Hereditariedade e diversidade da vida

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso sistema de conhecimento da vida, com base na biologia, e nesse post vamos trabalhar com o “Hereditariedade e diversidade da vida”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas biológicas, que demonstram como estão se sentindo.

Hereditariedade e diversidade da vida

A Hereditariedade e diversidade da vida são dois processão que andam lado a lado, pois de acordo com a hereditariedade ao passar dos tempos vai formando uma diversidade biológica.

Hereditariedade e diversidade da vida 2

A vida foi ficando diversificada ao longo dos tempos e essa diversificação é de tamanha importância para os estudos e pesquisa.

Princípios básicos que regem a transmissão de características hereditárias

Os cromossomos formam pares, sendo que um é de origem maternal e o outro de origem paternal, e por serem morfologicamente semelhantes, isto é, apresentarem o mesmo tamanho e forma, são denominados cromossomos homólogos.

00-1818897-1451491-2248515

Desta forma, podemos dizer que, normalmente, existem 2 genes, denominados alelos, responsáveis por uma determinada característica, um presente no cromossomo materno e outro no cromossomo paterno.

Gene e DNA

Gene é a unidade fundamental da hereditariedade. Um cromossomo é uma sequência de DNA bastante longa, que contém vários genes.

O DNA (ácido desoxirribonucleico) é uma molécula muito extensa, que contém toda a informação genética de um indivíduo. O DNA contém instruções para a fabricação de todas as proteínas do organismo. Cada segmento de DNA que contém essas instruções para formação de uma proteína é denominado gene.

Vídeo sobre Princípios básicos que regem a transmissão de características hereditárias:

Concepções pré-mendelianas sobre a hereditariedade

As primeiras pessoas observaram que parentes próximos tendiam a ser parecidos entre si e, ao domesticar animais e cultivar plantas, procuravam selecionar características vantajosas que eram transmitidas de uma geração para outra.

teorias-pre-mendelianas-e-leis-de-mendel-primeira-e-segunda-7-728-2725599-5604377-7864446

As primeiras noções sobre a hereditariedade vieram do senso comum e partiam da simples observação. Ao longo dos anos, muitas teorias foram surgindo para explicar o fenômeno da hereditariedade.

teoria da pré-formação ou Preformismo

Defendia que os organismos já estariam completos e pré-formados no interior do gameta masculino (espermatozoide) ou feminino (óvulo). Esse organismo em miniatura era chamado de homúnculo. Então, o desenvolvimento seria apenas o crescimento do homúnculo até se tornar um ser totalmente formado.

Vídeo sobre Concepções pré-mendelianas sobre a hereditariedade:

Aspectos genéticos do funcionamento do corpo humano

como sabemos o nosso corpo é cheio de mistérios que descobrimos dias após dias, fazendo com que seja algo um pouco estranho.

dv_genetica_racas_dna-3262706-4470745-3349973

Sendo que existe diversos aspectos que compõe o corpo humano de várias formas.

Aspectos Genéticos

Esses são alguns dos aspectos genéticos: Anomalias Genéticas, Árvore Genealógica, Clonagem Clonagem, Humana Cromossomos, Genealogia Herança Poligênica, Herança restrita ao sexo, Heterocromia, Projeto Genoma Humano, Sistema ABO, Tipos Sanguíneos.

Vídeo sobre Aspectos genéticos do funcionamento do corpo humano:

Antígenos e anticorpos

Antígeno é qualquer substância que ao ser introduzida no organismo faz com que seu sistema imune produza anticorpos contra ele.

anticorpos-1501340-1076094-1248641

A maior parte dos antígenos são proteínas e polissacarídeos, podendo ser moléculas presentes em bactérias, vírus, protozoários, helmintos, toxinas, toxoides, células de superfície, pólen, entre outros. Os lipídeos e ácidos nucleicos só apresentam antigenicidade se ligadas a proteínas e polissacarídeos.

anticorpos

O anticorpo é uma proteína específica que reage apenas com o corpo estranho contra o qual foi produzido. Os anticorpos agem aderindo à superfície do corpo estranho, isto impede a multiplicação dos microorganismos e inibe a ação das toxinas.

Vídeo sobre Antígenos e anticorpos:

Grupos sanguíneos, transplantes e doenças auto-imunes

Os grupos sanguíneos são antígenos situados na superfície das hemácias. Constituem, juntamente com as proteínas do soro e enzimas dos eritrócitos, polimorfismos importantes como marcadores genéticos. São clinicamente essenciais em transfusões de sangue, transplantes de órgãos e obstetrícia, na incompatibilidade materno-fetal. Além disso, são usados em medicina legal para identificação e na investigação de paternidade.

9862544fac155774a89b94b3ae22e46f-4678175-5535902-4661309

Doenças autoimunes são doenças causadas por falhas no sistema imune em distinguir o “próprio” do “não-próprio”, fazendo com que o sistema imune identifique células próprias e saudáveis como ameaças e inicie uma resposta de defesa contra elas. Alguns exemplos mais conhecidos de doenças autoimunes, são: diabetes mellitus tipo 1, lúpus eritematoso sistêmico, síndrome de Sjögren, tireoidite de Hashimoto, doença de Graves e artrite reumatoide.

Vídeo sobre Grupos sanguíneos, transplantes e doenças auto-imunes:

Neoplasias

Neoplasia é uma proliferação anormal, autônoma e descontrolada de um determinado tecido do corpo, mais conhecida como tumor. Uma neoplasia pode ser benigna ou maligna. Um câncer é uma neoplasia maligna.

neoplasia_27341_l-2931455-6661277-6267430

A neoplasia ocorre devido a uma alteração celular, que faz com que uma célula do organismo comece a se multiplicar de forma desordenada e descontrolada.

Influência de fatores ambientais

Fatores ambientais são tão importantes quanto os genéticos para determinar o risco de uma pessoa ter autismo, sugere uma pesquisa publicada neste domingo no periódico Journal of the American Medical Association (Jama). De acordo com o estudo, a maior análise genética já realizada em torno do autismo, a hereditariedade explica apenas 50% da probabilidade de uma pessoa desenvolver o transtorno – um peso menor do que estimativas anteriores haviam sugerido, de 80% a 90%.

Vídeo sobre Neoplasias e a influência de fatores ambientais:

Mutações gênicas e cromossômicas

Mutação Gênica é uma alteração em sua sequência de aminoácidos, tendo havido a substituição de um aminoácido por outro, o que acarretou uma mudança em seu mecanismo de atuação e, como consequência levou à produção de um pigmento de cor diferente.

mutac3a7c3b5es-gc3aanicas-2-1024x768-1949949-9230641-4392348

Agora, como a sequência de aminoácidos em uma proteína é determinada pela ação de um certo gene que conduz à síntese do pigmento.

Mutação Cromossômica

As mutações cromossômicas podem ser classificadas em mutações numéricas, em que há alteração no número de cromossomos de célula, e mutações estruturais, em que há alteração na forma ou no tamanho de um ou mais cromossomos da célula.

Vídeo sobre Mutações gênicas e cromossômicas:

Aconselhamento genético

O aconselhamento genético consiste em verificar a probabilidade de uma doença genética ocorrer em uma família. Além disso, pode orientar casais que pensam em ter filhos, mas apresentam grande probabilidade de transmitirem alguma patologia ou malformação.

Através do aconselhamento, é possível observar essas probabilidades, bem como as consequências para o bebê e para a família, ajudando assim nas decisões a respeito do futuro reprodutivo de um casal.

Vídeo sobre Aconselhamento genético:

Fundamentos genéticos da evolução

Os mecanismos evolutivos propostos por Darwin continham uma lacuna: a explicação para a origem da diversidade; sendo este um motivo para que algumas pessoas questionassem sua obra. Apesar de tanto Mendel quanto Darwin terem vivido na mesma época, esse não teve contato com as ideias do precursor da Genética.

A seleção natural são os fatores principais que culminam na evolução; sendo as combinações gênicas consequências da segregação independente dos cromossomos, e permutações que ocorrem durante a meiose. Tanto ela quanto as mutações estão relacionadas à variabilidade genética da população.

Vídeo sobre Fundamentos genéticos da evolução:

Aspectos genéticos da formação

Os aspectos genéticos são de uma forma muito complexa onde um organismo ou célula adquire ou torna-se predisposto a adquirir características semelhantes à do organismo ou célula que o gerou, através de informações codificadas (código genético) que são transmitidas à descendência.

dia-da-diversidade-biologica-2018-5208222-6038972-3989404

A combinação entre os códigos genéticos dos progenitores (em espécies sexuadas) e erros (mutações) na transmissão desses códigos são responsáveis pela variação biológica que, sob a ação da seleção natural, permite a evolução das espécies. A ciência que estuda a herança genética é a genética.

Manutenção da diversidade biológica

A manutenção da diversidade biológica é feita através de diversos processos de conscientização de pessoas, tornando um assunto onde todos possam contribuir e entender o processo.

Vídeo sobre Aspectos genéticos da formação:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas , falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.