Níveis de alfabetização e letramento

Hoje nós vamos falar sobre níveis de alfabetização e letramento. 

A alfabetização e letramento são etapas educacionais fundamentais para que o indivíduo possa viver em sociedade ter autonomia em sua vida.  

Desde momento em que a criança se insere em sua vida escolar,  até quando deixa o ambiente da escola,  ela vai passar por um processo de letramento e alfabetização, com diferentes etapas e  uma variada questão de conhecimento.

Contudo, existem diferentes níveis de alfabetização e letramento,  e não podemos considerar como letrada a pessoa que apenas saber ler e escrever precariamente, na verdade, não podemos  nem considerar esta pessoa completamente alfabetizada.

Vamos entender melhor tudo isso a seguir.

Os níveis de alfabetização e letramento

O Processo de alfabetização e letramento assim como outros processos de ensino e aprendizagem passa por diferentes níveis.

pencil-opened-notebook-wooden-desk_23-2148128536-700x393-3865808-4718191

Não é possível ensinar uma criança a ler e escrever plenamente em apenas um dia, é necessário percorrer diferentes etapas para que o letramento  completo possa ser alcançado. 

Juntamente a isso, o conceito de alfabetização vem sendo discutida por educadores desde a década de 1980,  e  todas as mudanças sociais pelas quais a sociedade tem passado, assim como as transformações tecnológicas, modificando a compreensão dos requisitos para se considerar uma pessoa  como alfabetizada.

a definição de letramento é um conceito ainda mais recente, que entende que é preciso mais do que a alfabetização seja foi na mente capaz de viver em sociedade com autonomia.

Assim é letramento considera a perspectiva dos usos sociais e adequados domingo foi um indivíduo que entende os diferentes usos da linguagem precisam ser empregados e a razão pelo qual estes usos e não outros são necessários.

E dentro da alfabetização e letramento existem níveis a serem percorridos,  vamos compreender melhor a gente.

Conhecendo os níveis de alfabetização e letramento

Para um indivíduo que não sabe ler e escrever o primeiro contato com as letras e os números é um processo de descoberta, uma novidade que até então não existia no seu mundo: a possibilidade de colocar no papel de forma escrita  aquilo que ele fala na oralidade.

charming-brunette-studying-alone_23-2147656011-4817383-2588709-7399655

Assim a criança dentro na escola e o primeiro nível que ela tem que ultrapassar é o pré silábico.

Neste nível a criança ainda não sabe formar sílabas está entendendo que cada vez que eu do alfabeto representa um som oral,  ou seja,  as letras são signos e ela precisa associar esse sons a cada nova letra apresentada ela.

O nível seguinte ao nível silábico.  É quando a criança já aprendeu as letras e está aprendendo agora que se uniu uma ou mais delas vai formar  novos sons e que juntos formam as palavras.

A criança também aprende neste nível que determinada as sílabas são palavras e não precisam de outras sílabas para serem significados como, por exemplo, a palavra “pé”  e a palavra “mãe”.

Esse momento prepara a criança para o futuro a classificação das palavras conforme sua quantidade de sílabas e outros elementos dos níveis de alfabetização e letramento.

Em seguida a criança vai entrar no nível silábico-alfabético. E passa a adquirir compreensão de que as sílabas possuem mais que uma letra e fará a transição de ora utilizar uma letra para cada sílaba, ora reconhecer os demais fonemas das palavras e passar a empregá-los.

Por fim a criança vai chegar no nível alfabético,  onde já compreende os diferentes fonemas que formam uma palavra e que caracteriza uma escrita convencional.  

Agora a criança sabe o valor de cada letra de cada sílaba,  sabe formar palavras,  escrever o quê ouve o que fala,  pode passar a um entendimento mais complexo da língua formando frases e textos. 

Confira algumas curiosidades sobre os níveis de alfabetização e letramento  a seguir. 

Quais os níveis de alfabetização e letramento que antecedem a fase pré silábica?

Antes de ser apresentada ao mundo das Letras entender que elas codificam são falados a criança passa pelos níveis Pictórica e Grafismo Primitivo.

Quais as características do níveis Pictórica e Grafismo Primitivo pelos quais a criança passa antes de entrar na fase pré silábica em níveis de alfabetização e letramento?

Aqui a criança está experimentando o mundo através de desenhos e tentativas de escrita que não fazem sentido,  porque ainda não são letras.  Mas, a criança observa o mundo ao redor e percebe que a escrita existe e tenta imitar aquilo que ver com os seus desenhos e ilustrações infantis. 

young-people-studying-together-desktop_23-2147844734-8134758-6143754-4576744

Quem nunca viu uma criança brincando de escrever e produzindo uma série de rabiscos sem sentido algum?  Essa criança está na fase Pictórica e Grafismo Primitivo.

 Níveis de alfabetização e letramento:  a importância da leitura

A pessoa alfabetizada é capaz de codificar e decodificar os sentidos e usos da  linguagem sua forma oral e também direi apresentá-los de forma escrita,  colocando suas ideias no papel.

student-reading-illustration_23-2147529876-3447249-6403179-5791888

Mas como estamos existem diferenças entre alfabetização e letramento.

Portanto, uma pessoa letrada é aquela que entende os diferentes grupos sociais e culturais da língua, e transcende a alfabetização compreendendo os significados da linguagem em seus diferentes contextos e situações.

É aquele indivíduo que sabe, por exemplo,  que pode falar em  linguagem coloquial com seus amigos sem problema algum,  mas precisa usar uma linguagem acadêmica se for participar em um evento científico na faculdade.

Mas, para chegar nesse estágio e precisa passar por níveis de alfabetização e letramento.

Em todo esse processo além de aprender a escrever é preciso também aprender a ler e desenvolver a prática da leitura.

Sem uma boa habilidade de leitura a criança não vai conseguir desenvolver a contento a sua habilidade de escrita.  

Ou seja,  além de trabalhar o ensino do alfabeto,  das sílabas e palavras,  o  professor que precisa Inserir a criança no contexto da Leitura desde a mais tenra idade para que ela aprenda a ser um leitor.

Porque a leitura é tão importante para concluir os diferentes níveis de alfabetização e letramento?

O aluno ser educacional e precisa ser ensinado  a respeito da importância da leitura, por que ela traz muitos benefícios, por exemplo:

  1.  Ampliar o vocabulário e melhora a compreensão;
  2.  Expande os horizontes culturais do indivíduo;
  3.  Traz novos conhecimentos;
  4.  Ajuda o indivíduo a definir um estilo próprio de escrita.

Por que é importante que uma criança passe com êxito por todos os níveis de alfabetização e letramento?

É importante para a sua autonomia como indivíduo e para sua formação integral como ser humano. É preciso compreender que letramento e inclusão social andam  lado a lado. 

Os níveis de alfabetização e letramento:  dicas finais

É fundamental que o docente que trabalha com crianças em fase de alfabetização Entenda os diferentes níveis que compõem esse processo.

confident-woman-sitting-with-books_23-2147666507-7680640-7746181-5662113

O letramento e a alfabetização satisfatória  vão possibilitar que o indivíduo tenha maior controle sobre sua vida e um entendimento mais preciso do mundo.

Destacamos também como parte imprescindível desse processo que haja uma boa relação professor e aluno, pois  a criança aprende  de muitas formas e uma delas é através do exemplo do professor e do carisma que ele desperta no aluno motivando-o a estudar.

O professor é uma figura Central na vida da criança e a criança vai passar muito tempo de sua vida junto a ele, logo quando professores e alunos desenvolvem uma relação saudável e respeitosa o processo de ensino e aprendizagem é beneficiado como um todo.

Essas são as nossas dicas de hoje, conte pra gente o que você achou os comentários e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.