O Globo De Ouro é uma das cerimônias mais aguardadas durante a temporada de premiações, conhecido por reunir os rostos mais celebres do mundo audiovisual, em um jantar de gala, recheado de piadas, discursos emocionantes e, é claro, premiações.

Uma das categorias mais esperada da noite é a de “Melhor Filme Dramático”; revivendo a história do Globo de Ouro, confira os vencedores dos últimos 10 anos:

2018 – Bohemian rhapsody

O filme, que carrega em seu título uma das músicas mais cantadas do mundo, foi o último vencedor da categoria Melhor Filme Dramático. A biografia de Freddie Mercury e o nascimento da banda britânica Queen sacudiu os cinemas com as canções que marcaram décadas.

2017 – Três anúncios para um crime

Uma mãe que teve sua filha assassinada está disposta a fazer qualquer coisa por justiça. Inclusive, alugar três outdoors e usá-los para expressar sua ira perante a ineficácia da polícia, que ainda não encontrou o assassino.

Um filme marcado por atuações memoráveis, Três anúncio para um crime é um longa cheio de acertos. Com um roteiro que surpreende do começo ao fim, o diretor Martin McDonagh consegue extrair o melhor de seu elenco.

2016 – Moonlight: sob a luz do luar

Uma obra cinematográfica tocante, que apresenta a trajetória de um personagem em três fases da sua caminhada, reagindo as mudanças internas e externas do seu mundo. Um retrato da vida e do tempo, sobre como lidar com a solidão, com as dificuldades e, acima de tudo, sobre os anseios da autodescoberta.

2015 – O regresso

A vingança é uma história contada há décadas, seja pela perspectiva de um protagonista ou de um antagonista.

Neste filme de Alejandro González Iñárritu, Leonardo DiCaprio brilha como Hugh Glass, um personagem buscando retaliação, enquanto enfrenta outros dois inimigos brutais: a natureza e a dor emocional.

2014 – Boyhood: da infância à juventude

Dirigido por Richard Linklater, o longa-metragem (a palavra longa pode ser lida, também, como uma alusão aos 12 anos de filmagem deste filme!) conta a história do jovem Mason, um menino criado por seus pais divorciados.

Uma representação tocante sobre as dores do amadurecimento.

2013 – 12 anos de escravidão

Em meio a época da escravidão, no ano de 1841, Soloman Northup, um negro livre, vive com sua família. Entretanto, um sequestro o faz ser vendido como escravo. Sofrendo com seus senhores, ele precisa superar as dores físicas e emocionais ao longo de doze anos, na esperança de retornar para o seu lar.

2012 – Os descendentes

Com a mulher em coma, Matt King (George Clooney) precisa lidar com essa situação tortuosa, enquanto o passado retorna para perturbá-lo, assim como o da sua filha e esposa. Toda essa tempestade emocional, faz o personagem Matt repensar o que é ser um pai, marido e chefe de família.

Um filme sobre como as mudanças da vida podem acontecer abruptamente, testando as nossas forças.

2012 – Argo

Não. Não está errado! O Globo de Ouro contemplou dois vencedores no ano de 2012.

Na história do longa, 6 estadunidenses se refugiam na embaixada canadense em Teerã, durante a crise do Irã em 1980. Para resgatá-los, um agente da CIA decidi fazer um filme, usando as filmagens como cortina de fumaça.

Argo é um filme estrelado e dirigido por Ben Affleck.

2011 – A rede social

Mark, um estudante de Harvard, começa a trabalhar em um novo conceito, que se transforma em uma rede social global. No entanto, a criação traz complicações pessoais e legais para o mais jovem bilionária da história.

David Fincher possui um currículo admirável como diretor. Dessa vez, o nascimento do “Facebook” e seu criador, Mark Zuckerberg, tornaram a película A Rede Social um dos melhores filmes dirigido por Fincher.

2010 – Avatar

Uma raça alienígena — os Na’vi — vivem no exuberante mundo de Pandora. Humanos, que não podem pisar no solo deste mundo, pois o ambiente é tóxico, desenvolvem os avatares: corpos biológicos controlados pela mente humana. Com isso, soldados passam a invadir Pandora.

Avatar é a 2ª maior bilheteria de todos os tempos.

Um filme que revolucionou o cinema com a alta tecnologia, reinventando o 3D; tudo isso graças ao veterano James Cameron. Com todo esse histórico, não é por acaso que essa obra ganhou o Globo de Ouro em filme dramático.

2009 – Quem quer ser um milionário?

Para encerrar, o diretor Danny Boyle comandou esse filme premiado pelo Globo de Ouro no final dos anos 2000.

No roteiro, um rapaz chamado Jamal Malik viveu uma infância difícil na Índia. Aos 18 aos, ele é chamado para participar da versão indiana do famoso programa de TV “Quem quer ser um milionário?”. Jamal consegue responder as perguntas do programa, devido a sua experiência de vida. Entretanto, o jovem deverá provar sua inocência, uma vez que desperta a desconfiança da polícia.

Com o fim do ano, a temporada de premiações do Cinema e da TV bate a nossa porta.

Quais são as suas apostas para o Globo de Ouro em 2020?

Leia também: Crítica | As Golpistas.