Tag: Psicologia da Educação

Teoria da Psicologia da Educação

Hoje vamos apresentar um texto onde mostra trabalhos de diferentes representações e neste poste vamos falar um pouco mais aprofundado de “Teoria da Psicologia da Educação” mostrando seus pontos principais.

Os pontos principais do ensino e métodos, mostrando como pode ser aplicados na educação de crianças e jovens.

Teoria da Psicologia da Educação

A teoria proporciona conhecimento para os fenômenos e comportamentos analisados tornem-se compreensíveis, sendo que nestes fenômenos e comportamentos haverá aspectos universais, além de particularidades contextuais e individuais.

Projeto sem título 1 1

As teorias, em grande parte, abrangem primeiramente o indivíduo, a cultura, as visões e os modelos de mundo e de sociedade.

Teorias Psicológicas Contemporâneas e suas Aplicações

A Psicologia do Desenvolvimento expressa nos dias atuais uma complexa rede de significações a respeito das mudanças pelas quais passam os indivíduos humanos, da concepção à morte. Em toda história do ser humano a busca por compreender e explicar o mundo em que se vive sempre esteve presente.

Resultado de imagem para educação

A forma como o conhecimento foi se constituindo ao longo de nossa história apresenta diferenças significativas, desde o momento áureo na antiguidade entre os gregos até a contemporaneidade — nossos dias.

Implicações Educacionais

As ideias cartesianas enfatizam o método como um imperativo para a organização do conhecimento. O método cartesiano é analítico, propõe a decomposição dos problemas de pesquisa em partes constitutivas como caminho metodológico para organização lógica do conhecimento. A partir da proposição metodológica cartesiana a decomposição dos problemas de estudo passou a ser característica principal da ciência moderna.

Vídeo Sobre Teorias Psicológicas Contemporâneas  e suas Aplicações:

Revisão – Síntese de Pre-requisitos Conceituais Básicos

A análise é feita através de estímulos e de suas respostas, ou seja, a cada estímulo o organismo dá uma determinada resposta tem um desenvolvimento grande em função de suas aplicações práticas de modo concreto, a partir da noção de comportamento.

Imagem relacionada

A área de Educação utiliza muito esses conhecimentos, entretanto, outras áreas também tem recebido a contribuição das técnicas e conceitos desenvolvidos pelo Behaviorismo , como a de treinamento de empresas, o trabalho educativo de crianças excepcionais, a publicidade e outros.

Abordagens Psicológicas ao Estudo do Homem

Tem uma visão holística de homem e de mundo, onde um afeta o outro. Acredita que o sentir, o pensar e o agir precisam estar em sintonia e serem respeitados para que haja saúde. Esse tipo de terapia é focada no presente. O profissional busca sempre ouvir o cliente com atenção direcionada em gestos, postura, tom de voz e expressões faciais.

Humanistas: C. Rogers A. Maslow

Segundo eles o enfoque da psicanálise no inconsciente e seu determinismo, e o enfoque na metodologia científica, pelo behaviorismo, foram as críticas mais fortes dos novos movimentos de Psicologia surgidos no meio do século XX. Na verdade o humanismo não é uma escola de pensamento, mas sim um aglomerado de diversas correntes teóricas. Em comum elas têm o enfoque humanizador do aparelho psíquico, em outras palavras elas focalizam no homem como detentor de liberdade, escolha, sempre no presente. Traz da filosofia fenomenológico existencial um extenso gabarito de ideias. Foi fundada por Abraham Maslow, porém a sua história começa muito tempo antes.

Cognitivo- Desenvolvimentais: J. Piaget, L Kohiberg

A teoria do desenvolvimento moral é a mais conhecida de Kohlberg. Sua teoria, assim como a de Piaget, é universalista. Não afirma a universalidade das normas, mas a das estruturas que permitem a aplicação das normas em contextos precisos e proporcionam critérios para o juízo moral. Acredita que através de um processo maturacional e interativo, todos os seres humanos têm a capacidade de chegar à plena competência moral, medida pelo paradigma da moralidade autônoma, ou, como prefere Kohlberg, pela da moralidade pós-convencional.

Comportamentais: B. F. Skinner, A Bandura

BF Skinner acreditava que as pessoas são diretamente reforçadas por experiências positivas ou negativas em um ambiente e demonstram a aprendizagem através de seu comportamento alterado quando confrontado com o mesmo cenário. Albert Bandura acreditava que a aprendizagem nem sempre é medida pelo comportamento e pode até mesmo ser feita por ver alguém aprender.

Psicossocial: E Erikson

Psicanalista responsável pelo desenvolvimento da Teoria do Desenvolvimento Psicossocial na Psicologia e um dos teóricos da Psicologia do desenvolvimento. Erik Homburger Erikson nasceu em Frankfurt am Main, Alemanha, em 15 de Junho de 1902. Começou a sua vida como artista plástico.

Vídeo Sobre Abordagens Psicológicas ao Estudo do Homem:

Modelos de Educação Alternativos e Abordagens

Escolas inovadoras quebram muros (reais e invisíveis), dão voz às crianças, querem os pais e a comunidade por perto, repassam responsabilidades aos pequenos e dão importância ao pensar e ao argumentar em vez da repetição e exposição de conteúdo. Nessas escolas, o professor desce do tablado para mediar os alunos na construção do conhecimento e a brincadeira se torna a melhor forma de aprender para a vida. Em escolas inovadoras, ir para a aula deixa de ser “um saco”.

Resultado de imagem para educação

Em salas que estimulam o contato entre as crianças de diferentes idades, os alunos são incentivados a pensar por si, com o objetivo de se desenvolverem de forma autônoma. Na Escola Politeia, são levados em conta os interesses de cada estudante, bem como seu ritmo e limitações. Valores democráticos e éticos também estão presentes nas interações do dia a dia, ao dar prioridade ao trabalho em grupo e às responsabilidades de cada aluno.

Vídeo Sobre Modelos de Educação Alternativos e Abordagens:

FIM

Chegamos ao fim de uma lista que foi recheada de conteúdos, e hoje falamos de Teoria da Psicologia da Educação com suas características. Se você gostou do assunto e do texto, compartilha nas redes sociais, e ajude a divulgar nossos trabalhos. Você também pode acessar as nossas redes sociais.

10 Psicólogos Escolar – Psicologia Escolar

Olá pessoal hoje o demonstre traz uma lista de 10 Psicólogos da Gênese da Escolaridade, onde mostra a sua biografia, teorias e outras informações. Para ajudar no conhecimentos diversos sobre filosofia e sociologia.

10 Psicólogos Escolar

Untitled design 53 300x251 6110267 8456979

A psicologia escolar é um estudo sobre o comportamento de alunos e professores nas escolas, onde esses estudos pode melhorar as formas de ensinar de maneira que os demais podem aprender com o melhor método possível.

Esses psicólogos estudaram diversas teorias desde o comportamento de um aluno ao grupo de estudos para melhor a educação.Sendo  processos de ensino e aprendizagem, desenvolvimento humano, escolarização em todos os seus níveis, inclusão de pessoas com deficiências, políticas públicas em educação, gestão psicoeducacional em instituições.

Alexander Luria – Psicólogo

Filho de pais judeus, nasceu em Kazan, uma região central a leste de Moscou. Estudou o Curso de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Kazan (graduado em 1921) e graças ao seu interesse em psicologia e à sua erudição, em 1924, foi convidado a participar do recém criado Instituto de Psicologia de Moscou. Estudou no Instituto médico de Kharkov e no Instituto Médico de Moscou graduando-se em medicina em 1937, onde depois foi professor (1944). Obteve seu doutorado em Pedagogia (1937) e Ciências Médicas (1943).

luria 4650032 1618459 5619495

Foi um famoso psicólogo soviético especialista em psicologia do desenvolvimento. Foi um dos fundadores de psicologia cultural-histórica onde se inclui o estudo das noções de causalidade e pensamento lógico–conceitual da atividade teórica como função do sistema nervoso central.

Alexander Luria teoria – Sistema nervoso central

Em anatomia, chama-se sistema nervoso central (SNC), ou neuroeixo, ao conjunto do encéfalo e da medula espinhal dos vertebrados. Forma, junto com o sistema nervoso periférico, o sistema nervoso, e tem um papel fundamental no controle do corpo. É no SNC que chegam as informações relacionadas aos sentidos (audição, visão, olfato, paladar e tato) e é dele que partem ordens destinadas aos músculos e glândulas.

Vídeo Alexander Luria:

Reuven Feuerstein – Psicólogo

Feuerstein estudou na Universidade de Genebra sob orientação de Jean Piaget, André Rey, Barbel Inhelder e Marguerite Loosli Uster e é um seguidor de Lev Vygotsky. Ele é o presidente do Centro Internacional pelo Desenvolvimento do Potencial de Aprendizagem (ICELP) em Jerusalém. Os conceitos de que a inteligência é plástica e modificável, e que a inteligência pode ser pensada, são centrais na Teoria da modificabilidade cognitiva estrutural. A inteligência pode ser desenvolvida em um ambiente de aprendizagem mediada criado a partir da teoria da Experiência da Aprendizagem Mediada.

Foi um professor e psicólogo judeu-israelense, criador da Teoria da modificabilidade cognitiva estrutural (MCE), a teoria da Experiência da Aprendizagem Mediada (MLE), e o Programa de Enriquecimento Instrumental (PEI). A ideia de que inteligência pode ser desenvolvida está associada ao trabalho do Professor Feuerstein.

Reuven Feuerstein – Teoria da modificabilidade cognitiva estrutural

De acordo com Feuerstein, a maioria de nós apresenta uma série de “funções cognitivas deficientes”, ou seja, nossos processos mentais raramente operam em um nível ótimo de funcionamento. A partir de uma avaliação adequada, e com o auxílio de instrumentos concretos de apoio psicopedagógico, a maioria dos indivíduos torna-se então capaz de desenvolver essas potencialidades.

Vídeo Reuven Feuerstein:

Jean Piaget – Psicólogo

Foi um biólogo, psicólogo e epistemólogo suíço, considerado um dos mais importantes pensadores do século XX. Defendeu uma abordagem interdisciplinar para a investigação epistemológica e fundou a Epistemologia Genética, teoria do conhecimento com base no estudo da gênese psicológica do pensamento humano.

gettyimages 51396666 4492771 7375877 4045791

Foi um biólogo, psicólogo e epistemólogo suíço, viveu por 84 anos, teve obras como A Construção do Real na Criança. Trad. Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Zahar, 1970. 360 p. A Epistemologia Genética e a Pesquisa Psicológica. Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1974. A Epistemologia Genética. Trad. Nathanael C. Caixeira. Petrópolis: Vozes, 1971. 110p. desenvolveu em suas pesquisas a teoria da construção do conhecimento, mais conhecida como Epistemologia genética, seu foco principal foi o sujeito Epistemológico o qual foi estudado pelo método clínico desenvolvido pelo próprio Piaget.

Jean Piaget Teoria Cognitiva

A teoria diz que é preciso compreender a ação do sujeito no processo de construção do conhecimento. Apesar de diferenças entre suas teorias, procuraram compreender como a aprendizagem ocorre no que se refere às estruturas mentais do sujeito e sobre o que é preciso fazer para aprender.

Vídeo sobre Jean Piaget:

https://youtube.com/watch?v=l51yF_CNEKs

Lev Vygotsky – Psicólogo

Filho de uma próspera família judia, formou-se em Direito pela Universidade de Moscou em 1918. Durante o seu período acadêmico estudou simultaneamente Literatura e História na Universidade Popular de Shanyavskii. destacou-se em sua época por suas críticas literárias e análises do significado histórico e psicológico das obras de Arte, trabalhos que posteriormente foram incorporados no livro “Psicologia da Arte”, escrito entre 1924 e 1926, incluindo naturalmente a tese de doutorado sobre Psicologia da Arte, que defendeu em 1925.

foto de vygotsky 9823633 5986386 5115266

Foi um psicólogo, morreu aos 38 anos, pensador importante em sua área e época, foi pioneiro no conceito de que o desenvolvimento intelectual das crianças ocorre em função das interações sociais e condições de vida.

Lev Vygotsky teoria Psicologia cultural-histórica

Os fatores biológicos e sociais constituem-se como caminhos complementares de investigação, no processo em o biológico se transforma no sócio-histórico requerendo tanto o conhecimento do cérebro como substrato material da atividade psicológica como o estudo da cultura como parte essencial da constituição do ser humano.

Vídeo sobre Lev Vygotsky:

Erik Erikson – Psicólogo

Erik Homburger Erikson nasceu em Frankfurt am Main, Alemanha, em 15 de Junho de 1902. Começou a sua vida como artista plástico. Em 1927, depois de estudar arte e viajar pela Europa, passou a lecionar em Viena a convite de Anna Freud, filha de Sigmund Freud. Em 1933 emigrou para os Estados Unidos e naturalizou-se americano. Lecionou nas universidades de Harvard, Berkeley e Yale. Na década de 1930, tendo mesmo habitado na reserva dos índios Sioux, as suas experiências pessoais em antropologia, muito referidas nas suas obras, deram-lhe uma perspectiva social marcante.

BiografC3ADa 22 9474362 7643685 8300649

Viveu aos ate os 92 anos, foi um psicanalista responsável pelo desenvolvimento da Teoria do Desenvolvimento Psicossocial na Psicologia e um dos teóricos da Psicologia do desenvolvimento.

Erik Erikson – Teoria do desenvolvimento psicossocial

O crescimento psicológico ocorre através de estágios e fases, não ocorre ao acaso e depende da interação da pessoa com o meio que a rodeia. Cada estágio é atravessado por uma crise psicossocial entre uma vertente positiva e uma vertente negativa. As duas vertentes são necessárias, mas é essencial que se sobreponha a positiva. A forma como cada crise é ultrapassada ao longo de todos os estágios influenciará a capacidade para se resolverem conflitos inerentes à vida.

Erik Erikson teoria – Psicologia do desenvolvimento

É o estudo científico das mudanças de comportamento relacionadas à idade durante a vida de uma pessoa. Este campo examina mudanças através de uma ampla variedade de tópicos, incluindo habilidades motoras, habilidades em solução de problemas, entendimento conceitual, aquisição de linguagem, entendimento da moral e formação da identidade.

Vídeo sobre Erik Erikson:

Sigmund Freud – Psicólogo

Mais conhecido como Sigmund Freud, foi um médico neurologista criador da psicanálise. Freud nasceu em uma família judaica, em Freiberg in Mähren, na época pertencente ao Império Austríaco (atualmente, a localidade é denominada Příbor, e pertence à República Tcheca).

super imgfreud sigmund1 5301206 3549400 1518324

Freud iniciou seus estudos pela utilização da técnica da hipnose, morreu aos 83 anos, teve obras como A Interpretação dos Sonhos, primeira parte, 1900 A Interpretação dos Sonhos, segunda parte, 1900 Sobre a Psicopatologia da Vida Cotidiana, 1901 Um caso de histeria, 1901 Três Ensaios sobre a Teoria da Sexualidade, 1905 Os chistes e sua relação com o inconsciente, 1905 Cinco lições de psicanálise, 1910 Leonardo da Vinci, 1910 O caso Schereber, 1911 Totem e tabu, alguns Pontos de Concordância Entre a Vida mental dos Selvagens e dos Neuróticos, 1913 Além do princípio do prazer, 1920 O ego e o ID, 1923 O Futuro de uma Ilusão, 1927 O Mal-estar na Civilização, 1930 Moisés e o monoteísmo, 1939 Esboço de psicanálise, 1940.

Sigmund Freud Teoria da Psicanálise

É um campo clínico e de investigação teórica da psique humana independente da Psicologia, que tem origem na Medicina, desenvolvido por Sigmund Freud, médico que se formou em 1881, trabalhou no Hospital Geral de Viena e teve contato com o neurologista francês Jean Martin Charcot, que lhe mostrou o uso da hipnose.

Vídeo sobre Sigmund Freud:

https://youtube.com/watch?v=-op3s6s-yw4

Carl Rogers – Psicólogo

Não contente com as posições reducionistas, mecanicistas e diretivistas da Psicanálise e do Behaviorismo de Skinner, Rogers funda sua abordagem em uma recusa em identificar a pessoa em terapia como paciente ou doente, como traziam as duas primeiras na época, e aponta a importância da relação da pessoa e do terapeuta, que são iguais e não possuem posição de hierarquia.

Foi um Psicólogo estadunidense atuante na terceira força da psicologia e desenvolvedor da Abordagem Centrada na Pessoa. Sua dedicação à construção de um método científico na psicologia foi reconhecido por prêmio da Associação Americana de Psicologia, da qual também foi eleito presidente, em 1958, tendo sido um pioneiro no estudo sistemático da clinica psicológica.

Carl Rogers teoria

Não trabalhou em teorias dando a sua opinião, mas tendo sido um pioneiro no estudo sistemático da clinica psicológica.

Vídeo sobre Carl Rogers:

B. F. Skiner – Psicólogo

Foi um autor e psicólogo norte-americano. Conduziu trabalhos pioneiros em psicologia experimental e foi o propositor do behaviorismo radical, abordagem que busca entender o comportamento em função das inter-relações entre a filogenética, o ambiente (cultura) e a história de vida do suposto individuo.

hqdefault 7022523 3250904 7836202

Atuou na como autor e psicólogo, viveu durante 86 anos, a principal contribuição de Skinner para a Psicologia foi o conceito de Comportamento Operante que descreve um tipo de relação entre as respostas dos organismos e o ambiente.

B. F. Skiner teoria Condicionamento operante

Refere-se ao procedimento através do qual é modelada uma resposta no organismo através de reforço diferencial e aproximações sucessivas. É onde a resposta gera uma consequência e esta consequência afeta a sua probabilidade de ocorrer novamente; se a consequência for reforçadora, aumenta a probabilidade, se for punitiva, além de diminuir a probabilidade de sua ocorrência futura, gera outros efeitos colaterais. Este tipo de comportamento que tem como consequência um estímulo que afete sua frequência é chamado “Comportamento Operante”.

Vídeo sobre B. F. Skiner:

https://youtube.com/watch?v=L_iD-JPI99Q

FIM

Pessoal chegamos ao fim de mais uma lista de Psicólogos com suas teorias e ensinamentos, e hoje trouxemos 10 Psicólogos Escolar. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

10 Psicólogos Humanistas

Olá pessoal hoje o demonstre traz uma lista de 8 Psicólogos Humanistas, onde mostra a sua biografia, teorias e outras informações. Para ajudar no conhecimentos diversos sobre filosofia e sociologia.

A psicologia humanista é um ramo da psicologia em geral, e da psicoterapia em particular, considerada como a terceira via, ao lado da psicanálise e da terapia comportamental.

8 Psicólogos Humanistas

Untitled design 52 300x251 5327174 2518499

A psicologia humanista surgiu como uma reação ao determinismo dominante nas outras práticas psicoterapêuticas, ensinando que o ser humano possui em si uma força de autorrealização, que conduz o indivíduo ao desenvolvimento de uma personalidade criativa e saudável.

Jean-Paul Sartre – Psicólogo

Sua filosofia dizia que no caso humano (e só no caso humano) a existência precede a essência, pois o homem primeiro existe, depois se define, enquanto todas as outras coisas são o que são, sem se definir, e por isso sem ter uma “essência” que suceda à existência. Ele também é conhecido por seu relacionamento aberto que durou cerca de 51 anos (até sua morte) com a filósofa e escritora francesa Simone de Beauvoir.

jean paul sartre original 4545428 6070858 8758986

Foi um filósofo, escritor e crítico francês, conhecido como representante do existencialismo. Acreditava que os intelectuais têm de desempenhar um papel ativo na sociedade. Era um artista militante, e apoiou causas políticas de esquerda com a sua vida e a sua obra.

Jean-Paul Sartre teoria – Limitação da liberdade

A liberdade dá ao homem o poder de escolha, mas está sujeita às limitações do próprio homem. Esta autonomia de escolha é limitada pelas capacidades físicas do ser. Para Sartre, porém, estas limitações não diminuem a liberdade, pelo contrário, são elas que tornam essa liberdade possível, porque determinam nossas possibilidades de escolha, e impõem, na verdade, uma liberdade de eleição da qual não podemos escapar.

Jean-Paul Sartre teoria – Liberdade em Sartre

Sartre defende que o homem é livre e responsável por tudo que está à sua volta. Sartre dizia “Somos inteiramente responsáveis por nosso passado, nosso presente e nosso futuro”. Em Sartre, temos a ideia de liberdade como uma pena, por assim dizer. “O homem está condenado a ser livre”.

Vídeo sobre Jean-Paul Sartre:

Martin Heidegger – Psicólogo

Heidegger é mais conhecido por suas contribuições para a fenomenologia e existencialismo, embora, como a Enciclopédia de Stanford de Filosofia adverte, “seu pensamento deve ser identificado como parte de tais movimentos filosóficos apenas com extremo cuidado e qualificação”. Em sua primeira divisão, Heidegger tentou se afastar das questões “ônticas” sobre os seres para as questões ontológicas sobre o Ser, e recuperar a questão filosófica mais fundamental: a questão do Ser, do que significa para algo ser. Heidegger abordou a questão através de uma investigação sobre o ser que tem uma compreensão do Ser, e faz a pergunta sobre ele, a saber, o Ser Humano, que ele chamou de Dasein (“estar lá”).

Martin Heidegger. 5417432 7140636 7650140

Foi um filósofo, escritor, professor universitário e reitor alemão. Ele foi um pensador seminal na tradição continental e hermenêutica filosófica, e é “amplamente reconhecido como um dos filósofos mais originais e importantes do século 20.

Martin Heidegger teoria – Dasein

Como entroncamento central de toda a sua fenomenologia encontra-se o conceito de Jeweiligkeit: ser-a-cada-momento ou de-cada-vez (respetividade). Esta noção é fundamental para se compreender a de Dasein, que não deve ser sem mais vertida para Ser humano, homem, nem mesmo para Realidade Humana (ver, a este respeito, A Carta sobre o Humanismo– para mais pormenores sobre a difícil tarefa da tradução do termo veja-se o artigo correspondente, Dasein).

Martin Heidegger teoria – Neokantismo

 Considera-se que as obras anteriores a Ser e Tempo são de teor kantiano. Esta fase do seu pensamento constitui para alguns estudiosos o primeiro momento da sua filosofia, marcado pela influência de Kant e pela pujança fenomenológica. Apesar das reservas dos seguidores da sua metodologia, Heidegger tende a ser aproximado ao movimento existencialista. Esta fase é aquela que mais facilmente se relaciona com este movimento.

Vídeo sobre Martin Heidegger:

Carl Rogers – Psicólogo

Não contente com as posições reducionistas, mecanicistas e diretivistas da Psicanálise e do Behaviorismo de Skinner, Rogers funda sua abordagem em uma recusa em identificar a pessoa em terapia como paciente ou doente, como traziam as duas primeiras na época, e aponta a importância da relação da pessoa e do terapeuta, que são iguais e não possuem posição de hierarquia.

Foi um Psicólogo estadunidense atuante na terceira força da psicologia e desenvolvedor da Abordagem Centrada na Pessoa. Sua dedicação à construção de um método científico na psicologia foi reconhecido por prêmio da Associação Americana de Psicologia, da qual também foi eleito presidente, em 1958, tendo sido um pioneiro no estudo sistemático da clinica psicológica.

Carl Rogers teoria

Não trabalhou em teorias dando a sua opinião, mas tendo sido um pioneiro no estudo sistemático da clinica psicológica.

Vídeo sobre Carl Rogers:

Abraham Maslow – Psicólogo

Foi um psicólogo americano, conhecido pela proposta Hierarquia de necessidades de Maslow. Maslow era o mais velho de sete irmãos, de uma família judia do Brooklyn, Nova Iorque, Trabalhou no MIT, fundando o centro de pesquisa National Laboratories for Group Dynamics.

abraham maslow 1 9987945 9012303 8307689

Um psicologo que estudava a administração na vida das pessoas, morreu aos 62 anos, contribuiu muito para o desenvolvimento dos estudos com relação a administração.

Abraham Maslow – Hierarquia de necessidades de Maslow

É uma divisão hierárquica proposta por Abraham Maslow, em que as necessidades de nível mais baixo devem ser satisfeitas antes das necessidades de nível mais alto.

  • necessidades fisiológicas (básicas), tais como a fome, a sede, o sono, o sexo, a excreção, o abrigo;
  • necessidades de segurança, que vão da simples necessidade de sentir-se seguro dentro de uma casa a formas mais elaboradas de segurança como um emprego estável, um plano de saúde ou um seguro de vida;
  • necessidades sociais ou de amor, afeto, afeição e sentimentos tais como os de pertencer a um grupo ou fazer parte de um clube;
  • necessidades de estima, que passam por duas vertentes, o reconhecimento das nossas capacidades pessoais e o reconhecimento dos outros face à nossa capacidade de adequação às funções que desempenhamos;
  • necessidades de auto-realização, em que o indivíduo procura tornar-se aquilo que ele pode ser: “What humans can be, they must be: they must be true to their own nature!” (Tradução: “O que os humanos podem ser, eles devem ser: Eles devem ser verdadeiros com a sua própria natureza).

Vídeo sobre Abraham Maslow:

Viktor Frankl – Psicólogo

Ele é o segundo filho de três crianças. Sua mãe se chamava Elsa Frankl e seu pai Gabriel Frankl. Seu pai trabalhava como diretor no Ministério de Serviço Social, e migrou de Moravia. Durante a I Guerra Mundial sua familia vivenciou amargas dificuldades; Algumas vezes Viktor Frankl teve de mendigar nas fazendas proximas para conseguir alimento. Seu trabalho de conclusão do Ginásio: “On the psychology of philosophical thought”(Um trabalho com fortes influencias de Arthur Schopenhauer). Viktor Frankl neste periodo se correspondia intensivamente com Sigmund Freud.

img 1 31 7688 5215263 4200593 1852656

Foi um médico psiquiatra austríaco, fundador da escola da logoterapia, que explora o sentido existencial do indivíduo e a dimensão espiritual da existência. Sua contribuição para o mundo judaico foi tão importanta que o famoso rabino conhecido simplesmente como Rebbe.

Viktor Frankl teoria – Logoterapia

A visão da Logoterapia sobre o ser humana encontra grande suporte nas filosofias religiosas. Em especial o judaísmo possui vários pontos tangentes com as opiniões de Viktor Frankl.

Vídeo sobre Viktor Frankl:

Erich Fromm – Psicólogo

Erich Fromm teve sua ascendência em uma família judia extremamente religiosa, da qual se originaram diversos rabinos, Até 1925 ele teve além disto aulas de talmude com o rabino Rabinkow. Em 1926 ele se casou com a psicanalista Frieda Reichmann. Depois da tomada do poder por Hitler, Fromm mudou-se para Genebra, emigrando em maio de 1934 para os Estados Unidos, onde trabalhou na Columbia University de Nova Iorque. No fim de 1939, após diversos conflitos, ele se desligou do Instituto de Pesquisas Sociais, depois de ter sido um dos seus mais importantes colaboradores por muitos anos. Em maio de 1940 ele se tornou cidadão americano. Em 1944 casou-se com a imigrante alemã-judia Henny Gurland

loffit erich fromm 05 2088464 6355835 5637005

Um alemão filosofo, que viveu durante 79 anos, contribuiu para o Humanismo normativo, Moldagem do indivíduo pela sociedade, Falhas predeterminadas pela cultura, Influência intrafamiliar, publicou obras como Das jüdische Gesetz. Ein Beitrag zur Soziologie des Diaspora-Judentums., Promotion, 1922. ISBN 3-453-09896-X Über Methode und Aufgaben einer analytischen Sozialpsychologie. Zeitschrift für Sozialforschung, Bd. 1, 1932, S. 28–54. Die psychoanalytische Charakterologie und ihre Bedeutung für die Sozialpsychologie. Zeitschrift für Sozialforschung, Bd. 1, 1932, S. 253–277.

Erich Fromm teoria Humanismo normativo

Fromm defendia frente a essa tese um humanismo normativo: O ser humano tem, segundo Fromm, não apenas necessidades básicas físicas, mas também necessidades básicas psíquicas, enraizados em sua existência.

Erich Fromm teoria Moldagem do indivíduo pela sociedade

Fromm pergunta-se, “como é possível, que o poder dominante em uma sociedade realmente seja tão efetivo, como a história nos mostra” (citações de Theoretische Entwürfe über Autorität und Familie“, 1936) . De um lado o poder externo é “um componente essencial para a conclusão da conformação e subjugação da massa sob tal autoridade”. Por outro lado, a sociedade não poderia funcionar somente “através do medo dos meios físicos de exerção de poder” (alusão ao Nazismo).

Vídeo Erich Fromm:

Fritz Perls – Psicólogo

Nascido em um gueto judeu de Berlim, foi o terceiro e último filho depois de duas meninas, Else e Grete. Seu pai, Nathan, foi vendedor de fraccionamento de vinhos, e passou muito tempo longe de casa e sempre teve uma relação muito ruim com seu único filho. Sua mãe, Amalia, judia, advinda de uma pequena burguesia, decisivamente influenciaria seu filho em relação às paixões pela ópera e teatro. Em relação aos seus pais, Fritz escreveu em sua autobiografia: “Meus pais eram judeus, identificados, especialmente o meu pai. Isso significa que, primeiro vivi a vergonha do meu passado e, por outro, mantive alguns de meus costumes tradicionais; como ir à igreja aos feriados. Pensei que no caso em que Deus estava em algum lugar, do qual eu não poderia estar presente, isso e outras hipocrisia, me fez ateu desde cedo.

Fritz Perls 8956536 3788736 6077672

Foi um psicoterapeuta e psiquiatra de origem judaica que, junto com sua esposa Laura Perls, desenvolveu uma abordagem de psicoterapia que chamou de Gestalt-terapia.

Fritz Perls teoria

Fritz propôs o conceito de que o desenvolvimento psicológico e biológico de um organismo se processa de acordo com as tendências inatas desse organismo, que tentam adaptá-lo harmoniosamente ao ambiente e também criticava a psicanálise antes mesmo do surgimento da Gestalt-Terapia, podendo ser observado em sua primeira publicação: “The Ego, Hunger and Aggression”(1942), no qual critica a teoria psicanalítica com base em pesquisas sobre percepção e motivação. Neste livro Fritz lança uma importante discordância teórica com relação à psicanálise: a idéia de que a base da agressão e do sadismo está na fase oral e não na fase anal do desenvolvimento infantil.

Vídeo sobre Fritz Perls:

FIM

Pessoal chegamos ao fim de mais uma lista de Psicólogos com suas teorias e ensinamentos, e hoje trouxemos 10 Psicólogos Humanistas. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

5 Psicólogos Jurídicos

Olá pessoal hoje o demonstre traz uma lista de 5 Psicólogos Jurídicos, onde mostra a sua biografia, teorias e outras informações. Para ajudar no conhecimentos diversos sobre filosofia e sociologia.

Psicologia Jurídica é o campo da psicologia que agrega os profissionais que se dedicam à interação entre a psicologia e o direito. A principal função dos psicólogos no âmbito da justiça é auxiliar em questões relativas à saúde mental dos envolvidos em um processo.

5 Psicólogos Jurídicos – Psicologia jurídica

Untitled design 12 300x251 9296334 8201857

Os psicólogos jurídicos são pessoas que tem pensamentos diferentes das demais pessoas, estudando e propondo soluções para a criminalidade e o jeito de ser uns com os outros no dia a dia das pessoas.

Wilhelm wundt – Psicólogo

Filho de pastores luteranos e Alemães, com aprendizado na área de humanidades ao encargo de um vigário com quem residiu na juventude. Formado pela Universidade de Heidelberg em 1855 vindo transferido da Universidade de Universidade de Tubinga (Tübingen) em 1851. Após um curso de fisiologia com Johannes Müller (1801-1858), o criador da teoria vitalista das energias nervosas sensoriais específicas, no mesmo ano de sua formatura em Berlim retorna para Heidelberg em 1856, onde doutora-se em filosofia e começa a lecionar fisiologia como Privatdozent. Somente 19 anos mais tarde iria lecionar na Universidade de Leipzig. Porém é importante salientar que ele começou estudar medicina em Tubinga e se transferiu para a universidade de Heidelbergg, onde estudou fisologia, anatomia, física e química. Porém ao longo do curso, ficou evidente para Wundt que ele não tinha inclinação alguma para medicina e especializou-se em fisiologia.

Foi um médico, filósofo e psicólogo alemão, viveu durante 88 anos. É considerado um dos fundadores da psicologia experimental junto com Ernst Heinrich Weber (1795-1878) e Gustav Theodor Fechner (1801-1889).

Wilhelm wundt teoria – Psicologia experimental

O comportamento observável, a fim de testar modelos e teorias matemáticas sobre diversos aspectos do mesmo: prestar atenção, perceber, recordar, aprender, decidir, reagir emocionalmente e interagir. Os testes às teorias e modelos são experimentais, isto é, implicam a manipulação de variáveis ditas independentes e o registo rigoroso e a medição precisa do que acontece às variáveis dependentes. Por exemplo, manipular a intensidade da luz e registar e medir a velocidade de reacção de pressionar uma determinada tecla face a um estímulo sonoro.

Vídeo sobre Wilhelm wundt:

https://youtube.com/watch?v=1jEa0uDxxsU

Jiménez Burillo – Psicólogo

Um psicologo jurídico colombiano que Publicou diversos livros e estuda essa psicologia.

lancou livros como Psicología social 1987 El Holocausto nazi 2007 Intervención psicológica en violencia y marginación social 1984 El holocausto nazi y Los juicios de Nuremberg 2012 Psicología, desarrollo humano y calidad de vida: Psicología, sociedad y calidad de vida. Área 4 1984 Psicología de las relaciones de autoridad y de poder 2004.

Jiménez Burillo teoria

Não faz abordagens sobre teorias.

Vídeo sobre Jiménez Burillo:

Wilhelm Stern – Psicólogo

Wilhelm Stern Criou, na Universidade de Hamburgo, um laboratório de psicologia onde desenvolveu várias pesquisas, recorrendo ao método experimental. É Stern que cria o termo Quociente de Inteligência (Q.I.) para designar a razão entre a idade mental e a idade cronológica. Para além da psicologia diferencial desenvolveu estudos nas áreas da psicologia judiciária e genética

Foi Um psicólogo, viveu durante 67 anos, Contribuiu para diversas pesquisas, o autor do estudo do QI.

Wilhelm Stern teoria – Psicologia diferencial

É a parte da psicologia que se dedica a descrever e explicar “as particularidades humanas duradouras, não patológicas e que influenciam o comportamento dentro de uma determinada população”.

Vídeo sobre Wilhelm Stern:

Edipo – Psicólogo

Segundo a lenda grega, Laio, o rei de Tebas havia sido alertado pelo Oráculo de Delfos que uma maldição iria se concretizar: seu próprio filho o mataria e que este filho se casaria com a própria mãe. Por tal motivo, ao nascer Édipo, Laio abandonou-o no monte Citerão pregando um prego em cada pé para tentar matá-lo. O menino foi recolhido mais tarde por um pastor e batizado como “Edipodos”, o de “pés-furados”, que foi adotado depois pelo rei de Corinto e voltou a Delfos. Édipo consulta o Oráculo que lhe dá a mesma previsão dada a Laio, que mataria seu pai e desposaria sua mãe. Achando se tratar de seus pais adotivos, foge de Corinto.

edipo 1 563x353 4563855 3334358 5105620

É um personagem da mitologia grega, famoso por matar o pai e casar-se com a própria mãe. Filho de Laio e de Jocasta, pai de Etéocles, Ismênia, Antígona e de Polinice.

Edipo teoria

Não participou de teorias.

Vídeo sobre Edipo:

Munsterberg – Psicólogo

Considerado o pai espiritual de muitas das correntes da teoria do cinema. Deu ênfase em um espectador ativo, que preencha as lacunas do cinema por meio de investimentos intelectuais e emocionais, antecipando assim, posteriores teorias da espectatorialidade. Antecipou a “teoria da recepção” quando explorou o entendimento de que os filmes produzem eventos mentais, não estão apenas nacelulóide mas na mente daquele que a utiliza.

munsterberg blog 5095032 3125946 3717341

Um psicologo que estabeleceu as bases e justificativas da psicologia industrial na administração científica, viveu ppor 53 anos, suas obras foram 1889-1892 Beiträge zur experimentellen Psychologie (4 volumes) 1899 Psychology and Life 1900 Grundzüge der Psychologie 1901 American Traits from the Point of View of a German 1904 Die Amerikaner 1906 Science and Idealism 1908 Philosophie der Werte 1908 Aus Deutsch-Amerika 1908 Psychology and Crime 1908 On the Witness Stand’ 1916 The Photoplay.

Munsterberg Teoria do Cinema

Deu ênfase em um espectador ativo, que preencha as lacunas do cinema por meio de investimentos intelectuais e emocionais, antecipando assim, posteriores teorias da espectatorialidade.

Munsterberg Teoria da Recepção

Uma teoria de análise do fato artístico ou cultural que enfoca sua análise no receptor. Dentro dos estudos literários se origina no trabalho de Hans Robert Jauss nos anos 1960 e se desenvolve nas décadas seguintes na Alemanha e nos Estados Unidos (Fortier 132) se inserindo em vários campos de estudo.

Vídeo sobre Hugo Munsterberg:

FIM

Pessoal chegamos ao fim de mais uma lista de Psicólogos com suas teorias e ensinamentos, e hoje trouxemos 10 Psicólogos Jurídicos. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

10 Psicólogos behavioristas

Olá pessoal hoje o demonstre traz uma lista de 10 “psicólogos behavioristas”, onde mostra a sua biografia, teorias e outras informações. Para ajudar no conhecimentos diversos sobre filosofia e sociologia.

10 Psicólogos behavioristas – Behaviorismo

Behaviorismo é um termo genérico para agrupar diversas e contraditórias correntes de pensamento na Psicologia que tem como unidade conceitual o comportamento, mesmo que com diferentes concepções sobre o que seja o comportamento. É uma palavra inglesa behaviour (RU) ou behavior (EUA) significa comportamento, conduta.

Ivan Pavlov – Psicólogo

Nasceu em 26 de setembro de 1849 em Leningrado, foi um fisiologista russo conhecido principalmente pelo seu trabalho no condicionamento clássico. criou a ideia básica do condicionamento clássico que consiste em que algumas respostas comportamentais são reflexos incondicionados, ou seja, são inatas em vez de aprendidas, enquanto que outras são reflexos condicionados.

Estudava a área de filosofia, viveu durante 86 anos, ganhou o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1904, por suas descobertas sobre os processos digestivos de animais, contribuiu para o trabalho do condicionamento clássico.

Ivan Pavlov teoria do Condicionamento clássico

É um processo que descreve a gênese e a modificação de alguns comportamentos com base nos efeitos do binômio estímulo-resposta sobre o sistema nervoso central dos seres vivos. O termo condicionamento clássico encontra-se historicamente vinculado a Ivan Pavlov (1849-1936) , a “psicologia da aprendizagem” de John B. Watson (1878-1958), e Burrhus Frederic Skinner (1904-1990), também conhecido como sistema de punição e recompensa ou ao “comportamentalismo” (Behaviorismo).

Ivan Pavlov teoria da Aprendizagem

É o processo pelo qual as competências, habilidades, conhecimentos, comportamento ou valores são adquiridos ou modificados, como resultado de estudo, experiência, formação, raciocínio e observação. Este processo pode ser analisado a partir de diferentes perspectivas, de forma que há diferentes teorias de aprendizagem. Aprendizagem é uma das funções mentais mais importantes em humanos e animais e também pode ser aplicada a sistemas artificiais.

Vídeo sobre Ivan Pavlov:

Edward Thorndike – Psicólogo

Edward L. Thorndike nasceu nos Estados Unidos em 31 de Agosto de 1874, Iniciou seus estudos de Psicologia na Universidade de Harvard, Estados Unidos, onde foi discípulo de William James. Um dos aspectos da psicologia que particularmente o fascinava, era o estudo do aprendizado dos animais. Posteriormente, passou a estudar com Cattell, na Universidade de Columbia, onde se transferiu, a fim de prosseguir seus estudos.

edward thorndike 1973399 5012224 2936212

Estudava a área de Psicologia, morreu aos 75 anos de idade, contribuiu muito para a teoria da aprendizagem.

Edward Thorndike Teoria do Condicionamento operante

Teoria que refere-se ao procedimento através do qual é modelada uma resposta no organismo através de reforço diferencial e aproximações sucessivas. É onde a resposta gera uma consequência e esta consequência afeta a sua probabilidade de ocorrer novamente; se a consequência for reforçadora, aumenta a probabilidade, se for punitiva, além de diminuir a probabilidade de sua ocorrência futura, gera outros efeitos colaterais. Este tipo de comportamento que tem como consequência um estímulo que afete sua frequência é chamado “Comportamento Operante”.

Vídeo sobre Edward Thorndike:

https://youtube.com/watch?v=qeDJtM-T8vg

John B. Watson – Psicólogo

John B. Watson foi um psicólogo estadunidense,considerado o fundador do behaviorismo. Frequentou o curso de Filosofia, mas desiludido com a orientação,mudou para Psicologia. Para suportar as suas despesas pessoais, aceitou como trabalho a limpeza dos gabinetes da Universidade, bem como a vigilância dos ratos brancos dos laboratórios de Neurologia.Doutorou-se depois em Neuropsicologia,defendendo uma tese sobre a relação entre o comportamento dos ratos de laboratório e o sistema nervoso central.

Nasceu em Nova York, viveu por 80 anos, teve como obras tudo voltadas para o Behaviorismo, e contribuiu bastante para o comportamentalismo.

John B. Watson teoria do Comportamentalismo

É a teoria e método de investigação psicológica que procura examinar do modo mais objetivo o comportamento humano e dos animais, com ênfase nos fatos objetivos (estímulos e reações), sem fazer recurso à introspecção, segundo o dicionário Houaiss, ou seja, como próprio nome já diz, tem como objeto de estudo o comportamento, que é caracterizado pela resposta dada a estímulos externos, e segundo Watson, “seu objetivo teórico é prever e controlar o comportamento”

Vídeo sobre John B. Watson:

Edwin Guthrie – Psicólogo

Foi um comportamental psicólogo . Ele primeiro trabalhou como professor de matemática e filósofo , mas mudou para psicologia quando tinha 33 anos. Passou a maior parte de sua carreira na Universidade de Washington , onde se tornou professor titular e depois professor emérito de psicologia.

hqdefault 6580631 8269806 4506770

Estudava a área da Psicologia, viveu durante 73 anos, tinha suas obras todas no ramo da psicologia, e contribuiu bastante para a teoria da aprendizagem.

Edwin Guthrie teoria Condicionamento clássico

Refere-se a um procedimento de aprendizado no qual um estímulo biologicamente potente (por exemplo, comida) é associado a um estímulo anteriormente neutro (por exemplo, um sino). Refere-se também ao processo de aprendizado resultante desse pareamento, através do qual o estímulo neutro chega a provocar uma resposta (por exemplo, salivação) que é geralmente semelhante àquela provocada pelo estímulo potente.

Vídeo sobre Edwin Guthrie:

Edward Tolman – Psicólogo

Foi um psicólogo norte-americano. estudou no Massachusetts Institute of Technology (MIT), tendo-se doutorado, em 1915, na Universidade de Harvard. Os seus trabalhos enquadram-se na corrente behaviorista, considerando contudo que a proposta de explicação do comportamento presentada (estímulo-resposta) era muito redutora.

hqdefault 8136714 1444760 2482191

Era da área de psicologia, viveu por 73 anos, entre as suas obras pode-se destacar: Purposive behavior in animals and men, seus trabalhos enquadram-se na corrente behaviorista,

Edward Tolman – Comportamento

É definido como o conjunto de reações de um sistema dinâmico face às interações e renovação propiciadas pelo meio onde está envolvido.

Vídeo sobre Edward Tolman:

Zing-Yang Kuo – Psicólogo

Kuo nasceu em Shantou , província de Guangdong, em 1898. Kuo estudou na Universidade de Fudan, em Xangai. Em 1918, Kuo foi estudar nos Estados Unidos. Em 1923, Kuo obteve seu PhD pela Universidade da Califórnia, Berkeley (UC, Berkeley) aos 25 anos de idade. Kuo voltou para a China e fundou o Departamento de Psicologia na Universidade de Fudan em 1924. [1] Kuo era professor, o vice-presidente ; e de abril de 1924 a novembro de 1925, o presidente em exercício da Universidade de Fudan.

13238 2018 516 Fig1 HTML 2245557 4759625 8494632

Atuava na área da psicologia experimental, contribuiu bastante nesse cenário, teeve como obras A Dinâmica do Desenvolvimento do Comportamento: Uma Visão Epigenética, A Dinâmica do Desenvolvimento do Comportamento, Instinto.

Vídeo sobre Zing-Yang Kuo:

Karl Lashley – Psicólogo

Foi um psicólogo e behaviorista lembrado por suas contribuições para o estudo da aprendizagem e da memória. Uma pesquisa da revista General Psychology , publicada em 2002, classificou Lashley como o 61º psicólogo mais citado do século XX.

Era d área dos psicologos, viveu durante 68 anos, teve como obra A interpretação behaviorista da consciência”. Revisão psicológica 1929 “Mecanismos cerebrais e inteligência”. 1930 “Mecanismos neurais básicos no comportamento”. Revisão psicológica 1932 “Estudos sobre a dinâmica do comportamento”. Imprensa da Universidade de Chicago. contribuiu para pesquisas sobre mecanismos cerebrais e como elas estavam relacionadas a receptores sensoriais.

Karl Lashley teoria

Não consta teorias  de Karl Lashley.

Vídeo sobre Karl Lashley:

Konrad Lorenz – Psicólogo

Era da área da zoólogo, etólogo e ornitólogo austríaco. Foi agraciado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1973, por seus estudos sobre o comportamento animal, a etologia. Konrad Lorenz era filho de um cirurgião, e apresentou grande interesse sobre os animais, estudando o seu comportamento desde o nascimento. Em 1922 começou o seu curso de medicina em Nova Iorque mas voltou depois para Viena. Fez o seu doutorado em zoologia pela universidade local.

dia konrad.lorenz 4119309 6134929 7636060

Um zoólogo, etólogo e ornitólogo austríaco, viveu durante 85 anos, teve obras como King Solomon’s Ring, Man Meets Dog, contribuiu bastante para a coólogia e a fisiologia.

Konrad Lorenz teoria

Não existe teoria com relação a ele.

Vídeo sobre Konrad Lorenz:

B. F. Skiner – Psicólogo

Foi um autor e psicólogo norte-americano. Conduziu trabalhos pioneiros em psicologia experimental e foi o propositor do behaviorismo radical, abordagem que busca entender o comportamento em função das inter-relações entre a filogenética, o ambiente (cultura) e a história de vida do suposto individuo.

hqdefault 7022523 7874385 7565611

Atuou na como autor e psicólogo, viveu durante 86 anos, a principal contribuição de Skinner para a Psicologia foi o conceito de Comportamento Operante que descreve um tipo de relação entre as respostas dos organismos e o ambiente.

B. F. Skiner teoria Condicionamento operante

Refere-se ao procedimento através do qual é modelada uma resposta no organismo através de reforço diferencial e aproximações sucessivas. É onde a resposta gera uma consequência e esta consequência afeta a sua probabilidade de ocorrer novamente; se a consequência for reforçadora, aumenta a probabilidade, se for punitiva, além de diminuir a probabilidade de sua ocorrência futura, gera outros efeitos colaterais. Este tipo de comportamento que tem como consequência um estímulo que afete sua frequência é chamado “Comportamento Operante”.

Vídeo sobre B. F. Skiner:

https://youtube.com/watch?v=L_iD-JPI99Q

Joseph Wolpe – Psicólogo

Foi um psiquiatra sul-africano nascido dia 20 de abril de 1915, em Joanesburgo, e falecido dia 4 de dezembro de 1998, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos . Ele introduziu o princípio da inibição recíproca, utilizado no Condicionamento Clássico, segundo o qual se uma resposta contrária à que provoca ansiedade é emitida em presença de estímulos produtores da mesma reação, a associação entre esses estímulos e a ansiedade diminui.

Foi um filosofo, que viveu po 83 anos, contribuiu para o conceito de Dessensibilização Sistemática, como cura para fobias, aplicando os princípios pavlovianos de extinção comportamental.

Joseph Wolpe teoria

Não tem teorias relacionadas.

Vídeo sobre Joseph Wolpe:

FIM

Pessoal chegamos ao fim de mais uma lista de Psicólogos com suas teorias e ensinamentos, e hoje trouxemos 10 Psicólogos behavioristas. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

Teoria de Freud e a educação – Psicologia da Educação

O que a teoria de Freud e a educação tem em comum, você deve estar se perguntando. Bom, neste artigo vou responder isso de maneira clara, direta e mais completa possível, para que você possa levar esse aprendizado da psicologia da educação para sua sala de aula.

Teoria de Freud e a Educação

Lembrando que o texto tem uma organização bem simples, que conta com: introdução sobre quem foi Freud e primeira teoria, um glossário sobre os mecanismos de defesa, para no final fazer uma reflexão de fato sobre a teoria de Freud e a educação, discutindo o conceito de transitoriedade, tão importante para compreendermos o desenvolvimento da criança.

quem foi freud

Quem foi Freud?

Biografia: Freud (1856-1939) cursou medicina na Universidade de Viena, formando-se no ano de 1881. Especializou-se em Psiquiatria e chegou a ministrar aulas de neuropatologia. Durante o período de residência médica. Freud trabalhou ao lado de Jean Charcot, médico que tratava a histeria utilizando métodos de hipnose. Charcot viveu entre 1867 a 1936.

Depois de algum tempo Freud voltou para Viena e retomou seus trabalhos na área Clínica, aplicando agora a hipnose que havia aprendido, com a função de eliminar sintomas de distúrbios nervosos. Ele então fez uma parceria com Josef Breuer(1842-1925).

Teoria de Freud

Entre as teorias de Freud, a que tratava sobre a estrutura do aparelho psíquico foi a primeira. Freud marcou toda uma era com a publicação da obra A Interpretação dos Sonhos, publicada em 1900, livro no qual Freud abordou os desejos do inconsciente que afetam diretamente o comportamento visível do indivíduo.

Inconsciente para Freud

Inconsciente é tudo aquilo que não está regido pela área consciente, nele habitam conteúdos reprimidos guiados por um sistema próprio de funcionamento. O inconsciente é atemporal e não tem noção de passado ou futuro.

Pré-consciente para Freud

Pré-consciente é um sistema onde habitam conteúdos acessíveis a mente consciente, que está recebendo informações tanto exteriores ao indivíduo quanto interiores a ele, o tempo todo.

Existe uma segunda teoria sobre o aparelho psíquico, que aprofunda a discussão ao caracterizar Id, Ego e Superego:

O que é ID?

Id concerne o local onde toda a energia do indivíduo está guardada. Nele estão localizados os impulsos de vida e de morte; trata-se de um espaço no indivíduo onde quem manda é o princípio do prazer, que busca satisfazer as necessidades imediatas. Todo o inconsciente é atribuído ao ID.

O que é Ego?

Ego trata-se da balança que mede e estabelece o equilíbrio e entre o id e o superego. Ele funciona por meio da percepção da realidade e do princípio da realidade.

O que é Superego?

Superego é onde estão internalizadas todas as proibições, os limites e o senso de autoridade, tendo origem no chamado complexo de Édipo. Ele é a moral; guia-se pelas demandas culturais e sociais.

psychology 1957449 1920 6129435 2530885

A dinâmica da psique e os mecanismos de defesa

A contribuição de Freud na educação é tamanha, e parte disso está justamente em compreender os mecanismos de defesa da psique humana e as fases de desenvolvimento cognitivo deste. Sugiro o aprendizado dos conceitos seguintes para entender de fato a relação entre Freud e a Educação.

O que é projeção?

Projeção: o indivíduo projeta ao mundo exterior algo que parte dele próprio, fazendo com que o mesmo repudie aquela característica, mas que ela não seja percebida em sua própria personalidade. Basicamente, a projeção faz com que você veja no outro algo que detesta em você mesmo, ainda que não o perceba.

O que é racionalização?

Racionalização: é capaz de criar sistema argumentativo e lógico que pode ser convincente e inteligente. A racionalização busca justificar todos os estados deteriorados da consciência; nada mais do que um mecanismo de defesa que sempre está em busca de justificativas.

O que é formação reativa?

Formação reativa: ocorre quando o ego quero afastar determinado desejo que leva alguém para determinada situação. Para tal, essa pessoa começa a adotar uma postura que vai de sentido oposto ao desejo.

Um exemplo simples é o comportamento de pudor e moralista em pessoas com grande desejo sexual; há nelas uma repressão que as leva em sentido contrário ao próprio desejo.. “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço” é uma frase que também combina com a formação reativa.

O que é recalque?

Recalque: acontece quando alguém se indispõe inconscientemente a compreender o verdadeiro sentido de algo e não é capaz de perceber o que realmente está acontecendo. O recalque entra em ação quando algo pode ferir o ego. Exemplo: uma garota está lendo um artigo crítica sobre determinados comportamentos, mas não presta muita atenção às críticas mais amargas, pois elas a atingiriam.

O que é regressão?

Regressão: é o fenômeno no qual uma pessoa regride várias etapas do seu próprio desenvolvimento. Podemos citar a seguinte situação: um lutador extremamente feroz tem medo de dormir com a porta do quarto fechada.

O que é deslocamento?

Deslocamento: é a substituição inconsciente de um objeto por outro, com objetivo de resolver um conflito. O instinto que existe e a sua finalidade continuam as mesmas, foi apenas o objeto mudou. Imagine uma pessoa numa festa, mas ela realmente quer ir embora, e tal agonia manifesta-se nas mãos, iniciando um descontrole a faz derrubar sua bebida no chão.

O que é negação?

Negação: é simplesmente a incapacidade de aceitar na mente Consciente algo que perturba o ego do indivíduo ele não teima em não aceitar. Pense comigo; “Joãozinho” perdeu dinheiro todo o seu dinheiro numa aposta, e não só isso, também perdeu sua amada esposa. Entretanto, ele ignora essa realidade e não consegue aceitá-la de modo algum. Apesar das mudanças drásticas em sua vida, Joãozinho ainda pensa como se as coisas continuassem normais.

O que é sublimação?

Sublimação: acontece quando uma pulsão de caráter sexual deriva para algum objetivo não sexual, tal como o trabalho, hobbies ou cultura.

contribuições da psicanálise para a educação

Quais os estágios Psicossexuais?

A definição dos estágios psicossexuais são outra grande contribuição na relação de Freud e a educação:

Estágios Psicossexuais: tem foco no papel da sexualidade nas perturbações da personalidade. A libido, também conhecida como a energia original afetiva, busca a satisfação e o prazer, sendo comumente chamada de energia sexual.

O fator sexual relacionado com a libido está presente em todas as ligações de um ser humano, desde o nascimento até sua vida adulta. Durante a fase do desenvolvimento, cada organização da libido tem relação direta com determinada zona erógena corporal.

Fase Oral

Fase Oral: presente desde o nascimento até os 12/18 meses de idade.

A satisfação e prazer que o bebê sente estão diretamente ligados à sua boca, pois através da sucção a que ele se alimenta. Fixação: o adulto que porventura não teve as suas necessidades orais satisfeitas poderá apresentar o hábito de roer as unhas. Freud acreditava fortemente que o vício de fumar, comer, roer as unhas e comportamentos como morder objetos são derivados da não satisfação deste impulso presente na fase oral, onde a fonte de prazer é a sucção.

Fase Anal

Fase Anal: dos 12/18 aos 3 anos de idade.

Esta área do corpo proporciona prazer durante a fase de desenvolvimento em questão. Isso acontece porque a criança obtém prazer quando consegue controlar os seus movimentos, tanto da bexiga quanto do intestino. Parte da satisfação se dá pelo fato da aprovação dos pais quando a criança desenvolve a nova habilidade.

As pessoas que não satisfazem este prazer durante a fase anal continuam a buscar pelo prazer não experimentado, resultando em adultos que querem controlar seu comportamento ou o alheio. Acredita-se que indivíduos assim se tornam compulsivos ou até mesmo dominadores.

Fase Fálica

Fase fálica: dos 3 aos 6 anos de idade.

Durante este período do Desenvolvimento Infantil o prazer encontra-se na genitália que, segundo Freud, deseja satisfazer o prazer sexual. Na fase fálica ocorre a focalização na figura materna como objeto de amor e desejo, independentemente do gênero da criança. Quando há a não satisfação e frustrações entre relacionamento mãe e filho, o desenvolvimento da criança será extremamente afetado. Para Freud, a este período é crucial na identificação de papéis do desenvolvimento moral e sexual do indivíduo.

Fase da Latência

A fase de latência: dos 6 anos até a puberdade.

É um período “calmo” na vida da criança, onde os conflitos da fase fálica são “ignorado”, ou melhor dizendo, recalcados pela mente inconsciente da criança. Durante esse período o indivíduo começa a desenvolver habilidades, crenças e valores que possibilitarão sua adaptação à vida em sociedade.

Fase Genital

Fase genital: ocorre desde a puberdade até a fase adulta.

O impulso sexual acaba retornando na fase genital. A grande diferença é que na adolescência o objeto de satisfação já não é mais a mãe. Este momento é o que anuncia o desenvolvimento e os relacionamentos adultos heterossexuais.

Contribuições da psicanálise para a educação

Faz todo sentido, uma vez que como educador, você trabalhará com crianças e adolescentes vivendo em diversas fases. Portanto, saber o que ocorre em cada momento da turma é proveitoso e pode facilitar tanto na comunicação quanto na elaboração das estratégias de aprendizagens e planos de ensino.

Estudar Freud é importante para compreender os mecanismos de defesa, as fases desenvolvimento e até mesmo os fenômenos de transferência. Isso nos possibilita ter ampla compreensão sobre os indivíduos com os quais estamos trabalhando, o que eles sentem, como agem e porque agem de determinada forma.

Transferência da teoria de Freud na Educação

“ São reedições dos impulsos e fantasias despertadas e tornadas conscientes durante o desenvolvimento da análise e que trazem como singularidade característica a substituição de uma pessoa anterior pela pessoa do médico” (KUPFER, 2001, p. 88).

As descobertas da psicanálise sobre o desenvolvimento infantil acentuaram a sexualidade em suas manifestações físicas e mentais e outros componentes inconscientes como determinantes do comportamento e de profunda importância para a determinação dos laços afetivos nos adultos. (KUPFER, 2001, FRIEDMAN; SCHUSTACK, 2004, SCHULTZ; SCHULTZ, 2004).

É comum ocorrer manifestações de caráter inconsciente entre alunos e professores; isso pode influenciar o interesse do aluno em relação a disciplina. Além disso, você será capaz de identificar tendências perversas que se manifestam durante os estágios pré-edipianos, assim como o narcisismo, a não satisfação de determinadas necessidades durante as fases do desenvolvimento, e outros fenômenos comportamentais. Todos os exemplos citados podem afetar a personalidade de cada criança.

Para Freud(1974) “a eds quais essas energias são conduzidas ao longo de trilhas seguras” (p.225). Ou ainda, “o que podemos esperar na profilaxia das neuroses é que a educação se encontre nas mãos de uma pessoa psicanaliticamente esclarecida.” (ibid.).

Aos poucos percebemos a relevância do trabalho de Freud. Ele conseguiu genuinamente mudar a forma como o comportamento humano é visto. Sua obra foi avassaladora e pioneira para o tratamento dos mais variados problemas psicológicos.

Freud e a Educação na Internet




Ensaio: https://ufrgs.br/psicoeduc/psicanalise/freud-e-a-educacao/
Artigo:

FIM

Bom, é isso, espero que você tenha gostado desse material. Ele deu um super trabalho, mas acredito que vai trazer bastante contribuição para pais, professores e graduandos que querem compreende melhor a relação da psicologia da educação e de Freud e a Educação.

Enquanto não sai novos textos sobre o tema, veja alguns dos meus últimos artigos aqui no blog e procure saber um pouco mais da gente.

Posts sugeridos:

  1. Existe bullying na educação infantil?
  2. Como ensinar coragem com música?
  3. Dia do inventor

É isso, muito obrigado e até amanhã com textos novos aqui no Demonstre! =)

Teorias da psicologia educacional

Neste artigo vou entrar mais a fundo nas teorias da psicologia educacional, ainda a título de preparo para falarmos de cada teoria e pensador de maneira mais detalhada nos próximos artigos.

Lembrando que já foram postados outros três textos sobre psicologia da educação: o que é psicologia escolar, história da psicologia, linhas da psicologia.

O que é uma teoria

A Teoria é composta por conceitos que estão relacionados de maneira lógica entre si. Eles (os conceitos) possuem o objetivo de demostrar e explicar comportamentos. Com base em teorias temos grande abrangência de dados, o que potencializa a capacidade de criar hipóteses.

teorias da psicologia

A teoria proporciona conhecimento para os fenômenos e comportamentos analisados tornem-se compreensíveis, sendo que nestes fenômenos e comportamentos haverá aspectos universais, além de particularidades contextuais e individuais.

As teorias, em grande parte, abrangem primeiramente o indivíduo, a cultura, as visões e os modelos de mundo e de sociedade.

Teorias da aprendizagem: resumo

Com base nisso, existem três linhas de pensamento psicológico inseridas no mundo educacional: inatismo, ambientalismo, interacionismo.

teorias de aprendizagem

Inatismo

Tem ênfase na hereditariedade e acredita que existem características inatas ao indivíduo. Assim que uma criança nasce, ela já carrega em si a herança genética que trará capacidades e qualidades básicas. O ambiente social é menos poderoso do que as qualidades herdadas, mas poderá permitir ou suprimir o desenvolvimento das aptidões inatas.

Ambientalismo

Na teoria ambientalista os fatores objetivos (interferências do meio social e externas) são mais importantes do que as subjetivas (características internas do indivíduo). Para essa corrente, o comportamento pode ser moldado pela transmissão cultural. A visão ambientalista corresponde ao behaviorismo.

Interacionismo

Possui perspectiva interativa, sendo o comportamento e o desenvolvimento humano o resultado entre suas qualidades e aptidões internas combinadas com o ambiente no qual o indivíduo vive. O ser humano interage com o meio, que o responde, e faz com que ele construa sua aprendizagem por meio da tentativa e correção de erros.

Com base nessas três linhas de pensamento, existem abordagens diferentes nos métodos de ensino: tradicional, cognitivista, comportamentalista, humanista e sociocultural.

Resumo dos principais autores sobre o pensamento psicológico

principais teoricos da educação e suas teorias

Seguindo a linha de raciocínio, temos os principais pensadores aplicados a psicologia educacional, divididos em suas respectivas tradições epistemológicas:

Interacionistas

Jean Piaget estudou o desenvolvimento intelectual e Vygotsky buscou compreender o desenvolvimento das funções psicológicas superiores.

Behaviorismo

Skinner entende os comportamentos percebidos são consequência previsível da experiência vivenciada. Para ele, o ambiente tem grande influência sobre o comportamento. Seguindo este raciocínio, com base em eventos é possível verificar se um comportamento poderá ou não ocorrer novamente.

Humanismo

A corrente humanista não acredita que as pessoas são resultado do inconsciente, dos poderes exteriores e do contexto. Eles acreditam, sobretudo, em valores, esperanças e nos sentimentos humanos.

Psicanálise

Freud acredita que o ser humano é influenciado por forças que voam abaixo do radar comandado pela lógica. Ou seja, o inconsciente tem papel crucial em todos os aspectos da vida sem que as pessoas sequer se deem conta.

Como estudar as teorias da psicologia da educação?

Bom, chegando ao fim do artigo, cabe responder como estudar essas teorias para então aplicar a sala de aula. Vamos então abordar de maneira sistêmica e buscar o caráter didático no espaço pedagógico. Em cada um dos nossos futuros textos, levaremos em conta os seguintes critérios:

  • Objetivos;
  • Diferenças individuais;
  • Motivação;
  • Estruturação e sequencialidade dos materiais de ensino;
  • Busca por aprimoramento durante o processo instrucional;
  • Procedimentos a serem adotados pelo docente;
  • Procedimentos do aluno;
  • Avaliação.

Fim

Bom, é isso. Espero que você tenha gostado. Lembrando que amanhã já começo a postar sobre as teorias e pensadores para valer.

Enquanto isso, da uma olhada nesse texto sobre como ensinar coragem com música e nos conheça um pouco mais.

O que é psicologia da educação?

Vamos falar sobre o que é psicologia da educação aqui no blog! Bom, revirando minhas anotações da universidade, encontrei uma lista de resumos que fiz para uma professora maravilhosa que tive na época, e isso me forçou a revisitar várias fontes e me tirou muitas e muitas dúvidas que depois de um tempo sem falar sobre vão se acumulando.

Então, decidi montar essa série, como um resumo e guia dos conteúdos de psicologia da educação, de forma que ajude pais, professores e alunos que sempre se veem em situações complicadas.

Hoje vamos falar sobre as premissas básicas de psicologia da educação, necessárias para poder entender a fundo os pensadores e correntes.

Obs: como os textos estão parcialmente prontos, vou publicar esse material em uma velocidade BEM maior que as outras séries, então assine o blog e vamos em frente! o/

O que é psicologia da educação

Olá, para iniciar o nosso trabalho, primeiramente, é necessário que eu explane sobre alguns dos principais conceitos da Psicologia da Educação. Assim, você será capaz de compreender as teorias que serão abordadas em cada capítulo.

O que é Psicologia

Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano, ela também é responsável por estudar e analisar as pessoas como indivíduos. A palavra Psiquê pode ser traduzida como a mente, e logia, significa estudo. Ou seja, a psicologia é o estudo da psiquê humana, da mente humana.

o que é psicologia

O que é Educação

A educação é o que proporciona o desenvolvimento das capacidades humanas e a integração do indivíduo com o meio social. Portanto, a educação é um dos aspectos mais importantes de um povo, de uma nação e de um estado. Somente através dela é que a sociedade como um todo pode estar integrada e seus indivíduos inseridos no contexto social.

Tendo em mãos as definições de Psicologia & Educação, chegamos ao conceito de Psicologia da Educação. Alguns autores a intitulam como Psicologia Escolar, que pode ser considerada a psicologia aplicada na orientação de uma pessoa que está sendo educada. Os conhecimentos oriundos da psicologia são extremamente úteis no ramo da educação. Fazendo uso destes, podemos direcionar o aluno a fazer melhores escolhas e, por conseguinte, ele tenderá a ter uma vida adulta mais feliz.

o que é educação

Algumas considerações importantes sobre o conceito de psicologia da educação

A Psicologia da Educação faz uso das técnicas e ferramentas proporcionadas pela psicologia, aplicando-as no trabalho do professor, facilitando o aprendizado.

É possível trabalhar com as especificidades tanto das criança quanto dos adolescente. Ambos possuem processos de desenvolvimento e necessidades distintas, isso sem mencionar o fator individual; cada pessoa é única, assim como cada fase da vida.

Através da situação de aprendizagem e o seu contexto, o educador aplicará tarefas e dinâmicas em grupo que influenciem positivamente a aprendizagem. Vale dizer que, ao compreender o processo de aprendizagem, o professor poderá torná-lo mais eficiente.

Outro conceito importante da psicologia da Educação é o comportamento do educando. Nesta área é possível verificar algumas áreas.

conceito de psicologia da educação

O aprendiz na Psicologia da Aprendizagem

  • O desenvolvimento e a maturidade do Aprendiz;
  • Sua família;
  • O Aprendiz e o grupo no qual ele está inserido;
  • Desenvolvimento afetivo e problemas de Conduta;
  • Deficiências.
Psicologia da Educação e Aprendizagem

Psicologia da Educação e Aprendizagem

O processo de aprendizagem é outro aspecto importante do campo especial da psicologia da educação. É necessário entender sua natureza e conhecer tudo aquilo que pode interferir durante o processo de aprendizagem.

Psicologia da Educação e da Aprendizagem

Quais são as técnicas nas quais o professor está centrado? Disciplina: quais são os métodos didáticos e, qual o papel do professor e do aluno na situação de aprendizagem? São esses os aspectos do contexto da situação de aprendizagem.

A psicologia da educação tem o objetivo de estudar o comportamento humano no contexto educacional. Observe atentamente os seguintes fatores:

  • O desenvolvimento do indivíduo;
  • Sua aprendizagem;
  • Personalidade;
  • Adequação;
  • Avaliação relativa às medidas;
  • A orientação.
Psicologia da Educação e da Aprendizagem

Bom, é isso… Todos estes temas tratados são aspectos importantes e deverão ser observado no contexto geral, e como embasamento para os próximos textos que vou publicar sobre psicologia da educação.

Por favor assine o blog e me siga nas redes sociais, assim vou poder te avisar quando sair texto novo sobre esse tema. Enquanto isso, veja o meu último texto sobre o dia dos professores e nos conheça um pouco mais no nosso sobre.

Demonstre Atividades

Demonstre Atividades é um Portal Educacional focado em conteúdo e atividades para professores.

Demonstre Atividades - 2020 | Desenvolvido por Nixem Dev