Como funciona o novo Ensino Médio

Olá pessoal, o post vai trazer uma explicação sobre Como funciona o novo Ensino Médio. Espero que gostem da nossa explanação sobre esse tema tão polêmico. Vamos lá?

Como funciona o novo Ensino Médio

 A reforma do Ensino Médio pode ser definida como uma alteração na estrutura do atual Ensino. Trata-se de uma maneira para melhorar a Educação em nosso país, o que todos preferimos acreditar que irá realmente acontecer.

Como funciona o NOVO Ensino Médio

A proposta para o novo ensino médio tem como principal fundamento a flexibilidade da grade curricular, permitindo assim, que os estudantes possam escolher a área de conhecimento para se especializar, seguindo assim a carreira de seus sonhos.

Como funciona o novo Ensino Médio – Investimento

Para você que é professor, a reforma do ensino médio vem sendo um dos assuntos mais discutidos nos últimos meses, todos nós devemos ficar por dentro do que está acontecendo na reforma, pois afetará drasticamente o ensino Brasileiro.

De acordo com o Governo Federal, mais de R$1,5 bilhão de reais devem ser investidos na reforma, e pretendia até esse ano ter 500 mil estudantes no ensino integral, porém como podemos ver, isso não foi possível.

Como funciona o novo Ensino Médio – A BNCC sustenta essa proposta?

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) terá os conhecimentos necessários, as aprendizagens e competências. Mas o que é a BNCC?

A BNCC nada mais é que um conjunto de orientações que norteará os currículos das Escolas.

As mudanças do ensino médio foram propostas pela Lei 13415/17 que regulariza tudo de novo que deve entrar numa escola. O presidente Michel Temer foi o responsável por sancionar a lei que prioriza os fundamentos de qualquer educação básica e também as especializações. Acredita-se que até no ano de 2024 o governo já esteja atendendo pelo menos 25% dos alunos no tempo integral.

Como funciona o novo Ensino Médio – Mudanças

As mudanças que acontecerão, são por exemplo, um aumento da carga horária de 800 para 1400 horas tornando assim o ensino médio integral, abrindo turmas de matérias profissionalizantes, ou matéria opcionais como teatro e esportes.

O que você realmente precisa saber sobre o novo ensino médio?

  • Disciplinas como português e matemática vão ser obrigatórias em todos os anos em que o aluno estiver estudando;
  • A disciplina de língua estrangeira, inglês, só será obrigatória do 6º ano do Ensino Fundamental até o segundo do ensino médio;
  • O tema ao qual os alunos quiserem se aprofundar poderá ser escolhido a parir do segundo ano do ensino médio;
  • Os alunos terão direito de escolher todas as áreas para se especializarem, mas as escolas só precisarão ofertar uma;
  • Serão cinco as áreas de especializações;
  • As aulas terão início as oito horas da manhã;
  • Os boletins escolares poderão ser visualizados online;
  • Os alunos terão direito a apostilas impressas e digitais
  • Toda semana terão simulados e provas;
  • O ensino médio poderá optar por módulos, usando assim o sistema de créditos;
  • Esses créditos podem ser utilizados no aproveitamento de disciplinas do ensino superior, para que assim seja estimulada a continuação em estudos posteriores;
  • Todos os anos escolares serão compostos de seis meses de revisão;

Além disso, profissionais que possuírem um “notório saber”, poderão trabalhar dando aulas para o ensino médio, mesmo que sem um curso de licenciatura, desde que seja apenas pra os alunos que optarem pela área de formação profissional e técnica. Mas a formação de professores irá ser feita da mesma maneira, como a nossa legislação prevê.

Como funciona o novo Ensino Médio – Vantagens

Já que falamos de formação técnica e profissional, vale destacar que irá facilitar muito os estudos de um jovem que pretenda se especializar em alguma coisa, porque hoje, para uma formação técnica, o aluno precisa cursar todas as 2400 horas do ensino médio regular e mais 1200 horas do curso técnico.

Embora não vão ser obrigatórias em todos os anos do ensino médio, as aulas de sociologia, filosofia, educação física e artes deverão ser cursadas pelo menos em algum momento do estudo.

Como citado anteriormente, a língua inglesa será obrigatória em alguns momentos, mas as escolas poderão optar também pelo ensino de outros idiomas, principalmente do espanhol. O inglês foi o escolhido como principal, por ser o idioma mais falado e ensinado no mundo.

Depois de entendermos um pouco sobre o novo ensino médio, devemos compreender que será uma grande mudança para os alunos, que não estão acostumados com esse estilo de ensino e cabe a nós, professores, mostrarmos a eles que essa nova opção de estudo será uma boa forma para de que tenham um formação profissionalizante, que os ajudará a ingressar no mercado de trabalho.

Fim do post sobre Como funciona o novo Ensino Médio

Obrigada pela leitura. Espero que tenha gostado da nossa explanação sobre Como funciona o novo Ensino Médio.

Tem alguma observação para fazer sobre o tema? É só deixar aqui seu comentário nesse post!

Você também pode gostar de:

https://demonstre.com/como-concluir-o-ensino-medio-completo/

História do Handebol

A história do Handebol, traz informações sobre um esporte praticamente de origem alemã, mas, que já conquistou o mundo inteiro. Embora seja praticado com maior frequência na Europa, nada impede que até mesmo os brasileiros se envolvam com esse significante esporte!

História do Handebol

No Brasil,o Handebol está bem amparado no Estado do Sergipe, na cidade de Aracaju, no entanto, em qualquer parte do país existem atletas que aderem o esporte e se dedicam ao treino e competições.

bol 300x190 5550299 8212987

Leia a história do Handebol

O Handebol é um esporte coletivo, e ainda que não seja em larga escala, ele é praticado no Brasil. Não tão conhecido como o Voleibol,  Basquetebol e Futebol, mas tem seus adeptos no país. A diferença entre o futebol e o handebol é que o handebol é jogado com as mãos. Mas, como o outro, é um esporte com bola, onde duas equipes disputam quem marca mais gols

Um esporte criado, pelo professor alemão Karl Schelenz, no ano de 1919. Tendo suas regras publicadas pela Federação Alemã de Ginástica. Ele começou a ser praticado de forma competitiva em países como, por exemplo,  Áustria, Suíça e Alemanha.

Inicialmente, as partidas de handebol eram realizadas em campos gramados, parecidos com os de futebol. Tal qual o futebol de campo, cada equipe de handebol era composta por onze jogadores. Logo no ano de 1925, realizou-se a primeira partida internacional de handebol, entre as equipes da Alemanha e da Áustria. Os austríacos levaram a melhor, vencendo os alemães por 6 a 3.

Fatos importantes da história do handebol:

– Foi em 1934, que o COI (Comitê Olímpico Internacional) incluiu o handebol como esporte Olímpico. Portanto, nas Olimpíadas de Berlim (1936), seis países já disputaram a medalha de ouro, acontecendo a estreia do esporte em Jogos Olímpicos. Nesse pico, a Alemanha tornou-se campeã, após derrotar a Áustria por 10 a 6.

Aconteceu em 1938, o momento em que foi disputado, na Alemanha, o primeiro campeonato mundial de handebol. Logo em 18 de julho de 1946, foi fundada a IHF (International Handball Federation), o qual atualmente conta sua sede na cidade de Basileia (Suíça).

No ano de 1966, “os jogos de handebol em campo gramado foram descontinuados, passando o esporte ser realizado somente em salão”. um período sem participação, o esporte volta a fazer parte das Olimpíadas nos Jogos Olímpicos de Montreal, em 1976.

Porém, com regras reformuladas e partidas disputadas em quadra. Esse tipo de esporte hoje, é praticado em 183 países, envolvendo mais de um milhão de equipes e trinta milhões de profissionais (jogadores, treinadores e outros profissionais do esporte).

boli 300x179 9794224 9197067

Associações: Handebol ao redor do mundo

Em nível internacional, as atividades de Handebol são organizadas e coordenadas pela IHF (Federação Internacional de Handebol) com sede na cidade de Basileia (Suíça). No entanto, no Brasil, o esporte é coordenado pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) com sede na cidade de Aracaju (Sergipe).

Principais campeonatos: História do Handebol

  • O principal torneio internacional de Handebol é o Campeonato Mundial de Handebol (masculino e feminino). Ele é realizado em todos os anos ímpares e conta com a participação de seleções nacionais.
  • O último Campeonato Mundial de Handebol (masculino) ocorreu entre 11 e 29 de janeiro de 2017, na França. A França tornou-se campeã (6º título conquistado) e a seleção da Noruega ficou como vice-campeã (medalha de prata).
  • O próximo Campeonato Mundial de Handebol (masculino) ocorrerá em dois países (Alemanha e Dinamarca), entre os dias 10 e 27 de janeiro de 2019. Já o feminino ocorrerá no Japão, entre os dias 30 de novembro e 15 de dezembro de 2019.
  • Já a última versão feminina do Campeonato Mundial de Handebol ocorreu entre 1 e 17 de dezembro de 2017, na Alemanha.
  • A seleção da França ficou com o título, após vencer as norueguesas pelo placar de 23 a 21. Foi o segundo título mundial conquistado pela seleção feminina de handebol da França.
  • Nas Olimpíadas do Rio 2016, o destaque ficou para a equipe feminina da Rússia que conquistou a medalha de ouro. Já no masculino, a medalha de ouro ficou para a equipe da Dinamarca.

Curiosidade: História do Handebol brasileiro

Existem muitos atletas no Brasil praticando esse esporte. São milhares de pessoas em nosso país se envolvendo com ele. Contudo, a equipe brasileira que se envolve com esse esporte, ainda não conseguiu ganhar uma medalha olímpica no Handebol, no entanto, nunca é tarde de mais, não é mesmo?

hend 300x200 1572983 2111180

Exercício para fundamental l – História do Handebol

  1. Em que pais foi criado o handebol?
  2. Complete as frases: “As partidas de handebol eram realizadas em …………………………, parecidos com os de futebol. No ano de 1966, os jogos de handebol em campo gramado foram descontinuados, passando o esporte ser realizado somente em………
  3. Quem foi o campeão mundial de Handebol em 2017?
  4. Você sabia que o próximo Campeonato Mundial de Handebol em 2019 (masculino) ocorrerá em dois países (Alemanha e Dinamarca) ?  e o feminino ocorrerá no Japão? Em quais dias e meses ocorrerão esse evento?

Então bora lá assistir?

Proposta de atividade/dinâmica – Como jogar Handebol

Passo a passo de como jogar Handebol:

  1. Separe duas equipes de sete jogadores, da qual um é o goleiro.
  2. O goleiro, durante suas defesas, é o único jogador que pode encostar a bola no pé.
  3. Em qualquer outro caso, a bola deverá ser quicada, arremessada ou recebida com as mãos;
  4. A bola oficial para a prática do Handebol deve ser de couro e sua massa e tamanho variam conforme os sexos: a masculina é uma bola maior, medindo entre 58 cm e 60 cm de diâmetro, com massa entre 425g e 475g.
  5. A feminina tem tamanho entre 54 cm e 56 cm, e massa entre 325g e 400g;
  6. A quadra deve medir 40 m x 20 m, e ter piso de madeira ou emborrachado, com duas áreas para goleiro que se localizam a seis metros do gol.
  7. A partida é composta por dois períodos de 30 minutos cada, com intervalo de 10 minutos;
  8. O ato de um jogador se deslocar quicando a bola é chamado de drible. A mão do jogador deve estar sempre aberta para que tenha um melhor domínio sobre a bola e, ao contrário do basquetebol, não é permitido conduzir a bola durante o drible.
  9. Além disso, o jogador não pode segurar a bola por mais de três segundos ou dar mais de três passos com ela;
  10. O tronco pode ser utilizado para interromper o andamento do adversário, mas braços e mãos nunca.
  11. É permitido tomar a bola do adversário com as mãos abertas. Porém, arrancar a bola ou agredir o adversário é contra as regras ( FONTE)

Abaixo, estão dois videos, que poderão lhe orientar visualmente, a forma correta de  jogar o Handebol.

Fim

Gostou de conhecer um pouco sobre a história do Handebol? Se lhe foi útil, deixe seu comentário, e compartilhe com amigos. Mas, não deixe de conhecer outros materiais aqui da Demonstre. Temos muita coisa interessante para compartilhar com você!

                                         Um abraço e até breve!

Geito ou Jeito ?

Geito ou Jeito

Geito ou Jeito  –  Qual a diferença? Existem duas  grafias para essa palavra?  Com vários significados possíveis, a palavra “jeito” confunde muito na hora da escrita, principalmente das crianças quando estão começando a aprender a escrever.

É claro que  a opção correta é  “jeito”, mas  é  muito  comum  algumas pessoas trocarem o “j” por “g” e acabam escrevendo “geito”, forma que está incorreta.

Dessa forma, separamos algumas formas  de se fazer entender os conceito e não esquecer nunca  mais.

Entendendo a diferença entre Geito  ou Jeito :

A dúvida na escrita entre “j” e “g” é justificada através de um fenômeno linguístico do português, a Homofonia, ou seja, são letras que possuem o mesmo som.

Assim , apesar de os sons serem parecidos A palavra geito não existe, a grafia correta é JEITO.

Essa confusão se dá também, porque é bem comum a troca das letras G e J na nossa língua por representarem o mesmo fonema quando formam sílaba com a vogal I e com a vogal E, formando as sílabas GE/JE e GI/JI.

Trabalhando as  diferenças de Geito ou Jeito  em  sala:

Quando  trabalhamos com Educação Infantil  e o início da alfabetização , algumas palavras vem  com a memorização e uso contínuo.

Dessa forma, o melhor  jeito de trabalhar esse conceito é com  diversas aplicações em frases, para que  se realize a memorização.

Assim, separamos  alguns exemplos  de  aplicações na frase, sendo que cada uma possui um  sentido diferente :

Ele tem muito jeito  com ferramentas.

(sentido de  habilidade)

Não tem jeito, vamos ter que encerrar a conta.

(indica PROBABILIDADE)

Dei um mau jeito no pé ontem

( SINÔNIMO de lesão)

Eu fico sem jeito de falar na frente de todo mundo

(SINÔNIMO de constrangimento)

Eu dou um jeito nisso logo.

(Conserto ou reparo )

Esse foi o meu jeito que encontrei de resolver o problema.

( indica  forma ou maneira)

Você não tem jeito, é sempre assim! (conotação negativa)

Ortografia e Gramática

  • A palavra tem origem do latim “jactu” (arranjo, habilidade) e é classificada como um substantivo masculino.
  • Assim, a sua adaptação para o português seguiu a origem e também adotou a letra “j”
  •  A consoante “j” é utilizada antes de ditongos “ei”.
  • Outras palavras que também são  escritas com a letra J  e derivadas da palavra  jeito:  ajeitar, jeitoso, ajeitado.Veja ainda um modelo  de  Atividade com a letra J :
    Resultado de imagem para atividades com a letra j

Veja também :

https://demonstre.com/silabascomplexas/
https://demonstre.com/10-atividades-para-aprender-ler/

Cuidados ao trabalhar com os sextos anos

Neste vídeo e texto vou falar especialmente sobre os cuidados que devemos ter com os sextos anos.

6 ano – Cuidados ao trabalhar com os sextos anos

O sexto ano representa uma mudança muito significativa para a vida dos alunos. Eles estão vindo do Ensino Fundamental I, cuja estrutura é bem diferente do Ensino Fundamental II.

Agora, são professores diferentes para cada disciplina, horários segmentados, disciplinas simultâneas. Agenda de provas, atividades, trabalhos e tarefas. O professor já não fica tanto tempo na sala de aula, o atendimento passa a ser menos individualizado.

Por isso, é preciso que se haja cuidados específicos ao trabalhar com os sextos anos. Não é uma mudança simples. E ela acontece em uma época da vida dos jovens salpicada por outras mudanças, umas mais superficiais, outras mais profundas.

Síndrome do sexto ano

A chamada “síndrome do sexto ano”, bastante comentada entre os professores, nada mais é do que um sintoma dessa mudança: os alunos ficam aéreos, distraídos, brincalhões, indisciplinados. A sensação, para eles, é que a escola está bem diferente do que conheciam até há poucos meses.

Os alunos do sexto ano ainda não amadureceram o suficiente para se desvincularem da necessidade de um professor condutor de turma. Antes, regidos por um ou dois professores, as regras eram estabelecidas e seguidas de perto.

Estranhamentos do aluno do 6 ano

Na nova organização os professores passam pouco tempo dentro das salas de aula, os conteúdos são mais fragmentados e as atividades mais longas geralmente são feitas em casa. Essas facilidades encantam e distraem. É uma nova rotina, com novas responsabilidades.

As primeiras semanas são as mais delicadas. Os alunos chegam ainda no ritmo do ano anterior, acostumados com uma rotina que não mais existirá. É nesse momento que a equipe pedagógica da escola, em conjunto com os professores, atuará com bastante atenção.

Acolhida no Sexto Ano

Muitas conversas sobre a nova rotina, momentos de acolhida, explicações sobre a organização das disciplinas e das atividades, e coleta de relatos dos alunos sobre o que sentem nessa nova etapa são algumas das atividades que poderão ser realizadas.

Os alunos precisam se sentir ouvidos, recebidos e compreendidos. Afinal, ninguém gosta de ser inserido de forma mecânica em uma estrutura que sequer conhece ainda, não é mesmo?

Em seguida, é hora de se fazer uma avaliação diagnóstica sobre os alunos e as turmas. Não se trata de uma prova a ser aplicada, longe disso! Essa avaliação consiste em identificar o grau de conhecimento das competências que os alunos trazem, elaborando um panorama de cada turma.

Poderão ser aplicados pequenos testes, atividades ou até mesmo exercícios orais. O objetivo não é dar nota, mas sim estabelecer um quadro geral sobre os pré-requisitos que precisam ser trabalhados com as turmas. Mas essa avaliação diagnóstica para ser completa precisa também levar em conta os comportamentos e autonomia dos alunos.

Muitos alunos durante o Fundamental I ainda caminham apoiados no auxílio permanente dos professores, que dedicando-se exclusivamente á uma única turma, conseguem dar um apoio mais individualizado. Agora, no Fundamental II, as coisas são diferentes. Avaliar o nível de autonomia desse aluno garante que, com o passar dos meses, ele consiga desenvolver suas atividades sem nenhum prejuízo ao seu aprendizado.

Com base nos resultados, é hora da equipe pedagógica traçar estratégias para o ano. Ao se conhecer o perfil da turma, fica mais fácil pensar de que forma poderão ser aplicadas as avaliações, quais alunos precisarão de um acompanhamento mais próximo e principalmente, de que forma os professores poderão desenvolver as atividades dentro de sala de aula.

Um dos cuidados ao se trabalhar com os sextos anos que não pode ser deixado de lado é a constante ponte que se deve construir entre a família do aluno e a escola. Os pais trarão para a equipe pedagógica as impressões sobre como o aluno tem reagido do lado de fora.

Além disso, a escola mantém os pais informados sobre o comportamento e o rendimento dos filhos. Como se trata de uma época delicada – a pré-adolescência – toda atenção é pouca. É importante acompanhar de perto e dividir as impressões.

A mudança ocorrida na vida do aluno é significativa, não podemos ignorar os impactos a longo prazo e seus resultados na condição emocional do estudante. Trata-se de uma fase em que muitas famílias também incentivam a independência do aluno, permitindo que eles se dirijam sozinhos à escola, cuidem de suas próprias rotinas e se organizem. Eles não se sentem mais vigiados, e isso faz com que alguns não sintam que precisam levar os estudos tão a sério.

A escola precisa também se programar para atender aqueles alunos que não conseguiram se adequar à nova organização ao longo do ano. Muitos deles precisam de reforços e explicações mais detalhadas. Tudo isso deve ser previsto e organizado com antecedência.

É importante que a escola se organize para receber essas novas turmas. Estabelecer rotinas, explicar as regras e prever as conseqüências deve fazer parte do diálogo entre professores, equipe pedagógica, pais e alunos durante todo o ano. Um ano letivo mais tranqüilo garantido pela transição planeja e segura certamente é o objetivo de todos. Depois, é só avançar para o sétimo ano!

Vídeo sobre 6 ano – Cuidados com o sexto ano

Cuidados ao trabalhar com os sextos anos: desafios do sexto ano, transição do ensino fundamental, acolhida e pais na escola.

Abaixo, o vídeo do professor Felipo Bellini falando sobre 6 ano – Cuidados com o sexto ano:

Obrigado por acompanhar esse post sobre 6 ano – Cuidados com o sexto ano

Se você gostou desse post sobre 6 ano – Cuidados com o sexto ano, não deixe compartilhar em suas redes sociais! 

Caso tenha sugestões de outros temas legais ou queira deixar alguma opinião sobre o tema não deixe de colocar nos comentários do post!

Você também pode gostar de:

https://demonstre.com/desafios-das-geracoes-xyz-na-escola-teoria-das-geracoes/

Youtube do professor Felipo Bellini: https://bit.ly/2Oq3aPL

Talcott Parsons e a Educação

Talcott Parsons e a Educação

Biografia

Talcott Edgar Frederick Parsons foi um sociólogo americano, sendo por muitos anos um dos mais conhecidos do seu país, uniu em sua obra a  sociologia à antropologia social e à psicologia clínica, sendo também o  representante mais destacado do conceito de  estrutural-funcionalismo.

Nascido em 13 de dezembro de 1902, em  Colorado Springs, Colorado, graduou-se em 1924, em Biologia e Filosofia pela Faculdade Amherst.No ano seguinte fez pós-graduação na Escola de Economia de Londres(London School of Economics), estudando a obra  de Harold Laski, R. H. Tawney, Bronislaw Malinowski, Leonard TrelawnyHobhouse.

Na sequencia, recebeu o título de Doutorado em Sociologia e Economia, na Universidade de Heidelberg, Alemanha. Sendo que, foi aonde ele conheceu e traduziu as obras de Max Weber, que não era muito conhecido nos Estados Unidos.

Lecionou por um ano em Amherst e depois conseguiu uma vaga em Harvard, em 1927, trabalhando primeiro com Economia e depois indo para Sociologia. Assim, ele criou o  Departamento de Relações Sociais, que era um projeto interdisciplinar que serviu como base, para o desenvolvimento de sua análise, que foi chamada de Funcionalismo.

Foi em 1937, com a publicação de “A Estrutura da Ação Social”, que ele obteve reconhecimento e, em 1949, passou a presidir a Sociedade  Americana de Sociologia.

Parsons morreu em  Munique, Alemanha, em 1979, mas deixou uma obra ampla,  que listamos abaixo:

  • 1937 – A Estrutura da Ação Social
  • 1951 – O Sistema Social
  • 1956 – Economia e Sociedade – com N. Smelser
  • 1960 – Estrutura e Processo nas Sociedades Modernas
  • 1961- Teorias da Sociedade – com Edward Shils, Kaspar D. Naegele e Jesse R. Pitts
  • 1966- Sociedades: Perspectivas Evolucionárias e Comparativas
  • 1968 – Teoria Sociológica e Sociedade Moderna
  • 1969 – Política e Estrutura Social
  • 1973 – A Universidade Americana – com G. Platt
  • 1977- Sistemas Sociais e a Evolução da Teoria da Ação
  • 1978 – Teoria da Ação e a Condição Humana 

Educação

Parsons foi extremamente influenciado  pela linha de pensamento de Weber e grande divulgador da obra de Durkheim,  na qual o filósofo também buscou o entendimento da ação social.

Entretanto, diferente do pensamento de Durkheim, ele acreditava que a sociedade não era um organismo vivo e sim, um sistema,  tal pensamento  ficou conhecido como a “Teoria dos sistemas sociais”. Parsons dividiu ainda,  os sistemas sociais  em três principais  sistemas, sendo que cada um possuía um estrutura própria. São eles:

  • Cultural – é a base para os outros sistemas, compreendendo os símbolos, as normas e crenças, que segundo o autor,  são os guias de conduta do individuo;
  • Personalidade – é o que mobiliza o indivíduo para que se atenda às suas carências, sejam elas de caráter biológico ou social.
  • Social – é quando os indivíduos impulsionados por uma situação ou ambiente, interagem entre si, motivados por uma necessidade de obter o máximo de recompensas e,  compartilharos elementos do sistema cultural.

Nesse sentido, o autor aponta como fator fundamental do sistema social, que os indivíduos que nele ingressam, assimilem e internalizem os valores e as normas que regem seu funcionamento, sendo este o papel da educação para o funcionamento do sistema.

Segundo Parsons, a educação pode ser entendida como socialização e, teria seu funcionamento ideal, quando houver harmonização entre os três tipos de sistema. Dessa forma, de acordo com o Professor e Doutor em Sociologia Alberto Noé,o  processo de socialização se desenvolve através de mediações primarias, ou seja, são os próprios pais  que  iniciam o processo e a criança aceita as normas do sistema social, em troca do amor e carinho maternos. Assim, ainda de acordo com o professor, a criança não percebe que as necessidades do sistema social acabam se tornando as suas.

Desta maneira, para Parsons, a educação não seria  um agente de mudanças e sim, um elemento fundamental para a conservação e funcionamento do sistema social e o indivíduo, seria apenas uma peça da estrutura desse sistema. Por esses motivos, que a teoria do filósofo não teve um  bom aceitamento entre outros estudiosos, pois a grande maioria critica a rigidez do funcionalismo imposto por Parsons, principalmente no que tange as influências sobre a construção da identidade do ser humano.

FIM

Esse foi mais um post da nossa série sobre filósofos modernos e sua relação com a Educação. Curioso para saber mais? Veja os artigos anteriores e não deixe de acompanhar os próximos, combinado?

Pestalozzi e a Educação

Olá pessoal, este post trará o tema Pestalozzi e a Educação. Espero curtam esse filósofo da educação infantil!

Pestalozzi e a Educação

Johann Heinrich Pestalozzi é conhecido por humanizar a pedagogia, nascido em 1746 em Zurique, na Suíça, filho de médico, mas que não foi atento a  educação dos filhos.

Pestalozzi e a Educação

Johann Heinrich Pestalozzi é conhecido por humanizar a pedagogia, nascido em 1746 em Zurique, na Suíça, filho de médico, mas que não foi atento a  educação dos filhos.

Estudou em um colégio primário normal e depois, chegou a estudar para ser um religioso, mas apesar de gostar da vocação religiosa,  resolveu largar os estudos, casar-se e se dedicar a agricultura.  Entretanto, Pestalozzi, não era dotado de grandes habilidades administrativas  e acabou por largar essa empreitada.

Assim, ele começou a seguir os passos de educador, em 1769, fundando seu primeiro instituto, levando algumas crianças pobres para sua casa, onde encontraram escola, que lhes ensinavam uma profissão e, acima de  tudo proporcionava um  futuro. Mas,  novamente,  a sua incapacidade de administração fez com que ele fechasse a escola.

Nesse momento, como não tinha outra ocupação,  passou a se dedicar  a escrita dos seus livros, assim, ele lançou o romance Leonardo e Gertrudes e depois, o Os Crepúsculos de um Eremita;

Em 1798, atendendo à convocação do governo, Pestalozzi montou uma escola para os órfãos da batalha  do massacre na cidade de Stans. Centenas de jovens acabaram ficando aos seus cuidados, que embora chocado com os acontecimentos, teve umas das  experiências pedagógicas mais produtivas de sua vida.

Depois disso, foi nomeado professor de algumas escolas, na qual, perto do fim da sua vida, deu origem à obra que  o imortalizou, ele adotou em  uma escola um novo sistema educacional, onde estavam suspensos os castigos, a  introdução de preceitos de cultura e higiene e, ainda a individualização da aprendizagem, de acordo com a aptidão de cada aluno.

Entretanto, suas ideias revolucionárias não agradaram na época e, Pestalozzi não teve seus conceitos durando por muito tempo. Em 1826, lança seu último livro, O Canto do Cisne, sendo uma espécie de testamento pedagógico, já que em 1827 Pestalozzi faleceu.

Os princípios de Pestalozzi para a Educação

Pestalozzi não foi um iluminista típico, seguidor de Rousseau, dava importância à vivência e à experimentação, interessando mais na formação do caráter do que somente os conhecimentos adquiridos.

Pestalozzi e a Educação e

Afirmava ainda, que todo o desenvolvimento da criança, deveria ser espontâneo e, a instrução por parte dos professores deveria se dar, para criar condições  para esse desenvolvimento. Na visão de Pestalozzi,  a criança se desenvolve de dentro para fora, colocando assim, em evidência o papel da mãe e  do afeto para gerar esse desenvolvimento, assim deixando de existir um  abismo entre o lar e a escola.

Outra contribuição essencial do pedagogo foi  estabelecer horários diversos e a separar as crianças por faixas etárias diferentes, pois segundo o autor,  deveria se respeitar os estágios de desenvolvimento pelos quais as crianças passam, dando  atenção às suas aptidões e necessidades. Nesse sentido, ele criou escolas especiais para crianças com deficiências física ou mental.

Diferente de outros educadores e filósofos, Pestalozzi aplicava os seus conceitos em sala de aula, na qual segundo ele o processo educativo deveria alcançar uma formação intelectual, física e moral. Pestalozzi não acreditava ainda,  em julgamentos externo dessa forma,  em suas escolas não havia notas ou provas, castigos ou recompensas, substituindo esse  tipo de julgamento  pelo cultivo da disciplina interior.

Pestalozzi inovou os recursos metodológicos, foi o primeiro  a usar lousas, giz e lápis, usava também cartões de madeira com as letras do alfabeto, tudo para estimular a observação sensorial dos alunos, além do que colocou em prática o método de instrução em classe.

Por fim, não há como não falarmos em Pestalozzi ao nos referirmos à Pedagogia Moderna, pois o autor revolucionou todo o sistema educacional. No Brasil, a psicóloga e pedagoga, Helena Wladimirna Antipoff, foi pioneira do movimento pestalozziano, fundando a primeira Sociedade Pestalozzi, que conta, atualmente com cerca de 100 instituições.

FIM de Pestalozzi e a Educação

A trajetória de Pestalozzi é realmente impressionante, não? Vamos ficar mais antenados nesses assuntos sobre Filosofia e Educação. Ainda teremos mais posts a respeito até o fim do mesmo. Não deixe de acompanhar.

Você também pode gostar de:

https://demonstre.com/6-teoricos-da-educacao-infantil/

Herbart e a Educação

Herbart e a Educação

(Oldenburg, 1776 - Göttingen, 1841) 
herbart 4075128 5484873

Johann Friedrich Herbart  foi um filósofo alemão e pedagogo, filho de  pais muito  bem educados, que influenciaram  diretamente seu gosto pelos estudos.  Como seu pai era advogado,  tentou influencia-lo para a mesma profissão, no entanto Herbart  logo demonstrou que não tinha nenhuma aptidãopara o Direito.

Herbart, em 1794, entrou na Universidade de Jena, onde teve como professor o filósofo Johann Fichte, sendo este um dos maiores influenciadoresde suas ideias iniciais.     Logo em seguida, trabalhou como professor particular em Interlaken, período em que ficou amigo do educador Johann Heinrich Pestalozzi, o que despertou seu gosto pela educação.

Em 1802,tornou-se professor na Universidade de Göttingen. Na sequência, deu aula na Universidade de  Königsbergaté 1833, assumindo a vaga deixada porKant, aonde fundou um seminário pedagógico e uma escola de aplicação. Nesse mesmo período,  ele publicou suas obras mais importantes: Educação Geral (1806), A psicologia como ciência (1825) e Metafísica Gerais (1829).

Herbart  direcionou seus estudos na área da filosofia da mente, aplicando-a na pedagogia, sendo que esta linha de pensamento continua estudada.

A influência de Herbart na educação

Herbart  ficou conhecido por  trazer a ciência para os estudos pedagógicos, na qual ele mantinha a doutrina de forma  organizada e sistemática. Segundo o autor,  que utilizou como base os princípios idealizados por Kant,  a pedagogia era um estudo queprecisava ser comprovado, conforme se realiza em qualquer experimento cientifico, criando assim as escolas de aplicação.

Além do aspecto cientifico, o filósofo abordou outra questão importante para o pensamento pedagógico, que seria a adoção da psicologia como base central para os processos educativos, que atualmente é a base para qualquer teoria de aprendizagem.

Herbart trabalhou ainda o conceito de “instrução educativa”,na qual  segundo o autor, não bastava transmitir uma informação somente, pois essas  não fariam efeito para transformar ou  formar novas ideias, mas dever-se-iaconstruir uma educação com base na conscientização e percepção, sendo este um fator determinante para o comportamento e a ação do homem.

Nesse sentido, ele apontou  cinco passos para se alcançar a mencionada instrução:

  • Preparação: nessa etapa, compete ao professor buscar o conteúdo  que já foi ensinado, ou mesmo vivencia pessoal, para poder despertar o interesse para o  novo;
  • Apresentação: nesse segundo momento, seriam feita a exposição dosconteúdos, que segundo o autor, deveria ser feito com clareza, partindo sempre do mais simples até o mais complexo;
  • Assimilação: pode ser chamada de associação ou comparação, aonde à medida que são apresentadas os novos conceitos, o aluno começa assimilar o conteúdo  à medida que forem relacionados com os já conhecidos.
  • Generalização:também conhecida por sistematização,tem grande importância para a instrução na fase da adolescência, neste passo a mente é desenvolvida na sua capacidade máxima e, o aluno  passa a ser  capaz de abstrair, chegando a conceitos gerais;
  • Aplicação: seria a parte pratica dos conhecimentos recebidos, por meio de exercícios, aplicando as novas situações para um sentido novo para a vida e,  não apenas um acúmulo de conteúdos.

Para tanto, caberia ao professor ter a capacidade de gerar o interesse pela aprendizagem, educando a criança em todo seu intimo, favorecendo não somente a cultura formal, mas trabalhando a formação do individuo.

Assim, podemos concluir que o método de  Herbart é muito amplo e completo, no qual é possível de ser aplicadoem todas as fases do aprendizado. Sendo que, atualmente, podemos afirmar também,  que não existiria a educação moderna se o filósofo não houvesse a abordado como uma ciência, devendo então  ser  pensada e refletida como tal.

FIM

  Gostou de saber mais sobre Herbart? Bem interessante a trajetória desse filósofo alemão, não é? Fique de olho no nosso portal para ter mais textos voltados para a Educação.       

Antônio Gramsci e a educação

Antônio Gramsci e a educação

gramsci 1180x472 2194704 2852795

Antônio Francesco Gramsci, nascido em 22 de janeiro de 1891, em Ales,  Sardenha, Itália  e falecido em 27 de abril de 1937, aos 46 anos, em  Roma, Itália.

Gramsci foi um dos maiores seguidores de Marx e, um dos precursores do pensamento de esquerda no mundo, sendo também um dos fundadores do Partido Comunista Italiano. Nascido em  uma família muito pobre e com muitos irmãos, desde cedo teve uma saúde frágil, entretanto sempre foi um estudante brilhante e, aos 21 anos entrou na Universidade de Turim, no curso de letras.

No ano de 1921, deu inicio a ala radical dando origem ao Partido Comunista, um seguinte, 1922,  em uma visita a Rússia,  ele conhece sua futura esposa, com quem teve dois filhos.

Gramsci foi preso em 1926, pelo regime fascista de Benito Mussolini, onde em sua condenação, ficou conhecida a frase: “Devemosinutilizar por 20 anos esse cérebro perigoso”  e, assim ele foi  condenado a  20  anos de cadeia. Entretanto como o  estágio de sua tuberculose se agravou muito e os fascistas não queriam que ele morresse dentro da cadeia ( para evitar criar um mártir), foi solto dez anos depois da sua condenação, mas  poucos dias depois veio a morrer em uma clínica em Roma.

Apesar de submetê-lo a um regime severo, enquanto estava preso lhe foi permitido  escrever cartas e nota, no qual deu origem a suas obras “Cadernos do Cárcere e Cartas do Cárcere”.

A influência de Gramsci na Educação

                        A base do trabalho do filósofo se dá no conceito da Hegemonia, que segundo o autor, estaria diretamente ligada ao domínio das classes sociais. Nesse sentido, a hegemonia poderia se dar na criação de um senso comum sobre determinadas questões, fazendo com que a população acredite que esse seja o correto e não haja resistência, que o autor denominava de domínio por consenso e, outra forma de se obter esse domínio seria pela força, como o caso das instituições políticas e o estado.

Dessa forma, para Gramsci, toda relação de hegemonia é necessariamente uma relação pedagógica”, ou seja, para se obter poder e domínio é necessário primeiro conquistar as mentes, aonde ele apontava a importância dos intelectuais,  no qual  intelectual não  se referia a uma formação acadêmica específica, mas sim qualquer homem com capacidade de pensar e  fazer a ligação entre superestrutura e infraestrutura, independente de sua escolaridade.

                         Assim, para ele,  os intelectuais teriam papel fundamental nas transformações sociais,  Gramsci ainda os classificou, como:

  • Intelectuais tradicionais:são de origem burguesa, ou ainda, as classe dominantes economicamente, que segundo o autor, “se põem a si mesmos como autônomos e independentes do grupo social dominante” dada a sua “qualificação” e sua “continuidade histórica”, ou seja, por sua condição eles não se sentiam obrigados a participar da política ou das transformações filosóficas.
  • Intelectuais Orgânicos: são pessoas aptas para exercer funções culturais e educativas, a fim de organizar manter a hegemonia social e o domínio estatal da classe que representam, possuindo assim papel fundamental na sociedade.

                        A abordagem de Gramsci sobre as escolas é bem clara, ele afirmava que “a escola é o instrumento para formar intelectuais de vários níveis“. Assim, ele realizou  um trabalho nas escolas públicas italianas, no qual ele pode apontar que julgava que precisava mudar.

Entre esses pontos, ele menciona que as escolas não deveriam ser técnicas e deveriam formar indivíduos para serem intelectuais.  Defendia ainda,  que as escolas deveriam apresentar um currículo que envolvesse  todas as noções básicas em seus primeiros anos e, também ensinar os direitos e deveres de cidadão, por esses motivos  afirmamos que foi Gramsci quem  agregouo conceito de formação da cidadania, como um dos objetivos da escola ou da pedagogia.

Desse modo, a escola prevista  por ele  seria unilateral, ou seja, englobaria uma proposta de educação, técnica e política,  para que todas as classes sociais pudessem ter obter qualificações técnicas, podendo atuar no campo produtivo, mas também adquirir formação geral que lhes possibilite ampliar sua participação na sociedade ou nos governos.

No Brasil, as ideias de Gramsci  influenciaram diretamente a formação dos conceitos pedagógicos sobre a sociedade civil, principalmente na década de 80 e,  inspirando  Paulo Freire, principalmente na obra “Pedagogia dos Oprimidos”, aonde ambos abordam um verdadeiro descaso em relação ao sentido amplo de escola, conforme podemos observar no sistema educacional do Brasil.

    FIM

Quer saber mais sobre outros sociólogos e sua relação com a educação? Não deixe de acompanhar nosso portal. Ah, e não vai esquecer de compartilhar o texto com seus amigos, combinado? Até a próxima!

Max Weber e a educação

Veja este resumo que preparei apresentando o filósofo Max Waber e sua relação com a educação ocidental.

Max Weber e a educação

Max Weber sociologo 8759989 3429545

A obra de Max Weber é considerada fundamental para a Sociologia moderna. Nascido em Erfurt, Alemanha, em 21 de abril de 1864, foi filho de pais intelectuais, liberais e de fé protestante.

Em 1882, se matriculou no curso de Direito, mesma profissão do seu pai, e 1889 teve sua tese de doutorado publicada, já se estabelecendo como advogado na sequência. Em 1893, Weber casou-se e aceitou uma cadeira na Universidade de Friburgo, mas apenas cinco anos mais tarde ele começou a sentir os sintomas dos seus problemas nervosos, depressão e neurose, que iriam acompanha-lo até o final da vida, chegando até afastá-lo de suas funções.

Apesar das suas crises de saúde, a sua capacidade de produção intelectual continuava alta, e ele continuou publicando diversos ensaios para revistas importantes na Alemanha e em 1904, após uma viagem para os Estados Unidos, ele publicou sua obra mais importante “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo”.

Passou o resto dos seus dias atuando intelectualmente nas discursões ocorridas na Alemanha, servindo de referência para diversos estudiosos da época. Ele morreu em junho de 1920 de pneumonia, deixando inacabado seu último livro, que seria a revisão de toda a sua obra e umas das mais importantes, “Economia e Sociedade”.

Sua influência na educação

Em seus ensaios Weber não chegou a tratar especificadamente sobre a educação, mas existem passagens em seus textos que mencionam uma possível conduta do educador e diversos outros textos que geravam entendimentos aplicáveis à área, além do que o mesmo foi educador durante toda a sua vida.

Um dos conceitos principais de Weber baseia-se no fato que as motivações das ações dos indivíduos possuem um sentido determinado por seu autor, o conceito de “ação social”. Diferentemente de Marx e Durkheim, ele não acreditava nos fatalismos externos e sim, que todo ser humano era livre para agir e construir sua realidade e, que caberia a sociologia entender os fatores que determinam essas ações, ou seja, Weber começou a estudar a individualidade dos seres.

Dessa forma, Weber estipulou quatro tipos ideais de ações sociais: a ação racional com relação a fins, com relação a valores, a ação afetiva e a ação tradicional.

A ligação das ideias de Weber com a Educação começou a aparecer nos seus conceitos de racionalização e burocratização, na qual ele entendia que era necessário para a sociedade à burocratização e a autoridade racional legal, ou seja, uma autoridade que é conseguida pela crença na legalidade das regras normativas e na aceitação dessa autoridade. E um jeito de se conseguir isso seria por meio das escolas, transformando a educação em uma educação racionalizada e o homem em um ser obediente.

Weber sem seus estudos, não pretendia formar uma opinião única ou gerar um padrão educacional, mas apenas apontava algumas questões que julgava importante, como por exemplo, ele acreditava que podíamos definir a Educação em três tipos principais: a educação para o cultivo do saber, racional para a burocracia e a carismática, que contribuíram para que os indivíduos desempenhassem papéis sociais diferenciados e que, dependendo da época, um determinado tipo de educação era mais valorizado.

Nesse sentido ainda, Weber mencionava que a educação servia como uma forma de seleção social. No qual, como acontece em outras instituições, ocorre uma espécie de processo seletivo, onde teriam uma forma de admissão considerando determinadas qualificações específicas dos indivíduos, que são examinadas e precisam do consentimento dos demais membros.

Weber contribuiu principalmente, para podermos entender a educação por um ponto de vista global, aonde ele abordava as questões religiosas, políticas, filosóficas e as especializadas. Apesar ainda, de trabalhar muito fora do ambiente tradicional de aula, ele estudou também o comportamento ideal do professor, enfatizando que a universidade não é o lugar adequado para esse profissional expor seus pontos de vista. Segundo ele, cabia ao professor apenas o reconhecimento dos fatos, mesmo os que fossem desagradáveis e não deveria fazer julgamentos, para que assim evitar que os preconceitos tomassem conta da formação dos alunos.

Assim, de acordo com o professor Alonso Bezerra de Carvalho, a linha de pensamento de Weber, “permite a compreensão da educação brasileira sob a perspectiva institucional, pois exprime as características singulares do nosso processo de formação”.

O professor ainda nos chama a atenção quanto ao fato do nosso ser sistema educacional ser antiquado e, que uma possível maneira de utilizar as ideias Weberianas, seria diagnosticar o verdadeiro papel que professores e alunos cumprem na escola, tendo o tipo ideal descrito por Weber como parâmetro primordial.

FIM

Quer ficar antenado em temas relacionados à educação e outras questões? Não deixe de acompanhar nosso portal. Ah, e não vai esquecer de compartilhar este texto com seus amigos, hein?

Durkheim e a educação

Durkheim e a educação

durkhein 5444900 8678388

Émile Durkheim foi um sociólogo francês considerado um dos pais da sociologia moderna e responsável por consolidar a disciplina acadêmica, inspirando profundas pesquisas na área.

Nascido em uma família de rabinos, em 1858, foi educado rigidamente, mas não seguiu os preceitos judaicos, indo morar  durante dois anos na Alemanha e estudar Ciências Sociais, aonde conhece Wundt[1].

Durkheim começou estudando as teorias de Conte, que foi o primeiro  a usar o termo “sociologia” e buscava uma moral científica que fosse forte o suficiente para reorganizar a vida em sociedade, substituindo as superstições religiosas.

Émile Durkheim deu seguimento as essas teses e as aprimorou-as e,  assim escreveu seus primeiros artigos de sucesso em 1886. Depois disso, começou discutir, os aspectos de uma instrução pública e em 1902, assume a cadeira de sociologia na Universidade de Paris.

Foi profundamente afetado pelos fatos sociais de sua época, como as crises da Comuna, o caso Dreyfus,o assassinato de Jaurés, imersos nestes casos, estes passaram a ser seu principal objeto de estudo. Suas principais obras foram:Da divisão do trabalho social, 1893; Regras do método sociológico, 1895; O suicídio, 1897 e As formas elementares de vida religiosa, 1912;

Durkheim ainda sofreu ataques pessoais por sua ascendência estrangeira na Primeira Grande Guerra e perdeu também seu filho, sendo essa a causa, apontada por alguns historiadores, de sua depressão e morte no ano seguinte, 1917.

O pensamento educacional de Durkheim

Mesmo sendo um dos pais da Sociologia, Durkheim  ao longo de sua carreira tornou-se professor  e coordenador pedagógico de curso, assim  adotou a  pedagogia  e passou a estudá-la  como uma ciência, em seu ponto de vista, tão exata quanto à sociologia.

Dessa forma, em seus estudos ele define a educação como um conjunto de açõesdas gerações adultas exercidas sobre as que ainda não alcançaram o estatuto de maturidade para a vida social, ou seja, para Durkheim é por meio da educação que são impostos os padrões de comportamento morais necessários para que se mantenha a coesão da sociedade.

Para ele, a pedagogia estava diretamente ligada aos aspectossociológicos, já que educar uma criança é prepará-la a participar da vida em sociedade,  trazendo ao professor essa responsabilidade, independente do modelo de  instituições pedagógicas que possui.

Ainda segundo ele, a educação  não deveria ser desligada das causas históricas,aonde serianecessário considerar ossistemas educativos que existem, ou tenham existido, compará-los e aprender com cada uma deles. Assim,  o individuo saberia quais são suas origens e as condições de que depende, e tudo isso não  seria possível  sem ir à escola.

Como cada período histórico possui uma característica particular,Durkheim acreditava que isso inviabiliza a aplicação de um mesmo modelo pedagógico, sendo quea educação será sempre o reflexo da sua sociedade, que está em constante transformação, essa é uma das razões pela qual ele não desenvolveu métodos pedagógicos específicos.

Outro ponto importante a ser observado, sobre o pensamento Durkheiniano, é que ele entendia e assemelhava a sociedade como um organismo vivo, onde cada membro possui um papel especifico e uma tarefa única, para contribuir com o bem maior, que seria a sociedade, o que chamamos de corrente funcionalista.

Dentro desse contexto, para Durkheim a ação educativa funcionaria de forma normativa, que iria moldar a criança para o papel a qual ela foi destinada dentro da sociedade civilizada,  isso tudo com extrema disciplina, aonde suas tendências serão vigiadas,medidas e avaliadas, não dando espaço para curiosidades e nem imaginação.

Ele ainda acreditava que esta função só seria possível, se fosse centralizada pelo Estado, já que refere-se ao papel da criança no meio social e seu interesse pelos trabalhos a serem desenvolvidos. Por esse motivo, Durkheim é também um dos precursores do conceito de escola pública.

Apesar de parecerem ultrapassadas, atualmente,  ainda temos uma grande influência  dos métodos de Durkheim, como a elaboração e adoção dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs),  que é uma  padronização na indicação dos conteúdos curriculares e também de mensuração de resultados atingidos pelos alunos.

[1]Wilhelm Maximilian Wundt foi um médico, filósofo e psicólogo alemão. É considerado um dos fundadores da moderna psicologia experimental

FIM

Gostou desse conteúdo? Sempre bom conhecer mais sobre a história de personalidades como Émile Durkheim, não? Então, aproveite e compartilhe o post com mais gente, para que eles fiquem mais antenados também.

A educação dos jesuítas no Brasil

A educação dos jesuítas no Brasil

cia de jesus 9847014 7558517

A ordem dos jesuítas, ou Companhia de Jesus, teve papel fundamental na formação social do Brasil colonial. Criada em 1537, com o grande objetivo de converter infiéis e, tentando acima de tudo uma reação contra a recente reforma protestante, sendo formada por um grupo de seis estudantes (um português e cinco espanhóis), era liderada por Inácio de Loyola, ex-soldado basco que abandonou a vida de arruaças, enquanto convalescia do ferimento feito por um tiro de canhão.

Três anos depois de fundada, a ordem foi oficializada pelo papa, e a Companhia de Jesus acumulou poder graças às boas relações com a Coroa e ao controle da mão-de-obra nativa, sendo que sua missão era catequizar e evangelizar as pessoas, pregando o nome de Jesus.

Ao iniciar suas andanças pelo mundo,  a estranheza entre catequizador e catequizado era inevitável, aonde de um lado, eles encontravam índios canibais politeístas, que sabiam tudo de plantas, ou ainda, chineses de olhos puxados,  com poucos pêlos no corpo e conhecimentos fantásticos de astrologia e matemática e, viam poroutro ladoeuropeus barbudos e suados, completamente vestidos.

Entretanto, essa proximidade com as tribos permitiu que eles fossem os primeiros a  documentar as  diferentes culturas,como por exemplo, sendo o primeiro dicionário português-tupi escrito por Anchieta, sem o qual talvez não tivéssemos registro da língua.

Os padres também melhoraram os mapas da época, porque costumavam detalhar em cartas os lugares por onde passavam, foram eles que encontraram uma rota terrestre entre Índia e China e descobriram que Califórnia e Coréia não eram ilhas.

Dessa forma, os missionários foram à Índia, China, Japão, Etiópia, Canadá, Indonésia, entre outros países. Assim, quando os portugueses descobriram o Brasil , os  jesuítas tiveram a incumbência de vim, educar e ensinar o idioma aos novos selvagens.

O projeto educacional dos jesuítas                      

padre anchieta 4985869 8591165rp

A base educacional dos jesuítas era a catequização, entretanto aqui no Brasil o projeto de educação jesuítico ia além, tinha uma base transformadora social.

O padre Manuel da Nóbrega comandou os primeiros jesuítas a chegarem ao Brasil, eles desembarcaram na Bahia, em 1549, na expedição de Tomé de Souza, enviado para ser o governador-geral da colônia.

Os jesuítas se dedicaram a propagação da fé católica e ao trabalho educativo,ensinando os índios a ler e escrever.

Indo de Salvador até o sul , em 1570, vinte e um anos após a chegada, já era composta por cinco escolas de instrução elementar (Porto Seguro, Ilhéus, São Vicente, Espírito Santo e São Paulo de Piratininga) e três colégios (Rio de Janeiro, Pernambuco e Bahia).

Assim, passados  mais de 400 anos, deve-se aos jesuítas a abertura dos primeiros colégios no Brasil,a valorização do hábito do estudo e grande parte do registro conhecido da cultura indígena.

Nas escolas jesuítas funcionavam alguns princípios que se mantiveram por mais de duzentos anos,  são eles: unificação do método de ensino por todos os professores, ênfase na concentração e na atenção silenciosa dos alunos e um processo de ensino ligado à repetição e memorização dos conteúdos apresentados.

Todos estes princípios se sobressaem na Ratio Studiorum (Ordem dos Estudos), síntese da experiência pedagógica dos jesuítas, composta de normas e estratégias, que visavam à formação integral do homem, de acordo com a fé e a cultura católica daquele tempo.

Os jesuítas não se limitaram à alfabetização; além do curso básico, eles ofereciam os cursos de Letras e Filosofia, considerados secundários, e o curso de Teologia e Ciências Sagradas, de nível superior, para formação de sacerdotes.

Para que a catequização fosse realizada, era necessário que os indígenas aprendessem a língua portuguesa para a leitura de trechos bíblicos e o ensino da prática religiosa católica, educando não somente os indígenas, mas também os filhos de colonos, principalmente dos senhores de engenho.

A educação era rígida e a disciplina era duramente cobrada, em caso de desobediência a alguma norma ou mesmo no erro de alguma lição, os alunos eram punidos com castigos, muitas vezes físicos. O mais conhecido foi o uso da palmatória, um instrumento de madeira utilizado para bater na palma da mão dos alunos.

FIM

E aí? Muito interessante saber como foi a educação dos jesuítas aqui no Brasil, não é? Não deixe de compartilhar essa informação com seus amigos e familiares. Aposto que eles vão adorar saber.

5 Atividades para inferir uma informação implícita em um texto

Você esta precisando de idéias de atividades legais para trabalhar na sala de aula? Aqui estão 5 atividades a serem realizadas na sala de aula que você e seus alunos.

Atividades para inferir uma informação implícita em um texto

São atividades que podem ser desenvolvidas nas disciplinas de português, literatura e redação.

Procura textos -Atividades para inferir uma informação implícita em um texto

Essa atividade é realizada individualmente por cada aluno, estimulando a leitura e a identificar textos de diferentes gêneros, com o intuito de melhorar o aprendizado.

pexels photo 97076 300x200 1091677 2589591

Materiais: Caixa , folhas de papel.

Passo a Passo da atividade Procura de textos

  1. Em casa o busque os textos, imprima, e dobre os papeis.
  2. Coloque os papeis dobrados com os textos dentro da caixa.
  3. O aluno coloca a mão dentro da caixa e retira o papel.
  4. O aluno irá abrir o papel e ler o texto com a informação implícita em voz alta.
  5. O professor faz uma pergunta relacionada ao texto, para saber se realmente o aluno entendeu.

Discurso de texto –Atividades para inferir uma informação implícita em um texto

O professor escolhe um assunto a ser discutido em sala de aula, em divide a sala em 2 grupos, para um grupo defender e o outro protestar o sobre o assunto.

color pencil drawing coloring colored pencils 159825 300x196 2957977 4754756
Materiais: nenhum.

Passo a Passo da atividade discurso de texto

  1. O professor escolhe um texto ou um pequeno livro.
  2. Repassa para que os alunos estudem.
  3. Separe os alunos em 2 grupos. na sala de aula coloque um grupo de um lado e o outro.
  4.  Em casa elabore perguntas a serem discutidas.
  5. A equipe que tiver mais acerto vence.

Procura de imagem -Atividades para inferir uma informação implícita em um texto

Fazer um trabalho em grupo para a procura de uma imagem baseada em informações implícitas.
pexels photo 584305 300x201 5933882 9465369

Passo a passo da atividade procura de imagem

  1. Cada aluno individualmente irá fazer uma pesquisa em jornais, revistas ou internet .
  2. O aluno em casa irá produzir frases de acordo com a imagem.
  3. Estabeleça um prazo para entrega
  4. O professor leva pra casa e irá fazer a correção.
  5. Em sala de aula tenha uma discursão sobre as frases de cada aluno.

Debate Literário – Atividades para inferir uma informação implícita em um texto

Passar um assunto, para os alunos estudar em casa, e na escola formar um debate sobre o assunto.

pexels photo 207756 300x225 1313017 2896319

Passo a passo da atividade Debate Literário

  1. Forme os grupos na sala de aula.
  2. Escolha os assuntos a serem trabalhados com informações implícitas.
  3. Forme um debate na sala de aula.

Palavras Bastante utilizadas – Atividades para inferir uma informação implícita em um texto

Existem palavras que são muito utilizadas no dia a dia, e muitas das vezes não sabemos o significado.
pexels photo 262034 300x200 9760016 7578088

Passo a Passo – Palavras pouco utilizadas

  1. Faça uma tabela grande no quadro.
  2. Coloque o nome das palavras que dê ideia de implícita dentro da tabela.
  3. Escolha uma palavra e escolha um aluno para dar o significado de cada palavra.
  4. Se o aluno não souber mostre o significado.

FIM das a Atividades para inferir uma informação implícita em um texto

Bom, é isso, espero que você tenha gostado do nosso material. Confira outras listas de atividade em nossa fanpage e não deixe comentar e compartilhar!

Volta as aulas em tempo integral – Semana do acolhimento

Olá pessoas, hoje vamos falar mais um pouco sobre a volta as aulas em tempo integral e como foi a calorosa semana do acolhimento. Vamos ao post!

Como prometido, estou trazendo mais um post comentando sobre a volta as aulas em tempo integral no Alfredo Mesquita Filho.

Volta as aulas em tempo integral – Semana do acolhimento

O volta as aulas em tempo integral foi bem do jeito que eu imaginava, Divertido, entusiasmante e bastante cansativo. Tirando essa última parte foi um dia maravilhoso, e cheio de diversão.

Neste post vou falar sobre a semana do acolhimento na volta as aulas em tempo integral e também sobre os jovens protagonistas que foram os nossos acolhedores nesse volta as aulas. Vale a pena conferir!

Jovens protagonistas

Na volta as aulas em tempo integral, a Escola Estadual em T.I. Alfredo Mesquita Filho, contou com a presença de um grupo de ex-estudantes de escolas em tempo integral. Os jovens protagonistas.

Esse grupo de alunos, foram os estudantes da primeira escola pública em tempo integral do Brasil, lá em Pernambuco.

jovens protagonistas

Juntos à esses jovens e ao corpo docente da escola, nós, alunos, tivemos uma semana com atividades, dinâmicas e brincadeiras que abordaram os temas de tempo integral, protagonismo e os 4 pilares da educação.

Muitos desses jovens tiveram problemas quando eram estudantes, sendo eles pessoais, familiar ou financeiros.

Mesmo por terem passado por momentos de dificuldade eles mostraram que conseguiram alcançar seus sonhos, sendo protagonistas da própria vida e se esforçando para conseguir ser o melhor.

O que é ser um jovem protagonista?

Ser jovem protagonista, é tentar dá o melhor de si em tudo que faz. Fazer por onde ser o personagem principal de sua história, participar de projetos sociais e escolares, clubes. Isso lhe torna um jovem protagonista.

Semana do acolhimento

A semana do acolhimento foi de uma super importância para conhecermos mais sobre o projeto do tempo integral e também ter uma maior oportunidade para conhecermos os professores e colegas que iremos ter que lidar e conviver durante todo o ano letivo.

Foi uma incrível oportunidade para aprendermos mais sobre nos mesmos, nossos defeitos e qualidades, além de aprender um pouco sobre o outro. As atividades, dinâmicas e brincadeiras propostas neste volta as aulas, nós permitiram refletir mais sobre quem somos e quem queremos ser em um futuro próximo.

Além de tudo isso, nos fez conhecer as maravilhosas oportunidades que teremos este ano, com a escola em tempo integral. Cabendo a cada um de nós, saber qual é a melhor forma de aproveitara-las.

Assim que chegamos na escola, fomos divididos em grupos. O grupo laranja e o grupo verde.

Foi feito um contrato de convivência, em que todos nós, assinamos. Neste contrato foram propostas regras que teremos que cumprir durante todo o ano, assim a escola se tornara um lugar harmônico e feliz.

No fim, Depois de aprender tudo sobre os 4 pilares da educação, protagonismo e ensino em tempo integral. Tivemos o dever de preparar uma culminância que foi apresentada para as outras turmas.

A minha teve a ideia de criar um jornal, no qual teve previsão do tempo, reportagem, convidados especiais e claro os apresentadores. Além de um poema que também fizemos.

No decorrer deste ano será necessário, aprender a conviver com bastante harmonia e tranquilidade, lembrando sempre dos 4 pilares da educação.

Quais são os 4 pilares da educação?

Os 4 pilares da educação são: Ser, Conhecer, Conviver e Fazer. Todos eles estão ligados um no outro, mas cada um deles possui o seu valor, se pelo menos um desses quatro pilares for destruído os outros três não vão conseguir suportar o verdadeiro peso da educação.

Para termos uma boa educação é preciso aprender cada um desses quatro pilares.

Ser – Este é o pilar que integra todos os outros, aprender a ser é conhecer quem você é, Ter em mente um sentido ético, desenvolver pensamento critico, independente e adquirir ferramentas para aguçar conhecimento. Isso é aprender a ser.

Conhecer – Construir o conhecimento, aprender coisas novas, compreender tudo e todos. São um dos critérios para aprender a conhecer. É sempre bom buscar aprimorar os seus conhecimentos.

Conviver – Para aprender a conviver, basta ter respeito por todos, fazer sem pedir nada em troca, ser capaz de fazer trabalhos em grupo, saber dividir, participar de projetos simples, aprender a compreender o próximo. Essas coisas são ideais para ter uma boa convivência.

Fazer – Aprender a fazer, é ir além do seu conhecimento teórico, é preciso por em prática tudo aquilo que você aprendeu durante sua vida. esse pilar é essencial para vivermos em sociedade.

Obrigado por acompanhar até aqui!

Bem pessoal, este foi o post sobre o volta as aulas em tempo integral, espero que tenham gostado, comentem o que acharam do post.

Espero que esse seja um ano bastante produtivo para todos, Repleto de novas oportunidades. Sou muito feliz por fazer parte, e ser um protagonista dessa história! Tudo de bom para vocês.

Atividades com a letra G

Olá! Como estão? Preparados para mais uma lista de atividades com as letras do alfabeto? Chegamos na lista de atividades com a letra G, nossa sétima letra do alfabeto. A letra G nos ajuda muito na fase de alfabetização pois nos permite uma associação de imagens e leitura/escrita que são essenciais para o aprendizado.

Atividades com a letra G

Confira esta lista de atividades para trabalhar em sala de aula e aproveite a quantidade de associações que esta letra tem para auxiliar no aprendizado. Trabalhe com arte, imagens e muita imaginação.

Atividades com a letra G: Gol

Gol 3023471 2048765

Esta atividade é feita para trabalhar a palavra GOL, que se inicia com a letra G. Bem parecida com a atividade do futebol, vamos treinar acertar o gol e aprender um pouco mais sobre as palavras que se iniciam com a letra G.

Recursos para a atividade:

  • 4 Caixas de papelão ou cestos de lixo vazios.
  • Bola.
  • Área ampla.
  • Fichas com palavras com a letra G.

Passo a passo para a atividade:

  1. Disponha as caixas em fileira e escolha uma para que a criança acerte.
  2. Na caixas, coloque a ficha com as palavras.
  3. Peça a criança para que acerte a bola no gol que tenha determinada palavra.
  4. O objetivo é que as crianças treinem a leitura para saber qual palavra terá que acertar.

Atividades com a letra G: Jogo da Garrafa

Garrafa 1946374 5764951

o jogo da garrafa é uma atividade muito boa para exercitar o trabalho em grupo e a aquisição de vocabulário. Muito famoso e usado por muitos professores, este jogo reúne a turma e traz muita diversão.

Recursos para a atividade:

  • Uma garrafa vazia.
  • área ampla
  • fichas com temas como:
    Lugares
    Comidas
    Animais
    Casa
    Nomes

Passo a passo para a atividade:

  1. Reúna as crianças em uma roda.
  2. Coloque a garrafa no meio.
  3. Rode a garrafa.
  4. A criança que sair com a boca da garrafa escolhe um tema.
  5. A criança que sair com o fundo da garrafa precisa dizer uma palavra do tema que tenha a inicial com a letra G.
  6. Continua o jogo até que todos tenham participado.

Atividades com a letra G: Girassol

Girassol 4012129 4913953

Vamos trabalhar um pouco de arte para aprender sobre a letra G. Deixe que as crianças decorem seu girassol e discuta entre si sobre as coisas da natureza que iniciam com a letra G.

Recursos para a atividade:

  • Desenho de um girassol para colorir.
  • Lápis de cor e giz de cera.
  • Caneta marcadora.

Passo a passo para a atividade:

  1. Deixe que as crianças decorem o desenho do girassol como preferirem.
  2. Em cada pétala do girassol, peça para que as crianças escrevam palavras com a letra G que lembrem a natureza e o que as flores transmitem.
  3. Deixe que as crianças discutam as palavras entre si.

Atividades com a letra G: J ou G?

G 6188450 2329425

Esta dúvida está presente em grande parte da nossa alfabetização. Muita gente tem dúvidas a respeito de como escrever certas palavras. Esta atividade vai ajudar a desvendar estes mistérios.

Recursos para a atividade:

  1. Fichas de palavras com a letra G e a letra J.
    Exemplos:
    Girafa
    Janela
    Jogo
    Jiló
    Gente
    Gelo
    Gesto

Passo a passo para a atividade:

  1. Separe as crianças em dois grupos.
  2. Cada grupo leva um participante à frente por rodada.
  3. Os dois participantes (um de cada grupo) tiram par ou ímpar.
  4. Quem perder, precisa ouvir a uma das palavras da lista e adivinhar com qual letra ela inicia, J ou G?

Atividades com a letra G: Animais com G

animais-g-1988873-5876986

Sabemos que existem muitos animais cujo nome inicia com a letra G. Para esta atividade vamos trabalhar com arte e aumentar um pouco o vocabulário das crianças trabalhando com estes animais.

Recursos para a atividade:

  • Papel Kraft
  • Canetinha colorida
  • Giz de cera
  • Lápis de cor

Passo a passo para a atividade:

  1. Nesta atividade vamos criar um mural de animais.
  2. Converse com as crianças e façam uma lista de animais cujo nome tenha a inicial G.
  3. Você pode separar as crianças em grupos e pedir para que cada grupo pesquise mais sobre os animais encontratos
  4. Dicas de animais:
    Gorila
    Gato
    Galo
    Galinha
    Girafa
    Grilo

Atividades com a letra G: Gira gira das sílabas

Carrossel 5195556 3652238

Uma ótima atividade para exercitar o trabalho em grupo e aproximar a turma. Brincar de gira gira é muito divertido, ainda mais quando podemos aprender brincando

Recursos para a atividade:

  • Área ampla
  • Bola

Passo a passo para a atividade:

  1. Reúna as crianças em um círculo.
  2. Uma criança começa com a bola.
  3. A criança precisa escolher uma sílaba que inicie com a letra G.
  4. Esta criança manda a bola para outro coleguinha.
  5. O outro colega precisa achar uma sílaba para completar a primeira e formar uma palavra.

FIM

Acabamos mais uma lista das nossas atividades do alfabeto. Logo mais teremos exercícios sobre a letra G, não deixe de acompanhar o blog.

Incentive sempre a leitura e a escrita para as suas crianças, seja na escola ou em casa.
Dúvidas ou sugestões, não deixe de comentar aqui embaixo.

Agradeço pela leitura.

Abraços.

10 Atividades de Sinônimo

Atividades de sinônimos não são importantes somente na gramática. Aprender sobre palavras e sinônimos, ajuda na produção de texto, no conhecimento de escrita e no desenvolvimento de vocabulário. É preciso estimular a leitura e a compreensão das crianças para que elas estejam sempre seguras nas palavras e na escrita. Capazes de criar e de diversificar nas suas produções de texto.

10 Atividades de Sinônimo

Aprender com atividades e jogos é muito mais divertido. Confira esta lista de atividades de sinônimo para aprender mais sobre as palavras. Estimule a criatividade, o vocabulário e o raciocínio das crianças, confira:

Atividades de Sinônimo: Ditado dos sinônimos

study 921885 960 720 7721700 3136853O ditado é uma atividade muito importante para o raciocínio lógico da criança, permite estimular o raciocínio e a criatividade. Trabalhar com ditados é sempre importante em todas as fases da alfabetização. Este é um ditado diferenciado, onde as crianças escreverão sinonimos das palavras ouvidas.

Recursos para a atividade:

  • Folha de papel.
  • Lápis de escrever.

Passo a passo para a atividade:

  1. Faça uma lista de palavras que tenham sinônimos mais fáceis.
  2. Faça o ditado as palavras para as crianças.
  3. As crianças precisam escrever no papel, palavras que são sinônimas das que você ditou.
  4. No final, fala os sinônimos aceitos para cada palavra.
  5. Cada acerto, dá um ponto para a criança.
  6. Ganham, as crianças que tiverem mais pontos no final.

Atividades de Sinônimo: Futebol dos sinônimos

child 1666675 960 720 1072800 7940451

Como já sabemos, aprender brincando é sempre melhor, pois aumenta o interesse e a capacidade de absorção das crianças. Este jogo estimula a atividade física e ajuda a melhor o vocabulário dos sinônimos das crianças

Recursos para a atividade:

  • Use cestos de lixo para fazer o gol.
  • Uma bola.
  • Placas de papel com palavras escritas.
  • Fichas de papel com os sinônimos dessas palavras.

Passo a passo para a atividade:

  1. Vire os cestos para que eles fiquem no lugar do gol.
  2. Cole as plaquinhas em cada um dos cestos.
  3. A criança precisa pegar uma ficha com o sinônimo.
  4. Ela chuta a bola no gol onde está a palavra que se relaciona com a que ela tirou.
  5. Cada acerto, conta um ponto.

Atividades de Sinônimo: Dardo dos antônimos

darts 2966934 960 720 8297537 6262588

Jogar dardos é sempre divertido, em todas as idades. Este jogo de dardos, além de incentivar o raciocínio das crianças, ajuda no aprendizado dos sinônimos, nas atividades em grupo e na noção de trabalho em equipe.

Recursos para a atividade:

  • Placa de isopor.
  • Taxinhas.
  • Balões coloridos.
  • Fichas de papel com palavras que contenham antônimos fáceis.
  • Palitos de dente.

Passo a passo para a atividade:

  1. Encha os balões e coloque uma ficha em cada um.
  2. Amarre bem os balões e prenda-os com as taxinhas na placa de isopor.
  3. Estabeleça uma distância para que as crianças possam jogar.
  4. Separe a turma em dois grupos.
  5. Faça uma fila para cada grupo.
  6. Cada criança ganha um palito de dente e precisa tentar acertar um balão.
  7. Se a criança não acerta, ela passa a vez.
  8. Caso a criança acerte, ela lê em voz alta a palavra e precisa dizer um antônimo desta palavra.
  9. Cada acerto, conta um ponto para o grupo.

Atividades de Sinônimo: Pares iguais

boy 2549319 960 720 1345898 3756200

Nesta atividade, vamos trabalhar um pouco da independência das crianças e da capacidade de trabalho em grupo. Deixe que cada uma escolha sua palavra preferida e encontre seu  par sinônimo. Esta atividade ajuda na leitura e  no trabalho em grupo.

Recursos para a atividade:

  • Barbante.
  • Plaquinhas com palavras.
  • Fita adesiva.

Passo a passo para a atividade:

  1. Faça as plaquinhas com uma palavra em cada.
  2. Fique atento para que cada palavra tenha um sinônimo.
  3. Cada criança ganha uma plaquinha e cola em sua barriga, com a fita adesiva.
  4. todas as crianças ganham um fio de barbante de aproximadamente 1 metro.
  5. O objetivo do jogo é misturar as crianças em sala e cada uma precisa achar seu sinônimo.
  6. Quando elas encontrarem, cada uma amarra uma extremidade do barbate na do colega e ficam unidos na sala.

Atividades de Sinônimo: Lagartinha

inchworm 1732290 960 720 3084301 5864128

Trabalhar com mascotes é sempre divertido pois ajuda na união das crianças. A lagartinha vai nos ensinar os sinônimos e os antônimos das palavras. Deixe que as crianças participem de toda a atividade, decorando o mascote e escolhendo as melhores palavras para a associação.

Recursos para a atividade:

  • Papel kraft.
  • Cartolina verde.
  • Caneta marcadora.

Passo a passo para a atividade:

  1. Faça círculos de 15cm de diâmetro na cartolina verde, estes serão o corpo e cabela da lagarta
  2. Decore a lagarta com a caneta marcadora.
  3. Cole a cabeça e as bolinhas do corpo no meio do papel kraft.
  4. Fala linhas dos dois lados dos círculos para imitar as patinhas.
  5. Dentro dos círculos escreva uma palavra.
  6. Na linha da esquerda, as crianças precisam escrever antônimos dessas palavras do círculo.
  7. Na linha da direita, elas precisam escrever sinônimos.

Atividades de Sinônimo: Boliche da adivinha

bowling 696132 960 720 7316966 7728804

Mais um jogo muito divertido para ajudar no estímulo do aprendizado. O boliche dos sinônimos funciona da mesma forma que um boliche normal, porém, caso a criança não consiga fazer o strike,  tem um sinônimo para adivinhar.

Recursos para a atividade:

  • 5 Garrafas PET.
  • cartolina colorida.
  • Fita adesiva.
  • Placas de papel.
  • Bola.

Passo a passo para a atividade:

  1. As garrafas são os pinos do boliche.
  2. Decore os pinos com a cartolina colorida.
  3. Escreva nas placas de papel, palavras que tenham sinônimos fáceis.
  4. Cole as placas nos pinos.
  5. As crianças precisam tentar fazer strike.
  6. Se algum pino ficar em pé, a criança precisa dizer o sinônimo da palavra colada no pino.
  7. Troque as palavras dos pinos para o jogo não ficar repetitivo.

Atividades de Sinônimo: Torta na cara

sweet 1018563 960 720 5634794 6845772

Esta brincadeira é muito divertida e pode ser usada dentro e fora de sala de aula. A torta na cara é um jogo muito famoso e conhecido por todas as idades. Permite que as crianças estudem e acerte todas as respostas para não cair na bagunça. Errou? Torta na cara!

Recursos para a atividade:

  • Pratos descartáveis.
  • Chantili de caixinha ou em pó.

Passo a passo para a atividade:

  1. Forme duas filas com as crianças, ou peça para que elas escolham um adversário.
  2. Faça uma lista de palavras com sinônimos e antônimos.
  3. Você decide qual dos dois a criança precisará acertar.
  4. As crianças ficam uma de frente para a outra nas laterais de uma mesa.
  5. As mãos das crianças ficam para cima.
  6. Quando você disser “já” as crianças precisam bater na mesa.
  7. A que bater primeiro tem a chance de responder.
  8. Você diz uma palavra e se quer o sinônimo ou antônimo dela.
  9. A criança tem 10 segundos para responder.
  10. Se acertar, ela dá a torta na cara do oponente.
  11. Se errar, o oponente acerta ela com a torta.

Atividades de Sinônimo: Caça ao sinônimo

writing 2617306 960 720 4596330 2372038

Este jogo funciona como caça ao tesouro, porém vamos procurar sinônimos. Você pode dividir as crianças em grupos para que elas sejam incentivadas no trabalho em equipe. É um jogo que permite a comunicação e o raciocínio, além do aprendizado e do aumento do vocabulário.

Recursos para a atividade:

  • Fichas de papel com palavras que  contenham sinônimos fáceis.
  • Lista dos sinônimos das palavras na ficha.

Passo a passo para a atividade:

  1. Esconda as fichas pela sala, sem que as crianças vejam.
  2. Fale uma das palavras da lista.
  3. A criança precisa encontrar a palavra que é sinônimo da que você escolheu.
  4. Caso a criança encontre outra palavra, peça para que ela esconda em outro local.
  5. Cada criança que encontrar o sinônimo, ganha um ponto.

Atividades de Sinônimo: Bingo

bingo 491228 960 720 3574073 3928705

Vamos jogar bingo e estimular o espírito competitivo entre as crianças. Reúna-as e jogue a vontade. O jogo funciona como um bingo normal, porém trabalhando os sinônimos. Use  prêmios divertidos para estimular as crianças a acertarem a maior quantidade possível de palavras.

Recursos para a atividade:

  • Folha de papel.
  • Saco plástico ou de pano.

Passo a passo para a atividade:

  1. Peça para que as crianças falem palavras que possuam sinônimos fáceis.
  2. Faça uma lista destas palavras. Você pode escreve-las no quadro de aula.
  3. Nas folhas de papel, faça fichas com as palavras e guarde-as no saquinho.
  4. Peça para que as crianças escolham 5 palavras da lista.
  5. Sorteie as palavras e leia SINÔNIMOS delas para as crianças.
  6. As crianças precisam descobrir qual palavra da lista possui aquele sinônimo e se está entre as que ela escolheu.
  7. A primeira criança que conseguir completar as 5, grita “bingo” e ganha o jogo.

Atividades de Sinônimo: Jogo da verdade

children 2142646 960 720 5175390 5633469

Vamos estimular as crianças a desafiarem umas as outras nesta atividade. Claro, sempre com o espírito esportivo. Este jogo da verdade é um jogo de desafio dos sinônimos, jogado parecido com o jogo da verdade, ajuda a trabalhar a comunicação em grupo e melhorar o vocabulário.

Recursos para a atividade:

  • Uma garrafa.
  • Fichas com palavras.

Passo a passo para a atividade:

  1. Coloque as fichas em uma caixa.
  2. Reúna as crianças em um círculo.
  3. Uma criança começa girando a garrafa.
  4. A criança que sair com a parte da frente da garrafa pega uma palavra na caixa.
  5. A criança que sair com o fundo da garrafa precisa dizer um sinônimo da palavra que o outro colega escolheu.
  6. Se a criança errar, ela sai da brincadeira
  7. A brincadeira continua assim até que todos joguem.

Aprender brincando é muito melhor.
Você gostou das atividades? Confira mais atividades relacionadas ao ensino de português clicando nos links abaixo:

https://demonstre.com/10-atividades-de-portugues/
https://demonstre.com/10-atividades-sobre-adjetivos/

Agradeço a leitura e continue acompanhando o blog para mais atividades educativas.

Exercícios com a letra F

Olá, leitores! Tudo bem? Esta é a nossa lista de exercícios com a letra F. Vamos jogar e brincar muito com as nossas crianças enquanto ensinamos e aprendemos. Esta lista foi feita com muito carinho pensando nas crianças que estão na fase inicial da alfabetização.

O treinamento é muito importante e é por isso que criamos lista de exercícios para imprimir, para que as crianças possam treinar, trabalhando com arte e com brincadeiras. Foi comprovado que o estudo com diversão faz com que as crianças absorvam muito mais conhecimento, por isso, devemos sempre incentivar a criatividade, a arte e a brincadeira no processo de aprendizado das fases iniciais.

Exercícios com a letra F

Nada melhor do que treinar o aprendizado fazendo exercícios divertidos e em grupo. Incentive sempre as suas crianças a escreverem e lerem sempre. Incentive também o trabalho em grupo que fica muito legal com estas atividades. Confira cada uma e seu passo a passo e divirta-se ensinando.

Exercícios com a letra F: Fifi

Esta atividade é super divertida e incentiva a leitura das crianças. Fifi é uma brincadeira de mãos muito conhecida e cantada pelas crianças de várias gerações. Este exercício ajuda na leitura e na compreensão de texto. Exercita o raciocínio e a criatividade.

Fifi 7030143 8176334

Fifi

Exercícios com a letra F: Fita

Trabalhar com objetos que tenham a inicial com a letra que as crianças estão aprendendo é muito importante. Hoje em dia não usamos mais a fita, mas esta atividade é interessante pois pode mostrar às crianças como era o nosso passado. Esta atividade ajuda no trabalho da coordenação e da escrita.

Fita 1 4256836 5712697

Fita

Exercícios com a letra F: Exercício da flor

Este exercício é feito com a intenção de treinar a leitura e a associação de palavras com temas, além de trabalhar a letra F, de flor. Deixe que as crianças decorem e pintem da maneira que quiserem, seguindo as regras da atividade.

Flor 1137595 7809780

Flor

Exercícios com a letra F: Folhinhas

Trabalhar com arte é sempre essencial na hora do aprendizado. A arte ajuda a estimular o raciocínio e a criatividade. Deixe as crianças livre para fazerem da forma que preferirem de acordo com as regras do exercício.

Folhinha 9429806 2122339

Folhinha

Exercícios com a letra F: Jogo da Forca

O jogo da forca é conhecido por muitas crianças de todas as gerações e usado por vários professores na fase de alfabetização e escrita. Deixe que as crianças joguem o joguinho em pares ou grupos e ajudem umas as outras nesta atividade divertida.

Forca 8704825 3533151

Forca

Exercícios com a letra F: Ajude a Formiguinha

Este exercício é feito com o objetivo de aprofundar o vocabulário, trabalhando um animalzinho cujo nome tem a inicial F, a formiguinha. Nesta atividade vamos treinar a escrita e a coordenação motora.

Formiguinha 4773572 8057292

Formiguinha

FIM

Este é o fim dos exercícios com a letra F, imprima e use em sala de aula ou em casa com as suas crianças.
Continue a companhando os posts de exercícios com todas as letras do alfabeto.

Caso tenha alguma dúvida ou sugestões sobre as atividades, deixe seu comentário abaixo.

Obrigado pela leitura e até a próxima.

Atividades com a letra F

Olá, tudo bem? Chegamos na lista de atividades com a letra F, a sexta letra do nosso alfabeto. A letra F é muito importante na fase de alfabetização. Assim como todas as consoantes, é fundamental para o aprendizado das palavras e da criação de sílabas.

A alfabetização é um momento delicado e exige muito trabalho. Às vezes algumas letras são mais complicadas de trabalhar do que as outras, pois elas são menos usadas na nossa língua.

Atividades com a letra F

Mas isto não é um problema para nós, professores, pedagogos e amantes da alfabetização. Estas atividades foram feitas com muito carinho para ajudar as crianças na fase do aprendizado da escrita e da leitura. Por isso devem ser feitas com muita atenção e dedicação. Confira e divirta-se.

Atividades com a letra F: Futebol

Futebol 3027279 3918656

Esta atividade é feita para trabalhar a associação do esporte com a sua letra inicial, a letra F. Vamos jogar o Futebol de forma diferenciada para aprendermos mais sobre as palavras que se iniciam com a letra F e aumentar o vocabulário.

Recursos para a atividade:

  • Área ampla.
  • Bola.
  • Fichas com temas como por exemplo:
    Casa
    Natureza
    Nomes
    Comida
    Animal
    Cidades

Passo a passo para a atividade:

  1. Separe as crianças em dois grupos.
  2. Cada rodada uma criança de um grupo vai no gol e a outra no campo.
  3. A criança precisa tentar fazer o gol.
  4. Caso consiga, tira uma ficha com um tema e responde uma palavra com a inicial F, naquele tema.
  5. Caso não consiga, passa a vez para o outro time tentar acertar e troca-se o goleiro e o jogador do campo.

Atividades com a letra F: Rodinha da Fogueira

Fogueira 9772497 6266207

A fogueira é um bom artifício para juntar uma rodinha de conversa. Vamos trabalhar, montando uma pequena fogueira e aproveitar para aprender mais sobre palavra que se iniciam com a letra F.

Recursos para a atividade:

  • Gravetos de madeira.
  • Fósforo.
  • Papeis.

Passo a passo para a atividade:

  1. Sempre supervisionando as crianças, faça a fogueira em uma área aberta.
  2. Sente com as crianças em volta da fogueira.
  3. Esta atividade pode ser jogada de várias maneiras.
  4. Você pode trabalhar com a batata quente, passando uma bolinha de papel pela roda.
    A criança que parar com a bolinha precisa falar uma palavra com a letra F.
  5. Você também pode fazer uma roda de conversa com as crianças e falar sobre palavras com a letra F relacionadas ao fogo ou à natureza.

Atividades com a letra F: Jogo da Foca

Foca 9788086 2166980

Vamos brincar de um jogo bem divertido, o jogo da foca. Este jogo é feito para trabalhar com o animal cujo nome começa com a letra F. As crianças se divertem e ainda aprendem mais sobre as palavras que se iniciam com esta letra.

Recursos para a atividade:

  • Área ampla.
  • Balão.

Passo a passo para a atividade:

  1. Faça uma fila com as crianças.
  2. Cada criança vai a frente para tentar brincar com o balão.
  3. O objetivo é que as crianças façam toques no balão com o nariz, assim como uma foca.
  4. Você pode pedir para que elas falem palavras com F de acordo com alguma regra criada, para dificultar a brincadeira.
  5. Ganha a criança que conseguir fazer mais toques.

Atividades com a letra F: Jogo da Fita

Fita 5547604 5068736

Mais uma atividade muito divertida para trabalhar palavras com a letra F. Usando uma fita, que já se inicia com esta letra, vamos fazer com que as crianças associem imagens às palavras.

Recursos para a atividade:

  1. Desenhos de itens que se iniciam com a letra F.
  2. Fichas com os nomes dos itens.
  3. Tiras de fita de cetim colorida.

Passo a passo para a atividade:

  1. Com a ajuda das crianças, decore e colora os desenhos.
  2. Espalhe os desenhos pela sala.
  3. Espalhe as fichas com os nomes dos desenhos.
  4. O objetivo da atividade é as crianças conectarem as imagens aos seus nomes através da fita.

Atividades com a letra F: Soprando a vela

Vela 5895910 7406018

Esta atividade tem a intenção de ajudar a aperfeiçoar a dicção e a fala. A letra F é uma consoante lábio-dental e às vezes um pouco difícil de ser pronunciada pelas crianças. É um jogo divertido, engraçado e muito educativo.

Recursos para a atividade:

  • Velas.
  • Fósforos.

Passo a passo para a atividade:

  1. Faça uma fila com as crianças
  2. Sempre supervisionando-as, peça para que cada uma venha à frente da vela.
  3. As crianças precisam tentar apagar a vela tentando falar a letra F.
  4. Cada criança tem 10 segundos de tentativa.
  5. Incentive que todas as crianças contem junto.
  6. Cada acerto vale um ponto.

Atividades com a letra F: Contando um Fato

Fato 5962508 9660278

Vamos trabalhar com fatos. Este jogo incentiva o trabalho em grupo e o aumento do vocabulário com a letra F. Uma atividade que reúne a turma toda e rende muitas horas de brincadeira.

Passo a passo para a atividade:

  1. Reúna as crianças em uma roda.
  2. Peça para que o primeiro a jogar escolha um fato do dia a dia ou uma frase que se inicia com F.
  3. A criança deve brincar de telefone sem fio, passando o fato adiante.
  4. Quando chegar ao último da roda, ele repete o fato, para comparar a sua veracidade.
  5. O jogo continua até que todas as crianças tenham participado.

FIM

Chegamos ao fim de mais uma lista de atividades com a letra do alfabeto.
Não deixe de acompanhar o próximo post com exercícios muito legais para que as crianças possam treinar mais ainda sua leitura e escrita.

Continue acompanhando o blog para posts de atividades de todas as letras do alfabeto.

Obrigado pela leitura e até a próxima.

Exercícios com a letra E

Olá pessoal! tudo bem? Chegamos à lista de exercícios com a letra E, a segunda vogal do nosso alfabeto e a quinta letra. A letra E tem uma extrema importância por ser uma vogal muito usada na nossa língua. Os exercícios que separamos são muito divertidos e ajudam a praticar e reforçar o aprendizado desta vogal.

Exercícios com a letra E

Como sempre dissemos, exercícios são muito importantes pois o aprendizado só se fixa com a prática. Praticar com atividades divertidas faz toda a diferença. Confira esta lista de exercícios, imprima e trabalhe com suas crianças que estão na fase de alfabetização.

Exercícios com a letra E: Animais com ‘E’

Trabalhar com nome de animais é sempre divertido. Deixe que as crianças usem lápis de cor ou giz de cera para ligar as figuras aos seus nomes. Incentive as crianças a colorirem os desenhos da forma que preferirem. Esta atividade estimula a coordenação, a leitura e a criatividade.

animais-com-e-2206926-5162936

Animais com E

Exercícios com a letra E: Escovinha

Com o poeminha da escovinha, podemos assimilar os movimentos ao escrever. Esta atividade tem como objetivo a prática da escrita da letra ‘E’ minúscula. Incentive as crianças a usarem cores com lápis de cor ou giz de cera. Use tinta guache com os dedinhos para ajudar no sensorial e na prática motora da escrita, assim as crianças estimulam sua criatividade e ajuda na alfabetização.

escovinha-6701416-2038319

Escovinha

Exercícios com a letra E: Espelhado

Esta atividade foi feita com a intenção de enfatizar a palavra ‘ESPELHO’ que inicia com a letra ‘E’. O fato de que nós vemos as coisas ‘ao contrário’ no espelho é divertido pois podemos usar este truque para estimular o raciocínio das crianças. O objetivo é que elas escrevam as palavras na ordem correta. Caso você tenha um espelho, coloque eles na frente de cada palavra para que elas leiam as palavras na ordem corretas e vejam o quão interessante é este fenômeno do reflexo.

espelhado-7226797-5532870

Espelhado

Exercícios com a letra E: Estrelinhas

O objetivo deste exercício é exercitar o conhecimento das letras, principalmente a leta ‘E’. Incentive as crianças a usarem lápis de cor, giz de cera colorido ou tinta guache para pintar as estrelinhas. Você pode pedir para as crianças pintarem as vogais e as consoantes de outras cores, com o objetivo de treinar e praticar o conhecimento de outras letras.

estrelinhas-6739899-3511919

Estrelinhas

Exercícios com a letra E: Pintando o ‘E’

Este exercício também tem o objetivo de praticar e conhecer mais a letra ‘E’. Faça como o exercício anterior e incentive as crianças a usarem lápis de cor, giz de cera colorido ou a tinta guache. Assim também como no outro exercício, peça para que as crianças coram as outras vogais e consoantes de cores diferentes, para que elas possam treinar o conhecimento de outras letras e da diferença entre vogais e consoantes.

pintando-o-e-4936899-9529011

Pintando o E

Exercícios com a letra E: Poeminha

Este poeminha está lotado de letras ‘E’. Além de auxiliar no conhecimento da letra, o exercício ajuda na prática da leitura. Deixe que as crianças coloram o poema e decorem da forma que preferirem. Faça uma roda e peça para que cada criança leia uma estrofe, fazendo com que elas pratiquem o trabalho em grupo e exercitem a imaginação.
Incentive-as a fazer uma lista com nomes próprios que iniciam com a letra ‘E’poeminha-8415065-7611412

Poeminha

FIM dos exercícios com a letra E

Estes são os exercícios com a letra E que fizemos especialmente para as crianças que estão começando a desenvolver a alfabetização e o conhecimento das vogais e das letras do alfabeto.

Continue acompanhando nosso blog para mais listas de atividades de alfabetização e exercícios específicos de todas as letras do alfabeto.

Dúvidas ou sugestões, deixe seu comentário abaixo.

Muito obrigado pela leitura e até a próxima lista.

Exercícios e Atividades com a letra D

Olá, pessoal! Tudo bem? Chegamos na nossa lista de atividades com a letra D! A quarta letra do alfabeto também é uma consoante muito usada na nossa língua. Perfeita para treinar construção de sílabas e muito comum em nomes próprios. A letra D possui muitas técnicas interessantes para ser estudadas por causa de seu formato, permitindo trabalhar a imaginação e a criatividade das crianças.

Confira esta lista de atividades educativas que preparamos para trabalhar com as crianças em sala de aula. Incentive a leitura e a escrita das crianças em todas as atividades. Trabalhe com cores e muita arte para que elas desenvolvam o espírito artístico e criativo delas. Confira as atividades:

Atividades com a letra D: Dado das sílabas

dice 3095227 960 720 5038736 5241065

Recursos para a atividade:

  • Recorte o molde do dado:
    Clique na imagem para abrir no tamanho normal.dado 1 8015336 8158877

Passo a passo para a atividade:

  1. Monte o dado das sílabas.
  2. Deixe que cada criança vá a frente da sala para jogar o dado.
  3. O jogo é bem simples, a criança joga o dado.
  4. Ela precisa ler a sílaba que foi sorteada.
  5. Após ler a sílaba, a criança precisa dizer uma palavra que contenha essa sílaba.
  6. Incentive que elas escolham palavras que se iniciam com a sílaba.
  7. Caso as palavras tenham ficado escassas com o passar do jogo, deixe que elas digam palavras que possuam a sílaba no meio ou também no fim da palavra.

Atividades com a letra D: Dominó

board game 2235455 960 720 4806944 1452062

Esta atividade tem o objetivo de trabalhar o jogo que se inicia com a letra trabalhada. A letra ‘D’. Aprender a jogar o dominó e aumentar o vocabulário da letra ‘D’.

Passo a passo para a atividade:

domino 4907879 5018297
  1. Use o molde do dominó para trabalhar a construção de sílabas
  2. Use os espaços vazios para trabalhar sílabas de palavras que estão sendo estudadas com a letra D.
  3. O jogo funciona como um dominó normal.
  4. O jogador precisa achar um par que encaixe no que está no jogo.
  5. Neste caso, formando uma palavra válida, que se inicia com a letra D.
  6. Ganha o jogador que terminar suas peças primeiro.

Atividades com a letra D: Dardo do D

target 1955257 960 720 7080832 1595930

Recursos para a atividade:

O objetivo deste jogo é trabalhar o jogo de dardos, pois se inicia com a letra D.
O jogo de dardos tem a intenção de acertar um determinado algo valendo determinada pontuação.

Você vai precisar de:

  • Caixa de papelão.
  • Esparadrapo.
  • Clipes de papel.
  • Papel crepom.
  • Martelo.
  • Caneta marcadora verde, preta, vermelha e azul.

Passo a passo para a atividade:

Para fazer os dardos:

  1. Abra o clipe de papel para fazer a ponta, amasse a ponta com o martelo, para ficar afiada.
  2. Use o esparadrapo para fazer o corpo do dado, prendendo em volta do clipe, deixando a ponta a vista.
  3. Use o papel crepom para decorar a outra ponta do dardo.
  4. Pinte o esparadrapo, se preferir.

Para fazer o alvo:

  1. Faça um molde circular no papelão.
  2. Use as canetas para fazer círculos pelo molde.
  3. Cada círculo vale uma quantidade diferente de pontos
    Os da extremidade 20
    Os do meio 40
    O do centro 100
  4. Use a caneta preta para fazer o círculo do centroAs crianças precisam acertar os dardos no alvo para ganhar pontos.
    Vence a criança com mais pontos.

Atividades com a letra D: D de… dedinhos

snow-933283_960_720-5279530-1145535

Recursos para a atividade:

  • Tinta guache.
  • Papel A4.
  • Avental.
  • Lenços de papel.

Passo a passo para a atividade:

Esta atividade tem como o objetivo trabalhar uma parte do corpo com a letra ‘D’: Os dedos. Além disso, a atividade auxilia no desenvolvimento do aparelho motor em relação à escrita.

  1. Deixe que as crianças façam desenhos com os dedos, usando a tinta guache.
  2. Incentive-as a escrever a letra ‘D’ no papel em branco.
  3. Pense em palavras com a letra ‘D’, partes do corpo ou nomes próprios em sala de aula.
  4. Deixe que as crianças decorem o papel como quiserem.

Atividades com a letra D: As carinhas do D

comic 1302161 960 720 9218457 6470848

Recursos para a atividade:

  • Imprima em um papel A4 várias letas D (maiúsculas e minúsculas)
  • Você pode fazer as letras com caneta marcadora.
  • Lápis de cor.
  • Tinta guache.
  • Giz de cera.

Passo a passo para a atividade:

A letra ‘D’ é muito divertida de ser trabalhada com crianças por causa de seu formato que permite uma variações de desenhos muito legais como:
😀

D:

:d

d:

  1. Deixe que as crianças criem desenhos e carinhas com as letras feitas no papel A4.
  2. Peça para as crianças decorarem as carinhas com cabelos e adereços.
  3. Incentive que elas façam a letra D sozinhas com novas carinhas.
  4. A atividade tem o objetivo de treinar a escrita da letra e estimular a imaginação.

Atividades com a letra D: Mascote dinossauro

dinosaur 3010409 960 720 4937344 1481621

Recursos para a atividade:

  • Imprima os moldes dos dinossauros:
    cartoon-1295742_960_720-300x238-1951163-1861176

    dino 154909 960 720 256x300 2133173 8460533
    download 1 1 1385425 2590326
    download 2 9613960 5655230
    stegosaurus 312690 960 720 300x183 4694525 7304738

Passo a passo para a atividade:

O objetivo desta atividade é trabalhar o animal com a letra ‘D’: O dinossauro.

  1. Peça para que as crianças escolham um mascote individual e um para a turma.
  2. Façam pesquisas sobre as espécies dos dinossauros e seus determinados nomes.
  3. Peça para que as crianças nomeiem o dinossauro com uma palavra começando com a letra ‘D’
  4. Peça para que elas escolham um adjetivo para o dinossauro, também com a letra ‘D’.
  5. Ex.:
    Dinossauro Didi > Dengoso.

Exercícios com a letra D

Chegou a hora de conferir uma lista de Exercícios com a letra D! A letra D é muito importante, sendo a quarta letra do alfabeto e nossa terceira consoante, ajuda muito na formação de sílabas novas, além de ampliar bastante o vocabulário das crianças. A letra D e seu formato auxiliam na fixação do aprendizado por estimular a imaginação e a criatividade das crianças.

Trabalhe com muitas atividades de arte e incentive as crianças a praticarem leitura e a escrita, permitindo assim a fixação do aprendizado. Com estes exercícios, as crianças têm a oportunidade de treinar a escrita e desenvolver mais a habilidade de leitura. Além disso desenvolver a criatividade e a imaginação. Confira os exercícios:

Atividades com a letra D

Exercícios com a letra D – Ache as figuras

Este é um exercício de assimilação, o objetivo é que as crianças consigam assimilar o nome à imagem, além disso, trabalhar a formação de sílabas. Para esta atividade, colocamos figuras variadas para as crianças encontrarem as que iniciam com a sílaba ‘DI’. Você pode trabalhar esse exercício com outras sílabas também. Além de pintar as imagens, incentive as crianças a encontrarem outras figuras que se iniciam com a letra ‘D’.

Ache as figuras 8602553 3881867

Ache as figuras

Exercícios com a letra D – Ajude a Dora

Dora, a aventureira é uma personagem muito famosa no mundo infantil. Escolhemos esta atividade, justamente pelo seu nome iniciar com a letra ‘D’. Esta atividade auxilia na prática da escrita e no trabalho em grupo. Ajude as crianças a pesquisarem os nomes dos coleguinhas que começam com a letra ‘D’ e além disso pensar em outros nomes que também inciam com esta letra.

Ajude a Dora 7375461 2105469

Ajude a Dora

Exercícios com a letra D – Circule as sílabas

A letra D, por ser uma consoante, ajuda muito na formação de sílabas básicas. Este exercício tem como o objetivo ampliar o vocabulário de palavras maiores que contém a letra ‘D’ e as respectivas vogais. Exercita o raciocínio lógico e aprimora a leitura.

Circule as sílabas

Circule as sílabas

Exercícios com a letra D – Dentinho

Esta atividade, além de auxiliar na alfabetização também é uma atividade educacional para séries mais avançadas. O trabalho com alimentos é importante em todas as séries de ensino básico, portanto o exercício do dentinho pode render outras atividades muito divertidas. Instrua as crianças a completarem as palavra com as sílabas da letra ‘D’ (da, de, di, do ou du). Peça ajuda às crianças para fazer uma lista maior de alimentos que contenham esta sílaba.

Dentinho 1506475 4655532

Dentinho

Exercícios com a letra D – Desembaralhe

Este exercício foi feito para enfatizar o verbo ‘desembaralhar’. Estimula o raciocínio e a inteligência das crianças, fazendo com que elas exercitem a mente para desembaralhar e escrever as palavras. Além disso, ajuda na prática da escrita e no desenvolvimento de vocabulário.

Desembaralhe 2532332 4570479

Desembaralhe

Exercícios com a letra D – Números com a letra ‘D’

Este exercício é muito importante, pois além de ajudar na alfabetização, contribui para o aprendizado dos numerais. Temos muitos números que começam com a letra ‘D’. Para esta atividade, peça para que as crianças escrevam os respectivos nomes nos espaços indicados. Incentive que eles escrevam os números ao lado também. No fim do exercícios temos um desafio, qual o próximo número da lista que inicia com a letra ‘D’, você descobriu?

Números com a letra ‘D’

Números com a letra ‘D’

 Fim das Atividades e Exercícios com a letra D

Chegamos ao fim de mais uma lista de exercícios muito legais para trabalhar a alfabetização das crianças. Se você gostou, deixe seu comentário abaixo e conte como foi sua experiência com as Atividades com a letra D. Confira também a lista de atividades com a letra ‘D’ que fizemos para trabalhar em sala de aula:

Continue acompanhando o blog Demonstre para mais listas específicas das letras do alfabeto. Veja o Youtube também!

Obrigado pela leitura e até a próxima.

Atividades com a letra C

Olá pessoa, como vão? Chegamos nas atividades com a letra c da nossa lista de atividades do alfabeto. Estas atividades vão ajudar na prática da escrita e da leitura das crianças. Além de aumentar o conhecimento de vocabulário, aumentando com o aprendizado de palavras que se iniciam com a letra ‘C’. A letra ‘C’ é uma letra muito comum na nossa língua e é muito importante, pois é a segunda consoante e a terceira letra do nosso alfabeto.

Atividades com a letra ‘C’

Esta lista de atividades foi feita especialmente para você que quer trabalhar a letra com as crianças em sala de aula e ensinar um pouco mais sobre palavras que se iniciam com ela. Use e abuse de referências e itens do nosso cotidiano para praticar estas atividades. Confira:

Atividades com a letra ‘C’: Minha casinha

Recursos para a atividade:

  • Molde de desenho da casa.
  • Lápis de cor.

Passo a passo para a atividade:

  1. Trabalhe com as crianças o fato de a palavra Casa começar com a letra C.
  2. Peça para que elas pensem em objetos da casa que comecem com esta letra.
  3. As crianças devem desenhar e decorar a casa com objetos e itens cuja palavra se inicia com a letra C.
  4. Faça uma exposição das artes.

Atividades com a letra ‘C’: História engraçada.

12 5704964 4029171

Passo a passo para a atividade:

  1. Reúna as crianças sentadas em um círculo.
  2. As crianças vão criar uma história com a letra C.
  3. Toda frase precisa iniciar com a letra C.
  4. Instrua as crianças para que elas façam frases curtas e que tenham continuidade.
    : “Caio era um menino…
    Contente, mas um dia ele…
    Caiu no chão e…
    Chorou muito…”

Atividades com a letra ‘C’: C de… Cachorro

13 6111627 1149791

Passo a passo para a atividade:

Muitas crianças têm cachorro em casa, então para esta atividade, faça uma roda de conversas sobre cachorros.

  1. O objetivo da atividade é trabalhar a letra C.
  2. Fale sobre cães e suas raças.
  3. Incentive as crianças a pensarem em cores e tipos característicos de cachorros com a letra C.
  4. Pense em nomes de cachorro com a letra C.
  5. Vocês podem criar um mascote da turma para a época de atividades com esta letra.
    : Cachorro
    Cor: Cinza
    Característica: Carinhoso
    Nome: Cícero

Atividades com a letra ‘C’: Desenhe um caracol

14 3399825 8154520

Recursos para a atividade:

  • Folha A4.
  • Tinta guache.
  • Caneta marcadora.

Passo a passo para a atividade:

O objetivo desta atividade é treinar a escrita da letra C

  1. Desenhe a letra C no quadro de atividades.
  2. Peça para que as crianças repitam o desenho.
  3. A partir da letra C, as crianças precisam desenhar um caracol.
  4. Deixe que a criança desenhe e decore o caracol como preferir.
  5. Incentive as crianças a fazerem o desenho com o dedo, usando a tinta guache. Isso estimula o sensorial e a memória da forma da letra.

Atividades com a letra ‘C’: O que podemos desenhar?

kids 2985782 960 720 4347435 8798956

Recursos para a atividade:

  • Folha A4.
  • Lápis de cor.
  • Caneta marcadora.

Passo a passo para a atividade:

O objetivo da atividade é estimular a criatividade da criança e a prática da escrita da letra C.

  1. Com a caneta marcadora, faça desenhos da letra C pelo papel A4, você pode fazer 4, um pra cada extremidade da folha.
  2. Reúna as crianças para uma roda de conversa e pergunte o que podemos desenhar a partir do formato da letra C, deixe que elas discutam entre si para pensar na maior quantidade possível de desenhos.
  3. Cada criança escolherá sua forma e desenhará no papel.
  4. Deixe que elas decorem os desenhos como desejarem.

Atividades com a letra C: Comidinha

15c 2270695 6712502

Recursos para a atividade:

  • Imprima o desenho da letra C para cada criança.
  • Tesoura
  • Cola
  • Lápis de cor.
  • Papel A4.

Passo a passo para a atividade:

O objetivo desta atividade é trabalhar a letra C na palavra comida. Enfatizar a presença da letra e estimular a criatividade.

  1. Reúna as crianças e peça para que elas discutam sobre comidas que comecem com a letra C.
  2. Deixe que elas falem qualquer tipo de comida.
  3. Peça para que elas usem o papel A4 para desenhar essas comidas que foram discutidas.
  4. Com a ajuda da tesoura, peça para que as crianças recortem os desenhos feitos e colem dentro da “boca” da letra C.

FIM

Chegamos ao fim da nossa lista de atividades com a letra ‘C’.
Mas vocês sabem que não fica por aí, amanhã tem exercícios com a letra ‘C’, além de termos atividades com todas as letras do alfabeto e listas maravilhosas para trabalhar alfabetização e desenvolvimento de vocabulário.

Espero vocês na próxima lista!
Agradeço pela leitura.
Deixe seu comentário abaixo contando o que achou das atividades.

Exercícios com a letra C

Olá, pessoal! Tudo bem? Como prometido, trouxe para vocês a lista de exercícios com a letra C. Já vimos atividades muito divertidas para trabalhar em sala de aula, agora precisamos praticar nosso aprendizado. Os exercícios são importantes, pois são o método mais eficaz de fixação de um aprendizado. Praticar é importante e preciso!

A letra ‘C’ é a terceira letra do nosso alfabeto e a segunda consoante. Ela também vai auxiliar bastante no aprendizado de escrita e formação de sílabas.

Exercícios com a letra C

Aproveite esta lista que preparamos para você e treine com suas crianças com os exercícios mais divertidos do mundo. Praticar com alegria e treinar a criatividade é a nossa intenção. Além disso vamos expandir o vocabulário das crianças e treinar a prática da escrita e leitura.
Confira:

Exercícios com a letra C – Ajude o Cebolinha

Este exercício tem como objetivo mostrar para as crianças um personagem conhecido com a letra ‘C’. O Cebolinha é um personagem bastante conhecido pelas crianças e por isso é parte atrativa da atividade. Deixe que as crianças coloram e decorem o personagem da forma que preferirem. Além de despertar o instinto artístico, o exercício também ajuda na prática da escrita da letra ‘C’.

Exercícios com a letra C

Ajude o Cebolinha

Exercícios com a letra C – Colorindo com C

Esta atividade é muito divertida, pois possui letras escondidas nas figuras, fazendo com que fique mais divertido de procurar e aprender o objetivo da atividade. O exercício estimula o raciocínio a imaginação, a leitura e a criatividade. Peça para que as crianças coloram primeiro as letras dentro dos desenhos, depois deixe que eles pintem os desenhos como preferirem,

Colorindo com C 3610405 3109006

Colorindo com C

Exercícios com a letra C – Complete as frases

Este exercício é importante para trabalhar a assimilação de palavras e figuras. Além disso, auxilia no aprendizado da escrita e no desenvolvimento da leitura. As crianças precisam escrever as palavras relacionadas às figuras do exercício. Deixe que elas decorem da forma que preferir.

Complete as frases 9117014 7781115

Complete as frases

Exercícios com a letra C – Diagrama do C

O diagrama é um exercício muito bom para desenvolver o raciocínio e a inteligência das crianças. O objetivo é que elas descubram qual palavra cabe nos quadrinhos do exercício. Cada quadrinho do diagrama tem uma letra para ajudar a descobrir a palavra que se encaixa. Deixe que as crianças descubram sozinhas ou discutam entre si até entrar em um acordo sobre as palavras indicadas.

Diagrama do C 4525198 5195793

Diagrama do C

Exercícios com a letra C – Desenhando o coração

Você sabia que podemos desenhar um coração apenas escrevendo a letra ‘C’? A primeira letra da palavra Coração é a que estamos trabalhando, por isso esse exercício é muito legal para a assimilação das crianças. Deixe que elas treinem e desenhem quantos corações conseguirem nos quadrinhos indicados. Para esta atividade, use lápis coloridos e giz de cera.

Desenhando o coração

Desenhando o coração

Exercícios com a letra C – Numere a fila

Este exercício é importante pois além de treinar a escrita e a leitura, também ajuda no aprendizado dos números e da contagem. Os alunos precisam assimilar as imagens com as palavras e enumerar corretamente cada correspondente. Aproveite os desenhos e deixe que as crianças coloram as figuras da melhor forma possível.

Numere a fila 7994612 5755878

Numere a fila

Avalie os exercícios com a letra C:

FIM das Exercícios com a letra C

Chegamos ao fim de mais uma lista de exercícios do nosso blog. Perdeu alguma lista? Você pode procurar aqui ao lado ou deixar seu comentário contando o que gostaria de ler.

Confira também esta lista de atividades com a letra ‘C’ que fizemos para você trabalhar em sala de aula:

https://demonstre.com/atividades-com-a-letra-c/

Fique ligado aqui no blog para mais listas de letras do alfabeto e atividades de alfabetização.

Abraços e obrigado pela leitura.

10 Atividades de Formas Geométricas

Para as crianças, a necessidade de atividades de formas geométricas é importante pois, a geometria é uma matéria que sempre traz muitas dúvidas e questionamentos na fase escolar. É importante que haja uma fase de introdução para auxiliar o conhecimento das formas. O ensino das formas geométricas é importante não só para a matéria em si, mas nas séries iniciais, podemos usar estas formas como um incentivo para estimular a coordenação motora, o raciocínio lógico, a criatividade e muito mais.

10 Atividades de Formas Geométricas

Brincando e aprendendo com esta lista de atividades incrível, vamos aprender como a geometria está presente no nosso dia a dia a todo momento. Estimule o conhecimento e a percepção de espaço das crianças e aguce a criatividade que existe dentro delas.

Atividades de Formas Geométricas: Usando uvas para ligar as formasfruit 3034291 960 720 2981056 3721883

Aprender formas geométricas pode acontecer até mesmo na hora do lanche! Ligando as frutas, conseguimos fazer diversas formas artísticas e muito gostosas. Use esta atividade para incentivar as crianças a comerem frutas e a estimular a imaginação, aprendendo também as formas geométricas.

Recursos para a atividade:

  • Uvas.
  • Palitos de dente.

Passo a passo para a atividade:

  1. As crianças precisam espetar as uvas com o palito de dente.
  2. Elas vão usá-las para ligar os palitos uns nos outros para criar formas geométricas.

Atividades de Formas Geométricas: Atividades de ligue os pontospaper 2221812 960 720 4465144 5054629

Atividades de ligar os pontos são muito famosas entre os educadores de ensino básico. Esta é uma forma muito promissora para as séries iniciais, que estão começando a aprender sobre formas geométricas. Estimule o espírito artístico das crianças, usando várias formas de fazer esta atividade.

Recursos para a atividade:

  • Tinta guache.
  • Folha A4 com as formas geométricas em pontos básicos.

Passo a passo para a atividade:

  1. As crianças precisam ligar os pontos, usando a tinta guache e seus dedinhos.
  2. Peça para que eles escolham uma cor para cada forma geométrica.
  3. Caso as crianças saibam escrever, peça-as que escrevam o nome da forma.
  4. Você pode incentivar que elas façam o desenho da forma fora do ponto, para treinar a coordenação motora e a fixação do aprendizado.

Atividades de Formas Geométricas: Minha pizza

cook 1773658 960 720 4548141 4124635

Hora de brincar de Chef. Deixe que as crianças criem e decorem suas pizzas com ingredientes diferenciados: Formas geométricas. Uma brincadeira deliciosa, fácil e muito divertida de fazer.

Recursos para a atividade:

  • Prato de papel.
  • Formas geométricas cortadas em papel colorido.
  • Cola branca.

Passo a passo para a atividade:

  1. Deixe que as crianças decorem as pizzas com as formas geométricas.
  2. Instrua as crianças a contarem quantas formas de cada ela usou.
  3. Não deixe que as crianças encham muito o prato de papel, pois elas precisarão contar no final.
  4. Quando elas terminarem, peça para que escreva no papel a quantidade de formas usou.
    Ex.: Minha pizza
    Meus ingredientes:
    5 círculos azuis
    4 quadrados vermelhos
    3 triângulos amarelos

Atividades de Formas Geométricas: Porta retrato das formas

background 3067505 960 720 1341989 8589364

Nada melhor do que estudar formas e guardá-las como forma de recordação. Trabalhinhos para levar para casa, são muito usados para as crianças de séries iniciais. Fazer lembranças é uma forma gostosa e criativa de aprender. Veja como é fácil criar um lindo porta retrato para guardar as fotos das crianças.

 Recursos para a atividade:

  • Fotos impressas das crianças.
  • Palitos de picolé.
  • Tinta guache.
  • Cola de madeira.

Passo a passo para a atividade:

  1. Peça para que as crianças pintem e decorem os palitos de picolé.
  2. Elas devem juntá-los para criar formas geométricas.
  3. Cole-os com a ajuda da cola de madeira.
  4. Você pode usar meio palito para fazer o suporte do porta retrato.
  5. Ajude as crianças a cortarem as fotos na mesma forma que os porta retratos.
  6. Cole as fotos na parte de trás dos palitos.
  7. Faça uma exposição ou deixe que as crianças levem para casa.

Atividades de Formas Geométricas: Animais geométricos

 

Imaginação é a palavra chave nesta atividade de formas geométrica. Esta atividade estimula a criatividade, a imaginação e o aprendizado de formas geométricas. Desenhar e imaginar animais em todas as formas possíveis. Muito divertido e educativo.

Recursos para a atividade:

  • Formas geométricas recortadas em papel de cartolina colorida.
  • Caneta marcadora.
  • Cola
  • Papel A4

Passo a passo para a atividade:

  1. Entregue algumas formas geométricas para as crianças e peça para que elas colem no papel A4.
  2. O objetivo é tentar desenhar um animal tendo em base a forma geométrica.
    Exemplos:
    Círculo vermelho = joaninha
    Dois círculos rosas = porquinho
    Triângulo amarelo = galinha

Atividades de Formas Geométricas: Carimbo dos círculos oekaki 2009817 960 720 1106761 5242533

Esta atividade é feita para crianças de séries iniciais. Para aprender passo a passo como cada forma funciona, além de brincar e fazer muita arte.

Recursos para a atividade:

  • Garrafas PET.
  • Prato de plástico ou papel
  • Tinta guache.
  • Papel kraft ou cartolina.

Passo a passo para a atividade:

  1. Corte a parte debaixo da garrafa PET e dobre-a com a ajuda de um ferro de passar.
  2. Use um prato para despejar um pouco de tinta colorida em cada um.
  3. As crianças usam a garrafa para molhar na tinta e carimbar no papel.
  4. Quanto mais colorido e grande for o desenho, melhor.
  5. Você pode fazer uma exposição das artes.
  6. Tente fazer com que as crianças lembrem-se sempre qual é a forma geométrica que estão trabalhando.

Atividades de Formas Geométricas: Carinhas de formas

Sem Título 4

O que não falta para as atividades de formas geométricas são artes com este tema. Fazer caras e bocas também é muito divertido. De uma forma diferenciada, vamos criar carinhas com formas geométricas em todas as partes. Será que eles vão conseguir?

Recursos para a atividade:

  • Formas geométricas pequenas cortadas em cartolina.
  • Círculos amarelos de cartolina de aproximadamente 20 cm de diâmetro.
  • Cola branca.

Passo a passo para a atividade:

  1. As crianças pegam alguns círculos amarelos para fazer sua colagem.
  2. Deixe que elas usem as formas geométricas para fazer os olhos, nariz, boca, orelha, sobrancelhas, etc.
  3. No final, peça para que elas digam quantas e quais formas usou para formar as carinhas de formas geométricas.

Atividades de Formas Geométricas: Quebra cabeças de palitos

hands 1697898 960 720 5638040 7562566

A matemática introdutória é a fase mais importante quando se trata de estimular o raciocínio lógico. Esta atividade tem este objetivo, além de ser um jogo divertido que estimula o trabalho em grupo e a criatividade.

Recursos para a atividade:

  • Palitos de picolé.
  • Tinta guache.

Passo a passo para a atividade:

  1. Use dois palitos para cada forma
  2. Pinte, por exemplo, metade de um círculo azul em um palito e a outra metade em outro palito.
  3. Escreva metade da palavra em um palito (ex.: Circ) e a outra metade no outro palito (ulo).
  4. faça cada forma de uma cor.
  5. Faça quantas formas conseguir.
  6. Misture todos os palitos e deixe que as crianças formem os pares.

Atividades de Formas Geométricas: Pula forma

 feet 1998693 960 720 5438710 2402278

Quem disse que não podemos transformar aprendizado em brincadeiras e atividades físicas? Esta brincadeira é uma espécie de amarelinha diferenciada. Ajuda a estimular o raciocínio lógico e é perfeita para a hora da brincadeira.

Recursos para a atividade:

  • Formas geométricas de cartolina colorida de aproximadamente 30 cm.
  • Área ampla.
  • Imprima o dado de formas:
    dado formas 5445281 4280197

Passo a passo para a atividade:

  1. A atividade segue como um jogo de amarelinha.
  2. A diferença é que ao invés de casas, terão formas geométricas.
  3. Ao invés de jogar a pedra, elas jogarão o dado e precisam pular para a casa da mesma forma que corresponde ao dado.

Atividades de Formas Geométricas: Nomeando formas na sala

board 1666644 960 720 7353003 5105742

 Recursos para a atividade:

  • Fichas de papel.
  • Caneta colorida.
  • Fita adesiva

Passo a passo para a atividade:

  1. Peça para que as crianças procurem formas geométricas na sala de aula
    Ex.: quadro de aula = retângulo.
  2. Faça com que elas colem as formas com fita adesiva e escreva o nome delas.
  3. Deixe as fichas na sala para que as crianças vejam sempre e assimilem os nomes às formas.

Este é o fim da nossa lista de atividades de formas geométricas.
Para conhecer um pouco mais de atividades de matemática para crianças, confira as listas que separamos especialmente para você:

https://demonstre.com/10-atividades-ludicas-de-matematica/
https://demonstre.com/10-atividades-de-matematica/

Obrigado pela leitura e continue acompanhando o blog para mais listas de atividades de ensino básico.

Atividades Com a Letra B

Olá, pessoal! A lista de hoje é sobre atividades com a letra B. A primeira consoante do alfabeto tem uma extrema importância, pois com ela, vamos começar a aprender as primeiras possibilidades de formação de sílabas. Atividades com as consoantes são importantes pelo fato de de elevar o ensino a um nível maior. As consoantes são as principais responsáveis pela criação de palavras

Atividades Com a Letra B

Vamos iniciar nossa lista de atividades de consoantes com a primeira do alfabeto e a partir daí, vamos nos divertir muito com todas as outras consoantes! Aproveite esta lista, trabalhe e divirta-se com B de brincadeira!

Atividades com a letra B: Memória dos animais

cup 973101 960 720 7145515 8953258

Recursos para a atividade:

  • Fichas de papel em branco.
  • Lápis de cor.
  • 3 Copos descartáveis coloridos.

Passo a passo para a atividade:

Este jogo da memória é jogado como a brincadeira de esconder no copo. Caso vocês encontrem animais suficientes com a letra B, pode ser jogado como um jogo da memória normal.

  1. Peça para que as crianças falem animais que começam com a letra B.
  2. Separe as crianças em grupos.
  3. Cada criança ganha um animal com a inicial B.
  4. Peça para que elas desenhem o animal em uma ficha
  5. Cada grupo terá que encontrar seu animal.
  6. A professora coloca a ficha do animal dentro do copo e embaralha os lugares.
  7. As crianças têm uma chance para descobrir onde está a ficha delas.
  8. Caso acertem, ganham um ponto.

Atividades com a letra B: A evolução do B

letter b sign 2298353 960 720 5011925 4460454

Recursos para a atividade:

  • Folha de papel.
  • Lápis de cor.
  • Você pode fazer esta atividade com massinhas de modelar.

Passo a passo para a atividade:

Esta atividade tem como objetivo mostrar a diferença da letra B maiúscula e minúscula.

  1. Para ensinar a diferença, comece pedindo para que as crianças desenhem ou façam o molde de massinha, da letra b (minúscula)
  2. O segundo passo, é mostrar que a letra B (maiúscula) evolui, ganhando outra “barriguinha” na parte de cima.
  3. Peça para que as crianças desenhem ou façam o molde da bolinha de cima do B maiúsculo.
  4. Desta forma, as crianças sempre vão lembrar que o b minúsculo só tem uma “barriguinha”, já o B maiúsculo, tem duas.

Atividades com a letra B: B de… Bola

football 2833550 960 720 3613796 5375814

Recursos para a atividade:

  • Área ampla.

Passo a passo para a atividade:

  1. Reúna as crianças sentadas em um círculo bem aberto.
  2. Uma criança começa com a bola e vai passando para a criança do lado até que o professor diga “PARE”.
  3. A criança que parar com a bola, precisa falar uma palavra com B
  4. Você pode escolher temas para que dificulte um pouco a brincadeira.
    Animal
    Comida
    Parte do corpo

Atividades com a letra B: A boquinha do B

Sem Título 1 3

Recursos para a atividade:

  • Folha A4.
  • Lápis de cor.

Passo a passo para a atividade:

Esta atividade tem como objetivo treinar a escrita da letra B, fazendo com que a atividade fique mais divertida.

  1. Desenhe ou peça para que as crianças desenhem vários olhinhos e narizes nas folha de A4.
  2. O objetivo é que as crianças façam o B em formato de boca nas carinhas.
  3. Deixe que as crianças decorem as carinhas como preferirem.

Atividades com a letra B: Mímica das sílabas

Sem Título 2

Recursos para a atividade:

  • Fichas de papel com sílabas iniciadas com a letra B.

Passo a passo para a atividade:

  1. Uma criança vai a frente e pega uma ficha com a sílaba.
  2. Ela precisa fazer mímicas de palavra que comecem com aquela sílaba.
  3. Para facilitar o trabalho, incentive que as crianças usem sílabas repetidas como:
    Bobo, Babá,
    ou sílabas fáceis, como:
    Bola, Bala, Bela.

Atividades com a letra B: Decorando o Bolo

baker 1194428 960 720 6597432 9512943

Recursos para a atividade:

  • Molde do desenho de bolo:
    Bolo 4644017 1397567
  • Lápis de cor.
  • Cola colorida.
  • Papel Crepom colorido.

Passo a passo para a atividade:

  1. Ensine as crianças sobre a palavra Bolo começar com a letra B.
  2. Peça para que elas discutam os seus sabores preferidos de bolo.
  3. As crianças precisam decorar o bolo apenas desenhando a letra B por ele.
  4. Deixe que elas usem o lápis e a cola colorida para escrever as letras.
  5. Usem o glitter e o crepom para decorar.
  6. Você pode fazer isso com uma palavra desenhada por dia enquanto trabalhar com esta letra.

FIM

Gostou das atividades específicas da letrinha B? Então continue acompanhando nosso blog e as atividades de todo o alfabeto!
Qualquer dúvida ou sugestão, deixe seu comentário aqui no fim deste post.

Abraços e obrigado pela leitura.

Atividade letra A

Olá, tudo bem? Na lista de hoje, trouxe Atividade letra A para ajudar na prática escolar. A alfabetização é um processo muito importante na vida das crianças e a prática é mais importante ainda. Nada melhor do que desenvolver conhecimentos de forma divertida e diferenciada.

Selecionamos alguns exercícios específicos da letra A para que as crianças façam em sala de aula ou em casa, com o objetivo de treinar a escrita da letra e o conhecimento de palavra que se iniciam com ela ou que a possuem.

Atividade letra A

Imprima e instrua as crianças de acordo com o enunciado de cada exercício para que elas treinem e se desenvolvam no processo de alfabetização.

Atividade letra A

Atividade letra A – Aprendendo a escrever o ‘A’

Para esta atividade, você vai precisar de tinta guache colorida. Deixe que as crianças escolham as cores, isto estimula a criatividade e a individualidade. O benefício desta atividade é desenvolver a coordenação motora.
Além disso, esta atividade ajuda bastante na prática da escrita da letra. O processo da pintura com os dedos é importante para o tato e para o estímulo sensorial.

atividade a1 4902702 5975963

Aprendendo a escrever o A

Atividade letra A – Busque a letra ‘A’

Para esta atividade, use lápis de cor, tinta ou giz de cera. Siga as cores indicadas pelo exercício (vermelho e azul). O objetivo desta atividade é estimular o raciocínio das crianças além de ajudar com a prática e o conhecimento das palavras com a letra ‘A’.

atividade a2 5754116 5398153

Busque a letra A

Atividade letra A – Ligue os desenhos

Este exercício é muito usado por professores e as crianças adoram. Para ele, use lápis coloridos e deixe que as crianças escolham as cores. É importante deixar que elas tomem decisões e façam escolhas de acordo com os desejos individuais. Além de ajudar no conhecimento da letra, esta atividade estimula a coordenação e a assimilação entre palavras e imagens.

atividade a3 2674190 1351606

Ligue os desenhos

Atividade letra A – Anjinho

Para o conhecimento da letra, usamos esta atividade do anjinho, pois a palavra começa com a letra ‘A’. O exercício pede para que as palavras sejam completadas com a letra faltante. Ajuda na prática da escrita e na leitura de palavras maiores. Deixe que as crianças decorem e pintem o anjinho, para que o trabalho delas fique mais criativo e artístico.

atividade a4 7660279 7437574

Atividade letra A – Arte de barbante

Para este exercício, você precisará de fios de barbante, tesoura e cola branca. A atividade tem como objetivo estimular o desenvolvimento artístico e criativo das crianças, além de ajudar na prática das diferentes formas de escrever a letra ‘A’, maiúsculas, minúsculas, cursivas e de forma. Deixe que as crianças façam o trabalho sozinha, tanto da cola quanto da colagem. Use cola bastão caso as crianças sejam muito pequenas e possam fazer muita bagunça.

atividade a5 9755702 5843723

Arte de barbante

Atividade letra A – Artista

O raciocínio lógico é a chave deste exercício. Ajuda na leitura e na assimilação da palavra com a imagem. As crianças precisam saber quais e como são escritas as palavras de cada figura contida no exercício. Deixe as crianças livres para escolher a melhor forma de pintar e decorar o exercício. Porém instrua-os para que fiquem atentos às palavras que não se iniciam com a letra ‘A’. Caso elas estejam no processo de escrita, peça para que elas escrevam a palavra referente à cada figura da atividade.

atividade a6 3705184 8596437Artista

Fim Atividade letra A

Esta lista é ideal para crianças que estão iniciando o processo de aprendizagem e precisam treinar. Espero que tenham gostado e aproveitado bastante.
Além dos exercícios com a letra A, você também encontra atividades para fazer em sala de aula, clique no link abaixo:

https://demonstre.com/atividades-com-letra-a/

Não é só isso! Continue acompanhando nosso blog e a página do Facebook para atividades e exercícios de alfabetização e de todas a letras do alfabeto.

Deixe abaixo seu comentário contando o que achou da lista.

Abraços e até a próxima.

Atividades com a letra A

Olá pessoal, tudo bem? A letra A, além de ser a primeira letra do nosso alfabeto, é também a letra que mais aparece em todos os lugares e palavras. Vamos despertar também a criatividade e o espírito artístico das crianças nestas atividades com a letra A.

Atividades com a letra A

Preparamos especialmente, esta lista de atividades para a letra mais famosa do alfabeto. Com atividades divertidas, as crianças aprendem com mais facilidade e com mais diversão.
Confira!

Atividades com a letra A: Quantos “A’s” têm meu nome?

pen 1570634 960 720 6695668 1590470

Recursos para a atividade com a letra ‘A’:

  • Folha A4
  • Lápis de cor

Passo a passo para a atividade com a letra ‘A’:

  1. Peça para que as crianças escrevam o nome completo delas no papel.
  2. Caso as crianças ainda não saibam escrever, escreva o nome de todas e entregue para cada uma o papel com o nome.
  3. Peça para que escolham uma cor de lápis.
  4. As crianças precisam colorir todas as letras A que existem em seu nome.
  5. Peça para que elas contem quantas letras A o nome tem e que escreva o número abaixo do nome.

Atividades com a letra A: O que tem na sala com a letra ‘A’?

school 2762022 960 720 8551396 9157836

Recursos para a atividade:

  • Fichas de papel com a letra A
  • Fita adesiva

Passo a passo para a atividade:

  1. Coloque fita adesiva atrás das fichas e entregue para as crianças.
  2. Peça para que elas pesquisem na sala de aula objetos e itens cujo nome se inicia com a letra A.
  3. Elas devem colar uma ficha em cada item.
  4. Deixe as fichas nos itens da sala para que elas se lembrem com qual letra o nome inicia.

Atividades com a letra ‘A’: Os acentos do A

atividades letra a 6355431 8974119

Recursos para a atividade:

  • Imprima diversas folhas de papel com a letra A.
  • Lápis de cor.

Passo a passo para a atividade:

  1. Trabalhe com as crianças, todas as possibilidades de acentuação que a letra A pode ter.
  2. Peça para que as crianças desenhem os acentos nas letras que estão no papel que elas ganharam.
  3. Peça para que elas pensem ou pesquisem palavras que contenham cada um dos acentos estudados.

Atividades com a letra A: Carimbando com os dedinhos

child 1673773 960 720 7238177 6505857

Recursos para a atividade:

  • Tinta guache.
  • Folha A4.

Passo a passo para a atividade:

  1. Peça para que cada criança escolha uma cor da tinta
  2. Cada criança ganha uma folha A4.
  3. Na mão direita da criança, pinte os dedos indicador e médio.
  4. Na mão esquerda, pinte o dedo indicador.
  5. A criança, primeiro, marca a folha com a mão direita, Formando o /
  6. Após isso, ela marca com a mão esquerda, para formar A letra A.
  7. Peça para que elas façam vários carimbos na folha.

Atividades com a letra A: A de… Amor

heart 3096380 960 720 7681719 7633715

Recursos para a atividade:

  • Cartolina vermelha.
  • Caneta marcadora.

Passo a passo para a atividade:

  1. Usando a cartolina vermelha, recorde moldes de coração, aproximadamente 3 para cada criança.
  2. Converse com as crianças sobre amor e sentimentos de afeto.
  3. Peça para que as crianças escrevam dentro dos corações, palavras sobre afeto com a letra A.
  4. Cole os corações pela sala, para que elas sempre se lembrem das palavras de carinho.

FIM

Este é o fim da nossa lista de atividades com a letra ‘A’, mas não fica por aí.
Continue acompanhando o nosso blog, pois aqui você encontra listas de atividades para cada letra do alfabeto, além de atividades de alfabetização e outras matérias.

Deixe seu comentário abaixo contando o que achou desta lista.

Agradeço a leitura e até a próxima lista.

Como fazer um bom plano de aula

Para que seus alunos se interessem pela sua aula é importante que ela seja atrativa e muito inovadora, e precisa chamar a atenção de seus alunos, e para que isso aconteça é fundamental saber como fazer um bom plano de aula. É importante utilizar recursos diferenciados para mudar o formal: explicação -> lousa -> giz. Uma boa técnica é utilizar slides, lousas eletrônicas, utilizar projetores, microcomputadores e tudo que a tecnologia nos oferece.

A cada aula o professor deve ter claro em sua cabeça quais os objetivos de sua aula, dessa forma é possível traçar o conhecimento e as habilidades que você deseja que seus alunos aprendam no final de cada aula. Por isso o plano de aula se torna tão importante.

Veja dicas de como fazer um bom plano de aula

Ao planejar uma aula é importante que o professor tenha em mente alguns aspectos:

Por que o conteúdo é importante?

É importante que ao escolher um conteúdo você defina o quão importante é aquele conteúdo para seu aluno. Não tenha dúvidas que seus alunos irão realizar esse questionamento durante a aula.

student 849825 960 720 7483732 4189645

Qual o seu objetivo?

Para definir se um tema é importante ou não, uma forma é criar os objetivos para os seus estudantes, você precisa ter em mente o que eles deverão ser capazes de desenvolver e realizar no final da aula. É fundamental que seus alunos também possuam conhecimento sobre esse objetivo para que eles entendam a importância de cada conteúdo.

O seu tema se encaixa no currículo geral?

Para que sua aula tenha um verdadeiro significado é de suma importância que você possua conhecimento sobre todas as maneiras de que um conteúdo se encaixa no currículo geral.

Isso significa que você deve ir além de sua zona de conforto, busca como esse conteúdo pode abranger outras disciplinas, esse fato pode influenciar e muito a atenção dos seus alunos.

O que os alunos já sabem sobre o assunto?

Tente entender o fato de como os alunos irão desenvolver os conteúdos que você irá apresentar. Tente pesquisar qual o conhecimento prévio que seus alunos já possuem sobre esse conhecimento e tente complementá-lo.

Procure meios de despertar o interesse dos seus alunos

O inicio de toda aula é a definição de como seu aluno irá se comportar no decorrer da aula inteira e de como ele irá se interessar pelo seu conteúdo. Desse modo você precisa chamar a atenção de seus alunos no primeiro momento.

Uma dica de como realizar isso é pesquisar as conexões entre os conteúdos que irão ser aplicados com a cultura geral e de cada um dos seus estudantes, onde você deverá criar situações em que eles devem utilizar na prática o que aprenderam na parte teórica.

De que forma o material será apresentado?

No momento do planejamento você deve planejar como esse material será apresentado, como já dito anteriormente é necessário inovar e fugir do ensino e das ferramentas comuns.

O mais interessante é buscar complemento do conteúdo além dos livros, um vídeo, um jogo ou até mesmo apresentações artísticas são capazes de chamar a atenção do aluno e facilitar a compreensão.

como fazer um bom plano de aula 4149025 1221725

Quais as atividades serão aplicadas?

Quando vamos fazer um plano de aula, ele deve prever diversas situações que poderão vir a acontecer, inclusive o que seus alunos farão em sala de aula. Nesse processo é você quem determina se o aluno apenas irá ouvir a explicação, se ele irá realizar alguma atividade ou dinâmica. Esse pensamento é fundamental para que sua aula ocorra da forma correta.

Como alcançar cada aluno em sua individualidade?

Nenhum aluno deve ser tratado de forma especial, porém cada um deles possui suas peculiaridades em relação ao conteúdo que podem e devem ser atendidas pelo professor.

E sim, essa situação também deve estar presente no seu plano de aula, uma dica de como resolver essa problemática é identificar quais as maiores dificuldades apresentadas pelos alunos e encontrar uma solução para elas.

Como o conteúdo estará ligado ao dia a dia dos estudantes?

Para que uma aula tenha sua verdadeira importância, ela deve possuir um significado e se mostrar interessante aos seus alunos. Por isso é importante que você realize uma pesquisa e descubra quais as zonas de interesse e como seu conteúdo poderia fazer parte do cotidiano de cada um deles.

Lembre-se sempre de ouvir a opinião dos seus alunos, eles são as peças fundamentais para um planejamento bem-sucedido.

Veja um modelo de como fazer um bom plano de aula

Veja um modelo de plano de aula ideal para te ajudar no momento de realizar o seu plano de aula.

Modelo de plano de aula

PLANO DE AULA
Tema:
OBJETIVOS
Geral:
Especifico:
CONTEÚDO
 

 

METODOLOGIA
 

 

AVALIAÇÃO
 

 

REFERÊNCIAS
·         Básica

 

 

·         Complementar

 

 

 

Considerações finais sobre como fazer um bom plano de aula

Com essas dicas de como fazer um bom planejamento ficará mais fácil no momento de planejar os seus conteúdos. Você pode saber um pouco mais sobre o assunto no curso “Como dar uma boa aula?”, um curso muito interessante que trata justamente sobre esses aspectos.

Fonte: https://blog.learncafe.com/4-dicas-para-elaborar-um-bom-plano-de-aula/

Contação de Histórias na Educação Infantil

Contação de histórias na educação infantil

7 motivos para contar histórias!

A contação de histórias na educação infantil num primeiro momento pode parecer algo simples, e de fato, para as crianças sempre deverá ser, entretanto, ela é muito mais complexa do que aparenta (positivamente falando), por trazer inúmeros benefícios para as crianças, que ao poderem contar com essa atividade tornar-se-ão jovens e adultos muito mais críticos.

contação de histórias

Por que você usar contação de histórias na educação infantil?

1. Interação Social

O fato é que durante as histórias contadas, as crianças interagem tanto entre si quanto com os professores e colegas. A história bem aprendida tende a ser imaginada e recontada pela criança, que desejará compartilhá-la com os pais, o que possui um importante papel de aproximação afetivo familiar.

Não é raro docentes que se dedicam a contar histórias mirabolantes, cheias de cores, personagens caricatos e situações engraçadas, relatarem que os pais de seus alunos lhes disseram coisas como “meu filho(a) quis que eu contasse aquela história várias vezes” ou “ele(a) repetiu aquela história a semana toda!”. Isso é o resultado de um trabalho bem feito pelo contador de histórias, e que conseguiu cativar a criança promovendo a interação da mesma com seus colegas de turma e familiares. E essa interação é extremamente vital para a construção social de futuros adultos.

2. Desperta o interesse pela leitura

Durante a educação infantil o aluno está dando os seus primeiros passos no aprendizado da escrita e da leitura. A interatividade das histórias contadas os atrai, lhes desperta a curiosidade e os aproxima dos livros. Estes que por sua vez, quase sempre são muito coloridos e chamativos tal como grandes tesouros prestes a serem descobertos – e é isso o que verdadeiramente são. Esse contato com as obras voltadas para o público infantil aproxima as crianças dos livros de modo geral, e no próximo tópico você verá outra grande contribuição.

3. Durante a infância é que os hábitos são formados

A contação de histórias, além de despertar o interesse pela leitura ainda conta com o fato de que durante tal fase da vida nós estamos desenvolvendo os nossos hábitos. Compreender esse fator faz toda a diferença, uma vez que se torna possível fomentar um caminho de conhecimento e de aprendizado para a criança.

Portanto, podemos concluir que o aluno que se interessa por histórias infantis irá viaja com elas e se verá diante de livros, de mundos coloridos e inimagináveis, tendo assim, grandes chances de desenvolver o hábito da leitura. E livros são o alicerce tanto de um indivíduo quanto de um país que aspira ao desenvolvimento educacional.

4. Reforça o vínculo com a língua materna

Independente da nacionalidade, a contação de histórias tem essa característica importante: a de aproximar a criança de sua língua materna, ou seja, proporcionar o aprendizado dos elementos que a compõe e absorver a cultura implícita presente nas histórias.

5. Estimula a imaginação e a criatividade

Eis outros aspectos benéficos que essa atividade proporciona às crianças. Durante a contação de histórias, o aluno imaginará os locais citados, os personagens e suas características como se ele estivesse presente nesse local mágico e lúdico. A criança também poderá alterar a trama conforme a sua imaginação. Tal possibilidade é engrandecedora, pois, a criança que estimula essas características terá um maior potencial de desenvolvimento.

6. Interpretação e capacidade crítica

As histórias comumente além de proporcionarem bons momentos de interação social também possuem mensagens que vão desde valores morais e éticos até o ensinamento de costumes locais e o estímulo direto a valorização dos mesmos. Em longo prazo, o aluno será capaz de compreender diferentes contextos e situações com maior facilidade, sendo capaz de analisar de maneira mais profunda e chegar a conclusões mais assertivas. E isso é essencial para a vida de qualquer pessoa!

7. Emoção, sentimentos, afetividade, lazer e entretenimento.

Esse momento no qual a criança envolve-se com uma história lhe proporciona um tempo prazeroso, onde ela será fisgada para mundos e histórias fascinantes, que de modo lúdico contribuirão para o seu desenvolvimento social. Suas emoções e sentimentos também são afetados durante esses momentos, fazendo-as ficarem agitadas, felizes ou mesmo tristes durante alguns instantes – havendo um objetivo positivo para o mesmo, logicamente.

Vejam um bom exemplo de contação de histórias com este vídeo da Fundação Educar DPaschoal:

Espero que vocês tenham gostado de mais esse texto do Demonstre e podem esperar mais sobre o tema contação de histórias na educação infantil, gostei muito de trabalhar esse tema! Continuem nos acompanhado e compartilhando suas opiniões e sugestões.

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.

Demonstre Atividades - 2020 | Desenvolvido por Nixem Dev