O Educando Portador de Necessidades Especiais

Hoje vamos apresentar um texto onde mostra trabalhos de diferentes representações e neste poste vamos falar um pouco mais aprofundado de “O Educando Portador de Necessidades Especiais” mostrando seus pontos principais.

Os pontos principais e os diferentes métodos de ensino mostrando como pode ser aplicada na educação de crianças e jovens.

O Educando Portador de Necessidades Especiais

A educação com base em necessidades especiais tanto pelos alunos como professores, pode ser compreendida dentro da sala de aula, de uma forma que os alunos e os professores podem contribuir de uma forma muito grande para qualquer educação.

O educando portador de necessidades especiais

Ao acolher todas as pessoas, sem exceção, no sistema de ensino, independentemente de cor, classe social e condições físicas e psicológicas. O termo é associado mais comumente à inclusão educacional de pessoas com deficiência física e mental.

O Conceito do Portador de Necessidades Especiais

Necessidades especiais é a carência ou deficiência de uma ou mais capacidades; condição de todos os seres humanos, que, em alguns, causa uma sensação de fadiga e sofrimento particularmente intensa, a ponto de o corpo social promulgar leis para a sua integração, mas, ao mesmo tempo, preferir esconder ou favorecer o desaparecimento do sujeito difícil de integrar.

As necessidades especiais são incapacidades, do portador, de realizar as atividades próprias do seu nível de desenvolvimento. Podem ser deficiências físicas ou mentais, também conhecidas como atrasos de aprendizagem.

Professores com Deficiência

Um professor com deficiência é um grande co-adejuvante para a a escola, ajudando no ensino e tentar deixar normal o fato de um professor com deficiência. Portanto, a escola visa contribuir para o desenvolvimento de uma cultura inclusiva promovendo a normalidade das diferenças.

Vídeo Sobre o Conceito Portador de Necessidades Especiais:

Características Básicas

Pessoas com deficiência São aquelas que têm impedimentos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade.

veja-como-os-elevadores-podem-facilitar-o-dia-a-dia-de-pessoas-com-deficiencia-1619293-7029707-7636702

O sofrimento das pessoas com deficiência depende do ambiente, mais do que da doença: muitas vezes, o ambiente favorece o sofrimento do doente. A pessoa com deficiência tem o direito à saúde, como as outras: o direito à saúde é intrínseco à pessoa, e os portadores de deficiências podem ser saudáveis, isto é, ter a sua saúde satisfeita, desde que haja um compromisso social real e contínuo.

Deficiência e saúde

Infelizmente, a ideia de que a pessoa com deficiência leva uma vida que “não vale a pena ser vivida” continua sendo difundida e flertando com a eugenia, cujo primeiro passo é presumir que aqueles que não têm capacidade de autonomia não devem ser definidos como “pessoas”, seguindo-se o passo da ambiguidade que considera as pessoas doentes como “estranhas” ou “sobreviventes” do diagnóstico genético pré-natal.

Vídeo Sobre as Características Básicas:

Necessidades Educacionais e Potencialidades dos Educandos Portadores

As pessoas com os mais diversos tipos de deficiência são uma realidade presente em nossa sociedade, mas que, muitas vezes, costumam ser ignoradas como se fossem distantes. É como se não fizessem parte do convívio social, como se vivessem à margem da sociedade, sempre trancafiados em casa, em instituições de caridade, ou em centros de tratamento e reabilitação.

deficientes-trabalho-5133119-6271691-6380309

O distanciamento se agrava quando a questão acha-se o mundo do trabalho. Em outro plano, a capacitação profissional apresenta-se como fundamental ao que a escola pode oferecer, é um segundo passo para que a pessoa com deficiência se sinta segura e preparada para enfrentar o mercado de trabalho.

Deficiência Física

Professores com deficiências podem se sair muito bem em relação aos alunos, colocando em prática o que sabem, assim vice versa.

Deficiência Auditiva

Deficiência Auditiva, o professor deve ter atitude reflexiva diante da questão, usando a sensibilidade e o bom senso na solução dos problemas que poderão surgir a partir da relação aluno/professor.

Deficiência Visual

A convivência do aluno deficiente visual e do professor na sala de aula está longe de ser algo naturalmente aceite, algo comparável à convivência entre um aluno normovisual e o professor. E nem sequer se trata, na maior parte dos casos, de má-vontade por parte do professor ou indisponibilidade do aluno portador de deficiência. Trata-se, tão-somente, da dificuldade de efectivar, na prática, a “Escola Inclusiva”, tão sabiamente arquitectada de formas teóricas, à luz da nossa bem intencionada legislação.

Deficiência Mental

Alunos com deficiência mental são alunos que são destinados a escolas especiais, onde são ensinados de acordo com a sua capacidade diária.

Condutas Tipicas

Os alunos com deficiência podem ser conduzidos de uma maneira que devem ser relevados e compreendidos de diversas maneiras no dia a dia.

Vídeo Sobre Necessidades Educacionais:

FIM

Chegamos ao fim de uma lista que foi recheada de conteúdos, e hoje falamos de — com suas características. Se você gostou do assunto e do texto, compartilha nas redes sociais, e ajude a divulgar nossos trabalhos. Você também pode acessar as nossas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.