O Fim e o Princípio exibe o cotidiano e as histórias dos moradores da Paraíba em São João do Rio do Peixe. Por meio do certificado, o filme retrata o sentimento de uma multidão humilde, exalando alegria e esperança, e também mostrando as nuances de um nordeste denso e frutífero.

O Fim e o Princípio - 2006
O Fim e o Princípio – 2006

O filme foi filmado sem pesquisa prévia, dando a oportunidade de conhecer coisas desconhecidas e concentrando-se em entrevistas com idosos.

Análise e Criação – O Fim e o Princípio

O documentário começa com o movimento lateral. Nas janelas dos carros em movimento, a paisagem plana e arenosa e as árvores baixas de São João do Rio do Peixe (PB) são capturadas em mudanças contínuas (mas sutis).

Para essa imagem de deslocamento, a voz de Coutinho foi sobreposta à montagem, acrescentando as observações iniciais de um filme completamente revogado: “Viemos à Paraíba e tentamos concluir o filme sem nenhuma pesquisa prévia em quatro semanas.

Não há tema especial nem posição especial. “Mova-se para a direita para encontrar o interior do carro enquanto dirige, e Coutinho senta-se ao lado do motorista. Seus aspectos processuais:” Talvez ele se torne uma busca “, continuou Coutinho,” encontrando a localização, o assunto, a maioria O que importa é o personagem “.

Condução de Coutinho – O Fim e o Princípio

A enorme vaga, com múltiplas vias possíveis, foi rapidamente cercada por algumas medidas preventivas, como se Coutinho tentasse reduzir o risco de reportar, ou seja, o surgimento de oportunidades descontroladas, que o comoveram inicialmente. O diretor não inicia da criação do dispositivo como os trabalhos anteriores, mas continua a desenhar.

Escolhendo a localização de qualquer instalação de acomodação, a equipe de filmagem abordou a primeira família e um deles, é uma agente da Pastoral da Criança. Rosa é uma possível mediadora entre a equipe e a realidade e é uma figura estratégica na qual Coutinho confiou na pesquisa para determinar os ex-entrevistados do cinema com base no perfil do espaço mundial.

Desenvolvendo – O Fim e o Princípio

Curiosamente, como não há “local específico”, o intermediário deve ser selecionado antes do espaço físico. Para garantir o bom desempenho do filme, ainda mais importante do que introduzir a qualidade do espaço ou localização é como se apresentar.

Portanto, Coutinho percebeu o potencial de Rosa e “recortou” o Sítio Araçás, uma pequena comunidade rural onde viviam 80 famílias, incluindo ela.

Outra escolha decisiva para o filme é a idade (quase todos os entrevistados têm mais de 70 anos), mas isso não é mencionado diretamente no filme, mas, com base no trabalho anterior do diretor, parece atender às expectativas de encontrar um “excelente narrador”.

A importância de Rosa em O Fim e o Princípio

A participação de Rosa provou ser decisiva, e não apenas nos bastidores, afinal, o filme e o processo não são separados. Desde seu primeiro encontro com a equipe, as coordenadas de desempenho de Rosa foram descritas. Quando Coutinho explicou que queria “ouvir a história”, sugeriu que ela entrevistasse sua avó, Zefinha, 94 anos.

O Fim e o Princípio - 2006
O Fim e o Princípio – 2006

Foi a conversa liderada por Rosa com a “avó feminina” da sobrevivente da seca em 1915. Para Zefinha mostrar seu conhecimento, Rosa tornou-se objeto de “abençoar” sua avó. Dê uma olhada”.

Portanto, sua participação estabelece uma relação mais horizontal na cena (entre o interlocutor e o narrador), e dois corpos aparecem na imagem: Zefinha toca a cabeça da neta com folhas enquanto ora.

Trazendo esse morador do Sítio Araçás para o grupo, parece que a equipe do Rio de Janeiro também se tornou um pouco “alternativa”, além de se beneficiar da confiança e familiaridade que a presença de Rosa garante e, nas palavras do mediador, “diferentes visitas “Despertar o interesse e a curiosidade dos idosos na comunidade.

A proximidade física – Rosa do personagem, a câmera do corpo e Coutinho de seu entrevistado – são uma das características mais marcantes de “Fim e começo”.

Quem foi Eduardo Coutinho?

foi um cineasta e jornalista brasileiro. É considerado por muitos como o maior documentarista da história do cinema do Brasil.

Quantos filmes Eduardo Coutinho fez?

Coutinho fez em torno de 29 filmes entre longas, curtas, documentários e ficções.

Em qual lugar foi gravado o filme O fim e o princípio?

Em uma cidade pequena chamada São João do Rio do Peixe, na Paraíba.

Qual a duração do documentário o fim e o princípio?

O filme tem e torno de uma hora e cinquenta minutos.

Coutinho voltou na cidade de O fim e o princípio?

Sim, Coutinho retornou a São João do Rio do Peixe, na Paraíba para exibir o filme para a comunidade.

Espero ter ajudado.

Fim da matéria sobre O Fim e o Princípio – 2006

Gostou da matéria? Compartilhe.