Identidade dos seres vivos

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso de biologias diferentes, e nesse post vamos trabalhar com o “Identidade dos seres vivos”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas biológicas, que demonstram como estão vivendo.

Identidade dos seres vivos

A identidade dos seres vivos é baseada em diversos fatores que acontecem ao longo da vida, fatores esses que mudam as características dos seres humanos e a sua forma de viver.

Identidade dos seres vivos

Cada sr tem a sua identidade própria mas pode mudar de tempos em tempos, se baseando em o que ele acha que lhe faz bem.

Níveis de organização dos seres vivos

Os seres vivos são organizados de diferentes maneiras uma delas é a classificação biológica, Começando do nível microscópico, vemos que a matéria viva é formada de átomos, que se reúnem formando as moléculas das diversas substâncias orgânicas. Proteínas, por exemplo, são substâncias constituídas por milhares ou até milhões de átomos, principalmente de elementos como o carbono, o hidrogênio e o nitrogênio, apenas para citar alguns. No nível acima dessa hierarquia da vida, vemos que a moléculas orgânicas estão organizadas de modo a formar diversos tipos de organelas celulares que se integram na formação das células.

As células, por sua vez, são consideradas unidades básicas de todos os seres vivos, com exceção do vírus, que é chamado de acelular. Das células passamos para os tecidos, que ocorrem apenas nos organismos multicelulares (animais e plantas). Nesse nível, as células se especializam e se juntam para dar as características do tecido a ser formado. São exemplos de tecido a nossa pele, o nosso sangue, nossos músculos, entre outros. Diversos tipos de tecidos se organizam para formar os órgãos, unidades anatômicas e funcionais essenciais à manutenção da vida nos organismo multicelulares. Por exemplo, o coração é um órgão formado por diversos tipos de tecido, principal o muscular.

Organização de um indivíduo

O corpo humano faz parte dessa organização e podemos dizer que ele é classificado como um organismo. O organismo é o nível hierárquico acima dos átomos, das moléculas, das organelas, dos tecidos, dos órgãos e dos sistemas. O corpo humano é formado por tecidos variados como o tecido nervoso, sanguíneo, ósseo, epitelial, conjuntivo, entre outros. Cada tecido é formado por células com funções diferentes. Os órgãos formados pelos tecidos são, por exemplo, o coração, o fígado, os pulmões, o cérebro, a boca, entre vários outros. Cada um desempenha funções fundamentais no corpo humano, como bombear o sangue, produzir e regular hormônios, etc.

Vídeo sobre Níveis de organização dos seres vivos:

Vírus, procariontes e eucariontes

https://sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/biovirus.php
https://sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/biovirus.php
https://sobiologia.com.br/conteudos/Seresvivos/Ciencias/biovirus.php

Infecção dos Vírus

Os vírus geralmente refere-se às partículas que infectam eucariontes (organismos cujas células têm carioteca), enquanto o termo bacteriófago ou fago é utilizado para descrever aqueles que infectam procariontes (domínios bacteria e archaea).

Vídeo sobre Vírus, procariontes e eucariontes:

Seres Autótrofos

Também conhecidos como seres produtores, são aqueles que possuem a capacidade de produzir seu próprio alimento.

heterotrofos-autotrofos-6887720-8476664-7234015

De acordo com o processo utilizado para fabricar o alimento, podem ser classificados em quimiossintetizantes e fotossintetizantes.

Seres heterótrofos

Também conhecidos como seres consumidores, são aqueles que não possuem a capacidade de fabricar seu próprio alimento. Logo, necessitam se alimentar de outros seres (consumidores ou produtores). Podem ser classificados em função do tipo de alimento que consomem.

Sendo assim existem os heterótrofos: – Carnívoros: que se alimentam exclusivamente de carne. Exemplos: leão, tigre e onça pintada. – Herbívoros: que se alimentam exclusivamente de vegetais. Exemplos: cavalo, boi, cabra e coelho. – Onívoros: que se alimentam de carne de animais e também de vegetais. Exemplos: ser humano, morcego, urso e suricato. – Hematófagos: que se alimentam de sangue de outros animais. Geralmente são seres parasitas. Exemplos: pernilongo, barbeiro, carrapato e piolho. – Ictiófagos: se alimentam de peixes. Exemplos: águia pescadora, martin pescador e leão marinho. – Coprófagos: que se alimentam de fezes de animais. Exemplos: algumas espécies de moscas e escaravelho (besouro). – Ornitófagos: que se alimentam de carne de aves. Exemplos: falcão peregrino. – Insetívoros: que se alimentam de insetos. Exemplos: sapos, bem-te-vi e algumas espécies de peixes. – Detritívoros: que se alimentam de detritos orgânicos de origem vegetal e animal. Exemplos: abutre, hiena e urubu. – Planctófagos: se alimentam de plânctons. Exemplos: flamingo-de-james e arraia.

Vídeo sobre Autótrofos e heterótrofos:

Seres unicelulares e pluricelulares

Unicelulares são aqueles representados por uma única célula. Essa célula única é capaz de desempenhar todas as funções necessárias a sua sobrevivência, como alimentação, respiração e excreção.

os-protozoarios-sao-organismos-unicelulares-570279bb447c9-3442507-5313948-8284257

Seus representantes incluem bactérias, arqueobactérias, protozoários, algas e fungos unicelulares. Esses organismos podem ser divididos em procariotos e eucariotos de acordo com sua característica celular.

Seres pluricelulares

Os organismos pluricelulares (ou multicelulares) são por definição compostos por mais de uma célula. Isso permitiu a evolução de diferentes células especializadas em funções distintas dentro de um mesmo organismo. Os reinos Animalia e Plantae são inteiramente compostos por organismos pluricelulares, bem como grande parte do reino Fungi e uma série de espécies de algas.

Vídeo sobre Seres unicelulares e pluricelulares:

Sistemática e evolução dos seres vivos

A sistemática tem como principais objetivos mostrar a diversidade dentro do gênero, também descrever a biodiversidade, que é a parte da taxonomia, ordenar as espécies e biodiversidade, subjacentes a esta sistemática. Ela está preocupada em construir classes, fazer classificação, sobre as quais poderemos fazer generalizações.

55b7861b06f10-classificacao-dos-seres-vivos-4395352-9503229-7140047

O histórico da sistemática começa com Aristóteles 340 a.C. que inventou a história natural e afirmou que existe uma gradação completa na natureza; foi ele quem percebeu que existem organismos mais simples e outros mais complexos.

Vídeo sobre Sistemática e evolução dos seres vivos:

Tipos de ciclo de vida

Organismos com reprodução sexuada podem apresentar três tipos de ciclos reprodutivos diferentes: ciclo haplobionte haplonte, ciclo haplobionte diplonte e ciclo diplobionte.

envelhecimento-capa-5960942-9918097-7181300

Esses ciclos são diferenciados pelo número de cromossomos presentes em uma célula somática e também pela presença de adultos diploides e/ou haploides.

Características dos ciclos

Ciclo haplobionte haplonte: são aqueles em que há apenas um tipo de indivíduo adulto. No ciclo haplobionte haplonte, chamado somente de haplobionte por alguns autores, o indivíduo adulto é haploide e o zigoto é diploide, ou seja, o adulto possui apenas um grupo de cromossomos, e o zigoto possui dois grupos.

Ciclo haplobionte diplonte Esse ciclo de vida também é haplobionte, uma vez que há apenas um tipo de adulto. Nesse caso, porém, trata-se de um adulto diploide, diferentemente do que ocorre no ciclo haplobionte haplonte.

Ciclo diplobionte O ciclo diplobionte (do grego diplo, duplo, dois) apresenta duas formas de vidas adultas: uma haploide e uma diploide. Esse tipo de reprodução denomina-se alternância de gerações.

Vídeo sobre Tipos de ciclo de vida:

Evolução e padrões anatômicos e fisiológicos

A primeira evidência refere-se aos registros fósseis, sendo uma prova consistente de que nosso planeta já abrigou espécies diferentes das que existem hoje. Esses registros são uma forte evidência da evolução porque podem nos fornecer indícios de parentesco entre estes e os seres viventes atuais ao observarmos, em muitos casos, uma modificação contínua das espécies.

A adaptação, capacidade do ser vivo em se ajustar ao ambiente, pode ser outra evidência, uma vez que, por seleção natural, indivíduos portadores de determinadas características vantajosas – como a coloração parecida com a de seu substrato – possuem mais chances de sobreviver e transmitir a seus descendentes tais características.

Vídeo sobre Evolução e padrões anatômicos e fisiológicos:

Embriologia, anatomia

Atualmente a embriologia é uma parte da Biologia do Desenvolvimento, e está relacionada com diversas áreas de conhecimento como a citologia, a histologia, a genética, a zoologia, entre outras.

O corpo humano apresenta sistemas biológicos que realizam funções específicas necessárias para a nossa vida. Em nosso site você poderá encontrar artigos direcionados para cada um destes sistemas na anatomia humana: Sistema Esquelético.

Fisiologia humana

A fisiologia envolve a compreensão das funções de células, tecidos, órgãos e sistemas de organismo, bem como a interação entre eles e a importância para a sobrevivência. A compreensão do funcionamento dos organismos vivos sempre despertou a curiosidade e interesse dos cientistas.

Vídeo sobre Embriologia, anatomia e fisiologia humana:

Biotecnologia

Biotecnologia é o estudo e desenvolvimento de organismos geneticamente modificados e sua utilização para fins produtivos.

Ou melhor, é a tecnologia baseada na biologia, sendo usada principalmente na agricultura, ciência dos alimentos e medicina.

Sistemática

Biotecnologia é o estudo e desenvolvimento de organismos geneticamente modificados e sua utilização para fins produtivos. Ou seja, é a tecnologia baseada na biologia, sendo usada principalmente na agricultura, ciência dos alimentos e medicina.

Vídeo sobre Biotecnologia e sistemática:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas biológicas, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos negócios quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.