O Plano Perfeito 2

O Plano Perfeito 2 – História e Análise

Mais de uma década atrás, o filme dirigido por Spike Lee parecia um projeto comissionado, com o único objetivo claro de mostrar seu valor em uma indústria que estava cada vez mais focada em volume e contas. “O Plano Perfeito” (2006) se tornou a empresa de maior sucesso financeiro em toda a sua carreira, arrecadando quase $ 200 milhões em todo o mundo.

O Plano Perfeito 2
O Plano Perfeito 2

Obviamente, nos anos seguintes ele fez mais de uma proposta de prorrogação de contrato, e todas as propostas, pelo menos para ele, foram rejeitadas. Quando os líderes dos estúdios de cinema percebem que os cineastas estão mais dispostos a continuar a investir em propostas mais confiáveis, como o recente vencedor do Oscar “Infiltrado na Klan” (2018).

“O Plano Perfeito 2”, embora o jeito seja forçado a afirmar que é uma continuação do anterior, é basicamente refeito por atores pouco conhecidos, o diretor quase não tem experiência de comando e os métodos de produção são muito tímidos. Em outras palavras, é o mesmo, mas pior.

O Plano Perfeito 2 – Enredo

Bem, quando bandidos cuidam de um prédio, a primeira coisa que fazem é forçar a pessoa presa a trocar de roupa e usar máscaras para fazer com que todos tenham a mesma aparência. Por exemplo, assim que a polícia descobriu o incidente, rapidamente determinou o modus operandi. Alguém disse: “Ah, eles estão copiando o roubo de diamantes nazista alguns anos atrás.

Parece lembrar que essas coisas fazem parte de sua vida diária. Atualmente, O O Plano Perfeito 2 está tentando estabelecer uma conexão urgente com a história de O Plano Perfeito. Existem muitos tópicos sobre Dalton Russell (Owen), ele realmente usa pseudônimos e seu nome verdadeiro será diferente.

Portanto, agora o vilão é apenas sua irmã, apenas envolvida neste crime por ter sido sequestrada. Em outras palavras, para aceitá-lo de volta, ele terá que fazer um novo trabalho e mais uma vez ficar para trás dos milhões de alemães na Segunda Guerra Mundial. O Bank of America pode esconder ouro ou joias por tanto tempo?

O Plano Perfeito 2 – Argumento

Aqui, tão próximo do enredo já visto, não pode escapar dessa relação e se tornar um fato principalmente quando se diz que um personagem importante em outro filme é o verdadeiro motivo do acontecimento agora testemunhado. Mas, pelo menos sem Clive Owen sendo pago (ou entendido) pelo cargo, a solução é recorrer às fotos.

Mas e o sequestro? Como você cria a ilusão de que a mesma pessoa é perigosa? Coloque facilmente um dublê na cena e cubra seu rosto com uma bolsa. Se alguém comprar resoluções mais incríveis, essa queda não será notada. Os crentes parecem estar pensando. Em última análise, este é apenas mais um sinal das falhas do projeto.

O Plano Perfeito 2
O Plano Perfeito 2

Seja em termos de tecnologia, seja no teste de explosão e sequência de batalha, sequência de tiros, todas as possibilidades podem se evaporar em poucos segundos, assim como na estrutura do roteiro. De acordo com o início e o fim.

Na situação que foi observada, nenhuma criatividade é mostrada, exceto para o exagero do diálogo forçado (por exemplo, um assistente que precisa respeitar o tratamento) e artificial (todas as explicações desnecessárias servem apenas para orientar o espectador focado).

O Plano Perfeito 2 – Análise Final

Afinal, o número de rodízios para a última pá é obviamente menor do que o necessário aqui. Ameen tentou criar o mesmo engano que Eddie Murphy na década de 1980, mas o que ele pode conseguir é um momento estranho de isolamento. Por outro lado, Seehorn é tão forte e sério que ela nunca parece ter repetido isso em uma trama tão maluca, esse é o requisito mínimo.

Por outro lado, McKee trabalhou duro para impor segurança e autoridade, mas o comportamento sutil e o escopo limitado de suas ações acabaram minando-o. Sem adicionar novos conteúdos aos tipos de jogos que foram completamente malsucedidos, O Plano Perfeito 2 não pode revelar nenhum tipo de plano, e a perfeição não pode ser alcançada nem mesmo nas passagens mais puras.

O Plano Perfeito 2
O Plano Perfeito 2

Se até mesmo os fãs mais ávidos de Spike Lee podem defender o filme fortemente por razões óbvias de negócios, que tal esta versão não inspirada, ainda mais limitada?

Peguntas frequentes sobre o assunto do post:

O que acontece no filme O Plano Perfeito 2 ?

Assaltantes vestidos com uniformes de pintor invadem um movimentado banco em Nova York e fazem reféns. A polícia chega ao local esperando resolver a situação rapidamente, mas os detetives Frazier e Mitchell se surpreendem com a inteligência e a frieza do líder dos bandidos, Dalton Russell, que parece estar sempre um passo à frente das ações da polícia. Quando a capacidade de Frazier começa a ser questionada, surge uma enigmática jogadora de pôquer que solicita um encontro a sós com Russell.

Quando foi lançado o filme O Plano Perfeito 2 ?

Data de lançamento: 24 de março de 2006

Quem dirigiu o filme O Plano Perfeito 2 ?

Direção: Spike Lee

Qual a avaliação do filme O Plano Perfeito 2 ?

88% gostaram e recomendam esse filme

Quem escreveu o roteiro do filme O Plano Perfeito 2 ?

Quem escreveu o filme O Plano Perfeito 2 foi: Russell Gewirtz

Espero que tenha tirado boas ideias do post, sempre estou trazendo resenhas, resumos e análises interessantes sobre filmes badalados ou até mesmo sobre filmes nacionais que merecem mais atenção.

Gostou do post sobre O Plano Perfeito 2 – História e Análise

Gostou? Compartilhe!

Continue nos acompanhando e interagindo com a gente, gostaria que comentasse qual filme marcou a sua vida, assim como esse foi marcante para mim! irei trazer mais filmes antigos e também filmes que foram marcantes na épica sessão da tarde.

Sua avaliação e sua interação são de suma importância pra conseguirmos trazer o que é interessante pra você leitor!

Turma de 83

Turma de 83 – Análise

“Turma de 83” fala sobre a luta contra a corrupção é um dos sinais mais poderosos e perigosos de qualquer grupo em busca de poder. No Brasil, Jair Bolsonaro e Fernando Collor foram eleitos como discursos sobre o combate rápido e eficaz à corrupção institucional.

Historicamente, do governo autoritário de esquerda ao regime nazi-fascista de direita, quase qualquer ditador ou aspirante a ditador diria que acabaria com seus privilégios em benefício próprio, violaria direitos e sequestraria as promessas das instituições públicas.

Turma de 83
Turma de 83

A promessa tem um forte apelo público: quem não quer remover as brechas do sistema? No entanto, o autoproclamado salvador da pátria nunca explicou com certeza como pretendem superar a estrutura contraproducente que existe há décadas (ou conforme o caso).

Na classe 83 (2020), o policial Vijay Singh (Bobby Deol) é um desses salvadores. Ele foi enganado por seus superiores e chocado após perder sua esposa, ele acreditava que estava cansado de regras e que qualquer mudança real na sociedade indiana viria de ataques secretos a bandidos. O protagonista decide usar suas palavras para treinar um grupo de estudantes para “institucionalizar homicídios policiais”.

Turma de 83 – Enredo

A estrutura narrativa torna esta forma de expressão mais controversa. A montagem pode querer se limitar aos fatos. Ele passou por vários altos e baixos entre anos muito próximos (de 1982 a 1981, então de 1983, de volta a 1982, então a 1988) sem evidência dessa dispersão a abordagem é razoável.

Os personagens contam a história e explicam o que a própria imagem não consegue explicar. “Encontramos evidências contra os líderes do grupo, um deles disse que os prendemos e até os processamos, mas eles não viram na tela nenhuma evidência dessas ações, ainda assim, eles não viram como o fizeram.

Turma de 83
Turma de 83

O foco depende da história para avançar o enredo, preencher as lacunas na história e educar o espectador sobre o processo complexo que o fez. nunca foi tratado dessa forma. Como esses cinco jovens inexperientes domaram as duas maiores facções do país? Como eles aprendem a se esconder.

Como os traços das ações de “Sabharwal” passaram de um menino tímido a um assassino sanguinário? Talvez a parte mais interessante seja entender a transição gradual e testemunhar a corrupção dos valores que vivem diante de nossos olhos.

Sabharwal confinado ao público vise entre os períodos críticos (as maiores prisões, as brigas entre membros de gangues), como se você estivesse apresentando brevemente esse período histórico.

Turma de 83 – Análise Final

O filme inclui ainda uma rápida explicação factual da crise e da greve do algodão, mas nunca faz uma ligação entre esta situação e o comportamento excessivo da organização.

Essas “Turma de 83” estão livres de conflitos morais (nunca duvidam antes de morrer, nem pensam em seu comportamento depois) ou relações sociais (não temos quase nada de sua família, origem, residência, sonhos de consumo e vida).

No sentido em que pode ser observada de fora do personagem, as palavras conduzem à ação: missão, tiro, ameaça, batalha. Os assassinos careciam de psicologia, exceto para o próprio Vijay, quando percebeu o monstro criado. Bobby Deo, desempenhou um papel muito bom, fazendo seu homem ter uma expressão suave e uma fala doce, não sua atitude.

Turma de 83
Turma de 83

Ele nunca sucumbiu ao estereótipo do vilão, nem sucumbiu à imagem de um grande grupo criminoso. Infelizmente, para o quinteto do homicídio, cada um tem características recorrentes: arrogância, escravidão, atirador, etc., não se pode dizer que seja o mesmo.

Diante do ritmo de tiro muito lento, da trilha sonora transparente e deslocada (semelhante à trilha sonora do videogame na primeira metade da trama) e da versão overdrilled (a criação silenciosa de um plano para duas pessoas e um canhão antiaérea) são óbvias. Este filme prioriza as ações sobre as reflexões sobre conteúdos políticos.

Peguntas frequentes sobre o assunto do post:

O que acontece no filme Turma de 83?

Class of ’83 é um filme de drama e ação em hindi indiano de 2020 produzido pela Red Chillies Entertainment e dirigido por Atul Sabharwal para a Netflix. O filme é baseado no livro “The Class of 83” e conta a história de um herói policial desviado para um posto de punição como reitor da academia de polícia.

Quem dirigiu o filme Turma de 83?

Direção: Atul Sabharwal

Quem produziu o filme Turma de 83?

Produção: Shahrukh Khan, Gaurav Verma, Gauri Khan

Quando foi lançado o filme Turma de 83?

Data de lançamento: 21 de agosto de 2020

Qual a avaliação do filme Turma de 83?

81% gostaram e recomendam esse filme

Espero que tenha tirado boas ideias do post, sempre estou trazendo resenhas, resumos e análises interessantes sobre filmes badalados ou até mesmo sobre filmes nacionais que merecem mais atenção.

Gostou do post sobre Turma de 83 – Análise

Gostou? Compartilhe!

Continue nos acompanhando e interagindo com a gente, gostaria que comentasse qual filme marcou a sua vida, assim como esse foi marcante para mim! irei trazer mais filmes antigos e também filmes que foram marcantes na épica sessão da tarde.

Sua avaliação e sua interação são de suma importância pra conseguirmos trazer o que é interessante pra você leitor!

Filme American Pie até (2012)

Filme American Pie até (2012)

Quando o primeiro Filme American Pie foi lançado em 1999, o nome completo era “American Pie: The First Unfectual”. Bem, o tempo está tentando provar que essa história não é tão memorável. No final, mesmo com todo o sucesso (mais de US $ 235 milhões na bilheteria global), não há razão para a trama.

Filme American Pie até (2012)
Filme American Pie até (2012)

É por isso que as duas sequências oficiais e quatro filmes que apontam diretamente para o vídeo são incríveis, tornando a marca um verdadeiro fenômeno. Agora, a série ganhou um novo comprimento da forma mais óbvia: American Pie: Reunion marca a reunião de classe, treze anos de formatura! Putz, eles podem esperar até as 15?

American Pie 1 até o Filme American Pie 8

Toda a banda American Pie apareceu apenas no primeiro e segundo “American Pie 2: Second Time Better” em 2001. No terceiro “American Pie: The Wedding” (2003), alguns dos atores principais já se foram, apenas Eugene Levi (pai de Jim) nasceu no programa de TV. É por isso que a grande “novidade” de “American Pie”: “Ilha da Reunião”, a razão para encontrar o personagem original.

A história começa quando Jim (Jason Biggs) e Michel (Alyson Hannigan), que são casados ​​e têm filhos pequenos, são convidados a participar deste fim de semana especial.

Lá, eles encontraram velhos amigos: Oz (Chris Klein) e Heather (Meena Suvari) que não namoraram mais, mas se apaixonaram novamente, Kevin (Thomas Ian Nicholas) e Wei Qi (Tara Reid), não estão mais juntos, Finch (Eddie Kaye Thomas) está voltando de uma viagem ao redor do mundo e Steffler (Seann William Scott) é o mais feio e cruel, eles ficam onde o vimos pela última vez.

Filme American Pie 3 – Enredo

O terceiro filme da franquia já tem lugar no elenco, justamente por terem medo de serem pegos por um personagem e quererem explorar melhor suas possibilidades em outros projetos. Agora, quase dez anos se passaram desde o último filme “oficial”, e a situação é completamente diferente, ninguém se tornou uma grande estrela.

Filme American Pie até (2012)
Filme American Pie até (2012)

A partir da promessa da juventude, eles se tornaram celebridades, todos correm o risco de serem rapidamente esquecidos ou precisarem ser mais ou menos influenciados pela mídia para participar de determinados programas de TV, Portanto, este filme é mais uma vez uma excelente oportunidade para exibi-los. Mas, na verdade, não é.

Os diretores Jon Hurwitz e Hayden Schlossberg (da trilogia Harold e Kumar) não têm nenhum conteúdo novo no quarto episódio, tudo o que vemos é o caos. A diferença entre o caos e o típico disparate jovem é que o protagonista não está mais nessa idade. Em outras palavras, às vezes é até triste.

Filme American Pie

Filme American Pie não oprimiu completamente três personagens: Stifler, ele foi o mais interessante e interessante desde o início, todo estranho e fresco; O pai de Jim é o personagem mais icônico da série. E a mãe do Stiffler (Jennifer Coolidge, sua atriz nem precisou abrir a boca para nos fazer rir), mas arranjou um parceiro que não era adequado!

Filme American Pie até (2012)
Filme American Pie até (2012)

Sem eles, não há razão para assistir a este filme, existem algumas piadas engraçadas, algumas situações muito engraçadas, mas no final ainda parece nostálgico, porque sabemos que o passado é muito melhor. É sábio mantê-lo para trás com aquela emoção especial, sem fazer nenhuma mudança ou reinventar.

Afinal, todos já participaram dessas reuniões de classe e sabemos que o inevitável é enfrentar mais restrições do que diversão de verdade.

Perguntas frequentes relacionadas a este assunto

Quais os American Pie que existem?

Precedido por American Pie 1 (1999), American Pie 2 – A Segunda Vez É Melhor Ainda (2001), American Pie 3 – O Casamento (2003), American Pie 4 – Tocando a Maior Zona (2005), American Pie 5 – O Último Stifler Virgem (2006), American Pie 6 – Caindo em Tentação (2007) e American Pie 7 – O Livro do Amor (2009) e American Pie 8 – O Reencontro (2012)

Quem pega a mãe do Stifler?

Tornou-se conhecida ao atuar na franquia American Pie (1999–2012), onde popularizou o termo MILF, interpretando Janine Stifler a atraente “mãe do Stifler”.

Qual o segundo American Pie?

O segundo filme foi: American Pie – A Segunda Vez É Melhor Ainda (2001)

Vai ter outro filme American Pie depois do reencontro?

American Pie já é uma franquia com 21 anos de idade. Mesmo assim, o último filme foi lançado apenas em 2012, com o título de O Reencontro. Os fãs dos filmes ainda esperam por um novo capítulo dessa história. Ao Movie Web, Sean William Scott, o Steve Stifler dos longas, comentou se um novo American Pie pode acontecer.

Qual foi o último filme do American Pie?

“American Pie: O Reencontro”, estreou em 2012.

Espero que tenha conseguido extrair coisas boas do texto e que a partir dele tenha conseguido ter uma noção melhor do filme com suas próprias conclusões.

Gostou do post sobre o Filme American Pie ?

Gostou? Compartilhe!

Breve Miragem de Sol 2019

Breve Miragem de Sol 2019 – Resumo

“Breve Miragem de Sol 2019” conta a história de Paulo (Fabrício Boliveira) Ele é um dos milhares de anônimos que visitam a cidade do Rio de Janeiro todos os dias. Ele pode ser uma pessoa comum com muitas coisas extraordinárias acontecendo, “dignas de um filme”, ​​mas o diretor Eryk Rocha parece ter escolhido o taxista como o protagonista da mediocridade.

Breve Miragem de Sol 2019
Breve Miragem de Sol 2019

Paulo é negro e vem das classes média e baixa, sua renda mínima só sobrevive e sonha em passar mais tempo com o filho (sem guarda). A vida do personagem entra em cena, interrompida por uma breve pausa em seu pequeno apartamento. No táxi, ele ouvia conversas nas quais não estava envolvido e ficava com passageiros que o ignoravam por um curto período.

Breve Miragem de Sol 2019 – História

O interessante é que para esse retrato acumulado, o filme escolheu um personagem o mais próximo possível do personagem, reduzindo assim a confusão e o borrão do ambiente ao redor.

O elemento mais notável da Miragem do Sol é sua direção fotográfica, que é quase inteiramente composta de fotos em close-up e planos detalhados das mãos de Paul, quantidades calculadas, taxímetros e vidro embaçado. A câmera estava presa em seu rosto silencioso e cansado, como se tentasse entrar na cabeça da pessoa para entender o que dizia.

Se as fotos em close favorecem a expressividade do ator, então ele consegue captar os gestos mais sutis de Boliveira e, ironicamente, parece estar pedindo o mínimo possível.

Breve Miragem de Sol 2019 Enredo

Rocha foi capturado pelo realismo, foi percebido na nudez do diálogo, bem escrito e bem encenado, em termos de uma cidade otosa quente e incontrolável. O cineasta evita voltas bruscas ou momentos explicativos: se a vida do personagem for reduzida a uma rotina, o filme também viverá no trânsito.

Breve Miragem de Sol 2019
Breve Miragem de Sol 2019

Tão expressivo quanto uma foto em close-up, mais uma foto “suja” que torna insignificante o cinza da lamparina e a luz tediosa, a certa altura, o filme parece ter esgotado todos os ingredientes estéticos, Como se a monotonia do papel fosse inevitável . Traduzido para a monotonia do espectador.

O roteiro é repleto de preciosos momentos emocionais (a chegada da festa do filho, o encontro com Karina na praia), mas pelas imagens, ele ainda está obcecado por rostos e fragmentos.

Breve Miragem de Sol 2019 – Desenvolvimento

Por outro lado, se ele abrir o quadro depois de um tempo, a claustrofobia de Paul pode ficar mais forte. Se essa direção também mostrar outros aspectos da vida de Paulo (o curto tempo de lazer, o relacionamento com a família, o trabalho anterior), o personagem terá ganhos ainda maiores.

Da mesma forma, é compreensível que a obra de outros personagens possa ser compreendida, até mesmo para fornecer um ponto de contato e uma rede de contatos com Paulo. No entanto, o filme ainda está firmemente conectado com este homem, seu corpo e olhos cansados, o sonho de um táxi e o reencontro com seu filho.

Seu banho de sol não apareceu apenas nas luzes amareladas e no sol que obscurecia os olhos dos trabalhadores noturnos, mas também em um breve encontro com uma enfermeira (Bárbara Colen) que desapareceu repentinamente.

Breve Miragem de Sol 2019
Breve Miragem de Sol 2019

Esse cidadão comum nasceu sem poesia, de modo que a utopia de seu pai se transformou em carro no porto de um barco, o que é mais uma manifestação da pessoa girando acidentalmente ao volante. Mesmo em um sonho, Paulo não tem permissão para escapar do que é digno desse nome.

Breve Miragem de Sol 2019 – Análise Final

“Breve Miragem de Sol 2019” termina com um projeto consistente com sua visão social e possibilidades estéticas radicais. A sociedade invadiu o táxi com preconceitos e comentários desumanos, mas tornou-se uma multidão vaga fora do carro, que representava bem o protagonista, mas ele não parecia se envolver.

Paul é um homem marginal, um pai abandonado, um homem que não tem expectativas reais de desenvolvimento social. Devido ao final feliz errado, talvez este filme não possa ser descrito como pessimista, mas niilista, não acreditando em qualquer forma de revolução pessoal ou social. Rocha responde à obsessão do mundo, assim como Joseph K no século XXI.

Peguntas frequentes sobre o assunto do post:

O que acontece no filme Breve Miragem de Sol 2019?

Passando por um momento difícil, Paulo começa uma jornada exaustiva como taxista à noite.

Quem produziu o filme Breve Miragem de Sol 2019?

Produção: Eryk Rocha, Walter Salles, Diego Dubcovsky, Edgard Tenenbaum

Quem escreveu o filme Breve Miragem de Sol 2019?

Roteiro: Eryk Rocha, Julia Ariani, Fábio Andrade

Quem é o ator principal do filme Breve Miragem de Sol 2019?

O Paulo do filme é feito por: Fabrício Boliveira

Qual gênero do filme nacional, Breve Miragem de Sol 2019?

Drama/Crítica Social – Resistência

Espero que tenha tirado boas ideias do post, sempre estou trazendo resenhas, resumos e análises interessantes sobre filmes badalados ou até mesmo sobre filmes nacionais que merecem mais atenção.

Gostou do post sobre Breve Miragem de Sol 2019 – Resumo

Gostou? Compartilhe!

Continue nos acompanhando e interagindo com a gente, gostaria que comentasse qual filme marcou a sua vida, assim como esse foi marcante para mim! irei trazer mais filmes antigos e também filmes que foram marcantes na épica sessão da tarde.

Sua avaliação e sua interação são de suma importância pra conseguirmos trazer o que é interessante pra você leitor!

A Menina Que Roubava Livros filme (2013) - Análise

A Menina Que Roubava Livros filme (2013) – Análise

Inspirado no livro de Markus Zusak, “A Menina Que Roubava Livros” é uma espécie de drama infantil voltado para as lágrimas. Conta os feitos quase heroicos e quase poéticos de uma garota nas ruínas da Alemanha nazista que sobreviveu à guerra europeia. No entanto, não há nada no filme “Brian Percival”.

A Menina Que Roubava Livros filme (2013) - Análise
A Menina Que Roubava Livros filme (2013) – Análise

Uma produção cuidadosa, uma direção artística cuidadosa, uma fotografia calibrada e a escolha de bons atores não podem garantir a tensão necessária para transformar imagens em emoções.

Filme A Menina Que Roubava Livros

Percival se concentrou na tragédia familiar vivida por Liesel (Sophie Nélisse), uma menina órfã de uma família comunista sob o governo do Terceiro Reich, sugerindo que a memória histórica da burguesia alemã fosse preservada e a dificuldade de transferência entre sociedades que começaram a se dividir.

Apoio incondicional a Hitler e a crescente suspeita de que o novo regime paranoico de Fuller pode enfrentar seus cidadãos a qualquer momento e por qualquer motivo.

A Menina Que Roubava Livros – Enredo

Contínuo e marcado pelo narrador onisciente, embora revelado apenas nos últimos momentos do filme, Liesel perdeu a mãe, o pai e os irmãos e recebeu um presente de Hans George Rush, um lento e tolerante desempregado, e Rosa (Emily Watson), uma dona de casa cruel cuidando de sua família.

A Menina Que Roubava Livros filme (2013) - Análise
A Menina Que Roubava Livros filme (2013) – Análise

Embora Liesel fosse analfabeta, mas ainda apaixonada por livros, ela aprendeu a ler com a ajuda de seu pai adotivo porque começou a entender as nuances perigosas do sistema de castas nazista, responsável pela propaganda de instituições de lavagem cerebral e batismo em comunidades.

A Menina Que Roubava Livros – Fogueira de livros

Direto as pessoas trazem crianças organizam manifestações e realizam cerimônias para queimar livros proibidos é um costume que odeia as meninas.

A Menina Que Roubava Livros filme (2013) - Análise
A Menina Que Roubava Livros filme (2013) – Análise

O difícil relacionamento de Liesel com seus novos pais, especialmente sua mãe, melhorou com a chegada de Max.

A Menina Que Roubava Livros – Quem é Max ?

Max é um jovem judeu com problemas de saúde, a família decidiu escondê-lo no porão para ajudar, a menina cuida dos novos moradores e lê histórias de obras que foram movidas sem a autorização da biblioteca do prefeito, a que ela pode acessar devido ao seu relacionamento amigável com a primeira-dama.

A Menina Que Roubava Livros filme (2013) - Análise
A Menina Que Roubava Livros filme (2013) – Análise

Se a pequena Liesel roubou o livro várias vezes no livro de Zusak, no A Menina Que Roubava Livros filme, o roubo só acontecerá uma vez. Na verdade, ele deixou claro que estava apenas pegando emprestado, motivo pelo qual interpretou mal o título do papel.

A Menina Que Roubava Livros – Considerações Finais

O filme tem outros pontos fracos, como a imagem ingênua e bem feita de Max, que mina o problema dos judeus perseguidos, e a falta de tensão na sequência envolvendo os militares, o que é difícil.

Quase todos os elementos do A Menina Que Roubava Livros filme estão presentes e podem desempenhar um papel no filme, mas o objetivo ainda não foi alcançado. A garota que roubou o livro levantou pelo menos duas questões: Habilidades e narrativas perfeitas perderam o significado no filme? ou estamos apenas assistindo a um filme da segunda guerra mundial?

Perguntas frequentes sobre o tema, seja do livro ou de a menina que roubava livros filme.

Como o Aniversário de Hitler é comemorado na cidade de Liesel em a menina que roubava livros?

Na cidade de Liesel o aniversário de Hitler era comemorado com uma grande queima de livros na fogueira, sendo que o ato também fazia parte de uma conduta política nazista.

Por que a população era obrigada a queimar livros?

As pessoas eram obrigadas a queimar livros porque essa era a política conhecida como Bücherverbrennung, onde qualquer livro que não seguisse o padrão de qualidade determinado pelos nazistas eram queimados; além é claro, de qualquer obra crítica ao nazismo.

Quem adotou Liesel?

A obra conta a história de Liesel Meminger, uma menina que foi adotada por Hans e Rosa Hubermann após a morte de seu irmão mais novo.

Qual primeiro livro que Liesel “a menina que roubava livros” roubou ?

O primeiro livro roubado por Liesel foi o Livro do Coveiro. Liesel roubou seu primeiro livro: o Livro Do Coveiro. Os nazistas queimaram livros que não estavam de acordo com o regimento então ela viu este que não estava queimado e aproveitou para pega-lo

O que a esposa do prefeito mostra para Liesel?

A esposa do prefeito mostra para Liesel a biblioteca do prefeito e diz que ela pode pegar qualquer livro para ler e Liesel fica muito contente porque sua maior paixão era ler livros.

Espero que tenha curtido ler e entender um pouco mais sobre A Menina Que Roubava Livros filme e extraído suas próprias conclusões a partir da nossa análise do filme a menina que roubava livros!

Eu quero interagir com vocês, comenta sua percepção sobre o filme e compartilhe suas ideias que a gente bate um papo aqui nos comentários ok?

Gostou do post sobre A Menina Que Roubava Livros filme (2013) – Análise

Gostou? Compartilhe!

E não esquece de visitar a nossa home, pois temos bastante coisas interessantes sobre cinema pra você conferir.

shaft 2019

Shaft 2019 (ou como destruir um herói)

Shaft 2019 é como chamo o filme Shaft dirigido por Tim Story, diretor afro-americano conhecido pela adaptação de Quarteto Fantástico para o cinema e diretor do filme Taxi.

Shaft filho, pai e avô, em Shaft 2019.

Shaft 2019 é a continuação, presente no serviço de streaming Netflix, de um clássico do cinema Blaxploitation de 1971, onde um detetive resolve um caso de sequestro da filha de um dos chefes do Harlem.

Shaft, nesse contexto dos anos 1970, era um herói, um símbolo de mocinho negro no meio de tantos westerns lançados na época estrelados por mocinhos brancos como Clint Eastwood. Mas será que ele continuou como herói nessa continuação?

Shaft 2019, a decadência de um herói

É natural que passado tanto tempo de 1971, ano do filme original, o Shaft (personagem) não tivesse ainda o pique de sua versão jovem e cheia de vontade de mudar a periferia de Nova York.

John Shaft e seu filho, em Shaft 2019

No entanto, o que se vê do roteiro de Kenya Barris e Alex Barnow é algo totalmente distante do que se criou com o antológico filme de Ernest Tidyman. Mas vamos começar com uma breve contextualização: o que era o Blaxploitation?

Por que Shaft 2019 foge completamente do ideal Blaxploitation e por que isso não faz sentido?

O cinema Blaxploitation foi um cinema de ação surgido nos Estados Unidos, que reunia negros em sua produção, direção, atuação e que voltava o tema para a questão negra, apresentando elementos de problemática da época.

O problema das drogas, ao qual os negros eram submetidos era constantemente abordado como algo partido de um ente maior e não inerente aos negros como o presidente da época, Nixon, gostava de deixar nas entrelinhas.

shaft 2019
Cena de Foxy Brown, representante da Blaxploitation

Nesse cenário de drogas devastando comunidades, negros traindo negros a mando de brancos poderosos e cada um querendo seu lugar ao sol em uma sociedade que não ligava pra eles, surgiam os grandes heróis do cinema Blaxploitation.

Shaft era um deles. Esses heróis não reforçavam estereótipos de opressão, ainda que às vezes a própria narrativa o fizesse para que fossem quebrados em seguida.

John Shaft em 1971 - Shaft 2019
John Shaft em 1971

Eram heróis por serem heróis, por serem negros que faziam a diferença para a comunidade negra sem rebaixar outras comunidades oprimidas. Eram heróis dentro desse contexto e só.

Se você estiver interessado no cinema Blaxploitation, pode ler clicando no link deste parágrafo nosso texto sobre essa fase tão inspiradora do cinema estadunidense.

Veja um top 5 de filmes Blaxploitation para iniciar neste gênero

Abaixo, 5 recomendações da Demonstre Cinema para iniciar no cinema Blaxploitation:

Shaft (1971)

O detetive Shaft é contratado por um grande chefe da máfia do Harlem para encontrar a sua filha desaparecida.

Super Fly (1972)

Um traficante começa a perceber que sua vida não vai acabar bem nesse meio, então planeja uma maneira arriscada de sair dele.

Coffy (1973)

Observando as consequências do uso de heroína na sua irmã, a enfermeira Coffy inicia uma busca pelos que espalham essa droga entre as pessoas.

Sweet Sweetback’s Baadasssss Song (1971)

Após defender um jovem negro de um ataque de policiais racistas, um homem precisa a todo custo fugir das autoridades que o perseguem.

Blacula (1972)

Um principe africano é amaldiçoado e torna-se um vampiro. Ele se alimenta de pessoas inocentes enquanto busca uma mulher parecida com sua esposa morta.

A partir dessa lista, você já conhecerá boa parte das nuances do gênero.

O Shaft mudou da água para o vinho (ou veneno) em Shaft 2019

Partido dos elementos apresentados no tópico anterior sobre o cinema Blaxploitation fica claro o porquê roteiro e direção estragaram um personagem icônico desse período.

O Shaft no novo filme é um detetive particular decadente, e isso não seria um problema, visto que é comum que se abandone ícones do passado, delegando a eles apenas um lugar na sargeta.

O problema é o tipo de decadência. O filme de 2019 impõe ao Shaft vários estereótipos que hoje não fazem mais sentido algum: o negro extremamente sexualizado que só pensa em sexo é um deles.

shaft 2019

Além do mais, ao longo de todo o filme, o personagem possui várias frases homofóbicas. Vejam só, um ícone audiovisual de um movimento de resistência que ataca outros movimentos que resistem.

Não existe espaço para esse tipo de associação do negro, nem na sociedade e muito menos na arte. A intenção de transformar o Shaft em alguém Badass seguindo os padrões de hoje nem sequer faz sentido, já que é inerente ao herói do Baxlploitation esse status, ou seja, ele já era o “bonzão”.

Considerações finais acerca de Shaft 2019

É um filme que mostra bastante a que veio, ainda que dirigido por um afro-americano: o reforço de estereótipos tanto do negro quanto do que é ser uma pessoa Badass.

Shaft 2019 decepciona pelo roteiro fraco, sem cenas de ação bem desenvolvidas,, como é uma característica dos filmes que ele se inspira, pela falta de um personagem realmente carismático, seja o Shaft ou o filho.

Mas, principalmente, por retirar um herói do pedestal em que foi posto em 1971, ao status de basicamente um trumpminion.

À Espera de um Milagre filme (1999) - História e Análise

À Espera de um Milagre filme (1999) – História e Análise

O segundo longa-metragem de Frank Darabont, cinco anos após o lançamento de “The Shawshank Redemption (Um Sonho de Liberdade no Brasil)” (1994), é uma adaptação da história da prisão de Stephen King como o anterior.

À Espera de um Milagre filme (1999) - História e Análise
À Espera de um Milagre filme (1999) – História e Análise

Atualmente, o diretor parece encontrar o segredo do sucesso nesse tipo de material e vale lembrar que, apesar do fracasso de bilheteria, seu trabalho anterior foi indicado a sete Oscars e se tornou um fenômeno do home vídeo.

E já há algum tempo, o filme é o mais bem avaliado pelos usuários dos principais bancos de dados de filmes online, Internet Movie Database (IMDb).

À Espera de um Milagre filme – Enredo

Como resultado, o longa desempenhou um papel importante sob a direção de Tom Hanks, a maior estrela de Hollywood na época, e foi exibido nos cinemas e foi indicado ao Oscar, na verdade, ele acabou que as pessoas se lembraram das quatro categorias. , Incluindo um grande ano de intensa competição.

Portanto, esta obra é fruto do prestígio que Dala Ponte adquiriu com a sua obra anterior, que lhe deu o poder e a liberdade para realizar este projeto maior. Isso pode ser visto nos resultados do filme. “Enquanto espera por um milagre” não carrega apenas a paixão do diretor pelas obras literárias do universo – Kim, Darabont retorna novamente no último filme “Impressive O. Fog” (O. Fog, 2007).

Comportamento excessivo devido à falta de restrições a esse entusiasmo, o principal benefício deste filme é a capacidade de transformar a visão mágica do mundo de King em imagens.

À Espera de um Milagre filme – Referências criativas

O autor, intimamente relacionado ao gênero terror, é de fato cheio do encanto do mistério da sobrevivência humana e acredita absolutamente que a magia é o que a move por exemplo, sua dedicação aos filhos no livro “It : Coisa “, aqui é simbólico neste sentido:” Filhos, um romance é a verdade na mentira, e a verdade deste romance é simples: a magia existe “.

À Espera de um Milagre filme (1999) - História e Análise
À Espera de um Milagre filme (1999) – História e Análise

No filme, você tem a cruel realidade de um beco sem saída, o protagonista Paul Egcom (Hanks) e seus subordinados, do tipo Brutus (David Morse), Dean (Barry Piper) e Harry (Jeffrey Demon), e o irritante Percy (Doug Hutchinson).

À Espera de um Milagre filme – A Direção

O diretor que deixou King ofereceu a Frank Capra uma maneira de desempenhar esses papéis, focando intencionalmente e ingenuamente em seus valores positivos: Hanks provou que sua particularidade é uma espécie de novo James Stewart, posteriormente confirmado em alguns filmes com Steven.

Spielberg em “O Terminal” (2004), “Ponte dos Espiões” (2015) e transforma Percy, a única laranja podre da cesta, em um personagem de desenho animado. Mas naquela época o prisioneiro John Coffey, que em sua infância combinava comportamento terrível, atitude inofensiva e crença em crimes cruéis começou a mostrar suas características.

O milagre realmente caiu no mundo mágico do rei e assim, Magic é literalmente diferente de outros filmes mais “sérios” adaptados pelo autor, como Um Sonho de Liberdade, O Aprendiz (1998) e Conta Comigo (1986).

À Espera de um Milagre filme – Frank Darabont e Stephen King

Darabont optou por criar ímpeto entre essas duas pessoas sem pressa: esse foi o sucesso inicial porque o tempo dado a eles tornou seu relacionamento mais confiável.

Porém, Frank e Stephen até exageraram o conteúdo desse aspecto, mesmo em momentos narrativos que podem ser esquecidos, por serem insignificantes demais para a trama central, como as repetidas provocações da polícia de “Wild Bill” de Wharton (Sam Rockwell).

Devido ao destaque desproporcional, a personagem adquiriu certa aura folclórica naquele universo, tornando a solução que lhe foi dada durante o período culminante quase inconsistente, quase Deus Ex-Machina (se Wharton aceitar semelhante O tratamento será mais Interessante.

À Espera de um Milagre filme (1999) - História e Análise
À Espera de um Milagre filme (1999) – História e Análise

Ela desempenha o papel de Um Sonho, a deusa da liberdade e apareceu brevemente na tela, sem chance de mostrar qualquer encanto. Mas o maior (ENORME) problema do filme é John Coffey. Clarke Duncan em um tom do início ao fim deve ser admirado e o papel apaixonado pode ser irritante às vezes.

Há uma cena em “À Espera de um Milagre filme”, protagonizada por ele e Patricia Clarkson antes da conclusão, cedendo ao café, o que de certa forma o torna digno de um tema espiritual. De seis romances.

Considerações finais – À Espera de um Milagre

Ainda é um belo drama americano, com uma matriz de Mori, que pode ingenuamente restaurar este filme das décadas de 1930 e 1940 ao seu estado original. Inesquecível é A Felicidade Não Se compra (1946) , este filme também é mágico, considere literalmente e explore com entusiasmo os recursos que o compõem.

De fato, Dala Ponte deu mais um passo nessa direção logo após sua carreira, “Movie Tycoon” (Cine Majestic, 2001) foi habilmente falido devido às críticas e publicidade. Este filme pode não ter uma base sólida de material do rei, como o diretor mencionou em “The Fog” alguns anos atrás, o diretor voltou a este filme, mas havia um interesse muito menos ingênuo.

Perguntas frequentes sobre o assunto

Qual é a mensagem transmitida pelo filme À Espera de um Milagre?

“Às vezes o passado pega você, queira ou não.” “Aceitar sem questionar que cada coisa tem um tempo certo para acontecer é ter Fé!” “Acha que se alguém realmente se arrepender do que fez talvez, volte à época mais feliz de sua vida e viva lá pra sempre?”

Qual é a história do filme À Espera de um Milagre?

Um carcereiro tem um relacionamento incomum e comovente com um preso que está no corredor na morte: Coffey, um negro enorme, condenado por ter matado brutalmente duas gêmeas de nove anos. Ele tem tamanho e força para matar qualquer um, mas seu comportamento é completamente oposto à sua aparência. Além de ser simples, ingênuo e ter pavor do escuro, ele possui um dom sobrenatural. Com o passar do tempo, o carcereiro aprende que, às vezes, os milagres acontecem nos lugares mais inesperados.

Qual o nome do rato do filme À Espera de um Milagre?

Qual foi o nome do rato de estimação no filme “À Espera de um Milagre”? O nome do rato de estimação no filme de 1999 “The Green Mile” foi o Sr. Jingles.

Qual era a altura do ator do filme À Espera de um Milagre?

Agradou tanto que Bruce Willis recomendou que Frank Darabont contratasse ele para À Espera de um Milagre, em 1999. Muitas vezes tratado como Big Mike, por causa da altura de 1,96 m, o ator se destacou ainda em Meu Vizinho Mafioso, Planeta dos Macacos, O Escorpião Rei e A Ilha.

Quantos Oscar à espera de um milagre?

Critics’ Choice Award: Melhor Ator Coadjuvante
People’s Choice Award: Filme Favorito
Critic’s Choice Award: Melhor Roteiro Adaptado
People’s Choice Award: Melhor Filme de Drama
Blockbuster Entertainment Award para Ator Favorito – Drama

Espero ter ajudado e que volte mais vezes para mais temas como este!

Gostou do post sobre À Espera de um Milagre filme – (1999)?

Gostou ? Compartilhe!

VIPs 2010

VIPs 2010 – Resumo

No filme VIPs 2010 termos de personagens, adaptados do livro “A verdadeira história de um mentiroso” (Marianna Caltabiano, 2005), temos um bom exemplo de como uma boa história se tornou um romance capaz. Na verdade, a adaptação é uma questão de talento. Ao contrário da crença popular, raramente depende da fonte, mas principalmente da visão do diretor.

VIPs 2010
VIPs 2010

Saber uma boa história é importante, é claro o primeiro passo, mas é fundamental reconhecer se essa boa história é uma boa história para o filme não a mais simples. Os cineastas brasileiros não vão perder o primeiro filme porque há muitas boas ideias que podem ficar na tela do cinema. No entanto, o segundo caso é muito menor.

VIPs 2010 – História

Para mostrar a influência da infância de Marcelo (Wagner Moura) e da imagem do pai no personagem do menino, a direção de estreia de Toniko Melo e seu conteúdo e a compulsão de Wagner Moura se desenvolveram apressadamente. A forma de representação é consistente. Mesmo se ele fizesse o melhor, ele não superaria com segurança uma criança.

Infelizmente, os contratempos iniciais não foram por serem completamente crus, mas sim porque foram um tanto negligentes ao lidar com os estágios mais ricos de introdução e composição dos personagens.

VIPs 2010
VIPs 2010

Aqui, aprendemos sobre a fixação do menino pelo pai e a capacidade de imitar a voz dos outros, assim como o menino alegremente demonstrou que sabia o nome do aeroporto principal e imitava a voz de seus colegas.

Da mesma forma, a escolha errada de expressar os detalhes e os desejos da criança principalmente por meio de palavras desmotivadas, que não conduzem à realização do filme, revela o ponto mais fraco de todo o filme.

VIPs 2010 – Enredo

O personagem consegue construir uma história mais segura e o poder começa a se destacar. Depois de consertar as brechas deixadas, acompanhamos Marcelo para deixar a vida de sua mãe e começamos a procurar um pequeno clube de aviação de onde ele pudesse decolar.

Nesse ponto, as duas características salientes da personalidade do menino mudaram gradativamente, desde a impressão inicial até as características de se estabelecer como um papel. Marcelo viu fotos de viagens do pai sendo queimado a pedido da mãe e está imitando outras pessoas para pegar o ônibus de graça.

Portanto, no desenvolvimento da própria história, desde que tenha um significado sutil, a evidência da influência paterna e do engano pode ser repetida sem a introdução de cenas aleatórias.

VIPs 2010 – Análise

Em cenas que nos decepcionam pela ineficácia (por exemplo, Baña recebe uma ordem para ajudar Marcelo a passar), e outras cenas que nos surpreendem, como na oval do rio, na primeira No final do segundo ato, encontro com a mãe. Os personagens apresentam um simbolismo muito refinado.

O bar se chama Ícaro e é uma bela imagem de um menino segurando uma bola de desenhos de aviões nas mãos. Todas essas referências, embora não estejam inseridas naturalmente na história, são pontos positivos e indicam a maturidade dos roteiros de Bráulio Mantovani e Thiago Dottori.

VIPs 2010
VIPs 2010

Quando questionado sobre por que não aceitou um convite para trabalhar em Hollywood, Wagner Mora costumava responder que o papel que queria interpretar sempre foi para Javier Barden.

Antes de atuar como assistente aqui, ele prefere ser protagonista aqui. Se o Elite Squad não for suficiente, o personagem garantirá que a decisão tomada não será mais correta. Felizmente para nós. Eles têm má sorte.

Perguntas relacionadas ao tema:

O que acontece no filme VIPs 2010?

Marcelo não consegue conviver com sua própria identidade, o que faz com que assuma a dos outros e passe a ter diversos nomes, nos mais variados meios. Sonhando em ser um piloto de avião como o pai, Marcelo aplica seguidos golpes e se envolve em inúmeras aventuras. Uma das mais conhecidas é quando finge ser Henrique Constantino, filho do dono de uma grande companhia aérea, durante um Carnaval no Recife.

Quando foi lançado o filme VIPs 2010?

Data de lançamento: 25 de março de 2011

Quem dirigiu o filme VIPs 2010?

Direção: Toniko Melo

Quem escreveu o filme VIPs 2010?

Autora: Mariana Caltabiano

Qual a avaliação do filme VIPs 2010?

87% gostaram e recomendam esse filme

Espero que tenha tirado boas ideias do post, sempre estou trazendo resenhas, resumos e análises interessantes sobre filmes badalados ou até mesmo sobre filmes nacionais que merecem mais atenção.

Gostou do post sobre VIPs 2010 – Resumo

Continue nos acompanhando e interagindo com a gente, gostaria que comentasse qual filme marcou a sua vida, assim como esse foi marcante para mim! irei trazer mais filmes antigos e também filmes que foram marcantes na épica sessão da tarde.

Sua avaliação e sua interação são de suma importância pra conseguirmos trazer o que é interessante pra você leitor!

Se Beber Não Case 2

Se Beber Não Case 2 – Análise

Você sabe por que “Se Beber Não Case 2” é uma experiência tão, ao contrário das piores expectativas?. Bem, antes de mais nada, porque a equipe vencedora não se mexeu e foi exatamente isso que aconteceu aqui! Afinal, o segundo filme é quase igual ao anterior!

Se Beber Não Case 2
Se Beber Não Case 2

Então, como o diretor Todd Phillips e os roteiristas Craig Mazin e Scott Armstrong conseguiram criar um novo enredo, mesmo a partir dos mesmos elementos que foram usados ​​antes. No início, ele também tem a capacidade de soar novo e sem precedentes.

Como resultado, a curiosidade do público foi restaurada, e as pessoas estão felizes com esses três personagens, pois estão interessadas no que aconteceu e no que ainda vai acontecer. Afinal, ninguém precisa apenas experimentar tudo duas vezes!

Se Beber Não Case 2 – Argumento

Se Beber Não Case (2009) Quatro amigas tiveram a maior bebedeira de suas vidas em Las Vegas na véspera do casamento e acordaram no dia seguinte. Eles não sabiam o que aconteceu ou o paradeiro de seu namorado. Se Beber Não Case 2 O que aconteceu foi exatamente o mesmo, com mudanças muito pequenas, mas significativas.

Transformando Las Vegas na Tailândia, desta vez falta o irmão da noiva, bem como as tarefas de outros três: Bradley Cooper, Ed Helms e Zach Galifianakis. A ser explicado. Na noite anterior fiquei sabendo como os macacos os tratavam, como chegou o narcotraficante Ken Jeong, porque toda a comunidade da cidade queria vê-los de longe, porque um deles acabou na casa deles.

O rosto tatuado de Mike Tyson estava tatuado em seu corpo.O que o fez raspar a cabeça completamente? Essas são apenas as principais dúvidas que surgem no novo dia.

Se Beber Não Case 2 – Enredo

Se a maior diferença entre o primeiro e o segundo filme “Se Beber Não Case 2” é que se trata de uma comédia adulta, produzida por e para adultos. Parece redundante, mas a ordem é completamente diferente. Aqui nada será perdoado, suavizado ou tratado com delicadeza para não chocar o inocente ou o inconsciente.

Se Beber Não Case 2
Se Beber Não Case 2

Em última instância, são homens adultos, engajados em aventuras, onde sexo, drogas, dinheiro e outros comportamentos criminosos são problemas comuns no dia a dia, sem aumentar ou diminuir o grau além do real significado. Nada pode ser visto com honra, ou de outra forma desprezado e submisso.

Se estivéssemos na mesma situação, qualquer pessoa do nosso lado enfrentaria algo na tela. Não existem heróis, santos ou vilões. Eles são apenas pessoas normais, talvez tenham pago muito para viver alguns momentos realmente emocionantes.

Se Beber Não Case 2 – Análise Final

Algumas das notícias apresentadas em “Se Beber Não Case 2” são muito razoáveis. Talvez o melhor deles seja a sequência de meditação em que Allen os vê como crianças, afinal, esta é sua idade psicológica! No entanto, nenhuma dessas performances especiais pode gerar popularidade generalizada: Paul Giamatti acabou sendo um clímax, Tyson é um personagem frequente.

Se Beber Não Case 2
Se Beber Não Case 2

Nick Cassavetes quem é ele? Finalmente, o que temos é a versão 2000 da comédia clássica dos anos 2000, “Três Amigos” (1986), com Chevrolet Chase, Martin Short e Steve Martin, mas com mais tempero, comportamento inconsistente E verdadeiro. Rindo até meu estômago doer.

Se a piada ainda é engraçada, o que importa mesmo que seja contada uma segunda vez? Se o terceiro seguir a mesma linha, vá agora!

Perguntas relacionadas ao tema:

Quantos filmes tem de Se Beber Não Case?

Se Beber, Não Case! – 2009
Se Beber, Não Case! Parte II – 2011
Se Beber, Não Case! Parte III – 2013

Qual o nome do Alan de Se Beber Não Case?

Zach Galifianakis é conhecido pelo papel do gordinho Alan do filme Se Beber, Não Case. No tapete vermelho do SAG Awards 2015, porém, ele chamou atenção pela aparência totalmente diferente, com um corpo bem mais magro. Os dados são do jornal Daily Mail.

Quando vão colocar Se Beber Não Case no Netflix?

O filme tem na Netflix ? Não, os filmes já estiveram disponíveis no catálogo anteriormente, mas foram removidos em 2019. Desde então, os direitos da franquia pertencem a HBO, pelo menos por enquanto. Por isso, não existe nenhuma previsão da chegada de nenhum dos 3 filmes no serviço.

Quem morreu do filme Se Beber Não Case?

Humorista Brody Stevens, de “Se Beber Não Case!”, morre aos 48 anos. O humorista Brody Stevens foi encontrado morto hoje. Segundo o TMZ, a polícia trabalha com a suspeita de suicídio. Brody foi encontrado enforcado em sua residência em Los Angeles (EUA).

Onde foi gravado o filme Se Beber Não Case 2?

No filme rodado no país foi “The Hangover – part II / Se beber, não case! 2”, os amigos Phil (Bradley Cooper), Alan (Zach Galifianakis), Stu (Ed Helms) e Doug (Justin Bartha) seguem para a Tailândia, onde Stu iria se casar com uma tailandesa.

Espero que tenha tirado boas ideias do post, sempre estou trazendo resenhas, resumos e análises interessantes sobre filmes badalados ou até mesmo sobre filmes nacionais que merecem mais atenção.

Gostou do post sobre Se Beber Não Case 2 – Análise

Continue nos acompanhando e interagindo com a gente, gostaria que comentasse qual filme marcou a sua vida, assim como esse foi marcante para mim! irei trazer mais filmes antigos e também filmes que foram marcantes na épica sessão da tarde.

Sua avaliação e sua interação são de suma importância pra conseguirmos trazer o que é interessante pra você leitor!

beleza americana

Filme Beleza Americana (1999)

Drama norte-americano de 1999 dirigido por Sam Mendes e escrito por Alan Ball, o filme Beleza Americana conta a história de um homem que se depara com uma situação de infelicidade em sua vida de forma geral.

Beleza Americana: história

O filme gira em torno de Lester Burnham (Kevin Spacey), um homem completamente infeliz em vários âmbitos da sua vida. Durante a trama é possível enxergar que essa infelicidade está presente em seu trabalho, seu casamento e até na em sua relação com sua filha Jane.

beleza americana
Lester Burnham – Beleza Americana (1999)

Um aspecto interessante sobre o filme é a maneira diferente com que cada personagem consegue enxergar a vida. Lester, por exemplo, mostra claramente que o único momento de satisfação e felicidade do seu dia é quando se masturba durante o banho. Além disso, ele acaba se sentindo sexualmente atraído por Angela, melhor amiga de sua filha, ao vê-la em uma apresentação durante o intervalo de um jogo de basquetebol.

Conhecendo a família Burnham

No que diz respeito às aspirações profissionais, Lester e Carolyn são completos opostos. Enquanto Lester muda radicalmente deixando seu emprego atual e começando a trabalhar em uma lanchonete, Carolyn é uma ambiciosa corretora de imóveis. Com isso, Carolyn acaba colocando o lado profissional acima de qualquer outro aspecto de sua vida, enxergando ainda seu marido como um fracassado.

No decorrer do filme, Carolyn (Annette Bening) acaba se envolvendo com Buddy, seu atual rival nos negócios, pois Buddy também é do ramo imobiliário. Enquanto isso, Lester começa a ter fantasias sexuais com Angela (Mena Suvari), melhor amiga de sua filha. Além disso, Lester também começa a praticar exercícios físicos a fim de conquistar Angela.

Por fim, temos Jane (Thora Birch), uma típica adolescente que se vê inferiorizada vendo a beleza da sua melhor amiga e seu falso sucesso como modelo, além disso, Jane também está inserida em um contexto familiar bastante desestruturado e turbulento. No decorrer do filme, Jane acaba se envolvendo com Ricky, novo vizinho da família Burnham.

Outros personagens de destaque em Beleza Americana

Outros personagens complementam o enredo, não podendo ser de forma nenhuma descartados ou deixados de lado e, na minha opinião, esse é um dos aspectos mais interessantes sobre o filme: a forma com que cada personagem se encaixa na história.

Temos Ricky, personagem vivido por Wes Bentley. Seu pai, Coronel Frank Fritts, na tentativa de educar o filho de forma autoritária, acaba exigindo coisas que não são cumpridas por Ricky, pois para os pais, Ricky ganha dinheiro trabalhando como garçom, mas na verdade é traficando drogas. Com isso, Ricky precisa estar constantemente driblando seu pai para continuar ganhando dinheiro através da venda de drogas e, assim, conseguir continuar comprando suas fitas para fazer suas filmagens caseiras.

beleza americana
Ricky Fitts – Beleza Americana (1999)

Além disso, seu pai desconfia frequentemente sobre sua sexualidade, chegando até a cogitar que existe alguma relação mais íntima e sexual entre Ricky e Lester, devido a aproximação dos dois, principalmente depois de encontrar um vídeo de Lester praticando exercícios físicos sem roupa, mas na verdade Ricky acaba se envolvendo com Jane.

Angela também é uma personagem bastante importante no filme, vivendo em constante fantasia em sua tentativa de ocultar suas inseguranças e insatisfações através da criação de uma imagem perfeita, Angela acaba mentindo sobre uma carreira de modelo e sobre ter várias experiências sexuais com outros homens.

Curiosidades sobre o filme Beleza Americana

Veja a seguir algumas curiosidades sobre o filme Beleza Americana.

Semelhança com o filme Lolita

O fato do filme trazer a história de um homem mais velho que se sente atraído por uma menina mais nova não é por acaso, Beleza Americana faz várias referências a Lolita, filme de Vladimir Nabokov.

Significado de American Beauty

Nome original do filme, American Beauty também é o nome de uma flor bastante cultivada nos Estados Unidos e que não possui cheiro nem espinhos. O significado acaba metaforizando o vazio dos personagens que atribuem maior valor às aparências.

Mudança no final do filme

Em sua última edição, Sam decidiu cortar cinco minutos do final do filme, causando alteração na história.

Gostou? Veja outros textos sobre filmes e séries aqui.

Se Beber Não Case 2009 - Análise Fílmica

Se Beber Não Case 2009 – Análise Fílmica

Os próprios cinemas de Hollywood se preocupam com o orçamento e ficam surpresos de vez em quando. Um dos sucessos mais inesperados da época foi “Se Beber Não Case 2009”. Essa comédia tem sido criticada, principalmente pelo público, embora não tenha nenhuma estrela no elenco ou enredo original.

Se Beber Não Case 2009 - Análise Fílmica
Se Beber Não Case 2009 – Análise Fílmica

Embora o orçamento não seja alto 35 milhões de dólares americanos, arrecadou mais de 12 vezes o dinheiro na bilheteria global! Sem falar que recebeu elogios entusiásticos em grandes carros americanos, como nas revistas Rolling Stone e Newsday, bem como no New York Post, Washington Post, San Francisco Chronicle e Los Angeles Times.

Incrível, não é? Se você comparar com a experiência do público assistindo a um filme e concluindo que esse é um dos recursos mais legais do ano, esqueça!

Se Beber Não Case 2009 – História

Aproveite pra valer Se Beber não case, a primeira coisa que você deve fazer é esquecer o título nacional idiota e sem sentido. Vamos dar uma olhada na “Ressaca” ou “The Hangover” Título original, que é evidente. Na história, quatro amigos vão a Las Vegas para comemorar uma de suas despedidas de solteiro.

Ao chegar, você ficará hospedado em um dos melhores hotéis e lhe desejar um bom momento. No dia seguinte, eles acordaram em um quarto completamente deprimido. Um estava nu, o outro parecia desdentado e havia um tigre. No banheiro, uma galinha corre e um bebê é trancado em um armário.

E, para completar, o noivo desapareceu. Obviamente, nenhum dos outros três tem a menor compreensão do que aconteceu e como surgiram neste estado.

Se Beber Não Case 2009 – Enredo

O melhor de tudo é que ficou claro desde o início que o público está tão perdido quanto o protagonista. Se eles não sabem o que está acontecendo, por favor, não fique deste lado da tela grande, muito menos nós.

Se Beber Não Case 2009 - Análise Fílmica
Se Beber Não Case 2009 – Análise Fílmica

Portanto, estamos todos juntos e queremos saber o que fizeram na noite anterior e por que continuam ocorrendo acidentes, como descobrir que o carro deles foi substituído por um carro da polícia, descobrir um japonês vestindo apenas cueca no porta-malas, Quero saber como acabou um dos colchões em cima da estátua, ele ainda teve que consertá-lo com o próprio Mike Tyson!

Se Beber Não Case 2009 – Desenvolvimento

Outro grande sucesso é o grupo de atores principais, eles são tão diferentes que não podem formar uma combinação melhor. Bradley Cooper é uma estrela em ascensão. Depois de interpretar “Melhor Amigo” em filmes como Sim Senhor (2008), é hoje amplamente aclamado.

Além de bonito e atraente, ele também é um bom ator entre dramas e comediantes, tornando-se o centro do momento. Ed Helms e Justin Bartha, forneceram o apoio necessário, assim como a desaparecida Heather Graham, que permaneceu bonita e interessante de uma maneira adequada. Mas a verdadeira revelação é Zach Galifianakis.

Ele é um irmão cego que sempre dá os melhores tiros. Ele roubou todas as cenas em que apareceu. Foi tão engraçado, quando precisaram lidar com a confusão acumulada na estrada, mal conseguiram controlar seus olhos perdidos e o riso da solução que ele propôs.

Se Beber Não Case 2009 – Análise

“Se Beber Não Case 2009”, dirigido por Todd Phillips, é uma típica comédia masculina, co-produzida por homens e homens, mas o senso de humor vai além da “amizade fraterna”. Muitas coisas aparentemente triviais aconteceram, mas felizmente, ele finalmente se uniu, então é impossível imaginar vivendo na mesma situação e encontrando problemas semelhantes.

Se Beber Não Case 2009 - Análise Fílmica
Se Beber Não Case 2009 – Análise Fílmica

É uma fórmula simples, até clichê: adolescente, cadê meu carro? (2000), tem exatamente a mesma estrutura de Ashton Kutcher e Sean William Scott, mas o resultado ainda é breve, mas funciona. Seja um diálogo inspirador, um discurso fascinante ou algo inexplicável, este filme merece muita publicidade e influência. É divertido do início ao fim e, em alguns casos, nada se compara a isso!

Perguntas relacionadas ao tema:

Quantos filmes tem de Se Beber Não Case?

Se Beber, Não Case! – 2009
Se Beber, Não Case! Parte II – 2011
Se Beber, Não Case! Parte III – 2013

Qual o nome do Alan de Se Beber Não Case?

Zach Galifianakis é conhecido pelo papel do gordinho Alan do filme Se Beber, Não Case. No tapete vermelho do SAG Awards 2015, porém, ele chamou atenção pela aparência totalmente diferente, com um corpo bem mais magro. Os dados são do jornal Daily Mail.

Quando vão colocar Se Beber Não Case no Netflix?

O filme tem na Netflix ? Não, os filmes já estiveram disponíveis no catálogo anteriormente, mas foram removidos em 2019. Desde então, os direitos da franquia pertencem a HBO, pelo menos por enquanto. Por isso, não existe nenhuma previsão da chegada de nenhum dos 3 filmes no serviço.

Quem morreu do filme Se Beber Não Case?

Humorista Brody Stevens, de “Se Beber Não Case!”, morre aos 48 anos. O humorista Brody Stevens foi encontrado morto hoje. Segundo o TMZ, a polícia trabalha com a suspeita de suicídio. Brody foi encontrado enforcado em sua residência em Los Angeles (EUA).

Onde foi gravado o filme Se Beber Não Case 2?

No filme rodado no país foi “The Hangover – part II / Se beber, não case! 2”, os amigos Phil (Bradley Cooper), Alan (Zach Galifianakis), Stu (Ed Helms) e Doug (Justin Bartha) seguem para a Tailândia, onde Stu iria se casar com uma tailandesa.

Espero que tenha tirado boas ideias do post “Se Beber Não Case 2009”, sempre estou trazendo resenhas, resumos e análises interessantes sobre filmes badalados ou até mesmo sobre filmes nacionais que merecem mais atenção.

Gostou do post sobre Se Beber Não Case 2009 – Análise Fílmica

Continue nos acompanhando e interagindo com a gente, gostaria que comentasse qual filme marcou a sua vida, assim como esse foi marcante para mim! irei trazer mais filmes antigos e também filmes que foram marcantes na épica sessão da tarde.

Sua avaliação e sua interação são de suma importância pra conseguirmos trazer o que é interessante pra você leitor!

bridget jones

Bridget Jones – 2001 a 2016

A trilogia britânica se baseou nos livros de romance de Helen Fielding e consiste em O Diário de Bridget Jones (2001), Bridget Jones: No Limite da Razão (2004) e O Bebê de Bridget Jones (2016).

O primeiro filme da trilogia resultou em bastante sucesso, marcando inclusive a carreira da atriz Renée Zellweger com sua primeira indicação ao Oscar na categoria de melhor atriz.

O Diário de Bridget Jones (2001)

Dirigido por Sharon Maguire, o primeiro filme da trilogia baseia-se no livro O Diário de Bridget Jones de Helen Fielding. A comédia romântica britânica de 2001 conta a história de Bridget Jones, personagem vivido pela atriz Renée Zellweger, uma mulher de trinta anos que decide escrever um diário.

bridget jones

Nesse diário a personagem revela situações do cotidiano que cercam não só a sua vida, mas também a de outras mulheres da mesma faixa etária. Entre esses problemas corriqueiros estão os problemas com o trabalho e com a busca pelo homem perfeito.

Esse filme da trilogia rendeu bastante sucesso, agradando a crítica e fazendo a personagem se tornar querida no gênero de comédia romântica.

Bridget Jones: No Limite da Razão (2004)

O segundo filme da trilogia foi dirigido por Beeban Kidron e lançado em 2004 também foi baseado em outro livro de mesmo nome de Helen Fielding. Nesse filme nos deparamos com o sofrimento de Bridget Jones após algum tempo de namoro com Mark Darcy, personagem interpretado pelo ator Colin Firth.

bridget jones

Dessa vez, Bridget Jones acaba tendo que lidar com um relacionamento que caiu na rotina e, além disso, com a contratação de uma nova funcionária onde Mark, seu namorado, trabalha. A vida de Bridget Jones fica ainda mais turbulenta com a volta de seu ex-chefe, Daniel Cleaver, personagem interpretado pelo ator britânico Hugh Grant, que volta a assediá-la.

Apesar de direções diferentes, a essência do filme e dos personagens se manteve presente.

O Bebê de Bridget Jones (2016)

O Bebê de Bridget Jones volta a ter Sharon Maguire como diretora, mas dessa vez o filme não foi inspirado em outro livro de Helen Fielding. O terceiro filme da saga foi inspirado nas colunas de Helen Fielding para um jornal britânico.

bridget jones

Nesse filme, Bridget está solteira e acaba aceitando o convite de uma amiga de trabalho para ir a um festival de música, onde acaba dormindo com Jack Qwant, personagem interpretado por Patrick Dempsey. Um tempo depois, Bridget acaba encontrando seu ex namorado, Mark Darcy, e eles acabam dormindo juntos.

Um tempo depois, Bridget se descobre grávida, no entanto, não tem certeza de quem é o pai da criança. Com a revelação sobre a paternidade da criança sendo adiada, Jack e Mark acreditam ser o pai do bebê que Bridget está esperando.

Curiosidades sobre os filmes da trilogia

Confira abaixo algumas curiosidades envolvendo os filmes da trilogia:

Homenagem

O nome do personagem vivido pelo ator Colin Firth, Mark Darcy, é uma homenagem ao personagem de mesmo nome do livro Orgulho e Preconceito de Jane Austen.

Mantendo o sotaque inglês

Para conseguir deixar seu sotaque de forma natural, a atriz Renée Zellweger o mantinha mesmo sem estar filmando.

13kg para interpretar Bridget Jones

A atriz Renée Zellweger engordou cerca de 13 quilos para interpretar a Bridget. Ao voltar para o peso anterior, a atriz leiloou as roupas que usou no período do filme e doou a quantia arrecadada para instituições de caridade.

Precursora

Bridget Jones foi a primeira saga do cinema a ser dirigida exclusivamente por mulheres.

O Bebê de Bridget Jones

O filme foi lançado em 2016, ano em que foi comemorado os vinte anos da publicação do primeiro livro que inspirou o primeiro filme da trilogia.

E aí, já tinha assistido toda a trilogia?

Confira mais textos sobre cinema aqui.