Origem e evolução da vida

Olá pessoal hoje o demonstre traz um trabalho onde retrata do nosso dia a dia de acordo com o nosso modo de viver, com base no uso de práticas biológicas, e nesse post vamos trabalhar com o “Problemas ambientais: causas e consequências”.

Onde vamos mostrar o modo de se relacionar das pessoas baseada em práticas biológicas, que demonstram através de vários fatores do dia a dia.

Origem e evolução da vida

A Vida na Terra terá surgido á cerca de 3400 M.a., como o parecem demonstrar os fósseis de procariontes encontrados na África do Sul. As células eucarióticas terão surgido há cerca de 2000 a 1400 M.a., seguidas dos organismos multicelulares há cerca de 700 M.a.

Origem e evolução da vida

Toda a Vida era obra de uma entidade toda poderosa, fato que servia para mascarar a não existência de conhecimentos suficientes para se criar uma explicação racional.

A biologia como ciência

A biologia ou ciências biológicas é a ciência que estuda os seres vivos, desde aqueles em escala molecular até o mais complexo dos organismos.

A biologia também estuda a interação dos seres vivos entre eles e com o ambiente físico em que vivem. A biologia como ciência se divide em vários ramos de estudo. Alguns estudam o organismo em si, outras a evolução das espécies e das populações, outro ramo estuda, por exemplo, o diagnóstico de doenças através de análises clínicas, entre outras.

história, métodos, técnicas e experimentação

A biologia surgiu a partir de quais plantas eram venenosas e quais não eram, quais frutos que podiam ser consumidos e os que não podiam.

Em 1650, com a descoberta do microscópio por Antony van Leeuwenhoek, os cientistas e curiosos puderam aprofundar mais seus estudos na biologia. Em 1735, Lineu, baseado nas semelhanças morfológicas de plantas e de animais, criou o sistema taxonômico e a nomenclatura dos seres vivos, que é utilizado até hoje, mas com algumas modificações.

Em 1809, Lamarck deu um passo à frente quando publicou um livro sobre a evolução das espécies, e em 1859, Charles Darwin, também evolucionista, publicou um livro sobre a origem das espécies, que é aceita até hoje como explicação para a evolução das espécies.

Vídeo sobre a biologia como ciência:

Hipóteses sobre a origem do Universo, da Terra e dos seres vivos

A origem do universo é representada de várias formas sendo que por algum tempo alguma teoria prevaleceu.

Essas teorias são representadas de formas que envolvem a vida dos humanos, animais e plantas.

Teorias

As teorias que envolvem os surgimento da vida são: Teoria do Big Bang, Teoria do Universo Oscilante, Teoria do Estado Estacionário, Teoria Inflacionária Gravidade quântica em loop, Teoria M, Seleção cosmológica natural, Criacionista, Panspermia, Abiogênese, Bóson de Higgs.

Vídeo sobre Hipóteses sobre a origem do Universo, da Terra e dos seres vivos:

Teorias de evolução

A Teoria da Evolução descreve o desenvolvimento das espécies que habitavam ou habitam o planeta Terra.

maxresdefault-3805736-6897904-3333620

Sendo que as espécies atuais descendem de outras espécies que sofreram modificações ao longo do tempo e transmitiram novas características aos seus descendentes.

Quais são as teorias da evolução?

Criacionismo: As forças divinas são responsáveis pelo surgimento do planeta e de todas as espécies existentes. Nesse caso, não houve nenhum processo evolutivo e as espécies são imutáveis. Essa teoria relaciona-se com questões religiosas.

Evolucionista: Propõe a evolução das espécies por meio da seleção natural conforme ocorrem as mudanças ambientais.

Vídeo sobre Teorias de evolução:

Explicações pré-darwinistas para a modificação das espécies

Imagine que o senhor João na sua infância e adolescência sempre foi bem magro. Atualmente é um homem bem musculoso, e estes músculos foram adquiridos por meio da combinação de exercícios físicos e alimentação rica em proteínas.

darwin-teoria-evolucao-erros-3546305-1364349-5422752

No entanto o filho do senhor João, que se chama Paulo e tem 18 anos, é bem magrinho, desprovido de músculos bem desenvolvidos como os do pai. Ou seja, os caracteres (músculos) adquiridos pelo senhor João ao longo de sua vida não foram transmitidos para o seu filho. Estudos genéticos demonstram este e outros exemplos.

Mas não pense que Lamarck não tinha razão alguma. Muito pelo contrário! Veremos adiante que a sua teoria tem bastante a ver com a teoria de Darwin.

Vídeo sobre Explicações pré-darwinistas para a modificação das espécies:

A teoria evolutiva de Charles Darwin

Segundo Darwin, os organismos mais bem adaptados ao meio têm maiores chances de sobrevivência do que os menos adaptados, deixando um número maior de descendentes.

56aa672482bee10ed50013d7darwin2-7092743-9523214-7824323

Os organismos mais bem adaptados são, portanto, selecionados para aquele ambiente.

Princípios básicos

Os indivíduos de uma mesma espécie apresentam variações em todos os caracteres, não sendo portanto idênticos entre si.

Todo organismo tem grande capacidade de reprodução, produzindo muitos descendentes. Entretanto, apenas alguns dos descendentes chegam à idade adulta.

O número de indivíduos de uma espécie é mantido mais ou menos constante ao longo das gerações. Assim, há grande “luta” pela vida entre os descendentes, pois apesar de nascerem muitos indivíduos poucos atingem a maturalidade, o que mantém constante o número de indivíduos na espécie.

Na “luta” pela vida, organismos com variações favoráveis ás condições do ambiente onde vivem têm maiores chances de sobreviver, quando comparados aos organismos com variações menos favoráveis.

Vídeo sobre A teoria evolutiva de Charles Darwin:

Teoria sintética da evolução

A Teoria sintética da evolução ou Neodarwinismo foi formulada por vários pesquisadores durante anos de estudos, tomando como essência as noções de Darwin sobre a seleção natural e incorporando noções atuais de genética.

neodarwinismo-5401659-6527916-9485670

A mais importante contribuição individual da Genética, extraída dos trabalhos de Mendel, substituiu o conceito antigo de herança através da mistura de sangue pelo conceito de herança através de partículas: os genes.

Vídeo sobre Teoria sintética da evolução:

Seleção artificial e seu impacto sobre ambientes naturais e sobre populações humanas

Seleção artificial é o processo de cruzamentos conduzido pelo ser humano com o objetivo de selecionar características desejáveis em animais e plantas. Estas características podem ser, por exemplo, um aumento da produção de carne, leite, lã, seda ou frutas.

Para esse fim foram, e são, produzidas diversas raças domésticas, como cães, gatos, pombos, bovinos, peixes e plantas ornamentais.

Processos

Os processos de seleção artificial são o endocruzamento, heterose e formação de híbridos. Através do endocruzamento o homem promove uma seleção direcional escolhendo os indivíduos portadores das características que pretende selecionar e promove o cruzamento entre os indivíduos selecionados; nas gerações seguintes faz o mesmo tipo de seleção.

Vídeo sobre Seleção artificial e seu impacto sobre ambientes naturais e sobre populações humanas:

FIM

Chegamos ao fim do poste onde fala das Estudo das práticas biológicas, falando e explicando como foi feito até os dias atuais, assim tanto nos estudos quanto na vida pessoal. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.