Cinema 3D, está chegando a sua hora de dar tchau

Sim, todos nós sabemos que o cinema 3D revolucionou a indústria cinematográfica como um todo. Nos seus primórdios, o projeto do cinema 3D andava a passos pequenos, à medida que os óculos de antigamente não eram tão funcionais assim. O famoso óculos de duas cores entregava um resultado não tão satisfatório, caso que mudou totalmente no sucesso de bilheteria Avatar. O filme mostrou todo o potencial da tecnologia nas sessões de cinema, tanto que o filme acabava perdendo seu brilho caso não fosse visto em 3D, toda a beleza visual contida no longa.

cinerama-2-1-5286131-7181380

Apesar disso, Avatar se mostra um dos únicos (se não o único) filme que vale a pena ver em 3D. Atualmente, a tecnologia é usada com objetivo apenas de lucro comercial e alcance de bilheteria, desfuncionalizando o real motivo para que o cinema 3D se revolucionou. Com o passar dos anos, a estratégia de fazer filmes em formato 3D foi se tornando comum, com o olho grande dos diretores de aumentar a receita tida com filme. Enfim, a tida ”imersão de tela” que o 3D proporcionava foi sendo deixada de lado, e cada vez mais filmes em 3D pareciam filmes em formatos normais.

cinerama-2-2-4204691-7826679

Ademais, os custos de produção com os filmes em 3D são altos. Uma tecnologia um pouco mais recente, como o IMAX, se mostra muito mais rentável na relação custo/benefício. Além do IMAX possuir telas gigantescas, bem maiores que a de uma sessão convencional, as qualidades de som e imagem são magníficas. É nítida a diferença entre uma sessão IMAX e uma sessão comum, tal diferença que não se vê em uma sessão 3D. Daqui a pouco tempo, se tornará insustentável o uso da tecnologia 3D vigente, pensando na rejeição atual do público e do desagradável produto final da tecnologia nos filmes.

Fato é: a queda vertiginosa da qualidade do cinema 3D trará consequências, e possivelmente a retirada do modelo das sessões de cinema. A nossa torcida é que a tecnologia seja um dia tão impressionante quanto em Avatar, caso contrário, não precisamos mais dela.

E você, fã do Cinerama, o que acha do cinema 3D? Pensa que ele deve ser extinto, ou que ele deve permanecer?

Veja também: Netflix pode ter prejuízo após perda de conteúdo Disney

Comments (2)

  • Discordo parcialmente. Verdade que o cinema 3d tem sido explorado de forma inadequada nos últimos anos. Maior parte dos filmes tem pouca diferença que valha a pena de fato. Há filmes que usaram muito bem a tecnologia como Travessia do Robert Zemeckis. ou Everest. O que acredito que vamos ter será uma mistura de iMax com 3D sem óculos, tecnologia que já está sendo testada para filmes grandiosos como Star Wars, Avatar, dentre outros.

  • 34e9470d89a4e9346326ea203856987d?s=32&d=mm&r=g
    Marcello Castellani

    Como produtor de vídeo há mais de 25 anos, vejo que o problema não é o 3D, e sim a forma como fazem o produto. Avatar foi bom porque foi TOTALMENTE gravado com câmeras 3D, editado primorosamente com todo potencial que o 3D fornece. O que fizeram com essa montanha de filmes que fizeram depois? Gravaram com câmeras (a maior parte delas digital) normais, posteriormente converteram para 3D, cujos resultados são geralmente porcos, e venderam ao público como um formato genuinamente 3D. Ademais, só alguns tipos de filmes podem usar 3D satisfatoriamente, como os filmes e animações com objetos e personagens irreais. O 3D é ótimo. O uso que fizeram dele foi o que avacalhou o formato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdo Relacionado

Este é um site do grupo B20