Alemão - 2014

Alemão (2014) – Análise e Resumo

Alemão é um filme brasileiro de ação e drama de 2014 dirigido por José Eduardo Belmonte, Roteiro de Gabriel Martins e tendo como elenco: Caio Blat, Gabriel Braga Nunes, Marcelo Melo Jr, Milhem Cortaz, Áustria Tavio Muller, Mariana Nunez, Jefferson Brasil, Antonio Fagundes e Cauã Reymond.

Alemão - 2014
Alemão – 2014

Este artigo conta a história de cinco policiais que se infiltraram nas favelas do Complexo do Alemão para cumprir suas missões, mas os traficantes descobriram tudo sobre a operação secreta e começaram a fazer buscas incansáveis ​​para eliminar os policiais infiltrados, que só tinham 48 horas para Sair da favela.

Trajetória – Alemão

O filme inteiro foi gravado no Rio de Janeiro em 2013 e foi lançado no dia 13 de março de 2014 pelas distribuidoras Downtown Filmes e Paris Filmes. Também é produzido pela RT Feature e Camisa 13 Cultural. Em 2016, a Rede Globo foi exibida em 4 capítulos em forma de minissérie, a exemplo de outros filmes e em 2017 foi indicado ao Emmy Internacional.

Enredo – Alemão

Samuel (Caio Blat), Danilo (Gabriel Braga Nunes), Carlinhos (Marcello Melo Jr.), Branco (Milhem Cortaz) e Doca (Otávio Müller) foram cinco policiais que penetraram no Complexo do Alemão, que abrange várias favelas e foi Considerado um dos lugares mais perigosos do Rio de Janeiro.

Quando o governo ameaçou usar força militar para invadir o local, a operação deu errado, o que levou o narcotraficante local Playboy a cortar as comunicações na favela.

Alemão - 2014
Alemão – 2014

Isso impediu a polícia de manter contato com o delegado Valadares (Antônio Fagundes), seus superiores e o pai de Samuel, e os obrigou a se esconderem em sua pizzaria Doca para que a organização pudesse ter uma base na favela.

Para piorar a situação, os homens de Playboy quase pegaram o Pixixo (Izak Dahora), assistente de Valadares, e enquanto corria, deixou uma mochila com todos os dados dos policiais infiltrados.

Reunião na pizzaria

Os cinco policiais conseguem se reunir na pizzaria, sendo que alguns por pouco não foram capturados. Carlinhos é o último a chegar e é imediatamente confrontado por Branco, que o considera o traidor.

Mesmo negando qualquer culpa, ele é algemado. Carlinhos também é o namorado de Letícia (Aisha Jambo), irmã de Senegal (Jefferson Brasil), o braço-direito de Playboy.

Alemão - 2014
Alemão – 2014

Na mesma ocasião, a faxineira Mariana Nunes, moradora do Alemão, saiu da casa do filho e foi até a pizzaria receber a limpeza. Ela usou a chave para entrar no local, depois desceu ao porão e foi capturada por Blanco.

Mesmo após a explicação de Doca, Branco ainda impediu que Mariana fosse embora, temendo que ela denunciasse, principalmente depois de descobrir que tinha um filho com a Playboy.

Trama da invasão

Quando o governo reuniu tropas para invadir o local, as tensões nas favelas aumentaram. Incapaz de falar com o filho e com o homem, Valadares ficava cada vez mais frustrado. Ao mesmo tempo, a Playboy enviou seus soldados para interrogar pessoas nas ruas e cabanas para obter informações sobre a polícia.

O playboy sabia que Carlinhos havia se apaixonado por Letícia, então convenceu o Senegal a usar sua irmã como isca. Ele a colocou no carro, vagou pela favela, ameaçou e usou o alto-falante para que Carlinhos pudesse ouvir a voz dele em qualquer lugar. Após uma disputa, Carlinhos finalmente obteve autorização de Branco para resgatar Letícia sozinho.

Alemão - 2014
Alemão – 2014

Depois que Mariana afirmou que a polícia sempre deixaria seus colegas para trás quando a situação piorasse, Branco decidiu ajudar Carlinhos. Blanco avisa ao Senegal que eles estão com Mariana, mas Playboy ainda se apaixona por Mariana, e o traficante só a verá de novo depois de libertá-los.

Depois que a polícia saiu, o Senegal decidiu bolar um plano para matar todos sozinho, sem o conhecimento do dono.

O Tiroteio Final

Ele reuniu alguns rapazes e invadiu a pizzaria. Com exceção de Letícia e Mariana, todos morreram no tiroteio. Depois de deixar o local, Mariana conheceu Pixixo, que a contatou com Valadares. Ela confirmou que nenhum policial sobreviveu e Valadares desabou no chão, lamentando a morte de seu filho.

O final do filme são as cenas e fatos sobre as filmagens do morro, depois as imagens da manifestação brasileira em 2013 e a manifestação do movimento Onde Está Amarildo?

Últimas Considerações

O Longa, não é um dos maiores e melhores filmes, nem muito menos o memorável do século, mas tem lá suas peculiaridades, poderia ter sido bem mais elaborado em questões de roteiro, pois as sequencias vagas tornam o longa cansativo.

Perguntas frequentes

Quando saiu o Filme Alemão?

Alemão foi filmado em 2013 e lançado em 13 de março de 2014

Qual foi o orçamento do filme alemão ?

Segundo dados da produção, o filme Alemão teve um orçamento por volta de 4 milhões

Qual gênero do filme Alemão?

Por mais que o longa tenha ação e suspense é considerado como principal drama

Quem é o Diretor do Filme Alemão?

O filme alemão foi dirigido por José Eduardo Belmonte

Quem é o ator que faz Playboy em Alemão ?

Cauã Reymond é o ator principal de chefe do morro no filme alemão

Espero ter ajudado e que tenha tido uma noção maior sobre o filme Alemão.

Gostou do post sobre o Filme Alemão ?

Gostou? Compartilhe!

filmes de terror da netflix

7 Filmes de terror da Netflix

O terror é um dos gêneros mais amados por todos os que curtem apreciar a sétima arte. Neste artigo iremos apresentar alguns dos melhores filmes de terror da Netflix, escolhidos por quem é estudioso da área.

A Netflix possui uma gama enorme de filmes em seu catálogo e a categoria de terror é uma das mais carentes de um bom conteúdo, é verdade, no entanto, é possível encontrar bons filmes, clássicos do gênero, à sua espera.

Então sem mais enrolação vamos iniciar a nossa lista de filmes de terror da Netflix, começando por um filme que marcou bastante a infância e adolescência de quem nasceu nos anos 90.

Anaconda – Filmes de terror da Netflix

Muita gente não julga esse filme como terror, mas vamos aos fatos: quando se cria todo um clima de suspense e medo em volta de uma criatura monstruosa que devora pessoas de uma maneira bastante gráfica, não podemos ver de outro modo não é mesmo?

Anaconda - Filmes de terror da Netflix

Anaconda é um filme sobre uma expedição cinematográfica na Amazônia que acaba perdendo os rumos e dando de cara com um dos maiores animais da fauna brasileira. Exagerado, porém bastante divertido.

A Bruxa de Blair (2016) – Filmes de terror da Netflix

A Bruxa de Blair (2016) é um reboot que funciona como uma espécie de continuação dos acontecimentos do homônimo de 1999.

A Bruxa de Blair (2016) - Filmes de terror da Netflix

O filme tem um clima de suspense bem interessante, bastante parecido com o primeiro, o que diz bem mais de suas referências no original do que o filme tido como A Bruxa de Blair 2, que é o intitulado O livro das sombras. Vale bastante a pena principalmente para quem viu o original e gostou.

Cujo – Filmes de terror da Netflix

Filmes baseados em obras do mestre literário do terror Stephen King são sempre um prato cheio para os fãs do gênero.

Cujo - Filmes de terror da Netflix

Cujo é adaptado de um conto de Stephen King, onde um cão São Bernardo, amado pela família, que nunca foi vacinado contra a raiva, adquire a doença a partir de uma mordida de morcego e passa a ter um instinto assassino. Muito bom para conhecer uma obra famosa do autor através do filme.

Invocação do mal – Filmes de terror da Netflix

Invocação do mal é um dos filmes de terror contemporâneos mais amados pelos fãs do gênero.

Invocação do mal - Filmes de terror da Netflix

Baseado em histórias reais de dois famosos caçadores paranormais dos Estados Unidos, invocação do mal conta a história de uma família que se mudou para uma casa onde acontecimentos sobrenaturais vem acontecendo.

Um enredo clássico no terror norte americano, com uma pegada mais moderna.

Cargo – Filmes de terror da Netflix

Essa é uma das categorias mais amadas até mesmo por quem não é fã do gênero terror: os zombie movies.

Cargo - Filmes de terror da Netflix

Cargo é um longa derivado de um curta metragem de sucesso que leva o mesmo nome. Infectado pelo vírus zumbi, o protagonista tem apenas 48 horas para achar um lugar seguro para a sua filha antes de ser completamente consumido pelo desejo voraz que caracteriza os mortos vivos.

A Babá – Filmes de terror da Netflix

Engana-se quem acha que todos os filmes de terror servem para te dar medo incondicional.

A Babá - Filmes de terror da Netflix

A Babá é um filme que carrega bastante a pegada do Terrir, ou seja, de um terror com bastante teor satírico de comédia. O filme faz uma homenagem aos filmes trash, ao mesmo tempo que nos apresenta uma divertida história de uma babá que pertence a um culto satânico e deseja sacrificar o garoto que ela cuida.

Se você quer saber um pouco mais desse tipo de filme e porquê apesar de fazerem rir devem ser levados a sério, temos um artigo especial para você: Filmes trash: a crítica através do surrealismo cômico

A casa de cera – Filmes de terror da Netflix

A casa de cera presente no catálogo da Netflix é um remake de um clássico do terror do século passado.

A casa de cera - Filmes de terror da Netflix

Para os amantes do terror gráfico, o filme é uma maravilha: apresenta assassinatos, corpos sendo transformados em bonecos de cera, muito sangue e um enredo agonizante.

A casa de cera conta a história de dois amigos que, a caminho de um jogo de futebol, viram vítimas de maníacos que possuem um gosto peculiar: transformar suas vítimas em bonecos de cera vivos.

Essa é uma boa lista de filmes de terror da Netflix para começar

Vamos recapitular rapidamente os filmes indicados:

Anaconda

Uma expedição perdida na floresta amazônica dá de cara com uma super cobra caçadora, praticamente imparável.

A Bruxa de Blair (2016)

Um reboot do clássico de 1999, em A Bruxa de Blair (2016) mais uma equipe de filmagem volta a antiga floresta de Blair em busca de pistas de uma garota desaparecida.

Cujo

Adaptado de um conto do mestre do terror Stephen King, Cujo conta a história de um cão São Bernardo que após contrair raiva adquire um instinto assassino.

Invocação do mal

Baseado em relatos reais, uma famosa família de investigadores paranormais dos Estados Unidos são chamados para ajudar uma família atormentada por demônios.

Cargo

Representante dos famosos filmes de zumbi, um pai contaminado pelo vírus tem apenas 48h para achar um lugar seguro para a sua filha, antes de ser totalmente consumido pela doença.

A Babá

Uma homenagem aos filmes trash. A Babá conta a história de um garoto que se afeiçoou por sua babá, mas então descobre que ele para ela é apenas parte de um sacrifício para um culto satânico.

A casa de cera

Um reboot de um clássico de 1953, A casa de cera retrata acontecimentos na vida de dois pobres jovens que a caminho de um jogo de futebol, acabam se envolvendo com maníacos que tem uma mania peculiar: transformar suas vítimas em bonecos de cera vivos.

Essas são nossas 7 dicas iniciais de filmes de terror da Netflix. Se você gostou comenta aqui em baixo, recomende mais filmes e vamos encher esse post de boas recomendações!

Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) - Resumo

Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) – Resumo

Os Trapalhões e Rei do Futebol é um filme brasileiro de 1986 dirigido por Carlos Manga e estrelando o grupo de humor Os Trapalhões, gênero cômico e esportivo. A produção e produção deste filme foram feitas especificamente para comemorar o 20º aniversário da Trapalhões, e o filme foi feito fora da televisão.

Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) - Resumo
Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) – Resumo

Os Trapalhões e o Rei do Futebol é um clássico da comédia dos 4 Trapalhões que fizeram e ainda fazem gerações darem boas risadas, o famoso filme em que o DIDI (Renato Aragão) cabeceia seu próprio cruzamento durante uma partida de futebol.

Enredo – Os Trapalhões e o Rei do Futebol

Didi, Dedé, Mussum e Zacarias Trabalham no clube de Futebol. Devido a uma luta pelo poder, o treinador da equipe foi demitido. E por acaso, quem foi escolhido para ocupar o cargo foi o Didi, e a equipe começou a ganhar o jogo.

A equipa do Galinheiro Futebol Clube é composta por Pernas de paus, treinados por Didi (Renato Aragão) e assistidos por três assistentes diretos: Dedé (Dedé Santana), ex-jogador de Didi e aspirante a cantor; Mussum (Antonio Carlos (Antonio Carlos), chef do Independência Futebol Clube, excelente time com Didi como guarda-roupa, e o sambista e compositor Zacarias (Mauro Faccio).

Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) - Resumo
Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) – Resumo

Estes quatro pilotos são os melhores do Galinheiro e são conhecidos pela fuga devido aos elementos brutais da equipa adversária. Mas Didi e Mussum se preocupam com o time que jogam, depois de três derrotas consecutivas, precisam da vitória para conquistar o campeonato.

Crise interna – Os Trapalhões e o Rei do Futebol

O clube vive uma crise interna devido à demissão do seu presidente Pero Vaz, que adoeceu e foi deixado sob o controlo do seu conselheiro mais próximo, Dr. Velhaccio (José Lewgoy) Partido independente. Este aspirava a se tornar presidente do clube, mas enfrentou oposição de outro candidato virtual, o Dr. Barros Barreto (Milton Moras) e de sua cartola.

Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) - Resumo
Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) – Resumo

A equipa perdeu, embora o Velhaccio tenha despedido Barros Barreto de um treinador chamado Jorge Capivara, ele fez DiDi se tornar o novo treinador por não acreditar em suas habilidades, então pensou em mais uma derrota para o Independência. Além disso, ele pode culpar o adversário, que demitiu o ex-técnico.

Novo Treinador – Os Trapalhões e o Rei do Futebol

Após a posse, Didi contou com a ajuda de três amigos, o jornalista esportivo Nascimento (Pelé) (ele é fã de futebol que tem uma coluna diária no jornal) e a dona de um bar de clube Aninha (Luíza Brunet).

Sansão (Marcelo Ibrahim), um goleiro secretamente apaixonado e fútil, tem uma queda por Aninha. Nascimento e Didi eram amigos de infância, e o repórter publicou o resultado de seu trabalho em sua coluna no jornal.

Sequencia de Vitórias – Os Trapalhões e o Rei do Futebol

Depois de se tornar técnico do Independência, Didi conquistou várias vitórias pelo time e até gozou de fama internacional. Seu método de treinamento também é conhecido, pois ele perseguia os jogadores com um pastor alemão na véspera do jogo, treinava-os rapidamente e depois os levava para o clube de belas dançarinas.

Porém, Vellaccio ficou insatisfeito com os bons resultados e ordenou que seu empregado e guarda-costas Edésio (Maurício do Valle) sequestrasse Didi na véspera da decisão do campeonato, para que o Independência perdesse o jogo.

Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) - Resumo
Os Trapalhões e o Rei do Futebol (1986) – Resumo

Após várias tentativas fracassadas, Dr. Velhaccio e Dr. Barros Barreto se uniram e decidiram realizar o sequestro de Aninha no início do jogo decisivo. Edésio e algumas gangues conseguiram.

Didi ficou desesperado ao saber do sequestro e voltou seu ânimo para os jogadores que começaram a perder o jogo. Enquanto isso, Nascimento, Mussum, Dedé e Zaca decidiram salvar Aninha e, quando a encontraram, fugiram para o Maracanã.

Didi em campo – Os Trapalhões e o Rei do Futebol

Depois de vê-la, Didi decidiu substituir o jogador expulso e entrar em campo como jogador. Nascimento adotou a mesma atitude, substituindo o atirador ferido, e seus irmãos gêmeos realizaram seus sonhos de infância. Esse foi o jogo épico em que Didi cabeceia seu próprio cruzamento.

Graças a eles, o Partido da Independência tornou-se campeão estadual, Dr. Velhaccio, Barros Barreto, Edésio e outras lideranças foram denunciados e presos e Didi foi nomeado novo presidente do Partido da Independência.

Considerações Finais – Os Trapalhões e o Rei do Futebol

Mesmo os Trapalhões sendo de uma época passada, eu sempre gostei muito de buscar os clássicos antigos, claro que o quarteto tem um time diferente de piadas com um humor besteirol e simples, sou suspeito pra falar sobre os filmes dos Trapalhões, visto que, sou muito fã, mas que esse é um clássico e bom filme para dar risadas, eu não posso negar.

Provavelmente trarei mais algumas resenhas sobre os demais filmes dos Trapalhões.

Perguntas frequentes sobre o tema

Quais Trapalhões já morreram?

Mussum e Zacarias

Quando acabou o programa dos Trapalhões?

Depois de longas temporadas e muitos e muitos anos trazendo felicidade para a criançada, Os Trapalhões teve fim em 27 de agosto de 1995

Qual foi o primeiro trapalhão que morreu?

No dia 18 de março de 1990 o Brasil perdia as piadas e o estilo único de Mauro Faccio Gonçalves, mais conhecido como Zacarias, integrante do quarteto “Os Trapalhões”. Zacarias ficou quarteto até 1990, quando morreu, aos 56 anos, no Rio de Janeiro.

Qual dos Trapalhões está vivo?

Intérprete do personagem Didi resolveu brincar após os boatos de que teria morrido. Não foi uma, duas, nem três vezes que os internautas ou sites mal-intencionados anunciaram a morte de Renato Aragão e do Dedé Santana. Eles, no entanto, estão vivos.

Qual foi o ano que o Mussum morreu?

Infelizmente o nosso grande “Cassildis” faleceu em 29 de julho de 1994

Espero ter ajudado e que tenha tido um pouco mais de experiência sobre esse clássico nacional da comédia.

Gostou do Post sobre Os Trapalhões e o Rei do Futebol ?

Gostou ? Compartilhe!

Tropa de Elite (2007) História e Análise

Tropa de Elite (2007) – História e Análise

Tropa de Elite, é um filme policial brasileiro de 2007, uma série de TV / filme policial do gênero dirigido por José Padilha, ele e Braulio Mantovani e Rodrigo Pimentel escreveram juntos o roteiro, produzido por Marcos Prado.

Tropa de Elite (2007) História e Análise
Tropa de Elite (2007) História e Análise

Os temas são a violência urbana no Rio de Janeiro, Brasil, e a ajuda do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e da Gendarmaria do Estado do Rio de Janeiro.

Este filme é baseado no “Tropa de Elite” publicado por André Batista e Rodrigo Pimentel em colaboração com Luiz Eduardo Soares.

Adaptado de elementos do livro Tropa de Elite. É composto por Wagner Moura, André Ramiro, Caio Junqueira, Milhem Cortaz, Fernanda · Fernanda Machado, Paulo Vilela, Fernanda de Freitas, Maria Ribeiro e Fabio Lago foi o protagonista.

História / Tropa de Elite (2007)

Este é o primeiro romance do diretor José Padilha, que já dirigiu o documentário última parada 174 (2002). Causou muita repercussão antes mesmo de ser lançado, porque foi o primeiro filme no Brasil, e ele penetrou no mercado pirata e na internet poucos meses antes de entrar no cinema.

Um dos protagonistas do filme, o ator Caio Junqueira, chegou a afirmar que, embora achasse que a pirataria tinha um impacto negativo, sabia que era “porque esse trabalho atraiu o público da TV”.

Levantamento feito pelo Ibope estimou que mais de 11 milhões de brasileiros assistiriam ao filme ilegalmente – porém, isso não impediu que o filme tivesse sucesso de bilheteria, então foi lançado pela primeira vez.

Interpretação Pública / Tropa de Elite (2007)

Ao criticar os usuários de drogas ilegais e acusá-los de expandir o tráfico de drogas e a violência urbana, o filme tem gerado intenso debate na mídia brasileira.

A tortura da polícia também foi resolvida, o que tem levantado dúvidas de que esses personagens sejam considerados heróis por suas atitudes para com criminosos ou pobres e moradores de favelas. No entanto, a posição foi questionada por Padilha.

O longa ganhou o Urso de Ouro de Melhor Filme no Festival de Cinema de Berlim de 2008.

Enredo / Tropa de Elite (2007)

Os acontecimentos do filme são narrados na primeira pessoa pelo Capitão Roberto Nascimento, proporcionando ao público uma perspectiva de todos os fatos interligados. O filme teve início em 1997 e foi encenado em um baile funk do Morro da Babilônia, uma das principais bases do tráfico de drogas do Rio de Janeiro.

Tropa de Elite (2007) História e Análise
Tropa de Elite (2007) História e Análise

Na festa, um grupo de traficantes fortemente armados comemorou entre a multidão, enquanto músicas do Rap das Armas tocavam ao fundo. Um carro da polícia subiu o morro e parou em frente à bola, dentro dela estava a guarnição da Polícia Militar comandada pelo Capitão Oliveira.

O capitão Oliveira desceu não para reclamar, mas para acompanhar o “arrego” desta semana, que é uma propina paga pelos traficantes à polícia para diminuir o ônus da fiscalização.

Matias e Neto / Tropa de Elite (2007)

Ninguém sabia que atrás deles estavam dois aspirantes Matias e Neto em um carro da polícia, fizeram um desvio e pararam em um ponto mais alto da montanha.

Quando a equipe de Oliveira foi recebida pelos traficantes, Neto se posicionou com um rifle de precisão com o auxílio de Matias. Neto observou à distância as negociações e disparou de repente, pensando que um dos traficantes puxaria uma pistola das costas.

Tropa de Elite (2007) História e Análise
Tropa de Elite (2007) História e Análise

Logo, o caos estourou no meio da bola e o tiroteio começou. Neto e Matthias tentaram escapar, mas foram cercados por becos e se meteram em problemas. Os traficantes atacaram com um arsenal pesado. Os dois tentaram resistir com uma pequena quantidade de munição que tinham.

Ao mesmo tempo, uma equipe do BOPE coordenada pelo Capitão Nascimento chegou à entrada do morro e deu início às operações de resgate.

Seis meses antes / Tropa de Elite (2007)

Roberto Nascimento (Roberto Nascimento) é o chefe da equipe Alpha do Batalhão de Operações Policiais Especiais da PMERJ, ao qual dedicou mais de dez anos de dedicação.

Embora ele tenha mantido um equilíbrio entre a vida policial e familiar nos últimos anos, seus esforços recentemente pagaram um preço cada vez mais alto, especialmente porque sua esposa está grávida de seu primeiro filho.

O Papa na favela / Tropa de Elite (2007)

Quando foi anunciado que o Papa João Paulo II chegaria ao Rio de Janeiro dentro de dois meses e passaria a maior parte do tempo no Morro do Turano em contato com os necessitados, a pressão do trabalho aumentou.

No entanto, a área é dominada pelo tráfico de pessoas, o que faz com que as atividades rotineiras de Nascimento sejam mais arriscadas, ao mesmo tempo que precisa acalmar os morros.

Depois de passar por tantas demandas, Nascimento refletiu sobre sua carreira e decidiu que era hora de encontrar um substituto, mas precisava ter certeza de que seu sucessor era tão bom quanto ele.

A procura por um substituto / Tropa de Elite (2007)

Enquanto isso, Matias e Neto acabaram de ingressar no acampamento da PMERJ após a formatura. Embora sejam novatos, Nascimento anseia por encontrar suas próprias características em seu sucessor. Mesmo que ele ainda não se conheça, um deles irá substituí-lo no BOPE.

Neto é responsável pela supervisão da oficina mecânica do batalhão, que é operada pelo Soldado Paulo e Cabo Tião, enquanto Matias é responsável pelo trabalho burocrático, organização de antecedentes criminais e atendimento de comunicações via rádio.

Tropa de Elite (2007) História e Análise
Tropa de Elite (2007) História e Análise

Embora Matias e Neto sejam amigos de infância, eles têm experiências e objetivos de vida diferentes. Neto é uma classe média e sempre gostou de atuar, então entrou para a polícia. Embora Matias seja negro e de origem humilde, lutou muito e conseguiu entrar na melhor faculdade de direito do Rio de Janeiro com o objetivo de se tornar advogado.

Ao se depararem com a sombria realidade de uma empresa dominada por um sistema de corrupção em grande escala, sua visão da polícia, ou seja, uma instituição nobre e respeitada, desmoronou rapidamente.

Perguntas frequentes

Quantos filmes da tropa de elite tem?

Atualmente são 2, Tropa de Elite (2007) e Tropa de Elite – O inimigo agora é outro (2010)

Onde se passa o filme Tropa de Elite?

Investigações da polícia revelaram que a equipe de produção de “Tropa de elite” pagou R$ 5 mil para realizar as filmagens no morro Babilônia. O dinheiro foi entregue ao presidente da Associação de moradores.

Quem é o capitão Nascimento na vida real?

Roberto Nascimento (também conhecido como Capitão Nascimento ou Coronel Nascimento) é um personagem fictício e o protagonista dos filmes policial Tropa de Elite (2007) e Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora É Outro (2010), ambos do cineasta José Padilha.

Quanto Wagner Moura ganhou para fazer Tropa de Elite?

O ator Wagner Moura, astro de “Tropa de Elite 2”, deve receber R$ 1,5 milhão por seu trabalho no filme, um sucesso com previsão de levar dez milhões de pessoas ao cinema

Quem inspirou o Capitão Nascimento?

É isso mesmo, tudo indica que o Capitão Nascimento Real é o autor dos livros que inspiraram a criação dos filmes, Rodrigo Pimentel, também conhecido como Capitão Pimentel.

Espero ter ajudado e que tenha tirado algo interessante a mais sobre o filme textualizado.

Gostou do post sobre o filme Tropa de Elite (2007) ?

Gostou? Compartilhe!

Lei do Morro - 2018

Lei do Morro – 2018

Lei do morro é um filme de curta-metragem do Coletivo Quimera, com direção e roteiro de Diego Pereira (Dccem), com a produção de Igo Inácio. Produzido em solo Nordestino, mais precisamente em Mãe Luíza – Natal/RN.

Lei do Morro - 2018
Lei do Morro – 2018

Uma mãe de família que luta por seus amores cruéis dividida entre seu marido agressor e sua filha que ingressa para o tráfico na comunidade, em um momento de dificuldade financeira seu marido toma uma atitude fora das leis do morro colocando sua própria vida em risco.

Enredo – Lei do morro

Maria (Vanessa Labre) é uma mulher da comunidade da Colômbia, em Natal, Rio grande do Norte. Além de sofrer agressões domésticas , vê sua filha Nice (Liviane Souza) entrar pro tráfico por conta da revolta com seu pai agressor e por conhecer o movimento como o único espelho de futuro.

Birao (Paul Moraes), é quem comanda o tráfico na área, ditador das regras na comunidade a famosa lei do morro. Tião (Charles Campos) dono de bar, insatisfeito com a vida que leva e disposto a todo custo melhorar financeiramente, resolve fazer um roubo que de acordo com seus pensamentos resolveria seus problemas.

Lei do Morro - 2018
Lei do Morro – 2018

Juraci (Bruno Gomes), um morador da região vítima do roubo de tião, resolve reclamar com o poder do tráfico. Pois o roubo dentro da comunidade seria proibido de acordo com as leis marcadas por Birao.

Nice acaba entrando de vez para o movimento, assim que é chamada para resolver o caso de seu pai. Maria mesmo com todo sofrimento implora pela vida de Tião, mas com poucas palavras, muita raiva e emoção, resolve tudo ali mesmo matando seu pai.

Objetivo

O filme retrata a vida esquecida dos moradores de comunidade, uma família que se perdeu entre agressões falta de dinheiro e revolta pela indiferença social que o mundo cria. Para contar a trajetória deste lugar o filme passa pela vida de diversos personagens e eventos que vão sendo entrelaçados no decorrer da trama. Tudo pelo sofrimento de Maria.

Primeira exibição

O filme teve sua primeira exibição no cinemark em Natal, juntamente com demais filmes acadêmicos em um festival exclusivo pela Universidade Potiguar (UNP).

A História de produção

Inicialmente o filme teria demais locações pela cidade, até que Igo Inácio (Produtor), Dccem (Diretor), juntamente com Kildare Lee (Dir. Fotografia) e Ângelo Xavier (Dir. Arte) em pesquisa de locação visitaram Mãe Luiza e decidiram que o filme seria gravado totalmente em um só lugar.

Lei do Morro - 2018
Lei do Morro – 2018

Todo que o roteiro pedia foi achado lá e até incrementado mais, pois o filme Lei do Morro foi muito além de seu roteiro se entrelaçando com histórias e personalidades do próprio bairro de Mãe Luíza.

O Conselho Comunitário

Jéferson Nascimento e Bruno Gomes responsáveis pelo conselho fizeram toda diferença e ambos teem uma grandeza enorme com relação a realização do filme, em todo momento com seriedade, humildade, carinho, respeito e sorriso no rosto a equipe de produção foi recebida da melhor forma por todos!

Hoje o filme Lei do Morro é um sucesso local, um projeto lindo que não cai no esquecimento, sempre os moradores comentam sobre.

Projeções futuras

A ideia inicial era transformar esse sucesso em um longa-metragem, porem em algumas conversas com os mais envolvidos da equipe responsável pelo filme, o projeto é que saia futuramente uma web-série da Lei do morro.

Lei do Morro - 2018
Lei do Morro – 2018

Com a mesma base e seguindo a mesma história, mantendo a maioria do elenco possível.

Elenco

De modo geral o elenco preparado por Lilith Aiam e o Dccem, teve muitos elogios pela enorme capacidade e profissionalismo. O Elenco principal é composto por:

  • MARIA:  Vanessa Labre
  • Berenice: Liviane Souza
  • Tião: Charles Campos
  • Birão: Paul Moraes
  • Bucha: Ângelo Xavier
  • Gerente: Lucas Marinho
  • Ficante: Hugo Melo
  • Felipe:  Leonardo Prata
  • Juraci: Bruno Galdino
  • Dorinha: Sara Holanda
  • Irmão: Marcos Vinícius

Perguntas frequentes:

Onde foi gravado o filme Lei do Morro?

O filme foi gravado na região Nordeste do Brasil, mais precisamente em Mãe Luíza, Natal/RN

Quem é o ator que faz o Birão no filme Lei do Morro?

O Birão (dono do morro) é feito pelo renomado ator Paul Moraes

Quem é a atriz que faz Maria no filme Lei do Morro?

A Maria (esposa de tião) é feita pela professora e atriz Vanessa Labre

Quem é o Diretor do Filme Lei do Morro ?

Diego Pereira, conhecido artisticamente como Dccem, que além de cineasta também é rapper, cantor e compositor.

O que acontece no filme Lei do Morro ?

Uma mãe de família que luta por seus amores cruéis dividida entre seu marido agressor e sua filha que ingressa para o tráfico na comunidade, em um momento de dificuldade financeira seu marido toma uma atitude fora das leis do morro colocando sua própria vida em risco.

Espero ter ajudado

Gostou da matéria sobre Lei do Morro – 2018

Gostou? Compartilhe!

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) - Análise

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise

Existem maneiras diferentes de abordar o longa-metragem “O Homem Que Desafiou o Diabo”. Vem comigo entender melhor sobre esta obra Nordestina de 2007.

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) - Análise
O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise

Se optarmos por expô-lo à sua obra, podemos considerá-lo um exemplo típico da recente “cinema sanguessugadas regionalidades”, onde grandes produtores do Sudoeste (para ser sincero: principalmente o Rio) são proprietários de obras literárias e / ou dramáticas. E / ou folclore e / ou sítios históricos de diferentes partes do Brasil.

Análise geral /O Homem Que Desafiou o Diabo

Tendo em vista seus técnicos, atores, produtores, e quase sempre leve recursos locais, mão de obra barata e algumas imagens e costumes de lá, quase sempre exóticos.

São tantos que não há necessidade de tentar listar todos os trabalhos que seguiram esse caminho na produção brasileira a partir de 1995, mas vale destacar que o produtor deste filme, se dedicam ao extremo.

Lembra Bela Donna é do filme de Paixão de Jacobina, do filme de Nossa Senhora de Caravaggio – estranhamente, todos esses filmes são “filmes populares” e não tiveram retorno emotivo do público (assim como O Homem Que Desafiou o Diabo).

Como compreender ?

Uma maneira de lidar com esse filme é como um projeto dramático. Neste caso, o filme mostra claramente a sua ligação com uma certa tradição épica fauvista, encarnada na personagem de Palmeira, curiosa personagem do herói cujo herói vive suas pelejas, o título do livro que origina o filme, é obviamente atribuído às 12 obras de Hércules.

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) - Análise
O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise

Ojuara, goza de uma reputação fabulosa de “machão”, se tem um aspecto competitivo interessante (impondo-se ao coronelismo ou ao beatismo), é inegavelmente um aspecto forte do machismo (porque as mulheres sempre aparecem como uma prostituta ou “santa”).

Sua origem

No entanto, o projeto cinematográfico popular de Moacyr Góes aqui delineado não só explora suas origens, mas também parece buscar uma abordagem um tanto estranha ao típico universo do cinema popular brasileiro dos anos 70: até agora, para a maioria dos espectadores, Este filme recente tem a maioria dos filmes de sexo e sexo.

Mulheres com roupas pequenas consideram as palavras vulgares como um discurso contínuo e consideram certos momentos como os verdadeiros herdeiros do povo Trapalhões (principalmente assistindo às cenas de Otto ou de Flavia Alexandra solução).

 Uma perspectiva de produção

É impossível para nós ignorar qualquer um desses dois aspectos como o fator principal na análise de “O Homem Que Desafiou o Diabo”, porque devemos ignorar um aspecto mais direto e direto: a pureza e a simplicidade de seu artesanato.

Moacyr Góes tem até direito de reclamar das críticas ali veiculadas em matéria do jornal O Globo, que é preconceito franco, elitismo, e também foi muito mal debatido em última instância – e antes fundamentalmente Não é aceitável tentar usá-lo em cinemas com base na popularidade do binômio deficiente da comédia sexual.

Aliás, aliás, não foi em seus projetos cinematográficos, produtivos ou dramáticos, que se descobriu o maior pecado do filme (afinal, o mesmo processo produziu filmes bastante interessantes, como Lisbela e o Prisioneiro ou O auto da compadecida).

Entenda a narrativa

Não é porque O Homem normalmente atira no seu pé, em cada sequência, em cada cadeia narrativa. Então, vamos dar alguns exemplos para que não fiquemos apenas no papinho sem verdadeiras explicações.

A introdução deste filme fez com que José Araújo se transformasse em Ojuara, cuja velocidade de encenação / edição era tão rápida que parecia um trailer, com todas as cenas equivalentes a Informações básicas (José, ele é “raparigueiro”, ele tem relações com Dualiba, eles se casam, ela oprime ele, ele se revolta).

O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) - Análise
O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise

Portanto, como não sentimos a duração de nenhuma situação, essa ideia de mudança soa absurda, e a impressão que fica é que ou o filme pode simplesmente narrar as pelejas de Ojuara.

Manter esse ritmo ao longo do filme, o acúmulo de cenas e pequenos personagens podem atrair a força de cada segmento

Ojuara parece apenas existir, e vagar por aí no filme, e esse filme parece ridiculamente longo (porque acumula muitas sequências) e não tem substância.

Considerações finais

Como cineasta eu entendo que o preconceito e o elitismo existe realmente, porém o filme não tem tanto afetivo popular por seus aspectos preconceituosos no roteiro.

Mas pra um filme de 2007 levando em consideração o lado de humor do filme, posso dizer que ele tira boas risadas.

Perguntas frequentes

Quem é Moacyr Góes ?

Moacyr Góes (Natal, 23 de outubro de 1961) é um roteirista e diretor de cinema e teatro brasileiro. É filho do educador e historiador Moacyr de Góes e irmão do ator Leon Góes.

O que acontece em O Homem Que Desafiou o Diabo?

Zé Araújo é um viajante recém-chegado em Jardim dos Caiacós. Ele seduz a filha de um comerciante e é obrigado a se casar com ela. Araújo torna-se um escravo do sogro e da mulher. Percebendo que vira motivo de piada na cidade, ele resolve mudar de vida e começar uma nova.

Quando foi lançado o filme O Homem Que Desafiou o Diabo?

O filme o homem que desafiou o diabo foi lançado em 28 de setembro de 2007

Quais os nomes dos roteiristas do filme O Homem Que Desafiou o Diabo?

Moacyr Góes, Nei Leandro de Castro, Bráulio Tavares

Qual origem do filme O Homem Que Desafiou o Diabo?

O filme tem origem Nordestina, mais precisamente potiguar

Espero ter ajudado e que tenha entendido mais sobre o assunto e criado seu ponto de vista a partir da leitura.

Gostou do post sobre O Homem Que Desafiou o Diabo (2007) – Análise ?

Gostou? Compartilhe!

Que horas ela volta? (2015)

Que horas ela volta? (2015)

Que horas ela volta?-(2015), O filme foi Dirigido e escrito por Francisca Bulevt (de É proibido fumar) , estava no período pós-eleitoral e colidia com o sistema político brasileiro. O filme começa a criticar as divisões sociais e regionais que o país tem vivido, levando em consideração a história do Brasil, que a desigualdade social é eterna.

Que horas ela volta? (2015)
Que horas ela volta? (2015)

O filme estreou no Sundance Film Festival, em Utah – EUA. Antes de chegar ao Brasil em 27 de agosto de 2015, estreou em cinemas de sete países europeus. O 15º Prêmio do Cinema Brasileiro conquistou sete troféus Grand Otelo.

Que horas ela volta? (2015)

O filme conta a história de Val (Regina Casé), dona de casa nordestina que mora há mais de dez anos na casa de um patrão de classe média em São Paulo (interpretada por Karine Teles e Lourenço Mutarelli).

Val era tratado de maneira diferente dos outros membros da casa, não questionava por que tinha que comer em mesas diferentes, morar no cômodo mais desconfortável e não poder desfrutar da piscina.

Seus chefes parecem muito modernos, mas são mais conservadores nos costumes sociais, sempre dizem que ela é uma família, mas mesmo que ela cuide dos filhos como se fosse dela, nunca a trataram assim.

Jéssica deixa Recife

Quando Val recebeu um telefonema de sua filha Jéssica (Camila Márdila), o enredo mudou. Quando se mudou para São Paulo, ficou no Recife em busca de melhores condições de vida.

Val espera estreitar o relacionamento com a filha que não via há dez anos, por isso a recebe na capital paulista, onde fará o vestibular, que por coincidência é igual ao filho do patrão, Fabinho (Michel Joelsas).

Que horas ela volta? (2015)
Que horas ela volta? (2015)

Jessica mora com sua mãe em seu ambiente de trabalho e fica nervosa em casa porque não é o esperado por Val e principalmente por seus chefes.

Ela é uma menina esperta e indagadora , sua chegada é como uma visitante do filme O Teorema, destruindo o pensamento e o comportamento dos membros da casa, principalmente da mãe, que sempre obedecem às ordens sem reclamar.

Crítica Social / Que horas ela volta? (2015)

As formas do longa-metragem apresentar as críticas sociais levou o público a reavaliar sua sociedade. É justamente isso que o direção tenta retratar nesta e em outras obras: as discrepâncias sociais que o Brasil vive e viveu.

Anna Muylaert gosta de usá-lo, assim como seu trabalho “Durval Discos”. Por se tratar de uma crônica, a história do filme não se aprofunda nos temas abordados pela pesquisa, deixando alguns finais soltos.

Que horas ela volta? (2015)
Que horas ela volta? (2015)

Além disso, possui também símbolos como o de sorvete e xícaras de café, mais importantes do que o normal, de modo que preconceitos simples do cotidiano permitem que o espectador reflita.

Regina Casé

A performance de Regina é mais simples e eficaz, o que a surpreendeu, o que não é comum para quem já assistiu seu pós show “Esquenta!” O humor em sua fala é um estereótipo óbvio dos pobres e traz o tom da crônica social.

Considerações finais

Desta forma, o grande roteiro, os papéis cuidadosamente elaborados dos atores e a narrativa dramática bem contada do filme “Que horas ela volta? (2015)

Isso permite que muitos espectadores reconheçam o enredo e as questões sociais que são bem retratadas e critiquem vários temas que as pessoas muitas vezes não percebem.

Sem dúvidas pra mim foi o melhor filme que vi naquele ano e é uma grande recomendação que faço sempre, por ser um bom filme em todos os seus aspectos, levando em conta além das críticas sociais.

Perguntas frequentes sobre o tema

Qual a naturalidade da Regina Casé?

Regina casé é carioca, mais precisamente: Botafogo, Rio de Janeiro

Qual a idade da Regina Casé atriz?

Regina casé nasceu em 25 de fevereiro de 1954 em 2020 soma 66 anos 

O que acontece no filme que horas ela volta?

é um filme brasileiro de 2015, do gênero drama, escrito e dirigido por Anna Muylaert. O filme é protagonizado por Regina Casé e trata dos conflitos que acontecem entre Val, uma empregada doméstica do Brasil e seus patrões de classe média alta, criticando as desigualdades da sociedade brasileira.

Onde assistir que horas ela volta?

Você pode assistir legalmente “Que Horas Ela Volta?” no Globo Play.

Que horas ela volta tempo de duração?

O longa-metragem nacional Que horas ela volta, tem 1h 54m de duração.

Espero ter ajudado e espero que tenha se informado melhor sobre este filme maravilhoso que é uma obra nacional que merece todos os elogios possíveis.

Gostou do post sobre Que horas ela volta? (2015)

Gostou? Compartilhe!

Em Ritmo de Fuga - 4 motivos para assistir

“Em Ritmo de Fuga” – 4 motivos para assistir

O filme de Em Ritmo de Fuga ganhou elogios da crítica de cinema internacional e ganhou elogios dos críticos internacionais de cinema. Este filme nos fez sentir animado e ansioso todos os dias até que a estréia não chegasse

Em Ritmo de Fuga  - 4 motivos para assistir
Em Ritmo de Fuga – 4 motivos para assistir

Este filme conta a história do personagem baby, que é um piloto de fuga, ele usa a música como uma bússola. Decidimos trazer 4 motivos para você assistir Em Ritmo de Fuga.

1ª O enredo de “Em Ritmo de Fuga”

Ninguém disse que não tínhamos filmes em circulação lançados este ano, mas a maioria dos filmes não estava na categoria original. Esses filmes geralmente são adaptados de quadrinhos, esboços, livros ou remakes, ocupando um espaço enorme no mercado de filmes.

Um estudo mostrou que apenas 39% dos principais lançamentos em 2014 e 2015 eram originais. O mesmo estudo também mostrou que em 2013 e 2014, nenhum dos 10 campeões de bilheteria do ano eram filmes originais.

Realmente gostamos dessas adaptações, mas nada é mais adequado para nós em uma cadeira de cinema do que uma história nova e imprevisível. Em Ritmo de Fuga definitivamente concluirá esta tarefa.

2ª O desenvolvimento musical junto aos movimentos dos personagens

Ansel Elgort disse recentemente que, quando ele foi introduzido no script, havia um jogador no topo da página do aplicativo em que ele estava. Quando ele começou a ler a cena, ele foi instruído a pressionar play e tocar a música da cena durante a leitura.

Durante o processo de gravação, os atores usaram fones de ouvido para tocar a faixa de áudio para sincronizar seus movimentos com a música de cada cena, imagine o trabalho!

baby - “Em Ritmo de Fuga”
baby – “Em Ritmo de Fuga”

Wright também disse que não escolheria uma música para cada cena como de costume nos filmes, mas só começaria a escrever uma cena depois que já houvesse uma música.

3ª Musicalmente excelente

O Em Ritmo de Fuga é composto por 30 tracks e é uma combinação de todas as músicas que você nunca imaginou. Edgar tem mais de 60.000 músicas no iPod, ele disse que quando descobriu que o script estava usando uma amostra de outra música, ele até mudou alguns dos scripts canção.

Um desses casos é “The Edge”, de David McCallum, uma música completamente instrumental.No começo, todos pensaram que era o ídolo dos anos 90, Dr. Dre, Snoop Dogg, Kunrupt e Nate Dogg, “The Next Episode”. Eventualmente, isso deu às pessoas uma mente aberta sobre coisas novas, mas estabelecemos uma conexão com coisas populares e, assim, promovemos a aceitação.

4ª Elenco

Edgar disse que quando ele escreveu o personagem “Baby”, Ansel não era a pessoa que ele queria interpretar, mas quando o diretor assistiu “Interstellar Fault”, o jogo mudou. Ansel também adicionou alguns elementos pessoais a Baby, o que acabou impressionando Edgar, como a cena que aparece no trailer, onde ele tocava piano à mesa com música, e foi apresentado a um novo roubo.

Além dele, também temos Jon Hamm e Eiza González como casais de crime “Badi” e “Darling”. Eiza é uma fã amplamente aclamada de Mad Men. Este é um episódio de sucesso estrelado por Hamm. Ela disse que deve se controlar durante o teste para evitar agir como uma fã. , E não destrua a oportunidade de interagir com ele.

Kevin Spacey deu vida ao chefe da gangue “Doc” .Com base no que vimos no trailer, ele trouxe vários elementos do “House of Cards” para o filme.

Os “Bats” interpretado por Jamie Foxx são adjetivos malucos e peculiares em inglês, e essas características definitivamente pertencem ao personagem. O filme também usa Lily James como namorada do bebê “Debora” e Jon Bernthal como um dos ladrões de “bebê engraçado”, Griff Um dos ladrões. O baixista de hot chili Flea e o cantor Sky Ferreira também fazem parte deste maravilhoso filme.

Em ritmo de fuga é de que ano?

O filme é de 2017 e é um sucesso até o nosso período atual

Em ritmo de fuga qual é o gênero?

O filme trata-se de uma mistura de gêneros de ação com suspense, musical e uma pitada de humor.

Onde assistir Em ritmo de fuga?

O filme está disponível na mais famosa Streaming de filmes e séries netflix.

Porque baby de Em ritmo de fuga vive ouvindo música?

A música silencia um zumbido que o perturba desde um acidente na infância.

Quem são os criadores de Em ritmo de fuga?

Em ritmo de fuga é um filme de Edgar Wright com Ansel Elgort, Kevin Spacey, Lily James, Jon Bernthal.

Espero ter ajudado, assista baby drive: Em ritmo de fuga.

Fim do post sobre “Em Ritmo de Fuga” – 4 motivos para assistir

Gostou da matéria? Compartilhe.

Telecineplay

Telecineplay – Top 5 Filmes nacionais

Telecineplay é um streaming. A joint venture do Grupo Globo com a Walt Disney Pictures, Paramount Pictures, Universal Studios e Metro-Goldwyn-Mayer reuniu mais de 2.000 tipos diferentes de filmes na Internet, plataformas de streaming ou 6 canais divididos por gênero.

Telecineplay
Telecineplay

Televisão à cabo. A Telecine trouxe os lançamentos e clássicos de seus estúdios parceiros, bem como os trabalhos de parceiros como a Warner Bros. E a Sony.

Telecineplay, Top Filmes Nacionais:

Dentro do Top 100 filmes do telecineplay escolhi uma lista de filmes nacionais que você não pode deixar de assistir por lá.

Que Horas Ela Volta?

A pernambucana Val se mudou para São Paulo com o intuito de proporcionar melhores condições de vida para a filha, Jéssica. Anos depois, a garota lhe telefona, dizendo que quer ir para a cidade prestar vestibular. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, porém o seu comportamento complica as relações na casa.

Telecineplay - Top 5 Filmes nacionais
Telecineplay – Top 5 Filmes nacionais

Direção: Anna Muylaert

Cidade de Deus

Nas favelas do Rio de Janeiro dos anos 1970, dois rapazes seguem caminhos diferentes. Buscapé é um fotógrafo que registra o cotidiano violento do lugar, e Zé Pequeno é um ambicioso traficante que usa as fotos de Buscapé para provar como é durão.

O filme retrata o crescimento do crime organizado na Cidade de Deus (favela organizada), que foi construída na década de 1960 e se tornou um dos lugares mais perigosos do Rio de Janeiro no início da década de 1980.

A vida de vários personagens e eventos entrelaçados no decorrer da trama. Do ponto de vista de Buscapé, ele é um protagonista que cresceu em um ambiente muito violento. No entanto, ele descobriu que os subsídios podem evitar ser atraídos para a vida dos criminosos.

Cidade de Deus
Cidade de Deus

Direção: Fernando Meirelles, Kátia Lund

Central do Brasil

Dora, uma amargurada ex-professora, ganha a vida escrevendo cartas para pessoas analfabetas, que ditam o que querem contar às suas famílias. Ela embolsa o dinheiro sem sequer postar as cartas.

Um dia, Josué, o filho de nove anos de idade de uma de suas clientes, acaba sozinho quando a mãe é morta em um acidente de ônibus. Ela reluta em cuidar do menino, mas se junta a ele em uma viagem pelo interior do Nordeste em busca do pai de Josué, que ele nunca conheceu.

Central do Brasil
Central do Brasil

Direção: Walter Salles

Bacurau

Os moradores de um pequeno povoado do sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade.

Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa, Domingas, Acácio, Plínio, Lunga e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

Bacurau
Bacurau

Direção: Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles

Tropa de Elite

O capitão da força especial da Polícia Militar do Rio de Janeiro treina dois recrutas novatos para que possam sucedê-lo.

Causou muitas repercussões antes mesmo de ser lançado, porque era o primeiro filme do Brasil e havia penetrado no mercado de piratas e na Internet alguns meses antes de entrar no cinema. Um dos protagonistas do filme, o ator Caio Junqueira chegou a declarar que, apesar de achar que a pirataria tinha um efeito negativo, sabia que era “porque o trabalho atraía telespectadores”.

Tropa de Elite
Tropa de Elite

Direção: José Padilha

Filmes Nacionais que você também precisa assistir:

Não necessariamente esses filmes estarão no telecineplay.

Lavoura Arcaica

Ano: 2001
Direção: Luiz Fernando Carvalho
Gênero: drama

O Auto da Compadecida

Ano: 2000
Direção: Guel Arraes
Gênero: comédia dramática

Macunaíma 

Ano: 1969
Direção: Joaquim Pedro de Andrade
Gênero: comédia, fantasia

Cabra Marcado para Morrer

Ano: 1984
Direção: Eduardo Coutinho
Gênero: documentário

Eles Não Usam Black-Tie

Ano: 1981
Direção: Leon Hirszman
Gênero: drama

Espero ter ajudado, lembrando que o telecineplay te dá 30 dias para experimentar a plataforma, então aproveite para ver os grandes filmes nacionais.

Gostou da lista de top 5 filmes para assistir no Telecineplay?

Gostou?, Compartilhe

top-10-melhores-filmes-de-todos-os-tempos-5782725

TOP 10 melhores filmes de todos os tempos

Você curte cinema? Vamos que combinar que ver um bom filme e comer pipoca é tudo de bom! Seja no cinema ou na nossa casa, esses momentos são pura diversão. E melhor ainda é quando podemos reunir nossa família ou nossos amigos para assistir conosco! Ver um filme em casa debaixo das cobertas também é um ótimo programa para um feriado, final de semana ou aquele dia de chuva.

Nesse artigo reunimos uma seleção de 10 filmes incríveis para você conhecer e assistir. Fique conosco e divirta-se!

Melhores filmes de todos os tempos

A nossa seleção foi pensada com todo o carinho para incluir grandes filmes com grandes histórias. Selecionamos filmes de diferentes gêneros, assim você pode conhecer diversos tipos de produções cinematográficas e com certeza vai encontrar ao menos que queria assistir!

Em alguns momentos você vai ler curiosidades interessantes e claro, não vai faltar os detalhes sobre o enredo. E para não entregar o ouro logo de cara, vamos começar pelo décimo lugar!

Vamos lá? Luzes, Câmera, ação!

10. TOP 10 melhores filmes – Bonnie e Clyde: Uma rajada de balas

Começamos nossa lista com um dos maiores clássicos da Nova Hollywood. Esse é um filme cheio de ação e aventura. É também um lindo clássico antigo, mas colorido, com personagens e cenários que dão um ar cheio de charme a história.

bonny e clayde 3759876 5863664
Capa antiga de DVD. Bonnie e Clyde: Uma rajada de balas

Este lindo filme de Arthur Penn é embasado em uma história real. Seu enredo baseia-se no célebre casal de foras da lei dos Estados Unidos pós-Grande Depressão, tendo Warren Beatty, como o charmoso bandido e Faye Dunaway, no papel da mocinha irresistível, que largou a família para fugir com um criminoso conhecido.

Bonnie e Clyde: Uma rajada de balas – a história do filme

Com alguma licença poética, já que a história verdadeira do casal de bandidos não foi tão romântica assim, o filme conta a história de uma moça que conhece um ex-presidiário e juntos iniciam uma carreira no crime.

Posteriormente se unem ao grupo Buck (Gene Hackman), o irmão de Clyde, Blanche (Estelle Parsons) e o mecânico C.W. Moss (Michael J. Pollard). Após cometerem vários roubos, são cercados por policiais. Obrigados a matar para fugir, acabam sendo perseguidos por vários estados.

09. TOP 10 Melhores Filmes – O Sétimo Selo

Este é um filme simplesmente atemporal. Esta é considerada pelos críticos como uma obra prima do cinema mundial. Não é um filme de ação, aventura ou fantasia, mas um profundo questionamento. Indicado especialmente para pessoas que curtem filmes mais filosóficos e profundos.

setimo selo capa 7167552 8480699
Cartaz de divulgação de O Sétimo Selo. Título original em Inglês

Este filme encerra um questionamento que todos vamos fazer ou talvez já fizemos sobre a morte. Ao mesmo traz profundas reflexões sobre o sentido da vida, sobre as nossas ações diárias, porque fazemos o que fazemos.

O Sétimo Selo – a história do filme

Trata-se de uma partida de xadrez entre um cavaleiro templário medieval e a morte. O desafio é simples, se a morte vencer, ela vai levar o cavaleiro, se ela perder, então ele continua vivendo. Ao longo do jogo muitas questões surgem. O filme como um todo é uma metáfora sobre a vida e a morte.

Foi dirigido pelo emblemático diretor Ernest Ingmar Bergman, ganhador do Oscar com os filmes A Fonte da Donzela e Fanny e Alexander. Sem dúvida, o Sétimo Selo é um filme que vale a pena ver!

08. TOP 10 Melhores filmes – Cantando na Chuva

Saímos de uma filme profundo e filosófico para cair de paraquedas em um lindo musical! Com mais de 60 anos de história, o clássico foi produzido em 1952! E até hoje é um dos filmes mais assistidos. É também uma das produções com críticas mais positivas.

Cena clássica de Cantando na Chuva.

Essa é uma dica de filme leve e divertida. Cantando na Chuva é um filme antigo, em preto e branco, perfeito para aquelas pessoas que amam o cinema antigo. Também é perfeito para quem quer assistir um bom clássico de cinema!

Cantando na Chuva – a história do filme

Idealizado por Gene Kelly e Stanley Donen, o filme é um dos musicais mais clássicos de todos os tempos. Sua inspiração veio de  Sinfonia em Paris (An American in Paris, 1951), que havia ganhado o Oscar de melhor filme naquele ano.

A trama centra-se em Don Lockwood (Kelly), uma grande estrela do cinema mudo que precisa se adaptar a chegada do som aos filmes. Em todo o longa há, assim, um conflito evidente entre mundo do som e mundo em silêncio. Muita música e também muito humor!

07. TOP 10 melhores filmes – Psicoce

E aqui vamos nós com mais um filme antigo. Mas, este não é um divertido musical, está bem longe disso! Aliás, você já deve ter visto a clássica cena desse filme ao menos uma vez. Não acredita? Então confere a imagem do filme a seguir!

Cena do chuveiro em Psioce.

Este é um filme de 1960 e é dirigido por Alfred Hichcock. É considerado como um dos melhores filmes desse diretor. Apesar de ser em preto e branco, o filme é repleto de suspense. Quem assiste não se importa com a falta de cor da película. O filme é instigante e prende a atenção do início ao fim.

Psicose – a história do filme

O enredo centra-se na secretária Marion Crane interpretada pela atriz Janet Leigh. A moça acaba roubando 40 mil dólares de seu chefe. Fugindo de sua antiga vida para recomeçar em um lugar tranquilo, é obrigada a parar por uma tempestade. Ela para no Bates Motel. Ali ela encontra Normam Bates, um jovem perturbado que dirige o hotel. O terror e o suspense na vida de Marion estão só começando… Quer saber o final? Assista!

06. TOP 10 melhores filmes – O Exorcista

Se você é um fã do gênero terror, fique tranquilo, não esquecemos de você! Não poderia faltar em nossa lista um bom clássico de arrepiar os cabelos. Esse não é apenas um filme de terror, é um clássico que mudou a percepção das pessoas sobre filmes deste tipo!

a86c328381d82de92e964dc186d34a5c 2382827 8907275
Cartaz do filme o Exorcista. Exibição nos cinemas brasileiros.

Lançado em 1973, o filme foi um dos poucos do gênero terror que conseguiu realmente deixar o público assustado! Além disso, mistérios envolvendo o filme lhe renderam o rótulo de obra “amaldiçoada”. O pavor provocado pelo filme foi tão grande, que o cinema de terror se alterou profundamente desde então, afinal todos queriam imitar o sucesso de O Exorcista.

O Exorcista – história do filme

O filme é inspirado no romance homônimo de William Peter Blatty. Basicamente, a história é sobre uma jovem menina que acaba sendo possuída por um poderoso demônio. A família chama um padre para exorciza-la. É então que toda sorte de coisas aterradoras começam a acontecer com a personagem! O impacto das cenas assustadores e bizarras foi tão grande que as pessoas desmaiavam no cinema ou saiam vomitando. E você, já assistiu?

05. TOP 10 melhores filmes – Tubarão

Esse com certeza você conhece! Se ainda não viu, devia ver. Tubarão foi o percursor de uma série de filmes do gênero que vieram depois dele. Devido a sua importância, não poderia ficar de fora da nossa lista!

f18466a7a69f22d678388adc9e3e4ef6 533x800 3154800 5605620
Cartaz do filme Tubarão. Título Original em inglês.

Esse filme lançado em 1975 marcou a infância e a juventude de muita gente! Dirigido pelo célebre Steven Spielberg, o longa marcou época por ser um ícone do suspense e do terror. A trilha sonora do filme é incrível. Além disso, esse longa inovou na hora de tratar de temas marítimos, inspirando muitas produções posteriores.

Tubarão – a história do filme

Tubarão conta a história de uma pequena ilha chamada como Amity Island. Um lugar turístico que se alimenta do dinheiro deixado pelos visitantes. Então uma menina que nadava no mar é puxada para o fundo das águas por uma criatura mortal. Tudo indica que existe um tubarão nas águas, mas o prefeito local não quer perder os dólares dos turistas e impede que o chefe de polícia fecha as praias. Então o protagonista Quint (Robert Shaw) entra em cena e com sua equipe parte rumo ao oceano para tentar capturar a criatura!

04. TOP 10 melhores filmes – O Silêncio dos Inocentes

Esse filme é simplesmente considerado como o melhor filme de terror já produzido. O longo marcou época, e inspirou todas as demais futuras séries de serial killer tão amadas pelos fãs! Com tanta importância, não poderia deixar de estar na nossa lista.

silence of the lambs 1889123 5345297
Cartaz do Filme o Silêncio dos Inocentes. Idioma original.

O Silêncio dos Inocentes foi lançado em 1991. Este filme com forte teor de terror psicológico teve cenas chocantes que marcaram profundamente os telespectadores da época.

O Silêncio dos Inocentes – a história do filme

O filme conta a história de Clarice Starling (Jodie-Deusa-Foster), uma estagiária do FBI. Ela foi chamada para ajudar com o caso do serial killer apenas conhecido como Buffalo Bill. O sujeito simplesmente é um assassino em série de mulheres, que além de matá-las arranca a pele delas. Como assinatura ele esconde um casulo de mariposa na goela das vítimas. O desafio de Clarice? Entender a mente do assassino e capturá-lo!

03. TOP 10 Melhores filmes – O Império Contra-ataca

Não poderia faltar um clássico espacial na nossa lista! Se você é fã da série Star Wars (Guerra nas Estrelas). Este é o quinto filme da série. O filme de Gorge Lucas feito em 1980 é considerado o melhor filme da saga!

Cartaz de divulgação. O Império Contra-Ataca.

Esse filme é de grande relevância para a Star Wars, reunindo momentos emblemáticos, como a batalha no planeta gelado de Hoth, o treinamento de Luke Skywalker por Yoda e o momento chocante ao final, quando Darth Vader revela que é o pai de Luke.

O Império Contra-Ataca – a história do filme

O filme da continuidade a saga de Star Wars apresentando o treinamento de Luke Skywalker para ser um cavaleiro Jedi pelo mestre Yoda. Ao mesmo tempo Han Solo corteja a Princesa Leia e Darth Vader faz seu retorno para dar combate aqueles que tentam salvar a galáxia.

02 TOP 10 melhores filmes – O Senhor dos Anéis

A série de três filmes baseados na obra magnifica do escritor inglês J. R. R. Tolkien é uma verdadeira super produção, com fotografia e tilha sonoras simplesmente divinas! A série arrecadou US$ 2,9 bilhões e obteve nada mais nada menos que 17 prêmios Oscar.

Cartaz do filme O Senhor dos Anéis. Idioma original.

Todos os três filmes da série conseguiram obter um lugar cativo entre os quinze mais vistos de todos os tempos! 

O Senhor dos Anéis – a história do filme

O filme conta a história da saga do anel. Frodo Bolseiro, um simples hobbit, recebe o anel mágico e amaldiçoado de Sauron, o grande vilão da história. E então, Frodo se une a um grupo bem diversificado, que contém desde elfos a humanos e anões em uma jornada para destruir o Um Anel na Montanha da Perdição. O que começa com uma aventura termina em uma batalha épica no último filme da série.

1 TOP 10 Melhores filmes – O Poderoso Chefão

Esse é de longe um dos maiores clássicos do cinema. E se você não sabe porque, nós vamos te contar! Lançado em 15 de março de 1972, este filme foi dirigido por Francis Ford Coppola e roteirizado em conjunto com Mario Puzo, o mesmo autor do livro que inspirou o filme. O enredo é simplesmente um dos maiores mafiosos de todos os tempos!

d21a0242178f29880882ef47885c3302 3515278 7218805
Cartaz de O Poderoso Chefão. Título Original em inglês.

O elenco do filme conta com Marlon Brando, no papel principal e Al Pacino. Além destas grandes estrelas, outros astros do cinema também estão na trama. O elenco principal conta com Caan (Santino ‘Sonny’ Corleone), Robert Duvall (Tom Hagen), Talia Shire (Connie Corleone Rizi), John Cazale (Fredo Corleone) e Gianni Russo (Carlo Rizzi).

É um time de estrelas é uma produção lindíssima!

O Poderoso Chefão – a história do filme

O Poderoso Chefão conta a história de Dom Corleone, o chefe de uma poderosa família da máfia. Ele apadrinha diversas pessoas concedendo favores, em troca, é claro, de receber favores futuros delas. Com a chegada das drogas, as famílias mafiosas começam a disputar o mercado.

Dom Corleone, contudo, não permite a entrada dos narcóticos na cidade, não oferecendo ajuda política e policial. Sua família passa a ser alvo de atentados. É ai que Al Pacino, um herói da Segunda Guerra que não se envolve nós negócios da família decide retornar e proteger seu pai. Com atuações primorosas, e cenas memoráveis, mais que um filme sobre a máfia, este é um filme sobre família, honra e amor.

E aí curtiu? Aguarde, que em breve voltamos com mais conteúdo interessante para você aqui no Demonstre.com. Até a próxima!

10-filmes-de-comedia-brasileiros-2-7984832

10 Filmes de Comédia Brasileiros

Os filmes brasileiros em si já são muito engraçados, imaginam quando esses filmes são “filmes brasileiros de comédia”, sem dúvidas a diversão é muito maior.

Os “filmes brasileiros de comédia” são filmes produzidos no Brasil, com atores totalmente brasileiros, e os filmes são produzidos nos quatros cantos do país. Esses filmes representam a cultura brasileira de todas as maneiras.

Assim a comédia no Brasil vem desde muitos tempos antigos, como no tempo dos filmes do Mazzaropi, e desde esses tempos só tem melhorado anos após anos. Então pensando em mostrar a cultura brasileira o demonstre trouxe 10 “filmes brasileiros de comédia”, com suas características baseado no site adoro cinema.

Filmes de Comédia Brasileiros

Os filmes de comédia são de uma grande quantidade de risos, e quando são “filmes de comédias brasileiros”, ainda são mais engraçados, contando com ótimos personagens brasileiros.

Projeto sem título 4 5

Os filmes brasileiros são de diferentes gêneros, mais os que mais conseguem chamar a atenção dos telespectadores são os de comédia, pois os produtores brasileiras são especialista nesse gênero.

Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral – Filmes de Comédia Brasileiros

Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral é um filme de comédia brasileiro e a sequência de Cine Holliúdy (2013) com lançamento previsto para 21 de março de 2019, dirigido por Halder Gomes.

16681879 679497108880641 5303253074654742634 n 300x200 5876127 9394075

Pacatuba, interior do Ceará, 1980. A popularização da TV obriga Francisgleydisson (Edmilson Filho) a fechar seu adorado Cine Holliúdy e ir morar na casa da sogra, ao lado da esposa Maria das Graças (Miriam Freeland) e do filho Francin (Ariclenes Barroso). Após passar por uma experiência alienígena, na qual um amigo foi abduzido, ele tem a ideia de rodar um longa-metragem de ficção científica onde Lampião enfrenta os seres extra-terrestres. Para tanto, consegue o apoio do prefeito Olegário (Roberto Bomtempo) e de sua esposa Justina (Samantha Schmütz), candidata às próximas eleições.

Ficha técnica Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral

Distribuidor DOWNTOWN FILMES Ano de produção 2017 Tipo de filme longa-metragem Curiosidades 1 curiosidade

Curiosidades Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral

Festival do Rio Selecionado para a mostra Première Brasil: Hors Concours da 20ª edição do Festival do Rio.

Razões para ver o Filme Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral

  1. O filme é muito engraçado.
  2. É um filme nordestino.

Trailer do Filme Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

Minha Vida em Marte – Filmes de Comédia Brasileiros

Minha Vida em Marte é a continuação do filme brasileiro de comédia Os Homens São de Marte… e É pra lá que Eu Vou. É dirigido por Susana Garcia e estrelado por Mônica Martelli e Paulo Gustavo.

maxresdefault 3 300x169 3892710 3277739

Fernanda (Monica Martelli) está casada com Tom (Marcos Palmeira), com quem tem uma filha de cinco anos, Joana (Marianna Santos). O casal está em meio ao desgaste causado pelo convívio por muitos anos, o que gera atritos constantes. Quem a ajuda a superar a crise é seu sócio Aníbal (Paulo Gustavo), parceiro inseparável durante a árdua jornada entre salvar o casamento ou pôr fim a ele.

Ficha técnica Minha Vida em Marte

Distribuidor DOWNTOWN FILMES Ano de produção 2017 Tipo de filme longa-metragem Curiosidades 1 curiosidade Bilheteria no Brasil 5 337 119 entradas

Curiosidades Minha Vida em Marte

Continuação Sequência do filme Os Homens São de Marte… E É Pra Lá Que Eu Vou (2014).

Razões para ver o Filme Minha Vida em Marte

  1. O filme tem um bom enredo.
  2. O filme tem muitas loucuras.

Trailer do Filme Minha Vida em Marte:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

Meu passado me condena – Filmes de Comédia Brasileiros

Meu Passado Me Condena – O Filme é um filme de comédia brasileiro de 2013, baseado na série de homônima.

Alejandro Claveaux e Juliana Didone Credito Lucas Melo 300x200 8421300 8943715

Quando Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello) se encontram, é amor à primeira vista. Eles se casam um mês depois de se conhecerem e decidem viajar à Europa em um cruzeiro em lua de mel. Só que, durante a viagem, eles encontram seus antigos namorados, Beto (Alejandro Claveaux) e Laura (Juliana Didone), que hoje estão juntos e também passam sua lua de mel.

Ficha técnica Meu passado me condena

Distribuidor PARIS FILMES Ano de produção 2013 Tipo de filme longa-metragem Curiosidades 4 curiosidades Bilheteria no Brasil 3 159 084 entradas

Curiosidades Meu passado me condena

Da televisão ao cinema Meu Passado Me Condena é a adaptação da série de televisão de mesmo nome, escrita por Tati Bernardi. A trama do filme é a mesma da série: Fábio Porchat e Mía Mello formam um casal que acaba de se casar, um mês depois de se conhecer.

Estreante Estreia da diretora Julia Rezende no cinema.

Antes das filmagens A produtora Mariza Leão e a diretora Julia Rezende, mãe e filha na vida real, embarcaram em um cruzeiro de três dias no navio Costa Favolosa, onde as filmagens ocorreriam. A intenção de ambas era fazer a marcação das cenas que seriam gravadas e perceber como os tripulantes poderiam interagir com o elenco.

Pela primeira vez É o primeiro filme brasileiro rodado inteiramente dentro de um cruzeiro real. O navio partiu do Rio de Janeiro e esteve também em Ilhéus, Salvador, Recife, Maceió, Fortaleza, Casablanca (Marrocos) e Savona (Itália).

Razões para ver o Filme Meu passado me condena

  1. O filme é baseado numa série de mesmo nome exibida no canal por assinatura Multishow, que foi criada e dirigida por Júlia e pela roteirista Tati Bernardi.

Trailer do Filme Meu passado me condena:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

O Shaolin Do Sertão – Filmes Brasileiros de Comédia

É um filme brasileiro de 2016 dirigido por Halder Gomes e escrito por L.G. Bayão. Edmilson Filho é o protagonista do filme no papel de Aluísio Li um homem que sonha em ser um grande lutador

o shaolin do sertao edmilson filho 31 300x200 1570648 8727644

Durante a década de 80, lutadores de vale-tudo passam por dificuldades devido à falta de lutas profissionais. A fim de manter a paixão pela luta, eles desafiam os valentões no interior do Ceará que aceitam participar da competição criada. É assim que Aluiso Li (Edmilson Filho) vê a sua chance de ouro para realizar o sonho de se tornar um verdadeiro mestre das lutas como os heróis de seus filmes favoritos.

Ficha técnica O Shaolin Do Sertão

Ano de produção 2016 Tipo de filme longa-metragem Curiosidades – Bilheteria no Brasil 611 653 entradas Orçamento R$ 4.000.000 (estimado) Idiomas Português

Curiosidades O Shaolin Do Sertão

O filme foi gravado no sertão cearense.

Razões para ver o Filme O Shaolin Do Sertão

  1. É um filme muito engraçado.
  2. Os personagens são divertidos.
  3. As lutas são muito divertidas.

Trailer do Filme O Shaolin Do Sertão:

Veja o trailer oficial do filme que está no youtube.

Bingo: O rei das Manhãs – Filmes Brasileiros de Comédia

Um filme de comédia dramática brasileiro de 2017 produzido por Gullane Filmes e distribuído por Warner Bros. Pictures. O roteiro, cuja inspiração consiste no período da vida de Arlindo Barreto, um dos atores que interpretara Bozo na televisão, é de Luiz Bolognesi.

bingo 001 300x169 5129514 1146946

Cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa matinal homônimo exibido pelo SBT durante a década de 1980. Barreto alcançou a fama graças ao personagem, apesar de jamais ser reconhecido pelas pessoas por sempre estar fantasiado. Esta frustração o levou a se envolver com drogas, chegando a utilizar cocaína e crack nos bastidores do programa.

Ficha técnica Bingo: O rei das Manhãs

Distribuidor WARNER BROS. Ano de produção 2017 Tipo de filme longa-metragem Curiosidades 6 curiosidades Bilheteria no Brasil 238 498 entradas

Curiosidades Bingo: O rei das Manhãs

Primeira vez Estreia de Daniel Rezende como diretor.

Mudança de protagonista Inicialmente seria Wagner Moura o intérprete de Arlindo Barreto, mas ele teve que desistir do projeto devido à agenda de divulgação da série Narcos.

O Bozo nas telonas Filme inspirado no Bozo, personagem que foi criado por Alan Livingston em 1946 e que ganhou popularidade no Brasi após ser exibido em um programa pela emissora SBT.

Vida nas drogas Arlindo Barreto, ex-Bozo, revelou que era viciado em cocaína e que a droga o matinha motivado a trabalhar por tantas horas seguidas.

Direitos autorais O nome Bozo não foi utilizado no filme devido a questões de direitos autorais.

Para assumir o papel Vladimir Brichta perdeu oito quilos para fazer o personagem e também fez aula de circo.

Razões para ver o Filme Bingo: O rei das Manhãs

  1. O filme mostra um palhaço muito engraçado.
  2. foi produzido no Brasil.

Trailer do Filme Bingo: O rei das Manhãs:

Veja agora o trailer oficial do filme que está no youtube.

O Auto da Compadecida – Filmes Brasileiros de Comédia Antigos

Um filme brasileiro de comédia dramática lançado em 2000. Dirigido por Guel Arraes e com roteiro de Adriana Falcão e João Falcão, o filme é baseado na peça teatral “Auto da Compadecida” de 1955 de Ariano Suassuna, com elementos de O Santo e a Porca e Torturas de um Coração, ambas do mesmo autor, e influências do clássico de Giovanni Boccaccio Decameron.

auto da compadecida 1 300x194 9446142 4276121

As aventuras dos nordestinos João Grilo (Matheus Natchergaele), um sertanejo pobre e mentiroso, e Chicó (Selton Mello), o mais covarde dos homens. Ambos lutam pelo pão de cada dia e atravessam por vários episódios enganando a todos do pequeno vilarejo de Taperoá, no sertão da Paraíba. A salvação da dupla acontece com a aparição da Nossa Senhora (Fernanda Montenegro). Adaptação da obra de Ariano Suassuna.

Ficha técnica O Auto da Compadecida

Distribuidor Columbia Pictures do Brasil Ano de produção 2000 Tipo de filme longa-metragem Curiosidades 6 curiosidades Orçamento – Idiomas Português

Curiosidades O Auto da Compadecida

Série de TV O Auto da Compadecida foi inicialmente produzida como uma minissérie de 4 capítulos, exibida na Rede Globo de Televisão em janeiro de 1998. Devido ao grande sucesso obtido, o diretor Guel Arraes e a Globo Filmes resolveram preparar uma versão para o cinema, que contém 100 minutos a menos que o tempo total da minissérie. Estreia na produção Trata-se do primeiro filme feito inteiramente pela Globo Filmes, desde a idéia até seu desenvolvimento.

Filmando no sertão O Auto da Compadecida foi filmado em Cabaceiras, no sertão da Paraíba, uma cidade próxima a Taperoá, cidade em que as aventuras de João Grilo e Chicó são retratadas na peça teatral de Ariano Suassuna.

Sucesso nas bilheterias Apesar de já ter sido exibida gratuitamente na televisão, a versão para o cinema de O Auto da Compadecida foi um grande sucesso, tendo levado aos cinemas mais de 2 milhões de espectadores.

Razões para ver o Filme O Auto da Compadecida

  1. Está no Ranking dos Melhores Filmes Nacionais.
  2. Ganhou vários prêmios.
  3. É muito engraçado.

Trailer do Filme O Auto da Compadecida:

Veja agora o trailer oficial do filme que está no youtube.

A Banda das Velhas Virgens – Filmes Brasileiros de Comédia Antigos

A Banda das Velhas Virgens, datado de 1979, é o trigésimo-primeiro filme de Mazzaropi, um ícone do cinema brasileiro.

hqdefault 7429760 2222461 3131849

O caboclo Gostoso é o maestro de uma banda feminina formada unicamente por mulheres idosas e beatas. Orgulho da pequena cidade, a banda é mantida pelos donativos recolhidos pela igreja. Os filhos de Gostoso se envolvem com os do patrão e ele resolve sair da fazenda para evitar perseguições a eles. Gostoso recomeça a vida na cidade, vasculhando o “lixão”, e se transforma no principal suspeito de um roubo após sua mulher encontrar um pequeno saco com jóias.

Ficha técnica A Banda das Velhas Virgens

Ano de Produção: 1979

Gênero: Comédia

Duração: 100 minutos

Curiosidades A Banda das Velhas Virgens

Não se conhece curiosidades sobre o filme.

Razões para ver o Filme A Banda das Velhas Virgens

  1. Você vai se divertir muito.

Trailer do Filme A Banda das Velhas Virgens:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

Saneamento Básico, o Filme – Filmes Brasileiros de Comédia Antigos

Saneamento Básico, o Filme é um filme brasileiro de 2007 do gênero comédia, dirigido e escrito por Jorge Furtado, produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre e distribuído pela Columbia Pictures do Brasil.

lazaro1 300x176 3950646 2599483

Os moradores de Linha Cristal, uma pequena vila de descendentes de colonos italianos localizada na serra gaúcha, reúnem-se para tomar providências a respeito da construção de uma fossa para o tratamento do esgoto. Eles elegem uma comissão, que é responsável por fazer o pedido junto à sub-prefeitura. A secretária da prefeitura reconhece a necessidade da obra, mas informa que não terá verba para realizá-la até o final do ano. Entretanto, a prefeitura dispõe de quase R$ 10 mil para a produção de um vídeo. Este dinheiro foi dado pelo governo federal e, se não for usado, será devolvido em breve. Surge então a idéia de usar a quantia para realizar a obra e rodar um vídeo sobre a própria obra, que teria o apoio da prefeitura. Porém a retirada da quantia depende da apresentação de um roteiro e de um projeto do vídeo, além de haver a exigência que ele seja de ficção. Desta forma os moradores se reúnem para elaborar um filme, que seria estrelado por um mostro que vive nas obras de construção de uma fossa.

Ficha técnica Saneamento Básico, o Filme

Distribuidor SONY PICTURES Ano de produção 2007 Tipo de filme longa-metragem Curiosidades 3 curiosidades Bilheteria no Brasil 133 233 entradas

Curiosidades Saneamento Básico, o Filme

Luz, câmera, ação! A cidade de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, serviu de locação para o filme.

As filmagens ocorreram entre 11 de julho a 13 de agosto de 2006.

Parcerias brasileiras Este é o 3º filme em que o diretor Jorge Furtado e o ator Lazaro Ramos trabalham juntos. Os anteriores foram O Homem que Copiava (2003) e Meu Tio Matou um Cara (2005).

Razões para ver o Filme Saneamento Básico, o Filme

  1. O filme é “uma diversão leve e pode ser visto como uma comédia ingênua” e que “o destaque é o elenco.
  2. O filme é “engraçado como poucos títulos brasileiros recentes.

Trailer do Filme Saneamento Básico, o Filme:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

O jeca Macumbeiro – Filmes Brasileiros de Comédia Antigos

O Jeca Macumbeiro é um filme de comédia brasileiro de 1974, dirigido por Pio Zamuner e estrelado por Mazzaropi.

Mazzaropi Amácio

Pirola (Mazzaropi) é um pobre caboclo que vive na fazenda do patrão, coronel Januário (Jofre Soares), morando num casebre com o filho Zé (José Mauro Ferreira). Um dia Pirola recebe surpreso a visita de um velhinho amigo, que, sentindo-se na hora da morte leva-lhe de presente um saco cheio de dinheiro. Ingênuo e transtornado, Pirola não sabe o que fazer e acaba confiando a fortuna ao patrão. Januário, que secretamente está às portas da falência, finge ser um pai de santo para tentar apropriar-se do dinheiro do pobre Pirola.

Ficha técnica O jeca Macumbeiro

Tipo de filme longa-metragem Curiosidades 3 curiosidades Orçamento – Idiomas Português Formato de produção 35 mm

Curiosidades O jeca Macumbeiro

Locação O filme foi produzido na Fazenda Santa em Taubaté, interior de São Paulo.

Trilha sonora “Luar do Sertão”, de Catulo da Paixão Cearense, interpretada por Mazzaropi “Tocando a boiada”, de Mazzaropi, interpretada por Miltinho e Messias “Lavadeiras do amor”, de Hector Lagna Fietta e Carlos Cesar

Sucesso de bilheteria Renda de Cr$ 18.578.277,84. Espectadores: 3.021.248. Figura em 1º lugar na lista de “As 10 maiores rendas de filmes nacionais em 1975”.

Razões para ver o Filme O jeca Macumbeiro

  1. O filme é muito engraçado.
  2. O filme é em preto e branco.

Trailer do Filme O jeca Macumbeiro:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

FIM

Hoje mostramos uma lista recheada de Filmes de Comédia Brasileiros, onde mostra algumas características que diferencia o filme de outros. Se você curti nossos textos, ajude-nos compartilhando em sua rede social, para que possamos continuar com nosso trabalho.

johnny-weissmuller-melhores-filmes-2-3970020

Johnny Weissmuller – Melhores filmes

Johnny Weissmuller, nosso imortal Tarzan, foi realmente a lenda que marcou a infância de muita gente nascida após 1934. O inesquecível grito do homem macaco, foi repetido por muitos garotos, os quais faziam questão de segurar em uma corda, e tentar atravessar de um lado para outro em árvores.

Johnny Weissmuller – Melhores filmes

O astro fez uma diversidade de filmes, só encerrando a carreira quando finalmente, não havia mais resistência ou aparência física, que pudesse manter seu papel. No entanto, ficou imortalizado na memória de muitas pessoas, as quais assistiram Tarzan, Jane e Cheeta, com suas aventuras na selva.

tarzan 2529825 9053794

Quem foi Johnny Weissmuller

Johnny Weissmuller, ou János Weibmuller, nasceu em 2 de junho de 1904, em Freidorf, Austria-Hungria (hoje Timisoara, Romênia). O mesmo, foi um atleta e ator norte-americano, famoso por interpretar Tarzan, o personagem de ficção criado pelo escritor estadunidense, Edgar Rice Burroughs.

Era filho de uma família de etnia alemã. Sua família, emigrou para os Estados Unidos ,quando Johnny tinha apenas sete meses de idade.

Antes de entrar para o cinema, Weissmuller teve uma carreira, excepcional como esportista. Ele conquistou cinco medalhas de ouro, nos Jogos Olímpicos de 1924 e 1928. Estabeleceu 67 recordes mundiais de natação, e ganhou 52 campeonatos nacionais, sendo considerado, um dos melhores nadadores de todos os tempos.

Nosso Tarzan

Em 1934 imortalizou no cinema, com a famosa personagem Tarzan. O cinema transformou Tarzan, já conhecido através dos romances de Edgar Rice Burroughs, em mito universal. Weissmuller fez doze filmes como o homem macaco, celebrizando o famoso e estilizado, grito da personagem.

Cheeta 2027968 6163534

Depois de Tarzan, ele interpretou com sucesso a personagem Jim das Selvas, na série do mesmo nome, feita para a Columbia entre 1948 e 1955. Foram dezesseis filmes ao todo, com duração média, de setenta minutos cada. Em 1955, a série transferiu-se para a TV, tendo sido feitos, vinte e seis episódios de meia hora cada.

Já envelhecido e obeso, Weissmuller tentava dar vida, a uma personagem atlética e aventureira, calcada na legendária figura de Tarzan. Esse final melancólico marcou sua despedida das câmaras, tendo retornado apenas em pequenos papéis. Isso ocorreu em dois filmes, na década de 1970.

No final dos anos 1950, Weissmuller mudou-se para Chicago, onde fundou uma empresa de piscinas. Seguiram-se outros empreendimentos, a maioria envolvendo Tarzan ou a natação de uma forma ou de outra, mas sem grandes resultados.

Fim de carreira e morte

Aposentou-se em 1965. Em 1966, juntou-se aos ex-Tarzans Jock Mahoney e James Pierce para a campanha publicitária, do lançamento da série de TV Tarzan, estrelada por Ron Ely. Em 1967 sua imagem foi imortalizada, exposta na capa do LP Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles.

se 300x169 3782266 2870654

Morreu vítima de um edema pulmonar em Acapulco, no México, onde vivia com a sexta esposa, havia sete anos para se recuperar de uma trombose. Encontra-se sepultado no Panteão Vale da Luz, Acapulco no México.

Johnny Weissmuller – Melhores filmes

Confira abaixo, alguns dos grandes sucessos de Tarzan, e é claro, apesar da sonorização e filmagens serem ainda antigas, percebe-se como esse filme é divertido.

Tarzan, o Homem Macaco (1932) -Johnny Weissmuller

Curiosamente, foi nesse filme, que o grito de Tarzan surgiu pela primeira vez, criado por Douglas Shearer, que utilizou efeitos especiais, incluindo um iodelei austríaco invertido, em velocidade acelerada. Weissmuller sempre declarou que ele havia criado a marca registrada em uma competição de iodelei que vencera quando era um garoto.

macaco 219x300 8264532 9587098

Sinopse do filme com Johnny Weissmuller :

James Parker e Harry Holt estão em uma expedição na África em busca dos grandes cemitérios de elefantes para conseguir marfim suficiente para torná-los ricos. A bela e jovem filha de Parker, Jane, chega inesperadamente para se juntar a eles.

Harry fica atraído por ela e faz o que pode para ajudar a protegê-la de todos os perigos que eles experimentam na selva, mas não consegue impedir que Jane seja raptada pelo misterioso guardião da selva, Tarzan (Johnny Weissmuller), e seus amigos macacos.

Curiosidades:

  • Tarzan the Ape Man foi o primeiro filme de Tarzan estrelando Weissmuller e O’Sullivan, e também a primeira aparição de Cheeta, o chimpanzé, interpretada por Jiggs. A personagem Cheeta foi criada para o filme, e não fazia parte do romance original de Burroughs.
  • O filme de 1932 foi o primeiro de uma longa série de filmes de Tarzan, estrelando inicialmente Weissmuller e posteriormente outros atores.
  •  Mais tarde, imitava o famoso grito tão bem que as pessoas assumiam que era ele que fazia o grito nos filmes.

Ficha técnica

Título: Tarzan, o Filho das Selvas/Tarzan, o Homem Macaco
Título Original: Tarzan the Ape Man
Ano: 1932
Direção: W.S. Van Dyke
Roteiro: Edgar Rice Burroughs, Cyril Hume, Ivor Novello
Gênero: Ação/Aventura/Romance
Nacionalidade: Estados Unidos

Elenco do filme : Tarzan, o homem macaco

Johnny Weissmuller

Tarzan

Neil Hamilton

Harry Holt

Maureen O’Sullivan

Jane Parker

C. Aubrey Smith

James Parker

Doris Lloyd

Sra. Cutten

Forrester Harvey

Beamish

Ivory Williams

Riano

Por qual motivo devo assistir o filme: Tarzan, o homem macaco

O autor possivelmente pensou em como seria, caso um ser humano fosse adotado por macacos… é super interessante, vale a pena assistir.

Tarzan e Sua Companheira (1934)-Johnny Weissmuller

Em 2003, esse filme foi escolhido para preservação pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos da América.

tarzan e sua co 209x300 9582150 3200517

Sinopse do filme com Johnny Weissmuller :

Na primeira sequencia de Tarzan, o Homem Macaco, Harry Holt retorna para a África para liderar uma grande expedição de marfim. Desta vez, ele traz seu amigo mulherengo Marlin Arlington. Holt também pretende convencer Jane a voltar para Londres.

Quando Holt e Arlington mostram para Jane algumas das roupas modernas e perfumes que trouxeram da civilização, ela fica impressionada, mas não o suficiente para voltar. Tarzan fica preocupado com Jane, mas quando ele se nega a levar os exploradores ao cemitério dos elefantes, ele é quem leva uma bala da arma de Arlington.

Curiosidades:

  • McKay. Produção da MGM baseada no personagem e nas histórias criadas pelo escritor Edgar Rice Burroughs, é o segundo filme estrelado pelo ator Johnny Weissmuller.
  • Em 2003 o filme foi escolhido para preservação pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos da América.
  • Há uma cena em que Jane pula nua na água, que fora cortada no lançamento mas que foi restaurada em 1986 pela Turner Entertainment para exibição em vídeo. Não foi Maureen O’Sullivan que aparece na cena mas a dublê Josephine McKim, nadadora que competiu nas Olimpíadas de 1928 juntamente com Johnny Weissmuller.
  • O primeiro rinoceronte que luta com Tarzan é Mary, que veio do Zoológico de Tierpark Hagenbeck na Alemanha. Weismuller fez a cena ele mesmo.

Ficha técnica

Título: Tarzan e Sua Companheira
Título Original: Tarzan and His Mate
Ano: 1934
Direção: Cedric Gibbons, Jack Conway, James C. McKay
Roteiro: Bud Barsky, Edgar Rice Burroughs, Leon Gordon, Howard Emmett Rogers, James Kevin McGuinness
Gênero: Ação/Aventura
Nacionalidade: Estados Unidos

Elenco do filme com  Johnny Weissmuller :

Johnny Weissmuller

Tarzan

Maureen O’Sullivan

Jane Parker

Neil Hamilton

Harry Holt

Paul Cavanagh

Martin Arlington

Nathan Curry

Saidi

Forrester Harvey

Beamish

Por qual motivo devo assistir o filme:Tarzan e Sua Companheira

Nesse filme, você irá conhecer Jane, a fiel companheira de Tarzan, em aventuras incríveis, assista!

A Fuga de Tarzan (1936)-Johnny Weissmuller

Esse foi o último filme de John Buckler, que interpretou o Capitão Fry. Ele morreu em um acidente de carro com seu pai, Hugh Buckler (também ator), em 30 de outubro de 1936, uma semana após a realização do filme

a fuga de tarzan 1936 johnny weissmuller D NQ NP 607825 MLB25519321040 042017 F 202x300 3526630 9849143

Sinopse do filme com Johnny Weissmuller :

Dois primos de Jane, chegam à África para tentar convencê-la a retornar com eles. Junto a eles está um caçador, o Capitão Fry (John Buckler). Jane convence Tarzan a deixá-la partir por algum tempo, mas o Capitão Fry, secretamente, tem planos de capturá-lo e levá-lo à exibição pública.

Curiosidades:

  • Foi o terceiro filme da série realizada pela MGM, com Johnny Weissmuller no papel do “Rei dos Macacos”.
  • Uma cena, que levou uma semana para ser feita, apresentando uma luta entre Tarzan e morcegos vampiros, foi cortada após um teste de audiência, por ter sido considerada muito intensa. O primeiro director, James C. McKay, filmou muitas dessas cenas consideradas, na época, “repulsivas”, mas quando foi substituído por John Farrow, em 1936, grande parte das cenas foi refeita. Richard Thorpe, finalmente, recebeu os créditos finais como diretor do filme.

Ficha técnica

Título: A Fuga de Tarzan
Título Original: Tarzan Escapes
Ano: 1936
Direção: Richard Thorpe
Roteiro: Cyril Hume, Edgar Rice Burroughs, Jack Cummings
Gênero: Ação/Aventura
Nacionalidade: Estados Unidos

Elenco do filme

Johnny Weissmuller

Tarzan

Maureen O’Sullivan

Jane

John Buckler

Capitão Fry

Benita Hume

Rita

William Henry

Eric

Herbert Mundin

Rawlins

E.E. Clive

Masters

Darby Jones

Bomba

Por qual motivo devo assistir o filme: A fuga de Tarzan

Não era por ser forte e estrategista que Tarzan também não passasse seus aperto! E como passava! Quer conferir assistindo o filme?

O Filho de Tarzan (1939)-Johnny Weissmuller

Tarzan e Jane tiveram que “adotar” um filho, pois o código da época não permitiu que eles tivessem uma criança natural (como o personagem Korak, nos livros de Burroughs), uma vez que não eram “legalmente” casados.

o filho de tarzan 191x300 7936087 6996264

Sinopse do filme com Johnny Weissmuller : O filho de Tarzan

Um avião que ia para a Cidade do Cabo levando uma família de aristocratas ingleses, cai na selva. O único sobrevivente da queda é um bebê, que é salvo dos predadores por Cheetah e outros chimpanzés.

Cheeta leva o bebê para Tarzan e Jane, que logo descobrem o que aconteceu com seus pais. O casal adota o bebê, com Tarzan dando-lhe o nome de “Boy” (menino). Cinco anos depois, os parentes da criança vão à selva para investigar a queda do avião. Só com as provas das mortes do casal os parentes conseguirão receber a fortuna deixada, bloqueada nos bancos por 20 anos

Curiosidades:

  • Originalmente, o filme foi chamado Tarzan in Exile. Como se tratava de uma história onde o casal das selvas adotava uma criança, o nome foi trocado para “Tarzan Finds a Son”.
  • Esse era para ser o último filme de Maureen O’Sullivan como Jane, havendo a previsão de cena da morte da personagem. O’Sullivan estava doente e cansada de seu papel. A reação prévia da cena de morte, porém, foi bastante negativa, e no último momento houve a mudança e Jane sobrevive a um ferimento de lança.
  • No filme, Boy é o herdeiro da fortuna dos Greystoke. No livro de Burroughs, Tarzan é que era o Lord Greystoke.
  • Foi o quarto filme da série Tarzan da MGM com o ator Johnny Weissmuller. As cenas subaquáticas foram realizadas na Flórida.

Ficha técnica

Título: O Filho de Tarzan
Título Original: Tarzan Finds A Son
Ano: 1939
Direção: Richard Thorpe
Roteiro: Edgar Rice Burroughs, Cyril Hume
Gênero: Aventura/Ação/Família
Nacionalidade: Estados Unidos

Elenco do filme com  Johnny Weissmuller :

Johnny Weissmuller

Tarzan

Johnny Sheffield

Boy

Maureen O’Sullivan

Jane

Ian Hunter

Mr. Lancing

Henry Stephenson

Sir Thomas Lancing

Frieda Inescort

Mrs. Lancing

Henry Wilcoxon

Mr. Sande

Laraine Day

Mrs. Richard Lancing

Morton Lowry

Mr. Richard Lancing

Por qual motivo devo assistir o filme: O filho de Tarzan

Para a família ficar completa, nada melhor que a chegada do filho de Tarzan, embora com tantos problemas envolvidos, é  uma emoção que você precisa assistir.

Tarzan Contra o Mundo (1942)-Johnny Weissmuller

Para o Hollywood Reporter, o filme é o “o mais adulto da série de Tarzan”. Para Leonard Maltin, “um lançamento divertido. O primeiro encontro de Tarzan com encanamentos é memorável”.

tarzan de terno 217x300 6887288 9515565

Sinopse do filme com Johnny Weissmuller :

O filho de Tarzan, é raptado por Buck Rand, que o deseja para seu circo em Nova Iorque. Tarzan e Jane (e Chita!) seguem para lá, na tentativa de libertá-lo.

Durante um julgamento sobre a custódia do menino, Tarzan torna-se violento e é preso. Ele escapa e foge da polícia saltando da Ponte do Brooklyn no East River e sai em busca do circo aonde está seu filho.

Curiosidades:

  • Este é o último filme de Tarzan produzido pela MGM. O título original, Tarzan Against the World, foi substituído às vésperas da estreia pelo produtor Frederick Stephani.
  • Stephani também teve de acalmar Maureen O’Sullivan que, desde Tarzan Escapes, sentia-se tão marcada pelo papel de Jane que temia pelos danos que isso traria para sua carreira. Então, ele lhe deu o ambiente sofisticado de uma metrópole – Nova Iorque — e um guarda-roupas da moda.
  • Sem novos direitos sobre quaisquer obras de Edgar Rice Burroughs, a MGM encerrou sua associação com o herói. Ademais, a Segunda Guerra trouxe uma enorme retração do mercado externo, responsável pela metade dos lucros de Tarzan.
  • A despeito disso, a MGM tentou segurar Weissmuller, mas sem sucesso. Sol Lesser estava à espreita desde 1938 e levou-o para a RKO, onde teria início um novo ciclo das aventuras do Homem Macaco.
  • Para o Hollywood Reporter, o filme é o “o mais adulto da série de Tarzan”. Para Leonard Maltin, “um lançamento divertido. O primeiro encontro de Tarzan com encanamentos é memorável”.
  • Este foi o primeiro filme liberado para ser exibido aos militares que estavam no exterior. Uma cópia de 16mm foi enviada à Islândia e exibida no dia 10 de maio de 1942.

Ficha técnica

Título: Tarzan Contra o Mundo
Título Original: Tarzan’s New York Adventure
Ano: 1942
Direção: Richard Thorpe
Roteiro: Myles Connolly, William R. Lipman, Myles Connolly, Edgar Rice Burroughs, Gordon Kahn
Gênero: Ação/Aventura
Nacionalidade: Estados Unidos

Elenco do filme

Johnny Weissmuller

Tarzan

Maureen O’Sullivan

Jane

Johnny Sheffield

Boy

Virginia Grey

Connie Beach

Charles Bickford

Buck Rand

Paul Kelly

Jimmie Shields

Chill Wills

Manchester Montford

Cy Kendall

Coronel Ralph Sergeant

Russell Hicks

Judge Abbotson

Howard C. Hickman

Blake Norton

Charles Lane

Gould Beaton

Miles Mander

Por qual motivo devo assistir o filme: Tarzan contra o mundo

Esse filme mostra, como é possível até mesmo um herói, ter seus momentos de angústia e descontentamento. No entanto, herói que se prese, nunca permanece muito tempo preso ao sofrimento, mas, triunfa lindamente! Assista o filme e veja!

Tarzan, O Vingador (1943)-Johnny Weissmuller

Segundo a Variety, este primeiro filme de Tarzan na RKO, “não é melhor que os dois ou três primeiros da MGM, mas é superior aos últimos da série… uma ilustração gráfica do que uma produção cuidadosa pode fazer com poucos recursos.”

vingar 300x240 5312581 1758449

Sinopse do filme com Johnny Weissmuller :

Zandra, a princesa da cidade perdida de Pallandria, pede a ajuda de Tarzan. Seu reino foi invadido pelos nazistas, que desejam escravizar seu povo e apoderar-se de suas reservas de estanho e petróleo. A princípio, Tarzan mostra-se reticente, mas muda de ideia quando seu filho Boy é capturado. Agora “Tarzan faz guerra!”

Curiosidades:

  • Este é o primeiro filme de Tarzan na RKO, os outros 6 anteriores foram produzidos pela MGM.
  • O Departamento de Estado Norte Americano acreditava que o herói seria um bom divulgador da ideia de que a democracia somente venceria o conflito se estivesse exalando vitalidade, e não complacentemente deitada em berço esplêndido em algum canto do mundo.
  • Maureen O’Sullivan, a Jane das seis películas produzidas pela MGM, já estava cansada do papel e não quis assinar com Sol Lesser, o produtor responsável pela continuação da série. Por isso, Tarzan Triumphs não traz Jane, que está na Inglaterra, visitando parentes.
  • Embora tenha perdido a presença de Jane Tarzan, O Vencedor traz a forte presença de Zandra, a princesa do reino perdido de Palandrya. Zandra é interpretada por Frances Gifford, a icônica Nyoka do clássico seriado Jungle Girl (1941). Nyoka é a versão feminina de Tarzan.
  • A Film Daily assinala o fato positivo de que “mais ação do que o usual distingue a parte final do filme.” Segundo o Hollywood Reporter, “o roteiro e a excelente direção de Wilhelm Thiele combinam cenas plausíveis em quantidade suficiente para contrabalançar os mais extravagantes voos de fantasia.”
  • A crítica moderna também aprova o filme. Segundo Leonard Maltin, trata-se de “propaganda de guerra, com um incompatível Tarzan, mas ainda assim um divertido e enérgico filme B”.[3] Tanto ele quanto Hal Erickson, do site AllMovie, assinalam que é imperdível a sequência em que os nazistas confundem Chita com Hitler.

Ficha técnica

Título: Tarzan, O Vingador/Tarzan, O Vencedor
Título Original: Tarzan Triumphs
Ano: 1943
Direção: Wilhelm Thiele
Roteiro: Roy Chanslor, Carroll Young, Carroll Young, Edgar Rice Burroughs
Gênero: Aventura/Ação/Guerra
Nacionalidade: Estados Unidos

Elenco do filme

Johnny Weissmuller

Tarzan

Johnny Sheffield

Boy

Frances Gifford

Zandra

Stanley Ridges

Col. Von Reichart

Sig Ruman

Sargento

Philip Van Zandt

Capt. Bausch

Rex Williams

Lt. Reinhardt Schmidt

Pedro de Cordoba

Oman

Por qual motivo devo assistir o filme: Tarzan, o vingador

Brincar com a seriedade do trabalho de Tarzan seria colocar a cabeça em risco, portanto, quem o afrontar, pagará caro por haver lhe tirado a paz e invadido o que lhe pertence! Assista logo, para matar a curiosidade!

Tarzan e o Terror do Deserto (1943)-Johnny Weissmuller

terror 300x202 1633199 6771942

Sinopse do filme com Johnny Weissmuller

Uma carta de Jane, que está cuidando de tropas britânicas, pede a ajuda de Tarzan na obtenção de um soro para malária que precisa ser extraído de plantas selvagens. Tarzan e seu filho vão através do deserto à procura das plantas.

Chegando a cidade de Bir Herari eles conhecem Paul Hendrix, um nazista disfarçado, que acusa Tarzan de roubo de cavalos. Tarzan e seu filho são obrigados a fugir e encararem os perigos do deserto.

Ficha técnica

Título: Tarzan e o Terror do Deserto
Título Original: Tarzan’s Desert Mystery
Ano: 1943
Direção: Wilhelm Thiele
Roteiro: Edgar Rice Burroughs, Carroll Young, Edward T. Lowe Jr.
Gênero: Ação/Aventura/Ficção Científica
Nacionalidade: Estados Unidos

Elenco do filme

Johnny Weissmuller

Tarzan

Nancy Kelly

Connie Bryce

Johnny Sheffield

Garoto

Otto Kruger

Paul Hendrix

Joe Sawyer

Karl Straeder

Lloyd Corrigan

Sheik Abdul El Khim

Robert Lowery

Príncipe Salim

Frank Puglia

Magistrado

John Dehner

Príncipe Ameer

Frank Faylen

Achmed

Por qual motivo devo assistir o filme: Tarzan e o terror do deserto

Enfrentar o terror do deserto é coisa séria para quem está habituado com a selva.Nesse filme, nosso herói vai mostrar quais as atitudes, deverão ou não, serem tomadas. Vamos assistir?

Fim

Aqui finalizamos mais uma etapa, mostrando o talento de Johnny Weissmuller, nosso lendário Tarzan. Se você é fã de filmes antigos, ou os assiste para alcançar conhecimento, visite as outras listas também! Há um bom grupo de atores, atrizes e produtores cinematográficos para sua apreciação. Permaneça em nossa companhia, que logo tem mais!

Um super abraço e até breve!