de realização humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, um uso razoável dos recursos da terra e preservando as espécies e os habitats naturais. Em resumo, é o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.

Sustentabilidade ambiental

Consiste na manutenção das funções e componentes dos ecossistemas para assegurar que continuem viáveis – capazes de se auto-reproduzir e se adaptar a alterações, para manter a sua variedade biológica. É também a capacidade que o ambiente natural tem de manter as condições de vida para as pessoas e para os outros seres vivos, tendo em conta a habitabilidade, a beleza do ambiente e a sua função como fonte de energias renováveis.

Vídeo sobre Aspectos biológicos do desenvolvimento sustentável:

Legislação e cidadania

Ao falar em cidadania, é preciso falar em Ética: filosofia que se dedica à análise dos valores e da conduta humana, indagando sobre seu sentido, sua origem, seus fundamentos e sua finalidade. Na vida pessoal, familiar e profissional, é comum estarmos diante de situações nas quais a nossa decisão depende daquilo que consideramos bom, justo e moralmente correto.

Resultado de imagem para Legislação e cidadania

Assim, é preciso formar, além do profissional competente, o cidadão consciente, preparado para converter a sociedade de competitiva e selvagem em mais justa e equilibrada, onde o bem, o dever, a moral se sobreponham à corrupção, ao egoísmo e à contravenção.

Vídeo sobre Legislação e cidadania:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas biológicas e geográficas, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Problemas ambientais: causas e consequências

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso de práticas biológicas, e nesse post vamos trabalhar com o “Problemas ambientais: causas e consequências”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas biológicas, que demonstram através de vários fatores do dia a dia.

Problemas ambientais: causas e consequências

Os problemas ambientais estão presentes na vida das pessoas de diversas formas, sendo que a maior parte desses problemas, são causados por ações dos homens com suas transformações.

Projeto sem título 16 1

A partir das transformações feitas pelos homens são causados diversos problemas, que atingem bastante a vida e a forma de viver das pessoas.

Exploração da Natureza

A exploração da Natureza é uma ação que é feita diariamente em diversos lugares, que podem ser com o uso de práticas de diferentes explorações.

Resultado de imagem para Exploração da Natureza

No Brasil a exploração e o uso de recursos naturais em alguns lugares ainda é dentro da norma, mas em alguns lugares tem uma exploração bastante desorganizada, como por exemplo o desmatamento desenfreado.

Uso dos Recursos Naturais

Existem diferentes formas de aproveitar os recursos naturais, tais como: a prática da agricultura, caça, pesca, extrativismo mineral e vegetal, entre outras atividades socioeconômicas. Sendo que as vezes o uso exagerado dos recursos naturais causas danos enormes.

Vídeo sobre Exploração e uso de recursos naturais:

Mudanças climáticas

As mudanças climáticas são muito frequentes nos dias atuais, o que deixa o clima muito diferente, de alguns tempos atrás.

Algumas mudanças climáticas estão presentes em nossos dias e são as que mais observamos, como: invernos de longo tempos, varões de muito tempo, desastres naturais como furacão.

Aquecimento Global

O aquecimento global é, sim, uma mudança climática que vem acontecendo ao longo dos anos, mas não a única. Além disso, não é a primeira vez que nosso planeta sofre mudanças no clima a nível global. É um pouco mais difícil visualizarmos a questão das mudanças climáticas, pois as escalas de tempo envolvidas são muito grandes, e seus impactos são menos imediatos.

Vídeo sobre mudanças climáticas:

Efeito estufa

O efeito estufa é um fenômeno natural ocasionado pela concentração de gases na atmosfera, os quais formam uma camada que permite a passagem dos raios solares e a absorção de calor.

Esse processo é responsável por manter a Terra em uma temperatura adequada, garantido o calor necessário. Sem ele, certamente nosso planeta seria muito frio e a sobrevivência dos seres vivos seria afetada.

Vídeo sobre Efeito estufa:

Desmatamento

O desmatamento é uma grande desastre que acontece nas florestas tanto mundial como brasileiras, fazendo o desaparecimento completo e permanente de florestas, atualmente causado em sua maior parte por atividades humanas.

Resultado de imagem para desmatamento

No Brasil, houve um grande avanço no desmatamento com a chegada dos portugueses em 1500, os quais exploravam o pau-brasil para venda na Europa.

Causas de Desmatamento

  • Atividade agrícola e pecuária, responsável por 80% do desmatamento mundial;
  • Urbanização;
  • Exploração comercial de madeira, principalmente madeira de lei.

Vídeo sobre desmatamento:

Erosão

A erosão é um processo natural, que nas últimas décadas tem sido muito maior pela ação humana (desmatamento, urbanização, queimadas, práticas agrícolas, exploração de minérios, etc.), que corresponde ao desgaste das rochas e dos solos.

Resultado de imagem para Erosão

A erosão atua na formação dos relevos e pode ocorrer pela ação dos ventos, das chuvas, dos rios, das intempéries do clima, dentre outros.

Tipos de Erosão

Erosão geológica é uma erosão que é causada pela própria natureza, através de fenômenos naturais que acontecem como chuvas.

Erosão acelerada, é a erosão que é causada pelas ações do homem como desmatamento.

Vídeo sobre Erosão:

Poluição da água

A poluição da água é um grande desastre que acontece por falta de pessoas conscientizadas,  que desfrutam da água e não pensam em cuidar, achando que nunca se acaba.

Resultado de imagem para poluição da água

Poluição da água é a degradação da qualidade da água a ponto de: prejudicar a saúde, a segurança e o bem-estar da população; criar condições adversas às atividades sociais e econômicas; afetar desfavoravelmente a biota; afetar desfavoravelmente as condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente.

Causas da poluição da água

A ação humana é a principal responsável pela poluição da água. As principais fontes de poluição da água são as atividades agrícolas, domésticas e industriais.

A atividade agrícola é potencialmente poluidora porque o uso de pesticidas e fertilizantes químicos pode infiltrar no solo e atingir o lençol freático.

A atividade das indústrias gera diversos tipos de resíduos poluentes que podem ser lançados nos rios e no mar.

A atividade doméstica tem destaque pelo uso de detergentes, os quais potencializam o crescimento do fitoplâncton e algas que, quando morrem, esgotam a oferta de oxigênio.

Assim como ocorre com os lixões, a contaminação da água por resíduos de cadáveres deve-se pela infiltração de substâncias no solo.

Vídeo sobre Poluição da água:

Poluição do solo

A Poluição do Solo é toda e qualquer mudança em sua natureza (do solo), causada pelo contato com produtos químicos, resíduos sólidos e resíduos líquidos, os quais causam sua deterioração ao ponto de tornar a terra inútil ou até gerar um risco a saúde.

Resultado de imagem para Poluição do solo

Sendo assim o solo se forma pela desagregação de rochas e a decomposição de restos vegetais e animais, por meio da ação dos referidos agentes decompositores e outras intempéries (chuva, ventos, etc.).

Causas da poluição do solo

Detritos da vida urbana – Em quantidade é a principal fonte causadora da poluição dos solos. É responsável pela produção exacerbada de lixo nas grandes cidades.

Depósitos ilegais de despejos industriais – É fato conhecido que as indústrias fazem uso desse recurso e descartam indevidamente metais pesados, produtos químicos de alto risco, além de dejetos sólidos.

Agrotóxicos e adubação incorreta – Nas áreas rurais, por sua vez, os principais vilões são a utilização indiscriminada de defensivos agrícolas, bem como a adubação incorreta ou excessiva.

Vídeo sobre Poluição do solo:

Poluição do ar

A Poluição do Ar ou Poluição Atmosférica é o resultado do lançamento na atmosfera de grandes quantidades de gases ou partículas líquidas e sólidas, que provocam impacto ambiental e problemas de saúde humana.

Resultado de imagem para poluição do ar

Dentre as substâncias poluentes temos as poeiras industriais, aerossóis, fumaças negras, solventes, ácidos e hidrocarbonetos.

Vídeo sobre Poluição do ar:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas corporais, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Origem e evolução da vida

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso de práticas biológicas, e nesse post vamos trabalhar com o “Problemas ambientais: causas e consequências”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas biológicas, que demonstram através de vários fatores do dia a dia.

Origem e evolução da vida

A Vida na Terra terá surgido á cerca de 3400 M.a., como o parecem demonstrar os fósseis de procariontes encontrados na África do Sul. As células eucarióticas terão surgido há cerca de 2000 a 1400 M.a., seguidas dos organismos multicelulares há cerca de 700 M.a.

Projeto sem título 13 1

Toda a Vida era obra de uma entidade toda poderosa, fato que servia para mascarar a não existência de conhecimentos suficientes para se criar uma explicação racional.

A biologia como ciência

A biologia ou ciências biológicas é a ciência que estuda os seres vivos, desde aqueles em escala molecular até o mais complexo dos organismos.

A biologia também estuda a interação dos seres vivos entre eles e com o ambiente físico em que vivem. A biologia como ciência se divide em vários ramos de estudo. Alguns estudam o organismo em si, outras a evolução das espécies e das populações, outro ramo estuda, por exemplo, o diagnóstico de doenças através de análises clínicas, entre outras.

história, métodos, técnicas e experimentação

A biologia surgiu a partir de quais plantas eram venenosas e quais não eram, quais frutos que podiam ser consumidos e os que não podiam.

Em 1650, com a descoberta do microscópio por Antony van Leeuwenhoek, os cientistas e curiosos puderam aprofundar mais seus estudos na biologia. Em 1735, Lineu, baseado nas semelhanças morfológicas de plantas e de animais, criou o sistema taxonômico e a nomenclatura dos seres vivos, que é utilizado até hoje, mas com algumas modificações.

Em 1809, Lamarck deu um passo à frente quando publicou um livro sobre a evolução das espécies, e em 1859, Charles Darwin, também evolucionista, publicou um livro sobre a origem das espécies, que é aceita até hoje como explicação para a evolução das espécies.

Vídeo sobre a biologia como ciência:

Hipóteses sobre a origem do Universo, da Terra e dos seres vivos

A origem do universo é representada de várias formas sendo que por algum tempo alguma teoria prevaleceu.

Essas teorias são representadas de formas que envolvem a vida dos humanos, animais e plantas.

Teorias

As teorias que envolvem os surgimento da vida são: Teoria do Big Bang, Teoria do Universo Oscilante, Teoria do Estado Estacionário, Teoria Inflacionária Gravidade quântica em loop, Teoria M, Seleção cosmológica natural, Criacionista, Panspermia, Abiogênese, Bóson de Higgs.

Vídeo sobre Hipóteses sobre a origem do Universo, da Terra e dos seres vivos:

Teorias de evolução

A Teoria da Evolução descreve o desenvolvimento das espécies que habitavam ou habitam o planeta Terra.

Resultado de imagem para Teorias de evolução

Sendo que as espécies atuais descendem de outras espécies que sofreram modificações ao longo do tempo e transmitiram novas características aos seus descendentes.

Quais são as teorias da evolução?

Criacionismo: As forças divinas são responsáveis pelo surgimento do planeta e de todas as espécies existentes. Nesse caso, não houve nenhum processo evolutivo e as espécies são imutáveis. Essa teoria relaciona-se com questões religiosas.

Evolucionista: Propõe a evolução das espécies por meio da seleção natural conforme ocorrem as mudanças ambientais.

Vídeo sobre Teorias de evolução:

Explicações pré-darwinistas para a modificação das espécies

Imagine que o senhor João na sua infância e adolescência sempre foi bem magro. Atualmente é um homem bem musculoso, e estes músculos foram adquiridos por meio da combinação de exercícios físicos e alimentação rica em proteínas.

Resultado de imagem para Explicações pré-darwinistas

No entanto o filho do senhor João, que se chama Paulo e tem 18 anos, é bem magrinho, desprovido de músculos bem desenvolvidos como os do pai. Ou seja, os caracteres (músculos) adquiridos pelo senhor João ao longo de sua vida não foram transmitidos para o seu filho. Estudos genéticos demonstram este e outros exemplos.

Mas não pense que Lamarck não tinha razão alguma. Muito pelo contrário! Veremos adiante que a sua teoria tem bastante a ver com a teoria de Darwin.

Vídeo sobre Explicações pré-darwinistas para a modificação das espécies:

A teoria evolutiva de Charles Darwin

Segundo Darwin, os organismos mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência do que os menos adaptados, deixando um número maior de descendentes.

Resultado de imagem para A teoria evolutiva de Charles Darwin

Os organismos mais bem adaptados são, portanto, selecionados para aquele ambiente.

Princípios básicos

Os indivíduos de uma mesma espécie apresentam variações em todos os caracteres, não sendo portanto idênticos entre si.

Todo organismo tem grande capacidade de reprodução, produzindo muitos descendentes. Entretanto, apenas alguns dos descendentes chegam à idade adulta.

O número de indivíduos de uma espécie é mantido mais ou menos constante ao longo das gerações. Assim, há grande “luta” pela vida entre os descendentes, pois apesar de nascerem muitos indivíduos poucos atingem a maturalidade, o que mantém constante o número de indivíduos na espécie.

Na “luta” pela vida, organismos com variações favoráveis ás condições do ambiente onde vivem têm maiores chances de sobreviver, quando comparados aos organismos com variações menos favoráveis.

Vídeo sobre A teoria evolutiva de Charles Darwin:

Teoria sintética da evolução

A Teoria sintética da evolução ou Neodarwinismo foi formulada por vários pesquisadores durante anos de estudos, tomando como essência as noções de Darwin sobre a seleção natural e incorporando noções atuais de genética.

Resultado de imagem para Teoria sintética da evolução

A mais importante contribuição individual da Genética, extraída dos trabalhos de Mendel, substituiu o conceito antigo de herança através da mistura de sangue pelo conceito de herança através de partículas: os genes.

Vídeo sobre Teoria sintética da evolução:

Seleção artificial e seu impacto sobre ambientes naturais e sobre populações humanas

Seleção artificial é o processo de cruzamentos conduzido pelo ser humano com o objetivo de selecionar características desejáveis em animais e plantas. Estas características podem ser, por exemplo, um aumento da produção de carne, leite, lã, seda ou frutas.

Para esse fim foram, e são, produzidas diversas raças domésticas, como cães, gatos, pombos, bovinos, peixes e plantas ornamentais.

Processos

Os processos de seleção artificial são o endocruzamento, heterose e formação de híbridos. Através do endocruzamento o homem promove uma seleção direcional escolhendo os indivíduos portadores das características que pretende selecionar e promove o cruzamento entre os indivíduos selecionados; nas gerações seguintes faz o mesmo tipo de seleção.

Vídeo sobre Seleção artificial e seu impacto sobre ambientes naturais e sobre populações humanas:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas biológicas, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos estudos quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Conservação e recuperação de ecossistemas

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso de práticas biológicas, e nesse post vamos trabalhar com o “Conservação e recuperação de ecossistemas”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas biológicas, que demonstram como estão se sentindo.

Conservação e recuperação de ecossistemas

Os ecossistemas devem ser conservados e recuperados de forma que tem a intensão de ter uma maior biodiversidade, fazendo assim uma grande diferenciação na biologia atual.

Projeto sem título 11 1

Sendo que as atividades humanas em favorecimento da preservação ambiental quando não realizadas de forma organizada e consciente sempre produzem resultados negativos no meio ambiente. Esses resultados podem ser de forma direta, em atuações específicas em áreas naturais ou mesmo de forma indireta, quando o resultado de alguma atividade humana gera impactos em um ecossistema.

Conservação da biodiversidade

A conservação da diversidade Biológica consolidou em três grandes grupos as diferentes formas possíveis de conservação: a clássica, com o estabelecimento de áreas com restrição de acesso e uso, a de uso sustentável e a repartição de benefícios oriundos do uso da biodiversidade.

Imagem relacionada

Essa conservação da biodiversidade é feita através de diversos recursos que protegem os animais e as plantas.

Iniciativas de proteção de espécies

É a colaboração para a conservação do ecossistema onde a espécie habita, pois boa parte das ameaças à integridade da espécie provém da destruição de seu habitat. Um bom exemplo é o projeto de recuperação das populações do mico-leão-dourado.

Vídeo sobre Conservação da biodiversidade:

Tecnologias ambientais

Tecnologia ambiental é a aplicação das ciências ambientais para a proteção e conservação da natureza, espaço natural ou biodiversidade, no sentido de prevenir ou mitigar os impactos negativos do homem no ambiente.

Resultado de imagem para Tecnologias ambientais

Nos tempos atuais, a tecnologia ambiental ganhou uma nova força, no sentido de corresponder as necessidades impostas pelo desenvolvimento sustentável.

Objetivos da Tecnologia Ambiental

Tecnologia ambiental ou tecnologia verde é a aplicação das ciências ambientais para a proteção e conservação da natureza, espaço natural ou biodiversidade, no sentido de prevenir ou mitigar os impactos negativos do homem no ambiente. Nos tempos atuais, a tecnologia ambiental ganhou uma nova força, no sentido de corresponder as necessidades impostas pelo desenvolvimento sustentável.

Vídeo sobre Tecnologias ambientais:

Noções de saneamento básico

O saneamento básico é o que todas as pessoas tem direito a ter em relação a limpeza e higiene, com água encanada, esgotos feitos com tubulações embaixo do chão, coleta de lixo, limpeza de rua e outros.

Sendo que as pessoas são asseguradas por lei e todas as pessoas tem direito a ter e receber esses serviços.

Saneamento Básico no Brasil

No brasil o saneamento básico ainda é muito precário, chegando a ser de péssima qualidade, sendo que em grandes capitais funciona de uma boa forma mas deixa muito a desejar ainda. Em cidades pequenas funciona da mínima forma possível.

Vídeo sobre Noções de saneamento básico:

Noções de legislação ambiental da água

A água é considerada um bem de domínio público e um recurso natural limitado, dotado de valor econômico.

Resultado de imagem para água

A Lei prevê que a gestão dos recursos hídricos deve proporcionar os usos múltiplos das águas, de forma descentralizada e participativa, contando com a participação do Poder Público, dos usuários e das comunidades. Determina que, em situações de escassez, o uso prioritário da água é para o consumo humano e para a dessedentação de animais.

Vídeo sobre Noções de legislação ambiental da água:

Noções de legislação ambiental de florestas

As lei ambientais da floresta faz a proteção das matas do nosso país de acordo com as leis  a serem seguidas.

Resultado de imagem para florestas

Essa proteção é feita a través da lei federal 4.771/65.

Lei federal 4.771/65

Art. 1° As florestas existentes no território nacional e as demais formas de vegetação, reconhecidas de utilidade às terras que revestem, são bens de interesse comum a todos os habitantes do País, exercendo-se os direitos de propriedade, com as limitações que a legislação em geral e especialmente esta Lei estabelecem. Parágrafo único. As ações ou omissões contrárias às disposições deste Código na utilização e exploração das florestas são consideradas uso nocivo da propriedade (art. 302, XI b, do Código de Processo Civil). § 1o As ações ou omissões contrárias às disposições deste Código na utilização e exploração das florestas e demais formas de vegetação são consideradas uso nocivo da propriedade, aplicando-se, para o caso, o procedimento sumário previsto no art. 275, inciso II, do Código de Processo Civil. (Renumerado do parágrafo único pela Medida Provisória nº 2.166-67, de 2001) § 2o Para os efeitos deste Código, entende-se por: (Incluído pela Medida Provisória nº 2.166-67, de 2001) (Vide Decreto nº 5.975, de 2006) I – pequena propriedade rural ou posse rural familiar: aquela explorada mediante o trabalho pessoal do proprietário ou posseiro e de sua família, admitida a ajuda eventual de terceiro e cuja renda bruta seja proveniente, no mínimo, em oitenta por cento, de atividade agroflorestal ou do extrativismo, cuja área não supere: (Incluído pela Medida Provisória nº 2.166-67, de 2001) a) cento e cinqüenta hectares se localizada nos Estados do Acre, Pará, Amazonas, Roraima, Rondônia, Amapá e Mato Grosso e nas regiões situadas ao norte do paralelo 13o S, dos Estados de Tocantins e Goiás, e ao oeste do meridiano de 44o W, do Estado do Maranhão ou no Pantanal mato-grossense ou sul-mato-grossense; (Incluído pela Medida Provisória nº 2.166-67, de 2001) b) cinqüenta hectares, se localizada no polígono das secas ou a leste do Meridiano de 44º W, do Estado do Maranhão; e (Incluído pela Medida Provisória nº 2.166-67, de 2001) c) trinta hectares, se localizada em qualquer outra região do País; (Incluído pela Medida Provisória nº 2.166-67, de 2001) II – área de preservação permanente: área protegida nos termos dos arts. 2o e 3o desta Lei, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade, o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas; (Incluído pela Medida Provisória nº 2.166-67, de 2001) III – Reserva Legal: área localizada no interior de uma propriedade ou posse rural, excetuada a de preservação permanente, necessária ao uso sustentável dos recursos naturais, à conservação e reabilitação dos processos ecológicos, à conservação da biodiversidade e ao abrigo e proteção de fauna e flora nativas; (Incluído pela Medida Provisória nº 2.166-67, de 2001) IV – utilidade pública: (Incluído pela Medida Provisória nº 2.166-67, de 2001)

Vídeo sobre Noções de legislação ambiental de florestas:

Noções de legislação ambiental de unidades de conservação

O Brasil é um país que possui ampla legislação ambiental em todas as esferas de poder público: federal, estadual e municipal. Cada uma destas esferas possui determinadas atribuições que se não forem pensadas em conjunto, não surtirão efeito. Um ambiente ecologicamente equilibrado é um direito de todos enquanto cidadãos.

Portanto, a proteção ambiental deve ser pensada, ao mesmo tempo, nas três esferas de poder público para que sejam praticadas ações e promovido o perfeito uso dos bens ambientais em áreas cada vez maiores, pois assim, além de conservar o meio ambiente, a qualidade de vida de toda a sociedade estará sendo melhorada. Para tanto existem diversas categorias de Unidades de Conservação, tanto de uso direto quanto de uso indireto.

Vídeo sobre Noções de legislação ambiental de unidades de conservação:

Noções de legislação ambiental de biodiversidade

A diversidade biológica, a despeito de sua notória complexidade científica, foi definida pela Convenção sobre Diversidade Biológica,

Resultado de imagem para biologia

sendo que variabilidade de organismos vivos de todas as origens, compreendendo, dentre outros, os ecossistemas terrestres, marinhos e outros ecossistemas aquáticos e os complexos ecológicos de que fazem parte: compreendendo ainda a diversidade dentro de espécies, entre espécies e de ecossistemas.

Direito do meio ambiente

O objetivo do direito do meio ambiente, por sua finalidade aparente e característica de preservação da natureza, leva fundamentalmente, à proteção do homem, que em conseqüência, possui um direito à conservação da natureza, em complemento aos outros direitos garantidos aos indivíduos.

Vídeo sobre Noções de legislação ambiental de biodiversidade:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas biológicas, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos estudos quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Poluição Da Água

Em primeiro lugar, a poluição da água acontece quando não podemos consumir nem os seres vivos do ecossistema possuem condições de viver no ambiente por causa de alterações em sua qualidade.

poluição da água

Nesse sentido, a água poluída pode causar danos aos seres vivos e comprometer o equilíbrio do bioma.

Poluição da água: alterações físicas

No momento em que são depositados materiais orgânicos na água de rios e mares, ela se torna turva e seu consumo não é aconselhável.

A água, quando limpa, é:

  • Inodora
  • Insípida
  • Incolor

Isto quer dizer que ela não tem cheiro nem sabor e é totalmente transparente.

Poluição da água: alterações químicas

Sob o mesmo ponto de vista, a poluição da água causada por materiais tóxicos pode alterar os níveis de:

  • Cálcio
  • Magnésio
  • Chumbo
  • Cádmio
  • Arsênico
  • Mercúrio

Os metais pesados existem em alguns processos industriais e, seus rejeitos acabam danificando a estrutura da água quando o descarte indevido acontece.

Poluição da água: alterações biológicas

Uma vez poluída, a água apresenta organismos patogênicos, provenientes de material orgânico.

poluição da agua 01

Tais organismos podem conter germes como vírus e bactérias e causar uma série de doenças e alergias em contato com a pele.

Poluição da água: causas principais

Contudo, quem vivem nas cidades pode perceber que as indústrias poluem o curso d’água com compostos inorgânicos derivados de suas atividades comerciais.

Outros danos podem vir da indústria agrícola e de transformação:

  • Inseticidas
  • Plásticos
  • Solventes
  • Tintas
  • Detergentes
  • Fertilizantes

Períodos de chuva intensa podem agravar o problema, já que a água da chuva pode levar a contaminação para o solo, ou, no caso dos rios, até o oceano.

Surpreendentemente, a falta de saneamento básico é outro fator que aumenta a poluição da água.

Cidades que não possuem sistema de tratamento de esgoto, aliás, podem ter redes clandestinas, onde a água servida acaba se misturando a tubulação de águas fluviais, comprometendo o ambiente.

Por fim, em alto mar, embarcações de grande porte e plataformas de petróleo são um risco potencial, isto é, se houver qualquer tipo de acidente com vazamento de petróleo ou combustível os animais marinhos podem correr perigo, assim como as cidades costeiras.

Poluição da água: como perceber

Se acaso a água estiver coberta por algas na cor verde, isso significa, certamente que aconteceu uma eutrofização.

As cianobactérias vindas do fitoplâncton crescem muito rápido por causa dos níveis de fósforo e nitrogênio da água poluída.

Esse tapete verde é uma resposta da natureza ao desequilíbrio ambiental, porém, quando não controlado, impede a luminosidade do sol e diminui a oxigenação da água, gerando mortandade de peixes.

poluição da agua 02

Poluição da água: doenças comuns

A mistura de fezes humanas e de outros animais com o lixo e esgoto despejado na água gera doenças graves.

Esquistossomose: verminose que causa problemas intestinais e renais)

Giardíase: problemas intestinais causados pela Giardia lamblia

Cólera: doença grave caracterizada por diarréia e vômitos. A bactéria Vibrio Cholerae é a causadora da enfermidade.

Desenteria: enfermidade causada pela água contaminada com ameba ou bactéria shigella.

Hepatite: a hepatite A pode se manifestar 15 a 20 dias após o contato com água contaminada pelo vírus A (HAV).

Leptospirose: infecção grave que pode ocorrer quando a água poluída está infectada com a urina de roedores.

Em resumo, saber as consequências da poluição da água é importante para evitar problemas de saúde, além de ser um conteúdo cobrado em vestibulares e concursos.

Poluição da água: exercícios

(ETEs-2007) Uma comunidade de uma determinada cidade resolveu adotar um rio para que ele continue sendo vital ao ecossistema de sua região. Para identificar os passos a serem dados visando à elaboração de um plano de recuperação de um rio, é necessário verificar as seguintes possibilidades:

I. Água Verde: pode significar algas demais na água; isso torna difícil a existência de qualquer outra vida no rio.

II. Água Turva: terra demais na água; isso torna difícil a respiração dos peixes.

III. Cheiro de ovo podre: esgotos podem estar sendo descarregados no rio.

IV. Camada laranja ou vermelha sobre a água: pode indicar que uma fábrica está despejando poluentes no rio.

V. Espumas ou bolhas na água: podem ser o sinal de um vazamento de sabão de residências ou fábricas.

(Adaptado de: 50 pequenas coisas que você pode fazer para salvar a Terra, Rio de Janeiro: Record, s/d. p. 94)

Identifique a alternativa que apresenta uma proposta adequada para melhorar a vida de um rio.

a) Para combater as algas mencionadas no item I, é preciso derramar grande quantidade de óleo diesel a fim de eliminá-las.

b) Para diminuir a quantidade de terra na água, conforme o item II, torna-se importante plantar mais plantas nativas nas margens a fim de evitar a erosão.

c) O problema descrito no item III pode ser facilmente resolvido, colocando-se água sanitária nas margens do rio.

d) O problema presente no item IV somente poderá ser solucionado com uma proposta apresentada à Câmara Municipal de retirar as indústrias da cidade.

e) Com o objetivo de resolver a situação presente no item V, deve-se substituir o consumo de sabão por detergente líquido.

(PUC – SP-2008) (…) Como se não bastasse a sujeira no ar, os chineses convivem com outra praga ecológica, a poluição das águas por algas tóxicas. Há vários anos as marés vermelhas, formadas por essas algas, ocupam vastas áreas do litoral chinês, reduzindo drasticamente a pesca e afugentando os turistas.

“O Avanço das Algas Tóxicas” in Revista Veja, 3 de outubro de 2007

O trecho acima faz referência a um fenômeno causado pela:

a) multiplicação acentuada de várias espécies de produtores e consumidores marinhos, geralmente devido à eutroficação do ambiente.

b) multiplicação acentuada de dinoflagelados, geralmente devido à eutroficação do ambiente.

c) multiplicação acentuada de várias espécies de produtores e consumidores marinhos devido ao aumento do nível de oxigênio no ambiente.

d) baixa capacidade de reprodução de dinoflagelados, geralmente devido à eutroficação do ambiente.

e) baixa capacidade de reprodução do zooplâncton e do fitoplâncton devido ao aumento do nível de oxigênio no ambiente.

Respostas: 1-b 2-b

Hereditariedade e diversidade da vida

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso sistema de conhecimento da vida, com base na biologia, e nesse post vamos trabalhar com o “Hereditariedade e diversidade da vida”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas biológicas, que demonstram como estão se sentindo.

Hereditariedade e diversidade da vida

A Hereditariedade e diversidade da vida são dois processão que andam lado a lado, pois de acordo com a hereditariedade ao passar dos tempos vai formando uma diversidade biológica.

Hereditariedade e diversidade da vida 2

A vida foi ficando diversificada ao longo dos tempos e essa diversificação é de tamanha importância para os estudos e pesquisa.

Princípios básicos que regem a transmissão de características hereditárias

Os cromossomos formam pares, sendo que um é de origem maternal e o outro de origem paternal, e por serem morfologicamente semelhantes, isto é, apresentarem o mesmo tamanho e forma, são denominados cromossomos homólogos.

Resultado de imagem para Princípios básicos que regem a transmissão de características hereditárias

Desta forma, podemos dizer que, normalmente, existem 2 genes, denominados alelos, responsáveis por uma determinada característica, um presente no cromossomo materno e outro no cromossomo paterno.

Gene e DNA

Gene é a unidade fundamental da hereditariedade. Um cromossomo é uma sequência de DNA bastante longa, que contém vários genes.

O DNA (ácido desoxirribonucleico) é uma molécula muito extensa, que contém toda a informação genética de um indivíduo. O DNA contém instruções para a fabricação de todas as proteínas do organismo. Cada segmento de DNA que contém essas instruções para formação de uma proteína é denominado gene.

Vídeo sobre Princípios básicos que regem a transmissão de características hereditárias:

Concepções pré-mendelianas sobre a hereditariedade

As primeiras pessoas observaram que parentes próximos tendiam a ser parecidos entre si e, ao domesticar animais e cultivar plantas, procuravam selecionar características vantajosas que eram transmitidas de uma geração para outra.

Resultado de imagem para Concepções pré-mendelianas sobre a hereditariedade

As primeiras noções sobre a hereditariedade vieram do senso comum e partiam da simples observação. Ao longo dos anos, muitas teorias foram surgindo para explicar o fenômeno da hereditariedade.

teoria da pré-formação ou Preformismo

Defendia que os organismos já estariam completos e pré-formados no interior do gameta masculino (espermatozoide) ou feminino (óvulo). Esse organismo em miniatura era chamado de homúnculo. Então, o desenvolvimento seria apenas o crescimento do homúnculo até se tornar um ser totalmente formado.

Vídeo sobre Concepções pré-mendelianas sobre a hereditariedade:

Aspectos genéticos do funcionamento do corpo humano

como sabemos o nosso corpo é cheio de mistérios que descobrimos dias após dias, fazendo com que seja algo um pouco estranho.

Resultado de imagem para Aspectos genéticos do funcionamento do corpo humano

Sendo que existe diversos aspectos que compõe o corpo humano de várias formas.

Aspectos Genéticos

Esses são alguns dos aspectos genéticos: Anomalias Genéticas, Árvore Genealógica, Clonagem Clonagem, Humana Cromossomos, Genealogia Herança Poligênica, Herança restrita ao sexo, Heterocromia, Projeto Genoma Humano, Sistema ABO, Tipos Sanguíneos.

Vídeo sobre Aspectos genéticos do funcionamento do corpo humano:

Antígenos e anticorpos

Antígeno é qualquer substância que ao ser introduzida no organismo faz com que seu sistema imune produza anticorpos contra ele.

Resultado de imagem para anticorpos

A maior parte dos antígenos são proteínas e polissacarídeos, podendo ser moléculas presentes em bactérias, vírus, protozoários, helmintos, toxinas, toxoides, células de superfície, pólen, entre outros. Os lipídeos e ácidos nucleicos só apresentam antigenicidade se ligadas a proteínas e polissacarídeos.

anticorpos

O anticorpo é uma proteína específica que reage apenas com o corpo estranho contra o qual foi produzido. Os anticorpos agem aderindo à superfície do corpo estranho, isto impede a multiplicação dos microorganismos e inibe a ação das toxinas.

Vídeo sobre Antígenos e anticorpos:

Grupos sanguíneos, transplantes e doenças auto-imunes

Os grupos sanguíneos são antígenos situados na superfície das hemácias. Constituem, juntamente com as proteínas do soro e enzimas dos eritrócitos, polimorfismos importantes como marcadores genéticos. São clinicamente essenciais em transfusões de sangue, transplantes de órgãos e obstetrícia, na incompatibilidade materno-fetal. Além disso, são usados em medicina legal para identificação e na investigação de paternidade.

Resultado de imagem para transplantes e doenças auto-imunes

Doenças autoimunes são doenças causadas por falhas no sistema imune em distinguir o “próprio” do “não-próprio”, fazendo com que o sistema imune identifique células próprias e saudáveis como ameaças e inicie uma resposta de defesa contra elas. Alguns exemplos mais conhecidos de doenças autoimunes, são: diabetes mellitus tipo 1, lúpus eritematoso sistêmico, síndrome de Sjögren, tireoidite de Hashimoto, doença de Graves e artrite reumatoide.

Vídeo sobre Grupos sanguíneos, transplantes e doenças auto-imunes:

Neoplasias

Neoplasia é uma proliferação anormal, autônoma e descontrolada de um determinado tecido do corpo, mais conhecida como tumor. Uma neoplasia pode ser benigna ou maligna. Um câncer é uma neoplasia maligna.

Resultado de imagem para Neoplasias 

A neoplasia ocorre devido a uma alteração celular, que faz com que uma célula do organismo comece a se multiplicar de forma desordenada e descontrolada.

Influência de fatores ambientais

Fatores ambientais são tão importantes quanto os genéticos para determinar o risco de uma pessoa ter autismo, sugere uma pesquisa publicada neste domingo no periódico Journal of the American Medical Association (Jama). De acordo com o estudo, a maior análise genética já realizada em torno do autismo, a hereditariedade explica apenas 50% da probabilidade de uma pessoa desenvolver o transtorno – um peso menor do que estimativas anteriores haviam sugerido, de 80% a 90%.

Vídeo sobre Neoplasias e a influência de fatores ambientais:

Mutações gênicas e cromossômicas

Mutação Gênica é uma alteração em sua sequência de aminoácidos, tendo havido a substituição de um aminoácido por outro, o que acarretou uma mudança em seu mecanismo de atuação e, como consequência levou à produção de um pigmento de cor diferente.

Resultado de imagem para Mutações gênicas

Agora, como a sequência de aminoácidos em uma proteína é determinada pela ação de um certo gene que conduz à síntese do pigmento.

Mutação Cromossômica

As mutações cromossômicas podem ser classificadas em mutações numéricas, em que há alteração no número de cromossomos de célula, e mutações estruturais, em que há alteração na forma ou no tamanho de um ou mais cromossomos da célula.

Vídeo sobre Mutações gênicas e cromossômicas:

Aconselhamento genético

O aconselhamento genético consiste em verificar a probabilidade de uma doença genética ocorrer em uma família. Além disso, pode orientar casais que pensam em ter filhos, mas apresentam grande probabilidade de transmitirem alguma patologia ou malformação.

Através do aconselhamento, é possível observar essas probabilidades, bem como as consequências para o bebê e para a família, ajudando assim nas decisões a respeito do futuro reprodutivo de um casal.

Vídeo sobre Aconselhamento genético:

Fundamentos genéticos da evolução

Os mecanismos evolutivos propostos por Darwin continham uma lacuna: a explicação para a origem da diversidade; sendo este um motivo para que algumas pessoas questionassem sua obra. Apesar de tanto Mendel quanto Darwin terem vivido na mesma época, esse não teve contato com as ideias do precursor da Genética.

A seleção natural são os fatores principais que culminam na evolução; sendo as combinações gênicas consequências da segregação independente dos cromossomos, e permutações que ocorrem durante a meiose. Tanto ela quanto as mutações estão relacionadas à variabilidade genética da população.

Vídeo sobre Fundamentos genéticos da evolução:

Aspectos genéticos da formação

Os aspectos genéticos são de uma forma muito complexa onde um organismo ou célula adquire ou torna-se predisposto a adquirir características semelhantes à do organismo ou célula que o gerou, através de informações codificadas (código genético) que são transmitidas à descendência.

Resultado de imagem para diversidade biológica

A combinação entre os códigos genéticos dos progenitores (em espécies sexuadas) e erros (mutações) na transmissão desses códigos são responsáveis pela variação biológica que, sob a ação da seleção natural, permite a evolução das espécies. A ciência que estuda a herança genética é a genética.

Manutenção da diversidade biológica

A manutenção da diversidade biológica é feita através de diversos processos de conscientização de pessoas, tornando um assunto onde todos possam contribuir e entender o processo.

Vídeo sobre Aspectos genéticos da formação:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas , falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Identidade dos seres vivos

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso de biologias diferentes, e nesse post vamos trabalhar com o “Identidade dos seres vivos”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas biológicas, que demonstram como estão vivendo.

Identidade dos seres vivos

A identidade dos seres vivos é baseada em diversos fatores que acontecem ao longo da vida, fatores esses que mudam as características dos seres humanos e a sua forma de viver.

Projeto sem título 8 1

Cada sr tem a sua identidade própria mas pode mudar de tempos em tempos, se baseando em o que ele acha que lhe faz bem.

Níveis de organização dos seres vivos

Os seres vivos são organizados de diferentes maneiras uma delas é a classificação biológica, Começando do nível microscópico, vemos que a matéria viva é formada de átomos, que se reúnem formando as moléculas das diversas substâncias orgânicas. Proteínas, por exemplo, são substâncias constituídas por milhares ou até milhões de átomos, principalmente de elementos como o carbono, o hidrogênio e o nitrogênio, apenas para citar alguns. No nível acima dessa hierarquia da vida, vemos que a moléculas orgânicas estão organizadas de modo a formar diversos tipos de organelas celulares que se integram na formação das células.

As células, por sua vez, são consideradas unidades básicas de todos os seres vivos, com exceção do vírus, que é chamado de acelular. Das células passamos para os tecidos, que ocorrem apenas nos organismos multicelulares (animais e plantas). Nesse nível, as células se especializam e se juntam para dar as características do tecido a ser formado. São exemplos de tecido a nossa pele, o nosso sangue, nossos músculos, entre outros. Diversos tipos de tecidos se organizam para formar os órgãos, unidades anatômicas e funcionais essenciais à manutenção da vida nos organismo multicelulares. Por exemplo, o coração é um órgão formado por diversos tipos de tecido, principal o muscular.

Organização de um indivíduo

O corpo humano faz parte dessa organização e podemos dizer que ele é classificado como um organismo. O organismo é o nível hierárquico acima dos átomos, das moléculas, das organelas, dos tecidos, dos órgãos e dos sistemas. O corpo humano é formado por tecidos variados como o tecido nervoso, sanguíneo, ósseo, epitelial, conjuntivo, entre outros. Cada tecido é formado por células com funções diferentes. Os órgãos formados pelos tecidos são, por exemplo, o coração, o fígado, os pulmões, o cérebro, a boca, entre vários outros. Cada um desempenha funções fundamentais no corpo humano, como bombear o sangue, produzir e regular hormônios, etc.

Vídeo sobre Níveis de organização dos seres vivos:

Vírus, procariontes e eucariontes

https://sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/biovirus.php
https://sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/biovirus.php
https://sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/biovirus.php

Infecção dos Vírus

Os vírus geralmente refere-se às partículas que infectam eucariontes (organismos cujas células têm carioteca), enquanto o termo bacteriófago ou fago é utilizado para descrever aqueles que infectam procariontes (domínios bacteria e archaea).

Vídeo sobre Vírus, procariontes e eucariontes:

Seres Autótrofos

Também conhecidos como seres produtores, são aqueles que possuem a capacidade de produzir seu próprio alimento.

Resultado de imagem para Autótrofos e heterótrofos

De acordo com o processo utilizado para fabricar o alimento, podem ser classificados em quimiossintetizantes e fotossintetizantes.

Seres heterótrofos

Também conhecidos como seres consumidores, são aqueles que não possuem a capacidade de fabricar seu próprio alimento. Logo, necessitam se alimentar de outros seres (consumidores ou produtores). Podem ser classificados em função do tipo de alimento que consomem.

Sendo assim existem os heterótrofos: – Carnívoros: que se alimentam exclusivamente de carne. Exemplos: leão, tigre e onça pintada. – Herbívoros: que se alimentam exclusivamente de vegetais. Exemplos: cavalo, boi, cabra e coelho. – Onívoros: que se alimentam de carne de animais e também de vegetais. Exemplos: ser humano, morcego, urso e suricato. – Hematófagos: que se alimentam de sangue de outros animais. Geralmente são seres parasitas. Exemplos: pernilongo, barbeiro, carrapato e piolho. – Ictiófagos: se alimentam de peixes. Exemplos: águia pescadora, martin pescador e leão marinho. – Coprófagos: que se alimentam de fezes de animais. Exemplos: algumas espécies de moscas e escaravelho (besouro). – Ornitófagos: que se alimentam de carne de aves. Exemplos: falcão peregrino. – Insetívoros: que se alimentam de insetos. Exemplos: sapos, bem-te-vi e algumas espécies de peixes. – Detritívoros: que se alimentam de detritos orgânicos de origem vegetal e animal. Exemplos: abutre, hiena e urubu. – Planctófagos: se alimentam de plânctons. Exemplos: flamingo-de-james e arraia.

Vídeo sobre Autótrofos e heterótrofos:

Seres unicelulares e pluricelulares

Unicelulares são aqueles representados por uma única célula. Essa célula única é capaz de desempenhar todas as funções necessárias a sua sobrevivência, como alimentação, respiração e excreção.

Resultado de imagem para Seres unicelulares

Seus representantes incluem bactérias, arqueobactérias, protozoários, algas e fungos unicelulares. Esses organismos podem ser divididos em procariotos e eucariotos de acordo com sua característica celular.

Seres pluricelulares

Os organismos pluricelulares (ou multicelulares) são por definição compostos por mais de uma célula. Isso permitiu a evolução de diferentes células especializadas em funções distintas dentro de um mesmo organismo. Os reinos Animalia e Plantae são inteiramente compostos por organismos pluricelulares, bem como grande parte do reino Fungi e uma série de espécies de algas.

Vídeo sobre Seres unicelulares e pluricelulares:

Sistemática e evolução dos seres vivos

A sistemática tem como principais objetivos mostrar a diversidade dentro do gênero, também descrever a biodiversidade, que é a parte da taxonomia, ordenar as espécies e biodiversidade, subjacentes a esta sistemática. Ela está preocupada em construir classes, fazer classificação, sobre as quais poderemos fazer generalizações.

Resultado de imagem para Sistemática e evolução dos seres vivos

O histórico da sistemática começa com Aristóteles 340 a.C. que inventou a história natural e afirmou que existe uma gradação completa na natureza; foi ele quem percebeu que existem organismos mais simples e outros mais complexos.

Vídeo sobre Sistemática e evolução dos seres vivos:

Tipos de ciclo de vida

Organismos com reprodução sexuada podem apresentar três tipos de ciclos reprodutivos diferentes: ciclo haplobionte haplonte, ciclo haplobionte diplonte e ciclo diplobionte.

Imagem relacionada

Esses ciclos são diferenciados pelo número de cromossomos presentes em uma célula somática e também pela presença de adultos diploides e/ou haploides.

Características dos ciclos

Ciclo haplobionte haplonte: são aqueles em que há apenas um tipo de indivíduo adulto. No ciclo haplobionte haplonte, chamado somente de haplobionte por alguns autores, o indivíduo adulto é haploide e o zigoto é diploide, ou seja, o adulto possui apenas um grupo de cromossomos, e o zigoto possui dois grupos.

Ciclo haplobionte diplonte Esse ciclo de vida também é haplobionte, uma vez que há apenas um tipo de adulto. Nesse caso, porém, trata-se de um adulto diploide, diferentemente do que ocorre no ciclo haplobionte haplonte.

Ciclo diplobionte O ciclo diplobionte (do grego diplo, duplo, dois) apresenta duas formas de vidas adultas: uma haploide e uma diploide. Esse tipo de reprodução denomina-se alternância de gerações.

Vídeo sobre Tipos de ciclo de vida:

Evolução e padrões anatômicos e fisiológicos

A primeira evidência refere-se aos registros fósseis, sendo uma prova consistente de que nosso planeta já abrigou espécies diferentes das que existem hoje. Esses registros são uma forte evidência da evolução porque podem nos fornecer indícios de parentesco entre estes e os seres viventes atuais ao observarmos, em muitos casos, uma modificação contínua das espécies.

A adaptação, capacidade do ser vivo em se ajustar ao ambiente, pode ser outra evidência, uma vez que, por seleção natural, indivíduos portadores de determinadas características vantajosas – como a coloração parecida com a de seu substrato – possuem mais chances de sobreviver e transmitir a seus descendentes tais características.

Vídeo sobre Evolução e padrões anatômicos e fisiológicos:

Embriologia, anatomia

Atualmente a embriologia é uma parte da Biologia do Desenvolvimento, e está relacionada com diversas áreas de conhecimento como a citologia, a histologia, a genética, a zoologia, entre outras.

O corpo humano apresenta sistemas biológicos que realizam funções específicas necessárias para a nossa vida. Em nosso site você poderá encontrar artigos direcionados para cada um destes sistemas na anatomia humana: Sistema Esquelético.

Fisiologia humana

A fisiologia envolve a compreensão das funções de células, tecidos, órgãos e sistemas de organismo, bem como a interação entre eles e a importância para a sobrevivência. A compreensão do funcionamento dos organismos vivos sempre despertou a curiosidade e interesse dos cientistas.

Vídeo sobre Embriologia, anatomia e fisiologia humana:

Biotecnologia

Biotecnologia é o estudo e desenvolvimento de organismos geneticamente modificados e sua utilização para fins produtivos.

Ou melhor, é a tecnologia baseada na biologia, sendo usada principalmente na agricultura, ciência dos alimentos e medicina.

Sistemática

Biotecnologia é o estudo e desenvolvimento de organismos geneticamente modificados e sua utilização para fins produtivos. Ou seja, é a tecnologia baseada na biologia, sendo usada principalmente na agricultura, ciência dos alimentos e medicina.

Vídeo sobre Biotecnologia e sistemática:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas biológicas, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Água

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso da água, e nesse post vamos trabalhar com a “Água”.

Onde vamos mostrar o modo de se viver das pessoas, que todas precisam de água, que demonstram como estão vivendo.

Água

A água é um bem natural mais abrangente do planeta mas que por ser ter grande os povos pensam que não acaba, a água tem suas grandes funções na vida das pessoas que a maior delas é dá a vida a todos, não só as pessoas mas também animais e plantas.

Projeto sem título 13

Sendo que vamos falar um pouco mais sobre a água e suas propriedades, como é formada, as suas moléculas e outros.

Ocorrência na vida animal e vegetal

A água na vida dos animais e vegetais é essencial, que é usada diariamente, para que eles possam sobreviver, de forma eficiente.

Resultado de imagem para Ocorrência da água na vida animal

Devido o grande desperdício da água nos últimos anos tem morrido bastante animais e plantas, assim acabando com a maior parte da natureza, o poluição de rios é uma grande causa.

Importância na vida animal e vegetal

A Importância da Água na vida do planeta é de tamanha proporção, posto que é um elemento essencial para a sobrevivência de animais e vegetais na Terra. Sendo assim, quando falta água, a vida está ameaçada, uma vez que a água é a fonte de vida do planeta.

Vídeo sobre Ocorrência e importância na vida animal e vegetal:

Ligação, estrutura

A fórmula da água, H20, indica que é composta por dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio. Esses átomos compartilham de forma desigual os elétrons, criando uma polaridade (cargas positivas e negativa).

Resultado de imagem para Ligação, estrutura e propriedades da agua

Em outras palavras, a molécula da água é polar e por isso as moléculas ligam-se através de pontes de hidrogênio, que são bem fortes.

Propriedades da água

Solubilidade: é muito importante para os seres vivos porque absorvem nutrientes (como o cálcio, o magnésio, etc) dissolvidos na água que bebem.

A tensão superficial é uma propriedade física que resulta da força de atração entre as moléculas internas e da superfície.

A densidade é uma medida da concentração da massa em certo volume, ou seja, determina o quanto a substância é compacta.

Vídeo sobre Ligação, estrutura e propriedades:

https://youtube.com/watch?v=Gu8qckG9WCw

Sistemas em Solução Aquosa

A solução aquosa é uma das propriedades mais importantes da água é a sua capacidade de dissolver uma grande variedade de substâncias.

Resultado de imagem para Soluções verdadeiras, soluções coloidais

Assim, qualquer água presente na natureza apresenta materiais dissolvidos.

Soluções verdadeiras, soluções coloidais e suspensões

Soluções verdadeiras: são misturas de duas ou mais substâncias de aspecto uniforme, sendo que suas partículas dispersas apresentam o tamanho menor que 1nm. Portanto, são invisíveis a olho nu. Comumente usa-se o termo solução verdadeira e não somente solução para distinguir as soluções das dispersões coloidais.

Soluções coloidal : apesar de muitas vezes, a olho nu, as dispersões coloidais serem confundidas com soluções verdadeiras, por apresentarem um aspecto homogêneo, algumas características as distinguem.

Suspensões apresentam partículas de diâmetro maior que 1000 nm. Assim, elas podem ser vistas a olho nu ou por microscópio.

Vídeo sobre Sistemas em Solução Aquosa:

Concentração das soluções

A concentração de uma solução deve ser expressa em unidades quantitativas. São usadas as chamadas unidades de concentração que são medidas quantitativas da afinidade de soluto que se dissolve.

Resultado de imagem para Concentração das soluções

A quantidade relativa de uma substância é conhecida como concentração e é expressa em diferentes unidades.

Vídeo sobre Concentração das soluções:

Aspectos qualitativos das propriedades coligativas das soluções

As soluções podem ser moleculares quando as partículas encontradas são moléculas e iônicas quando as partículas encontradas são íons.

Resultado de imagem para Aspectos qualitativos das propriedades coligativas das soluções

As propriedades coligativas são propriedades que se originam a partir da presença de um soluto não-volátil e um solvente. A intensidade da ocorrência dessas propriedades varia de acordo com a quantidade de partículas encontradas na solução.

Vídeo sobre Aspectos qualitativos das propriedades coligativas das soluções:

Funções Inorgânicas

Os compostos inorgânicos são aqueles que não formados de átomos de carbono, tal como os compostos orgânicos.

Resultado de imagem para Ácidos, Bases, Sais e Óxidos

As principais funções inorgânicas são 4: ácidos, bases, sais e óxidos. As outras funções, consideradas secundárias, são hidretos e carbetos, por exemplo.

Ácidos, Bases, Sais e Óxidos

Ácidos são compostos covalentes, ou seja, que compartilham elétron nas suas ligações. Eles têm a capacidade de ionizar em água, ou seja, formar cargas, liberando o H+ como único cátion.

Bases são compostos iônicos formados por um metal, que dissocia em água, ou seja, separa cargas, liberando o OH- como único ânion.

Sais são compostos iônicos que apresentam, no mínimo, 1 cátion (íon de carga positiva) diferente de H+ e um ânion diferente de OH-.

Óxidos são compostos binários, que têm dois elementos (iônicos ou moleculares). Possuem oxigênio na sua composição, sendo ele o seu elemento mais eletronegativo.

Vídeo sobre Ácidos, Bases, Sais e Óxidos:

Conceitos de ácidos e bases

Ácidos e bases são dois grupos químicos relacionados entre si. São duas substâncias de grande importância e presentes no cotidiano.

Resultado de imagem para Conceitos de ácidos e base

Os ácidos e bases são estudados pela Química Inorgânica, o ramo que estuda os compostos que não são formados por carbono.

Nomenclatura de ácidos

Para definir a nomenclatura, os ácidos são divididos em dois grupos:

  • Hidrácidos: ácidos sem oxigênio: ácido + nome do elemento + ídrico.
  • Oxiácidos: ácidos com oxigênio: ácido + nome do elemento + ico.

Vídeo sobre Conceitos de ácidos e base:

Ácidos e bases: indicadores, condutibilidade elétrica, reação com metais, reação de neutralização

Os ácidos costumam ser bem solúveis em água, enquanto a maior parte das bases é insolúvel. As bases de metais alcalinos são solúveis, a de metais alcalinoterrosos são pouco solúveis e as bases de outros metais são insolúveis (uma exceção é o hidróxido de amônio, NH4OH, que existe apenas em solução aquosa, borbulhando o gás amônia em água, sendo, portanto, solúvel nela).

Quando dizemos “insolúvel”, estamos querendo dizer que essas substâncias são praticamente insolúveis, porque nenhuma substância é totalmente insolúvel em água.

Todos os ácidos só conduzem corrente elétrica quando estão dissolvidos em água, porque quando estão em meio aquoso, eles sofrem ionização, ou seja, liberam íons.

Vídeo sobre Ácidos e bases:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala da Água, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Ecologia

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Ecologia, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Ecologia

Projeto sem título 18

O que é ecologia e o que estuda

Resultado de imagem para ecologia

A ecologia estuda o meio ambiente e todos os seres vivos e não vivos que tem dentro dele, a ecologia tenta mostrar com o entendimento do funcionamento de toda a natureza, para que todos conheçam as suas especies e a diversidade da natureza.

Estudo do meio Ambiente

É o conjunto de fatores físicos, biológicos e químicos que cerca os seres vivos, influenciando-os e sendo influenciado por eles. Pode ser entendido também como o conjunto de condições que permitem abrigar e reger a vida em todas as suas formas – os ecossistemas que existem na Terra.

Videos sobre ecologia:

Teias e cadeias alimentares

Resultado de imagem para Teias e cadeias alimentares

A cadeia alimentar os organismos estabelecem relação de alimentação em um ecossistema. Sendo que a cadeia é composta por produtores, consumidores e decompositores. No meio ambiente, os seres vivos interagem entre si, transferindo matéria e energia por meio de nutrição. Em uma sequência de seres vivos em que um serve de alimento para o outro pode ser chamada tanto de cadeia alimentar quanto de teia alimentar, sendo essa última denominação no caso de cadeias alimentares interligadas.

Videos sobre Teias e cadeias alimentares:

Fluxo de energia

Resultado de imagem para Fluxo de energia e níveis tróficos

O fluxo de energia na cadeia alimentar é passado de um animal ao outro, de acordo com a cadeia, sendo que a cada etapa as energias diminuem de um animal para o outro, sendo um ecossistema é sempre unidirecional, e a cada nível trófico, menor é a energia disponível para o nível seguinte.

Níveis trópicos

A cada nível trófico, menos energia é passada. Normalmente, apenas 5% a 20% da energia é passada para o próximo nível trófico, sendo esse fenômeno chamado de eficiência ecológica. Diante dessa baixa quantidade de energia transferível, uma cadeia alimentar dificilmente possui mais de cinco níveis tróficos.

Videos sobre Fluxo de energia e níveis trópicos:

Ciclos biogeoquímicos

Resultado de imagem para Ciclos biogeoquímicos

É o percurso realizado no meio ambiente por um elemento químico essencial à vida. O termo é derivado do fato de que há um movimento cíclico de elementos que formam os organismos vivos e o ambiente geológico, onde intervêm mudanças químicas.

Importância dos ciclos biogeoquímicos

Os ciclos biogeoquímicos permitem que os elementos químicos não acabem na natureza. Através deles, os elementos passam pela atmosfera e entre os seres vivos, garantindo a manutenção da vida na Terra. Esses ciclos também tem papel no aquecimento global, sendo que a sua causa principal é a ação do homem, seja de maneira direta ou indireta.

Videos sobre Ciclos biogeoquímicos:

Características das populações

Imagem relacionada

Podemos dizer que os principais fatores que alteram o tamanho de uma população são: a natalidade, mortalidade e deslocamento. Populações aumentam quando a natalidade é maior que a mortalidade e/ou quando o número de indivíduos que imigra (entra na população) é maior do que os que emigram (saem da população) (Gotelli, 2009).

Videos sobre Características das populações:

Controle populacional

Resultado de imagem para Controle populacional animais

O controle populacional do meio ambiente é feito pelos próprios animais, sendo que cada especie tem sua função de controlar o animais para que não cresça desordenadamente, Assim quando uma especie entra em extinção, coloca a população ambiental em risco.

Videos sobre Controle populacional:

Competição intraespecífica

Resultado de imagem para Competição e cooperação intraespecífica

Competição intraespecífica propriamente dita: indivíduos da mesma espécie competem por um ou mais recursos que, na maioria das vezes, não estão disponíveis em quantidade suficiente no ecossistema. Pode delinear uma população, principalmente em seu tamanho.

Cooperação intraespecífica

Colônia: indivíduos da mesma espécie que vivem e necessitam estar anatomicamente agrupados, interagindo de forma que proporciona vantagem a todos. Nesta, há divisões de trabalho, onde todos desempenham funções vitais para o grupo.

Videos sobre Competição e cooperação intraespecífica:

Relações ecológicas interespecíficas

Imagem relacionada

A relação ecológica intraespecífica ocorre entre indivíduos da mesma espécie, enquanto que a relação ecológica interespecífica ocorre entre indivíduos de espécies diferentes. O presente artigo abordará apenas as relações interespecíficas que ocorrem entre seres de diferentes espécies.

Competição, herbiovoria, predação, parasitismo, mutualismo

Mutualismo: também chamado por alguns autores como mutualismo obrigatório. O mutualismo é um tipo de relação ecológica interespecífica em que as duas espécies envolvidas se beneficiam.

Protocooperação, também é conhecido como cooperação ou mutualismo facultativo. Nesse tipo de relação ecológica interespecífica, as espécies associadas se beneficiam, mas conseguem viver isoladamente, não havendo nenhum tipo de dependência entre eles.

Comensalismo: associação entre dois indivíduos em que um se beneficia dos restos alimentares de outro, que não é prejudicado.

Inquilinismo: relação ecológica interespecífica na qual uma espécie, chamada de “inquilina”, fixa-se ou procura abrigo em outro organismo que chamamos de “hospedeiro”.

Videos sobre Relações ecológicas interespecíficas:

Grandes biomas do mundo

Resultado de imagem para Grandes biomas do mundo

No mundo existem diversos biomas onde se concentram uma diversidade muito de varias especies, que são pesquisadas constantemente e pessoas que observam a vida de animais e plantas, viajam muito para conhecer. Entre os mais famosos temos:

Tundra Situa-se nas regiões próximas ao Polo Ártico, norte do Canadá, da Europa e da Ásia. Apresenta temperaturas baixas durante todo o ano. O inverno é bastante severo e o verão é frio.

Taiga Também chamado de floresta de coníferas devido a predominância de pinheiros e abetos. Situa-se no hemisfério norte, ao sul da tundra ártica, em região de clima frio. Porém, possui uma estação quente mais longa e amena, comparada ao bioma tundra.

Biomas do Brasil

O bioma Amazônia corresponde a quase metade do território nacional. Abrange os estados brasileiros do: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Roraima; parte de Rondônia, Mato Grosso, Maranhão e Tocantins. O clima dessa região é quente e úmido e sua densa vegetação é caracterizada pela floresta amazônica com árvores de grande porte.

O Cerrado é considerado o segundo maior bioma do Brasil em extensão. Ele abrange os estados do: Maranhão, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Tocantins. Além disso, ocupa uma pequena área de outros seis estados.

A Caatinga ocupa grande parte da região nordeste do país. Ela abrange os estados do: Ceará, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe.

A Mata Atlântica ocupa a faixa litorânea de norte à sul do país. Assim, ela engloba a totalidade de três estados brasileiros: Espírito Santo, Rio de Janeiro e Santa Catarina; grande parte do Paraná e pequenas porções de onze estados.

O Bioma Pantanal, considerado o de menor extensão territorial do país, abrange dois estados brasileiros, a saber: Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Videos sobre Grandes biomas do mundo e do Brasil:

O que afeta os ecossistemas

Videos sobre O que afeta os ecossistemas:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Ecologia. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

Evolução biológica

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Evolução biológica, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Evolução biológica

A evolução é a mudança das características hereditárias de uma população de seres vivos de uma geração para outra. Este processo faz com que as populações de organismos mudem e se diversifiquem ao longo do tempo.

Projeto sem título 16

E  tem como ideia principal que todos os seres vivos compartilham um mesmo ancestral. A partir dela, surgiu a enorme variedade de espécies que encontramos hoje. Pode-se dizer que a evolução é o processo pelo qual os organismos modernos se desenvolveram, a partir de antigos ancestrais.

As primeiras ideias evolucionistas

Resultado de imagem para evolucionista

As teorias evolucionistas apresentam como ponto principal a defesa de que os organismos do planeta sofrem modificações ao longo do tempo, não sendo, portanto, que não podem ser mudados.

Principais teorias evolutivas

Lamarckismo diz respeito ao uso e desuso, que não pode ser considerado uma verdade, pois as características do nosso organismo são predeterminadas pelos genes, e o uso e o desuso poderiam causar alterações nos limites predeterminados.

Darwinismo as espécies modificam-se ao longo do tempo em virtude da seleção natural. Para ele, os organismos vivem em uma luta constante pela sobrevivência e apenas aqueles mais aptos são capazes de sobreviver, reproduzir-se e passar as características vantajosas para seus descendentes.

Neodarwinismo consiste na teoria da seleção natural acrescida dos conhecimentos genéticos adquiridos posteriormente. Assim sendo, o neodarwinismo incorpora a ideia de mutação e recombinação genética.

Videos sobre As primeiras ideias evolucionistas:

O pensamento evolucionista

Resultado de imagem para evolucionista

Evolucionismo é uma teoria elaborada e desenvolvida por diversos cientistas para explicar as alterações sofridas pelas diversas espécies de seres vivos ao longo do tempo, em sua relação com o meio ambiente onde elas habitam.

Charles Robert Darwin

Charles Robert Darwin foi um naturalista britânico que alcançou fama ao convencer a comunidade científica da ocorrência da evolução e propor uma teoria para explicar como ela se dá por meio da seleção natural e sexual.

Videos sobre O pensamento evolucionista:

Evidências da evolução biológica

Resultado de imagem para Evidências da evolução biológica

A primeira evidência refere-se aos registros fósseis, sendo uma prova consistente de que nosso planeta já abrigou espécies diferentes das que existem hoje. A adaptação, capacidade do ser vivo em se ajustar ao ambiente, pode ser outra evidência, uma vez que, por seleção natural, indivíduos portadores de determinadas características vantajosas – como a coloração parecida com a de seu substrato – possuem mais chances de sobreviver e transmitir a seus descendentes tais características.

Videos sobre Evidências da evolução biológica:

Principais fatores evolutivos

Resultado de imagem para Principais fatores evolutivos

A mutação pode ser definida como um evento que dá origem a alterações qualitativas ou quantitativas no material genético. Recombinação é a mistura de genes que ocorre durante a meiose, para formação dos gametas. Essa recombinação é responsável pela singularidade de cada indivíduo de uma mesma espécie. A probabilidade de que dois indivíduos da mesma irmandade sejam iguais é praticamente zero. A seleção natural é o processo chave que age sobre a casualidade da mutação e seleciona as características apropriadas para melhorar a adaptação dos organismos.

Videos sobre Principais fatores evolutivos:

Bases genéticas da evolução

Resultado de imagem para Bases genéticas da evolução

A mutação cria novos genes, e a recombinação os mistura com os genes já existentes, originando os indivíduos geneticamente variados de uma população. A seleção natural, por sua vez, favorece os portadores de determinados conjuntos gênicos adaptativos, que tendem a sobreviver e se reproduzir em maior escala que outros. Em função da atuação desses e de outros fatores evolutivos, a composição gênica das populações se modifica ao longo do tempo.

Videos sobre Bases genéticas da evolução:

A árvore filogenética

Resultado de imagem para A árvore filogenética

Uma árvore filogenética é uma representação gráfica, em forma de árvore, apresentando as relações evolutivas entre várias espécies ou outras entidades que possam ter um ancestral comum.

Videos sobre A árvore filogenética:

Origem dos grandes grupos de seres vivos

Resultado de imagem para Origem dos grandes grupos de seres vivos

A formação de novas espécies de seres vivos, denominada de especiação, é uma etapa fundamental do processo evolutivo. O termo espécie vem do latim species e significa tipo, qualidade. Em 1942, Ernst Mayr (n 1904) propôs uma definição de espécie como sendo um grupo de populações cujos indivíduos são capazes de se cruzar e produzir descendentes férteis, em condições naturais, estando reprodutivamente isolados de indivíduos de outras espécies. No entanto esse conceito proposto por Mayr tem limitações. Ele não se aplica, a espécies que se reproduzem assexuadamente, como bactérias, vírus e certas espécies de outros grupos.

Videos sobre Origem dos grandes grupos de seres vivos:

Evolução humana

Resultado de imagem para Evolução humana

A evolução humana é um processo diverso que vem sendo estudado anos e anos, para que seja o mais aproximado possível da realidade.

A mais aceita

A evolução humana é a origem e a evolução do Homo sapiens como espécie distinta de outros hominídeos, dos grandes macacos e mamíferos placentários. O estudo da evolução humana engloba muitas disciplinas científicas, incluindo a antropologia física, primatologia, a arqueologia, linguística e genética.

Videos sobre Evolução humana:

Ancestralidade humana

Resultado de imagem para Ancestralidade humana

O termo “humano” no contexto da evolução humana, refere-se ao gênero Homo, mas os estudos da evolução humana usualmente incluem outros hominídeos, como os australopitecos. O gênero Homo se afastou dos Australopitecos entre 2,3 e 2,4 milhões de anos na África.

Características

Os cientistas estimam que os seres humanos ramificaram-se de seu ancestral comum com os chimpanzés – o único outro hominídeo vivo – entre 5 e 7 milhões anos atrás. Diversas espécies de Homo evoluíram e agora estão extintas. Estas incluem o Homo erectus, que habitou a Ásia, e o Homo neanderthalensis, que habitou a Europa. O Homo sapiens arcaico evoluiu entre 400.000 e 250.000 anos atrás.

Videos sobre Ancestralidade humana:

Os homens antes no homem

Resultado de imagem para homens

Uma expressão onde muitas pessoas acreditam que existiu pessoas antes das teorias assim como os estudiosos pesquisaram, sendo de tamanha importância, para o conhecimento dos humanos sobre a evolução.

Videos sobre Os homens antes no homem:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Evolução Biológica. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

Genética e ligação cênica

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Genética e ligação cênica, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Genética e ligação cênica

Genética é a ciência que estuda a transmissão das características hereditárias ao longo das gerações. Por volta de 1986, Gregor Mendel postulou duas Leis que serviriam como ponto de partida e até hoje são a base do estudo da hereditariedade.

Projeto sem título 14

Quando os genes estão localizados em cromossomos diferentes eles segregam de forma independente, porém, quando estão localizados no mesmo cromossomo, não há segregação e eles vão juntos para o mesmo gameta.

A descoberta da segregação independente

Resultado de imagem para segregação independente

A segregação independente foi descoberta a partir da primeira lei de Mendel que cruzou plantas que diferiam em apenas uma característica (monoibridismo). Depois utilizou algumas características ao mesmo tempo, como por exemplo, cruzou plantas de sementes rugosas e verdes com plantas de sementes lisas e amarelas.

Segregação independente

Estabelece que “os fatores (alelos) para duas ou mais características se distribuem independentemente durante a formação dos gametas e se combinam ao acaso”. Gregor Mendel foi capaz de realizar essas afirmações após estudar dois caracteres ao mesmo tempo.

Videos sobre segregação independente:

Teoria cromossômica da herança

Resultado de imagem para Teoria cromossômica da herança

A teoria afirma que os genes são encontrados em locais específicos nos cromossomos, e que o comportamento dos cromossomos durante a meiose pode explicar as leis de herança de Mendel. A teoria cromossômica foi afirmada a partir dos estudos com as moscas de frutas.

Videos sobre Teoria cromossômica da herança:

Conceito de interação gênica

Resultado de imagem para interação gênica

A interação gênica ocorre quando dois ou mais pares de genes, com distribuição independente, determinam conjuntamente um único caráter. Esses pares de genes interagem entre si.

Epistasia

A modalidade da interação gênica na qual, genes de um lócus inibem a manifestação de genes de outro lócus. O efeito epistático manifesta-se entre genes não alelos. Genes epistáticos são os que impedem a atuação de outros, e hipostáticos são os genes inibidos.

Videos sobre Conceito de interação gênica:

Determinação do sexo

Na maior parte das espécies, ocorre por meio de genes situados em cromossomos, denominados de cromossomos sexuais. Na maior parte dos vertebrados, incluindo a espécie humana, as fêmeas apresentam um par de cromossomos sexuais idênticos (XX). Nos machos, os cromossomos são diferentes (XY).

Fecundação

Na fecundação, o embrião recebe um cromossomo da mãe, proveniente do óvulo, e um do pai, proveniente do espermatozoide. Se o espermatozoide que fecundou o óvulo apresenta um cromossomo X, o indivíduo gerado desenvolve ovários e, consequentemente, hormônio feminino. Se o espermatozoide apresenta cromossomo Y, ocorre o desenvolvimento de testículos e hormônios masculinos. Isso se deve à presença de um gene no cromossomo Y que leva ao desenvolvimento dos testículos. Na sua ausência desse gene, ocorre o desenvolvimento de ovários.

Videos sobre Determinação do sexo:

Herança e sexo

Resultado de imagem para Herança e sexo

Os cromossomos autossômicos são os relacionados às características comuns aos dois sexos, enquanto os sexuais são os responsáveis pelas características próprias de cada sexo. A formação de órgãos somáticos, tais como fígado, baço, o estômago e outros, deve-se a genes localizados nos autossomos, visto que esses órgãos existem nos dois sexos.

Videos sobre Herança e sexo:

Ligação gênica

Resultado de imagem para Ligação gênica

É o processo que acontece quando os genes estão localizados em cromossomos diferentes eles segregam de forma independente, porém, quando estão localizados no mesmo cromossomo, não há segregação e eles vão juntos para o mesmo gameta.

Mapeamento cromossômico

É um mapa de um cromossomo de uma espécie que mostra a posição relativa dos genes e/ou marcadores genéticos. Para se construir um mapa genético leva-se em consideração dois fatores: Os genes se encontram nos cromossomos em posição linear

Videos sobre Ligação gênica e o Mapeamento cromossômico:

Melhoramento genético

Melhoramento genético é o processo de selecionar ou modificar intencionalmente o material genético de um ser vivo. Que tem por objetivo desenvolver indivíduos com características desejáveis. Por exemplo, variedades de frutas sem sementes, como a melancia, são resultados de melhoramento.

Videos sobre Melhoramento genético:

Engenharia genética e suas aplicações

A engenharia genética trabalha com um conjunto de tecnologias, baseadas na tecnologia do DNA recombinante, utilizadas para alterar a composição genética de um ser vivo, incluindo o isolamento, a manipulação e a transferência de genes intra e interespecíficos para produzir organismos novos ou melhorados.

É aplicada na medicina, na pesquisa, na indústria e na agricultura, e, pode ser usada em diversas de plantas, animais e micro-organismos. Aí estão as produções, em larga escala, de insulina, de hormônio do crescimento, de interferon alfa humano com atividade biológica contra infecções ocasionadas por vírus e contra algumas formas de tumores malignos humanos, de vacinas e anticorpos monoclonais humanos.

Videos sobre Engenharia genética e suas aplicações:

Desvendando o genoma humano

Resultado de imagem para genoma humano

Genoma humano é o código genético do ser humano, ou seja, o conjunto dos genes humanos. No material genético podemos obter todas as informações para o desenvolvimento e funcionamento do organismo do ser humano. Este código genético está presente em cada uma das células humanas.

benefício do Genoma humano

Muitos medicamentos e vacinas poderão ser elaborados a partir das informações obtidas por estas pesquisas. Descobrindo o motivo de várias doenças, o ser humano poderá adotar medidas e comportamentos de prevenção. Uma pessoa poderá, por exemplo, saber que é geneticamente predisposta a desenvolver câncer de pulmão. Diante desta informação, poderá deixar de fumar e adotar medidas que previnam esta enfermidade.

Videos sobre Desvendando o genoma humano:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Genética e ligação cênica. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

Introdução a Genética

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Introdução a Genética, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Introdução a Genética

A Genética é uma área da biologia que estuda os mecanismos da hereditariedade ou herança biológica. Começando do processo que envolve os cromossomos falando da sua descoberta aos dias atuais, também temos a 1 lei de Mendel.

Projeto sem título 12

A genética está relacionada a biologia molecular, a ecologia, falando de diversos assuntos, como: genótipo e fenótipo, os alelos de um mesmo gene, a Herança sanguínea na espécie humana, o sistema MN e RH de grupos sanguíneos, e por ultimo a Probabilidade na genética .

Ideias e bases da hereditariedade

Resultado de imagem para bases da hereditariedade

Hereditariedade é o fenômeno em que os genes e as características dos pais são transmitidas aos seus descendentes. As características genéticas e fenotípicas transmitidas dessa forma, por sua vez, são chamadas de hereditárias.

Características hereditárias

A transmissão de características hereditárias nos seres humanos é conseguida graças à fusão dos gametas. O gameta masculino, o espermatozoide, e o gameta feminino, o ovócito secundário, contêm 23 cromossomos cada. Quando ocorre a fusão, os 23 cromossomos do pai juntam-se aos 23 cromossomos da mãe e passam a compor o conjunto cromossômico daquela nova célula.

Videos sobre Ideias e bases da hereditariedade:

A descoberta dos cromossomos

Resultado de imagem para A descoberta dos cromossomos

O primeiro investigador a observar cromossomas foi Karl Wilhelm von Nägeli em 1842 e o seu comportamento foi descrito em detalhe por Walther Flemming em 1882. Em 1910, Thomas Hunt Morgan provou que os cromossomas são os portadores dos genes, Edmund Beecher Wilson constatou que o comportamento dos cromossomos durante a meiose poderia ser responsável pela herança do sexo.

A descoberta de Theodor Boveri

Descreveu duas propriedades importantes dos cromossomas contidos dentro do núcleo. Um destes era a unicidade de cada cromossoma e do outro seu potencial para passar na informação cromossomática através das gerações. As massas de Wilhelm tinham sugerido previamente que cada cromossoma fosse original, mas era Boveri que controlou provar este facto em suas experiências.

Videos sobre cromossomos:

Quem foi Mendel

Foi um biólogo botânico, monge agostiniano e meteorologista austríaco. Durante sua vida, Mendel publicou dois grandes trabalhos agora clássicos: “Ensaios com plantas híbridas”, que não abrangia mais de trinta páginas impressas, e “Hierácias obtidas pela fecundação artificial”.

A primeira lei de Mendel

Também chamada de lei da Segregação dos Fatores ou Moibridismo, determina que cada característica é determinada por dois fatores, que se separam na formação dos gametas.

Mendel chegou a essa conclusão, quando percebeu que linhagens diferentes, com os diferentes atributos escolhidos, sempre geram sementes puras e sem alterações ao longo das gerações. Ou seja, plantas de sementes amarelas sempre produziam 100% dos seus descendentes com sementes amarelas.

Videos sobre Mendel:

Os conceitos de genótipo e fenótipo

Resultado de imagem para genótipo e fenótipo

Fenótipo é as características apresentadas por um indivíduo, sejam elas morfológicas, fisiológicas e comportamentais. Também fazem parte do fenótipo características microscópicas e de natureza bioquímica, que necessitam de testes especiais para a sua identificação.

Genótipo refere-se à constituição genética do indivíduo, ou seja, aos genes que ele possui. Estamos nos referindo ao genótipo quando dizemos, por exemplo, que uma planta de ervilha é homozigota dominante (VV) ou heterozigota (Vv) em relação à cor da semente.

Relação entre fenótipo e genótipo

A relação é que representam as características físicas e comportamentais dos indivíduos (fenótipo), bem como suas caraterísticas genéticas (genótipo).

Videos sobre genótipo e fenótipo:

Interação entre alelos de um mesmo gene

Resultado de imagem para alelos de um mesmo gene

A interação entre alelos do mesmo gene é o tipo de herança na qual a expressão do fenótipo de uma característica é condicionada pela ação conjunta de dois ou mais pares de genes com segregação independente. Esta interação resulta em um efeito que difere daquele produzido por ambos individualmente.

Videos sobre Interação entre alelos de um mesmo gene:

Variação como os genes se expressam

Resultado de imagem para Variação como os genes

Os genes para a cor das sementes em ervilhas manifestam-se com fenótipos bem definidos, sendo encontradas sementes amarelas ou verdes. A essa manifestação gênica bem determinada chamamos de variação gênica descontínua, pois não há fenótipos intermediários.

Videos sobre Variação como os genes se expressam:

Herança sanguínea na espécie humana

Resultado de imagem para Herança sanguínea

A herança sanguínea na espécie humana conta com os tipos sanguíneos que são divididos em grupos que podem ser combinamos geneticamente. O grupo sanguíneo dos filhos sofrem influencia do grupo dos pais. O grupo sanguíneo é também chamado de Fenótipo. Para cada fenótipo pode existir mais de um Genótipo, ou correspondente. As pessoas podem ter sangue do grupo A, B, AB ou O, de acordo com a presença de antígenos nos glóbulos vermelhos.

Videos sobre Herança sanguínea na espécie humana:

Sistema MN

Resultado de imagem para Sistema MN

Em 1927, Landsteiner e Levine descobriram dois aglutinogênios nas hemácias humanas, que foram denominados M e N. Eles verificaram que algumas pessoas apresentavam um desses antígenos, enquanto outras apresentavam os dois juntos. Assim, consideraram três fenótipos: grupo M, grupo N e grupo MN, determinados por um par de alelos, sem relação de dominância: gene LM (ou M) – condiciona a produção do antígeno M; gene LN (ou N)- condiciona a produção do antígeno N.

RH de grupos sanguíneos

O sistema Rh é controlado por genes independentes dos genes do sistema ABO. Neste, considera-se um par de genes alelos: “R” e “r”, sendo o primeiro o dominante e com presença de antígeno e o segundo, recessivo e sem antígeno. Indivíduos com antígeno são pertencentes ao grupo Rh+ e os não portadores, do grupo Rh-.

Videos sobre Sistema MN e RH de grupos sanguíneos:

Teoria das probabilidades aplicada a genética

Resultado de imagem para Teoria das probabilidades aplicada a genética

A probabilidade aplicada a genética é imprescindível, sendo que serve para fazer diversos estudos, e trabalhos, como exame laboratorial, resultados de DNA, entre outros diversos.

Probabilidades na genética

Por exemplo, qual a probabilidade de uma casal ter dois filhos, um do sexo masculino e outro do sexo feminino? Como já vimos, a probabilidade de uma criança ser do sexo masculino é ½ e de ser do sexo feminino também é de ½. Há duas maneiras de uma casal ter um menino e uma menina: o primeiro filho ser menino E o segundo filho ser menina (1/2 X 1/2 = 1/4) OU o primeiro ser menina e o segundo ser menino (1/2 X 1/2 = 1/4). A probabilidade final é 1/4 + 1/4 = 2/4, ou 1/2.

Videos sobre Teoria das probabilidades aplicada a genética:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Introdução a Genética. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

Reprodução e desenvolvimento

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Reprodução e desenvolvimento, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Reprodução e desenvolvimento

A reprodução e o desenvolvimento dos seres humanos é m processo muito complicado que envolve vários parâmetros, um processo que vem desde a fecundação até o nascimento do individuo.

Projeto sem título 9

Todo esse desenvolvimento e a reprodução é baseada em diversos processos que envolvem os órgãos masculinos e femininos, como os órgãos genitais masculinos e femininos, assim passando pelo processo de fecundação, gastrulação até o processo de nascimento.

Reprodução humana

A Reprodução humana é a fecundação que quando o óvulo é liberado pelo ovário, ele fica disponível para fertilização na tuba uterina. Geralmente, ele sobrevive por aproximadamente 36 horas, tempo que corresponde ao período fértil da mulher.

Sistema Reprodutor

Sistema reprodutor humano Masculino.

Sistema reprodutor humano feminino.

Videos sobre Reprodução humana:

Sistema genital feminino

O sistema genital feminino é formado internamente por dois ovários, duas tubas uterinas, ovidutos ou trompas de falópio e o útero. A vagina é um canal com abertura para o exterior do corpo, comunicante com a vulva ou pudendo. Os pares de ovários, com morfologia arredondada e diâmetro médio de 4cm, responsáveis pela formação e maturação de gametas e produção de hormônios (estrógeno e progesterona), seguem disposição bilateral.

Função do sistema genital feminino

A partir da base ou colo do útero, projeta-se a vaginal. Esse órgão, além de receber o pênis durante a relação sexual, também conduz a secreção menstrual e permite, com sua elasticidade, a dilatação que proporciona o nascimento do feto na ocasião do parto.

Videos sobre Sistema genital feminino:

Sistema genital masculino

Resultado de imagem para Sistema genital masculino

O sistema genital é um conjunto de órgãos responsáveis pela produção de gametas e hormônios sexuais secundários, tendo como finalidade a reprodução da espécie.

Órgãos do Sistema Genital Masculino

O sistema genital masculino compreende dois testículos, bolsa escrotal (ou escroto), dois epidídimos, dois ductos deferentes, dois ductos ejaculatórios, uretra, pênis e as glândulas anexas: uma próstata, duas glândulas vesiculosas e duas glândulas bulbouretrais.

Videos sobre Sistema genital masculino:

Fecundação

Resultado de imagem para Fecundação

Fecundação é como chamamos a união entre o gameta masculino, denominado espermatozoide, e o gameta feminino, que é o ovo ou óvulo, que resulta na formação da célula-ovo, também denominada zigoto, que é a primeira célula que forma um novo ser.

Videos sobre Fecundação:

Noções de embriologia animal

Resultado de imagem para embriologia animal

Um processo que acontece logo após a fecundação de um gameta feminino (óvulo) por um gameta masculino (espermatozóide), forma-se o ovo ou zigoto. Os ovos dos animais possuem um material nutritivo denominado vitelo, cuja concentração e distribuição diferem conforme a espécie. Podemos classificar os ovos em isolécitos, mesolécitos, megalécitos e centrolécitos. Isolécitos ou oligolécitos são ovos que contêm pequena quantidade de vitelo uniformemente distribuído pelo citoplasma. São característicos de poríferos, equinodermos, protocordados e mamíferos (nestes são chamados de alécitos).

Videos sobre embriologia animal:

Segmentação da blástula

Resultado de imagem para Segmentação da blástula

As células resultantes da divisão do zigoto são chamadas blastômeros. A primeira divisão celular origina dois blastômeros, que logo se dividem, formando quatro, que se dividem novamente originando oito e assim sucessivamente. Esse é um estágio conhecido como mórula, pelo fato de o embrião apresentar forma semelhante a de uma amora microscópica.

formação da blástula

A mórula chega ao útero e observa-se a penetração de líquidos em seu interior. Gradativamente se verifica a formação de uma cavidade, que é denominada blastocele. Temos nessa fase o chamado blastocisto, que é formado por uma camada de células dispostas externamente, que recebe o nome de trofoblasto, e por uma massa de células internas, o embrioblasto.

Videos sobre Segmentação e formação da blástula:

Gastrulação

Resultado de imagem para Gastrulação

O processo que ocorre uma invaginação nos tecidos do embrião, formando os folhetos embrionários. Em humanos, a gastrulação dá origem a um disco embrionário com três lâminas, ou três folhetos germinativos: endoderma, mesoderma e ectoderma, sendo caracterizados como triblásticos.

Videos sobre Gastrulação:

Características dos demais grupos mamíferos

Resultado de imagem para mamíferos

A maioria dos mamíferos é gerada dentro da barriga de sua mãe, em uma estrutura chamada útero, até o nascimento. Outras espécies, como alguns cangurus, se desenvolvem dentro de uma bolsa de pele chamada marsúpio; enquanto ornitorrincos e équidnas, animais da Nova Zelândia, botam ovos.

Videos sobre grupos mamíferos:

Como ocorre o nascimento do ser humano

O processo normal de nascimento apresenta basicamente três partes: dilatação, nascimento propriamente dito e expulsão da placenta. Em gestações sem complicação e de baixo risco, o parto em casa ou em um centro de nascimentos é tão seguro quanto aquele realizado em hospital. Como observamos o nascimento, não é na realidade o começo da vida. Ao nascer o recém-nascido já tem uma carreira pessoal de nove meses de duração.

Parto dos Seres humanos

O processo do nascimento em si consiste do desvanecimento, ou adelgaçamento da cérvix, sua dilatação para aproximadamente 10 cm e a expulsão do feto do útero por meio do canal de parto. O processo todo é acompanhado por contrações do útero. O trabalho de parto costuma ser mais longo para as primigestas (aquelas mulheres que estão concebendo pela primeira vez) e mais curto para as multíparas (aquelas que tiveram duas ou mais gestações).

Videos sobre o nascimento do ser humano:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Reprodução e desenvolvimento. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

Tecidos celulares em animais e humanos

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Tecidos celulares em animais e humanos, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Tecidos celulares em animais e humanos

A histologia é o ramo da Biologia que estuda os tecidos, sua origem, sua diferenciação celular, estrutura e funcionamento. Os animais são seres multicelulares, ou seja, constituídos por um grande número de células que trabalham todas juntas.

Projeto sem título 7 1

A vantagem disso é que podem dividir e desempenhar funções diferenciadas, conferindo eficiência ao organismo. Essa quantidade e variedade de tipos celulares permite o surgimento dos tecidos corporais.

O tecido corresponde a um grupo de células semelhantes e altamente integradas que desempenham uma determinada função.

Estrutura dos tecidos epiteliais

Resultado de imagem para Estrutura dos tecidos epiteliais

O tecido epitelial, denominado de epitélio, é formado por um conjunto de células semelhantes e justapostas, ou seja, uma camada de células coesas entre si, que reveste externamente a estrutura corporal de muitos vertebrados (como o ser humano) e realiza também a delimitação das cavidades internas, bem como a formação de órgãos e glândulas.

Função dos tecidos epiteliais

A principal função do tecido epitelial é revestir a superfície externa do corpo, as cavidades corporais internas e os órgãos. Ele também apresenta função secretora. A Proteção e revestimento (pele); Secreção (estômago); Secreção e absorção (intestino); Impermeabilização (bexiga urinária).

Videos sobre tecidos epiteliais:

https://youtube.com/watch?v=x6S7yhxS4A0

Estrutura dos tecidos conjuntivos

Resultado de imagem para Estrutura dos tecidos conjuntivos

Tecido Conjuntivo é um tecido de conexão, composto de grande quantidade de matriz extracelular, células e fibras.

Função dos tecidos conjuntivos

Suas principais funções são fornecer sustentação e preencher espaços entre os tecidos, além de nutri-los. Existem tipos especiais de tecido conjuntivo, cada um com função específica. Isso varia, principalmente, de acordo com a composição da matriz e do tipo de células presentes.

Videos sobre tecidos conjuntivos:

Tecidos conjuntivos especiais

Resultado de imagem para Tecidos conjuntivos especiais

Os s tecidos conjuntivos especiais são os tecidos adiposo, elástico, reticular, mucoso, cartilaginoso e ósseo. O tecido adiposo será enfatizado e abordado separadamente devido à importância do conhecimento mais aprofundado do tema para a correta abordagem terapêutica no tratamento pós-operatório de abdominoplastias.

Cartilagem, ósseo

A cartilhagem é formada por células denominadas condroblastos e condrócitos. Os condroblastos produzem grande quantidade de fibras proteicas; quando sua atividade metabólica diminui, passam a ser denominados condrócitos.

O tecido ósseo é o principal componente dos ossos. É bem mais resistente que o cartilaginoso, pois é constituído de uma matriz rígida (formada basicamente por fibras colágenas e sais de cálcio), e composto por vários tipos de células; osteoblastos, osteócitos e osteoclastos.

Videos sobre Tecidos conjuntivos especiais:

Tecido sanguíneo

Resultado de imagem para Tecido sanguíneo

O sangue (originado pelo tecido hemocitopoiético) é um tecido altamente especializado, formado por alguns tipos de células, que compõem a parte figurada, dispersas num meio líquido – o plasma -, que corresponde à parte amorfa. Os constituintes celulares são: glóbulos vermelhos (também denominados hemácias ou eritrócitos); glóbulos brancos (também chamados de leucócitos).

Videos sobre Tecido sanguíneo:

Origem das células sanguíneas

Resultado de imagem para Origem das células sanguíneas

Os glóbulos vermelhos, a maior parte dos glóbulos brancos e as plaquetas são produzidos na medula óssea, o tecido macio e gorduroso encontrado nas cavidades ósseas. Dois tipos de glóbulos brancos, as células T e B (linfócitos), também são produzidos nos gânglios linfáticos e no baço, e as células T são produzidas e amadurecem no timo.

Videos sobre células sanguíneas:

Componentes do sangue humano

Resultado de imagem para Componentes do sangue humano

O sangue é composto por uma parte líquida e uma parte sólida. A parte líquida é chamada de plasma, sendo que 90% dessa parte é somente água e o restante é composto por proteínas, enzimas e sais minerais.

A parte sólida é composta por elementos figurados, que são as células como as hemácias, os leucócitos e as plaquetas e que desempenham papéis fundamentais para o bom funcionamento do organismo.

Videos sobre sangue humano:

Tecidos musculares

Resultado de imagem para Tecidos musculares

Os tecidos musculares são de origem mesodérmica e relacionam-se com a locomoção e outros movimentos do corpo, como a contração dos órgãos do tubo digestório, do coração e das artérias. As células dos tecidos musculares são alongadas e recebem o nome de fibras musculares ou miócitos. Em seu citoplasma, são ricas em dois tipos de filamento protéico: os de actina e os de miosina, responsáveis pela grande capacidade de contração e distensão dessas células.

Videos sobre Tecidos musculares:

Tecido nervoso

Resultado de imagem para Tecido nervoso

O tecido nervoso é um tecido de comunicação, capaz de receber, interpretar e responder aos estímulos. As células do tecido nervoso são altamente especializadas no processamento de informações. Os neurônios transmitem os impulsos nervosos e as células da glia atuam junto com eles.

Tem afunção do tecido nervoso é fazer as comunicações entre os órgãos do corpo e o meio externo. Tudo acontece de forma muito rápida. Através dos neurônios, o sistema nervoso recebe estímulos, decodifica as mensagens e elabora respostas.

Videos sobre Tecido nervoso:

Formação de tecidos e órgãos

Resultado de imagem para Formação de tecidos e orgãos

Os tecidos são formados a partir de três tipos de folhetos germinativos: endoderma, ectoderma e mesoderma. Cada um desses, durante o desenvolvimento embrionário, é responsável por uma genealogia de células especializadas quanto à forma e função.

Videos sobre Formação de tecidos e orgãos:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Classificação Biológica e os Seres simples. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

10 teóricos da economia

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho diferenciado, onde fala das teorias da economia, e neste dia vamos falar da história da economia, com os 10 teóricos da economia.

Onde vamos falar dessas etapas de desenvolvimento, do inicio ao fim falando e mostrando todas as etapas do processo do surgimento das teorias econômicas até os dias atuais, baseado nas origens.

Teóricos da Economia

A Economia se desenvolveu como ciência no decorrer dos últimos 500 anos, coincidindo com o desenvolvimento das práticas comercias e com a criação de estados nações. Para entendermos a dinâmica econômica atual, é imprescindível observar, como estavam organizadas as sociedades do passado, ou seja, de que forma se dava a relação entre os agentes econômicos.

Projeto sem título 5 1

A economia nos dias atuais é um tema muito falado, pode ser pelo fato de que hoje as pessoas não tem um determinado controle sobre o seu dinheiro fazendo um mau uso dia após dia, deixando o dinheiro ser um problema na vida delas.

A propriedade deve ser privada

Resultado de imagem para A propriedade deve ser privada

É a propriedade pertencente a entidades não governamentais. O conceito é crucial e frequentemente empregado no contexto jurídico, onde é definido como o direito civil que “assegura ao seu titular diversos poderes, como usar, gozar e dispor de um item ou espaço, de modo absoluto, exclusivo e perene”. É também essencial no contexto do capitalismo, desempenhando um papel indispensável nas relações socioeconômicas na maioria dos países do mundo, onde tal sistema é adotado.

Direitos de propriedade

Direito de propriedade é o direito que indivíduos ou organizações têm de controlar o acesso a recursos ou ativos de que são titulares. O proprietário tem, sobre sua propriedade, o direito de uso, gozo e disposição. O direito de uso consiste em extrair da coisa todos os benefícios ou vantagens que ela puder prestar, sem alterar-lhe a substância. O direito de gozo consiste em fazer a coisa frutificar e recolher todos os seus frutos. O direito de disposição consiste em consumir a coisa, gravá la com ônus, aliená-la ou submetê-la a serviço de outrem.

Aristóteles

Aristóteles foi um filósofo grego, aluno de Platão e professor de Alexandre, o Grande. Seus escritos abrangem diversos assuntos, como a física, a metafísica, as leis da poesia e do drama, a música, a lógica, a retórica, o governo, a ética, a biologia e a zoologia.

Vídeo sobre Aristóteles:

Que é preço justo? – Mercados e moralidades

Resultado de imagem para preço justo

O preço juto é o preço pago por um produto ou serviço, que o cliente se sente realizado com a compra, sem ter aquele pensamento de exploração. Um preço onde o trabalho compensa.

Tomás de Aquino

Tomás de Aquino, em italiano Tommaso d’Aquino, foi um frade católico da Ordem dos Pregadores italiano cujas obras tiveram enorme influência na teologia e na filosofia, principalmente na tradição conhecida como Escolástica, e que, por isso, é conhecido como “Doctor Angelicus”, “Doctor Communis” e “Doctor Universalis”.

Vídeo sobre Tomás de Aquino:

Dinheiro faz dinheiro

Resultado de imagem para Dinheiro faz dinheiro

O dinheiro faz dinheiro quando pessoas de conhecimentos, fazem com que esse dinheiro trabalhar por elas, investindo em negócios que iram lhe gerar um retorno. Pois também não adianta muito dinheiro em mãos de pessoas que não estão preparados para usar esse dinheiro.

Serviços financeiros

Serviços financeiros são um conjunto de produtos e serviços que contribuem para a melhor gestão dos negócios e aumentam sua competitividade. São disponibilizados por bancos e outras instituições financeiras para pessoas e empresas.

Família Medici

Médici foi uma dinastia política italiana. A família teve origem na região de Mugello na Toscana. O poder político dos Médici aumentou, até que passaram a governar Florença – embora oficialmente eles fossem apenas cidadãos comuns, em vez de monarcas.

Vídeo sobre Família Medici:

 Dinheiro causa inflação

Inflação é a força que desvaloriza nosso dinheiro através do aumento contínuo e generalizado dos preços de mercadorias e serviços prestados a população em geral. Ou seja, é o que faz nosso suado e tão desejado “dinheiro nosso de cada dia” valer menos.

Teoria quantitativa da moeda

A Teoria Quantitativa da Moeda é uma das duas principais teorias que analisam o equilíbrio da economia do lado monetário. Ela defende que o nível dos preços é determinado pela quantidade de moeda em circulação e pela sua velocidade de circulação.

Jean Bodin

Jean Bodin foi um jurista francês, membro do Parlamento de Paris e professor de Direito em Toulouse.Também adepto da teoria do direito divino dos reis, Jean Bodin tornou-se conhecido como o Procurador Geral do Diabo devido a sua incansável perseguição a feiticeiras e hereges.

Vídeo sobre Jean Bodin:

Livrai-nos dos produtos estrangeiros

Resultado de imagem para produtos estrangeiros

É um ditado que envolve ons produtos, mas não pelo fato de não prestarem, mas sim porque o produtos vindo de outros países são cobrados uma quantidade de juros enormes pela receita federal.

Protecionismo e comércio

Protecionismo é a teoria que propõe um conjunto de medidas econômicas que favorecem as atividades econômicas internas reduzindo o máximo a concorrência estrangeira. Essa política é oposta ao livre comércio, onde as barreiras governamentais ao comércio e circulação de capitais são mantidas a um mínimo.

Thomas Mun

Thomas Mun foi um escritor inglês de economia que tem sido chamado o último dos primeiros mercantilistas. Ele foi um dos primeiros a reconhecer a exportação de serviços, ou itens invisíveis, como comércio valioso, tendo feito argumentações precursoras em forte apoio ao capitalismo.

Vídeo sobre Thomas Mun:

A economia pode ser medida

A economia é medida de acordo com alguns requisitos, como a inflação o volume de compras de produtos, entre outros.

O cálculo da riqueza

É uma expressão que é muito usada nos dias atuais por conta de que as pessoas não controlam seu dinheiro, O cálculo é simples, toda e qualquer pessoa deve gastar menos do que ganha, e investir no mínimo 10% do que ganha.

Willian Petty

Sir William Petty foi um economista, cientista e filósofo britânico. Pioneiro no estudo da Economia Política, Petty propôs a utilização da métodos quantitativos – por ele chamados de aritmética política – como meio de análise da riqueza de um país.

Vídeo sobre Willian Petty:

Negociem as empresas – empresas de capital aberto

Empresa de capital aberto é uma sociedade anônima cujo capital social é formado por ações — títulos que representam partes ideais — livremente negociadas no mercado sem necessidade de escrituração pública de propriedade (por parte da pessoa física compradora).

Josiah child

Sir Josiah Child, 1st Barão foi um mercante e politico inglês. Ele foi um dos economistas proponentes do mercantilismo e governador da Companhia Britânica das Índias Orientais.

Vídeo sobre Josiah child:

A riqueza vem da terra

Resultado de imagem para Agricultura na economia

É uma expressão onde tenta mostrar as pessoas que a maior parte dos lucros é vinda do agronegócio, o mercado que mais cresce no mundo.

Agricultura na economia

A agricultura é uma prática econômica que consiste no uso dos solos para cultivo de vegetais a fim de garantir a subsistência alimentar do ser humano, bem como produzir matérias-primas que são transformadas em produtos secundários em outros campos da atividade econômica.

François Quesnay

François Quesnay — foi um médico e economista francês que se destacou como principal figura da escola dos fisiocratas. François Quesnay, médico e economista francês nascido em Méré, próximo a Paris, no dia 4 de Junho de 1694 e faleceu no dia 16 de dezembro de 1774. Quesnay viveu em 1758, na França.

Vídeo sobre François Quesnay:

Dinheiro e bens circulam entre produtores e consumidores

Resultado de imagem para O fluxo circular da economia

O dinheiro sempre circula pois a sua ideia principal é essa, pois todos os dias as pessoas compram alguma coisa e outras vendem alguma coisa, pode ser um produto ou serviço.

O fluxo circular da economia

Basicamente existem 4 tipos de agentes na economia… as Famílias (consumidores), as Empresas (produtores), o Governo (quem tributa) e o Resto do Mundo (Famílias, Empresas e os Governos de outros países). Cada um possui um papel específico e realiza um tipo de ação que influencia todo o resto do fluxo. Na imagem acima, preferimos por simplificar o fluxo deixando só as famílias e as empresas, de tal modo que possamos demonstrar como ele funciona.

François Quesnay

François Quesnay — foi um médico e economista francês que se destacou como principal figura da escola dos fisiocratas. François Quesnay, médico e economista francês nascido em Méré, próximo a Paris, no dia 4 de Junho de 1694 e faleceu no dia 16 de dezembro de 1774. Quesnay viveu em 1758, na França.

Vídeo sobre François Quesnay:

As pessoas nunca pagam pela iluminação pública

Resultado de imagem para As pessoas nunca pagam pela iluminação pública

Uma expressão de Hume, que tenta explicar que pelo valor cobrado não é considerado um pagamento e sim uma ajuda de custo.

Fornecimento de bens e serviços públicos

É um serviço que é fornecido pelo governo para pessoas que vivem dentro de sua jurisdição, seja diretamente (através do setor público) ou pelo financiamento da prestação de serviços. O termo está associado a um consenso social (geralmente expresso por meio de eleições democráticas) de que certos serviços devem estar disponíveis a todos, independentemente da renda, da capacidade física ou da inteligência.

David Hume

David Hume foi um filósofo, historiador e ensaísta britânico nascido na Escócia que se tornou célebre por seu empirismo radical e seu ceticismo filosófico.

Vídeo sobre David Hume:

FIM

Chegamos ao fim da lista que fala das etapas da teoria da economia, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Núcleo, cromossomos e divisão celular

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Núcleo, cromossomos e divisão celular, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Núcleo, cromossomos e divisão celular

O núcleo é a região da célula que controla o transporte de informaçõesgenéticas. Coordena e comanda as funções celulares.No núcleo ocorrem tanto a duplicação do DNA, imprescindível para adivisão celular, como a síntese do RNA, ligada a produção de proteínasnos ribossomos (O RNA descreve a seqüência dos aminoácidos daproteína).O núcleo celular animal apresenta a carioteca, que contêm em seu interior os cromossomos.

Projeto sem título 6 1

Os cromossomos são entidades portadoras da informação genética; são filamentos espiralados de cromatina, composto por DNA e proteínas, sendo observável à microcopia de luz durante a divisão celular. Em sua  estrutura, o cromossomo apresenta a unidade estrutural filamentosa de DNA que se apresenta em forma de  espiral, sendo envolvido por uma substância protéica denominada matriz.

O que é o núcleo celular

Resultado de imagem para O que é o núcleo celular

O núcleo é a região da célula onde se encontra o material genético (DNA) dos organismos tanto unicelulares como multicelulares. O núcleo é o que caracteriza os organismos eucariontes e os diferencia dos procariontes que não possuem núcleo.

Função do núcleo celular

O núcleo é como o “cérebro” da célula, pois é a partir dele que partem as “decisões”. É onde se localizam os cromossomos compostos de moléculas de ácido desoxirribonucleico, DNA, que carrega toda a informação sobre as características da espécie e participa dos mecanismos hereditários.

Videos sobre núcleo celular:

Componentes do núcleo celular

Resultado de imagem para Componentes do núcleo celular

O núcleo celular é composto por quatro componentes fundamentais: carioteca ou envoltório nuclear, nucleoplasma ou cariolinfa, cromatina e nucléolo.

Carioteca A carioteca ou envelope nuclear é uma estrutura lipoproteica, formada por duas membranas unidas por filamentos de proteínas. Delimita o núcleo celular, distinguindo-o do restante da célula.

O nucleoplasma ou cariolinfa é o líquido viscoso, semelhante ao hialoplasma, que constitui o interior do núcleo.

Cromatina: é o conjunto dos filamentos de ADN ou DNA presentes no núcleo celular.

Nucléolo: é uma estrutura densa e compacta, encontrada no interior do núcleo.

Videos sobre Componentes do núcleo celular:

Cromossomos

Resultado de imagem para Cromossomos

Um cromossomo ou cromossoma é uma longa sequência de DNA, que contém vários genes, e outras sequências de nucleótidos com funções específicas nas células dos seres vivos. Está intimamente relacionado à determinação do sexo e a herança genética.

Tipos de Cromossomos

  • Metacêntrico: Centrômero em posição mediana. Os dois braços possuem o mesmo tamanho.
  • Acrocêntrico: Centrômero próximo de um dos extremos do cromossomo. Um dos braços fica grande e o outro menor.
  • Telocêntrico: Centrômero em uma das extremidades. O cromossomo apresenta um único braço;
  • Submetacêntrico: Centrômero pouco deslocado da região mediana. Os braços ficam em tamanhos desiguais.

Videos sobre Cromossomos:

Características gerais dos cromossomos

Resultado de imagem para Características gerais dos cromossomos

Os cromossomos constituem uma longa sequência de DNA (ácido desoxirribonucleico) contendo diversos genes. Eles são formados por uma fita longa e dupla de DNA, que se trata do material genético, ou seja, ele possui os genes que nos dão as características físicas, cor de olhos, pele e cabelo, por exemplo. Na estrutura dos cromossomos há proteínas chamadas histonas, proteínas estas que se agrupam num número de oito, envolvidas pela molécula do DNA e a estes grupos chamamos de nucleosssomos, podendo existir vários numa única molécula de DNA.

Videos sobre Características gerais dos cromossomos:

Cromossomos humanos

Resultado de imagem para Cromossomos humanos

Os cromossomos humanos são longas sequências de DNA que contêm diversos genes e outras sequências de nucleotídeos. Em organismos eucariontes, os cromossomos são estruturas lineares de DNA dupla fita, altamente enovelado, normalmente encontradas no núcleo das células, podendo também estar associadas com proteínas e RNA. Em organismos procariontes, eles se apresentam de forma circular ou linear, não estando presentes no núcleo nem associados a proteínas.

Videos sobre Cromossomos humanos:

A importância da divisão celular

Resultado de imagem para A importância da divisão celular

A divisão das células é um processo importantíssimo, relacionado com o crescimento do organismo, reparo de lesões e manutenção da estrutura do indivíduo, e também de ser fundamental na reprodução e perpetuação da espécie. Existem dois tipos de divisão celular, a mitose e a meiose. A mitose é uma etapa do ciclo celular. Já a meiose, nos animais, é responsável pela produção de gametas.

Videos sobre divisão celular:

Mitose

Resultado de imagem para mitose fases

Mitose é um processo de divisão celular, contínuo, onde uma célula dá origem a duas outras células. A mitose acontece na maioria das células de nosso corpo. Mitose é um processo de divisão celular, contínuo, onde uma célula dá origem a duas outras células. Acontece na maioria das células de nosso corpo. Começando pela célula inicial, formam-se duas células idênticas e com o mesmo número de cromossomos. Ocorrendo, antes da divisão celular, o material genético da célula (nos cromossomos) é duplicado.

fases da mitose

As fases da mitose são:

Prófase: as células começam a se preparar para a divisão. É neste momento que ocorrerá a duplicação do DNA e centríolos. Com o DNA condensado e os centríolos em movimento, inicia-se o processo da divisão mitótica.

Metáfase: começa o alinhamento entre os pares formados na fase anterior. Nesta etapa, o DNA alinha-se no eixo central enquanto os centríolos iniciam sua conexão com ele. Dois fios do cromossomo se ligam na parte central do centrômero.

Anáfase: começa com os cromossomos migrando para lados opostos da célula, metade vai para um lado e a outra metade vai para o outro.

Telófase: é a última fase da mitose. Nesta etapa a membrana celular se divide em duas partes, formando, assim, duas novas células. Cada uma delas ficará com metade do DNA original.

Interfase: é o estado “normal” da célula, ou seja, aqui ela não se encontra em divisão. Nesta fase, ela mantém o equilíbrio de todas as suas funções através da absorção dos nutrientes necessários à sua manutenção.

Videos sobre Mitose:

Regulação do ciclo celular

Resultado de imagem para Regulação do ciclo celular

O ciclo celular pode parar em determinados pontos e só avançar se determinadas condições se verificarem, tais como a presença de uma quantidade adequada de nutrientes ou quando a célula atinge determinadas dimensões. A regulação do ciclo celular é realizada pela presença de ciclinas e quinases ciclino-dependentes.

Videos sobre Regulação do ciclo celular:

Meiose

Resultado de imagem para meiose fases

É o processo de divisão celular através do qual uma célula tem o seu número de cromossomos reduzido pela metade. Nos organismos de reprodução sexuada a formação de seus gametas ocorre por meio desse tipo de divisão celular.

Fases e tipos de meiose

As fases da meiose são?

Meiose I: Etapa reducional, pois o número de cromossomos é reduzido pela metade.

  • A prófase I é uma fase bastante complexa, sendo dividida em cinco sub-fases consecutivas: Leptóteno: cada cromossomo é formado por duas cromátides. Pode-se notar a presença de pequenas condensações, os cromômeros. Zigóteno: inicia-se o emparelhamento dos cromossomos homólogos, denominado de sinapse, que se completa no paquíteno.Paquíteno: cada par de cromossomos homólogos possui quatro cromátides, constituindo uma bivalente ou tétrade. Diplóteno: os cromossomos homólogos começam a se afastar, mas permanecem ligados pelas regiões onde ocorreu a permutação. Diacinese:continua ocorrendo condensação e separação dos cromossomos homólogos.
  • Na metáfase I, a membrana celular desaparece. Os pares de cromossomos homólogos se organizam no plano equatorial da célula. Os centrômeros do cromossomo homólogos se ligam a fibras que emergem de centríolos opostos. Assim cada componente do par será puxado em direções opostas.
  • Anáfase I Na anáfase I, não ocorre divisão dos centrômeros. Cada componente do par de homólogos migra em direção a um dos polos da célula.
  • Telófase I Na telófase, os cromossomos desespiralizam-se, a carioteca e o nucléolo reorganizam-se e ocorre a citocinese, divisão do citoplasma. Desse modo, surgem duas novas células haploides.

Meiose II: Etapa equacional, o número de cromossomos das células que se dividem mantém-se o mesmo nas células que se formam.

  • Prófase II Ocorre a condensação dos cromossomos e a duplicação dos centríolos. O nucléolo e a carioteca voltam a desaparecer.
  • Metáfase II Os centríolos estão prontos para serem duplicados e os cromossomos organizam-se na região equatorial.
  • Anáfase II As cromátides-irmãs separam-se se migram para cada um dos polos da célula, puxadas pelas fibras do fuso.
  • Telófase II As fibras do fuso desaparecem e os cromossomos já encontram-se nos polos da célula. A carioteca surge novamente e o nucléolo se reorganiza. Por fim, ocorre a citocinese e o surgimento de 4 células-filhas haploides.

Videos sobre Meiose:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Núcleo, cromossomos e divisão celular. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

Citoplasma e suas organelas – biologia

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Citoplasma e suas organelas, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Citoplasma e suas organelas – biologia

Projeto sem título 4 1

O citoplasma, localizado entre a membrana celular e o núcleo, é o espaço intra-celular em que as organelas – como complexo de golgi, mitocôndria e ribossomo. As células se diferenciam em eucariótica (ou eucariontes) e procariótica (ou procariontes), sendo que a primeira tem núcleo e organelas, enquanto a segunda não possui núcleo organizado e o material genético não é delimitado por uma membrana.

O que é o citoplasma

Resultado de imagem para O que é o citoplasma

O citoplasma é o espaço entre um célula e outra que, nas células eucariontes, representa a região entre a membrana plasmática e o envoltório nuclear.

Características do citoplasma

O citoplasma abriga o citoesqueleto, as organelas citoplasmáticas e algumas substâncias contidas ali de maneira, geralmente, temporária, como proteínas, lipídios e pigmentos.

Videos sobre o citoplasma:

Características da células

As células são a menor unidade estrutural e funcional de um ser vivo, e podem ser procariotas ou eucariotas, odas elas possuem membrana plasmática, estrutura esta que dá forma, protege e seleciona a entrada e saída de substâncias pela célula; citoplasma, região fluida na qual ocorre a maioria dos processos metabólicos e produção de diversas substâncias; e material genético, onde estão registradas instruções que controlam o funcionamento celular.

Citoplasmas nas células procariontes e eucariontes

Células procarióticas podemos encontrar ribossomos dispersos no citoplasma, organelas estas responsáveis pela síntese proteica. Já as células eucarióticas seu citoplasma é interconectado por uma rede de tubos e canais membranosos e é onde, além de ribossomos.

Videos sobre citoplasmas nas células:

Organelas citoplasmáticas

Resultado de imagem para Organelas citoplasmáticas

As organelas citoplasmáticas são formadas por:

Lisossomos – São pequenas vesículas com enzimas digestivas que atuam para digerir substâncias que penetram na célula por fagocitose ou pinocitose. Também são responsáveis por digerir estruturas celulares desgastadas.

Complexo de Golgi – É um conjunto de membranas em forma de sacos. É responsável por armazenar as substâncias produzidas no interior da célula.

Retículo endoplasmático – É um sistema de membranas em formato de tubos e sacos, que atuam na síntese de esteróides e na desabilitação de hormônios e substâncias nocivas à saúde.

Ribossomos – São estruturas encontradas de forma livre no hialoplasma ou no retículo endoplasmático. Eles atuam em sínteses proteicas no interior da célula.

Mitocôndrias – São estruturas membranosas, responsáveis pela respiração celular.

Cloroplastos – São estruturas membranosas, responsáveis pela fotossíntese. Estão presentes apenas nas células de plantas e algas. Não se encontram em células animais.

Centríolos – São cilindros tubulares relacionados com a divisão celular.

Peroxissomos – São bolsas membranosas que contêm alguns tipos de enzimas digestivas, semelhantes aos lisossomos. São responsáveis por eliminar gorduras e aminoácidos e atuam no processo de desintoxicação das células.

Videos sobre Organelas citoplasmáticas:

Retículo endoplasmático

Reticulo Endoplasmatico 8747570 7568449 7464332

O retículo endoplasmático, ou ergastoplasma, é um organelo exclusivo de células eucariontes. Formado a partir da invaginação da membrana plasmática, é constituído por uma rede de túbulos e vesículas achatados e interconectados, que comunicam-se com o envólcro nuclear.

Tipos de Retículo endoplasmático

Rugoso: é formado por sistemas de vesículas achatadas com ribossomos aderidos à membrana, o que lhe confere aspecto granular. Participa da síntese de proteínas, que serão enviadas para o exterior da célula. Esse tipo de retículo é muito desenvolvido em células com funções secretoras. São os casos, por exemplo, das células do pâncreas, que secretam enzimas digestivas, das células caliciformes da parede do intestino, que secretam muco, e das células secretoras tipo II, nos alvéolos pulmonares, que produzem lipoproteína surfactante .

liso: é formado por sistemas de túbulos cilíndricos e sem ribossomas aderidos à membrana. Participa principalmente da síntese de esteroides, fosfolípidos e outros lípidos.

Videos sobre Retículo endoplasmático:

Complexo golgiense

Complexo Golgiense, é uma organela de células eucariontes, composta de discos membranosos achatados e empilhados. Tem a função de modificar, armazenar e exportar proteínas sintetizadas no retículo endoplasmático rugoso e além disso, origina os lisossomos e os acrossomos dos espermatozoides.

Estrutura do Complexo de Golgi

O Complexo de Golgi é composto de estruturas chamadas dictiossomas. Cada uma dessas estruturas é constituída por dobras de membrana que formam pequenos sacos achatados e empilhados chamados cisternas. As cisternas possuem duas faces: cis e trans.

Videos sobre Complexo golgiense:

Lisossomos

Resultado de imagem para Lisossomos

O lisossomo é uma organela membranosa presente nas células eucariontes. Sua função é digerir substâncias para a célula, processo que ocorre graças às inúmeras enzimas digestivas que contem.

Função dos lisossomos

Tem a função de fazer a digestão intracelular, que pode ser por fagocitose ou autofagia. Quando a célula precisa digerir substâncias vindas do meio externo, ela realiza fagocitose. Por exemplo, no caso das células do sistema imunitário humano que atacam células inimigas chamadas antígenos

Videos sobre Lisossomos:

Peroxíssomos

Resultado de imagem para Peroxíssomos

Peroxissomos, também chamado de peroxissoma, é uma organela celular esférica, limitada por membrana, presente no citoplasma, principalmente de células de animais, que possuem um diâmetro de 0,5 a 1,2 µm.

Videos sobre Peroxíssomos:

Vacúolos da célula vegetal

Resultado de imagem para Vacúolos da célula vegetal

O vacúolo é um espaço grande presente na célula vegetal. Neste espaço, que é uma espécie de bolsa, há um fluido aquoso conhecido como suco celular. E possuem uma importante função para o funcionamento da célula. Além de atuarem como reservatório de substâncias, também fazem a regulação das trocas de água que ocorrem no processo de osmose.

Videos sobre Vacúolos da célula vegetal:

Citoesqueleto

Resultado de imagem para Citoesqueleto

O citoesqueleto estabelece, modifica e mantém a forma das células. Sendo o responsável pelos movimentos celulares e deslocamento de organelas, cromossomos, vesículas e grânulos diversos. Seus principais componentes são os microtúbulos, filamentos de actina e filamentos intermediários.

Videos sobre Citoesqueleto:

Centríolos

Resultado de imagem para Centríolos

Centríolo é uma organela celular cilíndrica composta principalmente por uma proteína chamada tubulina. Os centríolos são encontrados na maioria das células eucarióticas.

flagelos e cílios

Os cílios são curtos e podem ser relacionados à locomoção e a remoção de impurezas. Nas células que revestem a traqueia humana, por exemplo, os batimentos ciliares empurram impurezas provenientes do ar inspirado, trabalho facilitado pela mistura com o muco que, produzido pelas células da traqueia, lubrifica e protege a traqueia. Os flagelos são longos e também se relacionam a locomoção de certas células, como a de alguns protozoários, em alguns organismos pluricelulares, por exemplo, nas esponjas, o batimento flagelar cria correntes de água que percorrem canais e cavidades internas, trazendo, por exemplo, partículas de alimento.

Videos sobre Centríolos, flagelos e cílios:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Citoplasma e suas organelas. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

Anatomia e fisiologia humana

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Anatomia e fisiologia humana, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Anatomia e fisiologia humana

A fisiologia humana é o ramo da fisiologia voltado para o estudo dos seres humanos. Muito de seu conhecimento foi obtido através de experimentos em animais.

Projeto sem título 1 2

A anatomia e a fisiologia são campos de estudo estreitamente relacionados: a primeira diz respeito à forma e a segunda dedica-se ao estudo da função de cada parte do corpo.

O que é anatomia?

Resultado de imagem para anatomia

Anatomia é o campo da biologia que estuda a organização estrutural dos seres vivos, incluindo os sistemas, órgãos e tecidos que os constituem, a aparência e posição das várias partes, as substâncias de que são feitos, a sua localização e a sua relação com outras partes do corpo.

Classificação da anatomia

Anatomia Sistêmica: Essa parte da anatomia estuda os sistemas do corpo humano, tais como o sistema digestório e o circulatório. Ela não se preocupa com o todo, realizando uma descrição mais aprofundada das partes que compõem um sistema.

Anatomia Regional ou Topográfica: Essa parte da anatomia estuda o corpo humano por regiões, e não por sistemas. Esse estudo facilita a orientação correta ao analisar um corpo.

Videos sobre O que é anatomia?:

O que é fisiologia?

Resultado de imagem para O que é fisiologia?

A fisiologia estuda as múltiplas funções mecânicas, físicas e bioquímicas nos seres vivos. Em síntese, a fisiologia estuda o funcionamento do organismo. É dividida classicamente em fisiologia vegetal e fisiologia animal.

Função da fisiologia

Sua função é reunir os importantes princípios da física, química e matemática, dando sentido as interações dos elementos básicos de um ser vivo com o meio ambiente.

Videos sobre O que é fisiologia?:

Nutrição humana

Resultado de imagem para Nutrição humana

A nutrição humana é uma ciência que estuda os nutrientes e outras substâncias alimentícias e a forma na qual o corpo as assimila. Os nutrientes são classificados em cinco grupos principais: proteínas, carboidratos ou glicídios, gorduras ou lipídios, vitaminas e sais minerais.

Alimentos e nutrientes

Os alimentos são o que as pessoas se alimentam dia a dia, e os alimentos possuem substâncias que são essenciais para o desempenho das atividades do dia-a-dia como andar, correr, trabalhar, estudar, etc. Essas substâncias são chamadas de nutrientes. Existem os macronutrientes (carboidratos, proteínas e lipídeos) e os micronutrientes (vitaminas e minerais).

Videos sobre Nutrição humana – Alimentos e nutrientes:

Sistema digestório

O sistema digestório é formado por um conjunto de órgãos cuja função é transformar os alimentos, por meio de processos mecânicos e químicos.

Componentes do Sistema Digestório

O Sistema Digestório divide-se em: Tubo digestório (alto, médio e baixo) e os Órgãos anexos.

Tubo digestório alto: boca, faringe e esôfago.

Tubo digestório médio: estômago e intestino delgado (duodeno, jejuno e íleo).

Tubo digestório baixo: intestino grosso (ceco, cólon ascendente, transverso, descendente, a curva sigmoide e o reto).

Órgãos anexos: glândulas salivares, dentes, língua, pâncreas, fígado e vesícula biliar.

Videos sobre Sistema digestório:

Respiração

Resultado de imagem para Respiração

A respiração é fundamental para vida humana sendo responsável pela troca dos gases oxigênio (O2) e dióxido de carbono (CO2) do organismo, com o meio ambiente.

Ritmo Respiratório

O controle da respiração é realizado pelo centro respiratório localizado no Bulbo raquidiano, que se caracteriza principalmente nas concentrações de gás carbônico presente no sangue. Quando a concentração de gás carbônico está alta a consequência é a frequência respiratória aumentar.

Videos sobre Respiração:

Circulação sanguínea cardiovascular

Resultado de imagem para Circulação sanguínea cardiovascular

A circulação do sangue permite o transporte e a distribuição de nutrientes, gás oxigênio e hormônios para as células de vários órgãos. O sangue também transporta resíduos do metabolismo para que possam ser eliminados do corpo.

O coração

O coração de uma pessoa tem o tamanho aproximado de sua mão fechada, e bombeia o sangue para todo o corpo, sem parar; localiza-se no interior da cavidade torácica, entre os dois pulmões. O ápice (ponta do coração) está voltado para baixo, para a esquerda e para frente.

Videos sobre Circulação sanguínea cardiovascular:

Circulação linfática

Resultado de imagem para Circulação linfática

O sistema linfático é o drena o parênquima pulmonar e o tecido do corpo por meio de uma rede de vasos que desembocam no sistema venoso. Os vasos linfáticos possuem válvulas e passam, normalmente, por nódulos linfáticos durante o seu percurso.

Fluxo sanguíneo

O fluxo do sangue pelos vasos é mantido, em primeiro lugar, pela ação de bomba do coração, mas também, no caso da circulação sistêmica, pelo recuo diastólico das paredes arteriais, por compressão das veias pelos músculos esqueléticos durante o exercício e pela pressão intratorácica negativa durante a inspiração.

Videos sobre Circulação linfática:

Sistema imunitário

Resultado de imagem para Sistema imunitário

O sistema imunológico, também chamado de imune ou imunitário, é o conjunto de células, tecidos, órgãos e moléculas responsáveis pela retirada de agentes ou moléculas estranhas do organismo de todos os seres vivos, com a finalidade de manter a homeostasia dinâmica do organismo.

Órgãos do sistema imunológico

São classificados em primários e secundários: Primários: nestes órgãos ocorre a linfopoese (produção de linfócitos), ou seja, as células se diferenciam das células tronco, proliferam e amadurecem tornando-se linfócitos funcionais. Encaixam-se aqui o timo, a medula óssea, fígado fetal, bursa de Fabricius (aves), placa de Peyer íleo-cecais (ruminantes). Secundários: nestes órgãos é iniciada a resposta imune adquirida, por isso possuem aglomerados de células. São o baço e os linfonodos.

Videos sobre Sistema imunitário:

Sistema urinário humano

Resultado de imagem para Sistema urinário humano

O Sistema Urinário é responsável pela produção e eliminação da urina, possui a função de filtrar as “impurezas” do sangue que circula no organismo. O Sistema Urinário é composto por dois rins e pelas vias urinárias, formada por dois ureteres, a bexiga urinária e a uretra.

Órgãos

  • Os rins são órgãos que se situam na parte posterior da cavidade abdominal, localizados um em cada lado da coluna vertebral.
  • Ureteres são dois tubos de aproximadamente 20 cm de comprimento cada, que conduz a urina dos rins para a bexiga.
  • A uretra feminina mede cerca de 5 cm de comprimento e transporta somente a urina. A uretra masculina mede cerca de 20 cm e transporta a urina para fora do corpo, e também o esperma.
  • Bexiga Urinária é o órgão muscular elástico, uma espécie de bolsa, que está situada na parte inferior do abdome com a função de acumular a urina que chega dos ureteres.

Videos sobre Sistema urinário humano:

Sistema nervoso central

Resultado de imagem para Sistema nervoso central

O Sistema Nervoso Central (SNC) é responsável por receber e transmitir informações para todo o organismo. Podemos defini-lo com a central de comando que coordena as atividades do corpo.

Órgãos do Sistema Nervoso Central

O encéfalo é formado pelo cérebro, cerebelo e tronco encefálico. Ele possui em torno de 35 bilhões de neurônios e pesa aproximadamente 1,4 kg.

  • O cérebro é a porção mais maciça e o principal órgão do Sistema Nervoso. Ele é responsável por comandar ações motoras, estímulos sensoriais e atividades neurológicas como a memória, a aprendizagem, o pensamento e a fala.
  • O cerebelo ou metencéfalo representa 10% do volume do encéfalo. Ele é relacionado com a manutenção do equilíbrio corporal, controle do tônus muscular e aprendizagem motora.
  • O tronco encefálico é constituído pelo mesencéfalo, ponte e bulbo.

A medula espinhal é a parte mais alongada do sistema nervoso central. É caracterizada por um cordão cilíndrico, composto de células nervosas, localizado no canal interno das vértebras da coluna vertebral.

Videos sobre Sistema nervoso central:

Sistema nervoso periférico

Resultado de imagem para Sistema nervoso periférico

O sistema nervoso periférico (SNP) é a parte do sistema nervoso que se encontra fora do sistema nervoso central (SNC). É constituído por fibras (nervos), gânglios nervosos e órgãos terminais. A função do SNP é conectar o SNC com as outras partes do corpo humano.

Tipos do Sistema nervoso periférico

  • Nervos Sensitivos: são os nervos que têm o papel de transmitir os impulsos nervosos do órgão receptor até ao SNC;
  • Nervos Motores: conduzem o impulso codificado no encéfalo (SNC), até ao órgão efetor;
  • Nervos Mistos: tem o mesmo papel que os nervos sensitivos e motores ao mesmo tempo.

Videos sobre Sistema nervoso periférico:

Os sentidos

Resultado de imagem para Os sentidos

O corpo humano é composto de cinco sentidos: a visão, o olfato, o paladar, a audição e o tato.

Visão: Os olhos são os órgãos responsáveis pelo sentido da visão, uma vez que eles visualizam o objeto e mandam a mensagem para o cérebro que faz a decodificação, interpretando-a.

Olfato: O nariz é o órgão responsável pelo sentido do olfato, ou seja, a propriedade de sentir o cheiro ou odor das coisas.

Paladar: A língua é o órgão responsável pelo sentido do paladar, uma vez que capta e distingui o sabor dos alimentos (salgado, doce, azedo, amargo), além das sensações de quente e frio.

Audição: Os ouvidos são os órgãos responsáveis pela audição, na medida em que detectam os sons, ruídos e barulhos do exterior, e enviam essas mensagens para o cérebro, que as interpreta.

Tato: O tato é caracterizado pela sensação do toque e, por isso, está relacionado com o contato com a pele, através dos neurônios sensoriais responsáveis por enviarem as mensagens para o cérebro.

Videos sobre Os sentidos:

Sistema endócrino

Resultado de imagem para Sistema endócrino

Sistema endócrino é formado pelo conjunto de glândulas que apresentam como atividade característica a produção de secreções denominadas hormônios, que são disponibilizados na circulação sanguínea pelas Glândulas endócrinas como por exemplo o pâncreas, as suprarrenais, a tireoide ou diferentemente destas expelem substâncias para fora através das glândulas exócrinas como as sudoríparas.

Videos sobre Sistema endócrino:

Estrutura da pele

Resultado de imagem para pele humana

A estrutura da pele é constituída por a epiderme, a derme e a hipoderme (camada subcutânea). Cada uma delas é composta por várias sub-camadas. Os apêndices da pele, tais como folículos e glândulas sebáceas e sudoríparas, também desempenham uma função global.

Videos sobre Estrutura da pele:

Funções da pele humana

Resultado de imagem para função da pele

A pele tem 3 funções, que são: função excretora é representada por secreções sebáceas e sudoríparas que tem o objetivo de excretar as toxinas e os resíduos do metabolismo, função protetora tem o objetivo de proteger o organismo do ser humano contra a penetração de substâncias indesejadas, onde a camada córnea forma uma barreira que neutraliza os ácidos, e impede que a epiderme absorva substâncias irritantes, terceira função básica da pele é a função de relação, onde as estimulações nervosas admitem captar o que você sente no ambiente em que está inserido, de imediato.

Videos sobre Funções da pele humana:

Sistema esquelético humano

O sistema esquelético é constituído de ossos e cartilagens, além dos ligamentos e tendões. O esqueleto sustenta e dá forma ao corpo, além de proteger os órgãos internos e atua em conjunto com os sistemas muscular e articular para permitir o movimento. Outras funções são a produção de células sanguíneas na medula óssea e armazenamento de sais minerais, como o cálcio. O osso é uma estrutura viva, muito resistente e dinâmica pois tem a capacidade de se regenerar quando sofre uma fratura.

Estrutura dos Ossos

  • Periósteo: a mais externa, é uma membrana fina e fibrosa (tecido conjuntivo denso) que envolve o osso, exceto nas regiões de articulação (epífises). É no periósteo que se inserem os músculos e tendões.
  • Osso compacto: O tecido ósseo compacto é composto de cálcio, fósforo e fibras de colágeno que lhe dão resistência. É a parte mais rígida do osso, formada por pequenos canais que circulam nervos e vasos, entre estes canais estão espaços onde se encontram os osteócitos.
  • Osso esponjoso: o tecido ósseo esponjoso é uma camada menos densa. Em alguns ossos apenas essa estrutura está presente e pode conter medula óssea.
  • Canal medular: é a cavidade onde se encontra a medula óssea, geralmente presente nos ossos longos.
  • Medula óssea: A medula vermelha (tecido sanguíneo) produz células sanguíneas, mas em alguns ossos deixa de existir e há somente medula amarela (tecido adiposo) que armazena gordura.

Videos sobre Sistema esquelético humano:

Sistema muscular humano

Resultado de imagem para Sistema muscular humano

O sistema muscular é composto pelos diversos músculos do corpo humano. Note que os músculos são tecidos, cujas células ou fibras musculares possuem a propriedade de contratilidade e de produção de movimentos. As fibras musculares são controladas pelo sistema nervoso, encarregado de receber a informação e respondê-la.

Tipos de músculos

  • Músculo Liso ou Não estriado: músculos de contração involuntária, localizados nas estruturas ocas do corpo, ou seja, estômago, bexiga, útero, intestino, além da pele e dos vasos sanguíneos. Assim, sua função assegura a movimentação dos órgãos internos.
  • Músculo Estriado Cardíaco: músculos de contração involuntária, presentes no coração (miocárdio). Esses músculos asseguram os vigorosos batimentos cardíacos.
  • Músculo Estriado Esquelético: músculos de contração voluntária, ou seja, os movimentos são controlados pela vontade do ser humano. São conectados com os ossos e cartilagens e, através das contrações, permitem os movimentos, as posições corporais, além de estabilizarem as articulações do organismo.

Videos sobre Sistema muscular humano:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Anatomia e fisiologia humana. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.-

Bioquímica e as bases moleculares da vida – Biologia

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Bioquímica e as bases moleculares da vida, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Bioquímica e as bases moleculares da vida

Ciência interdisciplinar que utiliza princípios e métodos da química na investigação das transformações que ocorrem nas substâncias e moléculas provenientes de seres vivos e de seus processos metabólicos; química biológica, química fisiológica.

Projeto sem título 6

As bases moleculares da vida começam por matérias que são compostas por elementos químicos, elementos esses que são químicos inorgânicos e orgânicos, Um processo que envolve a formação dos seres vivos, que precisão de água para viver e também de sais mineira, que formam vitaminas, proteínas, lipídios e outros.

A química da vida

Resultado de imagem para A química da vida

As matérias são compostas por elementos químicos, sendo assim os seres vivos também são compostos por elementos químicos, os seres vivos são formados por elementos químicos, devo dizer que os elementos químicos podem ser orgânicos ou inorgânicos.

Elementos químicos

Elementos químicos inorgânicos que costumamos estudar são os sais minerais e a água, existem outros, mas como eu disse antes, não estamos na aula de química.

Elementos químicos orgânicos estudados são: glicídios, lipídios proteínas, vitaminas e ácidos nucléicos.

Videos sobre A química da vida:

Componentes da matéria vida

Resultado de imagem para Componentes da matéria vida

A classificação entre substâncias inorgânicas e orgânicas ocorreu na metade do século XVIII e dizia-se que o primeiro grupo era constituído de compostos de origem mineral, sem vida. Já o grupo dos compostos orgânicos se originava dos organismos vivos vegetais e animais.

Elementos químicos e substâncias químicas dos seres vivos

Ao analisarmos os componentes das células de diversos seres vivos, veremos que existem algumas substâncias que estarão sempre presentes. São elas: água, minerais, carboidratos, lipídios, proteínas e ácidos nucleicos.

Videos sobre Componentes da matéria vida:

A importância da água para vida

A água é, provavelmente o único recurso natural que tem a ver com todos os aspectos da civilização humana, desde o desenvolvimento agrícola e industrial aos valores culturais e religiosos arraigados na sociedade. É um recurso natural essencial, seja como componente bioquímico de seres vivos, como meio de vida de várias espécies vegetais e animais, como elemento representativo de valores sociais e culturais e até como fator de produção de vários bens de consumo final e intermediário.

Videos sobre A importância da água para vida:

https://youtube.com/watch?v=yxt-cAoPPmE

Sais minerais nos seres vivos

Resultado de imagem para Sais minerais nos seres vivos

Os sais minerais são nutrientes que apresentam as mais variadas funções e podem ser observados em seres vivos e também na matéria não viva. Nos seres vivos, encontram-se dissolvidos em água ou imobilizados. Os dissolvidos em água estão sob a forma de íons, enquanto os imobilizados são encontrados nas estruturas esqueléticas, sendo pouco solúveis.

Videos sobre Sais minerais nos seres vivos:

Glicídios

Os glicídios são biomoléculas orgânicas formadas hidrogênio, oxigênio e carbono, que tem a função de gerar energia e atuar na formação de partes dos corpos dos seres vivos.

Classificação dos glicídios

São classificados em Glicose: é um glicídio energético, também conhecido como dextrose, encontrado no açúcar do mel, na uva e outros frutos. Sacarose: também energético, é encontrado principalmente na cana-de-açúcar e na beterraba. É o açúcar comum muito utilizado no mundo todo. Amido: glicídio que serve, nas plantas, como reserva de energia.  Celulose: tem a função de formar as paredes das células dos vegetais.

Videos sobre Glicídios:

Lipídios

Resultado de imagem para Lipídios

São um amplo grupo de compostos químicos orgânicos naturais, que constituem uns dos principais componentes dos seres vivos, formados principalmente por carbono, hidrogénio e oxigénio, apesar de também poder conter fósforo, nitrogénio e enxofre, entre os quais se incluem gorduras, ceras, esteróis, vitaminas lipossolúveis

tipos de lipídios

Os ácidos graxos são os lipídios mais conhecidos, deles derivam os óleos e as gorduras e eles são derivados de hidrocarbonetos, são ácidos carboxílicos. Suas cadeias variam de 4 a 36 carbonos, muitas vezes possuem ramificações e são saturadas, outras são insaturadas. A partir dos ácidos graxos, são construídos alguns tipos de lipídios.

Videos sobre Lipídios:

Proteínas

Resultado de imagem para Proteínas

A proteína é a mais importante das macromoléculas biológicas, compondo mais da metade do peso seco de uma célula. Está presente em todo ser vivo e tem as mais variadas funções.

funções das proteínas

Ela é um polímero de aminoácidos que pode atuar como enzimas, catalisando reações químicas, podem transportar pequenas moléculas ou íons; podem ser motoras para auxiliar no movimento em células e tecidos; participam na regulação gênica, ativando ou inibindo; estão no sistema imunológico, entre outras centenas de funções. Praticamente todas as funções celulares necessitam de proteínas para intermediá-las.

Videos sobre Proteínas:

Vitaminas

Resultado de imagem para Vitaminas

As vitaminas são compostos orgânicos não sintetizados pelo organismo, sendo incorporados através da alimentação. Elas são essenciais para o funcionamento de importantes processos bioquímicos do organismo, especialmente como catalisadoras de reações químicas.

Tipo de Vitaminas

Vitaminas lipossolúveis: São as vitaminas solúveis em gordura e por isso podem ser armazenadas. Fazem parte deste grupo as vitaminas A, D, E e K.

Vitaminas hidrossolúveis: São as vitaminas do complexo B e a vitamina C, solúveis em água. Elas não podem ser armazenadas no corpo, tornando raro os casos de hipervitaminose. Também são absorvidas e excretadas rapidamente.

Videos sobre Vitaminas:

Ácidos nucleicos

Resultado de imagem para Ácidos nucleicos

Os ácidos nucleicos são moléculas gigantes, formadas por unidades monoméricas menores conhecidas como nucleotídeos. Cada nucleotídeo, por sua vez, é formado por três partes: um açúcar do grupo das pentoses; um radical “fosfato”, derivado da molécula do ácido ortofosfórico; uma base orgânica nitrogenada.

Videos sobre Ácidos nucleicos:

A dieta e a bioquímica

Resultado de imagem para A dieta e a bioquímica

A dieta e a bioquímica significa que cada organismo é único, com necessidades nutricionais únicas, deficiências únicas, metabolismo único, desequilíbrios únicos e tendências únicas a desenvolver doenças. Justamente por isso que, para que uma dieta ou planejamento alimentar seja eficiente, tanto para perda de peso quanto para melhorar a qualidade de vida, ele deve respeitar não apenas as preferências, mas principalmente a individualidade bioquímica de cada um.

Videos sobre A dieta e a bioquímica:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Bioquímica e as bases moleculares da vida. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.-

A natureza da vida – Biologia

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de A natureza da vida, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

A natureza da vida – Biologia

A natureza da vida é a biologia em si relatando sobre a descoberta dos seres vivos, como eles se reproduzem, de que eles são compostos, como se alimentam e entre outras diversidades.

Projeto sem título 4

Começamos pela origem da biologia que veio de Aristóteles, com as classificações dos animais, depois as bases dos pensamentos científicos com as teorias sujeitadas a uma seleção natural, até que se chegue a uma explicação satisfatória para os fatos observados, informando as características dos seres vivos, também os níveis de organização biológica, também a abiogênese versus biogênese.

Origem da biologia

O primeiro registro da biologia foi o filósofo e naturista Aristóteles. Ainda no século IV a.C. ele estudou e fez classificações de animais quanto à presença ou não de sangue, observando também a adaptação evolutiva de animais e plantas.

Resultado de imagem para Origem da biologia

Estudo da Vida

O estuda da vida é baseado em cima da biologia, onde estuda como foi formados os animais, as pessoas e as plantas.

Videos sobre Origem da biologia:

Bases do pensamento científico

Os cientistas criaram um conjunto de teorias baseadas nesses estudos e observações, e essas teorias são sujeitadas a uma seleção natural, até que se chegue a uma explicação satisfatória para os fatos observados. Essa teoria deve ser consistente com os fatos. Deve poder prever que, em condições e situações idênticas, os resultados esperados devem se repetir.

Resultado de imagem para Bases do pensamento científico

Investigação da natureza

Investigar a natureza é analisar os caminhos percorridos pelo conhecimento científico ocidental, particularmente pela história natural, no deslocamento do seu berço europeu, e discutir o impacto causado pela diversidade dos nossos ambientes naturais sobre o desenvolvimento deste conhecimento.

Videos sobre Bases do pensamento científico:

https://youtube.com/watch?v=TaWTsQHLmvU

Procedimentos em ciência

O procedimento de todas as ciências é o mesmo; conhecendo tais e quais ingredientes como separados, únicos e originais em todo o esplendor da diversidade, pretende-se conhecer também a unidade nas relações mútuas mediante as quais todas as partes criam vínculos e formam uma unidade orgânica.

Resultado de imagem para Procedimentos em ciência

Método científico

É um aglomerado de regras básicas dos procedimentos que produzem o conhecimento científico, quer um novo conhecimento, quer uma correção (evolução) ou um aumento na área de incidência de conhecimentos anteriormente existentes.

Videos sobre Procedimentos em ciência:

Características dos seres vivos

As principais características dos seres vivos são a sua composição química comum, a presença de células, o metabolismo, a capacidade de reprodução e a evolução. Todos os organismos vivos apresentam determinados tipos de elementos químicos. São eles: carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio. Além desses elementos, também encontramos fósforo e enxofre, mas em menor quantidade.

Imagem1 3835357 7398139 2343917

Organização Celular

Célula é a menor parte com forma definida que constitui um ser vivo dotada de capacidade de auto-duplicação (pode se dividir sozinha). São as unidades estruturais e funcionais dos organismos vivos.

Videos sobre Características dos seres vivos:

Níveis de organização biológica

Os níveis de organização são: Molécula: É a menor parte de uma substância com características e propriedades químicas. Célula: Unidade morfológica e funcional dos seres vivos. Tecido: Células e substância intercelular que interagem para realizar suas funções. Órgão: Conjunto de tecidos que interagem para a execução das suas funções. Sistema: Conjunto de órgãos. Organismo: Conjunto de sistemas. População: Organismos da mesma espécie que vivem em um mesmo local ao mesmo tempo. Comunidade: Populações de diferentes espécies que vivem em um mesmo local ao mesmo tempo. Ecossistema: Conjunto dos fatores bióticos (diversas comunidades) e abióticos (luz, água, solo, temperatura, etc). Biosfera: Conjunto de todos os ecossistemas da Terra.

n25C325ADveis2Bde2Borganiza25C325A725C325A3o2Bbiol25C325B3gica 7358668 5862946 5183664

Organização de um grupo de indivíduos

Espécie: conjunto de organismos semelhantes entre si, com várias características semelhantes. Estes organismos conseguem se reproduzir entre si e gerar novos indivíduos férteis da mesma espécie. População: indivíduos da mesma espécie que vivem em uma mesma área. A população faz com que indivíduos iguais sejam capazes de interagir. Comunidade: é formada por várias populações de espécies diferentes em um mesmo local (habitat). Ecossistema: conjunto de comunidades que estão em um mesmo local e suas interações, por exemplo, uma floresta. Biomas: conjunto de ecossistemas interligados.

Videos sobre Níveis de organização biológica:

Origem da vida na terra

Os primeiros seres vivos que existiram na face da Terra datam de 3,8 bilhões de anos, e os cientistas os chamam de estromatolitos. Esses primeiros seres vivos eram bem simples. À medida que os anos iam passando, eles iam evoluindo e, a partir deles, outras formas de vida iam surgindo. Milhões de anos depois surgiram os organismos invertebrados.

Resultado de imagem para Origem da vida na terra

A Nova Panspermia

Fred Hoyle foi um dos maiores defensores da Panspermia. Juntamente com Chandra Wickramasinghe, formulou a “Nova Panspermia”, teoria segundo a qual vida se encontra espalhada por todo o universo. “Esporos de vida” fazem parte das nuvens interestelares e chegam a planetas próximos às estrelas, abrigados no núcleo de cometas. Esses “esporos” já conteriam códigos que regeriam seus desenvolvimentos futuros.

Videos sobre Origem da vida na terra:

Abiogênese versus biogênese

São duas teorias formuladas para explicar a origem da vida na Terra. A abiogênese acreditava que a vida podia surgir espontaneamente. Por exemplo, os cisnes surgiam de folhas que caíam nos lagos e os ratos surgiam de roupas sujas e úmidas misturadas com sementes de trigo, essa teoria foi aceita por muitos e muitos anos. Biogênese é a teoria que é usada nos dias atuais, onde os seres vivos são originados de outros.

full 1 fae80380e4 8330598 1544819 4579904

Diferença entre Abiogênese e Biogênese

Abiogênese: Os seres vivos eram originados a partir de uma matéria bruta sem vida. Teoria derrubada através de experimentos.

Biogênese: Os seres vivos são originados a partir de outros seres vivos preexistentes. Atualmente aceita para explicar o surgimento dos seres vivos.

Videos sobre Abiogênese versus biogênese:

Teorias modernas sobre a origem da vida

A hipótese da origem extraterrestre, também chamada de panspermia, defende que os seres vivos não surgiram na Terra, mas em outros planetas. Eles foram trazidos para a superfície terrestre através de esporos ou outras formas resistentes.

Resultado de imagem para Teorias modernas sobre a origem da vida

Origem extraterrestre

Defende que os seres vivos não surgiram na Terra, mas em outros planetas. Eles foram trazidos para a superfície terrestre através de esporos ou outras formas resistentes. Essa teoria surgiu no século XIX e início do século XX, um dos seus primeiros defensores foi o físico irlandês William Thomson e o químico sueco Svante August Arrhenius.

Videos sobre Teorias modernas sobre a origem da vida:

Teorias religiosas sobre a origem da vida

O criacionismo é a crença religiosa de que a humanidade, a vida, a Terra e o universo são a criação de um agente sobrenatural. No entanto, o termo é mais comumente usado para se referir à rejeição, por motivação religiosa, de certos processos biológicos, particularmente a evolução. Desde o desenvolvimento da ciência evolutiva a partir do século XVIII, vários pontos de vista criados tiveram como objetivo conciliar a ciência com a narrativa de criação do Gênesis.

Resultado de imagem para Teorias religiosas sobre a origem da vida

Evolução química

A teoria mais aceita pelos cientistas e defende que a vida tenha começado a partir de alguns átomos que surgiram na atmosfera, e que com o passar do tempo, mudanças climáticas e tempestades da atmosfera primitiva começaram a fazer ligações químicas, se tornando moléculas cada vez mais complexas, e que depois de milhares de anos originaram um ser vivo.

Videos sobre Teorias religiosas sobre a origem da vida:

https://youtube.com/watch?v=q8DvjycROTc

Evolução e diversificação da vida

O que sabemos vem essencialmente de uma célebre experiência que consistiu em colocar num circuito fechado os gases que terão predominado na atmosfera primordial e simular relâmpagos contínuos através de descargas eléctricas. Ao fim de alguns dias, tinham-se formado aminoácidos, as unidades fundamentais das proteínas.

Resultado de imagem para Evolução e diversificação da vida

Hipótese Endossimbiótica

Os cientistas acreditam que tanto mitocôndrias como plastos originaram-se de bactérias primitivas que associaram-se às células eucarióticas. As primeiras células eucarióticas adquiriram capacidade de respirar gás oxigênio quando passaram a abrigar células procarióticas respiradoras.

Videos sobre Evolução e diversificação da vida:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de A natureza da vida. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

10 Reino dos Animais – Biologia 

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar do Reino dos Animais, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos animais.

Reino dos Animais – Biologia

Projeto sem título 2 1

O reino dos Animais é composto por milhares de especies e diferentes animais, um reino biológico composto por seres vivos pluricelulares, Eucariontes, heterotróficos, cujas células formam tecidos biológicos, com capacidade de responder ao ambiente que os envolve ou, por outras palavras, pelos animais.

Tendencias evolutivas nos grupos animais

Nos dias atuais a evolução dos animais é bem avançada com uma grande quantidades de animais, e variadas especies, onde esses animais evoluem constantemente.

Resultado de imagem para Tendencias evolutivas nos grupos animais

Os animais são seres eucariontes, ou seja, possuem em suas células um núcleo individualizado, que tem a finalidade de proteger o DNA. São heterotróficos, isto quer dizer que não são capazes de produzir o próprio alimento.

Videos sobre Tendencias evolutivas nos grupos animais:

Parentesco evolutivo entre os principais grupos animais

As relações de parentesco entre grupos de seres vivos podem ser representadas em diagramas – atualmente chamados árvores filogenéticas – compostos por linhas que se dividem sucessivamente.

Cada divisão indica que uma espécie ancestral deu origem a novas espécies. As espécies atuais estão representadas na ponta de cada ramo da árvore filogenética e, quanto mais se aproxima da base, mais antigo é o ancestral.

Videos sobre Parentesco evolutivo:

Sistemas corporais dos animais (digestivos, respiratórios – cutânea, branquial, pulmonar, traqueal – circulatórios, excretores)

O sistema corporal dos animais é muito diferente uns dos outros, mudando o tecido de um ao outro, sendo que a estrutura animal multicelular, vertebrado ou invertebrado, apresenta uma sucessão de patamares de organização, cada vez mais complexos e abrangentes.

Resultado de imagem para Sistemas corporais dos animais

Sistema digestivo – realiza a recepção e preparação do alimento, eliminando os resíduos dessa preparação; sistema respiratório – permite as trocas gasosas; sistema excretor – elimina os resíduos azotados e o excesso de líquidos; sistema endócrino – regula os processos metabólicos internos; sistema nervoso e órgãos dos sentidos – realiza a regulação e coordenação dos processos metabólicos internos e ajustes ao meio externo; sistema reprodutor – permite a produção de novos indivíduos.

Videos sobre Sistemas corporais dos animais:

Animais invertebrados

Os animais invertebrados podem ser classificados de acordo com o local onde vivem. Alguns são terrestres, como formigas, caracóis e minhocas; outros possuem a capacidade de voar, como moscas, joaninhas e gafanhotos.

Resultado de imagem para Animais invertebrados

Os animais invertebrados são Aeróbicos, pois retiram o oxigênio do ar ou da água conforme o meio em que vivem (há diversos tipos de sistema respiratório); Têm o corpo formado por muitas células, são assim pluricelulares; São eucariontes, pois suas células tem núcleo envolvido por membrana; São seres heterótrofos, pois necessitam ingerir outros seres vivos, uma vez que não possuem clorofila e não são capazes de produzir o próprio alimento;

Videos sobre Animais invertebrados:

Filo Porifera

Os porifera são também chamados de esponja, s estrutura das esponjas é tal que, se forem trituradas e passadas por uma peneira, de modo a separar as suas células, estas poderão reagrupar-se e formar novamente uma esponja, em tudo semelhante á original.

Resultado de imagem para Filo Porifera

A maioria das esponjas reage ao toque, especialmente em volta da sua abertura principal, embora os estímulos sejam conduzidos lentamente, provavelmente célula a célula.

Videos sobre Filo Porifera:

Reino Cnidaria

Os cnidários são os primeiros animais a apresentarem uma cavidade digestiva no corpo, fato que gerou o nome celenterado, destacando a importância evolutiva dessa estrutura, que foi mantida nos demais animais.

Resultado de imagem para Reino Cnidaria

Nos cnidários existe um tipo especial de célula denominada cnidócito, que apesar de ocorrer ao longo de toda a superfície do animal, aparece em maior quantidade nos tentáculos.

Videos sobre Reino Cnidaria:

Filo Platyheminthes (platelmintos)

Os platelmintos, que compreendem em torno de 15 mil espécies, vivem principalmente em ambientes aquáticos, como oceanos, rios e lagos; são encontrados também em ambientes terrestres úmidos. Alguns têm vida livre, outros parasitam animais diversos, especialmente vertebrados.

Resultado de imagem para platelmintos

Os exemplos de platelmintos são: as planárias, as tênias e os esquistossomos.

Videos sobre Filo Platyheminthes (platelmintos):

Filo Nematoda (nematódeos)

Os nematódeos são dos habitats marinho, de água doce e terrestre. E a maioria é de vida livre, há muitos representantes parasitas de praticamente todos os tipos de plantas e animais.

Resultado de imagem para nematódeos

Seu tamanho é muito variável, indo de aproximadamente 1 mm até cerca de oito metros de comprimento. Possuem boca e ânus. A circulação de gases, nutrientes e substâncias tóxicas é feita pelo pseudoceloma. Possuem dois canais longitudinais, que percorrem a lateral do corpo do verme, unidas por um canal transversal, que emite um ducto que elimina excretas pelo poro excretor.

Videos sobre Filo Nematoda (nematódeos):

Filo Mullusca (moluscos)

Os moluscos constituem um grande filo de animais invertebrados, marinhos, de água doce ou terrestres.

Resultado de imagem para moluscos

O filo Mollusca é o segundo filo com a maior diversidade de espécies, depois dos Artrópodes, e inclui uma variedade de animais muito familiares, como as ostras, as lulas, os polvos e os caramujos.

Videos sobre Filo Mullusca (moluscos):

Filo Annelida (anelídeos)

Os anelídeos são animais que não possuem ossos, e são de corpo mole, alongado, cilíndrico e dividido em anéis, apresentando uma nítida segmentação. Tem em torno de 15 mil espécies, encontradas na água doce ou salgada e em solo úmido.

Resultado de imagem para anelídeos

Os anelídeos são animais triblásticos, celomados e com simetria bilateral. O corpo dos anelídeos é composto por anéis e revestido por celoma. O celoma é uma cavidade corporal que se localiza no interior da mesoderme. É preenchido por um líquido chamado de fluido celômico, onde se alojam as vísceras do animal. Os órgãos digestivos em sequência são: a boca, o papo, a moela, o intestino e o ânus.

Videos sobre Filo Annelida (anelídeos):

Filo Arthropoda (artrópodes)

Artrópodes (filo Arthropoda) são animais dotados de patas articuladas e que possuem esqueleto externo (exoesqueleto) nitidamente segmentado. Entre eles, besouros, borboletas, aranhas, camarão, centopeia e piolho de cobra.

Resultado de imagem para artrópodes

Todos os artrópodes possuem o corpo dotado de vários segmentos e apêndices articulados, como patas e antenas, que possibilita movimentos. Essa é a sua característica diagnóstica (identifica e diferencia os artrópodes dos outros) e que dá o nome ao grupo, do grego arthros: articulação e podos:pés.

Videos sobre Filo Arthropoda (artrópodes):

Filo Echinodermata (equinodermos)

Os equinodermos (filo Echinodermata) são animais invertebrados e exclusivamente marinhos. O seu corpo é organizado, geralmente, em cinco partes simétricas que se distribuem na forma dos raios de uma circunferência.

Resultado de imagem para equinodermos

Os equinodermos são triblásticos, celomados e deuterostômios. Durante a fase larval apresentam simetria bilateral e na fase adulta, a simetria é radial. Apresentam uma grande diversidade de formas, tamanhos e modos de vida.

Videos sobre Filo Echinodermata (equinodermos):

Cordados

Os cordados representam o grupo de animais do filo Chordata. São representados por alguns invertebrados aquáticos e todos os vertebrados: peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

A característica principal deste filo é que durante a fase embrionária todos apresentam tubo nervoso dorsal, notocorda, fendas faringianas e cauda pós-anal. Além disso, são animais triblásticos, enterocelomados, metamerizados, deuterostômios, com simetria lateral e apresentam sistema digestório completo.

Videos sobre Cordados:

A origem dos vertebrados

As evidências embriológicas sugerem que os “parentes” invertebrados mais próximos dos cordados são os equinodermos. Essas evidências são principalmente as semelhanças na maneira como se origina o celoma (enterocélica) e no destino do blastóporo (deuterostômios).

Resultado de imagem para A origem dos vertebrados

Os vertebrados são animais que predominam no mundo. Vertebrados são todos os animais que possuem uma espinha dorsal, que pode ser cartilaginosa, no caso de tubarões e raias, ou formada de ossos.

Videos sobre A origem dos vertebrados:

Protocordados

Os protocordados são animais marinhos cordados que não possuem caixa craniana e coluna vertebral. O sistema nervoso com posição dorsal (tubo nervoso dorsal); Presença de fendas branquiais (pequenos buracos presentes nas faringes e responsáveis pela respiração ou filtração de alimentos); Ausência de caixa craniana; Não possuem encéfalo; Ausência de coluna vertebral (como ocorre nos animais vertebrados). Apresentam todas as características dos cordados.

As principais características: presença de notocorda na fase larval (na fase adulta perde a notocorda) restrita a área caudal. Outra característica e a existência de corpo saculiforme (formato de pequeno saco).

Videos sobre Protocordados:

Peixes (peixes-bruxa, lampreias, peixes cartilaginosos, peixes ósseos)

Os peixes são de água doce e salgada, existem cerca de 24 mil espécies, das quais mais da metade vive em água salgada.

Resultado de imagem para peixes biologia

Foram os primeiros vertebrados a surgir na Terra, e eram pequenos, sem mandíbula, tinham coluna vertebral cartilaginosa e uma carapaça revestindo seus corpos. Na evolução, houve uma série de adaptações que representaram aos peixes melhores condições de sobrevivência em seu habitat.

Videos sobre Peixes:

Tetrápodes (terrapoda) (anfíbios, répteis, aves, mamíferos)

Os tetrápodes são animais vertebrados terrestres, que possuem quatro membros. Estes animais pertencem à superclasse Tetrapoda. Os anfíbios, mamíferos, répteis e aves são tetrápodes.

Resultado de imagem para Tetrápodes

Os tetrápodes Possuem quatro membros. são animais vertebrados, ou seja, possuem coluna vertebral segmentada e crânio, cuja função é realizar a proteção do cérebro. são animais cordados. Possuem sistema digestório completo, tubo nervoso dorsal e simetria bilateral.

Videos sobre Tetrápodes:

Mamíferos

Os mamíferos são animais com osso pertencentes ao Domínio Eukaryota, Reino Animalia, Filo Chordata, Sub-filo Vertebrata e Classe Mammalia. Existem cerca de 5 mil espécies de mamíferos.

Resultado de imagem para Mamíferos

Os mamíferos são animais diversos, vivem na terra, na água e no ar, em qualquer lugar do planeta podem se encontrar mamíferos. Os mamíferos se caracterizam pela presença de pelos pelo corpo e de glândulas mamárias nas fêmeas.

Videos sobre Mamíferos:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos do Reino dos Animais. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

10 Características do Reino das plantas – Biologia

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Reino das plantas, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores, e entender as plantas.

Reino das plantas – Biologia

O reino das plantas é muito diversificado, tendo plantas em diferentes tipos de terrenos, plantas essas que se desenvolvem com recursos minerais comuns, e podem ser estudadas as características compostas nelas.

Untitled design 300x300 6003998 8840362

Plantae é um reino da natureza, que agrupa as plantas, um vasto conjunto de organismos eucariotas multicelulares, sem motilidade e predominantemente autotróficos fotossintéticos.

A diversidade das plantas

A diversidade das plantas é muito grande pois existem plantas terrestres, plantas aquáticas e outras, assim tendo uma diversidade bem grande, muitas pessoas as vezes passam por uma planta e nem sabe se é uma planta e muito menos seu nome.

BRIÓFITAS São plantas que vivem em ambiente terrestre. A mais conhecida delas é o musgo.

PTERIDÓFITAS São plantas abundantes principalmente em áreas tropicais, como o Brasil. Exemplos de pteridófitas são as avencas e samambaias.

GIMNOSPERMAS As gimnospermas, assim como as angiospermas, são plantas mais complexas. Possuem raiz, caule, folhas em forma de agulhas sementes e órgãos reprodutores bem desenvolvidos, os estróbilos.

ANGIOSPERMAS Atualmente as angiospermas dominam o ambiente terrestre. Possuem raiz, caule e folha; produzem também flor, semente e fruto. Os frutos são exclusivos das angiospermas. Entre elas podemos citar a laranjeira, o trigo, o milho, o arroz, a batata, o abacateiro, o tomateiro, o cafeeiro, a soja, a mangueira entre outras.

Videos sobre:

Origem e evolução das plantas

A evolução das plantas ocorreu através de níveis de complexidade um após o outro mais complexos, desde os primitivos tapetes de algas, passando pelos briófitos, licópodes, fetos e gimnospérmicas, até às complexas angiospérmicas da atualidade.

evolucao das plantas 8603042 3427555 9386198

Apesar das plantas mais simples continuarem a prosperar, em especial em ambientes semelhantes àqueles em que evoluíram, cada novo nível de organização tornou-se, uma vez e outra, melhor sucedido, na maioria dos aspectos, que o seu predecessor.

Videos sobre:

Grandes grupos de plantas atuais

Mesmo todas as plantas pertencendo ao reino plantae, elas são subdivididas em dois grupos como: criptógamas e fanerógamas.

Resultado de imagem para Grandes grupos de plantas atuais

Briófitas: vegetais que não têm vasos especializados para a condução da seiva. São plantas de tamanho pequeno.

Pteridófitas: vegetais que possuem vasos para o transporte da seiva. São plantas de tamanho grande. São também chamadas de plantas vasculares.

Gimnospermas: são os vegetais que não produzem frutos, embora possuam sementes.

Angiospermas: as sementes destas plantas ficam alocadas dentro de frutos. Estes frutos são originários do desenvolvimento do ovário das flores.

Videos sobre grupos de plantas:

Reprodução das angiospermas

As angiospermas são um grupo de plantas mais diversificado do planeta, provavelmente pelo fato da presença de flores, frutos e sementes, que garantem uma reprodução mais eficiente.

Resultado de imagem para Reprodução das angiospermas

A reprodução das angiospermas inicia-se com a polinização, que é o encontro do grão de pólen (que é formado pela célula do tubo e a célula geradora.) com a parte feminina de uma flor, mais precisamente o estigma.

Videos sobre Reprodução das angiospermas:

Desenvolvimento e componentes celulares das plantas

O crescimento e desenvolvimento das plantas esta relacionado aos grandes fatores internos como os hormônios vegetais, também fatores como a luz do sol, água, ao calor e ao frio.

Resultado de imagem para Desenvolvimento e componentes celulares das plantas

Os hormônios vegetais, são compostos orgânicos que atuam em doses muito pequenas e são os principais fatores internos de regulação das reações de desenvolvimento e crescimento das plantas.

A luz do sol é essencial para o crescimento e desenvolvimento das plantas, onde tem um poder enorme de se desenvolver durante a luz.

Água é um fator inevitável, sendo a planta de qualquer espécie que seja.

A temperatura seja qual planta for é ideal para seu desenvolvimento.

Videos sobre componentes celulares das plantas:

Organização corporal das angiospermas

As angiospermas, ou plantas com flores, são principais grupos de espécies com sementes existentes, grupo diversificado dentro do planeta, com pelo menos 260.000 tipos vivos classificados em 453 famílias.

Resultado de imagem para Organização corporal das angiospermas

Vivem como epífitas (ou seja, que residem sobre outras plantas) e se enraízam em ambos os habitats aquáticos de água doce e marinhos. Como plantas terrestres variam no tamanho, longevidade e na forma geral. Podem ser pequenas ervas; tipo parasita; arbustos; trepadeiras; lianas ou árvores gigantes.

Videos sobre angiospermas:

Nutrição das plantas

A nutrição da plantas é autotrófica, nisso diferindo da nutrição animal, que é heterotrófica. Os animais obtêm alimento comendo outros seres vivos, as plantas fabricam elas mesmas a matéria orgânica que lhes servem de alimento.

Sendo que essa nutrição é baseada em gás carbônico proveniente do ar e água e sais minerais (nutrição inorgânica) retirados do solo.

Videos sobre Nutrição das plantas:

Absorção e condução da seiva mineral e condução da seiva orgânica

As células da raiz absorvem todos os tipos de nutrientes que as plantas precisão, e assim necessitam de um condutor para passar ao resto das plantas, até chegar as folhas onde acontece o desenvolvimento.

Resultado de imagem para Absorção e condução da seiva mineral e condução da seiva orgânica

A água da seiva bruta que chega ao órgão de maior pressão osmótica penetra em seus vasos floemáticos por osmose, deslocando a seiva elaborada neles presente em direção ao órgão de menor pressão osmótica, que geralmente é a raiz.

Videos sobre seiva orgânica:

Hormônios vegetais e controle

Os hormônios vegetais são substâncias produzidas pelas plantas e que atuam na regulação do seu desenvolvimento e crescimento. A função dos hormônios é atuar como “mensageiros químicos” entre células, tecidos e órgãos das plantas superiores.

Resultado de imagem para controle Hormônios vegetais

Fatores externos que afetam o crescimento e desenvolvimento de vegetais, podemos citar luz (energia solar), dióxido de carbono, água e minerais, incluindo o nitrogênio atmosférico (fixado por bactérias fixadoras e cianofíceas), temperatura, comprimento do dia e gravidade.

Videos sobre Hormônios vegetais e controle:

Fitocromos e desenvolvimento

Os fitocromos estão envolvidos na germinação das sementes em certas espécies de plantas. A luz é um recurso ambiental crítico para o desenvolvimento dos vegetais, sendo que variações na quantidade de luz influenciam no desenvolvimento e reprodução vegetal.

Resultado de imagem para Fitocromos e desenvolvimento

O desenvolvimento de qualquer planta é feito de acordo com uma gama de fatores, como aluz a água os minerais que recebe do solo.

Videos sobre Fitocromos e desenvolvimento:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Reino das plantas. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

10 Classificação Biológica e os Seres simples

Olá, como sabemos a biologia está presente em nosso dia a dia de várias formas, sendo assim o demonstre hoje vem com uma lista de fatores que influenciam na biologia, e principalmente no modo de viver pelas pessoas.

E hoje vamos falar de Classificação Biológica e os Seres simples, onde baseado em estudos, vamos mostra como é o desenvolver desse processo biológico que envolve diversos fatores.

Classificação Biológica e os Seres simples

A classificação biológica é o modo onde são classificados todos os tipos de seres vivos existentes na terra, alguns seres ainda não foram classificados mais estão sendo estudados para dá uma classificação. Com a classificação biológica é mais fácil de resolver problemas relacionados aos seres vivos.

Untitled design 5 1 300x300 5874676 8857922

Os seres mais simples são os principais que representam bastante a biologia, seres esses que são os vírus, bactérias, algas, protozoários e fungos.

Para que serve a classificação biológica?

A classificação biológica é uma forma de diferenciar os seres vivos de uma maneira mais fácil, baseado em classes, tendo as principais categorias taxonômicas são: reino, filo, classe, ordem, família, gênero e espécie, assim definindo espécies de acordo com com os grupos de organismos que se reproduzem entre si.

Resultado de imagem para classificações biologica

Classificações biologica é definida como o modo como os biólogos agrupam e categorizam as espécies de seres vivos, extintas e actuais. A classificação científica moderna tem as suas raízes no sistema de Karl von Linnée (ou Carolus Linnaeus), que agrupou as espécies de acordo com as características morfológicas por elas partilhadas.

Videos sobre classificações biológica:

Fundamentos da classificação biológica

Os sistemas de classificação dos seres vivos, desde a época de Aristóteles até os dias de hoje, sofreram muitas mudanças, o que caracteriza a taxonomia como uma ciência muito dinâmica no campo das ciências biológicas.

Resultado de imagem para fundamentos da classificação biologica

Os trabalhos de Aristóteles serviram de base para uma classificação que dividia os animais conhecidos como vertebrados, ou animais de sangue vermelho, e invertebrados, ou animais sem sangue vermelho, e foram utilizados por cerca de 2 000 anos.

Videos sobre Fundamentos da classificação biológica:

A sistemática moderna

Inclui a taxonomia (ciência da descoberta, descrição e classificação das [espécies] e grupo de espécies, com suas normas e princípios) e também a filogenia (relações evolutivas entre os organismos). Em geral, diz-se que compreende a classificação dos diversos organismos vivos.

C381rvoresfilogenC3A9ticas 9559299 1707351 6675320

A sistemática é que classificam as espécies em outros taxa a fim de definir o modo como eles se relacionam evolutivamente. Sendo assim é o sistema que define os animais e as plantas em sua devida classe.

Videos sobre A sistemática moderna:

Quantos reinos existem?

Nos dias atuais segundo os cientistas, existem 5 reinos, que mostram a evolução dos grupos, para cada novos seres que forem e vem surgindo, e colocando dentro do seu parentesco.

Resultado de imagem para reinos

Os reinos são: o reino monera, reino protista, reino fungi, reino vegetal, reino animal. Para que seja definido o parentesco das especies e suas características.

Videos sobre quantos reinos existem?:

A importância de estudar vírus, bactérias, algas, protozoários e fungos?

A grande importância de estudar todos esses elementos é o fato de conhecer o verdadeira origem não só dos seres vivos e poder conhecer como nosso corpo é formado, se prevenir das doenças, conhecer outros seres.

Resultado de imagem para fungos

O vírus é um agente biológico microscópico que se reproduz dentro de células. Quando infectada por um vírus, uma célula hospedeira é obrigada a fabricar milhares de cópias idênticas ao vírus original em um grau extraordinário. Bactéria é um domínio de micro-organismos unicelulares, procariontes, antes também chamados Schizomycetes, pertencentes ao Reino Monera. Alga é o nome comum de um diversificado agrupamento polifilético de organismos fotossintéticos cujo ciclo de vida se completa geralmente em meio aquático. Protozoários são microorganismos eucarióticos geralmente unicelulares e heterotróficos. Os fungos são classificados num reino separado das plantas, animais e bactérias.

Videos sobre:

https://youtube.com/watch?v=W7C4dq7kPW4

Vírus

O vírus é um agente biológico microscópico que se reproduz dentro de células de hospedeiros viventes. Quando infectada por um vírus, uma célula hospedeira é obrigada a fabricar milhares de cópias idênticas ao vírus original em um grau extraordinário.

Resultado de imagem para virus

Ao contrário da maioria dos seres vivos, vírus não têm células que se dividem; novos vírus são montados na célula hospedeira infectada. Mais de 2 000 espécies de vírus já foram descobertas.

Videos sobre Vírus:

Bactérias

As bactérias são geralmente bastante pequenas, ou melhor microscópicas ou submicroscópicas (detectáveis apenas com uso de um microscópio eletrônico).

Resultado de imagem para Bactérias

Suas dimensões geralmente não excedem poucos micrômetros, podendo variar entre cerca de 0,2 µm, nos micoplasmas, até 30 µm, em algumas espiroquetas.

Videos sobre Bactérias:

Algas

Alga é o nome comum dada a plantas que vivem na água, embora algumas espécies habitem no solo, sobre superfícies expostas à luz solar ou sejam fotobiontes em fungos liquenizados.

Resultado de imagem para Algas

As algas são avasculares, ou seja, não possuem vasos condutores de seiva. Constituem um grande e diversificado grupo de espécies autotróficas, ou seja, que produzem a energia necessária ao seu metabolismo através da fotossíntese.

Videos sobre Algas:

Protozoários

Osa protozoários são microorganismos eucarióticos geralmente unicelulares e heterotróficos (não possui a capacidade de produzir seu próprio alimento, e por isso se alimenta de seres vivos).

Sua classificação é controversa, pois inclui diversos seres semelhantes que não possuem relação evolutiva, sendo assim um grupo polifilético (grupo que não inclui o ancestral comum de todos os indivíduos) que une diferentes tipos de organismos microscópicos que não se encaixam no reino Metazoa.

Videos sobre Protozoários:

Fungos

Os fungos são classificados num reino separado das plantas, animais e bactérias. Uma grande diferença é que as células dos fungos terem paredes celulares que contêm quitina e glucanos, diferente das células vegetais, que contêm celulose.

Resultado de imagem para Fungos

Estas e outras diferenças mostram que os fungos formam um só grupo de organismos relacionados entre si, denominado Eumycota (fungos verdadeiros ou Eumycetes), e que partilham um ancestral comum (um grupo monofilético).

Videos sobre Fungos:

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de fatores que envolvem a biologia, e hoje falamos de Classificação Biológica e os Seres simples. Se você gosta de nossos trabalhos, ajude para que mais pessoas possam também conhecer do nosso conteúdo, compartilhe nas redes sociais, indique amigos.

10 Filósofos Cientistas – Filosofia da Ciência

Olá pessoal hoje o demonstre traz uma lista de 10 Filósofos Cientistas – Filosofia da Ciência, onde mostra a sua biografia, teorias e outras informações. Para ajudar no conhecimentos diversos sobre filosofia e sociologia.

A filosofia da ciência estuda os fundamentos as ciências naturais como física e biologia, e as ciências sociais, como psicologia e economia. Neste sentido, a filosofia da ciência está intimamente relacionada à epistemologia e à ontologia.

10 Filósofos Cientistas – Filosofia da Ciência

Untitled design 6 300x251 9690800 4949682

Fatores que envolvem a filosofia da ciência como: a natureza das afirmações e conceitos científicos, a forma como são produzidos, os meios para determinar a validade da informação, como a ciência explica, prediz e, através da tecnologias, domina a natureza, a formulação e uso do método científico, os tipos de argumentos usados para chegar a conclusões, as implicações dos métodos e modelos científicos para a sociedade e para as próprias ciências..

Francis Bacon – Filósofo

Desde cedo, sua educação orientou-o para a vida política, na qual exerceu posições elevadas. Em 1584 foi eleito para a câmara dos comuns. Sucessivamente, durante o reinado de Jaime I, desempenhou as funções de procurador-geral (1607), fiscal-geral (1613), guarda do selo (1617) e grande chanceler (1618). Neste mesmo ano, foi nomeado barão de Verulam e em 1621, barão de Saint Alban. Também em 1621, Bacon foi acusado de corrupção. Condenado ao pagamento de pesada multa, foi também proibido de exercer cargos públicos. Como filósofo, destacou-se com uma obra onde a ciência era exaltada como benéfica para o homem. Em suas investigações, ocupou-se especialmente da metodologia científica e do empirismo, sendo muitas vezes chamado de “fundador da ciência moderna”. Sua principal obra filosófica é o Novum Organum.

Francis Bacon teoria – O método indutivo

A intensão de Francis Bacon nessa obra não é apresentar um sistema inovador, mas é apontar para as recorrências dos equívocos na filosofia e ciência para, com isso, afastar-se deles; como ele mesmo afirma no prefácio do Novum Organum “Cessam o cuidado e os partidos, ficando a nós reservado o papel de guia apenas”. Tendo em vista a definição de indução, é tácito frisar que o método indutivo é sumamente importante e inerente ao método empírico, o qual Francis Bacon adota, em sua obra “Novum Organum”, para a interpretação da natureza – em contraposição ao método enganoso, danoso, inerte e precário de se fazer ciência, os quais Bacon denomina de antecipações da mente. Segundo o filósofo moderno, praticamente toda a filosofia anterior a sua pecavam em suas teorias e se dedicavam ao método de antecipações e não ao “verdadeiro método de interpretação da natureza.

Vídeo sobre Francis Bacon:

Immanuel Kant – Filósofo

Nascido de uma modesta família de artesãos, depois de um longo período como professor secundário de geografia, Kant veio a estudar filosofia, física e matemática na Universidade de Königsberg e em 1755 começou a lecionar ensinando Ciências Naturais. Em 1770 foi nomeado professor catedrático da Universidade de Königsberg, cidade da qual nunca saiu, levando uma vida monotonamente pontual e só dedicada aos estudos filosóficos. Realizou numerosos trabalhos sobre ciências naturais e exatas.

immanuel 5131922 7214333 7714798

Foi um filósofo prussiano. Amplamente considerado como o principal filósofo da era moderna, Kant operou, na epistemologia, uma síntese entre o racionalismo continental (de René Descartes, Baruch Espinoza e Gottfried Wilhelm Leibniz, onde impera a forma de raciocínio dedutivo), e a tradição empírica inglesa.

Immanuel Kant Pensamento – A menoridade humana

Kant define a palavra esclarecimento como a saída do homem de sua menoridade. Segundo esse pensador, o homem é responsável por sua saída da menoridade. Kant define essa menoridade como a incapacidade do homem de fazer uso do seu próprio entendimento autonomamente, ou seja, sem a tutela de uma razão alheia.

Vídeo sobre Immanuel Kant:

René Descartes  – Filósofo

René Descartes nasceu em 31 de Março de 1596 em La Haye, a cerca de 300 quilômetros de Paris (hoje Descartes), no departamento francês de Indre-et-Loire. Descartes reconheceu que lá havia certa liberdade; no entanto, no seu “Discurso sobre o método”, declara a sua decepção, não com o ensino da escola em si, mas com a tradição escolástica, cujos conteúdos considerava confusos, obscuros e nada práticos. Em carta a Mersenne, diz que “os Conimbres são longos, sendo bom que fossem mais breves (crítica já então corrente, mesmo nas escolas da Companhia de Jesus). Descartes esteve em La Flèche por cerca de nove anos (1606-1615). “Descartes não mereceu, como se sabe, a plena admiração dos escolares jesuítas, que o consideravam um deficiente filósofo”.[Prosseguiu depois seus estudos, graduando-se em direito, em 1616, pela Universidade de Poitiers.

Foi um filósofo, físico e matemático francês. Durante a Idade Moderna, também era conhecido por seu nome latino Renatus Cartesius.

René Descartes – Teoria Cartesiana do sistema circulatório

Explica o funcionamento do sistema sanguíneo e como chegou a suas conclusões : “Desejo dar aqui a explicação do movimento do coração e das artérias o qual, sendo o que mais geralmente se observa nos animais, se julgará mais facilmente o que se deve pensar dos outros e, a fim de termos menos dificuldades em compreender o que vou dizer, desejava que os não versados em anatomia se resolvessem, antes de ler, a colocar ante eles o coração de qualquer grande animal que tenha pulmões, porque ele é em tudo bastante semelhante ao do homem”.

René Descartes – Teoria do ato de reflexo

Pela linha de raciocínio mecânica da anatomia, Descartes observava que alguns robôs, na época criados para entreter as pessoas, tinham seus movimentos realizados através de canos por onde passava água sob pressão, fazendo com que as partes móveis dos robôs (pernas, braços e cabeça) ganhassem movimentos que imitavam o do ser humano. Porém, percebeu que, mesmo parecendo um movimento humano, os robôs apenas se movimentavam por causa da água que circulava em seus tubos, não sendo resultado da ação voluntária da máquina. Assim, o ser humano é algo muito mais complexo do que movimentos, podendo executar ações independente de sua vontade.

Vídeo sobre René Descartes:

Karl Popper – Filósofo

Nascido numa família de classe alta de origem judaica secularizada, foi educado na Universidade de Viena. Concluiu o doutoramento em filosofia em 1928 e ensinou numa escola secundária entre 1930 e 1936. Em 1937, a ascensão do Nazismo levou-o a emigrar para a Nova Zelândia, onde foi professor de filosofia na Universidade de Canterbury, em Christchurch. Em 1946, foi viver na Inglaterra, tornando-se assistente (reader) de lógica e de método científico na London School of Economics, onde foi nomeado professor em 1949. Foi nomeado cavaleiro da Rainha Isabel II em 1965, e eleito para a Royal Society em 1976. Popper recebeu vários prémios e honrarias no seu campo, destacando-se, entre outros, o prémio Lippincott, da Associação Americana de Ciência Política, o Prêmio Sonning e o estatuto de membro da Royal Society, da Academia Britânica, da London School of Economics, do King’s College de Londres e do Darwin College de Cambridge.

Karl Popper 3709754 8598788 4755403

Foi um filósofo da ciência austríaco naturalizado britânico, viveu durante 92 anos, oi também um filósofo social e político de importância considerável, um grande defensor da democracia liberal e um oponente implacável do totalitarismo.

Karl Popper – Teoria científica

Não é possível confirmar a veracidade de uma teoria pela simples constatação de que os resultados de uma previsão efetuada com base naquela teoria se verificaram. Essa teoria deverá gozar apenas do estatuto de uma teoria não (ou ainda não) contrariada pelos factos.

Vídeo sobre Karl Popper:

Theodor Adorno – Filósofo

Theodor Adorno nasceu em Frankfurt, filho de Oscar Alexander Wiesengrund (1870 – 1941) – próspero negociante alemão de vinhos, de origem judaica e convertido ao protestantismo – e de Maria Barbara Calvelli-Adorno – uma cantora lírica, católica, italiana. Estudou música com sua tia (por parte de mãe), Agathe, uma pianista. Frequentou o Kaiser-Wilhelm-Gymnasium, onde se destacou como estudante. Entre 1921 e 1932, publicou cerca de cem artigos sobre crítica e estética musical e conheceria Vilma, com quem se casaria pouco tempo depois.

Foi um filósofo, sociólogo, musicólogo e compositor alemão. É um dos expoentes da chamada Escola de Frankfurt, juntamente com Max Horkheimer, Walter Benjamin, Herbert Marcuse, Jürgen Habermas, entre outros. Estudou filosofia, sociologia, psicologia e música na Universidade de Frankfurt.

Theodor Adorno teoria – Pensamento

Os defensores da expressão “cultura de massa” querem dar a entender que se trata de algo como uma cultura surgindo espontaneamente das próprias massas. Para Adorno, que diverge frontalmente dessa interpretação, a indústria cultural, ao aspirar à integração vertical de seus consumidores, não apenas adapta seus produtos ao consumo das massas, mas, em larga medida, determina o próprio consumo. Interessada nos homens apenas enquanto consumidores ou empregados, a indústria cultural reduz a humanidade, em seu conjunto, assim como cada um de seus elementos, às condições que representam seus interesses.

Vídeo sobre Theodor Adorno:

https://youtube.com/watch?v=i_iMfA88R2U

Bertrand Russell – Filósofo

Bertrand Russell pertenceu a uma família aristocrática inglesa. O seu avô paterno, Lord John Russell tinha sido primeiro-ministro nos anos 1840 e era ele próprio o segundo filho do sexto duque de Bedford, de uma família whig (partido liberal, que no século XIX foi muito influente e alternava no poder com os conservadores- “tories”). Os seus pais eram extremamente radicais para o seu tempo. O seu pai, o visconde de Amberley, que faleceu quando Bertrand tinha 4 anos, era um ateísta que se resignou com o romance de sua mulher com o tutor de suas crianças. A sua mãe, viscondessa Amberley (que faleceu quando Bertrand tinha 2 anos de idade) pertencia a uma família aristocrática, era irmã de Rosalinda, condessa de Carlisle. O padrinho de Bertrand foi o filósofo utilitarista John Stuart Mill.

bertrand russell 1951 014 7543131 3181643 2080910

Foi um matemático, filósofo e lógico que viveu no século XX, Recebeu o Nobel de Literatura de 1950, “em reconhecimento dos seus variados e significativos escritos, nos quais ele lutou por ideais humanitários e pela liberdade do pensamento”.

Bertrand Russell – Visão sobre a sociedade

Propõe um novo modelo de sociedade baseado em valores como justiça social, máxima liberdade individual e mínimo de controle e opressão de poderes centrais sobre os indivíduos, porém com grande papel do estado para assuntos econômicos e financeiros. Seus pensamentos são baseados no socialismo de guilda e no anarquismo.

Vídeo sobre Bertrand Russell:

Ludwig Wittgenstein – Filósofo

Ludwig Wittgenstein nasceu em Viena a 26 de abril de 1889. Filho de Karl e Leopoldine Wittgenstein, era o caçula dos oito filhos do casal. Os seus avós paternos, Hermann Christian e Fanny Wittgenstein, eram de família judaica, mas, quando se mudaram da Saxônia para Viena em meados do século XIX, converteram-se ao protestantismo e integraram-se plenamente à comunidade protestante de Viena. O pai de Ludwig, Karl Wittgenstein, foi um empreendedor de sucesso. Seus negócios na indústria de ferro e aço alçaram-no à condição de um dos homens mais ricos do império Habsburgo. A mãe de Ludwig, Leopoldine, também era de ascendência judia pelo lado paterno da família, mas foi educada segundo as práticas da Igreja Católica. Ludwig, assim como todos os seus irmãos, foi batizado como católico.

3 ludwig wittgenstein 1 dreizehn1 2986341 5629119 7234133

Foi um filósofo austríaco, naturalizado britânico. Foi um dos principais autores da virada linguística na filosofia do século XX. Suas principais contribuições foram feitas nos campos da lógica, filosofia da linguagem, filosofia da matemática e filosofia da mente.

Ludwig Wittgenstein – Pensamento

Seu pensamento é geralmente dividido em duas fases. À primeira fase, pertence o Tractatus Logico-Philosophicus, livro em que Wittgenstein procura esclarecer as condições lógicas que o pensamento e a linguagem devem atender para poder representar o mundo. À segunda fase, pertencem as Investigações Filosóficas, publicadas postumamente em 1953. Nesse livro, Wittgenstein trata de tópicos similares aos do Tractatus (embora sob uma perspectiva radicalmente diferente) e avança sobre temas da filosofia da mente ao analisar conceitos como os de compreensão, intenção, dor e vontade.

Vídeo sobre Ludwig Wittgenstein:

FIM

Pessoal chegamos ao fim de mais uma lista de Filósofos com suas teorias e ensinamentos, e hoje trouxemos 10 Filósofos Cientistas – Filosofia da Ciência . Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Teoria da Vida

Olá pessoal, o post de teorias de hoje é sobre Teoria da Vida. Espero que gostem de mais esse post sobre Teoria. Vamos começar:

Teoria da Vida

Weimar Muniz de Oliveira 3 300x165 7756275 8156475

Os estudos científicos da origem da vida, ocasionalmente também denominados evolução química, constituem um ramo pluridisciplinar da ciência, que envolve, além da Química e da Biologia, conhecimentos de Física, Astronomia e Geologia. Seu objeto de interesse são os processos que teriam permitido aos elementos químicos que compõem os organismos atingirem o grau de organização estrutural e funcional que caracteriza a matéria viva.

Entendendo a Teoria da Vida

Os modelos propostos para a origem da vida são tentativas de recriar a história desta evolução e é importante destacar que não existe, na maioria das etapas deste processo, nenhum consenso entre os cientistas. É uma situação inteiramente distinta da evolução biológica onde o modelo evolucionista darwiniano encontra-se bem estabelecido há mais de um século. A teoria da vida tem como meta entender com surgiu os seres vivos e como eles se transformaram ao longo dos tempos.

História da Teoria da Vida

A teoria da vida vem se ramificando ao longo dos tempos, com diversas outras teorias como: Teoria Criacionista, Abiogênese e Biogênese, Teoria do Big Bang, Teorias da Evolução, por isso não temos um criador exato dessa teoria.

Documentário sobre a teoria da Vida:

Consequências – Teoria da Vida

O primeiro requisito fundamental refere-se à disponibilidade dos elementos químicos essenciais à vida. De fato, o carbono, o hidrogênio, o oxigênio, o nitrogênio, o fósforo e o enxofre, denominados coletivamente “elementos biogênicos” (geradores de vida), estão entre os mais abundantes do universo. Pertencem igualmente ao grupo dos elementos mais leves da tabela periódica, e são ou formam facilmente compostos voláteis.

Regra – Teoria da Vida

Essa teoria propõe que a vida surgiu a partir do arranjo entre moléculas mais simples, arranjo esse aliado a condições ambientais peculiares, o que resultou na formação de moléculas cada vez mais complexas até o surgimento de estruturas dotadas de metabolismo e capazes de se autoduplicar.

Teoria da Vida no Cotidiano

A teoria pode ser observada diariamente, em diversos locais. No hospital por exemplo todos os dias são presenciadas cenas de pessoas nascendo, com a teoria é possível perceber e entender como isso acontece.

2 Filmes sobre a Teoria da Vida

A Teoria de Tudo (2014)

a teoria de tudo 0318 1400x800 300x171 3169183 5706537

Sinopse do filme – A Teoria de Tudo (2014)

Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico (Eddie Redmayne) fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide (Felicity Jones) e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos.

Matrix (1999)

the matrix 300x169 3710845 8827001

Sinopse do filme – Matrix (1999)

Em um futuro próximo, Thomas Anderson (Keanu Reeves), um jovem programador de computador que mora em um cubículo escuro, é atormentado por estranhos pesadelos nos quais encontra-se conectado por cabos e contra sua vontade, em um imenso sistema de computadores do futuro. Em todas essas ocasiões, acorda gritando no exato momento em que os eletrodos estão para penetrar em seu cérebro. À medida que o sonho se repete, Anderson começa a ter dúvidas sobre a realidade. Por meio do encontro com os misteriosos Morpheus (Laurence Fishburne) e Trinity (Carrie-Anne Moss), Thomas descobre que é, assim como outras pessoas, vítima do Matrix, um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas, criando a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia. Morpheus, entretanto, está convencido de que Thomas é Neo, o aguardado messias capaz de enfrentar o Matrix e conduzir as pessoas de volta à realidade e à liberdade.

Experiencia sobre Teoria da Vida – Geração de Insetos de Redi

Redi testou sua hipótese a partir do seguinte experimento: Pegou frascos de boca larga, e em cada frasco colocou o cadáver de um animal. Alguns frascos foram tampados com uma gaze muito fina, enquanto os outros frascos ficaram totalmente abertos. Passados alguns dias, Redi verificou que nos frascos destampados, nos quais as moscas entravam e saíam livremente, o cadáver estava repleto de vermes, e nos frascos tampados ele observou que não havia surgido nenhum verme.

2 Vídeos no youtube falando sobre a Teoria da Vida

Vídeo 1 sobre a Teoria da Vida

Vídeo 2 sobre a Teoria da Vida

FIM

Bom pessoal, aqui foi mais um post sobre teoria, hoje falamos sobre Teoria da Vida, mostrando seus princípios. Obrigado por pesquisar sobre Teoria da Vida, se você gostou compartilhe.

Teoria do Criacionismo

Olá pessoal, o post de teorias de hoje é sobre “Teoria do Criacionismo”. Espero que gostem de mais esse post sobre Teoria. Vamos começar:

Teoria do Criacionismo

criacionismo 2 300x225 3728876 1021571

O criacionismo é a crença religiosa de que a humanidade, a vida, a Terra e o universo são a criação de um agente sobrenatural. No entanto, o termo é mais comumente usado para se referir à rejeição, por motivação religiosa, de certos processos biológicos, particularmente a evolução.

Entendendo a Teoria do Criacionismo

O criacionismo se baseia na fé da criação divina, como narrado na Bíblia Sagrada, mais especificamente no livro de Gênesis na qual Deus criou todas as coisas, inclusive o homem.

História da Teoria do Criacionismo

Desde o desenvolvimento da ciência evolutiva a partir do século XVIII, vários pontos de vista criados tiveram como objetivo conciliar a ciência com a narrativa de criação do Gênesis. Nessa época, aqueles que mantinham a opinião de que as espécies tinham sido criadas separadamente eram geralmente chamados de “defensores da criação”, mas eram ocasionalmente chamados “criacionistas” em correspondências privadas entre Charles Darwin e seus amigos.

Criador da Teoria do Criacionismo – Charles Darwin

Foi um naturalista britânico que alcançou fama ao convencer a comunidade científica da ocorrência da evolução e propor uma teoria para explicar como ela se dá por meio da seleção natural e sexual. Esta teoria culminou no que é, agora, considerado o paradigma central para explicação de diversos fenômenos na biologia. Foi laureado com a medalha Wollaston concedida pela Sociedade Geológica de Londres, em 1859.

Vídeo sobre o criador da Teoria do Criacionismo:

Consequências – Teoria do Criacionismo

A teoria do criacionismo fala da do desenvolvimento do planeta terra, de maneira que várias pessoas criticam, sendo assim criadas várias outras teorias sobre o começo de tudo, como o evolucionismo que é oposto ao criacionismo.

Regra – Teoria do Criacionismo

Não há, porém, uma única teoria criacionista, mas várias, conforme a religião e o livro sagrado que se adota. Segundo a mitologia grega, o homem seria produto dos trabalhos de Epimeteu, que teria gerado o Homem repleto de imperfeições, sem vitalidade, a partir de um modelo de barro. Compassivo, seu irmão Prometeu, com o sacrifício próprio, roubou o fogo dos deuses para trazer à Humanidade a vida tão desejada.

Teoria do Criacionismo no Cotidiano

Essa teoria é bastante utilizada no dia a dia mas para discussão entre Ciência, Filosofia e Religião, sobre as origens do Universo e da própria Humanidade.

2 Filmes sobre a Teoria do Criacionismo

Gravidade (2013)

gravidade poster 300x158 6638201 2046915

Sinopse do filme – Gravidade (2013)

att Kowalski (George Clooney) é um astronauta experiente que está em missão de conserto ao telescópio Hubble juntamente com a doutora Ryan Stone (Sandra Bullock). Ambos são surpreendidos por uma chuva de destroços decorrente da destruição de um satélite por um míssil russo, que faz com que sejam jogados no espaço sideral. Sem qualquer apoio da base terrestre da NASA, eles precisam encontrar um meio de sobreviver em meio a um ambiente completamente inóspito para a vida humana.

Coragem para ser pai (2012)

http 2F2Fi.huffpost.com2Fgen2F42711602Fimages2Fn PATERNITY 628x314 300x150 2232234 8539842

Sinopse do filme – Coragem para ser pai (2012)

Quatro homens, um legado: servir e proteger. Como agentes da lei, eles são confiantes e concentrados, preparados para o pior que as ruas podem oferecer. No entanto, no fim do dia, eles enfrentam um desafio para o qual não estão preparados: a responsabilidade de ser pais. Quando uma tragédia os atinge, esses homens têm que lutar com suas esperanças, seus medos, sua fé e sua paternidade. Diariamente, Adam Mitchell (Alex Kendrick) e Nathan Hayes (Ken Bevel) enfrentam desafios variados por conta da profissão que escolheram. No entanto, outra rotina os desafia, mas para a tarefa de pai essa dupla não está preparada. Seus filhos estão ficando cada vez mais distantes e, apesar do sucesso de Adam e Nathan em cuidar da sociedade, eles não sabem como tomar conta das pessoas por quem mais têm afeto.

 Teoria do Criacionismo em Sala de aula – Pesquisa entre alunos

Para o uso da teoria em sala de aula pode ser desenvolvida uma pesquisa com diversas perguntas, para os alunos usarem o que eles entendem pela teoria e outras relacionadas, de forma que a pesquisa também pode envolver os outros assuntos relacionados ao surgimentos dos seres e o planeta.

2 Vídeos no youtube falando sobre a Teoria do Criacionismo

Vídeo 1 sobre a teoria do Criacionismo

Vídeo 2 sobre a teoria do Criacionismo

FIM

Bom pessoal, aqui foi mais um post sobre teoria, hoje falamos sobre Teoria do Criacionismo, mostrando seus princípios. Obrigado por pesquisar sobre Teoria do Criacionismo, se você gostou compartilhe.

Teoria do big Bang

Olá pessoal, o post de teorias de hoje é sobre “Teoria do big Bang”. Espero que gostem de mais esse post sobre Teoria. Vamos começar:

Teoria do Teoria do big Bang

la teoria del big bang 2 0 300x200 1754972 4234133

É a teoria cosmológica dominante sobre o desenvolvimento inicial do universo. Os cosmólogos usam o termo “Big Bang” para se referir à ideia de que o universo estava originalmente muito quente e denso em algum tempo finito no passado. Desde então tem se resfriado pela expansão ao estado diluído atual e continua em expansão atualmente.

Entendendo a Teoria do Big Bang

A teoria é sustentada por explicações mais completas e precisas a partir de evidências científicas disponíveis e da observação. De acordo com as melhores medições disponíveis em 2010, as condições iniciais ocorreram há aproximadamente 13,3 ou 13,9 bilhões de anos.

O quadro para o modelo se baseia na teoria da relatividade de Albert Einstein e em hipóteses simplificadoras (como homogeneidade e isotropia do espaço). As equações principais foram formuladas por Alexander Friedmann.

História da Teoria do Big Bang

Elaborada pelo astrônomo belga George Lemaître (1894-1966), a teoria considerou os estudos sobre a Teoria da Relatividade Geral, do físico alemão Albert Einstein (1879 – 1955). O matemático russo Alexander Friedmann (1888-1925) ao investigar soluções das equações da relatividade geral, chegou a ideia da expansão do universo. Contudo, sua interpretação era muito mais matemática do que física.

De forma independente, Lemaître chegou as mesmas soluções de Friedmann. Entretanto, ele foi além da análise matemática, buscando explicar o universo real. A teoria do Big Bang foi reforçada pelos estudos de Edwin Hubble (1889-1953) de que as galáxias estão se afastando em todas as direções. Nas suas observações, Hubble identificou que quanto mais distante a galáxia, maior é a velocidade com que ela se afasta de nós (Lei de Hubble).

Criador da Teoria do Big Bang – Edwin Hubble

Foi um astrônomo estadunidense. Famoso por ter descoberto que as até então chamadas nebulosas eram na verdade galáxias fora da Via Láctea, e que estas afastam-se umas das outras a uma velocidade proporcional à distância que as separa. Seu nome foi dado ao primeiro telescópio espacial, posto em órbita em 1990, para estudar o espaço sem as distorções causadas pela atmosfera.

Vídeo sobre o criador da Teoria do Big Bang:

Consequências – Teoria do Big Bang

A teoria do Big Bang é uma teoria que dá um conceito sobre o universo, fazendo com que as pessoas tenham ideia do que é o mundo fora do planeta, e podendo pensar de várias formas.

Regra – Teoria do Big Bang

A teoria do Big Bang está entre as mais aceitas na atualidade para explicar a origem do Universo.Sustenta que o Universo surgiu a partir da explosão de uma única partícula – o átomo primordial – causando um cataclismo cósmico inigualável a cerca de 13,8 bilhões de anos.

Teoria do Big Bang no Cotidiano

Filme sobre a Teoria do Big Bang – A Era do Gelo: O Big Bang (2016)

A era do gelo O big bang 300x162 7410812 3524355

Sinopse do filme – A Era do Gelo: O Big Bang (2016)

Depois que o esquilo Scrat, involuntariamente, provoca um acidente espacial em sua incansável perseguição pela noz, um enorme meteoro entra em rota de colisão com a Terra, ameaçando o lar de Manny, Diego, Sid e cia. Sem saber o que fazer para reverter a situação, eles terão que confiar em Buck, a elétrica doninha caolha do terceiro filme – único do grupo que realmente tem um plano para evitar o trágico fim de todos. Paralelamente, Mannie e Ellie têm que lidar com iminente saída de Amora de casa, ao passo que Diego e Shira pensam em aumentar a família e Sid finalmente parece encontrar o amor.

Experiencia sobre Teoria do Big Bang

Experiencias sobre Teoria do Big Bang – LHC – acelerador de partículas do mundo

Localizado entre a França e a Suíça ele é uma espécie de rodoanel para prótons, partículas que compõem o átomo e que caracterizam os elementos existentes no universo. Em seu interior contém poderosíssimos ímãs supercondutores que farão com que os feixes de partículas sejam acelerados até 99,99% da velocidade da luz. A idéia é fazer com que os feixes percorram em direções diferentes, fazendo com que eles se choquem à máxima velocidade. Os cientistas esperam, com essa colisão, simular o Big Bang, e acreditam que ela possa originar as partículas elementares criadoras do Universo. Todo esse trabalho é fruto de mais de 15 anos de estudos e pesquisas na tentativa de descobrir e desvendar os mistérios do Universo.

2 Vídeos no youtube falando sobre a Teoria do Big Bang

Vídeo 1 sobre a Teoria do big Bang

Vídeo 2 sobre a Teoria do big Bang

https://youtube.com/watch?v=aYlmrwxNqHk

FIM

Bom pessoal, aqui foi mais um post sobre teoria, hoje falamos sobre Teoria do Big Bang, mostrando seus princípios. Obrigado por pesquisar sobre Teoria do Big Bang, se você gostou compartilhe.

Teoria do Evolucionismo

Olá pessoal, o post de teorias de hoje é sobre “Teoria do Evolucionismo”. Espero que gostem de mais esse post sobre Teoria. Vamos começar:

Teoria do Evolucionismo

evolucionismo 300x169 4026798 4073462

Evolucionismo é uma teoria elaborada e desenvolvida por diversos cientistas para explicar as alterações sofridas pelas diversas espécies de seres vivos ao longo do tempo, em sua relação com o meio ambiente onde elas habitam.

Entendendo a Teoria do Evolucionismo

Em oposição ao criacionismo, a teoria evolucionista parte do princípio de que o homem é o resultado de um lento processo de alterações (mudanças). Esta é a ideia central da evolução: os seres vivos (vegetais e animais, incluindo os seres humanos) se originaram de seres mais simples, que foram se modificando ao longo do tempo.

História da Teoria do Evolucionismo

Essa teoria, formulada na segunda metade do século XIX pelo cientista inglês Charles Darwin, tem sido aperfeiçoada pelos pesquisadores e hoje é aceita pela maioria dos cientistas.

Após abandonar seus estudos em medicina, Charles Darwin (1809 – 1882) decidiu dedicar-se às pesquisas sobre a natureza. Em 1831 foi convidado a participar, como naturalista, de uma expedição de cinco anos ao redor do mundo organizada pela Marinha britânica.

Em 1836, de volta  à Inglaterra, trazia na bagagem milhares de espécimes animais e vegetais coletados em todos os continentes, além de uma enorme quantidade de anotações.

Criador da Teoria do Evolucionismo (Charles Darwin)

Foi um naturalista britânico que alcançou fama ao convencer a comunidade científica da ocorrência da evolução e propor uma teoria para explicar como ela se dá por meio da seleção natural e sexual. Esta teoria culminou no que é, agora, considerado o paradigma central para explicação de diversos fenômenos na biologia. Foi laureado com a medalha Wollaston concedida pela Sociedade Geológica de Londres, em 1859.

Vídeo sobre o criador da Teoria do Evolucionismo:

Consequências – Teoria do Evolucionismo

Uma das grandes consequências da teoria é do evolucionismo é poder fazer que as pessoas possam acreditar e pensar como as coisas da natureza mudaram ao longo dos tempos com grandes transformações.

Regra – Teoria do Evolucionismo

Evolucionismo é uma teoria que defende o processo de evolução das espécies de seres vivos, através de modificações lentas e progressivas consoantes ao ambiente em que habitam.

Teoria do Evolucionismo no Cotidiano

A teoria do evolucionismo está presente em nosso dia a dia se observamos as pessoas e os animais com as mudanças desde o inicio dos tempos, podemos perceber isso, com a forma de agir das pessoas e a aparência.

Filmes sobre a Teoria do Evolucionismo

Evolução 2001

zzevolution 720 300x193 5463135 1806029

Sinopse do filme Evolução 2001

Um meteoro vindo do espaço, carregando organismos extra-terrestres, cai no deserto do Novo México, nos Estados Unidos. Os organismos rapidamente se adaptam ao novo ambiente, lá se multiplicando e evoluindo e logo se tornando uma ameaça real à toda humanidade. Para combatê-los é enviado o exército americano e uma equipe de cientistas liderada pela Dra. Allison Reed (Julianne Moore), que precisará lidar ainda com os cientistas Ira Kane (David Duchovny) e Harry Block (Orlando Jones), os autores da descoberta acerca dos alienígenas.

O Vento Será Tua Herança (1960)

177867.png r 1280 720 f jpg q x xxyxx 300x188 7863551 1704019

Sinopse do filme O Vento Será Tua Herança (1960)

Baseado em um caso real em 1925, um professor é preso por ensinar as teorias de evolução de Darwin. No processo judicial, dois grandes advogados argumentam o caso a favor e contra do homem. Um político fundametalista o acusa do crime, enquanto um advogado famoso o defende.

Experiencias sobre Teoria do Evolucionismo

Experiencias sobre Teoria do Evolucionismo (Variação Ecotípica no Anolis Dominicano)

O comprimento dos dedos dos pés, o padrão de escamas e outras características do Anolis variam de acordo com seu habitat. Neste experimento, os pesquisadores colocaram grupos semelhantes de Anolis em recintos seguros, localizados em uma variedade de habitats insulares que vão de regiões costeiras secas à floresta tropical de montanha. Quando mais tarde mediram característica que já haviam se mostrado, pelo menos parcialmente herdáveis, como comprimento de pernas e pés, -a largura da cabeça e a cor e forma das escamas – eles descobriram que essas características agora variavam entre as diferentes populações de lagartos em um padrão que dependia de seu habitat.

Experiencias sobre Teoria do Evolucionismo (Melanismo industrial na mariposas)

Em 1956, o entomologista H. Bernard Kettlewell começou a examinar esta hipótese através da coleta, marcação e liberação de mariposas escuras e claras em Birmingham (área urbana) e Dorset (área rural). Ele, então, colocou mais armadilhas para recapturar as mariposas marcadas, e observou que uma menor proporção de formas claras era recapturada em Birmingham e uma proporção menor da formas escuras em Dorset. Esta descoberta foi consistente com a sugestão de que as mariposas claras eram mais evidentes – e, portanto, presas fáceis para as aves – em áreas com  árvores escurecidas pela poluição, enquanto as mariposas escuras eram mais propensas a serem comidas em áreas rurais, com líquens claros cobrindo as árvores. Concluiu-se que a pressão seletiva por predação de aves tinha dirigido a evolução das duas formas diferentes de B. betularia.

Vídeos falando sobre a Teoria do Evolucionismo

Vídeo 1 sobre a teoria Do Evolucionismo

Vídeo 2 sobre a teoria Do Evolucionismo

FIM

Bom pessoal, aqui foi mais um post sobre teoria, hoje falamos sobre Teoria do Evolucionismo, mostrando seus princípios. Obrigado por pesquisar sobre Teoria do Evolucionismo, se você gostou compartilhe.

Teoria Celular

Olá pessoal, o post de teorias de hoje é sobre Teoria Celular. Espero que gostem de mais esse post sobre Teoria. Então vamos começar:

Teoria Celular

teoria celular 300x185 2740681 6417390

É o estudo dos conhecimentos fundamentais da “biologia”. A teoria indica que todos os seres vivos são compostos por “células”, e seus idealizadores foram Matthias Jakob Schleiden e Theodor Schwann.

A teoria tem como ideia que nem todos os seres vivos possuem organização celular: os vírus não possuem tal organização, ou seja, são acelulares. Por isso, alguns cientistas não os consideram seres vivos. Entretanto, todos concordam que os vírus são estruturas biológicas, pois precisam necessariamente invadir células vivas para se reproduzir.

Entendendo a Teoria Celular

É a teoria que dá ideia a todos os conhecimento de como são criados seres vivos, tendo algumas definições, como: Todo ser vivo é formado por células, a vida depende da autonomia e da integridade da célula, toda célula é portadora de material genético, o DNA e o RNA, a célula é responsável por todo o metabolismo do organismo, em conjunto com outras, forma os sistemas.

História da Teoria Celular

Esta Teoria foi criada por Robert Hooke em 1665. Ela estabelece a célula como a unidade morfofisiológica dos seres vivos, ou seja, a célula é a unidade básica da vida.

No final da década de 1830, dois cientistas alemães, Matthias Jakob Schleiden, ex-advogado que abandonou a profissão para estudar a estrutura e fisiologia das plantas, determinando também que todas as plantas apresentavam organização celular, e Theodor Schwann, médico dedicado ao estudo da anatomia dos animais, estendeu a teoria de Matthias aos animais, formulando a hipótese de que todos os seres vivos são constituídos por células, construindo a base da teoria celular.

Criador da Teoria Celular – Robert Hooke

Foi um cientista inglês, nascido em Freshwater. Foi estudar em Oxford University, em 1653, onde começou como assistente de laboratório de Robert Boyle, em 1655, que futuramente colaborou para os estudos sobre gases, se destacando em mecânica.

Seu primeiro invento foi o relógio portátil de corda, em 1657, e criou a lei da elasticidade ou a lei de Hooke (1660): as deformações sofridas pelos corpos são proporcionais às forças que são aplicadas sobre eles. Hooke formulou também a teoria do movimento planetário, a primeira teoria sobre as propriedades elásticas da matéria, descreveu a estrutura celular da cortiça e publicou o livro Micrographia sobre suas descobertas realizando suas análises dos efeitos do prisma, esferas e lâminas com a utilização do microscópio. O microscópio também deu grande contribuição ao estudo da estrutura da célula.

Vídeo sobre Robert Hooke:

Vamos aprender um pouco juntos.

Um excelente vídeo, bastante esclarecedor.

Consequências – Teoria Celular

Esta teoria foi a base para todo o desenvolvimento do estudo biológico. Graças a teoria foi possível chegarmos a uma conclusão mais facilmente através de muitos experimentos e teses, desfazendo o até então empirismo e pondo em prática o método científico.

Regra – Teoria Celular

Todos os seres vivos são constituídos por células, com exceção dos vírus.

Filme sobre a Teoria Celular – Célula o Reino Oculto (2009)

248097 300x170 7164182 1149211

Em uma série de três partes, o Dr. Adam Rutherford conta a extraordinária história da busca científica para descobrir os segredos da célula e da própria vida.

Sinopse do filme – Célula o Reino Oculto (2009)

Cada ser vivo é feito de células, com um poder quase inimaginável e complexidade. A primeira parte explora como séculos de dogma científico e religioso foram derrubados pelas primeiras descobertas da existência de células, e como os cientistas perceberam que havia, literalmente, mais vida do que é visto a olho nu.

Trailer do filme Célula o Reino Oculto (2009):

Um filme marcante do começo ao fim.

Bastante esclarecedor.

Objetivos da Teoria Celular

Esta teoria tem como objetivo, fazer com que as pessoas possam entender o surgimento de seres vivos, como animais, plantas, entre outros. Para sabermos que as células são as unidades morfológicas dos seres vivos.

Outro grande objetivo e ajudar a bilogia a usar e estudar os mais novos conceitos em relação a vida, para entender os a formação de seres vivos, poder e aprimorar os conhecimentos.

Trabalhar em Sala de Aula – Teoria Celular

Um bom assunto para trabalhar juntos aos alunos podendo usufruir de diversas informações, podendo usar nas disciplinas de biologia, ciência. esta teoria é usada para despertar aos alunos a criação de seres vivos, para usar de novas tecnologias para aumentar o conhecimento dos demais em sala de aula.

Algumas das atividades para trabalhar em sala de aula:

  • Mostrar imagens da estrutura das células em data show
  • Questões sobre a teoria
  • A historia de idealizadores
  • Explicar as teoria celular

FIM

Bom pessoal, aqui foi mais um post sobre teoria, hoje falamos sobre Teoria Celular, mostrando seus princípios. Obrigado por pesquisar sobre Teoria Celular, se você gostou compartilhe.

O que é Ecologia?

Você sabe o que é Ecologia? Começamos uma nova série com uma responsabilidade fora do comum, que é a apresentar e conceituar dúvidas constantes no dia a dia escolar e cotidiano do aluno e professor.

O estudo da ecologia é essencial para a compreensão do funcionamento da natureza e de como nossas ações afetam o meio ambiente. Mas, você sabe o que é ecologia?

O que é ecologia?

A ecologia é um ramo da Biologia responsável por estudar os seres vivos e os meios que estes habitam. O termo foi utilizado pela primeira vez em 1866 por Ernst Haeckel, um alemão que usou a definição “o estudo científico das interações entre os organismos e seu ambiente” no livro “Generelle Morphologie der Organismen” para designar “ecologia”.

As subdivisões

Ecologia Rasa Escola de Frankfurt e Teoria Critica 7 6193682 3332477

Podemos subdividir a ecologia em dois ramos:

  • Autoecologia: estudo voltado para um organismo em espécie com o propósito de análise do seu comportamento e características biológicas.
  • Sinecologia: é o estudo de grandes grupos de organismos e suas interações com outros grupos.

Também temos quatro níveis principais de organização que são estudados na Ecologia, são eles:

  • População: trata-se do conjunto de espécies que vive em uma mesma área, possuindo maiores chances de reprodução entre si do que com outros seres de outra espécie na mesma região.
  • Comunidades: são conjuntos de espécies que vivem em uma mesma área.
  • Ecossistemas: comunidades de uma área que vivem em associação com os fatores abióticos.
  • Biosfera: é o nível que engloba todas as formas de vida do planeta Terra.

É importante estudar Ecologia, pois esta não se preocupa apenas com a interação dos seres vivos entre si: inclui também a forma como nós interagimos e afetamos as relações desses seres vivos com o seu meio ambiente. Por isso, voltar-se para esta área garante uma tomada de consciência acerca da nossa própria postura para com o meio ambiente e, inclusive, contribui na preservação de espécies e na redução de impactos negativos na natureza.

O que é Ecologia e sua Relação com o ambiente escolar

gestao escolar participativa os alunos como parte das decisoes 2947176 7581025

A ecologia é uma temática que garante ao estudante acesso à parte da biologia que lida com as relações entre ser humano e natureza. Atualmente, isso é importante, pois os impactos sofridos pela natureza negativamente são cada vez maiores, visto os avanços de tecnologias que não são biodegradáveis. Desse modo, a inserção na temática pode promover uma tomada de conscientização por parte dos estudantes com relação as suas próprias práticas.

O que é Ecologia: Pontos Positivos x Pontos Negativos

feedback negativo e positivo 1 8971670 1840486

Pontos Positivos sobre Ecologia

  • Abordar o conceito de Ecologia e todas as suas características, bem como os principais níveis de organização desse estudo
  • Promover um debate em sala de aula para garantir que os estudantes tenham uma postura reflexiva diante de seus hábitos e o modo como estes afetam a natureza negativamente
  • Perceber que a relação entre ser humano e meio ambiente não distanciou-se, por mais que os avanços tecnológicos tenham crescido nos últimos anos, e que nossas atitudes afetam diretamente o Ecossistema

Pontos Negativos sobre Ecologia:

Não encontramos nenhum ponto negativo sobre Ecologia.

Proposta de aula para trabalhar Ecologia em sala de aula:

Tema:

Ecologia

Objetivos sobre a aula de Ecologia:

Objetivos Gerais sobre a aula de Ecologia:

Trabalhar o conceito de Ecologia e suas características, assim como os principais níveis de organização nesse estudo.

Objetivos Específicos sobre a aula de Ecologia:

Estabelecer uma reflexão em sala de aula, para que os alunos se apercebam da ligação entre ser humano e natureza, sabendo que certos hábitos corriqueiros podem afetar negativamente a vida de outros seres vivos.

Conteúdo sobre a aula de Ecologia:

Vídeo 1: https://youtube.com/watch?v=AlAsagaN43E

Vídeo 2: https://youtube.com/watch?v=kcJJrFyazls

Texto: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/biologia/o-que-e-ecologia.htm

Metodologia sobre a aula de Ecologia:

É interessante utilizar o material audivisual disponibilizado nessa matéria, para ilustrar facilmente o que são as relações entre os seres vivos e quais as preocupações da Ecologia como ciência biológica. Também é interessante estabelecer trabalhos coletivos, de modo que a turma possa se organizar para apresentar os níveis de organização estudados na Ecologia.

Referências

Filmes sobre Ecologia:

A Última Hora, 2007.

ul 4506207 9645299

É um documentário, narrado e produzido por Leonardo DiCaprio, que aborda os desastres naturais causados pela própria humanidade. Mostra como o ecossistema tem sido destruído e o que é possível fazer para reverter esse quadro. Entrevistas com mais de 50 renomados cientistas e líderes, como Stephen Hawking e o ex-presidente soviético Mikhail Gorbachev, ajudam a esclarecer essas importantes questões, assim como indicar alternativas possíveis à sustentabilidade.

A História das Coisas, 2007.

historia das coisas 2057160 7933932

É um documentário sobre todas as etapas de produção de produtos que afetam nossa vida e comunidades em diversos países – desde a extração, produção, até a venda, consumo e descarte.

Terra – Disney Nature, 2009.

brasil 1715496 8969837

É um documentário que demorou 5 anos para ser filmado, e conta a história de três famílias: Uma família de ursos polares, uma manada de elefantes e uma baleia jubarte com seu filhote. Durante a narração da história, há uma viagem pelos mais diferentes lugares do planeta: Desde lugares inóspitos como desertos, até as terras mais férteis de florestas tropicais.

Uma Verdade Inconveniente, 2006.

75347671c5275cde18a043c8eb5adbe7be4a0cc6 4551992 2186600

É um documentário que mostra uma análise da questão do aquecimento global, assinalando os mitos e equívocos existentes em torno do tema e também possíveis saídas para que o planeta não passe por uma catástrofe climática nas próximas décadas.

Livro sobre Ecologia:

Primavera Silenciosa, 1962.

Autora: Rachel Carson.

primavera silenciosa 6132356 5503806

Silent Spring é um livro escrito por Rachel Carson e publicado pela editora Houghton Mifflin em Setembro de 1962. O livro é amplamente creditado como tendo ajudado no lançamento do movimento ambientalista.

Questionário

1 – Os ursos-polares são mamíferos que vivem na região do Ártico, um local bastante frio e com grande quantidade de gelo.

A frase acima se refere ao(às):

  1. a) nicho ecológico do urso-polar.
  2. b) nível trófico do urso-polar.
  3. c) habitat do urso-polar.
  4. d) hábito alimentar do urso-polar.
  5. e) relações ecológicas do urso-polar.

2 – O conjunto de organismos da mesma espécie que vivem na mesma área em um determinado momento é denominado de:

  1. a) comunidade.
  2. b) espécime.
  3. c) população.
  4. d) ecossistema.

3 – É preocupação dos ecólogos o fato de que as calotas polares podem vir a sofrer um processo de descongelamento, em virtude de um aquecimento da atmosfera terrestre. Esse aquecimento, consequência de um desequilíbrio ecológico, decorre de:

  1. a) depósitos de lixo atômico.
  2. b) aumento da taxa de monóxido de carbono na atmosfera.
  3. c) emanações de dióxido de enxofre para a atmosfera.
  4. d) redução da taxa de oxigênio na atmosfera.
  5. e) aumento da taxa de gás carbônico na atmosfera.

Respostas

1 – c, 2 – c, 3 – e.

Fontes

Brasil Escola, link: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/biologia/o-que-e-ecologia.htm

Exercícios Mundo Educação, link: https://exercicios.mundoeducacao.bol.uol.com.br/exercicios-biologia/exercicios-sobre-ecologia.htm#resposta-2255

10 livros sobre Ecologia

Hoje vou apresentar 10 ótimos livros sobre Ecologia que podem ser uma ótima introdução para você!

Para falar sobre temas pouco discutidos com profundidade em sala de aula, o demonstre começou uma série com lista de livros, dando continuidade com a lista sobre livros de Ecologia. Com o propósito de orientar os discentes e docentes na busca de conhecimento.

10 livros sobre Ecologia

oiiiiii 1 300x169 7162948 6386990

A Ecologia é uma parte da Biologia que estuda a relação interespecífica dos seres vivos e destes com o ambiente. Dessa forma, a ecologia analisa variados fatores que afetam um organismo, sejam eles químicos, físicos ou biológicos, estudando, assim, “a casa” do indivíduo, como sugere sua tradução etimológica: “oikos”, que significa casa, e “logos”, que significa estudo.Sendo assim, é um estudo bastante complexo e abrangente sendo fundamental para garantir a sobrevivência de um determinado organismo.

Essa área da Biologia é de suma importância, pois, conhecendo essas interações, podemos entender os impactos ambientais e os desequilíbrios causados às populações de todos os seres vivos em decorrência da ação humana.

Lista de livros sobre Ecologia

capa lista de livros 1 6626307 2249159

Ecologia. Uma aventura de amor à natureza – livros sobre ecologia

Autor:  BELLI, ROBERTO C. & SEVEGNANI, LUCIA

Resultado de imagem para Ecologia. Uma aventura de amor à natureza

Sinopse: Esta coleção foi concebida em uma linguagem dinâmica, descontraída e concisa, abordando dez temas ligados ao assunto Ecologia, dentro do currículo letivo das escolas. É dirigida aos alunos de 5ª e 6ª séries do ensino fundamental e apresenta histórias contadas por uma personagem engraçada, a Águia Hárpia, e seus amigos. Em cada missão, ela tem sempre um amigo que lhe fornece dados sobre clima, diversidade, cadeia alimentar, ecossistemas e tudo o que compõe a vida na Terra. Objetivo A Coleção Ecologia, assim como a do Meio Ambiente, dirigida aos alunos das quintas e sextas séries, através de uma linguagem descontraída, dinâmica e concisa, fornecer as noções gerais sobre Ecologia (dentro do currículo letivo das escolas) em 10 temas selecionados.

Ecologia Para Crianças: Cuidando do Planeta Para um Futuro Melhor – livros sobre ecologia

Autor: Sebástian Justo Junior

Sinopse:  

Antes Depois- livros sobre ecologia

Autores: Matthias Aregui e Anne-margot Ramstein

Sinopse: Conversar com as crianças sobre sustentabilidade tem a ver com transmitir a ideia de que tudo no universo é um ciclo vivo, e se transforma a cada instante e é influenciado diretamente pelas nossas ações.

O livro traz uma ilustração sequencial em cada dupla de páginas, em que uma continua a outra. Em uma, um campo vazio, na outra, um jardim florescendo. Em uma, uma floresta frondosa, na outra, uma grande metrópole tomada de prédios. A partir dessa proposta simples, a história faz pensar sobre os ciclos naturais e a importância de atentar diariamente para o impacto das ações endógenas para a saúde do mundo natural.

Chapeuzinho Vermelho e o Lobo-guará- livros sobre ecologia

Autor: Angelo Machado e May Shuravel Berger

Sinopse: Se estiver procurando um livro para falar sobre a preservação da natureza com muito senso de humor, esta é a dica. No livro, a tradicional fábula da Chapeuzinho Vermelho é recontada em um novo cenário e perspectiva. No lugar dos campos planos da Europa, onde a história nasceu, agora a Chapeuzinho passeia pelo Cerrado, em meio a frutas bem brasileiras, como as jabuticabas, que na história ocupam o lugar de frutos ameaçados por conta do desmatamento, como a gabiroba e o pequi.

Mas tem um detalhe que pode mudar todo o rumo do conto como o conhecemos: o vilão desta história é o Lobo-guará, um animal que está em extinção no Brasil, e por isso não se sabe até onde essa história pode chegar. Uma divertida forma de iniciar uma reflexão sobre os animais em perigo de extinção, e para despertar a curiosidade para um lado mais realista e crítico dessa figura tão presente no imaginário infantil, o lobo-mau.

O livro faz ainda um passeio por diversas espécies da fauna e flora brasileiras, como o mico-estrela, a coruja-buraqueira, as siriemas e as árvores de galhos retorcidos típicas do Cerrado.

 Mágico Cléo e os encantados- livros sobre ecologia

Autor: Faber-Castell

Sinopse: Empatia, aceitação da diversidade, relação com o outro. O que tudo isso tem a ver com sustentabilidade? Nesta aventura, tudo! O Livro Mágico Cléo e os encantados conta uma história de amizade que nasceu em meio à natureza, e traz o encantamento pelo folclore brasileiro, um dos mais ricos do mundo.

Além disso, a criança pode colorir a história e interagir com ela em sua versão digital, em que cada página representa uma surpresa, com conteúdos mágicos e instigantes para a curiosidade das crianças. A história mostra, com criatividade e diversão, que a sustentabilidade pode estar mais perto de nós do que imaginamos, inclusive no modo como nos relacionamos com o outro.

Viagem pelo Brasil em 52 histórias- livros sobre ecologia

Autor: Silvana Salerno

Sinopse: Imagine viajar pelo Brasil e conhecer sua diversidade ambiental, econômica, social e histórica durante um ano. Tudo isso só com a imaginação. Essa é a brincadeira deste livro. São 52 histórias que passeiam pela riqueza da diversidade brasileira, uma para cada semana do ano, viajando do Amapá ao Rio Grande do Sul.

Cada narrativa vem acompanhada de pequenos textos ilustrados para informar os pequenos sobre a geografia, a botânica, a zoologia, a História, a economia e a cultura do país. Entre os contos recolhidos, estão “O romãozinho”, “Cobra Norato” e “A história do guaraná”

Árvores do Brasil: cada poema no seu galho- livros sobre ecologia

Autor: Lalau

Resultado de imagem para Árvores do Brasil: cada poema no seu galho

Sinopse: Quando as árvores ‘respiram’, nos dão oxigênio. Quando elas crescem, nos dão sombra. Quando frutificam, nos dão comida. Com todos esses presentes que as amigas frondosas nos dão, nada mais justo do que prestar uma homenagem a elas, não é mesmo? Esse é o intuito do livro “Árvores do Brasil: cada poema no seu galho”.

A brincadeira é trazer um poema para cada espécie, propondo aos pequenos leitores um poético passeio por algumas das árvores mais importantes da flora brasileira. O livro apresenta três espécies de cada bioma brasileiro, como o pau-brasil, a araucária e o jequitibá. Além disso, cada poema é acompanhado de um bicho que depende das árvores para sobreviver, conseguir abrigo, frutas e folhas.

O livro ganhou o selo de Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) na Categoria Informativo – 2012, e selecionado para o tradicional Catálogo da Feira do Livro Infantil de Bolonha no mesmo ano.

Um passeio pela floresta amazônica- livros sobre ecologia

Autor: Laurie Krebs e Annie Wilson

Sinopse: Quem disse que uma floresta enorme e misteriosa não é lugar para criança? Neste livro, três pequenos muito curiosos percorrem a maior floresta tropical do planeta. Durante o percurso, o tema da preservação do meio ambiente aparece de forma sutil e delicada, afinal, algumas espécies com as quais as crianças esbarram estão claramente ameaçadas de desaparecer.

Durante a aventura, aparecem bichos-preguiça, botos cor-de-rosa, borboletas exóticas, jacarés, rãs, onças pintadas e pássaros das mais diversas espécies.

Além da fauna e flora, outro tema que o livro focaliza é a cultura indígena: como preservar e respeitar culturas tão ricas e distintas? O convite leva o leitor para o centro das maravilhas amazônicas.

Um dia, um rio- livros sobre ecologia

Autor: André Neves e Leo Cunha 

Sinopse: Inspirado no crime ambiental que ocorreu em Mariana em 2015, o livro “Um dia, um rio” transforma em literatura a catástrofe que transformou o Rio Doce em lama. No lugar de considerar este um tema difícil de abordar, o autor André Neves propõe um olhar esperançoso para o futuro do rio, remetendo novamente à ideia de que na natureza tudo é começo e recomeço, e que até nas maiores catástrofes há possibilidade regeneração.

Quase sem palavras e utilizando-se de imagens que também contam muito, o enredo acompanha um menino em sua descoberta de que o rio se transformou em lama. Assim, sem qualquer intenção previamente calculada de “ensinar”, o livro prova no pequeno leitor a percepção de que é preciso preservar e nunca duvidar da força que tem um ciclo natural alterado por vontade do homem.

Cuidar bem do ambiente: brinquedos e brincadeiras com a natureza- livros sobre ecologia

Autor: Adelsin

Sinopse: E se a própria natureza fosse o brinquedo? Essa é a proposta deste livro. Em um compilado lúdico e inventivo, estão reunidas aqui uma série de brincadeiras relacionadas à descoberta e à exploração do mundo natural.

A proposta é renovar o olhar sobre os elementos mais cotidianos que nos cercam, como as folhas, as pedras, a terra e a água. Com isso, o autor propõe às crianças o valor do contato com a natureza e como ele contribui para o desenvolvimento da empatia e do respeito. Da mesma série, tem também o livro “Cuidar bem das águas: brinquedos e brincadeiras molhadas”, para estimular especificamente o interesse dos pequenos pelo bem mais precioso do planeta, a água.

Filmes sobre ecologia

Terra, 2017

Fonte

Catraquinha, link : https://catraquinha.catracalivre.com.br/geral/floresta-sem-fim/indicacao/sustentabilidade-sem-chatice-10-livros-infantis-sobre-o-tema/

FIM

Bom pessoal, é isso!

Se você gostou da lista, não deixe de comentar e compartilhar.

Não gostou de algo? Comente e nos ajude a construir um texto melhor!

O que é sustentabilidade na escola?

Você sabe o que é Sustentabilidade? Começamos uma nova série com uma responsabilidade fora do comum, que é a apresentar e conceituar dúvidas constantes no dia a dia escolar e cotidiano do aluno e professor.

Atualmente, é frequente o desastre ambientais que ocorrem no Brasil, como o vazamento da barragem de Mariana. Entretanto, essa infeliz realidade é consequência do desenvolvimento do país sem pensar de forma ecologia e sustentável.

O que é sustentabilidade na escola?

Nos últimos anos, quando nos referimos ao meio ambiente ouvimos a palavra Sustentabilidade. Em biologia, esse termo significa a capacidade dos ecossistemas de se recuperar das explorações dos recursos naturais pelo homem. Entretanto, usamos Sustentabilidade ou Desenvolvimento Sustentável com o sentido de utilizar os recursos naturais de forma que seja benéfica tanto pro meio ambiente quanto para o seres humanos, evitando o esgotamento desses recursos e suprindo as necessidades da população.

Sustentabilidade na escola

gestao escolar participativa os alunos como parte das decisoes 7528038 5160552
O que é sustentabilidade na escola?

Racionamento d’água, falta de energia, fontes de água poluída. Devido a esses e outros problemas ambientais acontecidos no Brasil, torna-se muito importante falar de desenvolvimento sustentável.

sustentabilidade 4052380 2855400

Para isso necessita de planejamento e da participação de todas as esferas sociais. Dessa forma, analisaremos o quanto já gastamos e o que ainda resta, sempre lembrando que os recursos naturais são finitos.

O que é Sustentabilidade: Pontos Positivos x Pontos Negativos

feedback-negativo-e-positivo-1-3076248-3225551

 Pontos Positivos sobre Sustentabilidade:

  • Preservar a vida
  • Preservar os recursos naturais
  • Desenvolvimento sustentável

Pontos Negativos sobre Sustentabilidade:

Não encontramos pontos negativos sobre sustentabilidade.

Proposta de aula para trabalhar Sustentabilidade em sala de aula:

Tema:

Sustentabilidade

Objetivos sobre a aula de Sustentabilidade:

Objetivos Gerais sobre a aula de Sustentabilidade:

Entender sobre a importância das ações de sustentabilidades.

Objetivos Específicos sobre a aula de Sustentabilidade:

  • Entender os conceitos de meio ambiente e sustentabilidade
  • Saber quais são os recursos naturais
  • Compreender o que é desenvolvimento sustentável
  • Compreender quais os impactos ambientais causados pelo desenvolvimento não sustentável

Conteúdo sobre a aula de Sustentabilidade:

Vídeo 1: https://youtube.com/watch?v=HAtJgPODRs4

Vídeo 2: https://youtube.com/watch?v=Qky8NVaAfK8

Texto base:https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/quimica/o-que-e-sustentabilidade.htm 

Metodologia sobre a aula de Sustentabilidade:

A aula pode ser iniciada com a reprodução do vídeo 2, onde mostra a origem do termo Sustentabilidade e a evolução das sociedades. Em seguida, debater com os alunos o que eles entendem por Sustentabilidade. Depois, apresentar o vídeo 2, onde é discutido o conceito e como ser sustentável. Por último, indicar a leitura do texto base.

Referências

Filmes sobre sustentabilidade

Filmes sobre sustentabilidade: Home – Nosso Planeta, Nossa Casa, 2009.

Home- nosso planeta nossa casa é uma experiência original que registra uma viagem única pelo planeta Terra. Filmado inteiramente do ponto de vista de cima, pelo consagrado fotógrafo Yann Arthus-Bertrand, HOME visa sensibilizar, educar e conscientizar as plateias de todo o mundo sobre a fragilidade de nosso lar, ao demonstrar que tudo que é vivo e belo sobre nosso planeta está interligado. HOME estréia 5 de junho, dia mundial do meio ambiente, em mais de 50 países, com uma missão: alertar que, apesar dos males que causamos nos últimos 50 anos à Terra, ainda há chance de salvarmos nossa casa.

Filmes sobre sustentabilidade: A era da estupidez, 2009.

A era da estupidez mostra a que ponto chegou a destruição ambiental no mundo e alerta para a responsabilidade de cada indivíduo em impedir a anunciada catástrofe global. Misturando documentário e ficção, o filme é estrelado pelo ator indicado ao Oscar, Pete Postlethwaite, que interpreta um velho sobrevivente no devastado mundo de 2055. Ao analisar cenas das muitas tragédias ambientais ocorridas no início do século 21, ele se pergunta por que os seres humanos não se salvaram quando ainda tinham a chance.

Filmes sobre sustentabilidade: Alimentos S.A ,2008.

O documentário Food apresenta a realidade por trás das indústrias de alimentos, que dificultam ao máximo que os consumidores saibam a verdadeira origem do que estão comprando ou ingerindo. A realidade que a indústria pretende esconder a todo custo é baseada em um cenário perverso: uma vida de sofrimento, tortura e confinamento de animais que são explorados para o consumo humano.

 Questionário sobre o que é sustentabilidade

01- A expressão “desenvolvimento sustentável” é amplamente empregada para designar a preservação da natureza, com vistas à promoção de uma maior conscientização ambiental na sociedade. Esse termo designa, especificadamente:

a) A interrupção das práticas econômicas para garantir, primeiramente, a conservação dos elementos naturais.

b) A manutenção do desenvolvimento econômico de modo a garantir a preservação da natureza e dos recursos naturais para as gerações futuras.

c) A adoção de medidas de expansão das áreas naturais sobre as zonas de ocupação humana, de forma a reconstruir o império dos domínios da natureza.

d) A ampliação das medidas socioeducativas para o uso consciente da natureza, de modo a garantir, sobretudo, o desenvolvimento econômico e urbano.

02- “Para ser alcançado, o desenvolvimento sustentável depende de planejamento e do reconhecimento de que os recursos naturais são finitos. Esse conceito representou uma nova forma de desenvolvimento econômico, que leva em conta o meio ambiente”.

(WWF Brasil. O que é desenvolvimento sustentável. Disponível em: <WWF.org>. Acesso em: 16 jan. 2015).

Assinale a alternativa que NÃO aponta uma maneira correta de promover o desenvolvimento sustentável:

a) optar por recursos naturais renováveis, tais como os ventos e a energia solar.

b) praticar a agricultura orgânica com maior frequência, sem o uso de agrotóxicos.

c) redução da queima de combustíveis fósseis.

d) ampliação da área de cultivo agrícola em larga escala.

e) conservação das florestas e reflorestamento.

03- “Vários estudos atestam que os atuais padrões de consumo crescem mais rapidamente que a capacidade de regeneração dos sistemas naturais. Ou seja, para manter os níveis de uso de recursos como a água, os minérios, os solos e as florestas da maior parte da população mundial, seriam necessários vários planetas Terra”.

(MARTINS, D. et al. Geografia, sociedade e cotidiano: espaço mundial. Volume 03, 3ª ed. São Paulo: escala educacional, 2013. p.264).

O padrão não sustentável de consumo das sociedades atuais fez emergir uma grande preocupação quanto ao esgotamento dos recursos naturais. A definição acima apresentada refere-se ao conceito de:

a) consumo alienante

b) obsolescência planejada

c) pegada ecológica

d) níveis gerais de consumo

e) esgotamento florestal

Respostas do questionário sobre sustentabilidade

01-B, 02- D, 03-C

Fontes

Mundo educação, link: https://mundoeducacao.uol.com.br/biologia/sustentabilidade.htm

10 Atividades Sobre o Meio Ambiente

A ideia de fazer atividades sobre o meio ambiente é muito comum no ambiente escolar desta geração. O meio ambiente está sofrendo grandes perdas com a influência do ser humano.

É muito importante que ensinemos nossas crianças que cuidar dele é preciso, pois eles são o futuro do nosso planeta e precisamos preservá-lo para as próximas gerações. É importante manter um planeta limpo e bem cuidado para que nossos filhos, netos, bisnetos possam conhecer as maravilhas da natureza assim como nós conhecemos.

10 Atividades Sobre o Meio Ambiente

Ensinar as crianças a cuidar do meio ambiente é contar com o futuro do nosso planeta como ele é. A importância de reciclar, de recriar e de economizar, precisa sempre estar na mente das nossas crianças. Confira esta lista de atividades que preparamos pra vocês aproveitarem o dia da semana do meio ambiente

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Feijãozinho no algodão

photo-1462690417829-5b41247f6b0e-7363124-9101631

Muitas crianças estudam o crescimento das plantas através desta atividade. Muito usada por pedagogos, a atividade do feijãozinho muda a vida das crianças! Além de fazer com que elas aprendam sobre o meio ambiente e responsabilidade de cuidado com um ser vivo.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Copinhos descartáveis de café.
  • Algodão.
  • Grãos de feijão.

Passo a passo para a atividade:

  1. Umedeça o algodão com água.
  2. Forre o copo com o algodão.
  3. Coloque grãos de feijão no algodão (5 ou 6 grãos)
  4. Deixe eles bem escondidos no pote.
  5. Umedeça o algodão todos os dias.
  6. Quando o pézinho de feijão começar a crescer, passe-o para a terra, senão o pé morre.
  7. Incentive as crianças a anotarem o processo de crescimento do feijão em um diário.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Cabelo em ovo

egg-2452342_960_720-1320952-4612612

Esta atividade, além de muito divertida também ensina sobre o crescimento saudável das plantas. Criar personagens de casca de ovo e ver seu cabelo crescer é mais do que legal!  As crianças podem acompanhar o crescimento das plantinhas, tratar e cuidar delas neste processo.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Cascas de ovos limpas, mais inteiras o possível.
  • Terra.
  • Caneta marcadora.
  • Sementes de alpiste.

Passo a passo para a atividade:

  1. Em um recipiente, deixe as sementes em água por 24h antes de fazer o boneco.
  2. Retire a parte de cima da casca do ovo deixando um espaço para o alpiste crescer.
  3. Decore as cascas de ovo com carinhas engraçadas.
  4. Forre o fundo da casca do ovo com uma fina camada de terra.
  5. Coloque as sementes de alpiste na terra.
  6. Cubra até pouco mais da metade da casca de terra.
  7. Umedeça sempre com água.
  8. Após alguns dias, o alpiste crescerá e seu ovo terá cabelo!

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Floricultura reciclável

photo-1437275537121-331a0457c8d6-1476394-9624034

Como sabemos, precisamos ter muito cuidado na hora de tratar de plantas, pois também são seres vivos. Esta atividade é perfeita para crianças menores e que estão no início da fase de aprendizado sobre o meio ambiente. Uma atividade interessante para aprender a conhecer um pouco mais e se divertir aprendendo.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Rolos de papel higiênico.
  • Tinta guache.
  • Cola branca.
  • Grampeador.

Passo a passo para a atividade:

  1. Dobre os rolos de papel higiênico para que fiquem amassados.
  2. Corte tiras do rolo de mais ou menos 3 cm.
  3. Peça para que as crianças pintem e decorem essas tiras.
  4. Cada tira é uma pétala da flor.
  5. Use a cola ou o grampeador para juntá-las de 5 em 5.
  6. Você pode fazer um mural com papel kraft ou usar jornal para fazer o cabo e cada criança fica com uma flor:
    dsc05015-7445231-9947883

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Hortinha ambulante

kitchen-garden-960542_960_720-2193989-9776019

Após aprender mais sobre as plantinhas, a próxima etapa é criar a hortinha da turma. Vocês podem fazer uma para a turma inteira ou também fazer hortinhas individuais para que as crianças levem para casa. Siga o passo a passo e divirta-se, cuidado e cultivando.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Garrafa PET.
  • Barbante.
  • Terra.
  • Sementes de vegetais.

Passo a passo para a atividade:

  1. Corte a garrafa PET e faça furos na extremidade como mostra na figura:
    Sem Título 1
  2. Amarre o barbante nas extremidades da garrafa, dando nós nas pontas para que não solte.
  3. Encha até a metade da garrafa de terra.
  4. Faça pequenos buracos com os dedos para plantar as sementes.
  5. Coloque uma semente de cada vegetal ( 3 ou 4 por garrafa)
  6. Umedeça com água todos os dias para que elas cresçam.
  7. As crianças podem levar para casa ou criar uma horta em sala de aula.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Lixeira reciclável

sale-2254099_960_720-4917851-7149858

Aprender a cuidar do meio ambiente é aprender a reciclar. Para que a reciclagem seja mais divertida, vamos criar sacolinhas decoradas e totalmente reciclável. Deixe que as crianças decorem e participem de toda o processo de montagem.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Folhas de jornal.
  • Cola branca.
  • Pincel.
  • Tinta guache para decorar.

Passo a passo para a atividade:

  1. Abra duas folhas de jornal.
  2. Com a ajuda do pincel, pincele cola em toda a folha dos dois lados.
  3. Espere secar.
  4. depois de seca, dobre uma das as pontas das duas folhas.
  5. Junte as pontas uma na outra e cole-as.
  6. Faça o mesmo com as laterais.
  7. Use pedaços de jornal seco para dar acabamento no fundo.
  8. Faça tiras de jornal enrolado para fazer as alças
  9. Cole as alças na extremidade das folhas duras.
  10. Decore como preferir.
q5-4560191-4137697

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Basquete do lixo no lixo

photo-1503596476-1c12a8ba09a9-5398451-8779761

Um joguinho para distrair as crianças mas sempre com a intenção de aprender! A atividade funciona como um basquete normal, porém com a intenção de conscientizar as crianças de que o lixo deve ser jogado sempre no lixo.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Uma lixeira.
  • Folhas de jornal.

Passo a passo para a atividade:

  1. Faça uma fila com as crianças.
  2. Faça bolinhas de folha de jornal.
  3. Use a lixeira como cesta de basquete.
  4. Delimite distâncias para acertar.
  5. Cada distância vale uma certa quantidade de pontos.
  6. As crianças que acertarem, ganham os pontos.
  7. Você pode incentivá-las a fazer este jogo com os lixos que elas produzem em sala.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Balanço de Pneu

 photo-1459481783938-a19fce54daa0-3569069-4526022

Esta atividade, além de ser muito divertida, envolve toda a escola e é um bem comum. O balanço de pneu é um brinquedo divertidíssimo e que atrai crianças e adultos. Peça ajuda à todos da escola e inaugure o balanço na semana do meio ambiente. Siga o passo a passo para fazer a atividade.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Um pneu limpo.
  • Corda.
  • Furadeira.

Passo a passo para a atividade:

  1. Faça um furo em uma parte do pneu, com a ajuda da furadeira. O buraco precisa ser grande o suficiente para colocar a corda.
  2. Enfie a corda no buraco e dê um nó para que ela não se solte.
  3. Em um galho de árvore ou alguma madeira alta, amarre a corda.
  4. Sempre teste o nó antes que uma criança use o balanço.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Instrumentos recicláveis

toys-2161403_960_720-5911673-8404501

Usar a arte é uma maneira muito legal de aprender. A música é uma arte que une as pessoas e as crianças são as que mais usufruem deste dom. Faça instrumentos musicais para incentivar a reciclagem e a criatividade das crianças. Siga o passo a passo.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Garrafas PET de vários tamanhos, com tampa.
  • Grãos de arroz.
  • Grãos de milho.
  • Grãos de feijão.
  • Tinta guache.
  • Cola Glitter.

Passo a passo para a atividade:

  1. Use a tinta guache e a cola Glitter para decorar as garrafas.
  2. Encha cada garrafa até o meio com um tipo de grão.
  3. Faça uma garrafa com todos os grãos misturados.
  4. O grão dentro da garrafa faz um barulho de percussão e pode ser usado como instrumento musical.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Criando nosso adubo

photo-1485277068030-a29993c5d5f2-9753256-4454767

Para que a hortinha da escola fique bem saudável e fertilizada, é necessário adubo. Nesta atividade, vamos recolher todos os materiais necessários para que um adubo seja feito perfeitamente. Usando lanches do recreio e itens a própria terra da escola.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Uma vasilha grande ou caixa de plástico.
  • Terra.
  • Lixos orgânicos da sala.

Passo a passo para a atividade:

  1. Encha a vasilha de terra até a metade.
  2. Caso seja possível, leve as crianças para o pátio para que cavem a terra e tirem minhocas.
  3. Deixe que as minhocas entrem na terra. Deixe as crianças assistirem o processo.
  4. Faça buracos na terra até o fundo da caixa.
  5. Sempre que uma criança trouxer fruta para o lanche ou algum alimento orgânico, peça para que jogue as cascas nos buracos e tampe com terra.
  6. Após uma semana, leve o adubo para a horta da escola ou plante vegetais e faça uma horta na sala.

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Mural da plantinha

tree-309046_960_720-2365385-8009671

Esta atividade é feita para ensinar aos alunos um pouco mais sobre o crescimento de uma planta. Vamos trabalhar com arte e conhecimento. Cada parte da planta tem um nome específico e é muito importante conhecê-los. Confira a atividade:

Atividades Sobre o Meio Ambiente – Recursos para a atividade:

  • Papel Kraft.
  • Cartolina verde e marrom.
  • Tesoura.
  • Cola.
  • Caneta marcadora.

Passo a passo para a atividade:

  1. Esta atividade pode ser feita como um grande mural ou individual entre os alunos.
  2. Com a ajuda da tesoura, Corte a cartolina marrom, fazendo as raízes e o tronco da planta (árvore).
  3. Com a cartolina verde, faça as folhas, como na imagem acima.
  4. Peça a ajuda das crianças para nomear as partes das plantas:
    Raiz
    Caule
    Tronco
    Galhos
    Folha
    Flores
    Frutos

Preservar também é trabalho das crianças! Eduque-as e conscientize sempre que precisamos diminuir nossos lixos e poluição.
Lembre-se de fazer atividades que utilizem o maior número de objetos recicláveis possível. Tente reaproveitar cada pedacinho de papel ou lixinho que sobra das atividades.
Viva o meio ambiente!

Fim das Atividades Sobre o Meio Ambiente

Para mais atividades escolares, clique na lista de atividades ao lado e não deixe de acompanhar o nosso blog e a página do Facebook.

Deixe seu comentário abaixo dizendo como foi sua semana do meio ambiente na escola ou como gostaria que fosse.

Muito obrigado pela leitura e até a próxima lista no blog do Demonstre.

O que é Ecossistema?

Você sabe o que é Ecossistema? Começamos uma nova série com uma responsabilidade fora do comum, que é a apresentar e conceituar dúvidas constantes no dia a dia escolar e cotidiano do aluno e professor.

O que é ecossistema?

Apresentação1

Definimos “Ecossistema” como um conjunto de comunidades que habitam em um determinado ambiente e interagem entre si e com a natureza, formando um sistema estável, equilibrado e autossuficiente. Esse termo foi estreado em 1935 pelo ecólogo Arthur George Tasnley e continua até hoje com esse mesmo sentido.

O que constitui um Ecossistema?

20141216 085119 5626075 6492643

Dois componentes básicos são responsáveis pela formação de um Ecossistema, são eles:

  • Biótico: relacionado às plantas e animais da comunidade, onde estes desempenham diferentes papeis em um ecossistema e ocupam diferentes níveis: produtores, consumidores ou decompositores. Em um Ecossistema, todos os seres vivos dependem da interação entre si, então, todos estão relacionados em harmonia para o funcionamento da comunidade.
  • Abiótico: envolve as partes sem vida do ambiente, como por exemplo, a atmosfera, a luz, a água, o solo, etc. Mas, embora sejam chamados dessa maneira, são parte essencial do funcionamento da vida, haja vista que garantem a sobrevivência das espécies e atuam, inclusive, no metabolismo dos seres vivos.

O que Ecossistema e sua Relação com o ambiente escolar

gestao escolar participativa os alunos como parte das decisoes 8715218 8062142

É interessante levar o assunto para a sala de aula, pois garante que o estudante conheça outras formas de interação que não a vivenciada pelos seres humanos. Existe uma natureza viva que inclusive garante a existência da espécie humana, e trazer essa perspectiva para o ambiente escolar é levar também uma consciência maior sobre o planeta em que vivemos e os seres que o habitam.

O que é Ecossistema: Pontos Positivos x Pontos Negativos

feedback negativo e positivo 1 3298110 4679171

Pontos Positivos sobre Ecossistema

  • Trabalhar o conceito de “Ecossistema”, bem como os componentes básicos que o formam e garantem a preservação de toda uma comunidade
  • Relacionar o ser humano com a natureza, atentando sempre para um trato consciente do meio ambiente, de modo que nossas interações não interfiram negativamente no bem estar e desenvolvimento dos seres vivos que habitam um determinado ecossistema.

Proposta de aula para trabalhar Ecossistema em sala de aula:

Tema:

Ecossistema

Objetivos sobre a aula de Ecossistema

Objetivos Gerais sobre a aula de Ecossistema:

Trabalhar o conceito de Ecossistema e suas características, assim como os componentes básicos de formação de um Ecossistema.

Objetivos Específicos sobre a aula de Ecossistema:

Tentar fazer com que os alunos entendam as diferentes formas de relação entre os seres vivos, e o modo como toda a biosfera está interligada.

Conteúdo sobre a aula de Ecossistema:

Imagem 01:

ecossitemafloresttrop 2058892 3027876

Imagem 02:

ecossitemadeserto 2128147 3948614

Imagem 03:

ecossistemasavan 4306751 8447388

Imagem 04:

ecossistemacerrado 7346508 6077416

Vídeo: https://youtube.com/watch?v=VO0z1u7YPxA

Metodologia sobre a aula de Ecossistema:

Poderá começar a aula reproduzindo imagens  e questionando os alunos acerca do tema:

1- Essa imagem representa o quê?

2- Vocês conhecem um lugar como esse? Como conheceram?

Após essa exploração inicial das imagens, o professor poderá apresentar o vídeo e introduzir os conceitos de ecossistema e seus componentes, reconhecendo, assim os diferentes seres vivos que coabitam e suas relações com o meio ambiente.

Referências

Filmes sobre Ecossistema

Terra – Disney Nature, 2009.

brasil 2329127 4166923

É um documentário que demorou 5 anos para ser filmado, e conta a história de três famílias: Uma família de ursos polares, uma manada de elefantes e uma baleia jubarte com seu filhote. Durante a narração da história, há uma viagem pelos mais diferentes lugares do planeta: Desde lugares inóspitos como desertos, até as terras mais férteis de florestas tropicais.

Vida de Inseto, 1998

download 2 9588104 4422889


O filme apresenta o mundo dos insetos e a importância das formigas para o ecossistema. Como elas são pequenas, passam despercebidas pelos nossos olhos. Em Vida de Inseto é possível acompanhar o dia a dia em um formigueiro, além de torcer para que a formiguinha Flik consiga ajudar seus amigos a se livrarem dos gafanhotos que os oprimem.

Questionário

01 – (UFPE) Ao dizer onde uma espécie pode ser encontrada e o que faz no lugar onde vive, estamos informando respectivamente,

a)      Nicho ecológico e habitat.

b)      Habitat e nicho ecológico.

c)       Habitat e biótopo.

d)      Nicho ecológico e ecossistema.

e)      Habitat e ecossistema.

02 – (Fuvest-SP) O cogumelo shitake é cultivado em troncos, onde suas hifas nutrem-se das moléculas orgânicas componentes da madeira. Uma pessoa, ao comer cogumelo shitake, está se comportando como:

a)      Produtor.

b)      Consumidor primário.

c)       Consumidor secundário.

d)      Consumidor terciário.

e)      Decompositor

03- (PUC-Campinas) Uma grande área de vegetação foi devastada e esse fato provocou a emigração de diversas espécies de consumidores primários para uma comunidade vizinha em equilíbrio. Espera-se que, nesta comunidade, em um primeiro momento:

a)      Aumente o número de consumidores secundários e diminua a competição entre os herbívoros.

b)      Aumente o número de produtores e diminua a competição entre os carnívoros.

c)       Aumente o número de herbívoros e aumente a competição entre os carnívoros.

d)      Diminua o número de produtores e não se alterem as populações de consumidores.

e)      Diminua o número de produtores e aumente a competição entre os herbívoros.

Respostas

01- B, 02- C, 03- E

Fontes

Brasil escola, link: https://exercicios.brasilescola.uol.com.br/exercicios-biologia/exercicios-sobre-conceitos-basicos-ecologia.htm#questao-3

Info escola, link: https://infoescola.com/biologia/ecossistema/

9 tipos de vegetação

Você conhece os tipos de vegetação brasileiros? Por todo o território nacional, é possível encontrar diferentes tipos de vegetação. Vegetação é tudo o que se refere a vida vegetal de uma região, as características de solo, de flora e de espécies que aquela superfície é capaz de suportar.  

Tipos de vegetação brasileiras para sala de aula

vegetaçao brasileira

O estudo das características de cada tipo de vegetação é feita pela Geografia. Este estudo possibilita não só a sobrevivência de cada região, como também a melhor forma de manutenção desta natureza 

Definições de tipos de vegetação 

Hoje, vamos nos ater principalmente as vegetações presentes em nosso país e mais completamente, em partes da américa do sul.  

Possuímos no Brasil o total de nove tipos de vegetação, são elas: mata de cocais, mangues, pantanal, cerrado, caatinga, campos sulinos, mata atlântica, floresta amazônica e mata araucária.  

Tipos de vegetação: Mata dos cocais 

cocais-5702473-6132638

Mata dos cocais ou zona dos cocais se refere a um inter-espaço entre a floresta Amazônica, o cerrado e a caatinga.  

Está situada em os estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Pará e Tocantins. Seu ápice de desenvolvimento aconteceu durante a ditadura militar (1964-1984). O principal motivo para este aumento foi o aumento da manufatura. 

Desenvolvimento da indústria da química, a metalúrgica, a siderúrgica, o mercado de mineração e da madeira, além de construções histórias, como o mercado Ver-o-peso.  

A mata dos cocais é uma zona de relevo, entremeadas por planícies, depressões e planaltos. Constitui e abriga as reservas ecológicas de Tapirapé e Gurupi.  

É também, produtora de babaçu, carnaúba, oiticica, açaí, palmeiras e arbustos nativos.  

Tipos de vegetação: Mangues 

Ecossistema costeiro de transição entre o marinho e o terrestre, está é a definição de Mangue. É uma região úmida, proveniente da instalação de substratos residuais devido a ação das marés de agua salgada ou no mínimo, salobras.  

O solo do mangue é, portanto, úmido, salgado e lodoso, muito pobre em oxigênio, porém rico em nutrientes. Este tipo de solo é o habitat ideal para crustáceos, e vegetais halófilos.  

A pesca de crustáceos é fonte de renda para diversas famílias. Este ecossistema complexo e fértil está presente em toda a extensão de costa do território brasileiro.  

Tipos de vegetação: Pantanal 

pantanal-4219730-6506404

O pantanal é um bioma constituído por uma savana estépica alagada. Com uma altitude média de 100 metros, ele ocupa cerca de 250 mil metros quadrados de extensão.  

Considerada Patrimônio Natural Mundial, o Pantanal está presente em três países que são o Brasil, a Bolívia e o Paraguai.  

Por possuir um terreno plano, e lentidão de drenagem do solo, a região fica extremamente alagada. Mesmo assim, é o habitat do peixe linguado, do peixe dourado e do pacu.  

Tipos de vegetação: Cerrado 

cerrado-8259456-3877255

O cerrado é um bioma que pode ser descrito como uma savana, uma província florística ou um domínio morfoclimático dependendo do geógrafo.  Esse impasse de sá pelo fato do cerrado possuir diversas variações fisionômicas. 

É o segundo maior domínio brasileiro e possuí cerca de 1,5 de km² tendo uma biodiversidade muito extensa porem, menor do que a mata atlântica.  

Sua vegetação é geralmente composta por gramíneas, arbustos e árvores esparsas que possuem longas raízes e caules retorcidos para facilitar a absorção de água.  

O pantanal possuí clima tropical sazonal com inverno seco e também, um relevo acidentado com poucas partes realmente planas.  

Pode-se encontrar a vegetação de cerrado nos estados de Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Bahia, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso Do Sul, Piauí e Distrito Federal.  

Tipos de vegetação: Caatinga 

caatinga-5255788-8210133

Exclusivamente brasileira, a caatinga é um patrimônio biológico. Nos períodos secos sua paisagem torna-se característica parecendo totalmente esbranquiçada.  

Seu terreno predominantemente em relevo, ocupa cerca de 850 mil km² sendo subdividido entre sertão e agreste.  

Possui plantas típicas que se adaptam ao clima quente e seco da caatinga, tais como o cacto, umbuzeiro, a palma e o cajuzeiro.  

Tipos de vegetação: Campos Sulinos 

campos-sulinos-4-1150741-9316163

Os campos sulinos são conhecidos como a região dos pampas do sul do Brasil. É uma região de grande predominância natural e pastoril. Subdivide-se ainda com a mata Atlântica.  

Sua vegetação é composta por gramíneas, plantas rasteiras, árvores e arbustos, possuindo um solo fértil e propício a agropecuária. É característico o clima temperado subtropical com verões quentes e invernos rigorosos.  

Tipos de vegetação: Mata Atlântica 

mata-atlantica-7791903-9793984

Bioma de floresta tropical, a mata atlântica é ocupada por humanos há quase 10.000 anos. Da floresta original restam apenas 20% de sua estrutura.  

É composta por uma formação vegeta l heterogênea com campos abertos e regiões montanhosas.  

É a mais rica em biodiversidade e está presente no Brasil, na Argentina e no Paraguai. 

Tipos de vegetação: Floresta Amazônica 

floresta-amazonica-7325890-8523334

Conhecida como pulmão do mundo a floresta amazônica está entre as maiores florestas do mundo, ocupando 5.500 km². 

Seu clima equatoriano oferece altas temperaturas e fortes chuvas, apesar disso, seu solo é bastante pobre de nutrientes, mas rico em matéria orgânica.  

A densidade e a altura das árvores, não permite que haja vegetação rasteira nesse bioma.  

Tipos de vegetação: Mata Araucária 

A mata araucária é conhecida também como floresta ombrófila ou araucaieto, possui uma grande extensão chegando a 216.000 km².  

Seu ecossistema possui grande quantidade de chuva o ano todo, caracterizando seu clima como subtropical, mas com estações bem definidas é uma ecorregião pertencente a Mata Atlântica.  

Seu terreno é em declive, com solo fértil e localizada nos estados do Paraná e de Santa Catarina.  

Vídeo para assimilação do conteúdo: Vegetação

Para que o conteúdo possa ser fixado de maneira mais abrangente, dividimos com os vocês um vídeo sobre vegetação.

Tipos de vegetação: Exercícios de fixação

1- O Brasil, devido sua localização e grande extensão territorial, abriga diversos tipos de cobertura vegetal, sendo que cada Região brasileira apresenta um bioma predominante. Nesse sentido, relacione o estado ou região ao tipo de vegetação predominante.

tab2 7616052 1170903 4885646

2- Vegetação típica de regiões costeiras, sendo uma área de encontro das águas do mar com as águas doces dos rios. A principal espécie encontrada nesse bioma é o caranguejo. Essas características são do:

a) Cerrado

b) Mata de Cocais

c) Mangue

d) Caatinga

e) Pantanal

3- O texto abaixo refere-se à qual formação vegetal?
“De origem bastante discutida, essa formação é característica das áreas onde o clima apresenta duas estações bem marcadas: uma seca e outra chuvosa, como no Planalto Central. Ela apresenta 2 estratos nítidos: uma arbóreo-arbustivo, onde as espécies tortuosas têm os caules geralmente revestidos de casca espessa, e outro herbáceo, geralmente dispostos em tufos”.

a) Floresta tropical

b) Caatinga

c) Formação do Pantanal

d) Mata semiúmida

e) Cerrado

4- O Brasil, em razão de sua grande extensão territorial, possui diversos tipos de vegetação, apresentando um complexo mostruário das principais paisagens e ecologias do planeta. Cite os principais biomas existentes no território brasileiro.

5- De acordo com o texto e os seus conhecimentos, aponte as principais características dos seguintes biomas brasileiros:

a) Caatinga

b) Cerrado

c) Pantanal

d) Mata Atlântica

e) Floresta Amazônica

Transgênicos: mocinhos ou vilões?

Afinal, qual a verdade sobre os transgênicos?

A grande maioria das pessoas já deve ter ouvido falar de transgênicos em algum momento. Mas você realmente sabe o que é e os seus prós e contras? A maioria das pessoas que converso fora do meu círculo de pessoas que estudam na área das ciências biológicas não sabem muita coisa sobre o tema.

Decidi fazer esse post por causa da notícia divulgada essa semana de que a Câmara dos deputados aprovou um projeto que desobriga as empresas a identificar seus produtos transgênicos, querendo tirar, deste modo, o direito a informação já antes garantido por lei.

423144_orig-744x496-1869754-9016660
transgênicos – mocinhos ou vilões
Os transgênicos são organismos que foram submetidos a transgenia. A transgenia nada mais é do que retirar um gene de um organismo e colocar no núcleo de outro organismo distante e não aparentado para que ele exerça a mesma função.

Para que serve a transgenia?

Para que servem os transgênicos?

 A transgenia é usada para melhorar geneticamente um determinado organismo em uma função específica. Por exemplo na agricultura ela é utilizada para produzir plantas mais resistentes às pragas ou herbicidas ou para criar plantas que produzem mais grãos que o normal. Essas alterações acontecem de diversas maneiras, chegando até a modificar plantas afim de produzirem toxinas que controlam as pragas como é o caso da toxina Bacillus thuringiensis (Bt).

Transgênicos no mundo

Segundo a organização não governamental ISAAA – Centro de Conhecimento Global sobre Biotecnologia de Culturas em seu relatório executivo Status global dos cultivares transgênicos comercializadas – 2013: “Milhões de produtores avessos a risco, tanto grandes quanto pequenos, em todo o mundo, concordam que os retornos do cultivo de transgênicos são alto (…)”. Ele contabiliza que 27 países em 2013 eram produtores e o Brasil ocupava o segundo lugar, perdendo só para os Estados Unidos. No entanto, apesar dessa renda os defensores não apresentam dados realmente confiáveis de que não há impactos da transgenia agronômica nem no meio ambiente ou na saúde das pessoas.

Veja, que apesar desses 27 países produtores de transgênicos, muitos países europeus como França, Dinamarca, Grécia, Letônia, Rússia, Escócia, Nova Zelândia, Áustria, Hungria, Bulgária, Luxemburgo, Suíça e muitos outros países menores da Europa não aceitam seu cultivo. O mais recente foi a Irlanda do Norte, onde o ministro de meio ambiente, Mark Durkan, se justificou dizendo: “Continuo sem estar convencido das vantagens dos cultivos geneticamente modificados e considero prudente proibi-los”. Então nos cabe a reflexão: por que esses países não aceitam os maravilhosos transgênicos e o Brasil sim?

Aqui no Brasil são produzido uma porcentagem de 92% de soja (RR- resistente a glifosato, Roundup Ready), 47% de algodão Bollgard (BT + RR) e 90% milho bt transgênicos (ISAAA). Eles entraram de maneira ilegal e foram recebidos de braços abertos como uma maneira de aumentar a nossa produção e diminuir o avanço da área agrícola, além de aumentar a resistência às pragas. O site do Conselho de informações sobre biotecnologia afirma que a “Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) concluiu não haver diferenças entre os alimentos transgênicos do mercado e seus pares convencionais, a não ser a(s) nova(s) característica(s) que o(s) gene(s) inserido(s) no alimento transgênico permitiu(ram) expressar”. Os benefícios dos transgênicos são reforçados pelo Anderson Galvão, representante do ISAAA no Brasil que afirmou que “Os transgênicos permitiram a intensificação da produção global e, principalmente, brasileira, contribuindo para evitar que a agricultura disputasse área com reservas de biodiversidade nos 27 países em que são cultivados”.

2727051_orig-744x524-2336757-7376598
Área plantada de transgênicos no mundo (2014)

Mas então, quais os problemas de se usar transgênicos?

Apesar das empresas que produzem os transgênicos defenderem que eles não causam mal algum e de que isso é comprovado por estudos científicos, esses estudos não são acessíveis a sociedade e por isso, a confiabilidade dessa qualidade é posta em dúvida, bem diferente dos cientistas que estão a cada dia provado seus malefícios de modo aberto e acessível a quem se propor a procurar.

Uma comprovação clara disso, foi que nesse ano de 2015 houve a publicação de uma Carta aberta escrita por 815 cientistas de 82 países, desses 10 são brasileiros, requerendo a total proibição dos transgênicos pelos danos que eles causam aos seres humanos. Eles argumentam que os transgênicos “não oferecem benefícios para os agricultores ou os consumidores. Em vez disso, trazem consigo muitos problemas que foram identificados e que incluem o aumento do uso de herbicidas, o desempenho errático e baixos rendimentos econômicos para os agricultores. Os cultivos transgênicos também intensificam o monopólio corporativo sobre os alimentos, o que está levando os agricultores familiares à miséria”. Ao longo da carta eles argumentam cientificamente os porquês da necessidade urgente da proibição dos transgênicos. Abaixo vou listar argumentos vindos dessa carta e de outras fontes.

Na carta eles dizem que tanto os Estados Unidos como o Reino Unido possuem provas dos riscos que esse tipo de alimento modificado pode trazer, principalmente no que diz respeito a disseminação de “(…) genes marcadores de resistência a antibióticos a ponto de tornarem doenças infecciosas incuráveis, a criação de novos vírus e bactérias que causam doenças e mutações danosas que podem provocar o câncer.”, como foi o caso da batata GM que usava o DNA promotor (35S), obtido do vírus fitopatogênico (CaMV), com características bem semelhantes aos vírus da hepatite B e o do HIV, que levou à morte de ratos em laboratório, causando portanto o banimento dessa variedade de batata.

Aqui no Brasil, em 2013, uma audiência do Ministério Público Federal (MPF) em que se debatia a liberação de cultivares transgênicos resistentes ao agrotóxico 2,4-D, a Karen Friedrich, pesquisadora e toxicologista da Fiocruz, tentou alertar sobre os perigos do uso desse agrotóxico: “o 2,4-D, afeta humanos desde o estágio fetal (pois o produto passa pela placenta da mãe para o feto), até a idade adulta. (…) há várias pesquisas brasileiras que mostram a presença de agrotóxicos no leite materno”.  Apesar disso, hoje o agrotóxico 2,4-D é o terceiro mais usado no Brasil e o uso de soja e milho transgênicos resistentes ao 2,4-D é permitido CTNBio. A Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC) foi outra a alertar o perigo desse agrotóxico, no meio do ano, ao classificá-lo como provável cancerígeno para humanos.

Na carta aberta os 815 cientistas ainda argumentam que tanto a ONU como a FAO dizem que há alimentos suficientes para a população mundial sem levar em conta a produção dos transgênicos e que a fome ocorre devido aos monopólios empresariais que aumentam a desigualdade social deixando os pobres mais pobres e passando mais fome. Colocando por terra a necessidade de transgênicos para suprir a alimentação em escala global.

Sobre o monopólio das grandes empresas produtoras de transgênicos, em uma reportagem para o site reporterbrasil.org.br o Darci Frigo, advogado da organização socioambiental Terra de Direitos, afirma que “No Brasil, essas transnacionais compraram praticamente todas as pequenas e médias empresas de sementes, além de dominarem a cadeia agroalimentar desde a produção de sementes, agroquímicos e agrotóxicos até a parte de logística, transporte e exportação”. Dessa forma, os pequenos agricultores são “obrigados” a aderir ao monopólio dos transgênicos. Nessa mesma reportagem o pesquisador Paulo Brack, professor do Instituto de Biociências da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), disse que o agricultor gaúcho não encontra mais no mercado opções não transgênicas. Assim, os pequenos produtores tornam-se dependentes dessas empresas uma vez que as sementes deles compradas não germinam e por isso a cada nova safra eles são obrigados a comprar novamente da mesma fonte.

Além dos danos à saúde humana e do aumento da desigualdade social o uso dos transgênicos causa a perda de diversidade genética em espécies de plantas nativas e domesticadas por meio da polinização entre as plantas modificadas e as não modificadas. Ainda, segundo a carta aberta “Os herbicidas de amplo espectro utilizados com os cultivos transgênicos tolerantes a herbicidas não apenas dizimam espécies de plantas silvestres de forma indiscriminada, mas também são tóxicos para os animais. O glufosinato provoca defeitos congênitos em mamíferos (27) e o glifosato está ligado ao linfoma de Hodgkin. (28) Os cultivos transgênicos das Bt-toxinas matam insetos benéficos como as abelhas (29) e os crisopídios (30) e o pólen do milho Bt é letal para as borboletas monarca (31), assim como para os papiliônidos. (32) A Toxina Bt é exalada das raízes do milho Bt na rizosfera, onde se une rapidamente às partículas do solo e se converte em parte do mesmo.” Como vocês podem ver os transgênicos não são inofensivos como os que os defendem argumentam…

Espero que vocês tenham uma melhor noção dos transgênicos e dos males que eles podem trazer e quão absurdo é essa aceitação por parte do governo brasileiro a eles com tudo o que falei e citei até aqui. Hasta! 😀

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.

Demonstre Atividades - 2020 | Desenvolvido por Nixem Dev