Nós do Demonstre estamos publicando todos os dias uma série de textos para ajudar quem se interessa por cinema, fornecendo informações para uma melhor análise fílmica e críticas cinematográficas no geral.

No entanto, a Demonstre sempre incentivou os seus leitores a produzir materiais, sejam eles textos, artes plásticas, fotografia e até mesmo vídeo. Pensando nisso, decidimos dar a nossa pequena contribuição aos pequenos (e grandes também, por que não?) cineastas que nos acompanham, que produzem seus curtas e não sabem como tirar o Certificado de Produto Brasileiro para concorrer nos vários editais audiovisuais espalhados pelo Brasil.

O que é o CPB?

O CPB é uma espécie de documentação de que a sua produção fílmica é um produto feito no Brasil. Isto serve para classificar e catalogar os produtos nacionais e proteger os produtores cinematográficos ao mesmo tempo, dando a certeza de que o seu filme está inserido nas leis voltadas à produção audiovisual da República Federativa do Brasil.

Como requerer o CPB?

Para requerer o CPB, o processo é feito completamente de maneira digital. É importante lembrar que você deve possuir um registro no site da Ancine e essa é a parte que pode complicar um pouco, visto que alguns documentos são necessários para efetuar o registro.

São vários documentos que validam seu registro de agente econômico e como isso tornaria o texto extremamente extenso, todos podem ser encontrados aqui.

Após submetidos os documentos à análise e tendo todos sido aceitos, é necessário o envio da cópia da obra em DVD para um 3 escritórios espalhados pelo Brasil, podendo inclusive ser entregue em mãos, nos seguintes endereços:

Escritório Central – Rio de Janeiro – Avenida Graça Aranha, 35 – Centro – 20030-002 – Rio de Janeiro/RJ

Escritório Regional – São Paulo – Rua Formosa 367, conjunto 2160, Centro, Vale do Anhangabaú – 01049-911 – São Paulo/SP

Escritório Regional – Brasília – Sede – SRTV Sul Conjunto E, Edifício Palácio do Rádio, Bloco I, Cobertura – 70340-901 – Brasília/DF

Foi tudo aceito para o CPB?

Parabéns! Com tudo aceito, sua obra passa a ter um Certificado de Produto Brasileiro, documentado então como obra audiovisual do nosso país! Agora é só concorrer aos editais para produzir obras com qualidade técnica cada vez maior e com a ajuda de profissionais remunerados. É bom lembrar também que esse processo leva por volta de 1 mês para ser concluído.

Gostou do nosso post sobre CPB?

Você pode acompanhar muito mais sobre cinema e fotografia aqui no Demonstre. Por exemplo, você quer ser diretor de fotografia e aprender tudo sobre a manipulação da luz? Comece lendo o nosso texto sobre HDR, é só clicar aqui.

Nós do Demonstre estamos publicando todos os dias uma série de textos para ajudar quem se interessa por cinema, fornecendo informações para uma melhor análise fílmica e críticas cinematográficas no geral.

No entanto, a Demonstre sempre incentivou os seus leitores a produzir materiais, sejam eles textos, artes plásticas, fotografia e até mesmo vídeo. Pensando nisso, decidimos dar a nossa pequena contribuição aos pequenos (e grandes também, por que não?) cineastas que nos acompanham, que produzem seus curtas e não sabem como tirar o Certificado de Produto Brasileiro para concorrer nos vários editais audiovisuais espalhados pelo Brasil.

O que é o CPB?

O CPB é uma espécie de documentação de que a sua produção fílmica é um produto feito no Brasil. Isto serve para classificar e catalogar os produtos nacionais e proteger os produtores cinematográficos ao mesmo tempo, dando a certeza de que o seu filme está inserido nas leis voltadas à produção audiovisual da República Federativa do Brasil.

Como requerer o CPB?

Para requerer o CPB, o processo é feito completamente de maneira digital. É importante lembrar que você deve possuir um registro no site da Ancine e essa é a parte que pode complicar um pouco, visto que alguns documentos são necessários para efetuar o registro.

São vários documentos que validam seu registro de agente econômico e como isso tornaria o texto extremamente extenso, todos podem ser encontrados aqui.

Após submetidos os documentos à análise e tendo todos sido aceitos, é necessário o envio da cópia da obra em DVD para um 3 escritórios espalhados pelo Brasil, podendo inclusive ser entregue em mãos, nos seguintes endereços:

Escritório Central – Rio de Janeiro – Avenida Graça Aranha, 35 – Centro – 20030-002 – Rio de Janeiro/RJ

Escritório Regional – São Paulo – Rua Formosa 367, conjunto 2160, Centro, Vale do Anhangabaú – 01049-911 – São Paulo/SP

Escritório Regional – Brasília – Sede – SRTV Sul Conjunto E, Edifício Palácio do Rádio, Bloco I, Cobertura – 70340-901 – Brasília/DF

Foi tudo aceito para o CPB?

Parabéns! Com tudo aceito, sua obra passa a ter um Certificado de Produto Brasileiro, documentado então como obra audiovisual do nosso país! Agora é só concorrer aos editais para produzir obras com qualidade técnica cada vez maior e com a ajuda de profissionais remunerados. É bom lembrar também que esse processo leva por volta de 1 mês para ser concluído.

Gostou do nosso post sobre CPB?

Você pode acompanhar muito mais sobre cinema e fotografia aqui no Demonstre. Por exemplo, você quer ser diretor de fotografia e aprender tudo sobre a manipulação da luz? Comece lendo o nosso texto sobre HDR, é só clicar aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdo Relacionado

Este é um site do grupo B20