Lei do Morro - 2018

Lei do Morro – 2018

Lei do morro é um filme de curta-metragem do Coletivo Quimera, com direção e roteiro de Diego Pereira (Dccem), com a produção de Igo Inácio. Produzido em solo Nordestino, mais precisamente em Mãe Luíza – Natal/RN.

Lei do Morro - 2018
Lei do Morro – 2018

Uma mãe de família que luta por seus amores cruéis dividida entre seu marido agressor e sua filha que ingressa para o tráfico na comunidade, em um momento de dificuldade financeira seu marido toma uma atitude fora das leis do morro colocando sua própria vida em risco.

Enredo – Lei do morro

Maria (Vanessa Labre) é uma mulher da comunidade da Colômbia, em Natal, Rio grande do Norte. Além de sofrer agressões domésticas , vê sua filha Nice (Liviane Souza) entrar pro tráfico por conta da revolta com seu pai agressor e por conhecer o movimento como o único espelho de futuro.

Birao (Paul Moraes), é quem comanda o tráfico na área, ditador das regras na comunidade a famosa lei do morro. Tião (Charles Campos) dono de bar, insatisfeito com a vida que leva e disposto a todo custo melhorar financeiramente, resolve fazer um roubo que de acordo com seus pensamentos resolveria seus problemas.

Lei do Morro - 2018
Lei do Morro – 2018

Juraci (Bruno Gomes), um morador da região vítima do roubo de tião, resolve reclamar com o poder do tráfico. Pois o roubo dentro da comunidade seria proibido de acordo com as leis marcadas por Birao.

Nice acaba entrando de vez para o movimento, assim que é chamada para resolver o caso de seu pai. Maria mesmo com todo sofrimento implora pela vida de Tião, mas com poucas palavras, muita raiva e emoção, resolve tudo ali mesmo matando seu pai.

Objetivo

O filme retrata a vida esquecida dos moradores de comunidade, uma família que se perdeu entre agressões falta de dinheiro e revolta pela indiferença social que o mundo cria. Para contar a trajetória deste lugar o filme passa pela vida de diversos personagens e eventos que vão sendo entrelaçados no decorrer da trama. Tudo pelo sofrimento de Maria.

Primeira exibição

O filme teve sua primeira exibição no cinemark em Natal, juntamente com demais filmes acadêmicos em um festival exclusivo pela Universidade Potiguar (UNP).

A História de produção

Inicialmente o filme teria demais locações pela cidade, até que Igo Inácio (Produtor), Dccem (Diretor), juntamente com Kildare Lee (Dir. Fotografia) e Ângelo Xavier (Dir. Arte) em pesquisa de locação visitaram Mãe Luiza e decidiram que o filme seria gravado totalmente em um só lugar.

Lei do Morro - 2018
Lei do Morro – 2018

Todo que o roteiro pedia foi achado lá e até incrementado mais, pois o filme Lei do Morro foi muito além de seu roteiro se entrelaçando com histórias e personalidades do próprio bairro de Mãe Luíza.

O Conselho Comunitário

Jéferson Nascimento e Bruno Gomes responsáveis pelo conselho fizeram toda diferença e ambos teem uma grandeza enorme com relação a realização do filme, em todo momento com seriedade, humildade, carinho, respeito e sorriso no rosto a equipe de produção foi recebida da melhor forma por todos!

Hoje o filme Lei do Morro é um sucesso local, um projeto lindo que não cai no esquecimento, sempre os moradores comentam sobre.

Projeções futuras

A ideia inicial era transformar esse sucesso em um longa-metragem, porem em algumas conversas com os mais envolvidos da equipe responsável pelo filme, o projeto é que saia futuramente uma web-série da Lei do morro.

Lei do Morro - 2018
Lei do Morro – 2018

Com a mesma base e seguindo a mesma história, mantendo a maioria do elenco possível.

Elenco

De modo geral o elenco preparado por Lilith Aiam e o Dccem, teve muitos elogios pela enorme capacidade e profissionalismo. O Elenco principal é composto por:

  • MARIA:  Vanessa Labre
  • Berenice: Liviane Souza
  • Tião: Charles Campos
  • Birão: Paul Moraes
  • Bucha: Ângelo Xavier
  • Gerente: Lucas Marinho
  • Ficante: Hugo Melo
  • Felipe:  Leonardo Prata
  • Juraci: Bruno Galdino
  • Dorinha: Sara Holanda
  • Irmão: Marcos Vinícius

Perguntas frequentes:

Onde foi gravado o filme Lei do Morro?

O filme foi gravado na região Nordeste do Brasil, mais precisamente em Mãe Luíza, Natal/RN

Quem é o ator que faz o Birão no filme Lei do Morro?

O Birão (dono do morro) é feito pelo renomado ator Paul Moraes

Quem é a atriz que faz Maria no filme Lei do Morro?

A Maria (esposa de tião) é feita pela professora e atriz Vanessa Labre

Quem é o Diretor do Filme Lei do Morro ?

Diego Pereira, conhecido artisticamente como Dccem, que além de cineasta também é rapper, cantor e compositor.

O que acontece no filme Lei do Morro ?

Uma mãe de família que luta por seus amores cruéis dividida entre seu marido agressor e sua filha que ingressa para o tráfico na comunidade, em um momento de dificuldade financeira seu marido toma uma atitude fora das leis do morro colocando sua própria vida em risco.

Espero ter ajudado

Gostou da matéria sobre Lei do Morro – 2018

Gostou? Compartilhe!

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) - Análise

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise

Existem maneiras diferentes de abordar o longa-metragem “O Homem Que Desafiou o Diabo”. Vem comigo entender melhor sobre esta obra Nordestina de 2007.

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) - Análise
O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise

Se optarmos por expô-lo à sua obra, podemos considerá-lo um exemplo típico da recente “cinema sanguessugadas regionalidades”, onde grandes produtores do Sudoeste (para ser sincero: principalmente o Rio) são proprietários de obras literárias e / ou dramáticas. E / ou folclore e / ou sítios históricos de diferentes partes do Brasil.

Análise geral /O Homem Que Desafiou o Diabo

Tendo em vista seus técnicos, atores, produtores, e quase sempre leve recursos locais, mão de obra barata e algumas imagens e costumes de lá, quase sempre exóticos.

São tantos que não há necessidade de tentar listar todos os trabalhos que seguiram esse caminho na produção brasileira a partir de 1995, mas vale destacar que o produtor deste filme, se dedicam ao extremo.

Lembra Bela Donna é do filme de Paixão de Jacobina, do filme de Nossa Senhora de Caravaggio – estranhamente, todos esses filmes são “filmes populares” e não tiveram retorno emotivo do público (assim como O Homem Que Desafiou o Diabo).

Como compreender ?

Uma maneira de lidar com esse filme é como um projeto dramático. Neste caso, o filme mostra claramente a sua ligação com uma certa tradição épica fauvista, encarnada na personagem de Palmeira, curiosa personagem do herói cujo herói vive suas pelejas, o título do livro que origina o filme, é obviamente atribuído às 12 obras de Hércules.

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) - Análise
O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise

Ojuara, goza de uma reputação fabulosa de “machão”, se tem um aspecto competitivo interessante (impondo-se ao coronelismo ou ao beatismo), é inegavelmente um aspecto forte do machismo (porque as mulheres sempre aparecem como uma prostituta ou “santa”).

Sua origem

No entanto, o projeto cinematográfico popular de Moacyr Góes aqui delineado não só explora suas origens, mas também parece buscar uma abordagem um tanto estranha ao típico universo do cinema popular brasileiro dos anos 70: até agora, para a maioria dos espectadores, Este filme recente tem a maioria dos filmes de sexo e sexo.

Mulheres com roupas pequenas consideram as palavras vulgares como um discurso contínuo e consideram certos momentos como os verdadeiros herdeiros do povo Trapalhões (principalmente assistindo às cenas de Otto ou de Flavia Alexandra solução).

 Uma perspectiva de produção

É impossível para nós ignorar qualquer um desses dois aspectos como o fator principal na análise de “O Homem Que Desafiou o Diabo”, porque devemos ignorar um aspecto mais direto e direto: a pureza e a simplicidade de seu artesanato.

Moacyr Góes tem até direito de reclamar das críticas ali veiculadas em matéria do jornal O Globo, que é preconceito franco, elitismo, e também foi muito mal debatido em última instância – e antes fundamentalmente Não é aceitável tentar usá-lo em cinemas com base na popularidade do binômio deficiente da comédia sexual.

Aliás, aliás, não foi em seus projetos cinematográficos, produtivos ou dramáticos, que se descobriu o maior pecado do filme (afinal, o mesmo processo produziu filmes bastante interessantes, como Lisbela e o Prisioneiro ou O auto da compadecida).

Entenda a narrativa

Não é porque O Homem normalmente atira no seu pé, em cada sequência, em cada cadeia narrativa. Então, vamos dar alguns exemplos para que não fiquemos apenas no papinho sem verdadeiras explicações.

A introdução deste filme fez com que José Araújo se transformasse em Ojuara, cuja velocidade de encenação / edição era tão rápida que parecia um trailer, com todas as cenas equivalentes a Informações básicas (José, ele é “raparigueiro”, ele tem relações com Dualiba, eles se casam, ela oprime ele, ele se revolta).

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) - Análise
O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise

Portanto, como não sentimos a duração de nenhuma situação, essa ideia de mudança soa absurda, e a impressão que fica é que ou o filme pode simplesmente narrar as pelejas de Ojuara.

Manter esse ritmo ao longo do filme, o acúmulo de cenas e pequenos personagens podem atrair a força de cada segmento

Ojuara parece apenas existir, e vagar por aí no filme, e esse filme parece ridiculamente longo (porque acumula muitas sequências) e não tem substância.

Considerações finais

Como cineasta eu entendo que o preconceito e o elitismo existe realmente, porém o filme não tem tanto afetivo popular por seus aspectos preconceituosos no roteiro.

Mas pra um filme de 2007 levando em consideração o lado de humor do filme, posso dizer que ele tira boas risadas.

Perguntas frequentes

Quem é Moacyr Góes ?

Moacyr Góes (Natal, 23 de outubro de 1961) é um roteirista e diretor de cinema e teatro brasileiro. É filho do educador e historiador Moacyr de Góes e irmão do ator Leon Góes.

O que acontece em O Homem Que Desafiou o Diabo?

Zé Araújo é um viajante recém-chegado em Jardim dos Caiacós. Ele seduz a filha de um comerciante e é obrigado a se casar com ela. Araújo torna-se um escravo do sogro e da mulher. Percebendo que vira motivo de piada na cidade, ele resolve mudar de vida e começar uma nova.

Quando foi lançado o filme O Homem Que Desafiou o Diabo?

O filme o homem que desafiou o diabo foi lançado em 28 de setembro de 2007

Quais os nomes dos roteiristas do filme O Homem Que Desafiou o Diabo?

Moacyr Góes, Nei Leandro de Castro, Bráulio Tavares

Qual origem do filme O Homem Que Desafiou o Diabo?

O filme tem origem Nordestina, mais precisamente potiguar

Espero ter ajudado e que tenha entendido mais sobre o assunto e criado seu ponto de vista a partir da leitura.

Gostou do post sobre O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise ?

Gostou? Compartilhe!

Que horas ela volta? (2015)

Que horas ela volta? (2015)

Que horas ela volta?-(2015), O filme foi Dirigido e escrito por Francisca Bulevt (de É proibido fumar) , estava no período pós-eleitoral e colidia com o sistema político brasileiro. O filme começa a criticar as divisões sociais e regionais que o país tem vivido, levando em consideração a história do Brasil, que a desigualdade social é eterna.

Que horas ela volta? (2015)
Que horas ela volta? (2015)

O filme estreou no Sundance Film Festival, em Utah – EUA. Antes de chegar ao Brasil em 27 de agosto de 2015, estreou em cinemas de sete países europeus. O 15º Prêmio do Cinema Brasileiro conquistou sete troféus Grand Otelo.

Que horas ela volta? (2015)

O filme conta a história de Val (Regina Casé), dona de casa nordestina que mora há mais de dez anos na casa de um patrão de classe média em São Paulo (interpretada por Karine Teles e Lourenço Mutarelli).

Val era tratado de maneira diferente dos outros membros da casa, não questionava por que tinha que comer em mesas diferentes, morar no cômodo mais desconfortável e não poder desfrutar da piscina.

Seus chefes parecem muito modernos, mas são mais conservadores nos costumes sociais, sempre dizem que ela é uma família, mas mesmo que ela cuide dos filhos como se fosse dela, nunca a trataram assim.

Jéssica deixa Recife

Quando Val recebeu um telefonema de sua filha Jéssica (Camila Márdila), o enredo mudou. Quando se mudou para São Paulo, ficou no Recife em busca de melhores condições de vida.

Val espera estreitar o relacionamento com a filha que não via há dez anos, por isso a recebe na capital paulista, onde fará o vestibular, que por coincidência é igual ao filho do patrão, Fabinho (Michel Joelsas).

Que horas ela volta? (2015)
Que horas ela volta? (2015)

Jessica mora com sua mãe em seu ambiente de trabalho e fica nervosa em casa porque não é o esperado por Val e principalmente por seus chefes.

Ela é uma menina esperta e indagadora , sua chegada é como uma visitante do filme O Teorema, destruindo o pensamento e o comportamento dos membros da casa, principalmente da mãe, que sempre obedecem às ordens sem reclamar.

Crítica Social / Que horas ela volta? (2015)

As formas do longa-metragem apresentar as críticas sociais levou o público a reavaliar sua sociedade. É justamente isso que o direção tenta retratar nesta e em outras obras: as discrepâncias sociais que o Brasil vive e viveu.

Anna Muylaert gosta de usá-lo, assim como seu trabalho “Durval Discos”. Por se tratar de uma crônica, a história do filme não se aprofunda nos temas abordados pela pesquisa, deixando alguns finais soltos.

Que horas ela volta? (2015)
Que horas ela volta? (2015)

Além disso, possui também símbolos como o de sorvete e xícaras de café, mais importantes do que o normal, de modo que preconceitos simples do cotidiano permitem que o espectador reflita.

Regina Casé

A performance de Regina é mais simples e eficaz, o que a surpreendeu, o que não é comum para quem já assistiu seu pós show “Esquenta!” O humor em sua fala é um estereótipo óbvio dos pobres e traz o tom da crônica social.

Considerações finais

Desta forma, o grande roteiro, os papéis cuidadosamente elaborados dos atores e a narrativa dramática bem contada do filme “Que horas ela volta? (2015)

Isso permite que muitos espectadores reconheçam o enredo e as questões sociais que são bem retratadas e critiquem vários temas que as pessoas muitas vezes não percebem.

Sem dúvidas pra mim foi o melhor filme que vi naquele ano e é uma grande recomendação que faço sempre, por ser um bom filme em todos os seus aspectos, levando em conta além das críticas sociais.

Perguntas frequentes sobre o tema

Qual a naturalidade da Regina Casé?

Regina casé é carioca, mais precisamente: Botafogo, Rio de Janeiro

Qual a idade da Regina Casé atriz?

Regina casé nasceu em 25 de fevereiro de 1954 em 2020 soma 66 anos 

O que acontece no filme que horas ela volta?

é um filme brasileiro de 2015, do gênero drama, escrito e dirigido por Anna Muylaert. O filme é protagonizado por Regina Casé e trata dos conflitos que acontecem entre Val, uma empregada doméstica do Brasil e seus patrões de classe média alta, criticando as desigualdades da sociedade brasileira.

Onde assistir que horas ela volta?

Você pode assistir legalmente “Que Horas Ela Volta?” no Globo Play.

Que horas ela volta tempo de duração?

O longa-metragem nacional Que horas ela volta, tem 1h 54m de duração.

Espero ter ajudado e espero que tenha se informado melhor sobre este filme maravilhoso que é uma obra nacional que merece todos os elogios possíveis.

Gostou do post sobre Que horas ela volta? (2015)

Gostou? Compartilhe!

10 memoráveis filmes nacionais

10 memoráveis filmes nacionais

Os 10 memoráveis filmes nacionais é uma série de listas que irei trazendo frequentemente para que todos os cinéfilos que nos acompanham para que tenham uma visão além dos filmes hollywoodianos.

10 memoráveis filmes nacionais
10 memoráveis filmes nacionais

Talvez você seja este tipo de pessoa ou conheça alguém que tenha certos receios de consumir os filmes brasileiros não é mesmo?, mas para a surpresa daqueles subestimam e que nunca procuram saber sobre a sua própria cultura trago a notícia de que aqui no Brasil existem sim grandes cineastas.

E foi pensando nisso que resolvi trazer para vocês 10 memoráveis filmes nacionais, e saibam que são 10 de muitos.

Porque preciso saber? – 10 memoráveis filmes nacionais

Estou escrevendo este post para vocês em período de quarentena, ou seja, num momento em que você está mais em casa, que está consumindo muito mais os criadores de conteúdo nacionais sem nem mesmo perceber!

Já parou pra pensar quem faz sua novela preferida?, os comerciais?, as campanhas publicitárias?, aquele filme de comédia que você já assistiu tantas vezes que já sabe até as falas decoradas?.

O Auto da Compadecida 2000 - História e Análise
O Auto da Compadecida 2000

Pois é, aproveitando a citação da comédia, ressalto que no Brasil não fazemos apenas comédias boas não! Também dominamos demais gêneros que vocês só não assistem por preconceito. Com certeza um desses filmes que irei citar abaixo você talvez já tenha assistido! mas vamos comigo que prometo te surpreender com filmes bons nacionais que você nunca viu.

Central do Brasil / 10 memoráveis filmes nacionais

Este road movie de Walter Salles é um tesouro raro do cinema nacional. O filme conta a história de um encontro inusitado: Dora e o ex-namorado Josué ficaram órfãos da noite para o dia. O filme que mexeu com o mundo ganhou duas indicações ao Oscar: Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Atriz (Fernanda Montenegro).

Cidade de Deus / 10 memoráveis filmes nacionais

Com 4 indicações ao Oscar, Cidade de Deus é um dos maiores fenômenos da história do cinema brasileiro. Na ótica do narrador protagonista Buscapé, o público é conduzido pelas vielas da Cidade de Deus em um contexto de crescente crime organizado.

Tropa de Elite / 10 memoráveis filmes nacionais

O Tropa de Elite ganhou o Prêmio Urso de Ouro de 2008, marcando uma era e gerando discussões generalizadas. O Capitão Nascimento (interpretado por Wagner Moura) se tornará um herói? Este filme tolera tortura e outros atos criminosos por agentes do Estado? Em qualquer caso, este filme é emocionante e indispensável para quem gosta de um bom filme de ação.

Lavoura Arcaica / 10 memoráveis filmes nacionais

Lavoura Arcaica é baseada no romance de Raduan Nassar e conta a história de André (Selton Melo) que não suporta O ambiente sufocante da vida tradicional escapou da casa de seu pai. Segundo a crítica da Abraccine, este é o 16º melhor filme da história do Brasil.

Que Horas ela Volta? / 10 memoráveis filmes nacionais

Regina Casé interpreta Val, uma empregada doméstica pernambucana que há muitos anos trabalha e mora na casa de um empregador em São Paulo. Quando sua filha Jésica foi para São Paulo se preparar para o vestibular, a chamada harmonia entre Val e a família em que trabalhava foi rompida.

O Auto da Compadecida / 10 memoráveis filmes nacionais

Auto da Compadecida é o filme brasileiro de maior bilheteria em 2000, vencendo o Grande Prêmio Cinema Brasil em 4 categorias. Segundo a trama de Ariano Suassuna, o filme conta as vividas aventuras de Chicó e João Grilo João Grilo na Paraíba na década de 1930. A história é É tão encantador que é impossível tirar os olhos da tela.

Cabra Marcado para Morrer / 10 memoráveis filmes nacionais

Este é um dos filmes que conta histórias além de “histórinhas”. A gravação do filme teve início no início dos anos 1960 e foi interrompida pela censura após o golpe de 1964. Só foi restaurada após 17 anos e o roteiro original foi alterado. O documentário conta a história do líder camponês João Pedro Teixeira, assassinado pela polícia em 1962.

Eles Não Usam Black-Tie / 10 memoráveis filmes nacionais

Baseado na história de Gianfrancesco Guarnieri, o filme conta a história do líder sindical Otavio (Guarnieri) e seu filho Tião (Carlos Alberto Riccelli). Ao saber que ia ser pai e estava prestes a se casar, Tião decidiu parar a greve e brigou com o pai. Meu pai foi preso por motivos políticos há muitos anos. Segundo Abraccine, este é o 14º melhor filme do Brasil.

Deus e o Diabo na Terra do Sol / 10 memoráveis filmes nacionais

Dirigido e dirigido por Glauber Rocha, este supercine (Cinema Novo) conta a história de Rosa e Manuel , um casal que luta contra a fome e a seca Pessoas rurais que vivem em Depois de Manuel assassinar o patrão explorador, o casal refugiou-se na comunidade messiânica chefiada pelo beato Sebastião.

10 memoráveis filmes nacionais
10 memoráveis filmes nacionais

Foi classificado como o segundo melhor filme da história do cinema nacional pela Abraccine.

Macunaíma / 10 memoráveis filmes nacionais

Segundo a crítica da Abraccine, o décimo melhor filme da história do cinema nacional é um verdadeiro clássico.

10 memoráveis filmes nacionais
10 memoráveis filmes nacionais

Baseado no romance homônimo de Mário de Andrade, o filme conta a história de Macunaíma, um herói sem protagonismo, de sua passagem pelo rio Ularicoela em Roraima nasceu no rio para uma aventura em uma grande cidade. Este filme apresenta atores famosos de cinemas brasileiros, como o Grande Teatro, Paulo José e Milton Gonçalves.

Perguntas frequentes

O que é cinema nacional?

O termo cinema nacional pode referir-se a: Cinema do Brasil. 

Qual o filme nacional mais visto?

Segundo pesquisas de bilheterias Nada a Perder de 2018 é o filme Nacional mais visto

O que determina a nacionalidade de um filme?

A nacionalidade de um filme está diretamente vinculada à origem do financiamento.

Qual a origem do cinema brasileiro?

A primeira exibição de cinema no Brasil aconteceu em 8 de julho de 1896, no Rio de Janeiro, por iniciativa do exibidor itinerante belga Henri Paillie.

Qual foi o primeiro filme a chegar no Brasil?

Os primeiros filmes gravados no país foram, em sua maioria, documentais. O curta-metragem Os Estranguladores (1908), de Francisco Marzullo e Antônio Leal, é considerado a primeira película de ficção do Brasil. Já o primeiro longa-metragem foi O Crime dos Banhados (1914), dirigido por Francisco Santos.

Espero ter ajudado e que tenha absorvido coisas bacanas do post

Gostou de ver mais sobre 10 memoráveis filmes nacionais?

Gostou? Compartilhe!

5x favela

5x Favela – Resumo

5x Favela – Agora por Nós Mesmos é um filme brasileiro dirigido por um grupo de jovens cineastas residentes em favelas do Rio de Janeiro e produzido por Carlos Diegues e Renata de Almeida Magalhães.

5x favela
5x favela

O filme está dividido em cinco episódios, por isso é o título do longa-metragem e também cita o filme Cinco Vezes Favela (1962). 5x Favela – Agora por Nós Mesmos é o primeiro longa-metragem brasileiro totalmente concebido, criado e dirigido por jovens moradores de favelas

5x Favela – Resumo da divisão

Como citado anteriormente 5X Favela foi o primeiro longa totalmente Brasileiro e totalmente produzidos pelos jovens residentes das comunidades.

1ª Parte

“Fonte de Renda” conta a história de Maicon (Sílvio Guindane) que conseguiu passar no vestibular, mas logo teve problemas para comprar livros, comida e transporte.

Então ele quis começar a vender drogas para estudantes universitários para poder se pagar. Mas logo em seguida ele passou por uma tragédia.Não foi possível atravessar esta rua porque ele planejava levar a droga para um amigo naquele dia.Ela estava lotada de policiais e finalmente deixou a “ordem” em casa.

5x favela
5x favela

Depois de chegar à universidade, ele explicou aos amigos por que não usava drogas. De repente, ele recebeu uma ligação do patrocinador dizendo que seu irmão estava no hospital e estava gravemente doente devido à ingestão da substância e veias bloqueadas.

Ao chegar ao hospital, acabou sendo espancado pelo padrinho. Desde então, Maicon parou de vender cocaína e se graduou em direito.

2ª Parte

“Arroz e Feijão” conta a história de um pai que não conseguia comprar vários alimentos, ele e seu filho Wesley (Juan Paiva) cozinham diariamente e feijão juntos. No aniversário do pai, comprou uma galinha com o amigo Pablo Vinícius, e fez alguns trabalhos na tentativa de ganhar dinheiro para comprar galinhas.

5x favela
5x favela

Mas cada vez que terminarem seu trabalho, seu “pagamento” terá problemas, então os dois têm a ideia de roubar galinhas, ninguém sabe. Depois de um tempo, após comer as galinhas, ele se deitou no sofá para dormir e ouviu as conversas de seus pais, onde seu pai revelava porque ele não comia galinhas, dizendo que seu pai roubou as galinhas, e ele foi espancado no dia seguinte.

O dono do galinha soube da novidade, o menino saiu de novo, ganhou dinheiro, comprou outro galinho e colocou onde roubou.

3ª Parte

“Concerto para Violino” conta a história da amizade de três pessoas na infância. Vinte anos depois, Jota (Thiago Martins) fez um curso de narcotráfico, Ademir (Samuel de Assis) virou policial e Márcia (Cintia Rosa) violinista. Jota roubou algumas armas da prisão, a tarefa de Ademir é encontrá-lo e devolver as armas.

4ª Parte

“Deixa Voar” conta a história de um menino de 17 anos, Flávio, que vai soltar pipa depois da escola até deixar a pipa do amigo cair na favela de um rival, e ele precisa pegar a pipa.

5x favela
5x favela

Depois de chegar lá, acabou caindo com os meninos empinadores, mas seu primo chegou e resolveu tudo. Depois dessa bagunça, Flavio aproveitou a viagem para ir até a casa do amigo. O autor o mandou em segurança para a favela.

5ª e última parte

“Acender as luzes” conta uma história de Natal. As luzes na montanha estão apagadas e os técnicos da empresa precisam de uma luz para consertar as luzes, mas os moradores não querem que essa pessoa caia.

5x favela
5x favela

Essa pessoa liga para um amigo para ajudar Ele pegou a peça, mas não queria ir porque era Natal, então ele passou o Natal na favela e conseguiu colocar a luz no poste, e o Natal foi pra ele.

Perguntas frequentes relacionadas ao assunto

Quando 5x Favela foi lançado?

27 de agosto de 2010

Quem foram os diretores do longa 5x Favela?

Cadu Barcelos, Cacau Amaral, Rodrigo Felha, Wagner Novais, Manaira Carneiro, Luciana Bezerra, Luciano Vidigal

Qual a sinopse geral do longa 5x Favela?

O documentário apresenta cinco filmes de ficção, de cerca de 20 minutos cada um, sobre diferentes aspectos da vida em suas comunidades.

Qual a avaliação do longa 5x Favela ?

Segundo pesquisas 92% gostaram e recomendam esse filme

Em que estado se passa 5x Favela?

o longa 5x Favela se passa nas favelas do Rio de Janeiro

Espero que tenha gostado do post e entendido um pouco mais sobre o longa 5x Favela.

Gostou do post sobre 5x Favela – Resumo ?

Gostou ? Compartilhe!

Era uma Vez (2008) - Análise Crítica Geral

Era uma Vez (2008) – Análise Crítica Geral

Era uma Vez … é um drama brasileiro e filme romântico dirigido por Breno Silveira em 2008. Situado no Rio de Janeiro contemporâneo.

Era uma Vez (2008) - Análise Crítica Geral
Era uma Vez (2008) – Análise Crítica Geral

É produzido pela Conspiração Films, co-produzido pela Globo Filmes e Lereby Produções, e não só é distribuído no Brasil, mas também distribuído globalmente pela Columbia Pictures.

Era uma Vez – Enredo

Dé (Thiago Martins) é um menino que cresceu na favela do Cantagalo no Rio de Janeiro. Quando criança, ele viu seu irmão ser assassinado por traficantes por brigar em uma partida de futebol. Seu outro irmão Carlão (Rocco Pitanga) foi expulso do cheongsam e preso por negligência.

Era uma Vez 2008 Análise Crítica Geral vidigal
Era uma Vez (2008) – Análise Crítica Geral

Dé está disposto a viver uma vida honesta, trabalhando em um quiosque na Praia de Ipanema, onde é atraído por uma moça rica, Nina (Vittoria Flat), que mora em frente ao quiosque. Os dois se apaixonaram profundamente e iniciaram um relacionamento.

Esquema do Carlão

Devido a um acordo com a polícia, Carlão acabou sendo condenado à prisão e planejou governar a favela e matar o assassino de seu irmão, tornando-se o dono do morro. A luta pelo poder na favela se intensificou, e o pai de Nina (Evandro) decidiu proibi-la de subir no morro para encontrar o namorado e disse que compraria passagem para a Europa.

Era uma Vez (2008) - Análise Crítica Geral
Era uma Vez (2008) – Análise Crítica Geral

Nina fingiu aceitar uma viagem com o pai, mas na verdade seu namorado planejava fugir para o Nordeste e morar com eles. Carlão deu uma festa de despedida para os dois na favela, mas na mesma noite a polícia e o bandido recolheram o dinheiro que Carlão devia a eles.

Sequestro de Nina

Sem saída, Carlão aproveitou quando Nina saiu para sequestrá-la e pediu ao pai uma grande soma em dinheiro para pagar a dívida. Depois que Paulo César Grande soube do sequestro, imediatamente mandou uma foto do namorado da filha para o jornal, acreditando que Dé estivesse envolvido em um crime.

Dé não sabia de nada, foi até o irmão para ajudar a encontrar Nina, mas logo descobriu que estava levando a namorada como refém. Depois de duas lutas, Dé finalmente atirou em Carlão no peito. O topo da montanha se arrependeu e disse ao casal para fugir.

Era uma Vez (2008) - Análise Crítica Geral
Era uma Vez (2008) – Análise Crítica Geral

Temendo que a polícia não acreditasse na inocência de Dé, os dois correram até o quiosque para pegar o dinheiro e fugiram juntos para o Nordeste, mas acabaram encontrando a polícia e a imprensa. No pavilhão, o namorado resolve fingir que Dé está soltando Nina para que elas possam sair de lá sem serem atacadas pela polícia.

Embora o menino tenha desistido pacificamente, a polícia atirou nele. Nina enlouqueceu e pegou a arma que Dé usou para atirar em Carlão e disparou vários tiros contra ele, sendo morta pela polícia.

Análise final

Esta é a adaptação do romance clássico de Shakespeare “Romeu e Julieta”, que só foi transplantado para o Brasil no início do século 21. Romeu queria Julieta de longe e, quando ela o conheceu, não conseguiram mais parar. Um perseguirá o outro e nada parece impedi-los.

Mas os dois viviam em mundos diferentes e suas famílias, amigos e histórias os forçaram a seguir caminhos opostos. Mas eles persistem e desafiam tudo. O final, todo mundo sabe como termina.

A Era Uma Vez foi lançado na região central do país em julho de 2008, e apontou a opinião de críticos entre cariocas que a amam, Como um bom carioca, não tenho medo de participar desta análise crítica e digo sem dúvidas: este foi o melhor filme nacional que vi naquele ano.

Perguntas frequentes sobre o tema

Qual o nome dos atores que fazem o casal do filme era uma vez?

Vitória Frate faz a (Nina) e o Thiago Martins faz o (Dé)

Em que ano lançou o filme era uma vez?

O filme era uma vez foi lançado na região central do Brasil no ano de 2008

Porque o Dé morre em era uma vez?

Ele é confundido com os sequestradores de Nina e é acusado pelo pai de Nina.

Em que obra o filme era uma vez foi inspirado?

Esta é a adaptação do romance clássico de Shakespeare “Romeu e Julieta”, que só foi transplantado para o Brasil no início do século 21.

Quem é o diretor do filme era uma vez?

Quem dirigiu o grande clássico dos filmes nacionais era uma vez foi o diretor Breno Silveira

Espero ter ajudado e espero que tenha gostado da análise deste filme maravilhoso que é uma obra Nacional que cada vez mais deve ser aclamada e citada com méritos.

Gostou do post sobre Era uma Vez (2008) – Análise Crítica Geral ?

Gostou? Compartilhe!

Cidade dos Homens (2007) - Análise Crítica

Cidade dos Homens (2007) – Análise Crítica

Em cidade dos Homens Laranjinha e Acerola são amigos, cresceram juntos em uma favela do Rio de Janeiro e hoje têm 18 anos. Acerola tem um filho de 2 anos para cuidar, mas se sente preso pelo casamento e lamenta o filho precoce.

Cidade dos Homens (2007) - Análise Crítica
Cidade dos Homens (2007) – Análise Crítica

Laranjinha está determinado a encontrar seu pai, que ele não o conhece. Ao mesmo tempo, a favela em que vivem ficaram chocadas com o mundo do narcotráfico, porque um dos primos, Madrugadão, perdeu seu status de chefe do local para Nefasto.

Análise Crítica

Cidade dos Homens pós filme ainda teve novas temporadas como série na Globo entre 2016 e 2017 e terminou como uma das maiores e mais bem-sucedidas lendas do cinema brasileiro.

Porém, ao contrário do que muitos pensam, o filme Cidade dos Homens não é uma continuação de “Cidade de Deus” (2002), mas a continuação de um piloto que começou com o curta “Pálace II” (2000). O projeto mostrou pela primeira vez os papéis de dois meninos da favela Acerola (Douglas Silva) e Laranjinha (Darlan Cunha).

A história que executaram continua na série Cidade dos Homens, que recebeu excelentes críticas e elogios do público na Rede Globo, até virar filme e ir para o cinema.

Cidade dos Homens (2007) - Análise Crítica
Cidade dos Homens (2007) – Análise Crítica

Ao contrário do possível, o que vemos em cena não é um enredo que só será entendido por quem acompanhou toda série, mas sim um enredo independente e relacionado, que merece ser contado em meios de comunicação mais específicos, e terminar este trabalho em estilo nobre.

Porém quem acompanhou a série desde seu início em piloto “Pálace II” (2000) tem um entendimento maior e melhor da história de cada um dos personagens.

Cidade dos Homens desde o início

Se “Pálace II” (2000), (direção de Fernando Meirelles e Kátia Lund e roteiro de Bráulio Mantovani e Paulo Lins, é a mesma equipe do filme Cidade de Deus) serviu de laboratório para os famosos longas-metragens de Meirelles.

Ele ganhou quatro indicações ao Oscar durante sua notável carreira, tem mais de três milhões de espectadores no Brasil e receita de bilheteria global de aproximadamente US $ 27 milhões.

Só neste desenvolvimento (seja no cinema ou na TV, a própria Cidade dos Homens) poderemos resolver melhor alguns dos problemas mais urgentes desta miniatura. Desta forma, você pode fornecer uma aparência mais complacente e ao mesmo tempo crítica.

Ou seja, haviam coisas que só poderiam ser mais trabalhadas e aproveitadas no além da série, tendo a iniciativa de fazer um longa!

Enredo

O filme Cidade dos Homens trouxe o foco da discussão para um dos temas mais caros e recorrentes na população-alvo: a ausência dos pais. Enquanto Acerola aprende a ser pai aos 18 anos, o crescimento de Laranjinha preocupa: quem é ou foi pai? Os dois são amigos desde que eram jovens e trabalharam juntos para aprender a lidar com essas preocupações.

Cidade dos Homens (2007) - Análise Crítica
Cidade dos Homens (2007) – Análise Crítica

O fato de seguirmos a evolução dos dois papéis é muito gratificante, porque se crescermos com eles, entenderemos melhor as motivações que os levam.

Por isso, não há necessidade de ver tudo o que foi produzido: o flashback usado no momento crítico da trama é muito claro e não foi explorado. Excelentes arquivos naturais serão salvos em scripts e terão uma contribuição positiva para todo o pessoal relevante.

A equipe e produção

Fernando Meirelles tem se envolvido cada vez mais em projetos de Hollywood após sua atuação internacional de maior sucesso, como o aclamado O Jardineiro Fiel (2005) e Ensaio sobre a Cegueira (2008). Com isso, assumiu o cargo de produtor e abriu espaço para o sócio da produtora O2 Paulo Morelli assumir a direção da Cidade dos Homens.

A transferência da mão é dificilmente sentida e os resultados apresentados são muito satisfatórios. O que falta ao CDH é a ambição do filme anterior, ousadia, originalidade e principalmente originalidade, que despertou outros estilos, perspectivas e reflexões nos cinemas brasileiros.

Este novo filme não quer fazer alarido sobre questões sociais – não, agora é a hora de descrever o que aconteceu aos dois habitantes do universo, e propor uma visão mais íntima e universal.

Considerações finais

“A Cidade dos Homens” é um dos melhores filmes do ano. acredito que é um filme nacional memorável.

E, o mais importante, este é um trabalho honesto e sincero, cumprindo suas sugestões com sua homenagem, e se posicionando como mais uma obra em maior escala, e se consolidando no cinema nacional e na indústria fotográfica status. Seus ancestrais são intimidantes, mas ninguém aqui não tem expectativas, o que temos é único, competente e digno de mérito.

Perguntas frequentes

Quem são os protagonistas de Cidade dos Homens?

Os protagonistas desde o piloto Paláce II (2000) são Laranjinha e Acerola.

Quem são os atores que fazem Laranjinha e Acerola ?

Douglas Silva (Acerola) e Darlan Cunha (Laranjinha) são os atores que fazem os personagens principais de cidade dos homens.

Quantas temporadas tem cidade dos homens?

A série tem 6 temporadas e um longa metragem

Quando surgiu a história de cidade dos homens ?

Surgiu em 2000 com o curta piloto Pálace II, a série deu início em 2002 e o filme foi lançado em 2007

Qual é a emissora original de cidade dos homens?

A emissora original da história é a Rede Globo

Espero ter ajudado

Gostou do post sobre Cidade dos Homens (2007) – Análise Crítica?

Gostou ? Compartilhe!

O Auto da Compadecida 2000 - História e Análise

O Auto da Compadecida 2000 -História e Análise

Auto da Compadecida é uma comédia teatral brasileira lançada em 2000, dirigida por Guel Arraes, escrita por Adriana Falcão, João Falcão e o próprio diretor. O filme é adaptado de Auto da Compadecida de Ariano Suassuna em 1955, e do mesmo autor com elementos de O Santo e a Porca e Torturas de um Coração, e a influência das obras clássicas de Giovanni Boccaccio Decameron.

O Auto da Compadecida 2000 - História e Análise
O Auto da Compadecida 2000 – História e Análise

No Grande Prêmio Cinema Brasil do Festival de Cinema do Ministério da Cultura, o filme ganhou os prêmios de Melhor Diretor, Melhor Roteiro, Melhor Lançamento e Melhor Ator. Este é o filme brasileiro de maior bilheteria em 2000, atraindo mais de 2 milhões de espectadores.

O Auto da Compadecida – História e Análise

Obra coproduzida pela Globo Filmes e Lereby Produções, foi filmada em Cabaceiras, no estado da Paraíba, em 1999. É palco de vários outros filmes brasileiros.

Estreou no Brasil em 15 de setembro de 2000, e foi exibido em cinemas e mídia de outros países. Nos Estados Unidos, o filme foi renomeado para “Testamento de um cachorro”. Na maioria dos países da América do Sul, foi bem recebido.

Enredo

No início da década de 1930, Chicó e João Grilo, dois pobres que moravam perto da cidade de Taperoá ns Paraíba, conseguiram emprego em uma padaria da cidade.O padeiro Eurico e sua esposa Dora Minta para ele.

Os patrões gostam mais de cachorros de estimação do que de seus empregados, dão comida estragada para Chicó e João Grilo e dão bifes de manteiga para seus cachorros, o que deixava João insatisfeito.

A morte da cadela

Depois que o cachorro morreu, Dora pediu a João Grilo e Chicó que pedissem ao padre da cidade que abençoasse seu cachorro antes do funeral. O padre discordou, João Grilo era esperto e astuto, alegando que a cachorra era do terrível Major Antônio Morais, e o padre aceitou.

Para que o padre usasse o latim no funeral, João Grilo também disse que a cadela era uma cristã devota e deixou dez vontades de Conto para a igreja.

O padre finalmente fez um funeral para a cachorra. Quando todos voltaram para a igreja, descobriram que o bispo estava muito chateado. Quando soube que a cachorra havia deixado suas sete contos de réis a paróquia, e três para igreja.

Chicó e Rosinha

Chicó apaixonou-se pela filha do Major Antônio Morais em Rosinha, e eles trabalharam com João Grilo para traçar um plano para obter a autorização de autorização do major. Em um de seus planos, Chicó deveria parecer corajoso diante de todos, eles encontraram o cangaceiro Severino, que fez seu subordinado “Cabra” matar o padre, o bispo e Eurico e Dora.

Morte de João Grilo

Por sua vez, João Grilo e Chicó, enganaram Severino com a chamada gaita mágica, que ressuscitou os mortos, e Severino era um crente. Ele vai visitar o Padre Cícero, o devoto, e depois voltar, pedindo aos capangas que o matem. Cabra viu que seu chefe não voltou nem mesmo depois de tocar gaita, então ele matou João Grilo e Chicó escapou.

O julgamento final

João Grilo, Eurico, Dora, Severino, padres e bispos reuniram-se no céu para fazer o julgamento final. Depois de intensas discussões com o diabo, se João Grilo ganhou a presença da Virgem e deu uma dica ao filho Jesus Cristo: mande Severino diretamente para o céu porque ele não é responsável por seus atos

O Auto da Compadecida 2000 - História e Análise
O Auto da Compadecida 2000 – História e Análise

E enviou Eurico, Dora, pastor e bispo ao purgatório, porque todos eles redimiram seus pecados quando morreram (Dora certa vez pediu a Eurico que perdoasse sua traição, ele a perdoou, e o padre e o bispo a perdoaram. ), e João Grilo volta à terra.

A volta de João grilo na terra

Depois que João Grilo ressuscitou, ele descobriu que Chicó havia enterrado seu corpo na árida região do interior. Continuaram a deixar Chico casar com Rosinha como planejado, mas quando o pai da menina descobriu que Chico não era rico como dizia antes, falhou e se preparou para “Arrancar uma tira de couro”.

O Auto da Compadecida 2000 - História e Análise
O Auto da Compadecida 2000 – História e Análise

No entanto, Rosinha e João Grilo salvaram Chicó. Ele disse que o contrato anterior entre Antônio Morais e Chicó não dizia que uma gota de sangue deveria ser pingada do couro de Chicó. Chicó e Rosinha fugiram com João Grilo, irritando Morais.

Parte final do filme

No caminho, após a fuga, Chicó, João Grilo e Rosinha encontraram um pobre andarilho negro, semelhante a Jesus Cristo, que perambulava por uma área remota, pedindo-lhes que trouxessem comida Rosinha separou um pedaço de pão e trouxe para o homem, que agradeceu e saiu.

Rosinha concluiu que Jesus “pode se disfarçar de mendigo pra testar a bondade do homem”, e Chicó afirmou ter conhecido um homem que viu o Jesus escuro de um andarilho e partiram na estrada enquanto João Grilo brincava alegremente pelo caminho Sua gaita.

Perguntas frequentes

O que quer dizer o Auto da Compadecida?

Auto é uma representação teatral, geralmente de alguma passagem bíblica. Portanto, quando se diz Auto de Natal, refere-se à encenação do nascimento de Cristo. No caso de Auto da Compadecida, trata-se de representação envolvendo Nossa Senhora, que se compadece (solidariza) dos sofrimentos dos humanos.

Em que ano se passa o filme O Auto da Compadecida?

Auto da Compadecida é uma peça teatral em forma de auto, em três atos, escrita pelo autor brasileiro Ariano Suassuna em 1955. Sua primeira encenação aconteceu em 1956, no Recife, em Pernambuco. A peça também foi encenada em 1974, com direção de João Cândido.

Onde assistir o Auto da Compadecida?

Você pode assistir “O Auto da Compadecida” legalmente no Apple iTunes, Microsoft Store para comprar o Download ou no Apple iTunes, Microsoft Store alugando online.

O que o filme O Auto da Compadecida retrata?

O filme é uma adaptação do livro “Auto da Compadecida” de Ariano Suassuna. Suassuna buscou nessa peça teatral retratar a região em que nasceu e sua cultura. … A peça escrita em 1955, contém elementos cômicos, porém trágicos ao retratar o contexto geográfico nordestino.

Em que cidade se passa toda a história?

O filme foi filmado na cidade de Cabaceiras, interior do estado da Paraíba.

Espero ter ajudado e que tenha gostado

Gostou do post sobre O Auto da Compadecida 2000 – História e Análise

Gostou? Compartilhe

Armageddon 1998 - Sua História e Análise

Armageddon 1998 – Sua História e Análise

Armageddon é um filme americano de 1998, drama de gênero, ficção científica e catástrofe, dirigido por Michael Bay, produzido por Jerry Bruckheimer e distribuído pela Touchstone Pictures. O filme foi realizado depois que a NASA enviou um grupo de petroleiros para destruir um asteroide gigante durante uma colisão com a Terra.

Armageddon 1998 - Sua História e Análise
Armageddon 1998 – Sua História e Análise

Armageddon surgiu apenas dois meses e meio após o lançamento do filme, baseado na história semelhante “Deep Impact”, com Mimi Leder com Robert Duvall e Morgan Freeman dirigido. Os resultados das bilheterias do grande confronto são melhores, e os astrônomos dizem que “Deep Shock” é mais preciso cientificamente.

Esses dois filmes também foram bem recebidos pelos críticos de cinema. Embora a Guerra do Juízo Final tenha suscitado comentários negativos dos críticos, ela tem uma bilheteria internacional alta. Superou o filme de guerra de Steven Spielberg, “Saving Private Ryan”, e se tornou o filme mais assistido do ano.

Armageddon 1998 – Elenco e Enredo

Quando o assunto é elenco, nós não falamos de qualquer elenco pois o filme conta com Bruce Willis, Ben Affleck, Billy Bob Thornton, Liv Tyler, Owen Wilson, Will Patton, Peter Stormare, William Fichtner, Robert Duvall, Michael Clarke Duncan, Keith David e Steve Buscemi. Formando um elenco incrível dando uma realidade ainda maior para o filme.

“Armageddon” – de onde surgiu o nome do filme ?

Da grande tragédia relatada na Bíblia. A trilha sonora do filme apresenta várias canções da banda de hard rock Aerosmith, incluindo o hit “I Don’t Want to Miss Anything”. Liv Tyler, filha do vocalista da banda Steven Tyler, que faz parte do elenco.

Armageddon 1998 – Enredo

Depois que a chuva de meteoritos destruiu o ônibus espacial em órbita e destruiu parte de Nova York, um astrônomo descobriu que a chuva foi causada por um asteroide do tamanho do Texas durante sua colisão com a Terra, que estava se movendo a uma certa velocidade.

Armageddon 1998 - Sua História e Análise
Armageddon 1998 – Sua História e Análise

Logo após do movimento atingir a média de 35.000 km / he o impacto for realizado, qualquer forma de vida deixará de existir e até mesmo as bactérias deixarão de existir.

Como agiram para resolver este problema?

Para salvar a Terra, os cientistas da NASA finalmente tiveram uma idéia diferente, mas viável: fazer buracos em asteróides e detonar bombas nucleares. Para esse fim, eles chamaram Harry S. Stampel, o chefe da plataforma de petróleo, para aconselhar os astronautas da NASA na perfuração de asteróides.

Sumpter insistiu que a única maneira de completar a tarefa era seguir seu próprio caminho e liderar sua equipe habitual para acompanhá-lo.

Porque os cientistas duvidaram da capacidade da equipe?

O motivo dessa desconfiança é que a equipe é composta por indivíduos cujas identidades estão longe das dos astronautas, incluindo ex-criminosos, jogadores e predadores sexuais.

Também inclui o namorado de Grace, Angie (Ben Affleck), e a filha de Stamp. Apesar da oposição generalizada, a NASA cedeu e dividiu os dois ônibus espaciais em dois ônibus espaciais: a Frota da Liberdade, uma equipe liderada por Stamper, e o Exército da Independência, liderado por A.J.

Como se desenvolveu?

Essas equipes foram para o espaço e pararam na estação espacial Mir para reabastecer o ônibus espacial antes de seguir para o asteroide. Devido a um vazamento de combustível, a operação quase pode levar ao desastre. Mir acabou sendo destruído, mas as duas equipes escaparam ilesas e levaram o único morador da estação, o astronauta russo Lev Andropov.

Como o filme chega ao fim?

Quando se aproximar do asteroide, a Independência será atingida por detritos e cairá no chão. A.J., Andropov e Bear (Michael Clarke Duncan) são os únicos sobreviventes.

O trio embarcou no “Armadilho” (veículo de perfuração) e tentou chegar ao Freedom Squad. O Freedom Squad pousou no asteroide e começou a perfurar, mas acabou perdendo equipamentos e membros da equipe devido à explosão.

Quando tudo parecia desaparecer, A.J. Finalmente chegou à cena. A equipe conseguiu perfurar até a profundidade necessária e colocar a bomba no local planejado para destruir o asteroide, mas o mau funcionamento fez com que um dos membros da equipe ficasse para trás e detonasse.

Após o sorteio, A.J. Foi atribuída uma tarefa. Stamper o acompanhou até a saída e finalmente o empurrou de volta para o ônibus espacial. Depois de se despedir de Grace, Stamper detonou a bomba e cortou o asteroide ao meio, salvando a humanidade da extinção.

Perguntas frequentes

Tem Armageddon na Netflix?

Infelizmente em 2020 o filme Armageddon não faz parte do catálogo da Netflix

Quando foi lançado o filme Armageddon?

No Brasil, o filme Armageddon foi lançado em 7 de agosto de 1998

O que o filme Armageddon tem haver com a física?

Podemos compreender e evidenciar que no filme intitulado “Armagedon” temos a presença da física nos seguintes aspectos a seguir descritos: as questões relacionadas às físicas experimentais, que dentre estas, podemos citar asteroide ameaça colidir com a Terra.

O que Armageddon significa?

é identificado na Bíblia como a batalha final de Deus contra a sociedade humana.

Qual a média de popularidade do filme Armageddon?

Segundo pesquisas, 88% das pessoas gostaram desse filme e recomendariam

Espero ter ajudado

Gostaram do post sobre Armageddon 1998 – Sua História e Análise?

Gostou? Compartilhe!

critica-e29482-peaky-blinders-gangues-apostas-2469065

Crítica │ Peaky Blinders – Gangues, apostas, violência e sangue

Primeira Temporada: Bem vindos a Birmingham

A primeira temporada trouxe a apresentação da família Shelby ou melhor se referindo os Peaky Blinders, as gangues inglesas e os bons negócios das apostas nas regiões de Birmingham, Inglaterra. Com um momento muito histórico vemos as pessoas lutando bravamente pela Inglaterra aquele patriotismo envolvente e a eterna tensão justamente entre Irlanda e Inglaterra em uma época de formação da versão mais organizada do IRA, que começara oficialmente em 1917.

Esses pontos são trabalhados e desenvolvidos com o passar das temporadas, não ficando a desejar e sim em mostrar ao público como era difícil realmente as consequências da Primeira Guerra Mundial.

O comunismo entrando em cena é tão presente e ao mesmo tempo perturbador,mesmo nascendo na Europa exatamente no século XIX e estourando por uma sociedade igualitária sem classes na série ainda está visada e não tomada por planos contra o parlamento britânico.

No final da temporada o fator muda trazendo consigo a construção para um grande embate, e acabando em uma resolução um contra um que te deixa com aquele ar de curiosidade querendo mais da onde veio a diversão toda. De todas as formas, Peaky Blinders, prende a atenção do público com as apostas, brigas com uma música combinatória ao momento e os planos de Thomas Shelby para sempre sair dos problemas e, dar a volta por cima.

Segunda Temporada: Com as vitórias surgem as consequências

Na primeira temporada fomos apresentados todo o cenário da sútil Inglaterra, em especial a Birmingham e todo o ambiente das gangues e apostas.

Começando com um novo personagem Alfie Solomons, interpretado por Tom Hardy, uma pessoa imprevisível e ardiloso de princípio não sabemos qual lado ele realmente luta. Os diálogos de Tommy e Alfie mostram ter mais semelhanças do que diferenças por mais que queiram ser individualistas a aliança é necessária.

O Inspetor Campbell se erradica e acaba se tornando o diabo em pessoa para acabar com Thomas Shelby, mas o problema maior nessa temporada é a ameaça italiana liderada por Darby Sabini.

As evoluções são bem vindas para a família Shelby,Ada se mostra uma forte aliada dos comunistas, Arthur pertubado pelos fantasmas da guerra, John se vê com uma outra visão mesmo ainda seguindo o irmão mais velho e mãezona Polly com uma surpresa inesperada e mais forte.

A segunda temporada podemos estar mais presentes e vivenciar esse jogo de gato e rato, a pressão psicológica. Eles não deixam a força cair deixando uma mensagem bem clara para todos.

Não se intrometa com os Peaky Blinders.

Terceira Temporada: Manipulações Ardilosas

Depois de dois anos conhecendo os personagens e os planos mirabolantes, de Tommy Shelby para conseguir se dar bem e dar a volta por cima, o terceiro ano se encarrega da chegada da personagem Grace e seu belo romance com o líder da Peaky Blinders novamente.

De princípio a atitude e comportamento de Arthur Shelby é de tirar o chapéu, já seguro de si, casado com uma mulher bem culta Linda e sensato com os acontecimentos que os perturbavam. Por mais que Arthur se mostre um homem fiel e temente, ainda continua cuidando dos negócios da família, o curioso se mostrar uma pessoa unilateral, não deixa de lado suas raízes como já mostra a série “sangue, apostas e navalhas” é o que nos oferece de prato cheio dessa ambição.

Os negócios de apostas não terminaram, mas agora, o foco era outro. Tommy viria a fechar negócios com os russos, e descobriria logo mais, que haveria grandes consequências. Alfie Solomons mais uma vez está presente em alguns episódios, trazendo mais da sua filosofia e seus monólogos bem pontuais.

Vemos no final uma reviravolta já esperada onde Tommy é distanciado dos seus planos e se vê obrigado a se juntar com os russos mais uma vez a corrida contra o tempo. A ambição de Thomas Shelby viria à tona nessa temporada e a consequência seria a distância da família Shelby, o próprio chefe da Peaky Blinders se voltando ao russos pela manipulação e a reconquista dos seus aliados mais importantes seria um pouco mais tarde no quarto ano.

Quarta Temporada: Máfia e Vingança

Mostrando a nova temporada da série, o líder dos Shelby tentando salvar sua família, a presença da desconstrução familiar e as quase mortes é motivo para desfazer laços sentimentais e a nova ameaça para todos começa a bater na porta. Todas as três temporadas anteriores tiveram seis parcelas que levaram os espectadores a uma jornada acelerada pelo mundo muitas vezes violento dos Shelbys e suas negociações.

Tommy estará firmemente de volta à sua terra natal em Birmingham, deixando seu país para trás. A comum reviravolta dentro da série passam a ser baseada nas armadilhas que os italianos tentam contra a família Shelby.

Enquanto isso, eram as greves constantes nas fábricas e o novo investimento em lutas – a Inglaterra foi o grande símbolo da Primeira Revolução Industrial, ocasião caracterizada pela própria invenção da máquina a vapor, com aumento da produtividade, maior exploração do trabalho e estabelecimento do sistema capitalista na economia, ou seja, a história está presente em todo o fator narrativo.

Alfie Solomons – Tom Hardy nos impressiona sendo essa carisma ambulante – se prova um personagem essencial na trama, demonstrando suas loucas filosofias para Tommy, mostrando para o próprio que está ao seu lado custe o que custar. Nas primeiras temporadas não havia muito espaço para brigas e tiroteios como a máfia tem essa propaganda, mas essa temporada mostra que sempre tem um prato cheio para mostrar ao público sem se cansar dos problemas envolventes.

Não tem espaço para a palavra sossego no vocabulário de Tommy, amargurado, levando cicatrizes nas costas e sempre perdendo as pessoas que amam e sempre estando ativo para as próximas adversidades, voltando para os negócios mais cedo do que o previsto.

A quarta temporada chegou com um ar de vingança estilo filmes dignos de mafiosos, mas em episódios. Tommy com mais um plano espetacular no episódio final, apesar das perdas e o novo rumo que todos tomaram os Peaky Blinders ainda têm muito o que contar.

Peaky Blinders está disponível na Netflix

teoria-o-que-podemos-esperar-do-9885402

Teoria | O que podemos esperar do live-action Mulan?

Mulan com seu primeiro trailer trouxe explicações que já imaginávamos para o novo live-action da Disney. Mulan é estrelado por Liu Yifei no papel-título e segue a história do filme de animação original, que foi produzido em 1998. Por mais que o longa tenha muitas mudanças o primeiro trailer de apresentação trouxe muitas confirmações e possíveis teorias:

Sem o dragão vermelho e o grilo da sorte

Por mais que Mushu seja um dos personagens mais amados da animação, ele não estará presente no live-action, por mais que o longa se baseie na animação eles já afirmaram querer algo mais sério, ou seja, sem espaço para o dragão guerreiro e seu companheiro Grili. Ao que parece Mushu está sendo trocado por uma fênix, o que faz muitos fãs ficarem convictos que o filme será pessímo.

tumblr msmuvic8uw1s8lk9fo1 500 4324393 6945913

Irmã mais nova

No desenho Mulan tinha o “irmãozinho” que era seu cachorro, no longa ela terá uma irmã mais nova interpretado por Xana Tang. No começo do novo trailer vemos três pessoas postas á mesa seus pais e uma garota mais nova que já está confirmada ser sua irmã, nada apresentado, infezlimente a avó Fa ao que ocorre não estará também.

Walt Disney Pictures

Shang trocado

Seu par romântico será Chen Honghui, um recruta ambicioso e um grande aliado de Mulan, interpretado por Yoson An

Walt Disney Pictures

Bruxa poderosa

Podemos descartar a possibilidade do vilão calmo e calculista Shan-Yu, jã que a posse de nova vilã será de uma bruxa poderosa, com Gong Li dando sua vida. Jason Scott Lee será Khan um guerreiro atrás de vingança pela morte do seu pai.

Personagens inéditos

Por mais que tenham novos personagens de apoio, alguns estarão de volta como Chien-Po (Doua Moua), Ling (Jimmy Wong) e nada mais que o Imperador da China (Jet Li).

Teremos Donnie Yen sendo o comandante Tung que servirá como um mentor e professor da heroína, Utkarsh Ambudkar interpretará um trapaceiro chamado Skath, enquanto Ron Yuan será o leal Sargento Qiang o segundo comandante a serviço do Regime Imperial.

Músicas e trilha sonora

A diretora Niki Caro afirmou que as canções originais estarão presentes, mas não na forma narrativa e sim na trilha sonora o que de fato os instrumentos darão conta, por mais que fosse interessante ter um momento de reflexão ou uma possível cena de canto narrado. Porém, essa afirmação foi dada no início do projeto e, logo após não se deu mais pistas, então não devemos descartar possibilidades.

Imagem relacionada
gyfcat

É importante ressaltar que ainda devemos ver alterações e novas notícias, já que a estreia é para o ano que vem. Por mais que tire toda o efeito da animação sobre os personagens, as músicas e claro Mushu que entrega ao público o ar de diversão, o longa pode ser uma outra alternativa de vermos a história, mas ter a essência do de 1998.

Confira o trailer:

https://www.youtube.com/watch?v=E6qDNGnw084
o-adeus-a-steven-universo-2-6617198

O adeus a Steven Universo!

Não! Desenhos não são somente para crianças. E Steven Universo está ai para provar. Criado por Rebecca Sugar, a animação da Cartoon Network teve início lá em 2013, com uma trama criativa e simples que, pouco a pouco, foi se tornando mais complexa, ao ganhar arcos narrativos dramáticos.

Prendendo os fãs em um emaranhado de mistérios, o desenho mescla ação, comédia, suspense e, é claro, muita música.

Steven Universo
Steven Universo / Cartoon Network

A história de Steven Universo

A série segue as aventuras de Steven, um garoto que herdou uma poderosa missão e, junto de sua família Garnet, Amethyst e Perola, precisarão proteger o mundo de certas ameaças. Enquanto Steven tenta descobrir como usar sua herança, ele passa seus dias na cidade de Beach City se divertindo com seus amigos.

Engana-se aqueles que pensam que o enredo é “algo infantil”. Steven Universo é a quebra de todos os estereótipos de personagens masculinos que protagonizam animações.

7 1024x576 4393633
Steven Universo / Cartoon Network

Steven é um garoto feliz, que canta, dança e vai atrás de sua própria verdade. Sem medo de expressar o que realmente sente, ele enfrenta inimigos e dilemas, que aos olhos do público adulto ganham outros significados.

É a jornada de um protagonista que vive com o peso de ser filho de Rose Quartz: a líder de uma rebelião galáctica. Tudo o que Steven quer é entender o seu passado, para que o mesmo compreenda quem de fato é no presente, e o que ele quer ser no futuro.

Nosso herói híbrido (pois Steven é filho de uma alienígena com um humano) descobre, ao longo das temporadas, habilidades poderosas. No entanto, é o dom de saber usar as palavras o grande poder de Steven!

2 1 1024x576 5660500
Steven Universo / Cartoon Network

Muitos fãs correram para grupos em redes sociais para compartilhar suas teorias. Tudo impulsionado por um enredo repleto de mistérios. Rebecca Sugar soube muito bem responder as perguntas da história no momento certo. Sem perder as cores e o encanto, o enredo foi ganhando um tom mais sério, prendendo a nossa atenção em novos pontos de interrogações que surgiam.

A grande pergunta que permaneceu por muito tempo na mente dos fãs foi “Afinal de contas, o que aconteceu com a Diamante Rosa“. Sem spoilers, eu digo uma coisa: nenhum fã esperava por aquela revelação!

5 1024x576 1906944
Steven Universo / Cartoon Network

Muitos pontos conduzem a história: família, amizade e preservação da natureza. E isso não foi tudo. Em nenhum momento, a criadora hesitou em abordar temas como abuso, guerra, amadurecimento e preconceito. Além destes, a animação abraçou com carinho e respeito a temática LGBTQ+, transpondo isso no desenvolvimento da narrativa, com muita sensibilidade.

Aliás, o grande triunfo de Steven Universo é encorajar o “amor próprio”, através de personagens que todos nós podemos nos identificar. Tudo bem que as Crystal Gems são “pedras alienígenas”, porém a forma como cada uma é apresentada e evoluída no decorrer da trama, torna nossa identificação algo muito especial. Você pode até chorar em alguns momentos, e está tudo bem!

Steven Universo também é um musical

Nós… somos as Crystal Gems. Nós sempre salvamos o dia. Não pense que não podemos. Abaixo a covardia“. Não me diga que você nunca cantarolou esse trecho? Se não, com certeza você escutou uma outra pessoa cantando por ai.

Rebecca Sugar não apenas escreveu e desenhou, como também compôs boa parte das músicas que tocam no desenho.

Existe pelo menos uma canção, feita especialmente para você; acredite! Com letras alegres, emocionantes e divertidas, as músicas grudam na cabeça.

1 1024x576 6499173
Steven Universo / Cartoon Network

Muitas passagens da narrativa ou desenvolvimento de personagens acontecem por intermédio das canções; um recurso que movimenta a trama com mais dinamismo.

Um exemplo é a música “É mais forte que você” cantada pela Garnet. Lá no finalzinho da primeira temporada, quando a “grande revelação” sobre essa personagem foi feita para o Steven (e para o público), foi a música que deu mais profundidade a personagem; uma cena inesquecível. Confira abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=ECt6xk3eEbU

Referências a Cultura Pop

A criadora de Steven Universo não nega suas raízes nerds. Fã de carteirinha de animes, games e filmes, Rebecca usou sua bagagem de inspirações para rechear a animação com easter eggs.

Veja algumas referências:

A fantástica animação do Estúdio Ghibli, o filme A Viagem de Chihiro, foi referenciado em um episódio que falou sobre culpa e a aceitação de nossas falhas.

jkjkj 1024x344 7762813

Acima, o easter egg foi uma homenagem a um dos grandes animes da década de 1990; o clássico Neon Genesis Evangelion.

jnjb 1024x336 1420040

Nem mesmo a grande bilheteria de James Cameron, Titanic, ficou fora dessa enxurrada de referências feitas pela animação.

O longa-metragem:

Em seu primeiro filme musical, Steven Universo acha que sua jornada em defesa da Terra terminou. Mas, quando uma nova ameaça chega a Beach City, ele enfrentará seu maior desafio até hoje.

Minha recomendação é que você assista ao longa-metragem após concluir a 5ª temporada da animação. Ou seja, é mais lógico você conhecer os personagens e os fatos que levaram Steven até aquele ponto da narrativa, ilustrada nos minutos iniciais do filme.

Tudo bem que os flashbacks servem para situar aqueles que desconhecem o universo do Steven, mas isso seria um ultraje a toda evolução estabelecida na série animada.

https://www.youtube.com/watch?v=Oxw_HoopkWI

A temporada final

É triste dizer isso, mas o fim está próximo. A sexta e última temporada seguem os acontecimentos do filme. O 6º ano da animação, intitulado como “Steven Universo Futuro” trata-se do epílogo, que promete responder as perguntas que ficaram em aberto e finalizar os arcos dos personagens.

Seis episódios já foram transmitidos. E, essa semana, a Cartoon Network anunciou que a partir de abril, o canal brasileiro irá transmitir os episódios finais às sextas-feiras, no horário das 20:00.

6 1024x576 1495339
Steven Universo / Cartoon Network

Foram mais de 7 anos acompanhando a saga das Crystal Gems. Episódios que colocaram crianças e adultos para cantar, se emocionar, sorrir e cultivar o respeito as diferenças.

E lembre-se: “se o porco inteiro fosse perfeito, não existiria Cachorro-quente!

Veja também: Overwatch Pode Ganhar Série Animada.